Conversão de unidades

234 visualizações

Publicada em

material didático sobre conversão de unidades

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
234
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
9
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Conversão de unidades

  1. 1. Conversão de unidades Bom exitem duas formas simples de se converter unidades, a primeira e mais utilizada é a regra de três, exemplo: multiplicando cruzado temos: isola-se o x x= 0,135g A segunda (e minha preferida) é o fator de conversão, primeiro vamos entender como ele funciona: podemos dizer que 1L = 1000mL certo!? eu posso escrever essa igualdade dessa forma também 1000mL = 1L se eu relacionar as duas formas temos que: chegamos ao fator de conversão, nós podemos usar qualquer lado dessa igualdade para converter uma unidade só depende de qual unidade eu quero para o meu resultado final, vamos ver um exemplo: Eu tenho 260 mL e desejo transformar em L. nesse caso eu utilizo o lado esquerdo do fator de conversão e multiplico pelo valor: = 0,260L
  2. 2. mas e se eu quisesse encontrar um valor em mL, por exemplo 3L, aí eu usaria o lado direito do fator: = 3000 mL Por que eu disse que o fator de conversão é o meu favorito? Porque eu posso por ele dentro de uma fórmula para converter a unidade sem precisar realizar uma nova conta para trocar a unidade, além disso há a possibilidade de se fazer várias conversões de uma vez só como veremos mais a frente. Exercícios 1. (resolvido) Um químico leu a seguinte instrução num procedimento descrito no seu guia de laboratório: “Dissolva 5,0 g do cloreto em 100 mL de água, à temperatura ambiente...” Qual será a concentração dessa solução. (concentração é expressa em g/L) Resolução 1 (regra de três) C=? m= 5,0g V= 100mL Resolução 2 (fator de conversão) C=? m=5,0g V= 100mL 2. Calcule a concentração de uma solução de nitrato de potássio, sabendo que ela encerra 60g do sal em 300cm3 de solução. (1cm3 = 1mL) 3. Qual a concentração da solução obtida ao se dissolverem 0,25Kg de hidróxido de sódio em 2L de água? 4. Calcule a massa de ácido nítrico necessária para a preparação de 150 mL de uma solução de concentração 50 g/L. x = 0,1L C= 50g/L C= 50g/L
  3. 3. 5. Após o preparo de um suco de fruta, verificou-se que 200mL da solução obtida continham 58mg de aspartame. Qual é a concentração de aspartame no suco preparado? 6. O “soro caseiro” consiste em uma solução aquosa de cloreto de sódio (3,5g/L) e de sacarose (11g/L); respectivamente, quais são a massa de cloreto de sódio e a de sacarose necessárias para preparar 500mL de soro caseiro? 7. O oxalato de cálcio, CaC2O4, é encontrado nas folhas de espinafre, nas sementes do tomate, e é um dos constituintes das pedras formadas nos rins (cálculo renal). Uma amostra (alíquota) de 25cm3 de uma solução aquosa de oxalato de cálcio contém 0,2625g desse sal. Qual é a concentração de CaC2O4 nessa solução? a) 0,0105g/L b) 0,00656g/mL c) 10,5g/L d) 21g/dm3 e) 31,5g/cm3 8. O derramamento de óleo nos cursos d’água forma uma película que dificulta a absorção de oxigênio, o que provoca a destruição de algas e plânctons, prejudicando a alimentação dos peixes. De acordo com alguns órgãos ambientais, o limite máximo de óleo na água é 30mg/L. Com base nesse parâmetro, quantos gramas de óleo poderão estar presentes em 1m3 de água, sem comprometer o ecossistema? (1m3 = 1000L) a) 0,03 c) 3 e) 300 b) 0,3 d) 30 9. (Resolvido) Um analgésico deve ser ministrado na quantidade de 0,02g por quilograma de massa corporal por semana. Quantas miligramas deverão ser ministradas a um paciente de 80 kg em uma semana? Resolução 1 (regra de três) se são 0,02 g por kg então: = 1,6g R: devem ser ministradas 1600mg de analgésico. Resolução 2 (fator de conversão) = 1600mg = 1600mg
  4. 4. 10. O limite máximo de “ingestão diária aceitável” (IDA) de ácido fosfórico, aditivo em alimentos, é de 5 mg/kg de massa corporal. Calcule o volume de refrigerante, contendo ácido fosfórico na concentração de 0,6 g/L, que uma pessoa de 60 kg deve ingerir para atingir o limite máximo de IDA. 11. (Exemplo de como usar vários fatores de conversão) O carbonato de cálcio é usado na fabricação de vidros, adubos, cimentos e dentifrícios. Encontrado na natureza na forma de argonita, calcita, calcário, etc. Deseja-se preparar uma solução de carbonato de cálcio 6g/L em um tanque de 1m3 quantos quilos devem ser adicionados do sal? Resolução 12. Considere que o intervalo normal da concentração de glucose C6H12O6 em 100mL de sangue é 80 _ 120 mg. Qual é esse intervalo em gramas por litro de sangue? 13. A água de abastecimento urbano, depois de passar pela Estação de Tratamento de Água — ETA, deve conter quantidade de “cloro residual” na forma de HClO. A análise de uma amostra de água tratada, à saída de uma ETA, revelou concentração de HClO igual a 3,5 g/m3 . Em mg/L, identifique essa concentração. a) 3500 b) 350 c) 0,035 d) 3,5 e) n.d.a 14. A glicose, fórmula molecular C6H12O6, se presente na urina, pode ter sua concentração determinada pela medida da intensidade da cor resultante da sua reação com um reagente específico, o ácido 3,5- dinitrossalicílico, conforme ilustrado na figura: Imaginemos que uma amostra de urina, submetida ao tratamento anterior, tenha apresentado uma intensidade de cor igual a 0,2 na escala do gráfico. Qual é a concentração da glicose? a) 500mg/L b) 5g/mL c) 5000mg/L d) 50g/mL m=6kg

×