Obesidade

457 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
457
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Obesidade

  1. 1. SALVADOR 2014 CEEPSAT-Centro Estadual de Educação Profissional em Saúde Anísio Teixeira Curso : Técnico em Enfermagem Turno: Vespertino Disciplinas: ENSAMU/ENSAID Professores: Ivo , Gisele DIA MUNDIAL DA SAÚDE TEMA : OBESIDADE Alunos: ELIANA, JANDIRA, LUCIANA, MARIA JOSÉ, MARCIO SUELON, MAURICIO BORGES, NILDES CONCEICÃO, ROBSON LOPES, SILVIA RENATA
  2. 2. O que é Obesidade? É o acúmulo de gordura no corpo causado quase sempre por um consumo excessivo de calorias na alimentação, superior ao valor usada pelo organismo para sua manutenção e realização das atividades do dia a dia. Ou seja: a obesidade acontece quando a ingestão alimentar é maior que o gasto energético correspondente.
  3. 3. Diagnóstico de Obesidade A obesidade é determinada pelo Índice de Massa Corporal (IMC) que é calculado dividindo-se o peso (em kg) pelo quadrado da altura (em metros). O resultado revela se o peso está dentro da faixa ideal, abaixo ou acima do desejado - revelando sobrepeso ou obesidade.
  4. 4. Classificação do IMC Menor que 18,5 Abaixo do peso Entre 18,5 e 24,9 - Peso normal Entre 25 e 29,9 - Sobrepeso (acima do peso desejado) Igual ou acima de 30 - Obesidade.
  5. 5. Cálculo do IMC IMC=peso (kg) / altura (m) x altura (m) Exemplo: João tem 83 kg e sua altura é 1,75 m Altura x altura = 1,75 x 1,75 = 3.0625 IMC = 83 divididos por 3,0625 = 27,10 O resultado de 27,10 de IMC indica que João está acima do peso desejado (sobrepeso).
  6. 6. Tabela
  7. 7. Tipos de Obesidade Obesidade Genética Obesidade Nutricional Obesidade Comportamental Obesidade Psicológica
  8. 8. Obesidade Genética Que atinge apenas de 2 a 4% da população, ou talvez até menos que isso. Este tipo de obesidade deve ser tratado por médicos especialistas em endocrinologia, pois desde criança a pessoa apresenta distúrbios no seu metabolismo que são inerentes à sua carga genética herdada de seus pais. Por: Dr. José Rui Bianchi
  9. 9. Obesidade Nutricional  Esse tipo de obesidade se deve à ingestão de alimentos sem valor nutricional adequado, podendo estar exagerando ingerindo nutrientes muito calóricos. São pessoas que comem muita gordura, carboidratos e proteínas, mas poucos legumes verduras e frutas.  Isso pode se iniciar na infância se os pais não tiverem uma alimentação sadia. É lógico que as crianças gostam mais de doces do que de verduras. Gostam mais de sorvetes (muitos são gordurosos como chocolate, coco etc.) do que de frutas, legumes então, nem pensar. Por: Dr. José Rui Bianchi
  10. 10. Obesidade comportamental  Neste tipo predomina os erros de comportamentos. Um estilo de vida sedentário, hábitos inadequados na maneira de alimentar-se, como comer depressa, sem mastigar direito, comer em pé ou andando por causa do pouco tempo. Nos casos de gestação, mulheres com crenças de que tem que comer por dois ou por que quem fica grávida tem que engordar ou ainda no casamento por causa da crença de quem casa engorda, comem demais e adquirem o hábito de comer bastante. Por: Dr. José Rui Bianchi
  11. 11. Obesidade Psicológica  Nesta, as pessoas que estão passando uma situação de depressão, ansiedade, conflito emocional, estresse, solidão, rejeição, paixão não correspondida e muitas outras, elas poderão mudar o enredo da situação e comer demais, na tentativa de compensar o problema. O que acontece é que criarão outro problema, o da obesidade. Novamente aqui, se o processo for repetido pode virar uma compulsão e sentir a necessidade de comer. Há perda do controle alimentar, ou melhor a pessoa nem percebe o quanto e o que está comendo. Por: Dr. José Rui Bianchi
  12. 12. Tratamento de Obesidade Como a obesidade é provocada por uma ingestão de energia que supera o gasto do organismo, a forma mais simples de tratamento é a adoção de um estilo de vida mais saudável, com menor ingestão de calorias e aumento das atividades físicas.
  13. 13. Tratamento de Obesidade  Essa mudança não só provoca redução de peso e reversão da obesidade, como facilita a manutenção do quadro saudável.
  14. 14. Medicamentos A utilização de medicamentos contribui de forma modesta e temporária no caso da obesidade, e nunca devem ser usados como única forma de tratamento. Boa parte das substâncias usadas atuam no cérebro e podem provocar reações adversas graves, como:
  15. 15. Medicamentos nervosismo, insônia, aumento da pressão sanguínea, batimentos cardíacos acelerados, boca seca e intestino preso. Um dos riscos mais preocupantes dos remédios para obesidade é o de se tornar dependente.
  16. 16. Medicamentos Por isso, o tratamento medicamentoso da obesidade deve ser acompanhado com rigor e restrito a alguns tipos de pacientes.
  17. 17. Cirurgia bariátrica “Um dos vários tipos de cirurgia para perda de peso realizadas em pessoas que estão perigosamente acima do peso, para restringir ou reduzir o consumo de comida ou absorção”. Por: Harvard Medical School
  18. 18. Cirurgia bariátrica  Pessoas com obesidade mórbida e comorbidades, como diabetes e hipertensão, podem optar por fazer a cirurgia de redução de estômago para controlar o peso e sair da obesidade. Existem quatro técnicas diferentes de cirurgia bariátrica para obesidade reconhecidas pelo Conselho Federal de Medicina (CFM): Banda Gástrica Ajustável, Gastrectomia Vertical, Bypass Gástrico e Derivação Bileopancreática. A escolha da cirurgia dependerá do quadro do paciente, do grau de obesidade e das doenças relacionadas.
  19. 19. Complicações possíveis Pessoas com obesidade têm maior probabilidade de desenvolver doenças como pressão alta, diabetes, problemas nas articulações, dificuldades respiratórias, gota, pedras na vesícula e até algumas formas de câncer.
  20. 20. Cuidados  Não deposite as esperanças do tratamento da obesidade apenas no medicamento ou cirurgia, pois o resultado depende principalmente das mudanças nos hábitos de vida (dieta e atividade física)  Com o tempo o medicamento para obesidade pode passar a perder o efeito. Se isso ocorrer, consulte seu médico e nunca aumente a dose por conta própria  Existem muitas propagandas irregulares de medicamentos para emagrecer nos meios de comunicação, por isso não acredite em promessas de emagrecimento rápido e fácil
  21. 21. Cuidados  Não compre medicamentos para obesidade pela internet ou em academias de ginástica, pois muitos não são autorizados pelo Ministério da Saúde e podem fazer mal a quem utiliza  Clínicas e consultórios não podem vender medicamentos para obesidade. O paciente tem a liberdade de escolher a farmácia de sua confiança para comprar ou manipular o medicamento prescrito  Fórmulas de emagrecimento com várias substâncias misturadas são proibidas pelo Ministério da Saúde e já provocaram mortes
  22. 22. Lembre-se sempre Não existe mágica! Para manter o peso dentro dos valores desejáveis e controlar a obesidade, a melhor opção é ter uma alimentação balanceada e praticar atividades físicas regularmente.
  23. 23. Anexo
  24. 24. Anexo
  25. 25. Anexo
  26. 26. Anexo
  27. 27. Referencias  http://www.minhavida.com.br/temas/cirurgia-bari%C3%A1trica  http://www.minhavida.com.br/saude/temas/obesidade#topBoxConsulte me
  28. 28. FIM

×