Romantismo brasileiro 1_gera_o

8.411 visualizações

Publicada em

0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
8.411
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
264
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Romantismo brasileiro 1_gera_o

  1. 1. Romantismo brasileiro 1ª Geração: nacionalismo, indianismo e religiosidade.
  2. 2. 1ª Geração Romântica <ul><li>I – Objetivos: </li></ul><ul><li>Construir a identidade nacional; </li></ul><ul><li>Cultivar o amor à pátria; </li></ul><ul><li>Livrar a literatura das influências portuguesas. </li></ul><ul><li>“ Quanto à forma, isto é, a construção, por assim dizer, material das estrofes, e de cada cântico em particular, nenhuma ordem seguimos ; exprimindo as idéias como elas se apresentaram, para não destruir o acento da inspiração.” </li></ul><ul><li>Gonçalves de Magalhães. Prefácio de Suspiros poéticos e saudades , intitulado Lede . </li></ul><ul><li>Nova estética romântica: liberdade formal, natureza, sentimentalismo, religiosidade. </li></ul>
  3. 3. 1ª Geração Romântica <ul><li>II – Principais influências: </li></ul><ul><li>A) Estrangeiras: </li></ul><ul><li>Augustus de Saint-Hilaire  natureza </li></ul><ul><li>Carl F. Von Martius  índios </li></ul><ul><li>Rousseau (“o bom selvagem”)  o índio, livre e incorruptível. </li></ul><ul><li>B) Nacionais: </li></ul><ul><li>Escritores que viviam na Europa: olhar idealizado e saudoso da pátria. </li></ul><ul><li>C) Público: novos leitores com anseios patrióticos. </li></ul>
  4. 4. 1ª Geração Romântica <ul><li>Impacto da literatura romântica no Brasil: </li></ul><ul><li>“ Algum tempo se passou sem que nenhum jornal falasse nesse volume [...] Depois acordaram todos ao mesmo tempo, e o autor dos primeiros cantos se viu exaltado muito acima do seu merecimento. O mais conceituado dos escritores portugueses – Alexandre Herculano – falou desse volume com expressões bem lisonjeiras e esse artigo causou muita impressão em Portugal e Brasil. </li></ul><ul><li>Mas já nesse tempo o povo tinha adotado o poeta, repetindo e cantando em todos os ângulos do Brasil.” </li></ul><ul><li>Gonçalves Dias. </li></ul>
  5. 5. 1ª Geração Romântica <ul><li>III – Características poéticas: </li></ul><ul><li> Os primeiros versos apresentam rima e métrica. </li></ul><ul><li> Os poetas procuravam construir versos com ritmos que imitavam os tambores indígenas. </li></ul><ul><li> A natureza era representada com delicadeza, simbolizando os sentimentos indígenas. </li></ul>
  6. 6. Antônio Gonçalves Dias (1823-1864): <ul><li>I – Biografia: </li></ul><ul><li>Maranhense. </li></ul><ul><li>Mestiço (pai português e mãe cafuza). </li></ul><ul><li>Estudou Direito em Coimbra. </li></ul><ul><li>Influências de Almeida Garret e Alexandre Herculano. </li></ul><ul><li>1845: regresso ao Brasil. </li></ul>
  7. 7. Gonçalves Dias <ul><li>II – Características: </li></ul><ul><li>Implantador e solidificador da poesia romântica brasileira. </li></ul><ul><li>Indianismo e nativismo. </li></ul><ul><li>Versos melódicos, ritmos variados. </li></ul><ul><li>Linguagem simples e acessível. </li></ul><ul><li>Obras líricas e épicas. </li></ul>
  8. 8. Gonçalves Dias <ul><li>III – Obra épica: </li></ul><ul><li>I-Juca Pirama  “o que há de ser morto” </li></ul><ul><li>Índio tupi aprisionado pelos timbiras. </li></ul><ul><li>Dilema: morrer lutando como guerreiro ou viver para cuidar de seu pai (doente e cego). </li></ul><ul><li>Libertado para cuidar de seu pai, com promessa de regresso. </li></ul><ul><li>Renegado pelo pai, amaldiçoado por este e enviado de volta para o sacrifício. </li></ul><ul><li>Luta para provar que não é covarde. </li></ul><ul><li>Valores: amor filial e honra. O índio representa todos os índios e, por extensão, os brasileiros. </li></ul>
  9. 9. Gonçalves Dias <ul><li>IV – Obra lírica: </li></ul><ul><li>Primeiros cantos (1846), Segundos cantos (1848), Últimos cantos (1851). </li></ul><ul><li>Poesia de construção rica (influência clássica européia), equilibrada, sem exageros românticos e, ao mesmo tempo, romântica. </li></ul><ul><li>Temas preferidos: natureza, religião, pátria, índio, amor, solidão, morte. </li></ul>

×