SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 52
Storytelling...
Como utilizar em relatórios de pesquisa
Silvio Pires de Paula
Novembro de 2016
Storytelling em relatórios de pesquisa
Silvio Pires de Paula
Novembro,9,2016
“Cientistas dizem que somos feitos de átomos mas um
pássaro me contou que somos feitos de estórias”.
Eduardo Galeano
Hoje, somente uma idéia:
Use storytelling na
apresentação de seu
relatório para melhor
comunicar seus
insights!
Uma boa apresentação de relatório
Focado no assunto,
com resultados claros,
fácil de entender,
apresentado de forma viva,
trazendo além dos dados, também
insights para apoiar as decisões.
Em um tempo limitado!
Profissionais
de pesquisa
Gerente de
Marketing
Durante a apresentação, quem está na sala?
Detalhes, métodos,
resultados,
limitações, mostrar
conhecimento
Respostas para
decisões
estratégicas
Mostrar como se
preocupam com os
destinos da empresa
Mostrar
competência,
descobertas
Consultores
externos
O que eles querem?
Diretores
Como captar sua atenção e ajudá-los
a usar seus insights?
Quem entre vocês
nunca usou as
palavras do
‘Pequeno Príncipe’
para conquistar o
coração de seu
amor?
Quem, entre vocês, até hoje fica preso
nas séries do NETFLIX ?
Ou nas novelas da
O sucesso da redes sociais é muito
devido a possibilidade de transmitir imagens !
Uma imagem
pode contar a
história de uma
empresa
Uma imagem pode contar a história de um país
Doações de caridade
Como foi a saga da Hewlett Packard?
Tem que ser Boa Mesmo!
Umaestóriaintrigante em5passos
Cenário de mercado
“Cena do Crime ”
Complicações
Crescentes
Incidente
ameaçador
Crise
Regulações
Modos de
solução
Ameaças
Riscos
Perfil do mercado:
tamanho, crescimento, tendências
Novos
competidores
insights,
Recomendações
Perigo
Resultados de
pesquisa
1.
2.
3.
4.
5.
Em geral, aqui está a
razão da pesquisa
Concorrência
instalada
Maus exemplos de páginas de
relatório que devem ser evitadas
...ISTO DEVE SER EVITADO!
Ações mas importantes para o
associado
Dados em %
Total
Sexo Idade
F M 20 a 29 30 a 39 40 a 49 50 a 59 60 e +
Eventos/ Grupos de estudo/ cursos/
Workshops /treinamentos
37 33 40 43 37 39 34 33
Melhorar divulgação / Mais informações
sobre eventos
23 21 25 13 20 21 30 28
Suporte Profissional/ Conhecimento
Profissional
18 20 17 7 22 21 17 12
Contato com associados/Participação do
associado em temas diversos
15 18 13 13 16 13 17 16
Networking/Gerar contatos para
oportunidades de trabalho
14 15 13 20 14 12 18 7
Site atualizado/Disponibilizar palestras e
cursos online
10 11 10 17 8 9 12 12
Palestras/ Cursos e Revistas gratuitos 10 6 14 20 12 13 5 2
Representatividade/ Ser mais ativo 9 11 8 3 8 12 10 9
Valorizar a Teoria/Bilbiotaca de RH 9 13 6 10 11 5 9 12
Base: 324 143 181 30 90 85 76 43
Base: Total da Amostra – (324) RM – QUESTÃO OPCIONAL / PRINCIPAIS RESPOSTAS
Q15. Que iniciativas em benefício do associado você espera da diretoria da XXXX? Por favor, indique 3 ações que
você considera serem as mais importantes para o associado.
Estas são as principais iniciativas que os respondentes esperam da diretoria da XXXX:
• Eventos, Grupos de Estudo, Cursos, Workshops e Treinamentos
• Melhorar divulgação / Mais informações sobre eventos
• Suporte Profissional/ Conhecimento Profissional
Futuras ações a serem priorizadas pela XXXX
Tabela difícil
de ler,
aborrecida!
Conclusões
 De todas as atividades, aquelas que envolvem
a organização e apoio a eventos, workshops,
cursos especializados presenciais são
consideradas as principais e que devem ser
priorizadas entre os respondentes dessa
pesquisa.
Texto misturado
com muitas
imagens.
Onde olhar?
Evite imagens
padronizadas
Conclusões  As mudanças no mercado de trabalho criaram
novas necessidades profissionais, colocando
novos desafios perante a associação: manter
as ações de cunho educacional, e
desenvolver ações voltadas à defesa e
valorização do profissional. Isso aumenta o
sentimento de identidade. Aparentemente
outras entidades como conselhos e sindicatos
não estão ocupando esse espaço. Para
proporcionar Atualização e Conhecimento
Profissional e ao mesmo tempo facilitar
oportunidades de Networking a diretoria da
ABRH poderia considerar a criação de uma
entidade de ensino que operasse um
programa consistente de cursos e
especializações tanto a partir de convênios
com outras instituições de ensino já
estabelecidas ou desenvolvidas sob égide
direta da ABRH utilizando a sua ampla base
de consultores.
Evite imagens
comuns, obtidas
em banco de
imagens gratuitas
Palavreado
em excesso
Essas imagenssãomaisfalsasquenotade R$3.
Nunca useimagens comuns,óbvias!
Nunca useimagens grotescas .
Nãobrinque comodinheiro deseucliente.
Nãoarrisqueacredibilidade deseurelatório!
Suareputação...
 Cursos, eventos, workshops e palestras para alunos (incluindo os de classes C, D, E e abordando temas como
“associação do seu dia a dia de recursos humanos com a área estratégica da organização”)
 Trazer profissionais renomados do mercado para dar palestras
 Abrir espaço para os professores divulgarem seus trabalhos/pesquisas em RH
 Aproximar os universitários dos centros de pesquisas
 Criar banco de empregos e vagas (estágios e trainees) para estudantes no mercado
 Estar sempre presente das feiras do segmento
 Calendário de seminários com gestores de RH e coordenadores
de graduação e pós na área de administração voltado pra gestão
de pessoas
 Fórum para discutir os currículos dos cursos
 Viabilizar – com parcerias - livros e publicações sobre RH
 Criar maior vínculo com as universidades particulares que dão mais importância à área de RH (ex: Mackenzie)
 Encontros de professores, alunos e ex-alunos para saber se estes estão conseguindo aplicar no dia-a-dia da profissão
o que aprenderam na faculdade
“Seria
interessantíssimo fazer
essa parceria na hora
de fazer eventos,
chamar a USP, chamar
a FGV, IBMEC e falar:
“Quero alguém aqui
que fale de estratégia
e competitividade
empresarial e como é
que a gente entra
nisso?”. Algo que
aproxime”
“A gente fala da ABRH em
geral, os estudantes
perguntam o que é. Eles
nunca ouviram falar. Então
a gente introduz essas
instituições, mas eles
mesmos não conhecem.”
ATIVIDADES + INSTITUIÇÕES DE ENSINO*
* Pergunta aplicada somente para professores.
Excesso de
informação,
Onde devo
olhar?
BONS EXEMPLOS DE RELATORIO
COM USO DE IMAGENS
Conclusões eInsights devemserapresentados
logo nocomeço,antes dométodo depesquisa,
amostragem, perfil derespondentes , eresultados
gerais dapesquisa.
T4F_lollapalooza_ftf_ 14.293
Retrato do
Público
Sondagem
abril, 2015
Backgroundeobjetivos
Há análise
comparativa dos
resultados de 2014 e
2015.
Nos dias 28 e 29 de março ocorreu a 4ª. edição brasileira do festival Lollapalooza, e realizado no
Brasil pela T4F. Esta SONDAGEM, objetivou foi conhecer o público que frequenta o espetáculo e
sua avaliação da organização.
N1.040
12-15min
INTERCEPT ‘LOLLAPALOOZA’, RETRATO e PROVENIÊNCIA
Pesquisa: quantitativa, com entrevistas face-a-face
 Tablet com questionário programado, offline.
 Local: Autódromo de Interlagos, no evento
A amostra final foi de 1.040 questionários, resultado da abordagem e
captação de dados do público em 2 dias, durante 10 horas /dia do evento.
Instrumento de coleta:
RELATÓRIO FINAL
Dados comparativos
2014 x 2015
evidenciando
diferenças
Sábado
14h a 23h
Domingo
14h a 23h
MetodologiaeAmostra
Margem de
erro: 3,0%
Lolla 2015
Aequipe–Interceptinloco  A equipe foi formada por 2 supervisores e mais 17 entrevistadores, em um único turno,
trabalhando na captação dos dados.
 Abordagem via intercept dentro do evento.
8
12
31
37
1311
16
35
27
11
Ensino Fund.
Completo/
Ensino Médio
Incompleto
Ensino Médio
Completo
Universitário
Incompleto
Universitário
Completo
Pós-grad./
Mestrado/
Doutorado
2014 2015
Perfildosentrevistados
SEXO (%)
Aumenta a participação de mulheres e adolescentes na edição de 2015. Ocorre uma leve diminuição
dos públicos de 20 a 29 e sobretudo de 30 a 39 anos. Há também uma queda de 10% na participação
de pessoas com nível universitário completo, decorrente do acréscimo do público teen.
ESCOLARIDADE (%)
Base: Total da Amostra – RU 2014: n480 2015:n1.040
Q1. Sexo; Q2. Qual a sua idade? Q18. Qual é seu nível de escolaridade?
IDADE (%)
48 43
52 57
2014 2015
Feminino
Masculino
22
33
49
45
21 14
8 9
2014 2015
Mais de 40 anos
de 30 a 39 anos
de 20 a 29 anos
Até 19 anos
Idade média
2014= 26,9 anos; 2015= 25,8 anos
56
24 18
2
64
21
13
2
Solteiro(a), mora
com os pais
Solteiro(a), mora
sozinho(a)
Casado(a) / Mora
Junto
Separado(a) /
Divorciado(a)
Viúvo(a)
2014 2015
Perfildosentrevistados Em relação a 2014, aumenta o número de solteiros que moram com os pais.
Quanto à renda, diminui a faixa de R$3.001 a R$6.000, ao passo em que aumentam as faixas acima
de R$10.000. O público mais velho, acima de 40 anos, tende a ter maior renda familiar.
ESTADO CIVIL (%)
11
31
18
11 9
20
13
24
14 14 14
22
Até
R$ 3.000
R$ 3.001
a R$ 6.000
R$ 6.001
a R$ 10.000
R$ 10.001
a R$ 15.000
+ de R$
15.000
Recusou
2014 2015
RENDA FAMILIAR (%)
Base: Total da Amostra – RU 2014: n480 2015:n1.040
Q3.Qual é seu estado civil? Q16.Somente para critério de classificação social, qual é a sua renda familiar
mensal, ou seja, somando a renda de todos os que trabalham e moram na sua casa?
Transporte
Base: Total da Amostra (480/1.040)– RM
Q5a. Como você veio até o ‘Lollapalooza 2015’?
(%) 41
29
10
11
1
6
39
32
29
15
7
1
11
Trem Carro Metrô Ônibus Taxi Moto Outro
2014 2015
O trem continua sendo o principal meio para chegar ao festival.
O carro, segunda opção mais utilizada, é o meio mais recorrente entre os com
mais de 40 anos (52%).
22
11 1 1 1 13 2 3 1 3 3 4
13 14 12 12 13 12 13
84 83 85 86 83 84 82
84% dos entrevistados ficaram satisfeitos com o evento.
Em relação ao ano anterior, há um aumento de 15%. Desta vez não há diferenças relevantes entre os
perfis de público: de maneira geral, o festival agrada a todos na mesma proporção. Mesmo os de 20-
29 anos, menos satisfeitos no Lolla 2014, apresentaram altos níveis de satisfação em 2015.
Satisfaçãogeral
Total
Masculino Feminino
Sexo Idade
Até 19 20 – 29 30 – 39 40 ou mais
446 594 340 470 141 891.040
8,6 8,6 8,7 8,8 8,5 8,5 8,7Médias
Bases:
%
1 1 2 31 2 1 2 1 2 35 6 4 2 7 4 5
23 21 25 20
25 23 21
69 70 68 77 65 71 71
0+1 2+3 4+5 6+7 8+9+10
232 248 107 235 100 38480
8,0 8,0 8,0 8,6 7,7 8,0 8,0Médias
Bases:
20142015
Base: Total da Amostra – RU
Q11. Utilizando uma escala de 0 a 10, em que 0 significa nada satisfeito e 10 significa muito satisfeito, quão satisfeito você
ficou no geral com a EXPERIÊNCIA LOLLAPALOOZA ?
Outros bons exemplos a serem usados
Simple is
good!
Prescrição
O Dr(a). já teve a oportunidade de prescrever ou prescreve XXXXX ?
Q 3. Se sim, para quantos pacientes aproximadamente:
74%
26%
de 1 a 5
pacientes
de 6 a 10
pacientes
de 11 a 20
pacientes
mais de 20
pacientes
72%
19%
5%
4%
Base:
Sim n87
Não n30
Base:
Sim n87
Q 3. Se sim, para quantos pacientes aproximadamente:
A maior parte dos médicos que
prescrevem XXX (2/3) usa em
ATÉ 5 PACIENTES.
sim
não
A força de uma imagem
Infográfico mostra tudo!
(*)O tamanho da fonte é proporcional ao número de menções citadas pelos participantes.
WORD CLOUD paraimportância relativa
Elementos visuais contraditórios atraem a
atenção dos clientes
“I don’t like the explosion
but it is impactful. I would
replace by an office
picture”
(micro business, São
Paulo)
“I like the picture with hand and the
filling, and ecotank brand.”
(micro business, Mexico)
“The image of explosion shows
how old things are replaced by
the new, as wifi and refilling
system.”
(micro business, Bogota)
“I don’t understand the
image of the explosion.”
(micro business, Lima)
This image that a laser can explode,
I agree, we do not longer need it.”
(micro business, São Paulo)
Abrangência nacional
Pesquisa científica
Apoio aos residentes:
primeiro ano é gratuito
Marketing:
proporciona maior visibilidade para a
área
Por que se associar a XXXX ?
Por que NÃO se associar a XXXX ?
Politicagem
Ausente
Não enxerga benefícios
aos olhos dos NÃO ASSOCIADOS
politicagem
 Uso da associação para benefício próprio por parte dos dirigentes da
associação:
Características foram apontadas somente pelos EX-ASSOCIADOS
“Existe uma POLITICAGEM grande na sociedade, como
em qualquer outra coisa, e que fica (a impressão) para
quem está começando ouvir determinadas coisas,
professores renomados falarem de drogas, quando a
gente sabe que ele está sendo pago para falar daquela
droga. E bem remunerado. Então você vai realmente
vendo a realidade, que a coisa É MUITO MAIS
COMERCIAL DO QUE REALMENTE CIENTÍFICO.” G1
Por que NÃO se associar a XXXX ?
“Eu tentei publicar um artigo quando
era associada e não consegui. SÓ
QUEM É DA DIRETORIA É
BENEFICIADO. ” G1
Transparência
Alguns participantes reclamaram que a XXXX
não presta a conta de forma transparente.
Um dos argumentos para deixarem a associação
“Eu não sei para onde vai o dinheiro que eu pago
para ser associada. Será que eles investem em
melhorias para a nossa classe? Para onde vai o
dinheiro de todos os associados?.” G1
“Todo associado deveria receber em casa o detalhamento da prestação
de contas, assim como recebo em casa os gastos do meu condomínio,
deveríamos receber o descritivo de como foi feito a gestão do dinheiro.
Isso daria mais confiança para todos participarem.” G2
Mesmo para alguns ASSOCIADOS, uma melhor prestação de contas é importante
para dar mais credibilidade à Sociedade
Desculpas paranãousar visual storytelling
CLIENTE NÃO TEM TEMPO PARA ASSISTIR A APRESENTAÇÃO
NÃOTEMOS PESSOAL PARA ISSO
NUNCA TINHA PENSADO NISSO
É O MESMO RELATÓRIO HÁ VÁRIOS MESES(Tracking)
NÃO TEMOS SUFICIENTE INFORMAÇÃO SOBRE PRODUTOS E PLANOS DO CLIENTE
NÃO HÁ INTRIGA OU ESTÓRIA PARA CONTAR
POUCO TEMPO PARA PREPARAR
CLIENTE NÃO ESTA ACOSTUMADO E PODE REJEITAR
ACHO QUE O CLIENTE NÃO GOSTA, NÃO IRÁ ACEITAR
NÃO HÁ VERBA PARA PREPARAR ALGO DIFERENTE
Muitas estórias atrás da “Santa Ceia”
Silvio Pires de Paula
www.demanda.com.br
silvio@demanda.com.br
Obrigado!

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Semana de MKT: Apresentação de Pesquisas com Storytelling

Gestão de Projetos e Empreendedorismo: SIN-NA7 (13/11/2013)
Gestão de Projetos e Empreendedorismo: SIN-NA7 (13/11/2013)Gestão de Projetos e Empreendedorismo: SIN-NA7 (13/11/2013)
Gestão de Projetos e Empreendedorismo: SIN-NA7 (13/11/2013)Alessandro Almeida
 
Marketing Analytics - SADEBR 6
Marketing Analytics - SADEBR 6Marketing Analytics - SADEBR 6
Marketing Analytics - SADEBR 6Rafael Damasceno
 
Delfos - Informações Estratégicas
Delfos - Informações EstratégicasDelfos - Informações Estratégicas
Delfos - Informações Estratégicasrubensjr08
 
A computacao e_voce_caminhos_para_seguir
A computacao e_voce_caminhos_para_seguirA computacao e_voce_caminhos_para_seguir
A computacao e_voce_caminhos_para_seguirUFPA
 
Azk apn naza_carlos-moreira (2)
Azk apn naza_carlos-moreira (2)Azk apn naza_carlos-moreira (2)
Azk apn naza_carlos-moreira (2)Rede AZKarmo
 
Gestão de Projetos e Empreendedorismo (19/05/2014)
Gestão de Projetos e Empreendedorismo (19/05/2014)Gestão de Projetos e Empreendedorismo (19/05/2014)
Gestão de Projetos e Empreendedorismo (19/05/2014)Alessandro Almeida
 
Informática aplicada à Amdinistração.pptx
Informática aplicada à Amdinistração.pptxInformática aplicada à Amdinistração.pptx
Informática aplicada à Amdinistração.pptxssusere02107
 
Apresentação Top Executive Brasileiro
Apresentação Top Executive BrasileiroApresentação Top Executive Brasileiro
Apresentação Top Executive BrasileiroDaniel Ben Ami Scharf
 
BOAS VINDAS de alunos calouros para universidades
BOAS VINDAS de alunos calouros para universidadesBOAS VINDAS de alunos calouros para universidades
BOAS VINDAS de alunos calouros para universidadesLadilsonFilho01
 
Curriculum Vitae Maria Alice Cabral Maia - Versão em Português
Curriculum Vitae Maria Alice Cabral Maia - Versão em PortuguêsCurriculum Vitae Maria Alice Cabral Maia - Versão em Português
Curriculum Vitae Maria Alice Cabral Maia - Versão em PortuguêsMaria Alice Cabral Maia
 
Portfolio Diego Calderan
Portfolio Diego CalderanPortfolio Diego Calderan
Portfolio Diego CalderanDiegoCalderan
 
1 apresentação plano de negócios - educare consultoria. ppt
1   apresentação plano de negócios  - educare consultoria. ppt1   apresentação plano de negócios  - educare consultoria. ppt
1 apresentação plano de negócios - educare consultoria. pptC Estudos Santa Anna Anna
 
Tendências de Talentos 2015 - Linkedin
Tendências de Talentos 2015 - LinkedinTendências de Talentos 2015 - Linkedin
Tendências de Talentos 2015 - LinkedinRafael Bittar de Noce
 

Semelhante a Semana de MKT: Apresentação de Pesquisas com Storytelling (20)

Gestão de Projetos e Empreendedorismo: SIN-NA7 (13/11/2013)
Gestão de Projetos e Empreendedorismo: SIN-NA7 (13/11/2013)Gestão de Projetos e Empreendedorismo: SIN-NA7 (13/11/2013)
Gestão de Projetos e Empreendedorismo: SIN-NA7 (13/11/2013)
 
Marketing Analytics - SADEBR 6
Marketing Analytics - SADEBR 6Marketing Analytics - SADEBR 6
Marketing Analytics - SADEBR 6
 
Ppt racional
Ppt racionalPpt racional
Ppt racional
 
Case Senac São Paulo
Case Senac São PauloCase Senac São Paulo
Case Senac São Paulo
 
Tenha uma comunicação eficaz com sua equipe
Tenha uma comunicação eficaz com sua equipeTenha uma comunicação eficaz com sua equipe
Tenha uma comunicação eficaz com sua equipe
 
Elaboração de briefing.pdf
Elaboração de briefing.pdfElaboração de briefing.pdf
Elaboração de briefing.pdf
 
Delfos - Informações Estratégicas
Delfos - Informações EstratégicasDelfos - Informações Estratégicas
Delfos - Informações Estratégicas
 
A computacao e_voce_caminhos_para_seguir
A computacao e_voce_caminhos_para_seguirA computacao e_voce_caminhos_para_seguir
A computacao e_voce_caminhos_para_seguir
 
Azk apn naza_carlos-moreira (2)
Azk apn naza_carlos-moreira (2)Azk apn naza_carlos-moreira (2)
Azk apn naza_carlos-moreira (2)
 
Gestão de Projetos e Empreendedorismo (19/05/2014)
Gestão de Projetos e Empreendedorismo (19/05/2014)Gestão de Projetos e Empreendedorismo (19/05/2014)
Gestão de Projetos e Empreendedorismo (19/05/2014)
 
Informática aplicada à Amdinistração.pptx
Informática aplicada à Amdinistração.pptxInformática aplicada à Amdinistração.pptx
Informática aplicada à Amdinistração.pptx
 
Apresentação Top Executive Brasileiro
Apresentação Top Executive BrasileiroApresentação Top Executive Brasileiro
Apresentação Top Executive Brasileiro
 
BOAS VINDAS de alunos calouros para universidades
BOAS VINDAS de alunos calouros para universidadesBOAS VINDAS de alunos calouros para universidades
BOAS VINDAS de alunos calouros para universidades
 
Curriculum Vitae Maria Alice Cabral Maia - Versão em Português
Curriculum Vitae Maria Alice Cabral Maia - Versão em PortuguêsCurriculum Vitae Maria Alice Cabral Maia - Versão em Português
Curriculum Vitae Maria Alice Cabral Maia - Versão em Português
 
Estrategias de engajamento para facebook 2017
Estrategias de engajamento para facebook 2017Estrategias de engajamento para facebook 2017
Estrategias de engajamento para facebook 2017
 
Canal Natura
Canal NaturaCanal Natura
Canal Natura
 
Portfolio Diego Calderan
Portfolio Diego CalderanPortfolio Diego Calderan
Portfolio Diego Calderan
 
1 apresentação plano de negócios - educare consultoria. ppt
1   apresentação plano de negócios  - educare consultoria. ppt1   apresentação plano de negócios  - educare consultoria. ppt
1 apresentação plano de negócios - educare consultoria. ppt
 
Empreendedorismo (03/03/2015)
Empreendedorismo (03/03/2015)Empreendedorismo (03/03/2015)
Empreendedorismo (03/03/2015)
 
Tendências de Talentos 2015 - Linkedin
Tendências de Talentos 2015 - LinkedinTendências de Talentos 2015 - Linkedin
Tendências de Talentos 2015 - Linkedin
 

Mais de Conselho Regional de Administração de São Paulo

Mais de Conselho Regional de Administração de São Paulo (20)

Responsabilidade Social e Sustentabilidade no CRA-SP
Responsabilidade Social e Sustentabilidade no CRA-SPResponsabilidade Social e Sustentabilidade no CRA-SP
Responsabilidade Social e Sustentabilidade no CRA-SP
 
JORNADA DE TRANSFORMAÇÃO ÁGIL NAS EMPRESAS
JORNADA DE TRANSFORMAÇÃO ÁGIL NAS EMPRESAS JORNADA DE TRANSFORMAÇÃO ÁGIL NAS EMPRESAS
JORNADA DE TRANSFORMAÇÃO ÁGIL NAS EMPRESAS
 
COMO APLICAR A CULTURA ÁGIL EM SUA ORGANIZAÇÃO
COMO APLICAR A CULTURA ÁGIL EM SUA ORGANIZAÇÃOCOMO APLICAR A CULTURA ÁGIL EM SUA ORGANIZAÇÃO
COMO APLICAR A CULTURA ÁGIL EM SUA ORGANIZAÇÃO
 
Webinar - Mediação: como minimizar os riscos nas relações trabalhistas
Webinar - Mediação: como minimizar os riscos nas relações trabalhistasWebinar - Mediação: como minimizar os riscos nas relações trabalhistas
Webinar - Mediação: como minimizar os riscos nas relações trabalhistas
 
Administrador 5.0: Protagonista da Transformação Digital no Brasil
Administrador 5.0: Protagonista da Transformação Digital no BrasilAdministrador 5.0: Protagonista da Transformação Digital no Brasil
Administrador 5.0: Protagonista da Transformação Digital no Brasil
 
Ambiente favorável ao autodesenvolvimento
Ambiente favorável ao autodesenvolvimentoAmbiente favorável ao autodesenvolvimento
Ambiente favorável ao autodesenvolvimento
 
Compliance no setor de energia
Compliance no setor de energiaCompliance no setor de energia
Compliance no setor de energia
 
A tributação na estruturação societária das empresas familiares
A tributação na estruturação societária das empresas familiaresA tributação na estruturação societária das empresas familiares
A tributação na estruturação societária das empresas familiares
 
A experiência feminina no sistema de franchising: como definir o segmento mai...
A experiência feminina no sistema de franchising: como definir o segmento mai...A experiência feminina no sistema de franchising: como definir o segmento mai...
A experiência feminina no sistema de franchising: como definir o segmento mai...
 
Dimensões Clínicas, Técnicas e Gerenciais da Farmácia Hospitalar
Dimensões Clínicas, Técnicas e Gerenciais da Farmácia HospitalarDimensões Clínicas, Técnicas e Gerenciais da Farmácia Hospitalar
Dimensões Clínicas, Técnicas e Gerenciais da Farmácia Hospitalar
 
Acolhimento, Hospitalidade e Hotelaria: excelência no atendimento
Acolhimento, Hospitalidade e Hotelaria: excelência no atendimentoAcolhimento, Hospitalidade e Hotelaria: excelência no atendimento
Acolhimento, Hospitalidade e Hotelaria: excelência no atendimento
 
Legislação Sanitária e Ambiental
Legislação Sanitária e AmbientalLegislação Sanitária e Ambiental
Legislação Sanitária e Ambiental
 
Logística 4.0: oportunidades e desafios
Logística 4.0: oportunidades e desafiosLogística 4.0: oportunidades e desafios
Logística 4.0: oportunidades e desafios
 
Como ser o lider que o mercado espera
Como ser o lider que o mercado esperaComo ser o lider que o mercado espera
Como ser o lider que o mercado espera
 
Coaching em grupos
Coaching em gruposCoaching em grupos
Coaching em grupos
 
Mediação: onde estamos e para onde vamos?
Mediação: onde estamos e para onde vamos?Mediação: onde estamos e para onde vamos?
Mediação: onde estamos e para onde vamos?
 
Arbitragem: onde estamos e para onde vamos?
Arbitragem: onde estamos e para onde vamos?Arbitragem: onde estamos e para onde vamos?
Arbitragem: onde estamos e para onde vamos?
 
ADM Tendências (Episódio 06) Case Grow: Empreendedorismo e Negócios com Respo...
ADM Tendências (Episódio 06) Case Grow: Empreendedorismo e Negócios com Respo...ADM Tendências (Episódio 06) Case Grow: Empreendedorismo e Negócios com Respo...
ADM Tendências (Episódio 06) Case Grow: Empreendedorismo e Negócios com Respo...
 
As organizações estão doentes: como mudar este cenário
As organizações estão doentes: como mudar este cenárioAs organizações estão doentes: como mudar este cenário
As organizações estão doentes: como mudar este cenário
 
O Futuro do Branding, das Marcas e da Comunicação até 2050
O Futuro do Branding, das Marcas e da Comunicação até 2050O Futuro do Branding, das Marcas e da Comunicação até 2050
O Futuro do Branding, das Marcas e da Comunicação até 2050
 

Último

Pesquisa de satisfação - Encontro Fazemos Acontecer
Pesquisa de satisfação - Encontro Fazemos AcontecerPesquisa de satisfação - Encontro Fazemos Acontecer
Pesquisa de satisfação - Encontro Fazemos AcontecerMarina Evangelista
 
Digitalização do varejo | Tecnologia na gestão do negócio: como alavancar a e...
Digitalização do varejo | Tecnologia na gestão do negócio: como alavancar a e...Digitalização do varejo | Tecnologia na gestão do negócio: como alavancar a e...
Digitalização do varejo | Tecnologia na gestão do negócio: como alavancar a e...E-Commerce Brasil
 
Imóvel do Banco, Apartamento T5 com Sótão; Bank Property, Apartment near Cent...
Imóvel do Banco, Apartamento T5 com Sótão; Bank Property, Apartment near Cent...Imóvel do Banco, Apartamento T5 com Sótão; Bank Property, Apartment near Cent...
Imóvel do Banco, Apartamento T5 com Sótão; Bank Property, Apartment near Cent...imostorept
 
b2ee375d-671f-406c-8c60-df328a75e662.pdf
b2ee375d-671f-406c-8c60-df328a75e662.pdfb2ee375d-671f-406c-8c60-df328a75e662.pdf
b2ee375d-671f-406c-8c60-df328a75e662.pdfRenandantas16
 
Cavaleiros do Futebol: Equipamentos e Moda para Campeões.pptx
Cavaleiros do Futebol: Equipamentos e Moda para Campeões.pptxCavaleiros do Futebol: Equipamentos e Moda para Campeões.pptx
Cavaleiros do Futebol: Equipamentos e Moda para Campeões.pptxEduardoRodriguesOliv2
 
Digitalização do varejo| Clienting no varejo: dados e tendências sobre relaci...
Digitalização do varejo| Clienting no varejo: dados e tendências sobre relaci...Digitalização do varejo| Clienting no varejo: dados e tendências sobre relaci...
Digitalização do varejo| Clienting no varejo: dados e tendências sobre relaci...E-Commerce Brasil
 
Digitalização do varejo | A importância do engajamento e fidelização de clien...
Digitalização do varejo | A importância do engajamento e fidelização de clien...Digitalização do varejo | A importância do engajamento e fidelização de clien...
Digitalização do varejo | A importância do engajamento e fidelização de clien...E-Commerce Brasil
 

Último (7)

Pesquisa de satisfação - Encontro Fazemos Acontecer
Pesquisa de satisfação - Encontro Fazemos AcontecerPesquisa de satisfação - Encontro Fazemos Acontecer
Pesquisa de satisfação - Encontro Fazemos Acontecer
 
Digitalização do varejo | Tecnologia na gestão do negócio: como alavancar a e...
Digitalização do varejo | Tecnologia na gestão do negócio: como alavancar a e...Digitalização do varejo | Tecnologia na gestão do negócio: como alavancar a e...
Digitalização do varejo | Tecnologia na gestão do negócio: como alavancar a e...
 
Imóvel do Banco, Apartamento T5 com Sótão; Bank Property, Apartment near Cent...
Imóvel do Banco, Apartamento T5 com Sótão; Bank Property, Apartment near Cent...Imóvel do Banco, Apartamento T5 com Sótão; Bank Property, Apartment near Cent...
Imóvel do Banco, Apartamento T5 com Sótão; Bank Property, Apartment near Cent...
 
b2ee375d-671f-406c-8c60-df328a75e662.pdf
b2ee375d-671f-406c-8c60-df328a75e662.pdfb2ee375d-671f-406c-8c60-df328a75e662.pdf
b2ee375d-671f-406c-8c60-df328a75e662.pdf
 
Cavaleiros do Futebol: Equipamentos e Moda para Campeões.pptx
Cavaleiros do Futebol: Equipamentos e Moda para Campeões.pptxCavaleiros do Futebol: Equipamentos e Moda para Campeões.pptx
Cavaleiros do Futebol: Equipamentos e Moda para Campeões.pptx
 
Digitalização do varejo| Clienting no varejo: dados e tendências sobre relaci...
Digitalização do varejo| Clienting no varejo: dados e tendências sobre relaci...Digitalização do varejo| Clienting no varejo: dados e tendências sobre relaci...
Digitalização do varejo| Clienting no varejo: dados e tendências sobre relaci...
 
Digitalização do varejo | A importância do engajamento e fidelização de clien...
Digitalização do varejo | A importância do engajamento e fidelização de clien...Digitalização do varejo | A importância do engajamento e fidelização de clien...
Digitalização do varejo | A importância do engajamento e fidelização de clien...
 

Semana de MKT: Apresentação de Pesquisas com Storytelling

  • 1. Storytelling... Como utilizar em relatórios de pesquisa Silvio Pires de Paula Novembro de 2016
  • 2. Storytelling em relatórios de pesquisa Silvio Pires de Paula Novembro,9,2016
  • 3. “Cientistas dizem que somos feitos de átomos mas um pássaro me contou que somos feitos de estórias”. Eduardo Galeano
  • 4. Hoje, somente uma idéia: Use storytelling na apresentação de seu relatório para melhor comunicar seus insights!
  • 5. Uma boa apresentação de relatório Focado no assunto, com resultados claros, fácil de entender, apresentado de forma viva, trazendo além dos dados, também insights para apoiar as decisões. Em um tempo limitado!
  • 6. Profissionais de pesquisa Gerente de Marketing Durante a apresentação, quem está na sala? Detalhes, métodos, resultados, limitações, mostrar conhecimento Respostas para decisões estratégicas Mostrar como se preocupam com os destinos da empresa Mostrar competência, descobertas Consultores externos O que eles querem? Diretores
  • 7. Como captar sua atenção e ajudá-los a usar seus insights?
  • 8.
  • 9. Quem entre vocês nunca usou as palavras do ‘Pequeno Príncipe’ para conquistar o coração de seu amor?
  • 10. Quem, entre vocês, até hoje fica preso nas séries do NETFLIX ?
  • 12. O sucesso da redes sociais é muito devido a possibilidade de transmitir imagens !
  • 13. Uma imagem pode contar a história de uma empresa
  • 14. Uma imagem pode contar a história de um país
  • 16. Como foi a saga da Hewlett Packard?
  • 17.
  • 18. Tem que ser Boa Mesmo!
  • 19. Umaestóriaintrigante em5passos Cenário de mercado “Cena do Crime ” Complicações Crescentes Incidente ameaçador Crise Regulações Modos de solução Ameaças Riscos Perfil do mercado: tamanho, crescimento, tendências Novos competidores insights, Recomendações Perigo Resultados de pesquisa 1. 2. 3. 4. 5. Em geral, aqui está a razão da pesquisa Concorrência instalada
  • 20. Maus exemplos de páginas de relatório que devem ser evitadas ...ISTO DEVE SER EVITADO!
  • 21. Ações mas importantes para o associado Dados em % Total Sexo Idade F M 20 a 29 30 a 39 40 a 49 50 a 59 60 e + Eventos/ Grupos de estudo/ cursos/ Workshops /treinamentos 37 33 40 43 37 39 34 33 Melhorar divulgação / Mais informações sobre eventos 23 21 25 13 20 21 30 28 Suporte Profissional/ Conhecimento Profissional 18 20 17 7 22 21 17 12 Contato com associados/Participação do associado em temas diversos 15 18 13 13 16 13 17 16 Networking/Gerar contatos para oportunidades de trabalho 14 15 13 20 14 12 18 7 Site atualizado/Disponibilizar palestras e cursos online 10 11 10 17 8 9 12 12 Palestras/ Cursos e Revistas gratuitos 10 6 14 20 12 13 5 2 Representatividade/ Ser mais ativo 9 11 8 3 8 12 10 9 Valorizar a Teoria/Bilbiotaca de RH 9 13 6 10 11 5 9 12 Base: 324 143 181 30 90 85 76 43 Base: Total da Amostra – (324) RM – QUESTÃO OPCIONAL / PRINCIPAIS RESPOSTAS Q15. Que iniciativas em benefício do associado você espera da diretoria da XXXX? Por favor, indique 3 ações que você considera serem as mais importantes para o associado. Estas são as principais iniciativas que os respondentes esperam da diretoria da XXXX: • Eventos, Grupos de Estudo, Cursos, Workshops e Treinamentos • Melhorar divulgação / Mais informações sobre eventos • Suporte Profissional/ Conhecimento Profissional Futuras ações a serem priorizadas pela XXXX Tabela difícil de ler, aborrecida!
  • 22. Conclusões  De todas as atividades, aquelas que envolvem a organização e apoio a eventos, workshops, cursos especializados presenciais são consideradas as principais e que devem ser priorizadas entre os respondentes dessa pesquisa. Texto misturado com muitas imagens. Onde olhar? Evite imagens padronizadas
  • 23. Conclusões  As mudanças no mercado de trabalho criaram novas necessidades profissionais, colocando novos desafios perante a associação: manter as ações de cunho educacional, e desenvolver ações voltadas à defesa e valorização do profissional. Isso aumenta o sentimento de identidade. Aparentemente outras entidades como conselhos e sindicatos não estão ocupando esse espaço. Para proporcionar Atualização e Conhecimento Profissional e ao mesmo tempo facilitar oportunidades de Networking a diretoria da ABRH poderia considerar a criação de uma entidade de ensino que operasse um programa consistente de cursos e especializações tanto a partir de convênios com outras instituições de ensino já estabelecidas ou desenvolvidas sob égide direta da ABRH utilizando a sua ampla base de consultores. Evite imagens comuns, obtidas em banco de imagens gratuitas Palavreado em excesso
  • 26. Nunca useimagens grotescas . Nãobrinque comodinheiro deseucliente. Nãoarrisqueacredibilidade deseurelatório! Suareputação...
  • 27.  Cursos, eventos, workshops e palestras para alunos (incluindo os de classes C, D, E e abordando temas como “associação do seu dia a dia de recursos humanos com a área estratégica da organização”)  Trazer profissionais renomados do mercado para dar palestras  Abrir espaço para os professores divulgarem seus trabalhos/pesquisas em RH  Aproximar os universitários dos centros de pesquisas  Criar banco de empregos e vagas (estágios e trainees) para estudantes no mercado  Estar sempre presente das feiras do segmento  Calendário de seminários com gestores de RH e coordenadores de graduação e pós na área de administração voltado pra gestão de pessoas  Fórum para discutir os currículos dos cursos  Viabilizar – com parcerias - livros e publicações sobre RH  Criar maior vínculo com as universidades particulares que dão mais importância à área de RH (ex: Mackenzie)  Encontros de professores, alunos e ex-alunos para saber se estes estão conseguindo aplicar no dia-a-dia da profissão o que aprenderam na faculdade “Seria interessantíssimo fazer essa parceria na hora de fazer eventos, chamar a USP, chamar a FGV, IBMEC e falar: “Quero alguém aqui que fale de estratégia e competitividade empresarial e como é que a gente entra nisso?”. Algo que aproxime” “A gente fala da ABRH em geral, os estudantes perguntam o que é. Eles nunca ouviram falar. Então a gente introduz essas instituições, mas eles mesmos não conhecem.” ATIVIDADES + INSTITUIÇÕES DE ENSINO* * Pergunta aplicada somente para professores. Excesso de informação, Onde devo olhar?
  • 28. BONS EXEMPLOS DE RELATORIO COM USO DE IMAGENS
  • 29. Conclusões eInsights devemserapresentados logo nocomeço,antes dométodo depesquisa, amostragem, perfil derespondentes , eresultados gerais dapesquisa.
  • 31.
  • 32. Backgroundeobjetivos Há análise comparativa dos resultados de 2014 e 2015. Nos dias 28 e 29 de março ocorreu a 4ª. edição brasileira do festival Lollapalooza, e realizado no Brasil pela T4F. Esta SONDAGEM, objetivou foi conhecer o público que frequenta o espetáculo e sua avaliação da organização.
  • 33. N1.040 12-15min INTERCEPT ‘LOLLAPALOOZA’, RETRATO e PROVENIÊNCIA Pesquisa: quantitativa, com entrevistas face-a-face  Tablet com questionário programado, offline.  Local: Autódromo de Interlagos, no evento A amostra final foi de 1.040 questionários, resultado da abordagem e captação de dados do público em 2 dias, durante 10 horas /dia do evento. Instrumento de coleta: RELATÓRIO FINAL Dados comparativos 2014 x 2015 evidenciando diferenças Sábado 14h a 23h Domingo 14h a 23h MetodologiaeAmostra Margem de erro: 3,0% Lolla 2015
  • 34. Aequipe–Interceptinloco  A equipe foi formada por 2 supervisores e mais 17 entrevistadores, em um único turno, trabalhando na captação dos dados.  Abordagem via intercept dentro do evento.
  • 35. 8 12 31 37 1311 16 35 27 11 Ensino Fund. Completo/ Ensino Médio Incompleto Ensino Médio Completo Universitário Incompleto Universitário Completo Pós-grad./ Mestrado/ Doutorado 2014 2015 Perfildosentrevistados SEXO (%) Aumenta a participação de mulheres e adolescentes na edição de 2015. Ocorre uma leve diminuição dos públicos de 20 a 29 e sobretudo de 30 a 39 anos. Há também uma queda de 10% na participação de pessoas com nível universitário completo, decorrente do acréscimo do público teen. ESCOLARIDADE (%) Base: Total da Amostra – RU 2014: n480 2015:n1.040 Q1. Sexo; Q2. Qual a sua idade? Q18. Qual é seu nível de escolaridade? IDADE (%) 48 43 52 57 2014 2015 Feminino Masculino 22 33 49 45 21 14 8 9 2014 2015 Mais de 40 anos de 30 a 39 anos de 20 a 29 anos Até 19 anos Idade média 2014= 26,9 anos; 2015= 25,8 anos
  • 36. 56 24 18 2 64 21 13 2 Solteiro(a), mora com os pais Solteiro(a), mora sozinho(a) Casado(a) / Mora Junto Separado(a) / Divorciado(a) Viúvo(a) 2014 2015 Perfildosentrevistados Em relação a 2014, aumenta o número de solteiros que moram com os pais. Quanto à renda, diminui a faixa de R$3.001 a R$6.000, ao passo em que aumentam as faixas acima de R$10.000. O público mais velho, acima de 40 anos, tende a ter maior renda familiar. ESTADO CIVIL (%) 11 31 18 11 9 20 13 24 14 14 14 22 Até R$ 3.000 R$ 3.001 a R$ 6.000 R$ 6.001 a R$ 10.000 R$ 10.001 a R$ 15.000 + de R$ 15.000 Recusou 2014 2015 RENDA FAMILIAR (%) Base: Total da Amostra – RU 2014: n480 2015:n1.040 Q3.Qual é seu estado civil? Q16.Somente para critério de classificação social, qual é a sua renda familiar mensal, ou seja, somando a renda de todos os que trabalham e moram na sua casa?
  • 37. Transporte Base: Total da Amostra (480/1.040)– RM Q5a. Como você veio até o ‘Lollapalooza 2015’? (%) 41 29 10 11 1 6 39 32 29 15 7 1 11 Trem Carro Metrô Ônibus Taxi Moto Outro 2014 2015 O trem continua sendo o principal meio para chegar ao festival. O carro, segunda opção mais utilizada, é o meio mais recorrente entre os com mais de 40 anos (52%). 22
  • 38. 11 1 1 1 13 2 3 1 3 3 4 13 14 12 12 13 12 13 84 83 85 86 83 84 82 84% dos entrevistados ficaram satisfeitos com o evento. Em relação ao ano anterior, há um aumento de 15%. Desta vez não há diferenças relevantes entre os perfis de público: de maneira geral, o festival agrada a todos na mesma proporção. Mesmo os de 20- 29 anos, menos satisfeitos no Lolla 2014, apresentaram altos níveis de satisfação em 2015. Satisfaçãogeral Total Masculino Feminino Sexo Idade Até 19 20 – 29 30 – 39 40 ou mais 446 594 340 470 141 891.040 8,6 8,6 8,7 8,8 8,5 8,5 8,7Médias Bases: % 1 1 2 31 2 1 2 1 2 35 6 4 2 7 4 5 23 21 25 20 25 23 21 69 70 68 77 65 71 71 0+1 2+3 4+5 6+7 8+9+10 232 248 107 235 100 38480 8,0 8,0 8,0 8,6 7,7 8,0 8,0Médias Bases: 20142015 Base: Total da Amostra – RU Q11. Utilizando uma escala de 0 a 10, em que 0 significa nada satisfeito e 10 significa muito satisfeito, quão satisfeito você ficou no geral com a EXPERIÊNCIA LOLLAPALOOZA ?
  • 39. Outros bons exemplos a serem usados
  • 40. Simple is good! Prescrição O Dr(a). já teve a oportunidade de prescrever ou prescreve XXXXX ? Q 3. Se sim, para quantos pacientes aproximadamente: 74% 26% de 1 a 5 pacientes de 6 a 10 pacientes de 11 a 20 pacientes mais de 20 pacientes 72% 19% 5% 4% Base: Sim n87 Não n30 Base: Sim n87 Q 3. Se sim, para quantos pacientes aproximadamente: A maior parte dos médicos que prescrevem XXX (2/3) usa em ATÉ 5 PACIENTES. sim não
  • 41. A força de uma imagem
  • 43. (*)O tamanho da fonte é proporcional ao número de menções citadas pelos participantes. WORD CLOUD paraimportância relativa
  • 44. Elementos visuais contraditórios atraem a atenção dos clientes “I don’t like the explosion but it is impactful. I would replace by an office picture” (micro business, São Paulo) “I like the picture with hand and the filling, and ecotank brand.” (micro business, Mexico) “The image of explosion shows how old things are replaced by the new, as wifi and refilling system.” (micro business, Bogota) “I don’t understand the image of the explosion.” (micro business, Lima) This image that a laser can explode, I agree, we do not longer need it.” (micro business, São Paulo)
  • 45. Abrangência nacional Pesquisa científica Apoio aos residentes: primeiro ano é gratuito Marketing: proporciona maior visibilidade para a área Por que se associar a XXXX ?
  • 46. Por que NÃO se associar a XXXX ? Politicagem Ausente Não enxerga benefícios aos olhos dos NÃO ASSOCIADOS
  • 47. politicagem  Uso da associação para benefício próprio por parte dos dirigentes da associação: Características foram apontadas somente pelos EX-ASSOCIADOS “Existe uma POLITICAGEM grande na sociedade, como em qualquer outra coisa, e que fica (a impressão) para quem está começando ouvir determinadas coisas, professores renomados falarem de drogas, quando a gente sabe que ele está sendo pago para falar daquela droga. E bem remunerado. Então você vai realmente vendo a realidade, que a coisa É MUITO MAIS COMERCIAL DO QUE REALMENTE CIENTÍFICO.” G1 Por que NÃO se associar a XXXX ? “Eu tentei publicar um artigo quando era associada e não consegui. SÓ QUEM É DA DIRETORIA É BENEFICIADO. ” G1
  • 48. Transparência Alguns participantes reclamaram que a XXXX não presta a conta de forma transparente. Um dos argumentos para deixarem a associação “Eu não sei para onde vai o dinheiro que eu pago para ser associada. Será que eles investem em melhorias para a nossa classe? Para onde vai o dinheiro de todos os associados?.” G1 “Todo associado deveria receber em casa o detalhamento da prestação de contas, assim como recebo em casa os gastos do meu condomínio, deveríamos receber o descritivo de como foi feito a gestão do dinheiro. Isso daria mais confiança para todos participarem.” G2 Mesmo para alguns ASSOCIADOS, uma melhor prestação de contas é importante para dar mais credibilidade à Sociedade
  • 49. Desculpas paranãousar visual storytelling CLIENTE NÃO TEM TEMPO PARA ASSISTIR A APRESENTAÇÃO NÃOTEMOS PESSOAL PARA ISSO NUNCA TINHA PENSADO NISSO É O MESMO RELATÓRIO HÁ VÁRIOS MESES(Tracking) NÃO TEMOS SUFICIENTE INFORMAÇÃO SOBRE PRODUTOS E PLANOS DO CLIENTE NÃO HÁ INTRIGA OU ESTÓRIA PARA CONTAR POUCO TEMPO PARA PREPARAR CLIENTE NÃO ESTA ACOSTUMADO E PODE REJEITAR ACHO QUE O CLIENTE NÃO GOSTA, NÃO IRÁ ACEITAR NÃO HÁ VERBA PARA PREPARAR ALGO DIFERENTE
  • 50.
  • 51. Muitas estórias atrás da “Santa Ceia”
  • 52. Silvio Pires de Paula www.demanda.com.br silvio@demanda.com.br Obrigado!