ComunicaçãO E ExpressãO

16.503 visualizações

Publicada em

Slide Utilizado em minha aula de Comunicação e Expressão, onde meu grupo demonstrou o novo gênero textual que é o Email.

0 comentários
7 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
16.503
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
338
Comentários
0
Gostaram
7
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

ComunicaçãO E ExpressãO

  1. 1. Email um novo gênero textual<br />Ricardo Iannace<br />(Comunicação e Expressão)<br />Carapicuíba<br />2010<br />
  2. 2. Grupo 1: Email um novo gênero textual <br />NOMES <br />Arthur Agopian<br />Clayton F. da Silva<br />Daniel Matos<br />Daniel Mattes<br />Danilo dos Santos Sestario<br />Erich H Silva<br />Henrique Blefari da Silva<br />RM<br />1430431011009<br />1430431011013<br />1430431011017<br />1430431011016<br />1430431011019<br />1430431011024<br />1430431011032<br />
  3. 3. Comunicação e Expressão<br />Email um novo gênero textual<br />
  4. 4. Comunicação<br />Comunicação: É a troca de informações entre dois indivíduos.<br />O ato de se comunicar, pode ser definido a materialização da pensamento/sentimento em signos conhecidos por partes envolvidas.<br />
  5. 5. Meios de Comunicação<br />Os meios de comunicação são instrumento utilizado para a realização do ato comunicacional. <br />Quando for comunicação abrangente refere-se a comunicação em massa, e quando se refere a uma comunicação individual são chamadas de interpessoais.<br />
  6. 6. Transmissão de Mensagem<br />
  7. 7. Utilização deste meio de comunicação<br /> O correio eletrônico, ou email, assim como no Brasil é chamado viabiliza inúmeras formas de comunicação, contornando problemas como distância e tempo.<br />O que diferencia o email de outras formas de comunicação é a possibilidade do envio de diversas vias comunicativas, textos, imagens, vídeos e sons em anexo a mensagem.<br />
  8. 8. Vantagens e desvantagens deste novo meio de comunicação.<br />Vantagens<br />Desvantagens<br />Velocidade de transmissão.<br />Mensagens circulam livremente.<br />O usuário pode ser contatado facilmente.<br />Excesso de mensagens irrelevantes(Spams vírus)<br />Dependência de provedores para envio.<br />Incompatibilidade de software acarreta problemas na leitura.<br />
  9. 9. Tipos de Comunicação<br />Comunicação Verbal: É a comunicação que utiliza de meios orais e escritos.<br />Comunicação Não-Verbal: É a comunicação que utiliza de meios gestuais (mímica).<br />
  10. 10. Gênero Textual<br />Exemplo: Era uma vez um lindo reino, e nele havia um lindo castelo...<br />Exemplo: Adicione 2kg de farinha q mexa até ficar homogêneo.<br />É a diferença na forma de expressão textual, sendo ela oral ou escrita.<br />
  11. 11. Características do gênero Email<br />O correio eletrônico é um novo canal de mediação de gêneros já conhecidos e deu origem a um novo gênero, que tem tais características:<br />- Do memorando;<br />- Do bilhete;<br />- Da carta;<br />- Da conversa face a face;<br />- Da interação telefônica;<br /> + + + + =<br />
  12. 12. Características que podem definir o Email como um gênero<br />Críticos dizem que o Email não é um novo gênero, mas podemos observar algumas características que discordam desse ponto de vista:<br />Informalidade<br />Observação menos rígida em relação à ortografia<br />Objetividade<br />Assíncronia<br />
  13. 13. Algumas opiniões<br />Gannon-Leary (1989)<br />“É um meio de comunicação cada vez mais poderoso e eficiente com o potencial de tornar-se um dos principais meios de comunicação para a maioria das pessoas. É pessoal e informal e tem o poder de transformar alguém de receptor passivo em um participante ativo de discussões on-line.”<br />Crystal (2002) <br /> “Troca conversacional breve e rápida e onde a velocidade e espontaneidade de seu processo de produção, provavelmente difere da reflexão que permeia a produção escrita . Esse tipo de texto eletrônico tem um caráter dialógico, facilitado pelo software quando a opção responder é acionada.”<br />
  14. 14. Email o inicio<br />O primeiro sistema de troca de mensagens entre computadores que se teve noticia foi o ARPA (AdvancedResearshProjectsAgency), que em 29 de outubro de 1969, mandou uma mensagem entre o laboratório Kleinrock e o laboratório Douglas Engelbart, esses localizados em UCLA.<br />Troca de mensagens de um mesmo terminal <br />1961 (Tempo Diferido) <br />1965 (Tempo Real)<br />
  15. 15. Netiquetas<br />O que são Netiquetas?<br />Para ser bem sucedida a interação por email foram necessárias a criação de normas de condutas intituladas Netiquetas. <br />Qual sua finalidade?<br />Evitar que o usuário faça gafes na internet, onde seguindo as normas pode navegar com mais segurança e facilidade.<br />
  16. 16. Aberturas e Fechamentos<br />Apesar dos emails existirem para a comunicação instantâneas entre pessoas,e existirem regras (netiquetas), as estatísticas indicam que a abertura e/ou fechamento de emails tem sido um problema.<br />Em um teste efetuado pela bolsista de Iniciação Científica, Rafaela Gonzaga de Oliveira foi constatado as seguintes informações:<br />
  17. 17.
  18. 18. Interação<br />O termo designa a ação conjunta humano-humano e humana-máquina. Em termos simples, ocorre interação quando a ação de uma pessoa desencadeia uma reação em outro (humano ou não). <br />Para que haja uma correta interação entre quem escreve o Email e quem o lê, o texto deve ser objetivo, coeso, sucinto e simples.<br />
  19. 19. Conclusão<br />Devido ao grande avanço tecnológico de nossa época, o email tem sido cada vez mais utilizado em todas as partes do mundo para inúmeros fins, agregando varias ferramentas de outras formas de comunicação, assim se destacando por algumas características anteriormente citadas, ressaltando principalmente a sua navegabilidade e precisão, no envio e recebimento de mensagens.<br />
  20. 20. Referência<br />www.infodicas.com.br<br />www.veramenezes.com/emailgenero.html<br />MARCHUSCHI.L.A; Xavier A.C – Hipertexto e gêneros digitais -2edição 2005 lucerna<br />

×