Trabalho sobre o Romantismo no Brasil

536 visualizações

Publicada em

Literatura Brasileira, literatura, brasil, romantismo

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
536
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
8
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Trabalho sobre o Romantismo no Brasil

  1. 1. ROMANTISMO ROMANTISM O NO BRASIL
  2. 2. 1ª GERAÇÃO - INDIANISTA  Conhecida também como nacionalista ou indianista, pois os escritores desta fase valorizaram muito os temas nacionais, fatos históricos e a vida do índio, que era apresentado como " bom selvagem" e, portanto, o símbolo cultural do Brasil. Destaca-se nesta fase os seguintes escritores : Gonçalves de Magalhães, Gonçalves Dias, Araújo Porto Alegre e Teixeira e Souza.
  3. 3. GONÇALVES DIAS (1823-1864)
  4. 4. GONÇALVES DIAS  Nascido no Maranhão em 1823, orgulhava-se de suas três raças, que formaram a etnia brasileira: era filho de um comerciante português branco e de uma cafuza (mestiça de negro e índio . É considerado o maior poeta indianista brasileiro. A temática principal de seus poemas era a valorização das maravilhas da natureza pátria, na qual o índio ocupou seu lugar de destaque. Ele procurou formar um sentimento nacionalista ao incorporar assuntos, povos e paisagens brasileiras na literatura nacional. Pela sua importância na história da literatura brasileira, podemos dizer que Gonçalves Dias incorporou uma ideia de Brasil à literatura nacional.
  5. 5. 2ª GERAÇÃO - ULTRARROMANTISMO  Conhecida como Mal do século, Byroniana ou fase ultra- romântica. Os escritores desta época retratavam os temas amorosos levados ao extremo e as poesias são marcadas por um profundo pessimismo, valorização da morte, tristeza e uma visão decadente da vida e da sociedade. Muitos escritores deste período morreram ainda jovens. Podemos destacar os seguintes escritores desta fase : Álvares de Azevedo, Casimiro de Abreu e Junqueira Freire.
  6. 6. ALVARES DE AZEVEDO (1831-1852)
  7. 7. ALVARES DE AZEVEDO Poeta romântico por excelência, nascido em São Paulo, estudou na Faculdade de Direito, mas não chegou a se formar. Faleceu jovem, aos 21 anos, vítima da tuberculose. Desenvolveu verdadeira fixação com a própria morte, escrevendo a respeito da passagem do tempo, do sentido da vida e do amor - esse último, jamais realizado. Pode-se dizer que sua obra possui características góticas, pois retratam paisagens sombrias, donzelas em perigo, personagens misteriosas, envoltas em vultos e véus entre outros. A frustração presente em sua obra é amenizada apenas através da lembrança da mãe e da irmã. Além disso, a perspectiva da morte, apesar de assustadora, traz conforto por saber que cessará a dor física causada pela doença e pelos sofrimentos amorosos do poeta.
  8. 8. 3ª GERAÇÃO - CONDOREIRISMO  É caracterizada pela poesia social e libertária, reflete as lutas internas da segunda metade do reinado de D. Pedro II. O termo condoreirismo é consequência do símbolo de liberdade adotado pelos jovens românticos: o condor, ave que habita o alto da cordilheira do Andes.  Em 1860, surgiram alguns escritores que demonstravam imensa preocupação com os problemas sociais.  Questões como: o direito dos povos à independência, abolição da escravidão, erradicação da miséria e educação começaram a ser discutidos e difundidos por estes escritores..
  9. 9. 3ª GERAÇÃO – CONDOREIRISMO CASTRO ALVES (1847-1871)
  10. 10. CASTRO ALVES  As obras de Castro Alves foram as que marcaram a historia do Condoreirismo. De acordo com a InfoEscola, suas melhores obras são abolicionistas, por esta razão é conhecido como o “Poeta dos Escravos”. Nelas, o poeta denuncia as injustiças sociais, clama por liberdade, fala sobre a opressão e cita a ignorância do povo brasileiro. Ele representa para a poesia um momento de maturidade e de transição.

×