SlideShare uma empresa Scribd logo

Atlas bsico

Eliane Pereira
Eliane Pereira
Eliane PereiraCoordenador em Colegio Estadual Dario Vellozo

anatomia

Atlas bsico

1 de 30
Baixar para ler offline
TERMINOLOGIA ANATÔMICA ATUALIZADA
Revisada em: MARÇO/2011
CRÂNIO
by Daniel Moreira
http://estudandoanatomia.blogspot.com
NOME:______________________________________CURSO:_____________
_____
APOSTILAS, JOGOS, TESTES, LIVROS, VÍDEOS E MUITO MAIS...
APOSTILA BÁSICA DE ANATOMIA
@DanMoreyra
2
http://estudandoanatomia.blogspot.com/
CRÂNIO
O crânio é o esqueleto da cabeça; vários ossos formam suas duas partes: o Neurocrânio e o
Esqueleto da Face. O neurocrânio fornece o invólucro para o cérebro e as meninges
encefálicas, partes proximais dos nervos cranianos e vasos sanguíneos. O crânio possui um
teto semelhante a uma abóbada – a calvária – e um assoalho ou base do crânio que é
composta do etmóide e partes do occipital e do temporal. O esqueleto da face consiste em
ossos que circundam a boca e o nariz e contribuem para as órbitas.
Vista Anterior do Crânio
Ossos da Órbita
@DanMoreyra
3
http://estudandoanatomia.blogspot.com/
Vista Lateral do Crânio
@DanMoreyra
4
http://estudandoanatomia.blogspot.com/
Vista Medial do Crânio
Vista Superior do Crânio
A parte superior do crânio é chamada de cúpula do crânio ou calvária. É atravessada por
quatro suturas (articulações que permitem mínima mobilidade aos ossos do crânio):
1 - Sutura Coronal ou Bregmática: entre os ossos frontal e parietais
2 - Sutura Sagital: entre os dois parietais (linha sagital mediana)
3 - Sutura Lambdóide: entre os parietais e o occipital
4 - Sutura Escamosa: entre o parietal e o temporal
Principais Pontos Antropométricos do Crânio:
 Bregma - ponto de união das suturas sagital e
coronal
 Glabela – proeminência lisa no frontal
 Násio- intersecção do osso frontal e nasais
 Lâmbda - ponto de união das suturas sagital e
lambdóide
 Ínio- ponto mais proeminente da protuberância
occipital
 Vértex - parte mais alta do crânio
 Básio – Anterior ao forame magno
 Opístio – Posterior ao forame magno
 Obélio – na sutura sagital entre os forames
parietais
 Gônio - ângulo da mandíbula
 Gnátio- protuberância mentual
 Ptério - ponto de união dos ossos parietal, frontal, esfenóide e temporal
 Dácrio – ponto de união dos ossos frontal, maxilar e lacrimal
 Astério – ponto de união entre as suturas lambdóide, parietomastóidea e
occipitomastóidea.
 Estefânio - Quando a linha temporal superior passa pela sutura coroal.
@DanMoreyra
5
http://estudandoanatomia.blogspot.com/
Fossas Cranianas
É dividida em 3 fossas: Fossa Anterior, Fossa Média e Fossa Posterior
Fossa Anterior
Limites: Lâmina interna do frontal à borda posterior da asa menor do esfenóide
Ossos: Frontal, esfenóide e etmóide
Forames:
 Forame Cego - passagem de uma pequena veia da cavidade nasal para o seio sagital
superior
 Lâmina Crivosa - Passagem do I Par Craniano (Nervo Olfatório)
 Canal Óptico - Passagem do II Par Craniano (Nervo Óptico) e Artéria Oftálmica
Fossa Média
Limites: Borda posterior da asa menor do esfenóide à borda superior da porção petrosa dos
temporais
Ossos: esfenóide e temporal
Forames:
 Fissura Orbitária Superior - Passagem do III Par Craniano (Nervo Oculomotor), IV
Par Craniano (Nervo Troclear), V Par Craniano (Nervo Trigêmeo - Ramo Oftálmico), VI
Par Craniano (Nervo Abducente) e a veia oftálmica
 Forame Redondo - Passagem do V Par Craniano (Nervo Trigêmeo - Ramo Maxilar)
 Forame Oval - Passagem do V Par Craniano (Nervo Trigêmeo - Ramo Mandibular)
 Forame Espinhoso - Passagem da Artéria Meníngea Média
 Forame Lácero ou Rasgado Anterior - não passa nada, é coberto por tecido fibroso
 Canal Carotídeo - Passagem da artéria carotídea
Fossa Posterior
Limites: Borda superior da porção do rochedo do temporal à lâmina interna do osso occipital
Ossos: Temporal e occipital
Forames:
 Meato Acústico Interno - Passagem do VII Par Craniano (Nervo Facial), VIII Par
Craniano (Nervo Vestibulococlear)
 Forame Jugular - Passagem do IX Par Craniano (Nervo glossofaríngeo), X Par
Craniano (Nervo Vago) e XI Par Craniano (Nervo Acessório) e veia jugular interna
 Canal do Hipoglosso - Passagem do XII Par Craniano (Nervo do Hipoglosso)
 Canal Condilar - Inconstante
 Forame Magno - Passagem do bulbo, meninges, líquor, artérias vertebrais, raízes
espinhais e nervo acessório
@DanMoreyra
6
http://estudandoanatomia.blogspot.com/
Estruturas das fossas cranianas
Ossos das fossas cranianas
Anúncio

Recomendados

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

3) anatomia (esqueleto axial 1)
3) anatomia (esqueleto axial 1)3) anatomia (esqueleto axial 1)
3) anatomia (esqueleto axial 1)DANLIMA FERREIRA
 
Músculos e ossos da cabeça
Músculos e ossos da cabeçaMúsculos e ossos da cabeça
Músculos e ossos da cabeçaCaio Maximino
 
Trabalho viscerocrânio
Trabalho viscerocrânioTrabalho viscerocrânio
Trabalho viscerocrânioVony40
 
Osso/Bone/Hueso Temporal - Osteologia
Osso/Bone/Hueso Temporal - OsteologiaOsso/Bone/Hueso Temporal - Osteologia
Osso/Bone/Hueso Temporal - OsteologiaRenattaFerreira
 
Ossos e Músculos da Cabeça e Pescoço
Ossos e Músculos da Cabeça e PescoçoOssos e Músculos da Cabeça e Pescoço
Ossos e Músculos da Cabeça e PescoçoDaniela Monteiro
 
Anatomia óssea (mandíbula e maxila)
Anatomia óssea (mandíbula e maxila)Anatomia óssea (mandíbula e maxila)
Anatomia óssea (mandíbula e maxila)Dr.João Calais.:
 
Lista de acidentes anatômicos ósseos
Lista de acidentes anatômicos ósseosLista de acidentes anatômicos ósseos
Lista de acidentes anatômicos ósseos7 Book
 
Introdução ao estudo da Anatomia Óssea Humana: Esqueleto axial
Introdução ao estudo da Anatomia Óssea Humana: Esqueleto axialIntrodução ao estudo da Anatomia Óssea Humana: Esqueleto axial
Introdução ao estudo da Anatomia Óssea Humana: Esqueleto axialThassiany Sarmento
 
Ossos do crânio
Ossos do crânioOssos do crânio
Ossos do crânioTais Santos
 
Anatomia bucomaxilofacial- Introdução e nervos Cranianos
Anatomia bucomaxilofacial- Introdução e nervos CranianosAnatomia bucomaxilofacial- Introdução e nervos Cranianos
Anatomia bucomaxilofacial- Introdução e nervos CranianosItalo Gabriel
 
Fossas infratemporal e pterigopalatina
Fossas infratemporal e pterigopalatinaFossas infratemporal e pterigopalatina
Fossas infratemporal e pterigopalatinaMateus Casanova
 
Aula anatomia da face 91
Aula anatomia da face 91Aula anatomia da face 91
Aula anatomia da face 91Nilton Campos
 
Anatomia cabeça e pescoço
Anatomia cabeça e pescoçoAnatomia cabeça e pescoço
Anatomia cabeça e pescoçorafaellafrguerra
 
Pescoço - anatomia - o que um médico generalista precisa saber de anatomia do...
Pescoço - anatomia - o que um médico generalista precisa saber de anatomia do...Pescoço - anatomia - o que um médico generalista precisa saber de anatomia do...
Pescoço - anatomia - o que um médico generalista precisa saber de anatomia do...Dani Dani
 
Anatomia da face
Anatomia da faceAnatomia da face
Anatomia da faceS P
 

Mais procurados (20)

3) anatomia (esqueleto axial 1)
3) anatomia (esqueleto axial 1)3) anatomia (esqueleto axial 1)
3) anatomia (esqueleto axial 1)
 
Ossos da cabeça i
Ossos da cabeça iOssos da cabeça i
Ossos da cabeça i
 
Músculos e ossos da cabeça
Músculos e ossos da cabeçaMúsculos e ossos da cabeça
Músculos e ossos da cabeça
 
Trabalho viscerocrânio
Trabalho viscerocrânioTrabalho viscerocrânio
Trabalho viscerocrânio
 
Osso/Bone/Hueso Temporal - Osteologia
Osso/Bone/Hueso Temporal - OsteologiaOsso/Bone/Hueso Temporal - Osteologia
Osso/Bone/Hueso Temporal - Osteologia
 
Ossos e Músculos da Cabeça e Pescoço
Ossos e Músculos da Cabeça e PescoçoOssos e Músculos da Cabeça e Pescoço
Ossos e Músculos da Cabeça e Pescoço
 
Anatomia óssea (mandíbula e maxila)
Anatomia óssea (mandíbula e maxila)Anatomia óssea (mandíbula e maxila)
Anatomia óssea (mandíbula e maxila)
 
Nervo Facial
Nervo FacialNervo Facial
Nervo Facial
 
Lista de acidentes anatômicos ósseos
Lista de acidentes anatômicos ósseosLista de acidentes anatômicos ósseos
Lista de acidentes anatômicos ósseos
 
Anatomia óssea do crânio
Anatomia óssea do crânioAnatomia óssea do crânio
Anatomia óssea do crânio
 
Anatomia crânio e face 2016
Anatomia crânio e face 2016Anatomia crânio e face 2016
Anatomia crânio e face 2016
 
Introdução ao estudo da Anatomia Óssea Humana: Esqueleto axial
Introdução ao estudo da Anatomia Óssea Humana: Esqueleto axialIntrodução ao estudo da Anatomia Óssea Humana: Esqueleto axial
Introdução ao estudo da Anatomia Óssea Humana: Esqueleto axial
 
Ossos do crânio
Ossos do crânioOssos do crânio
Ossos do crânio
 
Anatomia bucomaxilofacial- Introdução e nervos Cranianos
Anatomia bucomaxilofacial- Introdução e nervos CranianosAnatomia bucomaxilofacial- Introdução e nervos Cranianos
Anatomia bucomaxilofacial- Introdução e nervos Cranianos
 
Fossas infratemporal e pterigopalatina
Fossas infratemporal e pterigopalatinaFossas infratemporal e pterigopalatina
Fossas infratemporal e pterigopalatina
 
Aula anatomia da face 91
Aula anatomia da face 91Aula anatomia da face 91
Aula anatomia da face 91
 
Anatomia cabeça e pescoço
Anatomia cabeça e pescoçoAnatomia cabeça e pescoço
Anatomia cabeça e pescoço
 
Pescoço - anatomia - o que um médico generalista precisa saber de anatomia do...
Pescoço - anatomia - o que um médico generalista precisa saber de anatomia do...Pescoço - anatomia - o que um médico generalista precisa saber de anatomia do...
Pescoço - anatomia - o que um médico generalista precisa saber de anatomia do...
 
2223096 anatomia-atlas-cabeca
2223096 anatomia-atlas-cabeca2223096 anatomia-atlas-cabeca
2223096 anatomia-atlas-cabeca
 
Anatomia da face
Anatomia da faceAnatomia da face
Anatomia da face
 

Semelhante a Atlas bsico

Osteologia Enf Nut Farm.pptx
Osteologia Enf Nut Farm.pptxOsteologia Enf Nut Farm.pptx
Osteologia Enf Nut Farm.pptxpaulosa14
 
ANATOMIA DA CABEÇA AULA 1 Introdução e ossos do crânio.pptx
ANATOMIA DA CABEÇA AULA 1 Introdução e ossos do crânio.pptxANATOMIA DA CABEÇA AULA 1 Introdução e ossos do crânio.pptx
ANATOMIA DA CABEÇA AULA 1 Introdução e ossos do crânio.pptxLucianaAlvesdeLuna
 
ossos-crânio-EEFE-2013.pdf
ossos-crânio-EEFE-2013.pdfossos-crânio-EEFE-2013.pdf
ossos-crânio-EEFE-2013.pdfTaynCoelho2
 
Neurocranio e meninges
Neurocranio e meningesNeurocranio e meninges
Neurocranio e meningesMD Anass ER
 
Anatomia radiológica
Anatomia radiológicaAnatomia radiológica
Anatomia radiológicaradiologia
 
Fratura de Órbita e Anatomia
Fratura de Órbita e AnatomiaFratura de Órbita e Anatomia
Fratura de Órbita e AnatomiaBrunno Rosique
 
2-ossos-do-cranio-resumos-da-aula-2.pdf
2-ossos-do-cranio-resumos-da-aula-2.pdf2-ossos-do-cranio-resumos-da-aula-2.pdf
2-ossos-do-cranio-resumos-da-aula-2.pdfRodolfoSilva395124
 
Divulgação última curso craniana
Divulgação última curso cranianaDivulgação última curso craniana
Divulgação última curso cranianaNuno Matos
 
Aparelho Locomotor - Osteologia.pptx
Aparelho Locomotor - Osteologia.pptxAparelho Locomotor - Osteologia.pptx
Aparelho Locomotor - Osteologia.pptxMedUema19
 
Divulgação curso craniana
Divulgação curso cranianaDivulgação curso craniana
Divulgação curso cranianaNuno Matos
 
Divulgação curso craniana
Divulgação curso cranianaDivulgação curso craniana
Divulgação curso cranianaNuno Matos
 

Semelhante a Atlas bsico (20)

Esqueleto axial
Esqueleto axialEsqueleto axial
Esqueleto axial
 
Osteologia Enf Nut Farm.pptx
Osteologia Enf Nut Farm.pptxOsteologia Enf Nut Farm.pptx
Osteologia Enf Nut Farm.pptx
 
ANATOMIA DA CABEÇA AULA 1 Introdução e ossos do crânio.pptx
ANATOMIA DA CABEÇA AULA 1 Introdução e ossos do crânio.pptxANATOMIA DA CABEÇA AULA 1 Introdução e ossos do crânio.pptx
ANATOMIA DA CABEÇA AULA 1 Introdução e ossos do crânio.pptx
 
ossos-crânio-EEFE-2013.pdf
ossos-crânio-EEFE-2013.pdfossos-crânio-EEFE-2013.pdf
ossos-crânio-EEFE-2013.pdf
 
Atlas de Anatomia.pdf
Atlas de Anatomia.pdfAtlas de Anatomia.pdf
Atlas de Anatomia.pdf
 
Neurocranio e meninges
Neurocranio e meningesNeurocranio e meninges
Neurocranio e meninges
 
Anatomia do forame magno
Anatomia do forame magnoAnatomia do forame magno
Anatomia do forame magno
 
Apostila anatomia
Apostila anatomiaApostila anatomia
Apostila anatomia
 
Anatomia radiológica
Anatomia radiológicaAnatomia radiológica
Anatomia radiológica
 
Fratura de Órbita e Anatomia
Fratura de Órbita e AnatomiaFratura de Órbita e Anatomia
Fratura de Órbita e Anatomia
 
2-ossos-do-cranio-resumos-da-aula-2.pdf
2-ossos-do-cranio-resumos-da-aula-2.pdf2-ossos-do-cranio-resumos-da-aula-2.pdf
2-ossos-do-cranio-resumos-da-aula-2.pdf
 
Divulgação última curso craniana
Divulgação última curso cranianaDivulgação última curso craniana
Divulgação última curso craniana
 
Anatomia do Nariz .doc
Anatomia do Nariz .docAnatomia do Nariz .doc
Anatomia do Nariz .doc
 
11 liv rx crƒnio e oss crƒnio 353 a 378
11  liv rx crƒnio e oss crƒnio 353 a 37811  liv rx crƒnio e oss crƒnio 353 a 378
11 liv rx crƒnio e oss crƒnio 353 a 378
 
Anatomia atlas-cabeca (2)
Anatomia atlas-cabeca (2)Anatomia atlas-cabeca (2)
Anatomia atlas-cabeca (2)
 
Anatomia enfermagem
Anatomia enfermagemAnatomia enfermagem
Anatomia enfermagem
 
Aparelho Locomotor - Osteologia.pptx
Aparelho Locomotor - Osteologia.pptxAparelho Locomotor - Osteologia.pptx
Aparelho Locomotor - Osteologia.pptx
 
Sistema respiratório
Sistema respiratórioSistema respiratório
Sistema respiratório
 
Divulgação curso craniana
Divulgação curso cranianaDivulgação curso craniana
Divulgação curso craniana
 
Divulgação curso craniana
Divulgação curso cranianaDivulgação curso craniana
Divulgação curso craniana
 

Mais de Eliane Pereira

1 apostila-de-anatomia-e-fisiologia-para-enfermagem1
1 apostila-de-anatomia-e-fisiologia-para-enfermagem11 apostila-de-anatomia-e-fisiologia-para-enfermagem1
1 apostila-de-anatomia-e-fisiologia-para-enfermagem1Eliane Pereira
 
Cirurgica romulo passos
Cirurgica romulo passosCirurgica romulo passos
Cirurgica romulo passosEliane Pereira
 
Fraternidade dos-12-raios-radiestesia-e-mesa-radionica
Fraternidade dos-12-raios-radiestesia-e-mesa-radionicaFraternidade dos-12-raios-radiestesia-e-mesa-radionica
Fraternidade dos-12-raios-radiestesia-e-mesa-radionicaEliane Pereira
 
Aula sistema nervoso boa aula-2
Aula sistema nervoso boa aula-2Aula sistema nervoso boa aula-2
Aula sistema nervoso boa aula-2Eliane Pereira
 
Boas praticas-calculo-seguro-volume-1-revisao-das-operacoes-basicas 0
Boas praticas-calculo-seguro-volume-1-revisao-das-operacoes-basicas 0Boas praticas-calculo-seguro-volume-1-revisao-das-operacoes-basicas 0
Boas praticas-calculo-seguro-volume-1-revisao-das-operacoes-basicas 0Eliane Pereira
 

Mais de Eliane Pereira (7)

1 apostila-de-anatomia-e-fisiologia-para-enfermagem1
1 apostila-de-anatomia-e-fisiologia-para-enfermagem11 apostila-de-anatomia-e-fisiologia-para-enfermagem1
1 apostila-de-anatomia-e-fisiologia-para-enfermagem1
 
Cirurgica romulo passos
Cirurgica romulo passosCirurgica romulo passos
Cirurgica romulo passos
 
Fraternidade dos-12-raios-radiestesia-e-mesa-radionica
Fraternidade dos-12-raios-radiestesia-e-mesa-radionicaFraternidade dos-12-raios-radiestesia-e-mesa-radionica
Fraternidade dos-12-raios-radiestesia-e-mesa-radionica
 
Medica seguros coren
Medica seguros corenMedica seguros coren
Medica seguros coren
 
Aula sistema nervoso boa aula-2
Aula sistema nervoso boa aula-2Aula sistema nervoso boa aula-2
Aula sistema nervoso boa aula-2
 
Boas praticas-calculo-seguro-volume-1-revisao-das-operacoes-basicas 0
Boas praticas-calculo-seguro-volume-1-revisao-das-operacoes-basicas 0Boas praticas-calculo-seguro-volume-1-revisao-das-operacoes-basicas 0
Boas praticas-calculo-seguro-volume-1-revisao-das-operacoes-basicas 0
 
Anestesias
AnestesiasAnestesias
Anestesias
 

Último

PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdfPLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdfkeiciany
 
2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdfkelvindasilvadiasw
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...azulassessoriaacadem3
 
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006Mary Alvarenga
 
Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...
Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...
Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...manoelaarmani
 
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
004820000101011 (15).pdffdfdfddddddddddddddddddddddddddddddddddddRenandantas16
 
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...azulassessoriaacadem3
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...azulassessoriaacadem3
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...azulassessoriaacadem3
 
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...azulassessoriaacadem3
 
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...azulassessoriaacadem3
 
Quiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Quiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaQuiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Quiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaCentro Jacques Delors
 
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...azulassessoriaacadem3
 
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.Jean Carlos Nunes Paixão
 
1. Ciente das novas dinâmicas do mundo do trabalho, você deve pesquisar e des...
1. Ciente das novas dinâmicas do mundo do trabalho, você deve pesquisar e des...1. Ciente das novas dinâmicas do mundo do trabalho, você deve pesquisar e des...
1. Ciente das novas dinâmicas do mundo do trabalho, você deve pesquisar e des...azulassessoriaacadem3
 
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...azulassessoriaacadem3
 
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!Psyc company
 
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.azulassessoriaacadem3
 
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdfPLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdfkeiciany
 

Último (20)

PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdfPLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdf
 
2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
 
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
 
Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...
Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...
Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...
 
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
 
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
 
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
 
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
 
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
 
Quiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Quiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaQuiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Quiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
 
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
 
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
 
1. Ciente das novas dinâmicas do mundo do trabalho, você deve pesquisar e des...
1. Ciente das novas dinâmicas do mundo do trabalho, você deve pesquisar e des...1. Ciente das novas dinâmicas do mundo do trabalho, você deve pesquisar e des...
1. Ciente das novas dinâmicas do mundo do trabalho, você deve pesquisar e des...
 
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
 
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
 
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
 
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdfPLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdf
 

Atlas bsico

  • 1. TERMINOLOGIA ANATÔMICA ATUALIZADA Revisada em: MARÇO/2011 CRÂNIO by Daniel Moreira http://estudandoanatomia.blogspot.com NOME:______________________________________CURSO:_____________ _____ APOSTILAS, JOGOS, TESTES, LIVROS, VÍDEOS E MUITO MAIS... APOSTILA BÁSICA DE ANATOMIA
  • 2. @DanMoreyra 2 http://estudandoanatomia.blogspot.com/ CRÂNIO O crânio é o esqueleto da cabeça; vários ossos formam suas duas partes: o Neurocrânio e o Esqueleto da Face. O neurocrânio fornece o invólucro para o cérebro e as meninges encefálicas, partes proximais dos nervos cranianos e vasos sanguíneos. O crânio possui um teto semelhante a uma abóbada – a calvária – e um assoalho ou base do crânio que é composta do etmóide e partes do occipital e do temporal. O esqueleto da face consiste em ossos que circundam a boca e o nariz e contribuem para as órbitas. Vista Anterior do Crânio Ossos da Órbita
  • 4. @DanMoreyra 4 http://estudandoanatomia.blogspot.com/ Vista Medial do Crânio Vista Superior do Crânio A parte superior do crânio é chamada de cúpula do crânio ou calvária. É atravessada por quatro suturas (articulações que permitem mínima mobilidade aos ossos do crânio): 1 - Sutura Coronal ou Bregmática: entre os ossos frontal e parietais 2 - Sutura Sagital: entre os dois parietais (linha sagital mediana) 3 - Sutura Lambdóide: entre os parietais e o occipital 4 - Sutura Escamosa: entre o parietal e o temporal Principais Pontos Antropométricos do Crânio:  Bregma - ponto de união das suturas sagital e coronal  Glabela – proeminência lisa no frontal  Násio- intersecção do osso frontal e nasais  Lâmbda - ponto de união das suturas sagital e lambdóide  Ínio- ponto mais proeminente da protuberância occipital  Vértex - parte mais alta do crânio  Básio – Anterior ao forame magno  Opístio – Posterior ao forame magno  Obélio – na sutura sagital entre os forames parietais  Gônio - ângulo da mandíbula  Gnátio- protuberância mentual  Ptério - ponto de união dos ossos parietal, frontal, esfenóide e temporal  Dácrio – ponto de união dos ossos frontal, maxilar e lacrimal  Astério – ponto de união entre as suturas lambdóide, parietomastóidea e occipitomastóidea.  Estefânio - Quando a linha temporal superior passa pela sutura coroal.
  • 5. @DanMoreyra 5 http://estudandoanatomia.blogspot.com/ Fossas Cranianas É dividida em 3 fossas: Fossa Anterior, Fossa Média e Fossa Posterior Fossa Anterior Limites: Lâmina interna do frontal à borda posterior da asa menor do esfenóide Ossos: Frontal, esfenóide e etmóide Forames:  Forame Cego - passagem de uma pequena veia da cavidade nasal para o seio sagital superior  Lâmina Crivosa - Passagem do I Par Craniano (Nervo Olfatório)  Canal Óptico - Passagem do II Par Craniano (Nervo Óptico) e Artéria Oftálmica Fossa Média Limites: Borda posterior da asa menor do esfenóide à borda superior da porção petrosa dos temporais Ossos: esfenóide e temporal Forames:  Fissura Orbitária Superior - Passagem do III Par Craniano (Nervo Oculomotor), IV Par Craniano (Nervo Troclear), V Par Craniano (Nervo Trigêmeo - Ramo Oftálmico), VI Par Craniano (Nervo Abducente) e a veia oftálmica  Forame Redondo - Passagem do V Par Craniano (Nervo Trigêmeo - Ramo Maxilar)  Forame Oval - Passagem do V Par Craniano (Nervo Trigêmeo - Ramo Mandibular)  Forame Espinhoso - Passagem da Artéria Meníngea Média  Forame Lácero ou Rasgado Anterior - não passa nada, é coberto por tecido fibroso  Canal Carotídeo - Passagem da artéria carotídea Fossa Posterior Limites: Borda superior da porção do rochedo do temporal à lâmina interna do osso occipital Ossos: Temporal e occipital Forames:  Meato Acústico Interno - Passagem do VII Par Craniano (Nervo Facial), VIII Par Craniano (Nervo Vestibulococlear)  Forame Jugular - Passagem do IX Par Craniano (Nervo glossofaríngeo), X Par Craniano (Nervo Vago) e XI Par Craniano (Nervo Acessório) e veia jugular interna  Canal do Hipoglosso - Passagem do XII Par Craniano (Nervo do Hipoglosso)  Canal Condilar - Inconstante  Forame Magno - Passagem do bulbo, meninges, líquor, artérias vertebrais, raízes espinhais e nervo acessório
  • 7. @DanMoreyra 7 http://estudandoanatomia.blogspot.com/ Vista Inferior do Crânio NEUROCRÂNIO Frontal O osso frontal é um osso largo ou chato, situado para frente e para cima e apresenta duas porções: uma vertical, a escama, e uma horizontal, os tectos das cavidades orbitais e nasais. Escama Face Externa: esta face é convexa e nela encontramos as seguintes estruturas:  Borda Supra-Orbital  Túber Frontal - 3 centímetros acima da borda supra-orbital  Arcos Superciliares - saliências que se estendem lateralmente à glabela  Glabela - entre os dois arcos superciliares (ponto antropométrico)  Sutura Metópica - encontrada em alguns raros casos e localiza-se logo acima da glabela e se estende até o bregma pela linha sagital mediana. Esta sutura, na infância, divide o osso em dois, podendo permanecer por toda a vida.  Incisura ou Forame Supra-Orbital - passagem de vasos e nervos supra-orbitais  Incisura Nasal - intervalo áspero e irregular  Espinha Nasal - localiza-se anteriormente e no centro da incisura nasal Face Interna:  Crista Frontal  Forame Cego - localiza-se na terminação da crista frontal e é nele que a dura máter se insere
  • 8. @DanMoreyra 8 http://estudandoanatomia.blogspot.com/ Tetos das Cavidades Orbitais e Nasais Formam o teto da órbita, a incisura etmoidal (separa as duas lâminas orbitais) e os óstios do seio frontal (anteriores a incisura etmoidal). Este seio torna o frontal um osso com características de osso pneumático, oco. O frontal articula-se com doze ossos: esfenóide, etmóide, parietais (2), nasais (2), maxilares (2), lacrimais (2) e zigomáticos (2). Frontal - Vista Anterior Frontal - Cavidades Orbitais e Nasais
  • 9. @DanMoreyra 9 http://estudandoanatomia.blogspot.com/ Occipital É perfurado por uma abertura grande e oval, o forame magno, através do qual a cavidade craniana comunica-se com o canal vertebral. Apresenta duas porções: escamosa e basilar. a) Escamosa - lâmina curvada que se estende posteriormente ao forame occipital. b) Basilar - anterior ao forame occipital e espessa. Escamosa Face Externa: posterior e convexa. Apresenta as seguintes estruturas: Protuberância Occipital Externa - localiza-se entre o ápice do osso e o forame magno  Crista Occipital Externa  Linha Occipital (Nucal) Suprema - local de inserção da gálea aponeurótica. Localiza- se lateralmente a protuberância occipital externa  Linha Occipital (Nucal) Superior - localiza-se abaixo da linha nucal suprema  Linha Occipital (Nucal) Inferior - logo abaixo da linha nucal superior Face Interna: localiza-se anteriormente. Apresenta as seguintes estruturas:  Eminência Cruciforme - divide a face interna em quatro fossas  Protuberância Occipital Interna - ponto de intersecção das quatro divisões  Sulco Sagital - aloja a porção posterior do seio sagital superior  Crista Occipital Interna - porção inferior da eminência cruciforme  Sulco do Seio Transverso - lateralmente à protuberância occipital interna  Fossas Occipitais Superiores (Cerebrais)  Fossas Occipitais Inferiores (Cerebelares) Basilar  Forame Magno - grande abertura oval que dá passagem à medula oblonga (tronco encefálico - bulbo) e suas membranas (meninges), líquor, nervos, artérias, veias e ligamentos Lateral  Côndilos Occipitais - tem forma oval e articulam com a 1ª vértebra cervical (Atlas)  Canal do Hipoglosso - pequena escavação na base do côndilo occipital que dá saída ao nervo do hipoglosso (12º par craniano) e entrada a um ramo meníngeo da artéria faríngea ascendente.  Canal Condilar - ao lado do forame magno (dá passagem à veias)  Processo Jugular - localizado lateralmente ao côndilo occipital O occipital articula-se com seis ossos: parietais (2), temporais (2), esfenóide e atlas.
  • 11. @DanMoreyra 11 http://estudandoanatomia.blogspot.com/ Esfenóide É um osso irregular, ímpar e situa-se na base do crânio anteriormente aos temporais e à porção basilar do osso occipital. O osso esfenóide é dividido em: corpo (1), asas menores (2), asas maiores (2) e processos pterigóideos (2). Corpo a) Face Superior:  Fossa Hipofisária  Processos Clinóides Médios e Posteriores  Espinha Etmoidal - articula-se com a lâmina crivosa do osso etmóide  Sela Túrsica - aloja a hipófise  Clivo - apoio da porção superior da ponte b) Face Anterior:  Crista Esfenoidal - forma parte do septo do nariz  Seio Esfenoidal - cavidades preenchidas com ar (osso pneumático) e servem para deixar o crânio mais leve. Raramente são simétricas c) Face Inferior:  Rostro Esfenoidal - espinha triangular na linha mediana  Processo Vaginal - de cada lado do rostro esfenoidal c) Face Lateral:  Sulco Carótido - sulco em forma de "S"  Língula - crista óssea no ângulo entre o corpo e a asa maior Asas Menores  Canal Óptico - passagem do nervo óptico (2º par craniano) e artéria oftálmica  Processo Clinóide Anterior Asas Maiores  Forame Redondo - passagem do nervo maxilar (5º par craniano - nervo trigêmeo)  Forame Oval - passagem do nervo mandibular (5º par craniano - nervo trigêmeo) e artéria meníngea acessória  Forame Espinhoso - passagem de vasos meníngeos médios e a um ramo do nervo mandibular  Espinha Esfenoidal  Face Temporal  Face Orbital Processos Pterigóideos  Lâmina Pterigódea Medial  Lâmina Pterigóidea Lateral  Fossa Pterigóidea  Incisura Pterigóidea - entre as duas lâminas
  • 12. @DanMoreyra 12 http://estudandoanatomia.blogspot.com/ Entre as Asas Menores e Maiores  Fissura Orbitária Superior ou Fenda Esfenoidal - passagem do nervo oculomotor (3º par craniano), nervo troclear (4º par craniano), ramo oftálmico do nervo trigêmeo (5º par craniano) e nervo abducente (6º par craniano) Esfenóide – Vista Posterior Esfenóide – Vista Anterior
  • 13. @DanMoreyra 13 http://estudandoanatomia.blogspot.com/ Etmóide É um osso leve, esponjoso, irregular, ímpar e situa-se na parte anterior do crânio. Apresenta 4 partes: 1 lâmina horizontal (crivosa), 1 lâmina perpendicular e 2 massas laterais (labirintos) Lâmina Horizontal (Crivosa)  Crista Galli - processo triangular na linha mediana  Forames Olfatórios - localiza-se ao lado da crista Galli e dá passagem aos nervos olfatórios Lâmina Perpendicular Lâmina achatada que forma a parede mediana do septo nasal Massas Laterais (Labirinto)  Processo Uncinado  Concha nasal superior  Concha nasal média O osso etmóide articula-se com treze ossos: frontal (1), esfenóide (1), nasais (2), lacrimais (2), maxilares (2), palatinos (2), conchas nasais inferiores (2) e o vômer (1). Etmóide – Vista Superior
  • 14. @DanMoreyra 14 http://estudandoanatomia.blogspot.com/ Etmóide – Vista Lateral Etmóide (amarelo) associado aos ossos da face
  • 15. @DanMoreyra 15 http://estudandoanatomia.blogspot.com/ Temporal É um osso par, muito complexo, é importante porque no seu interior encontra-se o aparelho auditivo Divide-se em 3 partes: Escamosa, Timpânica e Petrosa. Parte Escamosa  Processo Zigomático - longo arco que se projeta da parte inferior da escama  Fossa Mandibular - articula-se com o côndilo da mandíbula Parte Timpânica  Meato Acústico Externo Parte Petrosa (Pirâmide)  Processo Estilóide - espinha aguda localizada na face inferior do osso temporal  Processo Mastóide - projeção crônica que pode variar de tamanho e forma  Meato Acústico Interno - dá passagem ao nervo facial, acústico e intermediário e ao ramo auditivo interno da artéria basilar  Forame estilomastóide - localiza-se entre o processo mastóide e estilóide  Canal Carótico - dá passagem à artéria carótida interna e ao plexo nervoso carótido  Fossa Jugular - aloja o bulbo da veia jugular interna O osso temporal articula-se com 5 ossos: occipital, parietal, zigomático, esfenóide e mandíbula. Temporal - Divisões
  • 16. @DanMoreyra 16 http://estudandoanatomia.blogspot.com/ Temporal – Vista Lateral Parietal O parietal forma o tecto do crânio. Osso par, chato e apresenta 2 faces, 4 bordas e 4 ângulos. Faces  Face Externa é convexa, lisa e lateral  Face Interna é côncava e medial apresentando sulcos anteriores que correspondem aos ramos da artéria meningea média Bordas  Borda Superior / Sagital / Parietal  Borda Anterior / Frontal / Coronal  Borda Posterior / Occipital / Lambdóidea  Borda Inferior / Escamosa / Temporal Ângulos  Ângulo Frontal  Ângulo Esfenoidal  Ângulo Mastóideo  Ângulo Occipital
  • 18. @DanMoreyra 18 http://estudandoanatomia.blogspot.com/ ESQUELETO DA FACE Mandíbula É um osso ímpar que contém a arcada dentária inferior. Consiste de uma porção horizontal, o corpo, e duas porções perpendiculares, os ramos, que se unem ao corpo em um ângulo quase reto. Corpo Face Externa  Protuberância Mentoniana - eminência triangular  Sínfise Mentoniana (Ponto Antropométrico) - crista suave na linha mediana  Forame Mentoniano - depressão de cada lado da sínfise. Passagem de vasos e nervo mentoniano  Linha Oblíqua Externa Face Interna  Espinha Mentoniana - par de espinhas próximo da sínfise  Fossa Digástrica - pouco abaixo das espinhas mentais  Fossa Sublingual - acima da linha milo-hióidea  Fossa Submandibular - abaixo da linha milo-hióidea  Linha Milo-hióidea (Oblíqua Interna) - ao lado da sínfise e dirige-se para trás Bordas  Superior ou Alveolar - recebe os dezesseis dentes da arcada dentária inferior  Inferior Ramos Apresentam duas faces, quatro bordas e dois processos:  Face Lateral - apresenta cristas oblíquas para inserção do músculo masseter  Face Medial - apresenta as seguintes estruturas:  Forame Mandibular - passagem de vasos e nervo alveolares inferiores  Sulco Milo-Hióideo  Língula da Mandíbula - crista proeminente acima do sulco milo-hióideo  Borda Inferior - encontra-se o ângulo da mandíbula  Borda Posterior - é recoberta pela glândula parótida  Borda Anterior - continua-se com a linha oblíqua  Borda Superior - possui dois processos muito importantes: Processo Coronóide e Processo Condilar (articula-se com o disco articular da articulação temporomandibular - ATM). Entre estes dois processos encontramos a incisura da mandíbula. A mandíbula articula-se com dois ossos: Temporais (2).
  • 19. @DanMoreyra 19 http://estudandoanatomia.blogspot.com/ Mandíbula – Vista Anterior Mandíbula – Vista Lateral Mandíbula – Vista Medial
  • 21. @DanMoreyra 21 http://estudandoanatomia.blogspot.com/ Vômer É um osso ímpar. Forma as porções posteriores e inferiores do septo nasal. O osso vômer articula-se com 6 ossos: esfenóide, etmóide, maxilares (2) e palatinos (2). Vômer - Vista Lateral Vômer (vermelho) associado aos Ossos da Face
  • 22. @DanMoreyra 22 http://estudandoanatomia.blogspot.com/ Zigomático Forma parte da parede lateral e soalho da órbita. É um osso par e irregular. Apresenta as seguintes estruturas: faces malar, orbital, temporal; processos frontal, temporal e maxilar e quatro bordas. Faces  Face Malar - convexa; possui um forame (forame zigomaticofacial) que serve para passagem de nervo e vasos zigomaticofaciais  Face Temporal - côncava  Face Orbital - forma parte do soalho e parede lateral da órbita Processos  Processo Frontal - articula-se com o frontal  Processo Maxilar - articula-se com a maxila  Processo Temporal - articula-se com o temporal Arco Zigomático  Processo Temporal do Osso Zigomático  Processo Zigomático do Osso Temporal Zigomático – Vista Lateral
  • 23. @DanMoreyra 23 http://estudandoanatomia.blogspot.com/ Maxila É um osso plano e irregular. Forma quatro cavidades: o tecto da cavidade bucal, o soalho e a parede lateral do nariz, o soalho da órbita e o seio maxilar, Cada osso spresenta um corpo e quatro processos. Corpo  Forame Infra-Orbitário - passagem para os vasos e nervo infra-orbitais  Face Orbital - forma a maior parte do soalho da órbita  Seio Maxilar - grande cavidade piramidal dentro do corpo da maxila Processos  Frontal - forte lâmina que parte do limite lateral do nariz  Zigomático - eminência triangular e áspera localizada no ângulo de separação das faces anterior, infratemporal e orbital  Alveolar - cavidades profundas para recepção dos dentes  Palatino - horizontal e projeta-se medialmente da face nasal do osso A maxila articula-se com nove ossos: frontal, etmóide, nasal, zigomático, concha nasal inferior, lacrimal, palatino, vômer e maxila do lado oposto. Maxila – Vista Lateral Maxila (Palato Duro) e Palatino (Palato Mole) – Vista Inferior
  • 24. @DanMoreyra 24 http://estudandoanatomia.blogspot.com/ Maxila (amarelo claro) – Vista Medial Maxila (amarelo claro) associado aos Ossos da Face
  • 25. @DanMoreyra 25 http://estudandoanatomia.blogspot.com/ Palatino Forma a parte posterior do palato duro, parte do soalho e parede lateral da cavidade nasal e o soalho da órbita. É formado por uma parte vertical e uma horizontal e apresenta 3 processos: piramidal, orbital e esfenoidal. Parte Horizontal Apresenta duas faces e três bordas:  Face Nasal - forma o soalho da cavidade nasal  Face Inferior (Palatina) - forma parte do palato duro  Borda Anterior - articula-se com a maxila  Borda Posterior - serve como inserção do palato mole e úvula  Borda Medial - articula-se com o osso palatino do lado oposto Parte Vertical Apresenta duas faces e quatro bordas:  Face Nasal - articula-se com a concha nasal inferior e média  Face Maxilar - articula-se com a maxila  Borda Anterior - é fina e irregular  Borda Posterior - articula-se com o osso esfenóide  Borda Superior - articula-se com o corpo do osso esfenóide  Borda Inferior Processos  Processo Piramidal - articula-se com a maxila  Processo Orbital - articula-se com a maxila, esfenóide, etmóide. Forma parte do soalho da órbita  Processo Esfenoidal - articula-se com o osso esfenóide O osso palatino articula-se com 6 ossos: esfenóide, etmóide, vômer, maxila, concha nasal inferior e com o osso palatino do lado oposto Palatino – Vista Posterior
  • 26. @DanMoreyra 26 http://estudandoanatomia.blogspot.com/ Palatino – Vista Lateral Palatino (cinza) associado aos Ossos da Face
  • 27. @DanMoreyra 27 http://estudandoanatomia.blogspot.com/ Nasal Forma, com o nasal do lado oposto, o dorso do nariz. O osso nasal articula-se com 4 ossos: frontal, etmóide, maxila e nasal do lado oposto. Nasal (cinza claro) associado aos Ossos da Face Nasal (laranja) associado aos Ossos do Crânio
  • 28. @DanMoreyra 28 http://estudandoanatomia.blogspot.com/ Lacrimal Localiza-se na parte medial da órbita. É o menor e mais frágil osso da face. O osso lacrimal articula-se com 4 ossos: frontal, etmóide, maxila e concha nasal inferior. Lacrimal (vermelho) associado aos Ossos da Face Lacrimal (roxo) associado aos Ossos do Crânio
  • 29. @DanMoreyra 29 http://estudandoanatomia.blogspot.com/ Concha Nasal Inferior Localiza-se ao longo da parede lateral da cavidade nasal. Apresenta duas faces e duas bordas:  Face Medial - convexa  Face Lateral - côncava  Borda Superior - apresenta três processos: lacrimal, etmoidal e maxilar  Borda Inferior - é livre e espessa A concha nasal inferior articula-se com 4 ossos: etmóide, maxila, lacrimal e palatino. Concha Nasal Inferior (marrom) associada aos Ossos da Face Concha Nasal Inferior (amarela) associada aos Ossos da Face