Folha 215

321 visualizações

Publicada em

Jornal Folha do Itaim

Publicada em: Design
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
321
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
20
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Folha 215

  1. 1. 2ªQUINZENA DE JULHO DE 2014ANO IX - N.o 215 www.folhadoitaimecuruca.com.br | raleste@gmail.com | Tel.: (11) 2031-2364 ademyrrodrigues-julhode2014 Entrevista com o secre- tário Jurandir Fernandes (Secretaria dos Transportes Metropolitanos) à Ajorleste tem por objetivo informar à população o que está sendo realizado e os investimentos previstos para o setor de transporte sobre trilhos nos Moradores retiram bloqueio de ponte com risco de desabamento próximos anos. P: Na gestão do governa- dor José... Leia pág 04 A profissão de modelo é uma das mais sonhadas por garotos e garotas de todo o mundo. Para ob- ter sucesso na carreira é necessário muito estudo, disciplina, simpatia, treina- mento e um pouquinho de dom natural, é claro. Amodelo Jhennifer Ma- ris,17 anos, (emancipada), tem ganhado destaque na região leste de São Paulo e já pode comemorar a boa fase do início da carreira de modelo. Vinda de uma família tradicional do interior de São Paulo (São José do Rio Pardo) Jhennifer, filha do casal de enfermeiros Márcio e Regina, hoje tem sua residência situada no bairro da Vila Curuçá. Com sua beleza e sim- patia, a rio-pardense mu- dou-se para a capital de São Paulo em busca de um sonho de infância, que é ser reconhecida profis- sionalmente e alavancar sua carreira como modelo e manequim. Jhennifer vem realizan- do ensaios... Leia pág 07 Modelo da Vila Curuçá ganha destaque nas passarelas Os moradores reabriram novamente a ponte que liga a Vila Any, em Guarulhos, na Grande São Paulo, ao Itaim Paulista. A estrutura, que apresenta... Leia pág 03 Obras duplicam extensão em quilômetros de linhas do Metrô SP Dia dos Pais: Presentes criativos e baratos no comércio do Itaim Paulista O dia dos Pais está che- gando, mas a dúvida quan- to ao presente continua a mesma? Uma boa dica é investir em acessórios para coisas... Leia na pág 02
  2. 2. Diretor Executivo: Jornalistas (fl): Diretor de Arte: Designer Gráfico Reporter Fotográfico: Fotografo Teen: Revisora: Gerente Financeiro: Depto. Jurídico: Distrib./Logistica: 35 mil exemplares Divaldo Rosa Silmara Galvão Nunes-MTb 51.096 Sérgio Avante Ademir Rodrigues Eduardo Rocha Bruno Barreto Rosa Prof. Suseli Corumba Rosa Ademir Rodrigues Agilson M. Oliveira MULTI - Distrib. de Jornais e Folhetos As matérias publicadas são de exclusiva responsabilidade dos colaboradores e não representam necessariamente a opinião do Jornal. Os nomes dos colaboradores e representantes comerciais não mantém vínculo empregatício com a empresa. REDAÇÃO E PUBLICIDADE Fone/Fax: 2031-2364 / 2513-0928 Av. dos Guachos, 166 - 08030-360 - Vila Curuçá – SP www.aconteceagora.com.br | E-mail: raleste@gmail.com A marca Folha do Itaim existe a 42 anos, sendo 9 anos sob a direção do Grupo Acontece de Jornais e Revistas. CIRCULAÇÃO: Itaim Paulista, Vl Curuçá, Jd Robrú, Alto Tiete (Itaquá, Poá, Ferraz de Vasconcelos e Suzano) Um veículo do GRUPO ACONTECE de Jornais e Revistas SUB PREF. DO ITAIM PAULISTA Av. Marechal Tito, 3012 Itaim Paulista-SP BANCA DO VALDO Av. Marechal Tito, 4800 Itaim Paulista-SP BANCA PRAÇA SILVA TELES Pç Silva Teles, s/n Itaim Paulista-SP BANCA KM 28 Av. Marechal Tito, 5868 Itaim Paulista-SP BANCA MARECHAL 4400 Av. Marechal Tito, 4400 Itaim Paulista-SP BANCA NAGUMO Pç Francisco Pereira, 80 Vl Curuçá-SP REVISTARIA CAVOA Av. Cavoá, 425 Vl. Curuçá-SP BANCA PÇA SILVA TELES Pç Silva Teles, s/n Itaim Paulista-SP 2ª QUINZENA DE JULHO de 2014 Atualidade O dia dos Pais está chegando, mas a dúvi- da quanto ao presente continua a mesma? Uma boa dica é inves- tir em acessórios para coisas que ele goste de fazer, por exemplo, um avental bacana se ele gosta de cozinhar. Outra é apostar em algo que mostre a rela- ção de vocês como um porta-retrato personali- zado. Mas, quem disse que precisa ir longe para encontrar o pre- sente ideal para seu pai? Portanto o ideal é saber onde encontrar e como economizar na hora de ir às compras. Pensando nisto, o jornal Folha do Itaim & Curuçá visitou o co- mércio e trouxe algu- mas dicas de lojas para que os filhos tenham uma noção de como presentear o pai. Con- fira algumas opções Na FNT Moda Masculina você encontrará ótimas opções de roupas e acessórios masculinos em geral. A loja está localizada na Rua Profº Carlos de Assis Figueiredo, número 34, no centro do Itaim Paulista. Para os pais que gostam do mundo da música, a ideia é que os filhos encontrem o presente na Zum Instrumentos Musicais, rua Profº Carlos de Assis Figueiredo,44. Para os papais mais intelectuais que curtem um bom momento de reflexão e leitura, a dica está na Livraria Recanto do Povo de Deus, lá os filhos encontrarão li- vros, CDs, DVDs, e vários outros produtos e acessórios. Localizada na Rua Severino Batista de Mendes, 12. Na Poderoso Timão, na Av. Marechal Tito, os filhos podem encon- trar roupas descoladas e modernas para os pa- pais jovens e com espírito aventureiro que amam o time do cora- ção. Com roupas de grifes e acessórios masculinos e femininos, a MSA Exclu- sive Multi- marcas tem sido referência no mundo da moda. A loja possui diver- sas variedades de produtos e está localiza- da na Galeria Hollywood entre as ruas Monte Cam- barela e Profº Carlos de As- sis Figueiredo, loja 04. Papais atletas têm o presente ideal na Spor- tAção e para aqueles que não praticam ativi- dades físicas a iniciativa pode vir através do presente dos filhos, então não deixe de conferir as promoções deste mês. A loja está loca- lizada na rua Profº Carlos de Assis Figueire- do, 48. Materiais elétricos, artigos de presentes e ferramentas em geral, os filhos encontram na S.O.S Ferramentas, localizada na Rua Doutor Durval Vilalva, 210. A Nutri World, no dia 09 de agosto, terá pro- moção especial de 10% para o Dia dos Pais, a loja terá degus- tação de suple- mento amostra de Whey e sorteio de uma cesta no final do dia, então vale a pena conferir e quem sabe levar os pais até lá. No Itaim, a loja está localizada na Avenida Barão de Alagoas, 70 A Ótica Caue também está com promo- ção: na compra de seus óculos completos os clientes ganham um lindo par de óculos de sol. A ótica está localizada na Estrada Tibúrcio de Souza, 71. Quer fazer uma bela declaração de amor, afeto e carinho ou re- gistrar os momentos perfeitos em família!? Então não fique por fora da promoção para o Dia dos Pais que o Grupo Acontece de Jornais e Revista está realizando neste mês de agosto. (veja no expediente desta edição os contatos para mais informações). Dia dos Pais: Presentes criativos e baratos no comércio do Itaim Paulista
  3. 3. 2ª QUINZENA DE JULHO de 2014 Comunidade Um incêndio destruiu cerca de 100 veículos num pátio de apreensões da Po- lícia Civil na zona leste de São Paulo na noite deste sábado. De acordo com a Polícia Militar, seguran- ças do local avistaram um balão caindo no pátio, que fica na ruaAntônio João de Medeiros, no Itaim Paulis- Os moradores reabri- ram novamente a ponte que liga a Vila Any, em Guarulhos,naGrandeSão Paulo, ao Itaim Paulista.A estrutura, que apresenta risco de desabamento, foi bloqueada pela primeira vez em outubro de 2013. Porém, a obra ainda não foi iniciada. Aponte liga a Rua Brás da Rocha Cardoso, no Itaim Paulista, à avenida da estação, na Vila Any. Com a interdição, os mo- radores eram obrigados a dar uma volta de 11 km para chegar ao outro lado. Após a retirada dos blocos que interditavam a ponte, além de pedes- tres, passam automóveis, caminhões e até mesmo carretas. Essa é a segunda vez em duas semanas que os moradores liberam a ponte. Dessa última vez, ela não ficou nem um dia bloqueada. ADefesa Civil de Guarulhos e São Paulo estão programando novo bloqueio. A Secretaria de Infra- estrutura Urbana e Obras da Capital (Siurb) avaliou em outubro de 2013 que Moradores retiram bloqueio de ponte com risco de desabamento a ponte poderia desabar. Em fevereiro, a Prefeitura de Guarulhos e o governo de São Paulo aceitaram derrubar toda a estrutura comprometida e construir uma nova. A Prefeitura de Guaru- lhos já disse que a obra estava atrasada porque aguardavam a assinatura do convênio com o es- tado. O Estado afirmou, porém, que já liberou a primeira parcela, no valor de R$1,4 milhão. O secretário de Trans- portes de Guarulhos até prometeu que as obras começariam em março, mas até esse mês de julho ela ainda não começou. Assaltos Os moradores que uti- lizam a ponte disseram ainda ter medo, por falta de segurança. Não há ilu- minação no local. “Medo dá, porque está tendo muito assalto. Inclusive há três semanas morreu um jovem praticamente nas minhas costas. Ele estava passando e foi baleado. Só que não tem alternativa. O jeito que tem é se arriscar”, afirmou um morador. A Polícia Militar dis- se que faz policiamento constante e que, entre ja- neiro a maio, os policiais recuperaram 367 veícu- los produtos de roubos ou furtos, realizaram 65 prisões e apreenderam cinco armas de fogo na região. Incêndio destrói 100 veículos em pátio da Polícia Civil ta, por volta das 20h. Segundo a PM, no pátio são guardados os veí- culos apreendidos pelos 50º (Itaim Paulista) e 59º (Jardim Noêmia) distritos policiais. Bombeiros fo- ram chamados ao local e controlaram o incêndio. Ninguém ficou ferido. A situação da Praça Ja- guamitanga, mais conhecida como Praça do Shinquichi foi matéria de nossa edição nro 212 da Primeira semana de Julho/2014, onde relatamos as reclamações de vizinhos e frequentadores da Praça, que repetiam-se: falta de lim- peza, péssima manutenção das quadras, a completa falta de brinquedos e área para as crianças pequenas, além da precária iluminação da praça. A Redação do Jornal Folha do Itaim & Curuçá, voltou a ouvir moradores e usuários da Praça no último final de semana, entre os dias 25 e 26, pois consta- tamos que a prefeitura enviou uma equipe de limpeza para a praça. “Veio uma equipe de ho- mens e limparam a praça, ficou linda, porém falta muito ainda, cadê os brinquedos?” reclama a Sra Maria, que mora vizinha. “Claro que agradecemos pela limpeza, mas falta cuidar da iluminação, ainda está perigo- so fazer caminhadas à noite em volta da praça, tem pontos muito escuros e perigosos” disse-nos o Sr.Antonio, usuário e que costuma caminhar pela Praça. Porém nem tudo são flores, os usuários reclamam ainda da falta de brinquedos para as crianças: “falta ainda conserta- rem os balanços e colocarem alguns brinquedos para as crianças pequenas, e também, seria ideal um espaço com areia” constata Sergio, vizinho da Praça, que trouxe os filhos para jogar bola e aproveitar o pouco sol que apareceu. Os usuários reclamam ain- da da falta de manutenção das quadras: as traves caídas e as A Associação PIDPEI (Programa de Inclusão Digital para Pessoas Especiais e da 3ª.Idade), representada por seu presidente Carlos A. Macedo, encontrou-se no dia 28/07 com o Administrador da Biblioteca Vicente Paulo Guimarães, na Vila Curuçá, Sr.Jair Vespazia- no, propondo parceria para o atendimento a deficientes visu- ais.Aparceria pretende atender deficientes visuais ou com alguma deficiência visual trans- formando livros comerciais em audiolivros, usando para isso um scanner chamado “Reader book” que digitaliza as páginas e as transforma em áudio. Este aparelho já existe na biblioteca, porém não está disponível para utilização, pois depende de um computador para esta conver- são e, infelizmente, a biblioteca ainda não possui um para essa finalidade. “Pretendemos atender pes- soas com deficiência total ou com alguma dificuldade de vi- são, pessoas com baixa visão, que têm dificuldade em ler por causa do tamanho das letras”, disse-nos Carlos. “A Biblioteca possui vários livros doados pela Fundação Dorina Norwill em Braille e audiolivros, ou livros falados (livros que são gravados em CD), que podem ser empres- tados aos deficientes visuais, precisando apenas fazer um cadastro na biblioteca”, infor- mou-nos o Sr. Jair. “A biblioteca tem condições de atender a um bom número de usuários deficientes, mas por falta de informações, os livros estão aí, sem uso. Se um usuário precisar de um livro Leitura para deficientes visuais, parceria de associação PIDPEI com biblioteca da Curuçá que não tenha em Braille e que tenha no acervo da biblioteca, um oficineiro da Associação pode transformá-lo em áudio com o auxílio do scanner e ser emprestado, ou o usuário traz um pendrive e leva o áudio” continua Carlos. Outro entrave que o Sr. Car- los lembrou é a necessidade de piso tátil para que o deficiente visual possa encontrar e se locomover na biblioteca, caso faça a visita sozinho. Segundo o Sr. Jair, para emprestar os livros em Braille ou os CDs contendo os audio- livros é necessário fazer um ca- dastro na biblioteca, para isso basta levar um documento de identidade e um comprovante de endereço. O atendimento é feito de segunda a sábado. “Precisamos que os usuá- rios deficientes procurem a bi- blioteca e demonstrem interes- se, só assim poderemos cobrar as adaptações e o computador para uso do aparelho”, conclui o Sr. Carlos. O Sr. Jair também convida a população para visitar e conhe- cer a biblioteca, neste sábado, 02/08, estará acontecendo o Sarau “O que dizem os umbi- gos?”, a partir da 14 horas. O endereço da Biblioteca Vicente Paulo Guimarães é Rua Jaguar, 225, Vila Curuçá, fones: 2035-5322 e 2034-0646. Eduardo Rocha Fotos:EduardoRocha Fotos:EduardoRocha Praça Jaguamitanga, limpa, porém falta muito telas de proteção quebradas, colocando em risco quem joga ali: “as redes de proteção das quadras estão quebradas, exis- te o sério risco de alguém se machucar ao passar correndo perto delas e o piso, é áspe- ro, caiu, machuca!” disse-nos Rodolfo, que costuma juntar os amigos e jogar bola nas quadras Tivemos o cuidado de ob- servar a Praça durante a noite e a reclamação comum que ou- vimos é que a iluminação em alguns pontos deixa muito a de- sejar, pontos encobertos pelas copas das árvores e algumas lâmpadas queimadas ou mal posicionadas criam locais de perigo aos usuários e morado- res que precisam passar pelas ruas que circundam a Praça ou fazem sua caminhada à noite. Os usuários ouvidos, em sua maioria, gostaram e elo- giaram a limpeza e acham que deveria ser feita em intervalos menores, para assim evitar o acúmulo de lixo e que, talvez a instalação de mais lixeiras possa ajudar. Porém ainda esperam pelas reformas das quadras e dos brinquedos para as crianças e uma melhor aten- ção à iluminação para que a Praça possa ser mais utilizada, mesmo nestes dias frios, para caminhadas e passeios com as famílias. Eduardo Rocha
  4. 4. 2ª QUINZENA DE JULHO de 2014 Transporte Entrevista com o secre- tário Jurandir Fernandes (Secretaria dos Transportes Metropolitanos) à Ajorleste tem por objetivo informar à população o que está sendo realizado e os investimentos previstos para o setor de transporte sobre trilhos nos próximos anos. P: Na gestão do gover- nador José Serra havia um projeto da Linha Branca, ligando o Tamanduateí à re- gião do Tiquatira, quase que continuação da Linha Verde. Um projeto do Expresso ABC que correria simultaneamen- te à linha do trem existente, ligando o ABC ao centro de São Paulo, com paradas em quatro estações. Por que com a mudança de governo mudaram os projetos e as prioridades do transporte so- bre trilhos? Jurandir: A Linha Branca é a atual Linha 2, continuação da Verde. Porque havia uma complicação, pois era assim: saindo do Tamanduateí indo lá para Tiquatira chamava-se Linha 15 Branca e o Mono- trilho tinha o nome de Linha 2 Verde. Isso iria confundir as pessoas. Resolvemos manter o nome da extensão até o Tiquatira com a Linha 2 Verde e o Monotrilho ficou com a denominação de Linha 15 Prata, que está em obras em toda a Anhaia Mello, Sa- popemba, com destino à Cidade Tiradentes. A Linha 2 Verde que pararia em Tiquati- ra agora vai ganhar mais seis quilômetros e chegar a Gua- rulhos, próximo ao Shopping Internacional. Não houve mu- dança de traçado. Aumentou a extensão da linha. Sobre o Expresso ABC, recebemos proposta, que se chama: Manifestação de Interesse da Iniciativa Privada de fazer o Trem Regional até a Baixada Santista. Teremos o Trem que vai para a Bai- xada, o Trem que vai para Campinas e o Trem que vai para Sorocaba. Esse Trem da Baixada ficou mais interes- sante do que o Expresso. Ele vai para a Baixada Santista, com paradas no ABC, em Santo André, provavelmente Mauá indo para Santos. Ele será o Trem Expresso, só que prolongado até a Baixada. A Linha 10, que teve uma melhora significativa com a integração no Metrô Taman- duateí, a Linha da Paulista, atingiu conceito Bom e Ótimo pelos usuários. P: Segurança no Metrô e CTTM. O que está sendo feito para aumentar a segurança dos usuários e prevenir atos de vandalismo, como o de desligar energia? Jurandir: Mesmo com o aumento de usuários, hoje chegando à casa dos 8 mi- lhões de pessoas por dia, os problemas foram reduzidos, pois instalamos uma série de equipamentos e fizemos investimentos. Os trens no- vos, tanto do Metrô quanto da CPTM, já vêm com câmeras instaladas dentro, somadas às câmeras das estações. Por isso, qualquer ato de vanda- lismo poderá ser comprovado, inclusive, foram reduzidos drasticamente os atos de van- dalismo, de assédio, roubos, furtos e outros. P: Como anda a Linha 15 que ligará a Vila Prudente à Cidade Tiradentes? Jurandir: As visitas pro- gramadas começarão agora no final de julho e início de agosto. Entre as estações de Vila Prudente e Oratório. Agora estamos em fase fi- nal de testes para simular a carga. A população vai poder conhecer, não somente o Mo- notrilho, como as estações, com viagens entre Oratório e Obras duplicam extensão em quilômetros de linhas do Metrô SP Vila Prudente. Até setembro, visitas programadas aos sá- bados e domingos. Depois, operação comercial. P: Qual a diferença da tec- nologia dos dois monotrilhos? Jurandir: O monotrilho ainda não está padronizado mundialmente.Aexemplo das ferrovias que tinham várias bi- tolas, o monotrilho ainda não está padronizado. Agora que o mundo inteiro padronizou as bitolas de ferrovias, com 1435 mm. Temos 3 grandes fabricantes no mundo com en- gates diferentes. O fabricado pela Bombardier, que é o da ções. Mas o importante é o que vamos deixar de volume, em extensão e número de estações. Hoje o Metrô tem 75,4 km de linhas. O gover- no Alckmin está construindo novas linhas, num total de seis obras simultâneas com 73,5 km de Metrô e 16,7 km de CPTM, sendo 51 estações de metrô e 62 de CPTM. O maior plano em execução da América Latina. Além disso, o Governo do Estado vai deixar um legado em expansão. Vai deixar contratadas obras num total de mais de 104 km de metrô, com 92 estações, com 8 km elevados e 4 km na su- perfície, em plano. A demora para início da obra se deu pela legislação e necessida- de de autorização de vários órgãos municipais, estaduais e federais, para se conseguir uma série de licenças ambien- tais e outras. A estação do Aeroporto ficou em um local mais bem localizado para a população de Guarulhos. Não somente aos usuários do aeroporto. Inclusive os novos terminais do aeroporto, com voos domésticos, ficarão mais próximos. P: Falou-se da abertura daria tempo para todos tor- cedores utilizarem o sistema com as interligações de Trem e de Metrô, até chegarem ao destino final. Não podemos mudar toda uma dinâmica de trabalho e operação para atender a interesse privado. O Metrô e a CPTM parando à meia noite, não significa que interrompeu a operação. Até desembarcar o último passageiro vai ser por volta de 00h45 ou 01h00. Atualmente temos 140 trens da CPTM e 160 do Metrô operando. Cada Trem da CPTM mede cerca de 170 metros. Multiplica isso por 140, ultrapassa os 23 quilômetros de comprimento. Imagina limpar tudo isso toda noite, em alguns casos tem até mesmo de lavar, jogar jato de água. Isso sem contar a manutenção dos trilhos e dos outros equipamentos de segurança e funcionamento. Alguns trens são limpos e têm a manutenção durante o dia, mas a maioria é nesse período, de meia noite às 4 horas. Não temos condições de parar a operação à uma hora da madrugada e voltar a operar às 4 horas. O pessoal do Corinthians já sabe. Têm conhecimento dos detalhes da operação. P: Na atual gestão do prefeito Fernando Haddad a prefeitura já investiu algum recurso no Metrô ou voltou à estaca zero? Jurandir: Os recursos de Operação Urbana estão sendo honrados pelo prefei- to, mas não estão colocando recursos novos. Não está entrando dinheiro novo. A Linha 17, a Operação Urba- na na Faria Lima está sendo cumprida. A prefeitura está com dificuldade de recursos financeiros. O que posso afirmar é que as relações estão sendo muito amistosas e a colaboração é mútua. Vou dar um exemplo da Linha da Brasilândia: as áreas públicas estão sendo cedidas com bastante agilidade, dentro da burocracia existente, a Prefei- tura está fazendo a sua parte a contento. P: Quando começa a ope- ração comercial do Monotrilho da Oratório e quando chega em São Mateus? Jurandir: Boa notícia! No final de setembro. Estamos correndo com as obras para dar todas as condições de operação. O que está ficando bonito é o trecho de ciclovia e de urbanização entre Oratório e Vila Prudente. A população, além do Monotrilho, fazendo integração sem pagar passa- gem no Metrô Vila Prudente, vai poder contar com bicicle- tário e uma ciclovia. Já foram instaladas as luminárias, os canteiros e estará pronto junto com as visitas programadas. A ciclovia e a urbanização é o Metrô que está fazendo. Em São Mateus, o início das operações é no final de 2015. P: O que o secretário Ju- randir Fernandes gostaria de enfatizar à população em geral e, em especial, da Zona Leste? Jurandir: Acho que é necessário desenvolver mais a Zona Leste. Criar empregos para não ter dependência tão forte do transporte pendular, de ir e vir para o trabalho, para chegar ao centro.AZona Leste está se desenvolvendo e isso não é por causa da Copa, mas já vem de 10 anos para cá. Os investimentos, o Poupatempo, os Shoppings Centers, as FATECs, ETECs, a USP Leste, e agora o Ita- querão. Sem falar nos bares, restaurantes, pequenos ser- viços, pousadas, pequenos hotéis e diversas empresas se instalando na região. Tudo isso é uma nova Zona Leste. Eu acredito que vocês têm um papel importantíssimo de ressaltar isso: a Zona Leste não é mais um dormitório. A Zona Leste é um local de geração de emprego. Uma coisa fantástica: a Zona Leste está ligada aoABC, à Baixada Santista e à Guarulhos, atra- vés do Rodoanel e da Jacu Pêssego. Agora com trecho Leste do Rodoanel Mário Covas, 37 quilômetros, que foi recentemente inaugurado, a região fica no centro do de- senvolvimento. A Zona Leste vai ter uma vida própria, independente. Se fosse um município seria o segundo maior em população do Brasil. Agora você pega o Shopping Aricanduva, o Sho- pping Tatuapé, tudo aquilo lá é um grande monstro econô- mico, independe do restante da cidade. Eu sou apaixonado pela Zona Leste. O PIB da Zona Leste é maior do que muitos países, inclusive da América Latina. E hoje não se pode pensar em indústrias poluindo. Pode-se ter fábricas em bairros, sem qualquer tipo de poluição. O que é impor- tante divulgar é que se façam prédios comerciais e não somente moradias. A Zona Leste, a exemplo de todas as regiões da cidade, não pode ter apenas empreendimentos e virar dormitório, conclui o secretário. Linha 15 Prata, o fabricado pela Scome, Linha 17 Ouro. Cada um com tecnologia di- ferente, embora semelhante. Não teremos problema, pois os sistemas não se interli- garão. Os monotrilhos vão alimentar os metrôs. O Metrô faz a rede mais pesada, sen- do alimentado por monotrilho e ônibus. P: Corredor São Mateus - Guarulhos. Quando começam as obras? Jurandir: Está prevista a contratação do projeto básico executivo para o ano de 2015. Esse corredor vai ligar o ABC via São Mateus, utilizando a Jacu Pêssego, unindo aos corredores já existentes em Guarulhos, o Terminal Cecap. P: Quantas estações do sistema de transportes sobre trilhos o Governo Alckmin ainda vai inaugurar nessa gestão? Jurandir: Nós já entre- gamos 4 estações da Linha 4 (Amarela) do Metrô: Butantã, Pinheiros, República e Luz. Em setembro, será a esta- ção Fradique Coutinho. As estações de Vila Prudente e Oratório do Monotrilho, além da Estação Adolfo Pinheiro, da Linha 5. Ao todo 8 esta- prazo para término. Portanto, são 73,5 km em obras e 31 km para começar. Quando fica- rem prontas, teremos 180 km de Metrô e 300 km de CPTM. P: Como está indo a mo- dernização da linha da CPTM que liga Guaianases a Mogi? Jurandir: Nesta linha es- tamos reconstruindo três esta- ções: Poá, Ferraz e Suzano.A nova estação de Suzano será inaugurada ainda este ano e com isso o Expresso Leste vai até Suzano, não vai mais parar em Guaianases. Para quem vem de Mogi, Estu- dantes, Jundiapeba, quando chega em Guaianases é um sufoco para fazer integração. O pessoal de Mogi vai fazer a mudança em Suzano. Um dia o Expresso Leste vai direto até Mogi. Hoje já existem 24 horários que vem direto de Mogi, fora do horário de pico. Vai ter uma melhoria muito grande. P: A partir de quando es- tará funcionando a linha-13, Jade, que ligará a estação Engenheiro Goulart ao Aero- porto de Cumbica? Jurandir: O prazo é para o final de 2015. Ela é uma linha bastante complicada com 12 quilômetros, sendo da Estação de Arthur Alvim da CPTM para dividir o fluxo de pessoas para a arena. Vai ser feita? Jurandir: Não está pre- vista, até porque o Trem tem uma função específica de trazer pessoas de longe. O Trem é constituído de 8 carros e é muito pesado, e para frear aquela massa são necessários cerca de 600 me- tros. O indicado para distância mínima entre uma estação e outra é de 3 quilômetros. O certo é depois de Itaquera fazer as paradas no Tatuapé e no Brás. A gente está abrindo os portões de Itaquera e do Tatuapé depois das 22 horas. Jogos à noite no Itaquerão P: Jogo às 22 horas no Itaquerão. O que o Metrô e a CPTM vão fazer para atender aos torcedores no retorno? Jurandir: Isso vai ter que ser revisto. A manutenção do sistema é imprescindível e necessita de tempo para execução. Para usufruir do sistema de trem e do Metrô o horário limite dos jogos, deveria ter início às 21h15. O jogo terminaria às 23h15. Daí secretário Jurandir Fernandes (Secretaria dos Transportes Metropolitanos) entrevista exclusiva concedida à AJORLESTE-ASSOCIAÇÃO DE JORNAIS DA ZONA LESTE
  5. 5. 2ª QUINZENA DE JULHO de 2014 Variedade No mês de agosto, a Andross Editora promo- verá na Faculdade Paulus de Tecnologia (Rua Major Maragliano, 191 - Vila Ma- riana) a sua quarta edição do evento Livros em Pauta, que é o evento de lança- mento de suas antologias de contos e poesias. O destaque está na an- tologia “Ponto Reverso – Contos de Realidade Alternativa” organizado por Alfer Medeiros. Nele temos o conto “Entrevistando Um Ídolo”, de Davi Paiva, no qual o autor dá a sua visão de como seria a vida do ex- -piloto Ayrton Senna se ele tivesse sobrevivido. “Foi de longe o conto que mais tive trabalho em fazer pesquisa e elaborar de maneira criativa a forma de expor a vida alternativa Desenvolvido por peda- gogos programa visa orientar crianças e adolescentes so- bre a importância e benefícios da primeira refeição do dia Escolas estaduais e muni- cipais do Estado de São Pau- lo (SP) e do Rio de Janeiro (RJ) receberão o espetáculo educativo “Café da Manhã Saudável”, entre os dias 27/07 e 08/08, com patrocínio da Panco. ACiência Divertida - empresa líder em atividades científicas interativas para crianças entre 04 e 17 anos – é responsável pela realiza- ção do evento, que tem como principal objetivo disseminar hábitos de vida saudáveis, com foco na alimentação dos alunos por meio de atividades lúdicas e divertidas. A estreia acontece no dia 27 de julho, às 10 horas, no Sesi A. E. Carvalho, para os filhos e funcionários da fábrica da Panco de São Paulo. A peça mostra dois “cien- tistas da nutrição”, que ensi- nam as crianças sobre como a primeira refeição do dia é essencial para o crescimento e desenvolvimento do corpo humano, tendo uma grande influência no rendimento escolar. Os espetáculos são desenvolvidos por pedago- gos, servem como um com- plemento do ensino abordado nas escolas e é voltado para a melhoria dos níveis de aprendizado e uma forma de aliar atividades culturais à educação, envolvendo crian- ças e adolescentes. O espetáculo será dividido em cinco temas: Programa Cozinhando com a Ciência Divertida – que aborda a ori- gem dos alimentos; Amigos Escolas públicas de SP recebem peça de teatro sobre a impor- tância da primeira refeição Nutrientes – uma forma de apresentar quais são os nu- trientes indispensáveis para o funcionamento do corpo humano; Menu Maluco – aprendem a preparar um café da manhã saudável e a impor- tância da primeira refeição do dia; Conhecendo a Pirâmide da Alimentação – conhecem os diferentes grupos de ali- mentos e as quantidades que devem ingerir diariamente para terem uma vida saudá- vel e Olha a Força e Energia – falam sobre a importância de praticar atividades físicas diariamente. Na zona leste da capital paulista, onde a Panco foi fun- dada, 15 escolas receberão o “Café da Manhã Saudável”: EMEF Visconde de Cairu; EMEF José Bonifácio; E.E. Teodomito Emerique; E.E. Professora Adalgisa Moreira Pires; EMEF Wanny Salga- do Rocha; EMEF Amadeu Amaral; EMEF Francisco de Monteal Verde; EMEF Presi- dente João Pinheiro; EMEF Marechal Juarez Tavora; EMEF Danilo José Fernan- des; EMEF Padre Serafim M. Gutierrez, EMEF Abraão de Moraes, EMEF Escola Chiquinha Rodrigues e EMEF José Batocci. No Rio de Ja- neiro, o espetáculo aconte- cerá em mais 10 instituições de ensino do município da Seropédica, onde a Panco também tem uma fábrica. A expectativa é atingir mais de 7 mil crianças em ambas as cidades. Catavento O espetáculo “Café da Manhã Saudável” também será apresentado no Auditó- rio do Museu do Catavento, em São Paulo, no dia 9 de agosto, nos horários das 14h e 15h30. Na ocasião, o públi- co em geral terá a oportunida- de de assistir gratuitamente a mesma peça que dura cerca de 60 minutos Autor lança conto sobre como seria a vida do ex-piloto Ayrton Senna se ele tivesse sobrevivido do Senna” declara Davi. “Espero que os fãs gos- tem”. “Eu já sabia da paixão de Davi pela extraordinária carreira de Senna, então seu nome me veio à ca- beça no exato momento em que tivemos a ideia da temática do conto. E não oi surpresa quando Davi nos trouxe esse conto cheio de vida. Sim, porque lendo o conto realmente temos a sensação de encontrar Senna ali.” Declarou o editor da Andross Editora, Edson Rossatto. O organizador,Alfer Me- deiros, também comentou a respeito do trabalho: “Trabalhar com realida- des paralelas demanda um bom grau de habilidade por parte do escritor no que diz respeito tanto a criar um cenário convincente quanto em deixar uma mensagem que provoque reflexões no leitor. No pro- jeto Ponto Reverso, os autores foram desafiados a seguir essas premissas e também colocar em prá- tica o poder de concisão, pois precisaram apresentar seus textos em formato de conto. ‘Entrevistando Um Ídolo’ motivou intensas discussões entre autor e organizador, a respeito das possibilidades que o pros- seguimento da carreira de Ayrton Senna ofereciam. O resultado final valeu todo o esforço.” Dados do evento. Livros em Pauta – 4ª Ed. Data: 09/08/2014. Horário: das 10h às 20h. Loca: Fapcom Rua Major Maraglia- no, 191 - Vila Mariana, 04017-030 São Paulo Site: www.livrosempauta.com.br Desde a adoção dos Obje- tivos de Desenvolvimento do Milênio, em 2000, as mortes por HIV/ Aids e tuberculose no Brasil caíram a taxas maiores do que a média global, indica um estudo divulgado nesta terça-feira. Além disso, o nú- mero de anos de vida salvos graças ao acesso a tratamen- to e prevenção ficou acima do registrado em países em desenvolvimento, segundo a pesquisa. De acordo com o relatório, publicado na revista cientí- fica The Lancet e divulgado na Conferência Internacional sobre Aids, que ocorre em Melbourne, na Austrália, as mortes em decorrrência do HIV no Brasil caíram a uma taxa anual de 2,3% entre 2000 e 2013, maior do que os 1,5% registrados globalmente. Nos casos de mortes por tubercu- lose, a taxa anual de queda foi de 4,5% desde 2000, acima da média global de 3,7%. No cálculo dos anos de vida salvos graças ao acesso a te- rapia antirretroviral, programas para prevenir a transmissão do HIV de mãe para filho e a pro- moção do uso de camisinhas, o Brasil atinge um índice de 0,37, em uma escala que vai de 0,07, para países em pior situação, até 0,49, em países muito ricos. “O desempenho do Brasil está acima do registrado em outros países em desenvolvi- mento, que foi de 0,28 a 0,35”, disse à BBC Brasil um dos co-autores do estudo, Paulo Lotufo, professor da Faculdade de Medicina da USP e diretor do Centro de Pesquisa Clínica do Hospital Universitário da USP. De acordo com o estudo, entre 1990 e 2003, mais de 230 mil anos de vida foram salvos no Brasil graças ao acesso à prevenção e tratamento. De Tratamento da Aids do Brasil salva mais que média global 2004 a 2008, foram mais de 450 mil anos. E de 2009 a 2013, quase 682 mil anos. Em todo o mundo, foram 20 milhões de anos de vida salvos desde 1990, mas o autor prin- cipal do estudo, Christopher Murray, alerta que a qualidade dos programas de tratamento e prevenção do HIV e da Aids ainda tem grandes variações de acordo com a região do planeta e diz que ainda há muito a ser feito para avançar no combate à doença. Objetivos do Milênio O estudo foi conduzido por um grupo internacional de cientistas e coordenado pelo Institute for Health Metrics and Evaluation (IHME) da Universidade de Washington, nos EUA. Com a análise do Global Burden of Disease 2013 (Carga Global de Doenças) é possível verificar a incidência e mortalidade por HIV, tubercu- lose e malária em 188 países de 1990 a 2013. Segundo os pesquisado- res, o ritmo do declínio glo- bal no número de mortes e infecções das três doenças passou a ser mais forte a partir de 2000, com a adoção dos Objetivos do Milênio por go- vernos ao redor do mundo. O objetivo número 6 é combater a propagação dessas doenças e garantir acesso universal ao tratamento. O prazo para o cumprimento dos objetivos vai até 2015. “A única coisa que acho que o Brasil não irá cumprir é em relação à mortalidade ma- terna”, diz Lotufo. “(Dos outros Objetivos do Milênio) O Brasil está alcançando tudo. O que significa que está cumprindo com a obrigação. Nada mais que isso.” No Brasil, as mortes em decorrência do HIV caíram de um pico de mais de 17 mil em 1996 para pouco mais de 10 mil em 2013, sendo 7.912 mortes de homens e 2.305 de mulheres. Globalmente, no pico da epidemia, em 2005, o HIV causou 1,7 milhão de mortes.A incidência global de HIV atingiu seu ponto mais alto em 1997, com 2,8 milhões de novas infecções. Desde então, vem declinando. Em 2013, foram 1,3 milhão de mortes e 1,8 milhão de novas infecções em todo o mundo.
  6. 6. 2ª QUINZENA DE JULHO de 2014 Politica A mulher do PM também ficou ferida durante a ação; dois adolescentes, um de 17 e outro de 14 anos, foram apreendidos Um capitão da Polícia Mili- tar de folga foi morto durante uma tentativa de assalto por volta das 22h deste domingo (27) na Vila Matilde. A mulher dele, que também é policial, ficou ferida. Segundo a PM, o casal chegava em casa na rua Ma- estro Ernesto Lahos, quando foi surpreendido por dois ado- lescentes, que anunciaram o Pesquisa Datafolha mostrou a força do PSDB em São Paulo, indicando vitória dos candidatos do partido para Presidência, Governo e Senado. O candidato ao Palácio do Planalto da Coligação Muda Brasil, Aécio Neves, vence em São Paulo, no segundo turno, com 50% dos votos contra 31% dos votos em Dilma Rousseff, de acordo com o levanta- mento encomendado pela TV Globo e pelo jornal Folha de S.Paulo. No primeiro turno das eleições presidenciais, Aé- cio foi o único candidato a apresentar aumento das intenções de votos entre os paulistas, passando de 20%, no levantamento de 3 de julho, para 25%, e empatando tecnicamente com Dilma. Já o governador Geral- do Alckmin tem 54% das intenções de votos para as eleições de outubro e seria reeleito no primeiro turno se as eleições fossem hoje, Aconsolidação do cená- rio da disputa presidencial traz uma novidade históri- ca: é a primeira vez que, num único pleito, todos os candidatos mais bem colo- cados nas pesquisas têm atrelados nomes eleitoral- mente mais densos que podem pesar em prestígio e votos e definir seus des- tinos políticos. Especialistas acham que o fenômeno é resul- tado da fragmentação que atinge os três principais partidos nas eleições pre- O ex- ministro da Saúde e candidato do PT ao governo de São Paulo, Alexandre Padilha, realizou caminhada no Centro de São Paulo ao lado do ex- -presidente Luiz Inácio Lula da Silva e do prefeito Fernando Haddad. A caminhada começou por volta das 12h na Praça do Patriarca. Padilha e Lula se encontraram na Praça da Sé. Ao chegar ao ato, Haddad justi- ficou sua presença dizendo que aproveitou sua hora do almoço para participar do encontro. No primeiro ato de campa- nha do candidato Lula disse acreditar que o petista tem chances de crescer nas pes- quisas eleitorais e recomendou que ele invista na campanha de rua. Lula também fez reco- mendações sobre ações que o prefeito da capital paulista, Fernando Haddad (PT) deve adotar para melhorar a comu- nicação com a população. Pesquisa Datafolha divul- gada na quinta-feira aponta o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), com 54% das intenções de voto na corrida eleitoral deste ano. O segundo colocado na pesqui- sa, o presidente da Federação das Indústrias do Estado de A ordem na campanha da presidente Dilma Rousseff é investir pesado em São Pau- lo, principal colégio eleitoral do País, com mais de 30 milhões de eleitores. A estra- tégia ganhou ênfase nesta semana, após a identificação em pesquisas eleitorais da alta rejeição da presidente, principalmente no Estado, que tem 22,4% dos eleitores brasileiros. Os planos da campanha incluem uma agenda forte de eventos com a participação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Ele é considerado o pilar da estratégia do PT para melhorar o desempenho de Dilma em São Paulo. Os petistas decidiram que, até o início da campanha na TV, em 19 de agosto, as agendas do ex-presidente se fixarão prioritariamente em solo paulista. Só após o início da propaganda eleitoral é que Lula se dedicará a eventos de campanha em Estados das regiões Norte e Nordeste, como estava previsto ante- riormente. Além de levantar Dilma em São Paulo, Lula também tem a tarefa de tentar salvar a candidatura do petista Ale- xandre Padilha ao governo que apresenta nas pesquisas cerca de 4% das intenções de voto. Lula já tem agendada uma caminhada em São Ber- nardo do Campo, no próximo domingo, na posse da nova diretoria do Sindicato dos Metalúgicos. Já com a presidente, a pri- meira agenda de campanha assalto. A PM não informou se o casal reagiu. O capitão Luiz Telmo Pessoa Rodrigues, 42 anos, foi atingido na cabe- ça. A mulher dele, a capitã Gladys Barros da Silva, de 48 anos, também foi ferida e encaminhada ao hospital PS Tatuapé e seu estado de saúde é estável. Dois adolescentes, um de 17 e outro de 14, foram detidos.Ainda de acordo com a PM, eles estavam com dois revólveres calibre 38 - um deles era da capitão Gladys. Capitão da PM é morto durante tenta- tiva de assalto na ZL Datafolha mostra vitória de Aécio, Alckmin e Serra em São Paulo segundo o levantamento. Entre os eleitores de Alckmin, 33% votam em Aécio. A expectativa é que esse percentual continue crescendo, já que os da- dos anteriores indicavam que 24% dos eleitores do governador queriam Aécio no Planalto. Com 34% das intenções de votos, o ex-governador José Serra lidera a corri- da pela vaga paulista ao Senado. O Datafolha realizou as pesquisas entre os dias 15 e 16 de julho. A margem de erro é de 2 pontos per- centuais. Fique atento á disputa presidencial sidenciais deste ano (PT, PSDB e PSB), mas enxer- gam também renovação política e avanço da de- mocracia. O candidato tucano Aécio Neves nunca dis- putou uma eleição pre- sidencial, mas tomou o lugar do ex-ministro José Serra, que desembarcou da campanha de 2010 com 43.711.388 (43,95%) de votos ou 43,95% dos votos válidos, um capital político considerável. O ex-governador de Pernambuco, Eduardo Campos, que integrou os três governos do PT e tam- bém é estreante na eleição presidencial, tem na sua retaguarda o apoio da ex- -ministra do MeioAmbiente Marina Silva, que saiu do primeiro turno da mesma eleição com 20 milhões de votos. A vitoriosa em 2010, a presidente Dilma Rousseff, obteve 55.752.529 dos vo- tos válidos e deve a maior parte desse capital político à atuação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Na campanha deste ano, Lula não só foi decisi- vo para afastar o movimen- to interno que pedia seu retorno como candidato - o “Volta-Lula” - como continu- ará sendo o principal cabo eleitoral da candidata petis- ta. Nos próximos dias, por exemplo, ele percorrerá o Nordeste para lembrar que é o “pai” do Bolsa Família e, assim, tentar transferir votos para a pupila. está marcada para o dia 31 de julho, quinta-feira, quando Lula e Dilma participarão da plenária da Central Única dos Trabalhadores (CUT), em São Paulo. Na semana seguinte, Dilma participará, ao lado de Lula, de outro grande comício reunindo mais quatro centrais sindicais: UGT, CGTB, UST e CTB. Pesquisa Datafolha, divulgada na semana passa- da, apontou que os eleitores que rejeitam a presidente em todo país somam 35%.Ao ob- servar somente o Estado de São Paulo, esse percentual sobe para 47%. Já na capital, a rejeição à presidente foi identificada ainda maior: 49%. Consulta feita pelo Institu- to Sensus corroborou a alta rejeição de Dilma no país. Ela aprece com 42,4% de re- jeição, à frente de Aécio, com 25,3% e de Eduardo Campos, com 25,2%. A pesquisa Sen- sus, no entanto, não aponta o percentual de rejeição por Estados. Além de escalar Lula, nes- ta semana, o PT também tomou a decisão de transferir para São Paulo a administra- ção da página do partido nas redes sociais com o objetivo de arregimentar a militân- cia. O partido investirá em posts que divulguem ações do governo e critiquem pontos fracos da administração de GeraldoAlckmin, como a crise no abastecimento de água em São Paulo. Para alguns petistas, além da rejeição à presidente se apresentar alta em São Paulo, preocupa também o fato de o governador tucano apresentar bom desempenho, apesar da falência do sistema de abastecimento de água da metrópole. Preocupados com a alta rejeição PT investe pesado em São Paulo Padilha faz caminhada no Centro de SP São Paulo (Fiesp), Paulo Skaf (PMDB), aparece com 16% das intenções de voto. O ex- -ministro da Saúde Alexandre Padilha (PT) aparece com 4%. “Eu vim preocupado por- que ontem à noite eu vi uma pesquisa e nós, que fazemos política, muitas vezes nós fa- lamos que não acreditamos em pesquisa quando a gente está por baixo e a gente acre- dita quando a gente está por cima. Mas depois que a gente adquire a experiência que eu adquiri perdendo três eleições, eu acho que a pesquisa serve apenas como referência do que a gente precisa fazer quando a gente recebe a informação”, disse Lula. “Nada é mais importante do que você começar a andar nas ruas”, disse Lula a Padilha. “Enquanto isso não acontecer, a campanha vai ficar encrua- da. Quem elege governador é o povo trabalhador e o setor médio da sociedade paulista. É para essa gente que você precisa construir um discurso, porque os tucanos estão no poder há mais de 20 anos e nem água para beber eles estão garantindo”, disse o ex- -presidente, fazendo a menção à crise hídrica no estado.
  7. 7. 3ª SEMANA JULHO de 2014 Giro dos Famosos A profissão de modelo é uma das mais sonhadas por garotos e garotas de todo o mundo. Para obter sucesso na carreira é necessário muito estudo, disciplina, simpatia, treinamento e um pouquinho de dom natural, é claro. A modelo Jhennifer Ma- ris,17 anos, (emancipada), tem ganhado destaque na região leste de São Paulo e já pode comemorar a boa fase do início da carreira de modelo. Vinda de uma família tra- dicional do interior de São Paulo (São José do Rio Pardo) Jhennifer, filha do casal de en- fermeiros Márcio e Regina, hoje tem sua residência situada no bairro da Vila Curuçá. Com sua beleza e simpa- tia, a rio-pardense mudou-se para a capital de São Paulo em busca de um sonho de in- fância, que é ser reconhecida profissionalmente e alavancar sua carreira como modelo e manequim. Jhennifer vem realizando ensaios fotográficos, comer- ciais e desfiles desde crian- ça, aos 12 anos foi eleita a “Rainha do Rodeio” em sua cidade natal. Descoberta pela produtora de eventos de moda Ana Paula Queiroz, Jennifer foi convidada para participar do concurso “Miss Brasileira da Copa 2014”, onde foi eleita e ganhou o destaque total no desfile, já no concurso “Musa da Copa”, a jovem obteve o 2º lugar e também foi convidada para outros eventos de moda. “Eu nem pude acreditar quando chamaram meu nome Modelo da Vila Curuçá ganha destaque nas passarelas no concurso Brasileira da Copa, foi uma emoção muito grande, jamais pensei que pudesse ganhar, pois foi uma disputa bastante acirrada. As outras meninas eram lindas, fiquei emocionada”, lembra ela. Sen- do assim, a jovem entrou para a lista das modelos mais pro- missoras da região leste e, de lá pra cá, não parou mais. “Estou bastante feliz com tudo que tem acontecido em minha carreira, sei que estou longe da minha família, mas precisei vir atrás do meu grande sonho e mesmo longe, tenho o apoio total dos meus pais e familiares, o que é muito impor- tante para mim”, frisa a modelo. Com tanta beleza e sim- patia, Jhennifer e mais duas jovens modelos, Nicole e My- lena, foram selecionadas para estampar a capa da Revista Acontece Leste na edição especial de junho-julho. “Foi minha primeira capa de revista, fiquei lisonjeada, pois sei do conceito e credibilidade que a revista tem na região, foi um grande desafio e uma opor- tunidade que marcou minha carreira”. Jhennifer não abre mão dos estudos, “mesmo com a corre- ria, continuo estudando e faço curso de modelo, mas ainda pretendo fazer odontologia e teatro”. A jovem já foi selecionada para participar da Convenção de Modelos do produtor Dilson Stein, que acontecerá em de- zembro. Contato para evento é jhennifer_maris@hotmail.com Divaldo Rosa-Diretor do Grupo Acontece e a modelo Jenni
  8. 8. 2ª QUINZENA DE JULHO de 2014 Mulher Os cachecóis e lenços são versáteis, esquentam e servem para valorizar o visu- al. Os itens são peças-chave para os dias de inverno, podendo trazer colorido à pro- dução com base em casacos pesados e de cores sóbrias. Para quem não sofre tanto com o frio, a opção é abusar dos lenços de tecidos leves que combinam com jeans, vestidos e até shorts. A consultora de moda Natália Nunes ressalta que Pesquisa revela: homens tendem a aumentar mais suas glórias do que as mulheres. Um estudo encomendado por uma empresa europeia de trens concluiu que mais de 70% dos homens confes- saram mentir para aumentar suas conquistas e 50% deles admitiram dizer que têm ha- bilidades que na verdade não têm. Já entre as mulheres, apenas 37% disseram já ter mentido sobre seus talentos. Os dados são do jornal inglês Daily Mail. Entre os entrevista- dos, quase a metade faz isso para aumentar a confiança, 10% afirmou que faz isso para ter o respeito das outras pes- soas e 42% mentem sobre as habilidades para parecerem bons para os outros. O psicólogo Dr. Cary Co- oper, da Universidade britâ- a versatilidade de tecidos e estampas permite que o acessório ajude a compor pro- duções diversas. “Os lenços e cachecóis deixam os looks mais completos. Investindo neles você sempre terá um toque a mais na produção”, afirma. Com tantas opções no mercado, Natália listou algu- mas dicas que podem ajudar você a escolher as versões que mais combinam com sua personalidade. Adeus frio! Aposte nos cachecóis de lã, ponto fechado e nos tipo gola para aquecer o corpo nos dias gelados. Abuse dessas versões combinando com sobretudos, casacos de al- faiataria e jaquetas de couro. “Para uma produção con- temporânea, vale investir nas versões xadrez, com estam- pas paisley e de poá, que são típicas da estação”, afirma Natália. Os coloridos das lãs feitas à mão também dão um toque especial ao mesclar o item artesanal com os casa- cos pesados. Para deixar os dias frios mais alegres, abuse da infinita gama de cores. Acessório moderno Os lenços leves são a es- colha perfeita para quem não sofre com o inverno pesado. As opções feitas de algodão malha e outros tecidos finos podem compor produções que deixam a pele à mostra. Vale jogar por cima de um look com calça jeans, shorts, saia ou sobre um vestido com um bom caimento. As versões florais, abstra- tas e tipo “vaso” são opções baratas para quem gosta de colocar personalidade no look e não tem um guarda-roupa variado. “É importante que o tecido e a estampa sejam compatíveis com o restante da produção”, adiciona Na- tália. A consultora revela que para compor um look clássico vale criar um ponto de luz na produção. “Invista em um len- ço fino e combine o item com peças neutras. As versões coloridas chamam a atenção e quebram a monotonia do look”, ressalta. Aprenda a usar cachecóis e lenços para complementar o look Mais de 70% dos homens mentem para aumentar as conquistas nica de Lancaster, explica que essa diferença entre homens e mulhres se deve principalmente a um padrão de comportamento masculino e feminino fixado ao longo do tempo. “No passado, os homens eram os principais chefes de família e se van- gloriavam disso no ambiente de trabalho, também majorita- riamente masculino. Fora do trabalho, ele fazia e ainda faz isso para impressionar o sexo oposto”, afirma. O estudo descobriu ainda que as pessoas tendem a mentir mais sobre as habilida- de quando são jovens: quase metade dos entrevistados entre 18 e 24 anos exageram nos elogios a si mesmos, en- quanto esse número cai para 25% entre os homens com mais de 55 anos. Além de exagerarem no lado positivo, os homens ain- da têm mais dificuldade em admitir seus pontos negativos mas, por incrível que pareça, consideram reconhecer as falhas uma ótima qualidade nas outras pessoas. Quando alguém faz isso próximo a eles: 67% dizem apreciar esta honestidade, 41% respeitam mais a pessoa e 15% gostam mais dela. Apesar disso, a pesquisa comprova um senso comum entre os ingleses: que eles se autodepreciam demais. Segundo os entrevistados, eles disseram ser ruins em oito coisas e bons apenas em cinco. Entre estas qualida- des, 40% elegeram guardar dinheiro como uma delas e 22% em traçar boas rotas de viagem.

×