SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 7
Baixar para ler offline
A REVOLUÇÃO MEXICANA DE (1910)
Obra de Diego Riverawww.portaldovestibulando.com
 Quem determinava o governante era a elite agrária
 PORFÍRIO DÍAZ (1877-1910) – ditador permaneceu
no poder através de eleições manipuladas.
• Período de grande crescimento econômico –
benefícios a latifundiários e empresários.
• Grande concentração de terras
 ELEIÇÕES DE 1910 – oposição Francisco Madero
(liberal burguês – oligarquias dissidentes)
 Porfírio Díaz manda prender Madero, que foi para os
EUA.
 Madero e o Plano São Luís – declarou nula a eleição,
autoproclamou-se presidente – incitou a povo a
revolta.
Antecedentes
www.portaldovestibulando.com
Apoio de líderes rurais mexicanos:
•Pancho Villa (defendia os interesses da população que
perdeu suas terras para os latifundiários no norte do
México).
•Emiliano Zapata (camponeses do sul, queriam a
devolução das terras tomadas pelos latifundiários)
APOIO A MADERO
A revolução liderada
por Madero consegue
tirar Porfírio Diaz do
poder.
Pancho Villa e Emiliano Zapata mobilizaram um levante camponêswww.portaldovestibulando.com
 MADERO: Eleito presidente com 98% dos votos
(1911): Madero não fez reformas sociais – nem a
reforma agrária.
 Zapata rompe com Madero.
 Gal. Victorino Huerta (apoio de Zapata e Villa): depõe
Madero (fuzilado).
 Huerta inicia outra ditadura.
 Venustiano Carranza (Exército Constitucionalista:
legalidade)- combate a Huerta.
 Com apoio dos EUA, Carranza assumiu o poder.
 GUERRA CIVIL: Villa e Zapata não reconheciam a
autoridade de Carranza.
A QUEDA DE MADERO
www.portaldovestibulando.com
 Estratégia – Carranza decreta a reforma agrária no
sul e apoia a luta dos trabalhadores do norte -
enfraquece a luta de Zapata e Villa.
 Carranza: vence a guerra civil > mandou matar
Zapata e Villa.
 Carranza: Constituição de 1917:
- Leis que favoreciam aos trabalhadores urbanos;
- Ampliou a reforma agrária;
- Nacionalização das terras e do subsolo;
- Educação laica.
 Com a Constituição, as séries de revoluções no
México têm fim.
O PODER DA ESTRATÉGIA
www.portaldovestibulando.com

Partido Revolucionário Institucional (PRI) > 1929-PRI) > 1929-
2000.2000.

Ampliação da reforma agrária.Ampliação da reforma agrária.

Cumprimento efetivo de leis trabalhistas.Cumprimento efetivo de leis trabalhistas.

Cargos públicos a dirigentes de centrais sindicais.Cargos públicos a dirigentes de centrais sindicais.

1938: Criação da1938: Criação da Petróleos Mexicanos (PEMEX)PEMEX)

Nacionalização de ferrovias.Nacionalização de ferrovias.

Garantia da propriedade privada.Garantia da propriedade privada.
LÁZARO CÁRDENAS (MÉX 1934 – 1940)
www.portaldovestibulando.com

Partido Revolucionário Institucional (PRI) > 1929-PRI) > 1929-
2000.2000.

Ampliação da reforma agrária.Ampliação da reforma agrária.

Cumprimento efetivo de leis trabalhistas.Cumprimento efetivo de leis trabalhistas.

Cargos públicos a dirigentes de centrais sindicais.Cargos públicos a dirigentes de centrais sindicais.

1938: Criação da1938: Criação da Petróleos Mexicanos (PEMEX)PEMEX)

Nacionalização de ferrovias.Nacionalização de ferrovias.

Garantia da propriedade privada.Garantia da propriedade privada.
LÁZARO CÁRDENAS (MÉX 1934 – 1940)
www.portaldovestibulando.com

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

O governo João Goulart (1961-1964)
O governo João Goulart (1961-1964)O governo João Goulart (1961-1964)
O governo João Goulart (1961-1964)Edenilson Morais
 
O Governo Dutra (1946-1950)
O Governo Dutra (1946-1950)O Governo Dutra (1946-1950)
O Governo Dutra (1946-1950)Edenilson Morais
 
E.U.A no século XIX.
E.U.A no século XIX.E.U.A no século XIX.
E.U.A no século XIX.Privada
 
O fim da escravidão negra no brasil
O fim da escravidão negra no brasilO fim da escravidão negra no brasil
O fim da escravidão negra no brasilNome Sobrenome
 
Primeiro Reinado (1822-1831)
Primeiro Reinado (1822-1831)Primeiro Reinado (1822-1831)
Primeiro Reinado (1822-1831)Edenilson Morais
 
Ditaduras na america latina
Ditaduras na america latinaDitaduras na america latina
Ditaduras na america latinaIsabel Aguiar
 
Era Vargas (1930-1945)
Era Vargas (1930-1945)Era Vargas (1930-1945)
Era Vargas (1930-1945)Elton Zanoni
 
Aula revolução industrial
Aula revolução industrialAula revolução industrial
Aula revolução industrialMarcos Azevedo
 
República Populista (1946-1964)
República Populista (1946-1964)República Populista (1946-1964)
República Populista (1946-1964)Edenilson Morais
 
Ditadura Militar (1964-1985)
Ditadura Militar (1964-1985)Ditadura Militar (1964-1985)
Ditadura Militar (1964-1985)Edenilson Morais
 
Janio quadros e joão goulart
Janio quadros e joão goulartJanio quadros e joão goulart
Janio quadros e joão goulartharlissoncarvalho
 
Imperialismo do século XIX
Imperialismo do século XIXImperialismo do século XIX
Imperialismo do século XIXRodrigo Luiz
 
Socialismo e anarquismo
Socialismo e anarquismoSocialismo e anarquismo
Socialismo e anarquismoJanayna Lira
 

Mais procurados (20)

O governo João Goulart (1961-1964)
O governo João Goulart (1961-1964)O governo João Goulart (1961-1964)
O governo João Goulart (1961-1964)
 
3º ano - Era Vargas 1930-1945
3º ano  - Era Vargas 1930-19453º ano  - Era Vargas 1930-1945
3º ano - Era Vargas 1930-1945
 
Revolução de 1930
Revolução de 1930Revolução de 1930
Revolução de 1930
 
O Governo Dutra (1946-1950)
O Governo Dutra (1946-1950)O Governo Dutra (1946-1950)
O Governo Dutra (1946-1950)
 
Primeiro Reinado
Primeiro ReinadoPrimeiro Reinado
Primeiro Reinado
 
E.U.A no século XIX.
E.U.A no século XIX.E.U.A no século XIX.
E.U.A no século XIX.
 
Crise do sistema colonial
Crise do sistema colonialCrise do sistema colonial
Crise do sistema colonial
 
O fim da escravidão negra no brasil
O fim da escravidão negra no brasilO fim da escravidão negra no brasil
O fim da escravidão negra no brasil
 
Primeiro Reinado (1822-1831)
Primeiro Reinado (1822-1831)Primeiro Reinado (1822-1831)
Primeiro Reinado (1822-1831)
 
Ditaduras na america latina
Ditaduras na america latinaDitaduras na america latina
Ditaduras na america latina
 
Conjuração Mineira e Baiana
Conjuração Mineira e BaianaConjuração Mineira e Baiana
Conjuração Mineira e Baiana
 
Era Vargas (1930-1945)
Era Vargas (1930-1945)Era Vargas (1930-1945)
Era Vargas (1930-1945)
 
Aula revolução industrial
Aula revolução industrialAula revolução industrial
Aula revolução industrial
 
3º ano - Brasil de 1945 a 1964.
3º ano - Brasil de 1945 a 1964.3º ano - Brasil de 1945 a 1964.
3º ano - Brasil de 1945 a 1964.
 
República Populista (1946-1964)
República Populista (1946-1964)República Populista (1946-1964)
República Populista (1946-1964)
 
Ditadura Militar (1964-1985)
Ditadura Militar (1964-1985)Ditadura Militar (1964-1985)
Ditadura Militar (1964-1985)
 
Janio quadros e joão goulart
Janio quadros e joão goulartJanio quadros e joão goulart
Janio quadros e joão goulart
 
Imperialismo do século XIX
Imperialismo do século XIXImperialismo do século XIX
Imperialismo do século XIX
 
República velha
República velhaRepública velha
República velha
 
Socialismo e anarquismo
Socialismo e anarquismoSocialismo e anarquismo
Socialismo e anarquismo
 

Semelhante a Revolução Mexicana de 1910

Revolução mexicana didática final
Revolução mexicana didática finalRevolução mexicana didática final
Revolução mexicana didática finalbarbaraunirio2013
 
Revolução mexicana didática
Revolução mexicana didáticaRevolução mexicana didática
Revolução mexicana didáticabarbaraunirio2013
 
A América Latina nos séculos XX e XXI
A América Latina nos séculos XX e XXIA América Latina nos séculos XX e XXI
A América Latina nos séculos XX e XXIPaulo Alexandre
 
Revolução Mexicana, Populismo e México atual
Revolução Mexicana, Populismo e México atualRevolução Mexicana, Populismo e México atual
Revolução Mexicana, Populismo e México atualMarcos Mamute
 
Aspectos da América Latina: México
Aspectos da  América Latina: MéxicoAspectos da  América Latina: México
Aspectos da América Latina: Méxicocarlosbidu
 
Independência América Espanhola
Independência América EspanholaIndependência América Espanhola
Independência América Espanholadmflores21
 
América Latina no século XX
América Latina no século XXAmérica Latina no século XX
América Latina no século XXElton Zanoni
 
Revolução Mexicana (1910 a 1920)
Revolução Mexicana (1910 a 1920)Revolução Mexicana (1910 a 1920)
Revolução Mexicana (1910 a 1920)Yury Fontão
 
SéCulo Xx – AméRica Latina Site
SéCulo Xx – AméRica Latina   SiteSéCulo Xx – AméRica Latina   Site
SéCulo Xx – AméRica Latina SiteCarlos Glufke
 
Brasil Império2018
Brasil Império2018Brasil Império2018
Brasil Império2018Zeze Silva
 

Semelhante a Revolução Mexicana de 1910 (20)

Revolução mexicana didática final
Revolução mexicana didática finalRevolução mexicana didática final
Revolução mexicana didática final
 
Revolução mexicana didática
Revolução mexicana didáticaRevolução mexicana didática
Revolução mexicana didática
 
Revolução mexicana
Revolução mexicanaRevolução mexicana
Revolução mexicana
 
23 Revolução Mexicana
23  Revolução  Mexicana23  Revolução  Mexicana
23 Revolução Mexicana
 
Rev mexicana
Rev mexicanaRev mexicana
Rev mexicana
 
A América Latina nos séculos XX e XXI
A América Latina nos séculos XX e XXIA América Latina nos séculos XX e XXI
A América Latina nos séculos XX e XXI
 
A AMÉRICA LATINA
A AMÉRICA LATINAA AMÉRICA LATINA
A AMÉRICA LATINA
 
Revolução mexicana
Revolução mexicanaRevolução mexicana
Revolução mexicana
 
Revolução Mexicana, Populismo e México atual
Revolução Mexicana, Populismo e México atualRevolução Mexicana, Populismo e México atual
Revolução Mexicana, Populismo e México atual
 
Revolução mexicana de 1910
Revolução mexicana de 1910Revolução mexicana de 1910
Revolução mexicana de 1910
 
Aspectos da América Latina: México
Aspectos da  América Latina: MéxicoAspectos da  América Latina: México
Aspectos da América Latina: México
 
Independência América Espanhola
Independência América EspanholaIndependência América Espanhola
Independência América Espanhola
 
América Latina no século XX
América Latina no século XXAmérica Latina no século XX
América Latina no século XX
 
2° ano Primeiro Reinado e Regências
2° ano   Primeiro Reinado e Regências2° ano   Primeiro Reinado e Regências
2° ano Primeiro Reinado e Regências
 
Revolução Mexicana (1910 a 1920)
Revolução Mexicana (1910 a 1920)Revolução Mexicana (1910 a 1920)
Revolução Mexicana (1910 a 1920)
 
Sociologia mudancas sociais
Sociologia mudancas sociaisSociologia mudancas sociais
Sociologia mudancas sociais
 
SéCulo Xx – AméRica Latina Site
SéCulo Xx – AméRica Latina   SiteSéCulo Xx – AméRica Latina   Site
SéCulo Xx – AméRica Latina Site
 
AMÉRICA LATINA_8 ano_cap.06.pptx
AMÉRICA LATINA_8 ano_cap.06.pptxAMÉRICA LATINA_8 ano_cap.06.pptx
AMÉRICA LATINA_8 ano_cap.06.pptx
 
Brasil Império2018
Brasil Império2018Brasil Império2018
Brasil Império2018
 
3° ano período regencial
3° ano   período regencial3° ano   período regencial
3° ano período regencial
 

Mais de Portal do Vestibulando

Idade Média - Feudalismo - Reino Franco
Idade Média - Feudalismo - Reino FrancoIdade Média - Feudalismo - Reino Franco
Idade Média - Feudalismo - Reino FrancoPortal do Vestibulando
 
Sociedades Pré-colombianas: Toltecas, Olmecas, Incas, Nazca, Maias, Astecas
Sociedades Pré-colombianas: Toltecas, Olmecas, Incas, Nazca, Maias, AstecasSociedades Pré-colombianas: Toltecas, Olmecas, Incas, Nazca, Maias, Astecas
Sociedades Pré-colombianas: Toltecas, Olmecas, Incas, Nazca, Maias, AstecasPortal do Vestibulando
 
Ditadura militar anos de chumbo (1964-1985)
Ditadura militar   anos de chumbo (1964-1985)Ditadura militar   anos de chumbo (1964-1985)
Ditadura militar anos de chumbo (1964-1985)Portal do Vestibulando
 
Período entre guerras - crise de 1929 - nazifascismo
Período entre guerras - crise de 1929 - nazifascismoPeríodo entre guerras - crise de 1929 - nazifascismo
Período entre guerras - crise de 1929 - nazifascismoPortal do Vestibulando
 
Brasil Pré-colonial - contexto histórico
Brasil Pré-colonial - contexto históricoBrasil Pré-colonial - contexto histórico
Brasil Pré-colonial - contexto históricoPortal do Vestibulando
 
África nos tempos de tráfico atlântico
África nos tempos de tráfico atlânticoÁfrica nos tempos de tráfico atlântico
África nos tempos de tráfico atlânticoPortal do Vestibulando
 
Brasil Pré-colonial - contexto histórico
Brasil Pré-colonial - contexto históricoBrasil Pré-colonial - contexto histórico
Brasil Pré-colonial - contexto históricoPortal do Vestibulando
 
Brasil Colônia: revoltas nativistas e separatistas
Brasil Colônia: revoltas nativistas e separatistasBrasil Colônia: revoltas nativistas e separatistas
Brasil Colônia: revoltas nativistas e separatistasPortal do Vestibulando
 
Brasil Pré-colonial - contexto histórico
Brasil Pré-colonial - contexto históricoBrasil Pré-colonial - contexto histórico
Brasil Pré-colonial - contexto históricoPortal do Vestibulando
 
Cuca Vestibulares - Maratona PSC 1 - Manaus
Cuca Vestibulares - Maratona PSC 1 - ManausCuca Vestibulares - Maratona PSC 1 - Manaus
Cuca Vestibulares - Maratona PSC 1 - ManausPortal do Vestibulando
 

Mais de Portal do Vestibulando (20)

Idade Média - Feudalismo - Reino Franco
Idade Média - Feudalismo - Reino FrancoIdade Média - Feudalismo - Reino Franco
Idade Média - Feudalismo - Reino Franco
 
Sociedades Pré-colombianas: Toltecas, Olmecas, Incas, Nazca, Maias, Astecas
Sociedades Pré-colombianas: Toltecas, Olmecas, Incas, Nazca, Maias, AstecasSociedades Pré-colombianas: Toltecas, Olmecas, Incas, Nazca, Maias, Astecas
Sociedades Pré-colombianas: Toltecas, Olmecas, Incas, Nazca, Maias, Astecas
 
Independência dos EUA
Independência dos EUAIndependência dos EUA
Independência dos EUA
 
Ditadura militar anos de chumbo (1964-1985)
Ditadura militar   anos de chumbo (1964-1985)Ditadura militar   anos de chumbo (1964-1985)
Ditadura militar anos de chumbo (1964-1985)
 
Período entre guerras - crise de 1929 - nazifascismo
Período entre guerras - crise de 1929 - nazifascismoPeríodo entre guerras - crise de 1929 - nazifascismo
Período entre guerras - crise de 1929 - nazifascismo
 
Guerra Fria - Atualizada
Guerra Fria - AtualizadaGuerra Fria - Atualizada
Guerra Fria - Atualizada
 
Nova República
Nova RepúblicaNova República
Nova República
 
Senhora
SenhoraSenhora
Senhora
 
Brasil Pré-colonial - contexto histórico
Brasil Pré-colonial - contexto históricoBrasil Pré-colonial - contexto histórico
Brasil Pré-colonial - contexto histórico
 
Absolutismo
AbsolutismoAbsolutismo
Absolutismo
 
Questão Palestina
Questão PalestinaQuestão Palestina
Questão Palestina
 
Descolonização afro-asiática
Descolonização afro-asiáticaDescolonização afro-asiática
Descolonização afro-asiática
 
África nos tempos de tráfico atlântico
África nos tempos de tráfico atlânticoÁfrica nos tempos de tráfico atlântico
África nos tempos de tráfico atlântico
 
Brasil Pré-colonial - contexto histórico
Brasil Pré-colonial - contexto históricoBrasil Pré-colonial - contexto histórico
Brasil Pré-colonial - contexto histórico
 
Brasil Colônia: revoltas nativistas e separatistas
Brasil Colônia: revoltas nativistas e separatistasBrasil Colônia: revoltas nativistas e separatistas
Brasil Colônia: revoltas nativistas e separatistas
 
Brasil: Economia Colonial
Brasil: Economia ColonialBrasil: Economia Colonial
Brasil: Economia Colonial
 
Brasil Pré-colonial - contexto histórico
Brasil Pré-colonial - contexto históricoBrasil Pré-colonial - contexto histórico
Brasil Pré-colonial - contexto histórico
 
Cuca Vestibulares - Maratona PSC 1 - Manaus
Cuca Vestibulares - Maratona PSC 1 - ManausCuca Vestibulares - Maratona PSC 1 - Manaus
Cuca Vestibulares - Maratona PSC 1 - Manaus
 
Religiões de matriz africana
Religiões de matriz africanaReligiões de matriz africana
Religiões de matriz africana
 
Morfologia - Classes Gramaticais
Morfologia - Classes GramaticaisMorfologia - Classes Gramaticais
Morfologia - Classes Gramaticais
 

Último

Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptx
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptxProva de Empreendedorismo com gabarito.pptx
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptxJosAurelioGoesChaves
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbyasminlarissa371
 
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETOProjeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETODouglasVasconcelosMa
 
Apreciação crítica -exercícios de escrita
Apreciação crítica -exercícios de escritaApreciação crítica -exercícios de escrita
Apreciação crítica -exercícios de escritaeliana862656
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.azulassessoria9
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdfCarlosRodrigues832670
 
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil  2023.ppsxA área de ciências da religião no brasil  2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsxGilbraz Aragão
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoCelianeOliveira8
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas BrasileirosMary Alvarenga
 
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Paula Meyer Piagentini
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024GleyceMoreiraXWeslle
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAAVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAEdioFnaf
 
As teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. EvoluçãoAs teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. Evoluçãoprofleticiasantosbio
 
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfO Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfQueleLiberato
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxacaciocarmo1
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...LuizHenriquedeAlmeid6
 
As variações do uso da palavra "como" no texto
As variações do uso da palavra "como" no  textoAs variações do uso da palavra "como" no  texto
As variações do uso da palavra "como" no textoMariaPauladeSouzaTur
 
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxJMTCS
 

Último (20)

Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptx
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptxProva de Empreendedorismo com gabarito.pptx
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptx
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
 
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETOProjeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
 
Apreciação crítica -exercícios de escrita
Apreciação crítica -exercícios de escritaApreciação crítica -exercícios de escrita
Apreciação crítica -exercícios de escrita
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
 
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
 
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil  2023.ppsxA área de ciências da religião no brasil  2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsx
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
 
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
 
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAAVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
 
As teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. EvoluçãoAs teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
 
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfO Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
 
As variações do uso da palavra "como" no texto
As variações do uso da palavra "como" no  textoAs variações do uso da palavra "como" no  texto
As variações do uso da palavra "como" no texto
 
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
 

Revolução Mexicana de 1910

  • 1. A REVOLUÇÃO MEXICANA DE (1910) Obra de Diego Riverawww.portaldovestibulando.com
  • 2.  Quem determinava o governante era a elite agrária  PORFÍRIO DÍAZ (1877-1910) – ditador permaneceu no poder através de eleições manipuladas. • Período de grande crescimento econômico – benefícios a latifundiários e empresários. • Grande concentração de terras  ELEIÇÕES DE 1910 – oposição Francisco Madero (liberal burguês – oligarquias dissidentes)  Porfírio Díaz manda prender Madero, que foi para os EUA.  Madero e o Plano São Luís – declarou nula a eleição, autoproclamou-se presidente – incitou a povo a revolta. Antecedentes www.portaldovestibulando.com
  • 3. Apoio de líderes rurais mexicanos: •Pancho Villa (defendia os interesses da população que perdeu suas terras para os latifundiários no norte do México). •Emiliano Zapata (camponeses do sul, queriam a devolução das terras tomadas pelos latifundiários) APOIO A MADERO A revolução liderada por Madero consegue tirar Porfírio Diaz do poder. Pancho Villa e Emiliano Zapata mobilizaram um levante camponêswww.portaldovestibulando.com
  • 4.  MADERO: Eleito presidente com 98% dos votos (1911): Madero não fez reformas sociais – nem a reforma agrária.  Zapata rompe com Madero.  Gal. Victorino Huerta (apoio de Zapata e Villa): depõe Madero (fuzilado).  Huerta inicia outra ditadura.  Venustiano Carranza (Exército Constitucionalista: legalidade)- combate a Huerta.  Com apoio dos EUA, Carranza assumiu o poder.  GUERRA CIVIL: Villa e Zapata não reconheciam a autoridade de Carranza. A QUEDA DE MADERO www.portaldovestibulando.com
  • 5.  Estratégia – Carranza decreta a reforma agrária no sul e apoia a luta dos trabalhadores do norte - enfraquece a luta de Zapata e Villa.  Carranza: vence a guerra civil > mandou matar Zapata e Villa.  Carranza: Constituição de 1917: - Leis que favoreciam aos trabalhadores urbanos; - Ampliou a reforma agrária; - Nacionalização das terras e do subsolo; - Educação laica.  Com a Constituição, as séries de revoluções no México têm fim. O PODER DA ESTRATÉGIA www.portaldovestibulando.com
  • 6.  Partido Revolucionário Institucional (PRI) > 1929-PRI) > 1929- 2000.2000.  Ampliação da reforma agrária.Ampliação da reforma agrária.  Cumprimento efetivo de leis trabalhistas.Cumprimento efetivo de leis trabalhistas.  Cargos públicos a dirigentes de centrais sindicais.Cargos públicos a dirigentes de centrais sindicais.  1938: Criação da1938: Criação da Petróleos Mexicanos (PEMEX)PEMEX)  Nacionalização de ferrovias.Nacionalização de ferrovias.  Garantia da propriedade privada.Garantia da propriedade privada. LÁZARO CÁRDENAS (MÉX 1934 – 1940) www.portaldovestibulando.com
  • 7.  Partido Revolucionário Institucional (PRI) > 1929-PRI) > 1929- 2000.2000.  Ampliação da reforma agrária.Ampliação da reforma agrária.  Cumprimento efetivo de leis trabalhistas.Cumprimento efetivo de leis trabalhistas.  Cargos públicos a dirigentes de centrais sindicais.Cargos públicos a dirigentes de centrais sindicais.  1938: Criação da1938: Criação da Petróleos Mexicanos (PEMEX)PEMEX)  Nacionalização de ferrovias.Nacionalização de ferrovias.  Garantia da propriedade privada.Garantia da propriedade privada. LÁZARO CÁRDENAS (MÉX 1934 – 1940) www.portaldovestibulando.com