SlideShare uma empresa Scribd logo
Computação em nuvem
A CompanyWeb® tem 14 anos de experiência em serviços de consultoria e treinamento
em Governança e Gestão de TI (Governança de Tecnologia da Informação, Gestão por
Processos, e Engenharia de Software). Nossos principais clientes são: Petrobras, Banco
do Brasil, Ambev, Correios, JBS Friboi, Aços Villares, Serasa, Honda, Gerdau, Medley,
Yamaha, Bertin, Banco Bradesco, Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo, Bradesco
Seguros, Coca-cola, Sabesp, Nova Schin, Novartis, Comgás, Cervejaria Petrópolis e
outros.

www.CompanyWeb.com.br

Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires

2

2
Facilitador

Uires Tapajós
Palestrante e Consultor especialista em GRC - Governança, Risco e
Conformidade da CompanyWeb®;
Professor de MBAs em instituições Federais e Privadas;
Especialista em Estratégias pela FGV em São Paulo;
Possui a CGEIT® (Certified in the Governance of Enterprise Information
Technology) emitida pelo ISACA® e outras certificações.

www.CompanyWeb.com.br

Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires

3

3
Portfólio

Treinamento

Consultoria

Solução

Treinamento

Consultoria

Governança & Gestão da TI:

Governança e Gestão da Tecnologia da
Informação
Gestão de Serviços de TI (ITIL/ISO 20000)
Melhoria de Processos
Implantação de Escritório de Projetos com as
melhores práticas do PMI®
Gestão de Risco
Segurança da Informação | ISO 27001
Projetos para adoção das melhores práticas:
COBIT, ITIL, SCRUM, eSCM, PMBOK, BSC,
COSO, CBOK, BABOK, FDD, TDD, SOX, DRP
(PCN)
www.CompanyWeb.com.br

GRC (Governança, Risco e Compliance):
. Gestão de Risco com COSO
. Gestão de Risco de TI
. Segurança da Informação com ISO 27001
Governança e Gestão de Serviços de TI:
. Certificação ITIL / Certificação Cobit.
. ITIL/Cobit Implementation.
. Formação de Analista em Governança de TI.
BPM (Processos)
. Gestão por Processos de Negócios
. Formação Analista de Processo de Negócio
Negócios & Gestão de Pessoas:
. Estratégia e BSC
. Formação Analista de Negócio
. Liderança com foco em Resultados
. Práticas de Gestão de Projetos
Métodos Ágeis e Engenharia de Software:
. Métodos Ágeis (SCRUM e FDD)
. Qualidade e Maturidade em Desenvolvimento de
Software
. Formação em Engenharia de Software

Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires

4

4
Seção I. Arquitetura da Nuvem

www.CompanyWeb.com.br

Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires

5
Origem

www.CompanyWeb.com.br

Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires

6
www.CompanyWeb.com.br

Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires

7
Computação em Nuvem - Cloud Security Alliance
•

Computação em nuvem (“Nuvem”) é um termo em evolução que descreve o desenvolvimento de muitas das
tecnologias e abordagens existentes em computação para algo distinto. A nuvem separa as aplicações e os
recursos de informação de sua infraestrutura básica, e os mecanismos utilizados para entregá-los.

•

A nuvem realça a colaboração, agilidade, escalabilidade e disponibilidade, e oferece o potencial para redução
de custos através de computação eficiente e otimizada.

•

Mais especificamente, a nuvem descreve o uso de uma coleção de serviços, aplicações, informação e
infraestrutura composta por pools de recursos computacionais, de rede, de informação e de armazenamento.
Estes componentes podem ser rapidamente organizados, provisionados, implementados, desativados, e
escalados para cima ou para baixo, provendo um modelo de alocação e consumo baseado na demanda de
recursos.

•

Sob a perspectiva da arquitetura, há muita confusão em torno de como a nuvem é tanto similar e diferente dos
modelos computacionais existentes, e como estas similaridades e diferenças impactam nas abordagens
organizacionais, operacionais, e tecnológicas para as práticas de segurança da informação e de redes.

•

Existem muitas definições atualmente que tentam endereçar a nuvem da perspectiva de acadêmicos,
arquitetos, engenheiros, desenvolvedores, gerentes e consumidores. Este documento foca na definição que é
especificamente desenhada para a perspectiva única dos profissionais de segurança de TI (Tecnologia da
Infomação) e redes.

•

As chaves para entender como a arquitetura da nuvem impacta a arquitetura de segurança são baseados em
uma nomenclatura comum e concisa, associada com uma taxonomia consistente de ofertas de como os
serviços e arquiteturas de serviços na nuvem podem ser interpretadas, mapeadas para um modelo de
Fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/Computa%C3%A7%C3%A3o_em_nuvem
controles compensatórios de segurança e operacionais, frameworks de análise e gerenciamento de risco, e de
acordo com padrões de conformidade.
www.CompanyWeb.com.br
Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires
8
www.CompanyWeb.com.br

Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires

9
Gartner
O Gartner (2008) define o termo Cloud Computing como computação em nuvem, em que
recursos relacionados de Tecnologia da Informação e Comunicação são fornecidos
"como serviço" usando tecnologias de Internet para vários clientes externos. Segundo
Daryl Plummer, vice-presidente do Gartner o uso, cada vez mais, dos recursos
tecnológicos na internet "se deve, em parte, à popularização e padronização de tecnologias, e
mais importante, ao dramático crescimento da popularidade da Internet." Portanto, o
desenvolvimento explosivo das tecnologias da internet mostra-se positivo e impositivo
à sua utilização. No entanto, pontos negativos também estão presentes em sua
aplicabilidade. Sendo assim, partindo do princípio da inevitabilidade da adoção de
soluções de Cloud Computing, o objetivo deste estudo é apresentar alguns pontos a
serem considerados ao se fazer a sua implementação, a fim de minimizar impactos
negativos nos órgãos e entidades públicas. São questões que perpassam pela
governança de processos, segurança da informação, infraestrutura, legislação e
interoperabilidade dos serviços públicos.

www.CompanyWeb.com.br

Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires

10
www.CompanyWeb.com.br

Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires

11
A ISACA (2009, p.5) fundamenta a
denominação de Cloud Computing
do Gartner ao definir que:
a computação em nuvem como um
modelo para permitir o acesso à
rede sob demanda, de forma
conveniente, a um conjunto
compartilhado de recursos de
computação configuráveis (por
exemplo, redes, servidores,
armazenamento, aplicativos e
serviços) que podem ser
rapidamente fornecidos e lançados
com o mínimo esforço de gestão ou
interação do prestador de serviço.

www.CompanyWeb.com.br

Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires

12
13
Corrida pela tecnologia

Empresas
como Amazon, Google, IBM e
Microsoft foram as primeiras a
iniciar uma grande ofensiva nessa
"nuvem de informação" (information
cloud), que especialistas consideram
uma "nova fronteira da era digital".
Aos poucos, essa tecnologia vai
deixando de ser utilizada apenas em
laboratórios para ingressar nas
empresas e, em breve, em
computadores domésticos.

www.CompanyWeb.com.br

Fonte: http://finance.yahoo.com/news/amazon-crushing-ibm-microsoft-google-213427335.html

Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires

14
Cenários típicos para projetos Cloud Computing se aplica
Contratação de uma infraestrutura com data de início e fim a qual será
utilizada para o desenvolvimento de um projeto.
Como serviço de e-mail corporativo, mas temos que entender bem
algumas regras e premissas.
Como solução de Disaster & Recovery . É inegável o baixo custo quanto a
utilização de um site backup hospedado em Cloud, onde ele só será
utilizado para sincronismo de ambientes, realização de testes e no
momento do desastre .
Para empresas embrionárias ou com pouco fluxo de caixa para gastar com
hardware.
Contratação de um cluster composto por servidores com alto poder de
processamento e memória para compilar ou decompilar algumas coisas .
Fonte: http://blog.corujadeti.com.br/projetos-em-cloud-computing/
www.CompanyWeb.com.br

Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires

15
Cenários típicos para projetos Cloud Computing se aplica

Sistemas independentes de plataforma;
Dados centralizados em um único local lógico;
Mesma experiência em acesso remoto;
Infraestrutura flexível;
Redução em custos de energia e compliance com Green IT;
Backup centralizado;
Mínimo de downtime em upgrade de hardware;
Atualizações de software em um único ponto.
Fonte: http://www.usp.br/arquivogeral/wp-content/uploads/2011/11/Cyrano-Rizzo.pdf
www.CompanyWeb.com.br

Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires

16
Modelo Visual de Definição de Computação em Nuvem do NIST
Desta forma, tais
definições são
observadas no
modelo do NIST
(2011), que é
uma entidade
governamental
americana, em
que o termo
computação em
nuvem se define
a partir de: cinco
características
essenciais, três
modelos de
serviço e quatro
modelos de
implementação O National Institute of Standards and Technology (NIST) (em português: Instituto Nacional de Padrões e Tecnologia), anteriormente

conhecido como The National Bureau of Standards, é uma agência governamental não-regulatória da administração de tecnologia do
Departamento de Comércio dos Estados Unidos. A missão do instituto é promover a inovação e a competitividade industrial dos
Estados Unidos, promovendo a metrologia, os padrões e a tecnologia de forma que ampliem a segurança econômica e melhorem a
qualidade de vida. Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/NIST

www.CompanyWeb.com.br

Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires

17
www.CompanyWeb.com.br

Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires

18
Os modelos de nuvens

www.CompanyWeb.com.br

Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires

19
www.CompanyWeb.com.br

Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires

20
www.CompanyWeb.com.br

Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires
www.CompanyWeb.com.br

Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires

22
Multilocatário

www.CompanyWeb.com.br

Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires

23
www.CompanyWeb.com.br

Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires

24
Satisfação
do cliente

demanda

qualidade
X
custo

capacidade

www.CompanyWeb.com.br

Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires

25
Lock In em gíria
empresarial
informática é um
termo utilizado
para significar o
acorrentar a um
fornecedor.

Sentimento de ‘confiança’

www.CompanyWeb.com.br

Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires

26
Domínios de Governança

www.CompanyWeb.com.br

Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires

27
www.CompanyWeb.com.br

Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires

28
29

www.CompanyWeb.com.br

Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires

29
www.CompanyWeb.com.br

Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires

30
Riscos

Em 2009, uma pesquisa global do IDC com executivos de TI sobre quais eram suas preocupações com Cloud
Computing, apontava que a segurança era a principal preocupação e impedimento para moverem-se em direção à
nuvem.
www.CompanyWeb.com.br

Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires

31
Riscos

Fonte: http://www.linkedin.com/groups/Quais-s%C3%A3o-os-principais-desafios-4703633.S.182366838

www.CompanyWeb.com.br

Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires

32
www.CompanyWeb.com.br

Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires

33
www.CompanyWeb.com.br

Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires

34
www.CompanyWeb.com.br

Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires

35
Processos
De Negócio 1

Processos
De Negócio 2

Processos
De Negócio 3

Catálogo de Serviços do Negócio
Serviço C

Serviço B

Serviço A

Catálogo de Serviços Técnicos
Serviços
Suporte

Hardware

Software

Aplicação

Dados

Fonte: ITIL v3 – livro: Service Design

www.CompanyWeb.com.br

Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires

36
Governança de Processos

Fonte: http://marktamis.com/2010/10/27/service-agility-thru-adaptive-case-management/

www.CompanyWeb.com.br

Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires

37
www.CompanyWeb.com.br

Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires

38
Fonte: http://pragmaticarchitect.wordpress.com/2013/06/11/how-to-build-a-roadmap-gap-analysis/
www.CompanyWeb.com.br

Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires

39
Fonte: http://www.dts-solution.com/?page_id=2581

www.CompanyWeb.com.br

Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires

40
Fonte: http://datacenterdude.com/wp-content/uploads/2011/04/cloud.roadmap.05.jpg

www.CompanyWeb.com.br

Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires

41
Fonte: http://www.cloudmaturity.com/
www.CompanyWeb.com.br

Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires

42
Fonte: https://communities.netapp.com/community/netapp-blogs/netapp-360/blog/2012/08/29/the-programmable-data-center

www.CompanyWeb.com.br

Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires

43
Fonte: http://www.axeda.com/node/18

www.CompanyWeb.com.br

Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires

44
Fonte: http://social.technet.microsoft.com/wiki/contents/articles/6727.private-cloud-it-capability-and-maturity-model.aspx

www.CompanyWeb.com.br

Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires

45
Quatro passos para o sucesso em projetos de cloud computing

1 – Transformação de infraestrutura
Talvez a mais significativa mudança envolva a
infraestrutura de TI. Nesse cenário, não é mais possível
manter arquiteturas tradicionais fragmentadas, com
pilhas de aplicações e dados segregados em silos de
hardware.
A arquitetura de cloud computing é unificada e fluída.
As aplicações e os dados movem-se pela nuvem para
entregar serviços em qualquer local ou momento.
Fonte: http://imasters.com.br/artigo/19644/cloud/quatro-passos-para-o-sucesso-em-projetos-de-cloud-computing/
www.CompanyWeb.com.br

Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires

46
2 – Transformação de processo e organizacional
Ao longo dos anos, as organizações desenvolveram processos de melhores
práticas para as disciplinas de TI, como as baseadas no ITIL (IT Infrastructure
Library). Essas práticas proporcionam grandes ganhos ao gerar agilidade, reduzir
custos e evitar riscos.
Esses processos devem ser mantidos quando se dá início a um projeto de cloud
computing. E há várias maneiras de utilizá-los, mesmo que seja necessário algum
tipo de mudança para adequação de processos e aumento da sintonia com os
ambientes em nuvem. Para isso, existem várias tecnologias que simplificam e
que automatizam o gerenciamento de processos em nuvem.
Uma orientação a serviço requer uma estrutura organizacional de TI que seja
capaz de gerenciar e de suportar um ambiente de cloud. A transformação pode
envolver várias novas funções. Por exemplo, a empresa pode substituir times
estruturados por linhas de tecnologia por equipes como administração de serviços
ou gerenciamento de produtos de TI que trabalham em uma perspectiva de
serviço que cruza todas as tecnologias.
www.CompanyWeb.com.br

Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires

47
3 – Transformação de serviço
As melhores práticas do ITIL estão focadas em auxiliar as organizações a se
movimentar em uma perspectiva de serviço. A computação em nuvem pode
suportar essa abordagem ao permitir que os executivos solicitem serviços sozinhos,
o que aumenta a agilidade ao atender as necessidades de negócios.
Executivos de negócios não se importam com os componentes da infraestrutura de
TI necessários para entregar um serviço. Eles querem rapidez na solicitação de um
serviço e entrega no prazo. Para atender essas necessidades, padrões facilitam a
requisição de serviços, além de simplificar o gerenciamento e de reduzir os custos.
O gerenciamento de serviços de negócios (Business Service Management) auxilia
as empresas na transição de uma abordagem orientada a serviço para o
gerenciamento de serviços. O BSM é uma abordagem abrangente e uma
plataforma unificada para fazer a TI funcionar. Isso permite gerenciar a
infraestrutura de um ponto de vista do serviço relacionando-os com componentes
ocultos da arquitetura de TI que suportam esses serviços. Desse modo, o
departamento de tecnologia pode gerenciar serviços baseados no impacto que eles
têm nos negócios, aumentando a eficiência.
www.CompanyWeb.com.br

Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires

48
4 – Transformação cultural
No passado, alguns departamentos de TI apresentavam dificuldades
organizacionais ou orçamentárias e, consequentemente, eram lentos
ao atender as solicitações de negócios. Hoje, a computação em
nuvem traz agilidade, atendendo em minutos as demandas de
serviço, o que representa uma grande mudança cultural não só para
a área de TI, mas para todos os departamentos das empresas. Com
isso, os executivos podem ser mais ágeis na resposta às mudanças
de mercado e aproveitar novas oportunidades.
A TI deve ser a força motriz por trás da transformação cultural.
Comunicar de maneira efetiva os benefícios que a computação em
nuvem pode trazer é essencial. A mensagem a ser passada é de que
as pessoas podem solicitar serviços sem esforço, atendendo pedidos
sem atrasos e as expectativas do usuário com serviços de qualidade.

www.CompanyWeb.com.br

Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires

49
Juntando tudo
A computação em nuvem está transformando todos os aspectos da TI:
infraestrutura, processos, orientação a serviços, estrutura organizacional e
cultura corporativa. Mas, apesar de todas as transformações, esse ainda é
um processo em andamento, e as empresas podem ir para a nuvem sem
deixar de lado tudo que foi desenvolvido em seu ambiente tradicional.
Os objetivos corporativos ainda são os mesmos: conseguir ser
extremamente ágil na resposta a demandas de negócios, reduzir custos ao
entregar serviços e minimizar riscos. O cloud computing pode auxiliar a
atingir esses objetivos, e as empresas podem utilizar as tecnologias
(virtualização, automação e portais) que fornecem uma base para projeto de
cloud. As soluções de BSM auxiliam no gerenciamento de serviços para
obter o máximo de valor, fortalecendo os laços entre a TI e os negócios para
auxiliar a garantir o sucesso das empresas.

www.CompanyWeb.com.br

Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires

50
Test Your Cloud Maturity:
A Practical Guide to Self
Assessment
Andi Mann, Vice President, CA Technologies

www.slideshare.net/dresnic/test-your-cloud-maturity-level-a-practical-guide-to-self-assessment

51
www.CompanyWeb.com.br

Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires

52
Toda nova tecnologia gera reflexões.
Em fevereiro de 2012 foi publicado
um ranking comparativo sobre a
utilização da tecnologia Cloud
Computing em alguns países. Uma
vez que o Brasil está em 24o
(vigésimo quarto) lugar comparandoo a outros países mais desenvolvidos
sobre o uso da nova tecnologia, fazse necessário avaliar os riscos dos
itens considerados no trabalho de
pesquisa do BSA - Business
Software Alliance aos interessados
em utilizar a nova tecnologia.

www.CompanyWeb.com.br

Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires

53
A Pontuação Global de
Computação em Nuvem, da BSA,
oferece um roteiro para iniciativas e
políticas que os países podem – e
devem – adotar para que se
materialize todo o potencial de
crescimento econômico. (BSA,
2012, p.1).
www.CompanyWeb.com.br

Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires

54
www.CompanyWeb.com.br

Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires

55
www.CompanyWeb.com.br

Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires

56
www.CompanyWeb.com.br

Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires

57
Fonte: http://pragmaticarchitect.wordpress.com/2013/06/11/how-to-build-a-roadmap-gap-analysis/
www.CompanyWeb.com.br

Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires

58
Clound Computing - Roadmap do Projeto

www.CompanyWeb.com.br

Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires

59
www.CompanyWeb.com.br

Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires

60
www.CompanyWeb.com.br

Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires

61
Checklist Service Design Package SDP

Fonte: http://wiki.en.it-processmaps.com/index.php/Checklist_Service_Design_Package_SDP
www.CompanyWeb.com.br

Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires

62
Processos
De Negócio 1

Processos
De Negócio 2

Processos
De Negócio 3

Catálogo de Serviços do Negócio
Serviço C

Serviço B

Serviço A

Catálogo de Serviços Técnicos
Serviços
Suporte

Hardware

Software

Aplicação

Dados

Fonte: ITIL v3 – livro: Service Design

www.CompanyWeb.com.br

Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires

63
Reflexões sobre o negócio na implantação de Cloud
Computing
catálogo de serviços de TI
• o que deve ser migrado para a tecnologia Cloud
Computing
• sempre avaliando e mitigando os riscos do negócio
em cada uma das aplicações de TI (sistemas) ao
ser transferida a responsabilidade a terceiros
SLA (Service Level Agreement)
• O contratante não pode pensar que somente ter um
contrato bem redigido é o suficiente para
acompanhar seus serviços, e que SLAs (Service
Level Agreement) definidos sejam o suficiente para
se atingir a segurança ou a escalabilidade dos
dados na nuvem.

www.CompanyWeb.com.br

Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires

64
SLA

Incidentes de segurança

RDM urgente

MTBF
tempo médio entre falhas
TME

MTTR
tempo médio de reparo
Satisfação dos stakeholders

Capacidade
uso x planejada

TMA

http://pt.slideshare.net/companyweb/workshop-sla

www.CompanyWeb.com.br

http://pt.slideshare.net/companyweb/company-web-kpiv1-16918986

Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires

65
www.CompanyWeb.com.br
twitter.com/companyweb

slideshare.net/companyweb

contato@CompanyWeb.com.br

facebook.com/companyweb

Vídeos: Gestão & Governança
http://bit.ly/eMR2Vt

66

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Normas e Padrões para a Qualidade de Software
Normas e Padrões para a Qualidade de SoftwareNormas e Padrões para a Qualidade de Software
Normas e Padrões para a Qualidade de Software
Danilo Sousa
 
Following Well Architected Frameworks - Lunch and Learn.pdf
Following Well Architected Frameworks - Lunch and Learn.pdfFollowing Well Architected Frameworks - Lunch and Learn.pdf
Following Well Architected Frameworks - Lunch and Learn.pdf
Amazon Web Services
 
Computação nas nuvens
Computação nas nuvensComputação nas nuvens
Computação nas nuvens
Anna Carolina Soares Medeiros
 
Segurança da informação - Aula 7 - ISO 27002
Segurança da informação - Aula 7 - ISO 27002Segurança da informação - Aula 7 - ISO 27002
Segurança da informação - Aula 7 - ISO 27002
Cleber Fonseca
 
Azure Arc - Managing Hybrid and Multi-Cloud Platforms
Azure Arc - Managing Hybrid and Multi-Cloud PlatformsAzure Arc - Managing Hybrid and Multi-Cloud Platforms
Azure Arc - Managing Hybrid and Multi-Cloud Platforms
WinWire Technologies Inc
 
Palestra: Fundamentos do Desenvolvimento Seguro de Softwares
Palestra: Fundamentos do Desenvolvimento Seguro de SoftwaresPalestra: Fundamentos do Desenvolvimento Seguro de Softwares
Palestra: Fundamentos do Desenvolvimento Seguro de Softwares
Andre Henrique
 
Segurança da Informação - Aula 4 - Malwares
Segurança da Informação - Aula 4 - MalwaresSegurança da Informação - Aula 4 - Malwares
Segurança da Informação - Aula 4 - Malwares
Cleber Fonseca
 
Sistemas Distribuídos - Aspectos de Segurança em Sistemas Distribuídos e JAAS
Sistemas Distribuídos - Aspectos de Segurança em Sistemas Distribuídos e JAASSistemas Distribuídos - Aspectos de Segurança em Sistemas Distribuídos e JAAS
Sistemas Distribuídos - Aspectos de Segurança em Sistemas Distribuídos e JAAS
Adriano Teixeira de Souza
 
Fundamentos de Segurança da Informação
Fundamentos de Segurança da InformaçãoFundamentos de Segurança da Informação
Fundamentos de Segurança da Informação
Escola de Governança da Internet no Brasil
 
Aula 3 - Introdução a cloud computing
Aula 3 - Introdução a cloud computingAula 3 - Introdução a cloud computing
Aula 3 - Introdução a cloud computing
Eduardo de Lucena Falcão
 
Ferramentas de Gerenciamento de Rede
Ferramentas de Gerenciamento de RedeFerramentas de Gerenciamento de Rede
Ferramentas de Gerenciamento de Rede
Helder Lopes
 
Boas Práticas em Segurança da Informação
Boas Práticas em Segurança da InformaçãoBoas Práticas em Segurança da Informação
Boas Práticas em Segurança da Informação
Rodrigo Bueno Santa Maria, BS, MBA
 
Introdução à sistemas distribuídos
Introdução à sistemas distribuídosIntrodução à sistemas distribuídos
Introdução à sistemas distribuídos
Faculdade Mater Christi
 
Seminário Computação em Nuvem
Seminário Computação em NuvemSeminário Computação em Nuvem
Seminário Computação em Nuvem
Leandro Nunes
 
Sistemas de Gerenciamento de Conteúdo
Sistemas de Gerenciamento de ConteúdoSistemas de Gerenciamento de Conteúdo
Sistemas de Gerenciamento de Conteúdo
Tiago Celestino
 
Plano de Continuidade de dos Serviços de TI
Plano de Continuidade de dos Serviços de TIPlano de Continuidade de dos Serviços de TI
Plano de Continuidade de dos Serviços de TI
CompanyWeb
 
Curso completo COBIT 4.1
Curso completo COBIT 4.1Curso completo COBIT 4.1
Curso completo COBIT 4.1
Fernando Palma
 
Resumo ISO 27002
Resumo ISO 27002 Resumo ISO 27002
Resumo ISO 27002
Fernando Palma
 
Projeto em Seguranca da Informação
Projeto em Seguranca da InformaçãoProjeto em Seguranca da Informação
Projeto em Seguranca da Informação
Fernando Palma
 
Aula 05 - Curso GRATUITO EAD de Desenvolvimento Seguro de Software com Alcyon...
Aula 05 - Curso GRATUITO EAD de Desenvolvimento Seguro de Software com Alcyon...Aula 05 - Curso GRATUITO EAD de Desenvolvimento Seguro de Software com Alcyon...
Aula 05 - Curso GRATUITO EAD de Desenvolvimento Seguro de Software com Alcyon...
Alcyon Ferreira de Souza Junior, MSc
 

Mais procurados (20)

Normas e Padrões para a Qualidade de Software
Normas e Padrões para a Qualidade de SoftwareNormas e Padrões para a Qualidade de Software
Normas e Padrões para a Qualidade de Software
 
Following Well Architected Frameworks - Lunch and Learn.pdf
Following Well Architected Frameworks - Lunch and Learn.pdfFollowing Well Architected Frameworks - Lunch and Learn.pdf
Following Well Architected Frameworks - Lunch and Learn.pdf
 
Computação nas nuvens
Computação nas nuvensComputação nas nuvens
Computação nas nuvens
 
Segurança da informação - Aula 7 - ISO 27002
Segurança da informação - Aula 7 - ISO 27002Segurança da informação - Aula 7 - ISO 27002
Segurança da informação - Aula 7 - ISO 27002
 
Azure Arc - Managing Hybrid and Multi-Cloud Platforms
Azure Arc - Managing Hybrid and Multi-Cloud PlatformsAzure Arc - Managing Hybrid and Multi-Cloud Platforms
Azure Arc - Managing Hybrid and Multi-Cloud Platforms
 
Palestra: Fundamentos do Desenvolvimento Seguro de Softwares
Palestra: Fundamentos do Desenvolvimento Seguro de SoftwaresPalestra: Fundamentos do Desenvolvimento Seguro de Softwares
Palestra: Fundamentos do Desenvolvimento Seguro de Softwares
 
Segurança da Informação - Aula 4 - Malwares
Segurança da Informação - Aula 4 - MalwaresSegurança da Informação - Aula 4 - Malwares
Segurança da Informação - Aula 4 - Malwares
 
Sistemas Distribuídos - Aspectos de Segurança em Sistemas Distribuídos e JAAS
Sistemas Distribuídos - Aspectos de Segurança em Sistemas Distribuídos e JAASSistemas Distribuídos - Aspectos de Segurança em Sistemas Distribuídos e JAAS
Sistemas Distribuídos - Aspectos de Segurança em Sistemas Distribuídos e JAAS
 
Fundamentos de Segurança da Informação
Fundamentos de Segurança da InformaçãoFundamentos de Segurança da Informação
Fundamentos de Segurança da Informação
 
Aula 3 - Introdução a cloud computing
Aula 3 - Introdução a cloud computingAula 3 - Introdução a cloud computing
Aula 3 - Introdução a cloud computing
 
Ferramentas de Gerenciamento de Rede
Ferramentas de Gerenciamento de RedeFerramentas de Gerenciamento de Rede
Ferramentas de Gerenciamento de Rede
 
Boas Práticas em Segurança da Informação
Boas Práticas em Segurança da InformaçãoBoas Práticas em Segurança da Informação
Boas Práticas em Segurança da Informação
 
Introdução à sistemas distribuídos
Introdução à sistemas distribuídosIntrodução à sistemas distribuídos
Introdução à sistemas distribuídos
 
Seminário Computação em Nuvem
Seminário Computação em NuvemSeminário Computação em Nuvem
Seminário Computação em Nuvem
 
Sistemas de Gerenciamento de Conteúdo
Sistemas de Gerenciamento de ConteúdoSistemas de Gerenciamento de Conteúdo
Sistemas de Gerenciamento de Conteúdo
 
Plano de Continuidade de dos Serviços de TI
Plano de Continuidade de dos Serviços de TIPlano de Continuidade de dos Serviços de TI
Plano de Continuidade de dos Serviços de TI
 
Curso completo COBIT 4.1
Curso completo COBIT 4.1Curso completo COBIT 4.1
Curso completo COBIT 4.1
 
Resumo ISO 27002
Resumo ISO 27002 Resumo ISO 27002
Resumo ISO 27002
 
Projeto em Seguranca da Informação
Projeto em Seguranca da InformaçãoProjeto em Seguranca da Informação
Projeto em Seguranca da Informação
 
Aula 05 - Curso GRATUITO EAD de Desenvolvimento Seguro de Software com Alcyon...
Aula 05 - Curso GRATUITO EAD de Desenvolvimento Seguro de Software com Alcyon...Aula 05 - Curso GRATUITO EAD de Desenvolvimento Seguro de Software com Alcyon...
Aula 05 - Curso GRATUITO EAD de Desenvolvimento Seguro de Software com Alcyon...
 

Destaque

Cloud Computing (Computação nas nuvens)
Cloud Computing (Computação nas nuvens)Cloud Computing (Computação nas nuvens)
Cloud Computing (Computação nas nuvens)
rennanf
 
Cloud Computing Apresentacao Uscs Final
Cloud Computing Apresentacao Uscs FinalCloud Computing Apresentacao Uscs Final
Cloud Computing Apresentacao Uscs Final
Eduardo Bregaida
 
Computação na nuvem
Computação na nuvemComputação na nuvem
Computação na nuvem
Chellton Almeida
 
Computação nas Nuvens, Cloud Computer, História, Desenvolvimento & Transf...
Computação nas Nuvens, Cloud Computer, História, Desenvolvimento & Transf...Computação nas Nuvens, Cloud Computer, História, Desenvolvimento & Transf...
Computação nas Nuvens, Cloud Computer, História, Desenvolvimento & Transf...
Eduardo Monte Claro
 
Computação em nuvens
Computação em nuvensComputação em nuvens
Computação em nuvens
Mariangela Santos
 
Entendendo a computação em nuvem
Entendendo a computação em nuvemEntendendo a computação em nuvem
Entendendo a computação em nuvem
Leonardo Grandinetti Chaves
 
Apresentação da nova plataforma Dotstore
Apresentação da nova plataforma DotstoreApresentação da nova plataforma Dotstore
Apresentação da nova plataforma Dotstore
Felipe Martins
 
Tecnologias Atuais de Redes - Aula 6 - Cloud Computing [Apostila]
Tecnologias Atuais de Redes - Aula 6 - Cloud Computing [Apostila]Tecnologias Atuais de Redes - Aula 6 - Cloud Computing [Apostila]
Tecnologias Atuais de Redes - Aula 6 - Cloud Computing [Apostila]
Ministério Público da Paraíba
 
SSI 2012 - Computação em Nuvem
SSI 2012 - Computação em NuvemSSI 2012 - Computação em Nuvem
SSI 2012 - Computação em Nuvem
Fabrício Lopes Sanchez
 
Apresentação cloud computing senac
Apresentação cloud computing senacApresentação cloud computing senac
Apresentação cloud computing senac
frank encarnacão
 
Infraestrutura de cloud computing
Infraestrutura de cloud computingInfraestrutura de cloud computing
Infraestrutura de cloud computing
Fabio Leandro
 
Curso Sobre Cloud Computing
Curso Sobre Cloud ComputingCurso Sobre Cloud Computing
Curso Sobre Cloud Computing
Fórmula do Sucesso
 
Computação em Nuvem (conceito resumido)
Computação em Nuvem (conceito resumido)Computação em Nuvem (conceito resumido)
Computação em Nuvem (conceito resumido)
Denis Felix
 
Cloud computing
Cloud computingCloud computing
Cloud computing
laisgrazielly
 
Apresentação - Cloud Computing
Apresentação - Cloud ComputingApresentação - Cloud Computing
Apresentação - Cloud Computing
UniCloud
 
Apresentação cloud computing
Apresentação   cloud computingApresentação   cloud computing
Apresentação cloud computing
Victor Queiroga
 
Apresentação Cloud Computing World Forum
Apresentação Cloud Computing World ForumApresentação Cloud Computing World Forum
Apresentação Cloud Computing World Forum
Amazon Web Services LATAM
 
Segurança na Nuvem: Conformidades e Riscos
Segurança na Nuvem: Conformidades e RiscosSegurança na Nuvem: Conformidades e Riscos
Segurança na Nuvem: Conformidades e Riscos
Rodrigo Felipe Betussi
 
Segurança e privacidade em computação em nuvem - uma visão geral
Segurança e privacidade em computação em nuvem - uma visão geralSegurança e privacidade em computação em nuvem - uma visão geral
Segurança e privacidade em computação em nuvem - uma visão geral
Luiz Amelotti
 
Cedaspy manaus
Cedaspy manausCedaspy manaus
Cedaspy manaus
Professores Cedaspy
 

Destaque (20)

Cloud Computing (Computação nas nuvens)
Cloud Computing (Computação nas nuvens)Cloud Computing (Computação nas nuvens)
Cloud Computing (Computação nas nuvens)
 
Cloud Computing Apresentacao Uscs Final
Cloud Computing Apresentacao Uscs FinalCloud Computing Apresentacao Uscs Final
Cloud Computing Apresentacao Uscs Final
 
Computação na nuvem
Computação na nuvemComputação na nuvem
Computação na nuvem
 
Computação nas Nuvens, Cloud Computer, História, Desenvolvimento & Transf...
Computação nas Nuvens, Cloud Computer, História, Desenvolvimento & Transf...Computação nas Nuvens, Cloud Computer, História, Desenvolvimento & Transf...
Computação nas Nuvens, Cloud Computer, História, Desenvolvimento & Transf...
 
Computação em nuvens
Computação em nuvensComputação em nuvens
Computação em nuvens
 
Entendendo a computação em nuvem
Entendendo a computação em nuvemEntendendo a computação em nuvem
Entendendo a computação em nuvem
 
Apresentação da nova plataforma Dotstore
Apresentação da nova plataforma DotstoreApresentação da nova plataforma Dotstore
Apresentação da nova plataforma Dotstore
 
Tecnologias Atuais de Redes - Aula 6 - Cloud Computing [Apostila]
Tecnologias Atuais de Redes - Aula 6 - Cloud Computing [Apostila]Tecnologias Atuais de Redes - Aula 6 - Cloud Computing [Apostila]
Tecnologias Atuais de Redes - Aula 6 - Cloud Computing [Apostila]
 
SSI 2012 - Computação em Nuvem
SSI 2012 - Computação em NuvemSSI 2012 - Computação em Nuvem
SSI 2012 - Computação em Nuvem
 
Apresentação cloud computing senac
Apresentação cloud computing senacApresentação cloud computing senac
Apresentação cloud computing senac
 
Infraestrutura de cloud computing
Infraestrutura de cloud computingInfraestrutura de cloud computing
Infraestrutura de cloud computing
 
Curso Sobre Cloud Computing
Curso Sobre Cloud ComputingCurso Sobre Cloud Computing
Curso Sobre Cloud Computing
 
Computação em Nuvem (conceito resumido)
Computação em Nuvem (conceito resumido)Computação em Nuvem (conceito resumido)
Computação em Nuvem (conceito resumido)
 
Cloud computing
Cloud computingCloud computing
Cloud computing
 
Apresentação - Cloud Computing
Apresentação - Cloud ComputingApresentação - Cloud Computing
Apresentação - Cloud Computing
 
Apresentação cloud computing
Apresentação   cloud computingApresentação   cloud computing
Apresentação cloud computing
 
Apresentação Cloud Computing World Forum
Apresentação Cloud Computing World ForumApresentação Cloud Computing World Forum
Apresentação Cloud Computing World Forum
 
Segurança na Nuvem: Conformidades e Riscos
Segurança na Nuvem: Conformidades e RiscosSegurança na Nuvem: Conformidades e Riscos
Segurança na Nuvem: Conformidades e Riscos
 
Segurança e privacidade em computação em nuvem - uma visão geral
Segurança e privacidade em computação em nuvem - uma visão geralSegurança e privacidade em computação em nuvem - uma visão geral
Segurança e privacidade em computação em nuvem - uma visão geral
 
Cedaspy manaus
Cedaspy manausCedaspy manaus
Cedaspy manaus
 

Semelhante a Cloud Computing - Computação em Nuvem

Riscos de segurança em cloud computing - Parte 4
Riscos de segurança em cloud computing - Parte 4Riscos de segurança em cloud computing - Parte 4
Riscos de segurança em cloud computing - Parte 4
Fristtram Helder Fernandes
 
SaaS - Software como Serviço
SaaS - Software como ServiçoSaaS - Software como Serviço
SaaS - Software como Serviço
Ricardo Saldanha
 
Cloud Computing
Cloud ComputingCloud Computing
Cloud Computing
Elvis Fusco
 
Teoria de Sistemas de Informação - Atividade: Tecnologia e SI
Teoria de Sistemas de Informação - Atividade: Tecnologia e SITeoria de Sistemas de Informação - Atividade: Tecnologia e SI
Teoria de Sistemas de Informação - Atividade: Tecnologia e SI
Alessandro Almeida
 
3a Web Aula - Gestão de Tecnologia da Informação.pdf
3a Web Aula - Gestão de Tecnologia da Informação.pdf3a Web Aula - Gestão de Tecnologia da Informação.pdf
3a Web Aula - Gestão de Tecnologia da Informação.pdf
Dimas Francisco
 
Apresentação (resumido) oxti
Apresentação (resumido)   oxtiApresentação (resumido)   oxti
Apresentação (resumido) oxti
OXTI
 
Guia de compras - Microsoft Azure
Guia de compras - Microsoft AzureGuia de compras - Microsoft Azure
Guia de compras - Microsoft Azure
Renato Grau
 
Cloud computing
Cloud computingCloud computing
Cloud computing
Roney Médice
 
Fitic 2016 - Palestra Cloud - Andrea Rigoni
Fitic 2016 - Palestra Cloud - Andrea RigoniFitic 2016 - Palestra Cloud - Andrea Rigoni
Fitic 2016 - Palestra Cloud - Andrea Rigoni
Andrea Rigoni
 
Artigo cloud computing pdf
Artigo cloud computing pdfArtigo cloud computing pdf
Artigo cloud computing pdf
Universidade de São Paulo (EEL USP)
 
Software as a Service
Software as a ServiceSoftware as a Service
Software as a Service
Denis Vieira
 
Pré agenda para o CMG Impact 2019
Pré agenda para o CMG Impact 2019Pré agenda para o CMG Impact 2019
Pré agenda para o CMG Impact 2019
Joao Galdino Mello de Souza
 
Estratégias e governança para decisão e adoção de cloudy
Estratégias e governança para decisão e adoção de cloudyEstratégias e governança para decisão e adoção de cloudy
Estratégias e governança para decisão e adoção de cloudy
Priscila Stuani
 
PaaS (Plataforma Como Serviço) é o Verdadeiro Pote de Ouro de Cloud Computing
PaaS (Plataforma Como Serviço) é o Verdadeiro Pote de Ouro de Cloud ComputingPaaS (Plataforma Como Serviço) é o Verdadeiro Pote de Ouro de Cloud Computing
PaaS (Plataforma Como Serviço) é o Verdadeiro Pote de Ouro de Cloud Computing
CI&T
 
Cloud computing
Cloud computingCloud computing
Cloud computing-curso-dia2
Cloud computing-curso-dia2Cloud computing-curso-dia2
Cloud computing-curso-dia2
Ademar Freitas
 
Saa s software como serviço (slides)
Saa s   software como serviço (slides)Saa s   software como serviço (slides)
Saa s software como serviço (slides)
Daniela Nunes
 
SISTEMAS COMPUTACIONAIS_COMPUTAÇÃO NA NUVEM
SISTEMAS COMPUTACIONAIS_COMPUTAÇÃO NA NUVEMSISTEMAS COMPUTACIONAIS_COMPUTAÇÃO NA NUVEM
SISTEMAS COMPUTACIONAIS_COMPUTAÇÃO NA NUVEM
silvia_ctdi
 
Cloud Computing
Cloud ComputingCloud Computing
Cloud Computing
Elvis Fusco
 
Computação em Nuvem - Cloud Computing
Computação em Nuvem - Cloud ComputingComputação em Nuvem - Cloud Computing
Computação em Nuvem - Cloud Computing
Allan Reis
 

Semelhante a Cloud Computing - Computação em Nuvem (20)

Riscos de segurança em cloud computing - Parte 4
Riscos de segurança em cloud computing - Parte 4Riscos de segurança em cloud computing - Parte 4
Riscos de segurança em cloud computing - Parte 4
 
SaaS - Software como Serviço
SaaS - Software como ServiçoSaaS - Software como Serviço
SaaS - Software como Serviço
 
Cloud Computing
Cloud ComputingCloud Computing
Cloud Computing
 
Teoria de Sistemas de Informação - Atividade: Tecnologia e SI
Teoria de Sistemas de Informação - Atividade: Tecnologia e SITeoria de Sistemas de Informação - Atividade: Tecnologia e SI
Teoria de Sistemas de Informação - Atividade: Tecnologia e SI
 
3a Web Aula - Gestão de Tecnologia da Informação.pdf
3a Web Aula - Gestão de Tecnologia da Informação.pdf3a Web Aula - Gestão de Tecnologia da Informação.pdf
3a Web Aula - Gestão de Tecnologia da Informação.pdf
 
Apresentação (resumido) oxti
Apresentação (resumido)   oxtiApresentação (resumido)   oxti
Apresentação (resumido) oxti
 
Guia de compras - Microsoft Azure
Guia de compras - Microsoft AzureGuia de compras - Microsoft Azure
Guia de compras - Microsoft Azure
 
Cloud computing
Cloud computingCloud computing
Cloud computing
 
Fitic 2016 - Palestra Cloud - Andrea Rigoni
Fitic 2016 - Palestra Cloud - Andrea RigoniFitic 2016 - Palestra Cloud - Andrea Rigoni
Fitic 2016 - Palestra Cloud - Andrea Rigoni
 
Artigo cloud computing pdf
Artigo cloud computing pdfArtigo cloud computing pdf
Artigo cloud computing pdf
 
Software as a Service
Software as a ServiceSoftware as a Service
Software as a Service
 
Pré agenda para o CMG Impact 2019
Pré agenda para o CMG Impact 2019Pré agenda para o CMG Impact 2019
Pré agenda para o CMG Impact 2019
 
Estratégias e governança para decisão e adoção de cloudy
Estratégias e governança para decisão e adoção de cloudyEstratégias e governança para decisão e adoção de cloudy
Estratégias e governança para decisão e adoção de cloudy
 
PaaS (Plataforma Como Serviço) é o Verdadeiro Pote de Ouro de Cloud Computing
PaaS (Plataforma Como Serviço) é o Verdadeiro Pote de Ouro de Cloud ComputingPaaS (Plataforma Como Serviço) é o Verdadeiro Pote de Ouro de Cloud Computing
PaaS (Plataforma Como Serviço) é o Verdadeiro Pote de Ouro de Cloud Computing
 
Cloud computing
Cloud computingCloud computing
Cloud computing
 
Cloud computing-curso-dia2
Cloud computing-curso-dia2Cloud computing-curso-dia2
Cloud computing-curso-dia2
 
Saa s software como serviço (slides)
Saa s   software como serviço (slides)Saa s   software como serviço (slides)
Saa s software como serviço (slides)
 
SISTEMAS COMPUTACIONAIS_COMPUTAÇÃO NA NUVEM
SISTEMAS COMPUTACIONAIS_COMPUTAÇÃO NA NUVEMSISTEMAS COMPUTACIONAIS_COMPUTAÇÃO NA NUVEM
SISTEMAS COMPUTACIONAIS_COMPUTAÇÃO NA NUVEM
 
Cloud Computing
Cloud ComputingCloud Computing
Cloud Computing
 
Computação em Nuvem - Cloud Computing
Computação em Nuvem - Cloud ComputingComputação em Nuvem - Cloud Computing
Computação em Nuvem - Cloud Computing
 

Mais de CompanyWeb

Jornada do Risco - 1/2 parte
Jornada do Risco - 1/2 parteJornada do Risco - 1/2 parte
Jornada do Risco - 1/2 parte
CompanyWeb
 
Infográfico do Roadmap do PMO
Infográfico do Roadmap do PMOInfográfico do Roadmap do PMO
Infográfico do Roadmap do PMO
CompanyWeb
 
Roadmap do PMO
Roadmap do PMORoadmap do PMO
Roadmap do PMO
CompanyWeb
 
Fluxo dos projetos dentro do Escritório de Projeto (PMO)
Fluxo dos projetos dentro do Escritório de Projeto (PMO)Fluxo dos projetos dentro do Escritório de Projeto (PMO)
Fluxo dos projetos dentro do Escritório de Projeto (PMO)
CompanyWeb
 
Mentoria em Compliance, BPM e Gestão de Riscos e Controles Internos
Mentoria em Compliance, BPM e Gestão de Riscos e Controles InternosMentoria em Compliance, BPM e Gestão de Riscos e Controles Internos
Mentoria em Compliance, BPM e Gestão de Riscos e Controles Internos
CompanyWeb
 
LGPD - Projeto de compliance em 4 fases
LGPD - Projeto de compliance em 4 fasesLGPD - Projeto de compliance em 4 fases
LGPD - Projeto de compliance em 4 fases
CompanyWeb
 
LGPD
LGPDLGPD
Apresentação Executiva da CompanyWeb
Apresentação Executiva da CompanyWebApresentação Executiva da CompanyWeb
Apresentação Executiva da CompanyWeb
CompanyWeb
 
ITIL 4
ITIL 4ITIL 4
ITIL 4
CompanyWeb
 
Privacy Manager - Para atender compliance LGPD
Privacy Manager - Para atender compliance LGPDPrivacy Manager - Para atender compliance LGPD
Privacy Manager - Para atender compliance LGPD
CompanyWeb
 
Gestão Eficaz da GRC - Governança, Risco e Conformidade | Três Linhas de Defesa
Gestão Eficaz da GRC - Governança, Risco e Conformidade | Três Linhas de DefesaGestão Eficaz da GRC - Governança, Risco e Conformidade | Três Linhas de Defesa
Gestão Eficaz da GRC - Governança, Risco e Conformidade | Três Linhas de Defesa
CompanyWeb
 
ISO 19600 - Programa de Compliance
ISO 19600 - Programa de ComplianceISO 19600 - Programa de Compliance
ISO 19600 - Programa de Compliance
CompanyWeb
 
EAD - FAP Formação Analista de Processos
EAD - FAP Formação Analista de ProcessosEAD - FAP Formação Analista de Processos
EAD - FAP Formação Analista de Processos
CompanyWeb
 
Curso FAP – Analista de Processos de Negócios
Curso FAP – Analista de Processos de NegóciosCurso FAP – Analista de Processos de Negócios
Curso FAP – Analista de Processos de Negócios
CompanyWeb
 
Software riskM - Tutorial
Software riskM - TutorialSoftware riskM - Tutorial
Software riskM - Tutorial
CompanyWeb
 
Software riskM | Gestão Eficaz da GRC – Governança, Risco e Conformidade
Software riskM | Gestão Eficaz da GRC – Governança, Risco e ConformidadeSoftware riskM | Gestão Eficaz da GRC – Governança, Risco e Conformidade
Software riskM | Gestão Eficaz da GRC – Governança, Risco e Conformidade
CompanyWeb
 
Compliance em Fundações
Compliance em FundaçõesCompliance em Fundações
Compliance em Fundações
CompanyWeb
 
Matriz de Risco Corporativo | em 3 passos
Matriz de Risco Corporativo | em 3 passosMatriz de Risco Corporativo | em 3 passos
Matriz de Risco Corporativo | em 3 passos
CompanyWeb
 
Liderando Mudança
Liderando MudançaLiderando Mudança
Liderando Mudança
CompanyWeb
 
Infográfico - Programa de Compliance & Integridade – 6 passos para implantação
Infográfico - Programa de Compliance & Integridade  – 6 passos para implantaçãoInfográfico - Programa de Compliance & Integridade  – 6 passos para implantação
Infográfico - Programa de Compliance & Integridade – 6 passos para implantação
CompanyWeb
 

Mais de CompanyWeb (20)

Jornada do Risco - 1/2 parte
Jornada do Risco - 1/2 parteJornada do Risco - 1/2 parte
Jornada do Risco - 1/2 parte
 
Infográfico do Roadmap do PMO
Infográfico do Roadmap do PMOInfográfico do Roadmap do PMO
Infográfico do Roadmap do PMO
 
Roadmap do PMO
Roadmap do PMORoadmap do PMO
Roadmap do PMO
 
Fluxo dos projetos dentro do Escritório de Projeto (PMO)
Fluxo dos projetos dentro do Escritório de Projeto (PMO)Fluxo dos projetos dentro do Escritório de Projeto (PMO)
Fluxo dos projetos dentro do Escritório de Projeto (PMO)
 
Mentoria em Compliance, BPM e Gestão de Riscos e Controles Internos
Mentoria em Compliance, BPM e Gestão de Riscos e Controles InternosMentoria em Compliance, BPM e Gestão de Riscos e Controles Internos
Mentoria em Compliance, BPM e Gestão de Riscos e Controles Internos
 
LGPD - Projeto de compliance em 4 fases
LGPD - Projeto de compliance em 4 fasesLGPD - Projeto de compliance em 4 fases
LGPD - Projeto de compliance em 4 fases
 
LGPD
LGPDLGPD
LGPD
 
Apresentação Executiva da CompanyWeb
Apresentação Executiva da CompanyWebApresentação Executiva da CompanyWeb
Apresentação Executiva da CompanyWeb
 
ITIL 4
ITIL 4ITIL 4
ITIL 4
 
Privacy Manager - Para atender compliance LGPD
Privacy Manager - Para atender compliance LGPDPrivacy Manager - Para atender compliance LGPD
Privacy Manager - Para atender compliance LGPD
 
Gestão Eficaz da GRC - Governança, Risco e Conformidade | Três Linhas de Defesa
Gestão Eficaz da GRC - Governança, Risco e Conformidade | Três Linhas de DefesaGestão Eficaz da GRC - Governança, Risco e Conformidade | Três Linhas de Defesa
Gestão Eficaz da GRC - Governança, Risco e Conformidade | Três Linhas de Defesa
 
ISO 19600 - Programa de Compliance
ISO 19600 - Programa de ComplianceISO 19600 - Programa de Compliance
ISO 19600 - Programa de Compliance
 
EAD - FAP Formação Analista de Processos
EAD - FAP Formação Analista de ProcessosEAD - FAP Formação Analista de Processos
EAD - FAP Formação Analista de Processos
 
Curso FAP – Analista de Processos de Negócios
Curso FAP – Analista de Processos de NegóciosCurso FAP – Analista de Processos de Negócios
Curso FAP – Analista de Processos de Negócios
 
Software riskM - Tutorial
Software riskM - TutorialSoftware riskM - Tutorial
Software riskM - Tutorial
 
Software riskM | Gestão Eficaz da GRC – Governança, Risco e Conformidade
Software riskM | Gestão Eficaz da GRC – Governança, Risco e ConformidadeSoftware riskM | Gestão Eficaz da GRC – Governança, Risco e Conformidade
Software riskM | Gestão Eficaz da GRC – Governança, Risco e Conformidade
 
Compliance em Fundações
Compliance em FundaçõesCompliance em Fundações
Compliance em Fundações
 
Matriz de Risco Corporativo | em 3 passos
Matriz de Risco Corporativo | em 3 passosMatriz de Risco Corporativo | em 3 passos
Matriz de Risco Corporativo | em 3 passos
 
Liderando Mudança
Liderando MudançaLiderando Mudança
Liderando Mudança
 
Infográfico - Programa de Compliance & Integridade – 6 passos para implantação
Infográfico - Programa de Compliance & Integridade  – 6 passos para implantaçãoInfográfico - Programa de Compliance & Integridade  – 6 passos para implantação
Infográfico - Programa de Compliance & Integridade – 6 passos para implantação
 

Cloud Computing - Computação em Nuvem

  • 2. A CompanyWeb® tem 14 anos de experiência em serviços de consultoria e treinamento em Governança e Gestão de TI (Governança de Tecnologia da Informação, Gestão por Processos, e Engenharia de Software). Nossos principais clientes são: Petrobras, Banco do Brasil, Ambev, Correios, JBS Friboi, Aços Villares, Serasa, Honda, Gerdau, Medley, Yamaha, Bertin, Banco Bradesco, Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo, Bradesco Seguros, Coca-cola, Sabesp, Nova Schin, Novartis, Comgás, Cervejaria Petrópolis e outros. www.CompanyWeb.com.br Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires 2 2
  • 3. Facilitador Uires Tapajós Palestrante e Consultor especialista em GRC - Governança, Risco e Conformidade da CompanyWeb®; Professor de MBAs em instituições Federais e Privadas; Especialista em Estratégias pela FGV em São Paulo; Possui a CGEIT® (Certified in the Governance of Enterprise Information Technology) emitida pelo ISACA® e outras certificações. www.CompanyWeb.com.br Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires 3 3
  • 4. Portfólio Treinamento Consultoria Solução Treinamento Consultoria Governança & Gestão da TI: Governança e Gestão da Tecnologia da Informação Gestão de Serviços de TI (ITIL/ISO 20000) Melhoria de Processos Implantação de Escritório de Projetos com as melhores práticas do PMI® Gestão de Risco Segurança da Informação | ISO 27001 Projetos para adoção das melhores práticas: COBIT, ITIL, SCRUM, eSCM, PMBOK, BSC, COSO, CBOK, BABOK, FDD, TDD, SOX, DRP (PCN) www.CompanyWeb.com.br GRC (Governança, Risco e Compliance): . Gestão de Risco com COSO . Gestão de Risco de TI . Segurança da Informação com ISO 27001 Governança e Gestão de Serviços de TI: . Certificação ITIL / Certificação Cobit. . ITIL/Cobit Implementation. . Formação de Analista em Governança de TI. BPM (Processos) . Gestão por Processos de Negócios . Formação Analista de Processo de Negócio Negócios & Gestão de Pessoas: . Estratégia e BSC . Formação Analista de Negócio . Liderança com foco em Resultados . Práticas de Gestão de Projetos Métodos Ágeis e Engenharia de Software: . Métodos Ágeis (SCRUM e FDD) . Qualidade e Maturidade em Desenvolvimento de Software . Formação em Engenharia de Software Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires 4 4
  • 5. Seção I. Arquitetura da Nuvem www.CompanyWeb.com.br Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires 5
  • 6. Origem www.CompanyWeb.com.br Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires 6
  • 7. www.CompanyWeb.com.br Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires 7
  • 8. Computação em Nuvem - Cloud Security Alliance • Computação em nuvem (“Nuvem”) é um termo em evolução que descreve o desenvolvimento de muitas das tecnologias e abordagens existentes em computação para algo distinto. A nuvem separa as aplicações e os recursos de informação de sua infraestrutura básica, e os mecanismos utilizados para entregá-los. • A nuvem realça a colaboração, agilidade, escalabilidade e disponibilidade, e oferece o potencial para redução de custos através de computação eficiente e otimizada. • Mais especificamente, a nuvem descreve o uso de uma coleção de serviços, aplicações, informação e infraestrutura composta por pools de recursos computacionais, de rede, de informação e de armazenamento. Estes componentes podem ser rapidamente organizados, provisionados, implementados, desativados, e escalados para cima ou para baixo, provendo um modelo de alocação e consumo baseado na demanda de recursos. • Sob a perspectiva da arquitetura, há muita confusão em torno de como a nuvem é tanto similar e diferente dos modelos computacionais existentes, e como estas similaridades e diferenças impactam nas abordagens organizacionais, operacionais, e tecnológicas para as práticas de segurança da informação e de redes. • Existem muitas definições atualmente que tentam endereçar a nuvem da perspectiva de acadêmicos, arquitetos, engenheiros, desenvolvedores, gerentes e consumidores. Este documento foca na definição que é especificamente desenhada para a perspectiva única dos profissionais de segurança de TI (Tecnologia da Infomação) e redes. • As chaves para entender como a arquitetura da nuvem impacta a arquitetura de segurança são baseados em uma nomenclatura comum e concisa, associada com uma taxonomia consistente de ofertas de como os serviços e arquiteturas de serviços na nuvem podem ser interpretadas, mapeadas para um modelo de Fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/Computa%C3%A7%C3%A3o_em_nuvem controles compensatórios de segurança e operacionais, frameworks de análise e gerenciamento de risco, e de acordo com padrões de conformidade. www.CompanyWeb.com.br Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires 8
  • 9. www.CompanyWeb.com.br Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires 9
  • 10. Gartner O Gartner (2008) define o termo Cloud Computing como computação em nuvem, em que recursos relacionados de Tecnologia da Informação e Comunicação são fornecidos "como serviço" usando tecnologias de Internet para vários clientes externos. Segundo Daryl Plummer, vice-presidente do Gartner o uso, cada vez mais, dos recursos tecnológicos na internet "se deve, em parte, à popularização e padronização de tecnologias, e mais importante, ao dramático crescimento da popularidade da Internet." Portanto, o desenvolvimento explosivo das tecnologias da internet mostra-se positivo e impositivo à sua utilização. No entanto, pontos negativos também estão presentes em sua aplicabilidade. Sendo assim, partindo do princípio da inevitabilidade da adoção de soluções de Cloud Computing, o objetivo deste estudo é apresentar alguns pontos a serem considerados ao se fazer a sua implementação, a fim de minimizar impactos negativos nos órgãos e entidades públicas. São questões que perpassam pela governança de processos, segurança da informação, infraestrutura, legislação e interoperabilidade dos serviços públicos. www.CompanyWeb.com.br Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires 10
  • 11. www.CompanyWeb.com.br Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires 11
  • 12. A ISACA (2009, p.5) fundamenta a denominação de Cloud Computing do Gartner ao definir que: a computação em nuvem como um modelo para permitir o acesso à rede sob demanda, de forma conveniente, a um conjunto compartilhado de recursos de computação configuráveis (por exemplo, redes, servidores, armazenamento, aplicativos e serviços) que podem ser rapidamente fornecidos e lançados com o mínimo esforço de gestão ou interação do prestador de serviço. www.CompanyWeb.com.br Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires 12
  • 13. 13
  • 14. Corrida pela tecnologia Empresas como Amazon, Google, IBM e Microsoft foram as primeiras a iniciar uma grande ofensiva nessa "nuvem de informação" (information cloud), que especialistas consideram uma "nova fronteira da era digital". Aos poucos, essa tecnologia vai deixando de ser utilizada apenas em laboratórios para ingressar nas empresas e, em breve, em computadores domésticos. www.CompanyWeb.com.br Fonte: http://finance.yahoo.com/news/amazon-crushing-ibm-microsoft-google-213427335.html Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires 14
  • 15. Cenários típicos para projetos Cloud Computing se aplica Contratação de uma infraestrutura com data de início e fim a qual será utilizada para o desenvolvimento de um projeto. Como serviço de e-mail corporativo, mas temos que entender bem algumas regras e premissas. Como solução de Disaster & Recovery . É inegável o baixo custo quanto a utilização de um site backup hospedado em Cloud, onde ele só será utilizado para sincronismo de ambientes, realização de testes e no momento do desastre . Para empresas embrionárias ou com pouco fluxo de caixa para gastar com hardware. Contratação de um cluster composto por servidores com alto poder de processamento e memória para compilar ou decompilar algumas coisas . Fonte: http://blog.corujadeti.com.br/projetos-em-cloud-computing/ www.CompanyWeb.com.br Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires 15
  • 16. Cenários típicos para projetos Cloud Computing se aplica Sistemas independentes de plataforma; Dados centralizados em um único local lógico; Mesma experiência em acesso remoto; Infraestrutura flexível; Redução em custos de energia e compliance com Green IT; Backup centralizado; Mínimo de downtime em upgrade de hardware; Atualizações de software em um único ponto. Fonte: http://www.usp.br/arquivogeral/wp-content/uploads/2011/11/Cyrano-Rizzo.pdf www.CompanyWeb.com.br Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires 16
  • 17. Modelo Visual de Definição de Computação em Nuvem do NIST Desta forma, tais definições são observadas no modelo do NIST (2011), que é uma entidade governamental americana, em que o termo computação em nuvem se define a partir de: cinco características essenciais, três modelos de serviço e quatro modelos de implementação O National Institute of Standards and Technology (NIST) (em português: Instituto Nacional de Padrões e Tecnologia), anteriormente conhecido como The National Bureau of Standards, é uma agência governamental não-regulatória da administração de tecnologia do Departamento de Comércio dos Estados Unidos. A missão do instituto é promover a inovação e a competitividade industrial dos Estados Unidos, promovendo a metrologia, os padrões e a tecnologia de forma que ampliem a segurança econômica e melhorem a qualidade de vida. Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/NIST www.CompanyWeb.com.br Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires 17
  • 18. www.CompanyWeb.com.br Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires 18
  • 19. Os modelos de nuvens www.CompanyWeb.com.br Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires 19
  • 20. www.CompanyWeb.com.br Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires 20
  • 21. www.CompanyWeb.com.br Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires
  • 22. www.CompanyWeb.com.br Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires 22
  • 24. www.CompanyWeb.com.br Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires 24
  • 26. Lock In em gíria empresarial informática é um termo utilizado para significar o acorrentar a um fornecedor. Sentimento de ‘confiança’ www.CompanyWeb.com.br Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires 26
  • 27. Domínios de Governança www.CompanyWeb.com.br Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires 27
  • 28. www.CompanyWeb.com.br Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires 28
  • 29. 29 www.CompanyWeb.com.br Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires 29
  • 30. www.CompanyWeb.com.br Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires 30
  • 31. Riscos Em 2009, uma pesquisa global do IDC com executivos de TI sobre quais eram suas preocupações com Cloud Computing, apontava que a segurança era a principal preocupação e impedimento para moverem-se em direção à nuvem. www.CompanyWeb.com.br Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires 31
  • 33. www.CompanyWeb.com.br Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires 33
  • 34. www.CompanyWeb.com.br Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires 34
  • 35. www.CompanyWeb.com.br Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires 35
  • 36. Processos De Negócio 1 Processos De Negócio 2 Processos De Negócio 3 Catálogo de Serviços do Negócio Serviço C Serviço B Serviço A Catálogo de Serviços Técnicos Serviços Suporte Hardware Software Aplicação Dados Fonte: ITIL v3 – livro: Service Design www.CompanyWeb.com.br Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires 36
  • 37. Governança de Processos Fonte: http://marktamis.com/2010/10/27/service-agility-thru-adaptive-case-management/ www.CompanyWeb.com.br Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires 37
  • 38. www.CompanyWeb.com.br Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires 38
  • 46. Quatro passos para o sucesso em projetos de cloud computing 1 – Transformação de infraestrutura Talvez a mais significativa mudança envolva a infraestrutura de TI. Nesse cenário, não é mais possível manter arquiteturas tradicionais fragmentadas, com pilhas de aplicações e dados segregados em silos de hardware. A arquitetura de cloud computing é unificada e fluída. As aplicações e os dados movem-se pela nuvem para entregar serviços em qualquer local ou momento. Fonte: http://imasters.com.br/artigo/19644/cloud/quatro-passos-para-o-sucesso-em-projetos-de-cloud-computing/ www.CompanyWeb.com.br Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires 46
  • 47. 2 – Transformação de processo e organizacional Ao longo dos anos, as organizações desenvolveram processos de melhores práticas para as disciplinas de TI, como as baseadas no ITIL (IT Infrastructure Library). Essas práticas proporcionam grandes ganhos ao gerar agilidade, reduzir custos e evitar riscos. Esses processos devem ser mantidos quando se dá início a um projeto de cloud computing. E há várias maneiras de utilizá-los, mesmo que seja necessário algum tipo de mudança para adequação de processos e aumento da sintonia com os ambientes em nuvem. Para isso, existem várias tecnologias que simplificam e que automatizam o gerenciamento de processos em nuvem. Uma orientação a serviço requer uma estrutura organizacional de TI que seja capaz de gerenciar e de suportar um ambiente de cloud. A transformação pode envolver várias novas funções. Por exemplo, a empresa pode substituir times estruturados por linhas de tecnologia por equipes como administração de serviços ou gerenciamento de produtos de TI que trabalham em uma perspectiva de serviço que cruza todas as tecnologias. www.CompanyWeb.com.br Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires 47
  • 48. 3 – Transformação de serviço As melhores práticas do ITIL estão focadas em auxiliar as organizações a se movimentar em uma perspectiva de serviço. A computação em nuvem pode suportar essa abordagem ao permitir que os executivos solicitem serviços sozinhos, o que aumenta a agilidade ao atender as necessidades de negócios. Executivos de negócios não se importam com os componentes da infraestrutura de TI necessários para entregar um serviço. Eles querem rapidez na solicitação de um serviço e entrega no prazo. Para atender essas necessidades, padrões facilitam a requisição de serviços, além de simplificar o gerenciamento e de reduzir os custos. O gerenciamento de serviços de negócios (Business Service Management) auxilia as empresas na transição de uma abordagem orientada a serviço para o gerenciamento de serviços. O BSM é uma abordagem abrangente e uma plataforma unificada para fazer a TI funcionar. Isso permite gerenciar a infraestrutura de um ponto de vista do serviço relacionando-os com componentes ocultos da arquitetura de TI que suportam esses serviços. Desse modo, o departamento de tecnologia pode gerenciar serviços baseados no impacto que eles têm nos negócios, aumentando a eficiência. www.CompanyWeb.com.br Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires 48
  • 49. 4 – Transformação cultural No passado, alguns departamentos de TI apresentavam dificuldades organizacionais ou orçamentárias e, consequentemente, eram lentos ao atender as solicitações de negócios. Hoje, a computação em nuvem traz agilidade, atendendo em minutos as demandas de serviço, o que representa uma grande mudança cultural não só para a área de TI, mas para todos os departamentos das empresas. Com isso, os executivos podem ser mais ágeis na resposta às mudanças de mercado e aproveitar novas oportunidades. A TI deve ser a força motriz por trás da transformação cultural. Comunicar de maneira efetiva os benefícios que a computação em nuvem pode trazer é essencial. A mensagem a ser passada é de que as pessoas podem solicitar serviços sem esforço, atendendo pedidos sem atrasos e as expectativas do usuário com serviços de qualidade. www.CompanyWeb.com.br Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires 49
  • 50. Juntando tudo A computação em nuvem está transformando todos os aspectos da TI: infraestrutura, processos, orientação a serviços, estrutura organizacional e cultura corporativa. Mas, apesar de todas as transformações, esse ainda é um processo em andamento, e as empresas podem ir para a nuvem sem deixar de lado tudo que foi desenvolvido em seu ambiente tradicional. Os objetivos corporativos ainda são os mesmos: conseguir ser extremamente ágil na resposta a demandas de negócios, reduzir custos ao entregar serviços e minimizar riscos. O cloud computing pode auxiliar a atingir esses objetivos, e as empresas podem utilizar as tecnologias (virtualização, automação e portais) que fornecem uma base para projeto de cloud. As soluções de BSM auxiliam no gerenciamento de serviços para obter o máximo de valor, fortalecendo os laços entre a TI e os negócios para auxiliar a garantir o sucesso das empresas. www.CompanyWeb.com.br Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires 50
  • 51. Test Your Cloud Maturity: A Practical Guide to Self Assessment Andi Mann, Vice President, CA Technologies www.slideshare.net/dresnic/test-your-cloud-maturity-level-a-practical-guide-to-self-assessment 51
  • 52. www.CompanyWeb.com.br Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires 52
  • 53. Toda nova tecnologia gera reflexões. Em fevereiro de 2012 foi publicado um ranking comparativo sobre a utilização da tecnologia Cloud Computing em alguns países. Uma vez que o Brasil está em 24o (vigésimo quarto) lugar comparandoo a outros países mais desenvolvidos sobre o uso da nova tecnologia, fazse necessário avaliar os riscos dos itens considerados no trabalho de pesquisa do BSA - Business Software Alliance aos interessados em utilizar a nova tecnologia. www.CompanyWeb.com.br Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires 53
  • 54. A Pontuação Global de Computação em Nuvem, da BSA, oferece um roteiro para iniciativas e políticas que os países podem – e devem – adotar para que se materialize todo o potencial de crescimento econômico. (BSA, 2012, p.1). www.CompanyWeb.com.br Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires 54
  • 55. www.CompanyWeb.com.br Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires 55
  • 56. www.CompanyWeb.com.br Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires 56
  • 57. www.CompanyWeb.com.br Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires 57
  • 59. Clound Computing - Roadmap do Projeto www.CompanyWeb.com.br Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires 59
  • 60. www.CompanyWeb.com.br Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires 60
  • 61. www.CompanyWeb.com.br Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires 61
  • 62. Checklist Service Design Package SDP Fonte: http://wiki.en.it-processmaps.com/index.php/Checklist_Service_Design_Package_SDP www.CompanyWeb.com.br Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires 62
  • 63. Processos De Negócio 1 Processos De Negócio 2 Processos De Negócio 3 Catálogo de Serviços do Negócio Serviço C Serviço B Serviço A Catálogo de Serviços Técnicos Serviços Suporte Hardware Software Aplicação Dados Fonte: ITIL v3 – livro: Service Design www.CompanyWeb.com.br Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires 63
  • 64. Reflexões sobre o negócio na implantação de Cloud Computing catálogo de serviços de TI • o que deve ser migrado para a tecnologia Cloud Computing • sempre avaliando e mitigando os riscos do negócio em cada uma das aplicações de TI (sistemas) ao ser transferida a responsabilidade a terceiros SLA (Service Level Agreement) • O contratante não pode pensar que somente ter um contrato bem redigido é o suficiente para acompanhar seus serviços, e que SLAs (Service Level Agreement) definidos sejam o suficiente para se atingir a segurança ou a escalabilidade dos dados na nuvem. www.CompanyWeb.com.br Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires 64
  • 65. SLA Incidentes de segurança RDM urgente MTBF tempo médio entre falhas TME MTTR tempo médio de reparo Satisfação dos stakeholders Capacidade uso x planejada TMA http://pt.slideshare.net/companyweb/workshop-sla www.CompanyWeb.com.br http://pt.slideshare.net/companyweb/company-web-kpiv1-16918986 Prof. Uires Tapajós – www.linkedin.com/in/uires 65