O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.

Obesidade CriançA E Adolescente

6.222 visualizações

Publicada em

  • Olá
    Eu não sofro com obesidade,mas conheço um amigo que sofria muito com isso, tomava muitos remedios para tentar emagrecer e até conseguia emagrecer,mas depois voltava a engordar de novo.
    Ele me falou que um dia estava pesquisando no youtube sobre como emagrecer e encontrou um video onde uma mulher falava que tinha conseguido perder 8 kilos em apenas 2 semanas com um metodo que ela tinha aprendido em um curso, no inicio ele falou que não acreditou muito, mas quando ele adquiriu o curso e seguiu o passo-a-passo ele conseguiu emagrecer de uma forma inacreditável, ele me falou que foi uma das melhores coisas que aconteceu na sua vida porque hoje ele não sofre mais com obesidade e nem precisa tomar nenhum remedio

    Deixo esse depoimento para fortalecer aqueles que querem se livrar da obesidade, para aqueles que querem saber mais sobre esse curso acessem esse link:http://bit.ly/melhorformadeemagrecer1
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui

Obesidade CriançA E Adolescente

  1. 1. OBESIDADE Prof. Hudson Junior Fisiologista do Exercício NA CRIANÇA E ADOLESCENTE
  2. 2. O que é a Obesidade? <ul><li>É uma condição patológica na qual o peso corporal de uma pessoa do sexo masculino é de 20 a 25% acima de sua exigência física esquelética. Para o sexo feminino esses valores são de 30 a 35%. </li></ul>
  3. 3. OBESIDADE <ul><li>Foi considerada pela OMS uma epidemia de proporções mundiais, podendo variar de 10 a 20% da população Européia, 20 a 25% da América do Norte, até 40% entre mulheres da Europa Oriental, no Brasil a população Obesa já é de 10% do total. </li></ul>
  4. 4. Causas da Obesidade <ul><li>MEDIADORES MODERADORES </li></ul><ul><li>EQUILÍBRIO = energia in - energia out X ajustes fisiológicos </li></ul><ul><li>ENERGÉTICO </li></ul><ul><li>INFLUÊNCIAS </li></ul><ul><li>Ambiente + Biologia + Comportamento </li></ul><ul><li>Egger & Swinburn 1996 </li></ul>
  5. 5. Causas da Obesidade <ul><li>HEREDITARIEDADE: Pais não obesos 10%, um dos Pais 40%, e chega 80% quando o pai e a mãe são obesos. </li></ul><ul><li>INATIVIDADE: Em </li></ul><ul><li>adolescentes é tão </li></ul><ul><li>importante quanto </li></ul><ul><li>a hiperfagia . </li></ul>
  6. 6. INVOLUÇÃO
  7. 7. Causas da Obesidade <ul><li>INGESTÃO EXCESSIVA DE ALIMENTOS: Fatores psicológicos e sociais podem estar relacionados </li></ul><ul><li>DISFUNÇÃO GLANDULAR: Poucas pessoas de fato, são obesas devido à disfunção glandular (5%) </li></ul>
  8. 8. Fator a considerar <ul><li>Nossa estrutura genética não causa necessariamente a obesidade, porém reduz o limiar para o surgimento da doença (genes da suscetibilidade) e contribui muito para a variabilidade no aumento de peso observado entre indivíduos cuja alimentação diária contém excessos idênticos de energia. </li></ul>
  9. 9. Ingesta x Gasto <ul><li>Para muitos especialistas a diferença entre ter ou não excesso de gordura está na balança entre ingerir e gastar. </li></ul><ul><li>Tudo em que o indivíduo se engaja estará sendo contabilizado no chamado Gasto Energético Total. </li></ul>
  10. 10. Gasto Energético Total <ul><li>Gasto Energético Basal: energia necessária para manter as funções orgânicas em repouso, sendo responsável por 60 a 75% do GET. </li></ul><ul><li>Energia Para Ingestão dos Alimentos: representa 10% do GET. </li></ul><ul><li>Atividades Físicas: É a parte mais variável da equação, 15 a 30%, podendo ser até mais em atletas. </li></ul>
  11. 11. Períodos Críticos de Ganho de Peso
  12. 12. Quem é obeso?
  13. 13. <ul><li>IMC = PESO (Kg) </li></ul><ul><li>ESTATURA 2 (m) </li></ul><ul><li>Ex. IMC = 107 107 36.1 </li></ul><ul><li>1.72 2 2.9584 </li></ul><ul><li>Resultado: Obesidade II Risco Alto para a Saúde. </li></ul>Quem é obeso?
  14. 14. Vulnerabilidade da Avaliação
  15. 15. <ul><li>IMC = PESO (Kg) </li></ul><ul><li>ESTATURA 2 (m) </li></ul><ul><li>Ex. IMC = 107 107 36.1 </li></ul><ul><li>1.72 2 2.9584 </li></ul><ul><li>Resultado: Obesidade II Risco Alto para a Saúde. </li></ul>Quem é obeso?
  16. 16. “ O Exemplo da falha” <ul><li>IMC = 36.1 </li></ul><ul><li>OBESIDADE II </li></ul><ul><li>%GORDURA = 11.5 </li></ul><ul><li>%GORD. ACEITÁVEL = 12.5 </li></ul><ul><li>%MÚSCULO = 56 </li></ul><ul><li>ESTRUTURA ÓSSEA = LARGA </li></ul>
  17. 17. CRIANÇA E ADOLESCENTE
  18. 18. <ul><li>” ...a juventude não participa de atividades físicas, seja educação física ou não, o suficiente para desenvolver a resistência cardiovascular. Por essa razão, a nossa juventude apresenta um risco de desenvolver uma variedade de doenças associadas com o estilo de vida sedentário...” </li></ul>
  19. 19. Características gerais <ul><li>Os jovens estão cada vez mais obesos; </li></ul><ul><li>Somente metade dos jovens exercitam-se vigorosamente; </li></ul><ul><li>As meninas exercitam menos do que os meninos; </li></ul><ul><li>A força na porção superior do corpo é ruim; </li></ul><ul><li>A aptidão aeróbia é ruim; </li></ul><ul><li>Muitos apresentam fatores de risco para doenças; </li></ul>
  20. 20. Tendências gerais <ul><li>A maioria dos especialistas recomenda que os adolescentes sigam as orientações da atividade física dos adultos; </li></ul>
  21. 21. Tendências gerais <ul><li>Antes de atingirem a maturidade, as crianças e os jovens podem aumentar a aptidão aeróbia em resposta à prática de exercícios, mas num grau menor do que os adultos. </li></ul>
  22. 22. Tendências gerais <ul><li>Desde 1988 o Colégio Americano de Pediatria recomenda Musculação para crianças e adolescentes; </li></ul>
  23. 23. Tendências gerais <ul><li>A obesidade em crianças e jovens tem sido associada com a inatividade física. </li></ul><ul><li>Crianças cada vez mais obesas: jovens entre 6 e 17 anos, 22% têm excesso de peso. </li></ul>
  24. 24. Tendências gerais <ul><li>Crianças que praticam exercícios apresentam menor risco de adoecer, embora muitos fatores de estilo de vida estejam envolvidos, parece que a atividade física regular auxilia a manter alguns fatores de risco sob controle, especialmente em crianças e jovens que apresentam maior necessidade de melhoria. </li></ul>
  25. 25. Tendências gerais <ul><li>Adolescentes ativos apresentam menor propensão ao tabagismo e à ingestão de álcool do que os inativos. </li></ul><ul><li>Existe alguns traços que demonstram o hábito de atividade física na vida adulta por influência da infância, porém muitas pessoas se tornam inativas quando fazem a transição da adolescência para a vida adulta. </li></ul>
  26. 26. Avaliação para Prescrição <ul><li>Consulta para observação clínica, </li></ul><ul><li>Rotina de vida, </li></ul><ul><li>História Familiar; </li></ul><ul><li>Histórico de doenças; </li></ul><ul><li>Gostos, preferência e possibilidades </li></ul>
  27. 27. Avaliação para Prescrição <ul><li>Provas e funções; </li></ul><ul><li>Avaliação Postural; </li></ul><ul><li>Avaliação de Flexibilidade </li></ul><ul><li>Histórico de lesões e fraturas </li></ul>
  28. 28. Avaliação para Prescrição <ul><li>Analise de composição corporal; </li></ul><ul><li>Ergometria; </li></ul><ul><li>Ergoespirometria; </li></ul><ul><li>Lactimetria. </li></ul>
  29. 29. Avaliação para Prescrição <ul><li>Orientação para prescrição de exercício personalizado, calçados, roupas, horários, quantidade semanal, duração, intensidades..... </li></ul>
  30. 30. Avaliação para Prescrição <ul><li>Frequência de Treinamento: 3 a 5 vezes por semana. </li></ul><ul><li>Intensidade de Treinamento: </li></ul><ul><li>60 a 90% da FCMAX ou </li></ul><ul><li>50 a 80% do VO 2 MAX. </li></ul><ul><li>Duração: 20 a 60 minutos </li></ul><ul><li>de atividade contínua dependendo </li></ul><ul><li>da intensidade. </li></ul>
  31. 31. Avaliação para Prescrição <ul><li>Tipo de Atividade : qualquer atividade que utilize Grandes Grupos Musculares que seja mantida constante, rítmica e aeróbia por natureza. </li></ul><ul><li>Treinamento de Resistência : </li></ul><ul><li>8 a 10 exercícios envolvendo os </li></ul><ul><li>principais Grupos Musculares </li></ul><ul><li>com séries de 8 a 12 repetições </li></ul><ul><li>pelo menos 2 vezes por Semana. </li></ul>
  32. 32. <ul><li>Diminui a Percentagem de Gordura Corporal; </li></ul><ul><li>Aumenta a Massa Magra; </li></ul><ul><li>Potencializa a Termogênese; </li></ul><ul><li>Diminui a Pressão Arterial; </li></ul><ul><li>Aumenta a Condição Cardiovascular; </li></ul><ul><li>Beneficia a Saúde Psico-social. </li></ul>Efeitos do Exercício na Criança e Adolescente Obesos
  33. 33. FIM

×