Citação? 
Vamos ver para que ela serve e como utilizamos em 
nossas escritas.
Conforme o entendimento de Nascimento (2012), 
nós, seres humanos, temos a necessidade de buscar 
conhecimento, tanto como...
Um exemplo claro disso ocorre quando somos 
criança. Escutamos, vemos e imitamos pessoas 
próximas a nós. Com o passar do ...
Quando de repente vem um pensamento ou mesmo 
uma frase do tipo “Meu pai sempre falou que isso 
era assim...”, estamos ref...
Em textos científicos “é importante beber na fonte 
dos sábios e doutos. Não menos importante e 
necessário é citar as fon...
Citação Formal, direta ou Transcrição; 
Ao desenvolver o texto deve-se inserir uma 
pequena introdução. Logo após deve-se ...
Arellano (2007, p. 1) observa que a “preservação 
deve ser considerada uma extensão da missão das 
publicações cient...
Arellano (2007, p. 1) observa que a “preservação 
deve ser considerada uma extensão da missão das 
publicações cient...
Quando a citação ocupa até 3 linhas do texto 
pode se incluir junto a formatação do texto, como 
vimos no exemplo anterior...
O Direito é fruto das dinâmicas da sociedade, sendo desta 
forma um espelho das necessidades por ela demandada. Ao adent...
Já a citação indireta ou paráfrase ocorre quando é 
descrita a ideia do autor com suas próprias 
palavras. Sempre menciona...
Já no Brasil, segundo o Instituto Brasileiro de Inteligência de Mercado 
(IBRAMERC, 2012), de acordo com pesquisa realiz...
No caso de pesquisa sobre um conteúdo e este 
tem uma citação de outro autor denominamos que é 
uma citação da citação, ou...
Logo, com essa democratização das ferramentas de produção, a 
internet e as redes sociais consolidam-se como fonte de ...
No site da Universidade de Guarulhos, temos 
referencias que podem utiliza-las para pesquisa e 
orientações para aplica-la...
Mas não acabou! Vou falar depois um pouco mais 
sobre como podemos incluir e formatar as 
referências bibliográficas.
Referencias 
DIAS, Guilherme Ataíde; SOUSA, Rosilene Paiva Marinho de; PAIVA, 
Maria JoséRodrigues. Direito autoral e pr...
Referencias 
SILVIA, Isabel Schmidlin Fajardo. Como as redes sociais estão transformando 
a comunicação, o jornalismo e...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Citação - Tipos de citação

1.278 visualizações

Publicada em

Neste ambiente vamos ver para que ela serve e como utilizamos em nossas escritas.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.278
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
36
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Citação - Tipos de citação

  1. 1. Citação? Vamos ver para que ela serve e como utilizamos em nossas escritas.
  2. 2. Conforme o entendimento de Nascimento (2012), nós, seres humanos, temos a necessidade de buscar conhecimento, tanto como sobrevivência quanto evolução.
  3. 3. Um exemplo claro disso ocorre quando somos criança. Escutamos, vemos e imitamos pessoas próximas a nós. Com o passar do tempo, convivendo em sociedade, aprendemos outras formas de pensar e agir. Assim, criamos nosso próprio jeito no decorrer deste tempo.
  4. 4. Quando de repente vem um pensamento ou mesmo uma frase do tipo “Meu pai sempre falou que isso era assim...”, estamos referenciando alguém.
  5. 5. Em textos científicos “é importante beber na fonte dos sábios e doutos. Não menos importante e necessário é citar as fontes das quais coletamos informações úteis... registrar o autor e a obra consultados.” segundo Nascimento (2012). Por este motivo precisamos citar de onde tivemos estas ideias e quem nos apoia.
  6. 6. Citação Formal, direta ou Transcrição; Ao desenvolver o texto deve-se inserir uma pequena introdução. Logo após deve-se mencionar o nome do autor e colocar entre parênteses o ano e página onde foi encontrada a citação. Continuando com os dois pontos e entre aspas deve-se colocar palavra por palavra do que o autor escreveu. Veja o exemplo.
  7. 7. Arellano (2007, p. 1) observa que a “preservação deve ser considerada uma extensão da missão das publicações científicas com vistas a preservar o conhecimento de uma área e justificar os recursos conseguidos para suas atividades”. (Texto retirado do artigo cujo o link é: http://migre.me/lyulWou http://bit.ly/1lTaEXe):
  8. 8. Arellano (2007, p. 1) observa que a “preservação deve ser considerada uma extensão da missão das publicações científicas com vistas a preservar o conhecimento de uma área e justificar os recursos conseguidos para suas atividades”. (Texto retirado do artigo cujo o link é: http://migre.me/lyulWou http://bit.ly/1lTaEXe):
  9. 9. Quando a citação ocupa até 3 linhas do texto pode se incluir junto a formatação do texto, como vimos no exemplo anterior. Mas quando ela é maior, deve-se coloca-la em um modo especial. Normalmente com um fonte menor do texto normal, com espaçamento simples e com recuo para se destacar dos demais textos. Veja o exemplo:
  10. 10. O Direito é fruto das dinâmicas da sociedade, sendo desta forma um espelho das necessidades por ela demandada. Ao adentramos no século XX, percebemos de maneira cada vez mais proeminente a importância dos bens do conhecimento e a necessidade de protegê-los no que diz respeito à propriedade intelectual. Os referidos bens do conhecimento estão associados de maneira inequívoca às TDIC que estão criando novas dinâmicas que refletem as necessidades de nossa legislação. Este fenômeno não é exclusivo do Brasil, mas de todas as nações do globo quando confrontadas com as quebras de paradigmas originados na seara do ciberespaço (DIAS; VIDOTTI, 2011, p. 82). (Texto retirado do artigo cujo o link é: http://migre.me/lyulWou http://bit.ly/1lTaEXe):
  11. 11. Já a citação indireta ou paráfrase ocorre quando é descrita a ideia do autor com suas próprias palavras. Sempre mencionando o autor, ano da publicação e logo após o seu texto com a explicação o que o autor quis dizer.
  12. 12. Já no Brasil, segundo o Instituto Brasileiro de Inteligência de Mercado (IBRAMERC, 2012), de acordo com pesquisa realizada com 300 profissionais das áreas de comunicação, marketing e vendas do mercadoB2B afirmam que 28% utilizam as mídias sociais para ampliar os efeitos de seus projetos de marketing já existentes; 17% para fazer networking; 13% para conjugar interações com eventos; 10% para manter relações com empresas do mesmo segmento; 9% para alimentar oCRMda empresa e; 23% não utilizam as mídias sociais. Ainda, 55% dessas empresas não investem nas mídias sociais. (Texto retirado do artigo cujo o link é: http://migre.me/lyuJH ouhttp://bit.ly/ZgJy2t):
  13. 13. No caso de pesquisa sobre um conteúdo e este tem uma citação de outro autor denominamos que é uma citação da citação, ou seja, Pedro é citado por João em seu texto. Neste caso incluímos o “Apud“ que em latim significa “citado por”.
  14. 14. Logo, com essa democratização das ferramentas de produção, a internet e as redes sociais consolidam-se como fonte de notícia e participação, e a cultura colaborativa em rede se acelera. “O melhor exemplo disso é o computador pessoal, que pôs todas as coisas, desde as máquinas de impressão até os estúdios de produção de filmes e de músicas, nas mãos de todos” (MALINI apudANDERSON, 2006, p. 52). (Texto retirado do artigo cujo o link é: http://migre.me/lyuQ2 ou http://bit.ly/WSZuWY):
  15. 15. No site da Universidade de Guarulhos, temos referencias que podem utiliza-las para pesquisa e orientações para aplica-las em textos. Veja no link do manual (http://migre.me/lyv3Uou http://bit.ly/1p6MsvQ) na página 44 tem referencias e modos de utilização.
  16. 16. Mas não acabou! Vou falar depois um pouco mais sobre como podemos incluir e formatar as referências bibliográficas.
  17. 17. Referencias DIAS, Guilherme Ataíde; SOUSA, Rosilene Paiva Marinho de; PAIVA, Maria JoséRodrigues. Direito autoral e preservação digital: considerações pertinentes a periódicos científicos eletrônicos mantidos no sistema LOCKSS. Artigo. Portal de Periódicos do Ibict - Revista Cientifica da Informação. Disponível em: <http://revista.ibict.br/cienciadainformacao/index.php/ciinf/article/view/21 17/1795>. Acesso em: set de 2014. PEREIRA,Heloísa;PINCETA, Karina Perussi. Como as redes sociais estão transformando a comunicação, o jornalismo e a sociedade. Artigo. Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). Disponível em: <http://pt.slideshare.net/karinaperussi/artigo-cientfico-redes-sociais- 8460927>. Acesso em: set de 2014.
  18. 18. Referencias SILVIA, Isabel Schmidlin Fajardo. Como as redes sociais estão transformando a comunicação, o jornalismo e a sociedade. Artigo.Universidad de São Paulo (USP) - Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Disponível em: <http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/12/12139/tde-02092014- 182942/pt-br.php>. Acesso em: set de 2014. SEVERINO, Antônio Joaquim. Metodologia do trabalho científico. 22ª ed. São Paulo: Cortez, 2004. AQUINO, Italo de Souza. Como escrever artigos científicos. 7ª ed. São Paulo: Saraiva, 2010. NASCIMENTO, Luiz Paulo do. Elaboração de Projetos de Pesquisa. 1ª ed. São Paulo: Cengage, 2012.

×