C R I S E   E C O N Ô M I C A   N O S   E U A   E   N A                                                               $   ...
CRISE   NOS   EUA   //   CAUSAS                               Desde o início da década passada, grandes instituições      ...
CRISE   NOS   EUA   //   CONSEQUÊNCIAS                              • Se o valor de dívida pública dos EUA não diminuir o ...
CRISE   NOS   EUA   //   IMAGENS
CRISE   NOS   EUA   //   VÍDEOSHTTP://WWW.YOUTUBE.COM/WATCH?V=_IDJLRJM364
CRISE   NA   EUROPA //   CAUSAS                                 A crise econômica européia teve inicio na Grécia, e foi ca...
CRISE   NA   EUROPA //   CONSEQUÊNCIAS                           • Para os cidadãos europeus além de alto índice de       ...
CRISE   NOS   EUA   //   IMAGENS
CRISE   NA   EUROPA //   VÍDEOSHTTP://WWW.YOUTUBE.COM/WATCH?V=Y1KMVESMNUQ
PARÓDIA //   GAROTA NA CHUVA – ÉDNEIA MACEDO                    As vezes sou, uma crise econômica,                    E su...
PARÓDIA 2//   VOU DEIXAR - SKANK                  Não vou deixar a crise me levar                  Pra onde ela quiser    ...
CHARGE‛‛   A CHARGE FAZ UMA APOLOGIA À DOUTRINA MONROE, “AMÉRICA PARA                                  ‛‛     AMERICANOS (...
C O L É G I O     A N T Ô N I O    V I E I R A                                                                            ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Slides g1

1.777 visualizações

Publicada em

Slides

1 comentário
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.777
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
36
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
20
Comentários
1
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Slides g1

  1. 1. C R I S E E C O N Ô M I C A N O S E U A E N A $ E U R O P A
  2. 2. CRISE NOS EUA // CAUSAS Desde o início da década passada, grandes instituições estadunidenses, passaram a fazer altos empréstimos à empresas e cidadãos em declínio financeiro, para a recuperação das mesmas. Essa situação obrigava a presença de fianças, estes que eram imóveis, caros e valorizados no mercado financeiro. Esses empréstimos tiveram uma má consequência, que foi o aumento das dividas dos credores e sua impossibilidade de pagamento, fazendo assim com que os imóveis que serviam de fiança ficassem com baixos preços e dessa forma desvalorizando o mercado imobiliário americano. Daí, a crise econômica mundial, começando nos EUA e pelo efeito da globalização propagado às principais economias mundiais, originou a falência de Bancos, seguindo um “efeito dominó”.‛‛ O ESTOURO DA BOLHA IMOBILIÁRIA PROVOCOU A CRISE ‛‛ ECONÔMICA NOS EUA
  3. 3. CRISE NOS EUA // CONSEQUÊNCIAS • Se o valor de dívida pública dos EUA não diminuir o mundo entrará em recessão. • Em caso de calote nos títulos de dívida nos EUA haveria uma crise de confiança entre os investidores. • No Brasil, o efeito mais imediato foi a baixa das cotações das ações em bolsas de valores, provocada pela venda maciça de ações de especuladores estrangeiros, que se atropelaram para repatriar seus capitais a fim de cobrir suas perdas nos países de origem. Em razão disso, ocorreu também uma súbita e expressiva alta do dólar.‛‛ NO MUNDO GLOBALIZADO, SE A POTÊNCIA HEGEMÔNICA ENTRA‛‛ EM COLAPSO FINANCEIRO, O CAOS É MUNDIAL
  4. 4. CRISE NOS EUA // IMAGENS
  5. 5. CRISE NOS EUA // VÍDEOSHTTP://WWW.YOUTUBE.COM/WATCH?V=_IDJLRJM364
  6. 6. CRISE NA EUROPA // CAUSAS A crise econômica européia teve inicio na Grécia, e foi causa por dentre muitos: • A crise financeira global, que teve o auge em 2008, afetou gravemente a economia grega que não conseguiu se recuperar totalmente; • Uma alta dívida externa do país(em torno de 300 bilhões de Euros ou R$700 bilhões de reais), gerada pela falta de honra e incapacidade de pagar os compromissos; • Gastos internos do país com programas sociais e queda na arrecadação de impostos; • Assim, os investidores internacionais recuaram-se da Grécia e deixaram de fazer investimentos por lá. Dessa forma o país‛‛ precisou de empréstimos para cobrir outros, e com os altos juros, não teve condição de pagar os que havia UM tomado para honrar outros. (Bola de neve) VERDADEIRO • Essa crise chegou aos outros países europeus, no PRESENTE DE ‛‛ momento em que a Grécia não pagou suas dívidas de empréstimos aos seus países vizinhos, como GREGO Itália, França, Portugal,Irlanda....Esses países perderam dinheiro,se endividaram e acabaram seguindo o mesmo caminho.
  7. 7. CRISE NA EUROPA // CONSEQUÊNCIAS • Para os cidadãos europeus além de alto índice de desemprego há altos impostos, preços elevados e medidas de dificuldade mexem com suas vidas. • Muitos europeus desejam mudar de vida e para isso economizar para sair de seus respectivos países. Em relação ao mercado de trabalho, está cada vez mais difícil conseguir um emprego, isso é ruim principalmente para os jovens, que estão começando uma carreira.‛‛ • A crise européia está assustando todo o mundo. Os líderes O COLAPSO DO ‛‛ europeus estão tentando resolver o problema, mas não está sendo tão rápido assim. VELHO MUNDO • A crise se agravou em 2008 e para diminuir os efeitos da recessão, os países aumentaram os gastos públicos, ampliando as dividas além dos tetos nacionais. • Foi criado um fundo de ajuda pelo FMI e pelo BCE (Banco Central Europeu) para ajudar com os problemas da crise.
  8. 8. CRISE NOS EUA // IMAGENS
  9. 9. CRISE NA EUROPA // VÍDEOSHTTP://WWW.YOUTUBE.COM/WATCH?V=Y1KMVESMNUQ
  10. 10. PARÓDIA // GAROTA NA CHUVA – ÉDNEIA MACEDO As vezes sou, uma crise econômica, E surjo, de vez em quando, Segundo uns sou uma marola, Que como o raio de sol, é breve. Estou no mundo desenvolvido, No cenário mundial chamo atenção, Esquento a cabeça dos economistas, É só histeria e preocupação. Na Europa faz frio, eu pioro, Nos EUA eu aqueço a cabeça do Obama Crise econômica Nos Eua e na Europa Crise econômica É uma preocupação As vezes sou, uma crise econômica, E surjo, de vez em quando, Segundo uns sou uma marola, Que como o raio de sol, é breve. Primavera sem "bons frutos" Situação "mal cheirosa" Já houveram tempos melhores No outono, a economia despenca no chao Sem bons ventos E chove problema sem solução Crise econômica Nos Eua e na Europa Crise econômica É uma preocupação
  11. 11. PARÓDIA 2// VOU DEIXAR - SKANK Não vou deixar a crise me levar Pra onde ela quiser A história vai mudar E os cidadãos vão vencer Não conte o dinheiro só pra nós dois Pois qualquer hora Ele vai multiplicar Depois que o FMI ajudar Não vou deixar a crise me levar Pra onde ela quiser É muita recessão Quero diminuição Não quero mais desemprego Não! Chega de altos impostos E deixa o BCE me buscar NANANÁ!!!111 Eu já estou na minha luta Sozinho, não consigo nada Mas vou estar aqui Até que a crise dsapareça
  12. 12. CHARGE‛‛ A CHARGE FAZ UMA APOLOGIA À DOUTRINA MONROE, “AMÉRICA PARA ‛‛ AMERICANOS (ESTADUNIDENSES)”.
  13. 13. C O L É G I O A N T Ô N I O V I E I R A 2 0 1 1 8 H P R O F E S S O R E S I S A B E L A L U Í S P A R E N T E A L U N O S A L B E R T O S A N T I A G O Í R I S L O P E S J O Ã O T O U R I N H O J U L I A N A M A R I A R E F E R Ê N C I A S B I B L I O G R Á F I C A Sh t t p : / / p t . w i k i p e d i a . o r g / w i k i / C r i s e _ e c o n % C 3 % B 4 m i c h t t p : / / p t . w i k i p e d i a . o r g / w i k i / E c o n o m i a _ d a _ G r % C 3 a _ d e _ 2 0 0 8 - 2 0 1 1 % A 9 c i a h t t p : / / p t . w i k i p e d i a . o r g / w i k i / C r i s e _ f i n a n c e i r a h t t p : / / w w w 1 . f o l h a . u o l . c o m . b r / f o l h a / d i n h e i r o / u l t 9 1 u 4 4 5 0 1 1 . s h t m l I M A G E N Sh t t p : / / 3 . b p . b l o g s p o t . c o m / _ i m l c L a v 7 W b U / S O u a U m p _ h t t p : / / v o z d e a r e i a b r a n c a . e s p a c o x . n e t / w p -4 t I / A A A A A A A A A C s / Z 9 O f f z Y f i g 8 / s 3 2 0 / s t a r s 1 0 0 0 _ 8 0 5 c o n t e n t / u p l o a d s / 2 0 1 1 / 0 8 / C h a r g e - c r i s e - E U A . j p g 3 a . j p g I M A G E N S N Ã O C I T A D A S © S E U S C R I A D O R E S h t t p : / / 2 . b p . b l o g s p o t . c o m / _ m V M 0 x P x L R a w / S T F 4 u j x Y v I I / A A A A A A A A A s c / 8 l 6 u s 9 E - v J A / s 4 0 0 / 3 b 8 7 7 8 6 5 . j p g h t t p : / / j o v e m p a n . u o l . c o m . b r / i m g / t h u m b s / j p a m / 2 0 1 0 / 0 3 / 0 4 / 2 8 0 X A U T O / 1 7 3 2 0 5 . j p g

×