O slideshow foi denunciado.
Seu SlideShare está sendo baixado. ×

Comunicação verbal não-verbal

Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Carregando em…3
×

Confira estes a seguir

1 de 43 Anúncio
Anúncio

Mais Conteúdo rRelacionado

Diapositivos para si (20)

Semelhante a Comunicação verbal não-verbal (20)

Anúncio

Mais recentes (20)

Comunicação verbal não-verbal

  1. 1. 1 1 Comunicação verbal e não verbal Comunicar é uma arte
  2. 2. Comunicação verbal e não verbal Objetivos: Aprofundar conhecimentos sobre comunicação verbal e não-verbal; Sensibilizar os formandos para a importância da comunicação; Fomentar o debate sobre o tema. Metodologia: MÉTODO: »Expositivo; »Interativo; » Recurso do data show
  3. 3. 3 Comunicação verbal e não verbal Conteúdos •Introdução •Conceitos de Comunicação •História da Comunicação •Componentes do Processo Comunicativo •Tipos de Comunicação •Formas de Comunicação / Linguagem •Obstáculos à Comunicação •Comunicação Empresarial •Conclusão •Bibliografia
  4. 4. 4 COMUNICAÇÃO  Nunca na história do mundo se falou tanto de comunicação. Esta, ao que parece, deve resolver todos os problemas: a felicidade, a igualdade, o desabrochar dos indivíduos e dos grupos. Isto enquanto os conflitos e as ideologias se esbatem.  O século XXI é a era da comunicação. Esta, está presente em todos os campos. Contudo, a sua essência, a riqueza de sentidos e aplicações permanecem, para a maioria das pessoas, obscura.
  5. 5. 5 Conceitos de Comunicação 1. Conceito Etimológico; 2. Conceito Biológico; 3. Conceito Pedagógico; 4. Conceito Histórico; 5. Conceito Sociológico; 6. Conceito Antropológico.
  6. 6. 6 COMUNICAÇÃO  A comunicação é entendida como a transmissão de estímulos e respostas provocadas, através de um sistema completo ou parcialmente compartilhado. É todo o processo de transmissão e de troca de mensagens entre seres humanos.
  7. 7. 7 COMUNICAÇÃO  Comunicar significa segundo um dicionário de língua Portuguesa :«Fazer comum. Tornar conhecido, fazer saber, participar (...)ligar, por em contacto. Transmitir. Conviver com. Estar ligado. Ter contacto. Ter correspondência. Ter passagem comum.» ( Cândido de Figueiredo, 1939)  Comunicar vem do latim «communis», que significa «comum»;pelo que só existe comunicação quando aquilo que é comunicado tem um significado comum para os dois extremos do canal comunicativo: emissor e recetor.
  8. 8. 8 História da Comunicação Desde o início dos tempos , o homem procura comunicar com os seus semelhantes, o primeiro passo foi criar a LINGUAGEM ESCRITA. Na pré-história o homem desenhava nas paredes das cavernas. Os egípcios criaram os hieróglifos.
  9. 9. 9 História da Comunicação  Aos poucos foi-se desenvolvendo o ALFABETO, que varia de língua para língua.  A língua é constituída por “letras”, “sílabas”, “palavras”, “frases”. Transmitindo assim a sua história e as suas ideias aos seus descendentes.
  10. 10. 10 História da comunicação Os índios usavam sinais através do fumo. Os índios brasileiros imitavam o canto dos pássaros para comunicarem entre si. Na África, a linguagem dos tambores era uma espécie de rádio da época.
  11. 11. 11 História da Comunicação Na Idade Média os arautos do rei liam as mensagens em praça pública. Foi criado o correio, era a forma de vencer distâncias. Apareceram os livros que eram escritos à mão, linha a linha. Século XV, Gutenberg, inventa a imprensa multiplicando a comunicação.
  12. 12. 12 História da Comunicação Século XIX Samuel Morse inventa o telégrafo e as mensagens passam para outro lado do mundo. Com o aparecimento da rádio. músicas e mensagens são enviadas através de ondas invisíveis no ar. A televisão surge no século XX transmitindo som e imagem simultaneamente.
  13. 13. 13 História da Comunicação O mais importante passo na história da comunicação foi dado por GRAHAM BELL, que em 1876 inventou o telefone. As pessoas podiam falar e ouvir instantaneamente. Estes eram os primeiros telefones que foram evoluindo.
  14. 14. 1 14 História da Comunicação Através do telefone enviamos documentos por FAXE... ...Podemos até conectar-nos à INTERNET ...e viajar pelo mundo...
  15. 15. 1 15 História da Comunicação Chegou o telemóvel... Hoje temos a ajuda dos SATÉLITES que retransmitem mensagens e comunicações por todo o mundo. É fácil falar com alguém do outro lado do mundo.
  16. 16. 16 Componentes do processo comunicativo Para se estabelecer comunicação têm de ocorrer um conjunto de elementos constituídos por: Esquema da Comunicação de R. Jakobson: Contexto Emissor Mensagem Recetor Contacto Código Emissor – Produz e emite uma determinada mensagem Recetor – Recebe a mensagem
  17. 17. 17 Componentes do processo comunicativo Para que a comunicação ocorra efetivamente entre estes dois elementos, deve a mensagem ser realmente recebida e descodificada pelo recetor. Para tal é necessário: - Que estejam dentro do mesmo contexto - Que utilizem o mesmo código - Estabeleçam um efetivo contacto.
  18. 18. 18 Componentes do processo comunicativo Diferentes situações que podem ocorrer: 1- Quando emissor e recetor não possuem um código comum: a mensagem é recebida mas não é compreendida. Não há comunicação 2- Quando o emissor e recetor têm em comum um número reduzido de conhecimentos: a mensagem só é parcialmente compreendida pelo recetor. Há uma comunicação deficiente. 3- Quando emissor e recetor têm um código comum: A mensagem é totalmente compreendida pelo recetor. Há uma comunicação eficaz.
  19. 19. 19 Tipos de comunicação  Comunicação Unilateral Bilateral
  20. 20. 20 Tipos de comunicação Unilateral – Conferência, teatro, desfile, convocatória, aviso postal, jornal, revista, edital, rádio, cinema, televisão, etc. Bilateral – conversa, debate fechado, festa popular, manifestação, telefone, videoconferência, carta fechada, televisão interativa, etc.
  21. 21. 21 Formas de comunicação Na sociedade atual, o ser humano relaciona-se através de dois tipos de comunicação: A verbal - É uma forma discursiva, falada ou escrita, na qual os estados emocionais são expressos. Não verbal – É uma forma não discursiva, efetuada através de vários canais de comunicação. (Langer,1971)
  22. 22. 22 Formas de Comunicação  Os gestos e os movimentos fazem parte dos inúmeros canais de comunicação que o ser humano utiliza para expressar as suas emoções e a sua personalidade, comunicar atitudes interpessoais, transmitir informações nas cerimónias, nos rituais, nas propagandas, nos encontros sociais e políticos e nas demonstrações de arte (Argyle, 1971).
  23. 23. 1 23 Comunicação verbal Oral (ex. rádio, telefone, etc.) Comunicação Escrita (ex. braille, jornais, etc.) verbal Audiovisual (ex. cinema, televisão, etc.)
  24. 24. 1 24 Comunicação verbal Escrita Escrita antiga Braille Imprensa
  25. 25. 1 25 Evolução da escrita
  26. 26. 26 Comunicação verbal Oral Palestra Reunião
  27. 27. 27 Comunicação verbal Audiovisual Vídeo Projeção de diapositivos
  28. 28. 28 Comunicação verbal Regras a evitar para bem comunicar  Falar muito alto ou muito baixo;  Pronunciar mal as palavras;  Falar muito depressa ou muito devagar;  Não pronunciar corretamente os termos estrangeiros;  Utilizar vícios de linguagem: é isso..., tipo assim …, acho que...ok?;  Falar de forma robotizada;  Cometer erros gramaticais;  Comer os “esses” e “erres”;  Etc.
  29. 29. 29 Comunicação não verbal Comunicação Não verbal Gestual (ex. ling. dos surdos mudos) Codificada ou simbólica (ex. morse) Tátil (ex. ling. dos cegos surdos mudos) Por sinais (ex. semáforo, silvos ) Por ação ( ex. riso) Química (ex. aroma)
  30. 30. 30 Comunicação não verbal Gestual Codificada ou simbólica
  31. 31. 31 Comunicação não verbal Formas não verbais de expressar atitudes A) Expressão facial; b) Movimento dos olhos; c) Movimentos da cabeça; d) Postura e movimentos do corpo; e) Comportamentos não verbais da voz; f) A aparência.
  32. 32. 32 Comunicação não verbal Regras a evitar para bem comunicar  Usar gestos que transmitam nervosismo e inibição;  Mexer na gravata;  Brincar com chaves ou canetas;  Mexer repetidamente nos cabelos e óculos;  Coçar a cabeça, orelhas, nariz, etc.;  Pigarrear;  Bocejar;  Descansar o corpo, deixando-o pender para o lado direito ou esquerdo;  Etc.
  33. 33. 33 Comunicação não verbal O investigador americano Mehrabian fez uma estimativa da proporção verbal/não verbal do comportamento e concluiu que 55% da mensagem é transmitida via linguagem corporal. Ainda segundo o mesmo estudo, a voz é responsável por 38% e as palavras apenas por 7%!
  34. 34. 34 Obstáculos à comunicação Todos os elementos do processo comunicativo:  Ruído;  Condições ambientais;  Número de pessoas a comunicar;  Não saber ouvir;  Ouvir o que o outro não disse mas sim aquilo que queremos ouvir;  Responder ao que ouvimos e não ao que o outro disse.  Etc.
  35. 35. 35 Comunicação empresarial  A comunicação verbal e não verbal e o modo como se faz dentro das empresas são de primordial importância.  O empresário pode contar hoje com uma nova ferramenta para gerir os seus negócios. Trata-se da comunicação não-verbal.
  36. 36. 36 Comunicação empresarial Quatro canais da comunicação não verbal: Possêmica, a gestão dos espaços comunicativos; Cinésica, a gestão da gestualidade, do olhar, etc.; Digital, a gestão dos toques e contactos físicos; Para-linguística, a gestão dos sons, ruídos, da voz, etc.
  37. 37. 37 Comunicação empresarial Será que as empresas sabem comunicar? De certeza que já ouviu muitas vezes os colegas ou funcionários queixarem-se de que não sabem nada ou quase nada sobre o que se passa na sua empresa. Para evitar estas situações há que colocar a empresa a comunicar.
  38. 38. 38 Comunicação empresarial A comunicação interna nas empresas Vantagens: √ Consolida as suas infraestruturas; √ Eleva a qualidade de desempenho; √ Promove a participação de todos os membros da empresa; √ Incentiva a comunicação entre os diversos patamares da organização; √ Assegura um maior envolvimento dos cargos de chefia com os seus colaboradores e vice-versa; √ Oferece confiança e estabilidade aos seus colaboradores; √ Constitui um feedback por parte dos colegas de trabalho.
  39. 39. 39 Conclusão Depois de estudados e analisados os processos comunicativos, verificamos que estes influenciam o nosso comportamento, isto porque uma atitude correta por parte do emissor vai condicionar a adoção de um comportamento mais favorável por parte do recetor.
  40. 40. 40 Conclusão A importância daquilo a que damos o nome de comunicação, seja ela verbal ou não-verbal reside no facto de que implica uma forma de comportamento em que o individuo se torna objeto em si mesmo. É preciso deixar emergir em cada um de nós a humildade, para que possamos fazer adequadamente uma avaliação da nossa própria comunicação e assim recebermos um feedback dos pontos fortes e vulneráveis da nossa atuação, permitindo-nos a correção de rotas.
  41. 41. 41 Conclusão  Há quem afirme, com base em conclusões de estudos para o efeito elaborados, que 90% das primeiras impressões são baseadas em comunicação não-verbal e apenas 10% em comunicação verbal.
  42. 42. 42 Bibliografia  http://www.golfinho.com.br/  http://www.telemar.com.br/  http://wwwrodrigopereiradecastro.hpg.ig.com.br/  LOPES, Armando – Comunicação e Difusão, Edição revista, Porto Editora, 1996.  HABERMAS, Gurgen – Racionalidade e Comunicação, Biblioteca de filosofia Contemporânea, Edições 70, lda, Março.  GENOUVRIER, Emile; PEYTARD, Jean – Linguística e Ensino do Português, Livraria Almedina, 1985.  SFEZ, Lucien – A comunicação, Colecção Epistemológica e Sociologia nº 26 sociedade Astória lda, 1991.  TRINDADE, Armando Rocha – Introdução à Comunicação Educacional, n.º 16, Universidade Aberta, 1990.  BILHIM, João Abreu de Faria – Teoria Organizacional Estruturas e Pessoas, 2ª Edição, Universidade Técnica de Lisboa, 2001.  WOLF, Mauro – Teoria da Comunicação, coleção Textos de Apoio n.º 21, Editorial Presença.
  43. 43. 43  Quando expressamos verbalmente algo que não se coaduna com a nossa verdade interior, o nosso corpo encarrega- se de transmitir a qualquer bom observador a verdade dos factos”  Silvério da Costa Oliveira

×