Anatomia radiológica

16.769 visualizações

Publicada em

Proeja 2013 - Radiologia

Publicada em: Educação
1 comentário
30 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
16.769
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3.076
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
334
Comentários
1
Gostaram
30
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Anatomia radiológica

  1. 1. Leonardo FlorTecnólogo em Radiologia UNESA Pós Gestão Hospitalar Coordenador Técnico do HSVP PROEJA Fiocruz Amil
  2. 2. LEONARDO FLOR
  3. 3. Anatomia Geral.Anatomia Sistêmica.Esquelética;Artrologia.
  4. 4. Anatomia é a ciência daestrutura do corpo humano,enquanto a fisiologia estuda asfunções do organismo ou comosuas partes funcionam.O estudo radiográfico do serhumano, entretanto, ébasicamente um estudo daanatomia de vários sistemas,com menor ênfase na fisiologia.
  5. 5. Organização Estrutural – O corpohumano tem diversos níveis deorganização estrutural. O nívelmais elementar de organização éo nível químico. Todas assubstâncias químicas necessáriaspara a manutenção da vida sãocompostas de átomos, ligados devarias maneiras para formar asmoléculas. Varias substanciasquímicas na forma de moléculasse organizam para formar ascélulas.
  6. 6. Células – A célula é aunidade básicaestrutural efuncional de todo serhumano. Cada partedo corpo, sejamúsculo, osso,cartilagem, gordura,nervo, pele ousangue, é compostade células.
  7. 7. Tecidos – Os tecidos são grupos de célulassemelhantes entre si, que, juntamente com amatriz extracelular, possuem uma funçãoespecífica. Os quatro tipo básicos de tecidossão:
  8. 8. Órgãos – Quandovários tecidos seunem para realizaruma funçãoespecífica, oresultado é umórgão. Os órgãosgeralmentepossuem formatosespecíficos.
  9. 9. Sistemas – Um sistemaconsiste em um grupoou uma associação deórgãos que possuemuma função similar oucomum. O tratourinário, compostopelos rins, ureteres,bexiga e uretra, é umexemplo de umsistema do corpohumano.
  10. 10. O crânio é o esqueleto da cabeça; vários ossosformam suas duas partes: o Neurocrânio e oEsqueleto da Face (Viscerocrânio). Oneurocrânio fornece o invólucro para o cérebro eas meninges encefálicas, partes proximais dosnervos cranianos e vasos sangüíneos. O crâniopossui um teto semelhante a uma abóbada – acalvária – e um assoalho ou base do crânio que écomposta do etmóide e partes do occipital e dotemporal. O esqueleto da face consiste em ossosque circundam a boca e o nariz e contribuempara as órbitas.
  11. 11. CRÂNIO - É constituído por 2 ossos pares e 4ímpares.Totalizando 8 ossos.
  12. 12. O osso frontal é umosso largo ou chato,situado para frentee para cima eapresenta duasporções: umavertical, a escama,e uma horizontal,os tetos dascavidades orbitais enasais.
  13. 13. EscamaFace Externa: esta face é convexa e nela encontramos as seguintes estruturas:Borda Supra-Orbital Túber Frontal - 3 centímetros acima da borda supra-orbital Arcos Superciliares - saliências que se estendem lateralmente àglabela Glabela - entre os dois arcos superciliares (ponto antropométrico) SuturaMetópica - encontrada em alguns raros casos e localiza-se logo acima da glabela e seestende até o bregma pela linha sagital mediana. Esta sutura, na infância, divide oosso em dois, podendo permanecer por toda a vida. Incisura ou Forame Supra-Orbital - passagem de vasos e nervos supra-orbitais Incisura Nasal - intervalo ásperoe irregular Espinha Nasal - localiza-se anteriormente e no centro da incisura nasalFace Interna:Crista Frontal Forame Cego - localiza-se na terminação da crista frontal e é nele quea dura máter se insere
  14. 14. Tectos das Cavidades Orbitais e NasaisFormam o teto da órbita, a incisura etmoidal (separa as duaslâminas orbitais) e os óstios do seio frontal (anteriores a incisuraetmoidal). Este seio torna o frontal um osso com características deosso pneumático, oco.O frontal articula-se com doze ossos: esfenóide, etmóide,parietais (2), nasais (2), maxilares (2), lacrimais (2) e zigomáticos(2).
  15. 15. O parietal forma o tecto do crânio. Osso par, chato e apresenta 2faces, 4 bordas e 4 ângulos.Faces Face Externa é convexa, lisa e lateral Face Interna é côncava emedial apresentando sulcos anteriores que correspondem aosramos da artéria meningea média
  16. 16. BordasBorda Superior / Sagital / Parietal BordaAnterior / Frontal / Coronal Borda Posterior /Occipital / Lambdóidea Borda Inferior /Escamosa / TemporalÂngulosÂngulo Frontal Ângulo Esfenoidal ÂnguloMastóideo Ângulo Occipital
  17. 17. É um osso par, muito complexo, é importanteporque no seu interior encontra-se o aparelhoauditivoDivide-se em 3 partes: Escamosa, Timpânica ePetrosa.
  18. 18. Parte EscamosaProcesso Zigomático - longo arco que seprojeta da parte inferior da escama FossaMandibular - articula-se com o côndilo damandíbula
  19. 19. Parte TimpânicaMeato Acústico Externo
  20. 20. Parte Petrosa (Pirâmide) Processo Estilóide - espinha agudalocalizada na face inferior do ossotemporal Processo Mastóide -projeção crônica que pode variarde tamanho e forma MeatoAcústico Interno - dá passagem aonervo facial, acústico eintermediário e ao ramo auditivointerno da artéria basilar Forameestilomastóide - localiza-se entre oprocesso mastóide eestilóide Canal Carótico - dápassagem à artéria carótidainterna e ao plexo nervosocarótido Fossa Jugular - aloja obulbo da veia jugular interna
  21. 21. RADIOLOGIA – Ciência biomédica que estudao uso da energia radiante no diagnóstico etratamento das doenças.ANATOMIA RADIOLÓGICA – Estudo daestrutura e função do corpo que utilizatécnicas de imagens.Principal objetivo: identificar estruturas epatologias visando o conhecimento dealterações causadas pelas lesões.
  22. 22. Tipos de Exames:Radiografia.Tomografia Computadorizada (CT)Ultrassonografia (US)Ressonância Magnética (RNM)Medicina Nuclear
  23. 23. Membro Superior Os ossos dos membros superiores podem ser divididos em quatro segmentos:Cintura Escapular - Clavícula e EscápulaBraço - ÚmeroAntebraço - Rádio e UlnaMão - Ossos da Mão
  24. 24. É o maior e mais longo osso do membrosuperior. Articula-se com a escápula naarticulação do ombro e com o rádio e a ulnana articulação do cotovelo. Apresenta duasepífises e uma diafíse.Epífise Proximal Cabeça do Úmero - Articula-se com acavidade glenóide da escápula TubérculoMaior - Situa-se lateralmente à cabeça e aotubérculo menor Tubérculo Menor -Projeta-se medialmente logo abaixo docolo Colo Anatômico - Forma um ânguloobtuso com o corpo Colo Cirúrgico SulcoIntertubercular - Sulco profundo que separaos dois tubérculos
  25. 25. ART. ACROMIO CLAVÍCULA CLAVICULARTUBÉRCULO MAIOR PROCESSO CORACÓIDETUBÉRCULO ESPINHA DA MENOR ESCÁPULAR CAVIDADE GLENOIDE MARGEM MEDIALMARGEM LATERAL ÂNGULO INFERIOR
  26. 26. Epífise Distal Tróclea - Semelhante a um carretel. Articula-se com a ulna Capítulo - Eminêncialisa e arredondata. Articula-se com o rádio Epicôndilo Medial - Localiza-semedialmente à tróclea. Epicôndilo Lateral - Pequena eminência tuberculada.Localizado lateralmente ao capítulo Fossa Coronóide - Pequena depressão querecebe processo coronóide da ulna na flexão do antebraço Fossa Radial -Pequena depressão Fossa do Olécrano - Depressão triangular profunda querecebe o olécrano na extensão do antebraço Sulco do Nervo Ulnar - Depressãolocalizada inferiormente ao epicôndilo medialDiáfiseTuberosidade Deltoídea - Elevação triangular áspera para inserção do músculodeltóide Sulco do Nervo Radial - Depressão oblíqua ampla e rasaO úmero articula-se com três ossos: a escápula, o rádio e a ulna.
  27. 27. ÚMERO FOSSA CORONÓIDE EPICÔNDILO MEDIALEPICÔNDILO LATERAL OLÉCRANEO CABEÇA DO RÁDIO TRÓCLEA COLO DO RÁDIO PROCESSO CORONÓIDE ART. RADIOULNAR PROXIMAL TUBEROSIDADE DO RÁDIO ULNA RÁDIO
  28. 28. Ossos da MãoA mão se divide em: carpo, metacarpo e falanges.Ossos do CarpoSão oito ossos distribuídos em duas fileiras: proximal e distal.Fileira Proximal: Escáfoide, Semilunar, Piramidal e Pisiforme Fileira Distal: Trapézio, Trapezóide, Capitato e HamatoOssos do MetacarpoÉ constituído por 5 ossos metacarpianos que são numerados no sentido látero-medial em I, II, III, IV e V e correspondem aos dedosda mão. Considerados ossos longos, apresentam uma epífise proximal que é a base, uma diáfise (corpo) e uma epífise distal que éa cabeça.Ossos dos Dedos da MãoApresentam 14 falanges:Do 2º ao 5º dedos: 1ª falange (Proximal) 2ª falange (Média) 3ª falange (Distal)Polegar: 1ª falange (Proximal) 2ª falange (Distal)
  29. 29. CAPITATO HAMATO PIRAMIDAL TRAPEZÓIDE PISIFORMETRAPÉZIO SEMILUNAR ESCAFÓIDE
  30. 30. FALANGE DISTAL 4ª METACARPO OU METACARPAL ULNASESAMÓIDE RÁDIO
  31. 31. Rádio É o osso lateral do antebraço. É o mais curto dos dois ossos do antebraço. Articula-se proximalmente com o úmero e a ulna e distalmente com os ossos do carpo e a ulna. Apresenta duas epífises e uma diáfise. Epífise Proximal Cabeça - É cilíndrica e articula-se com o capítulo do úmero Cavidade Glenóide - Articula-se com o capítulo (úmero) Colo do Rádio - Porção arredondada, lisa e estrangulada localizada abaixo da cabeça Tuberosidade Radial - Eminência localizada medialmente, na qual o tendão do bíceps se insere
  32. 32. Epífise DistalIncisura Ulnar - Face articular para aulna Incisura Cárpica - É côncava, lisa earticula-se com o osso escafóide esemilunar Processo Estilóide - Projeção cônicaDiáfiseApresenta três bordas e três faces.BordasBorda Interóssea Borda Anterior Borda DorsalFacesFace Anterior Face Dorsal Face LateralO rádio articula-se com quatro ossos: o úmero,a ulna, o escafóide e o semilunar
  33. 33. PROCESSO CABEÇA DO CORONÓIDE DA RÁDIO ULNA COLO DO RÁDIO CABEÇA DO RÁDIOTUBEROSIDADE DO RÁDIO RÁDIO ULNARÁDIO EXTREMO DISTAL DO RÁDIO PROCESSOESTILÓIDE DO RÁDIO

×