SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 12
Baixar para ler offline
“Porque não me envergonho do evangelho
de Cristo, pois é o poder de Deus para
salvação de todo aquele que crê, primeiro
do judeu e também do grego” (Rm 1.16).
TEXTO ÁUREO
ailtonsilva2000.blogspot.com.br
Presidente Prudente (SP)
Brasil
A Epístola aos Romanos mostra que sem a
graça divina todos os nossos esforços são
inúteis para a nossa salvação e comunhão
com Deus.
VERDADE PRÁTICA
ailtonsilva2000.blogspot.com.br
Presidente Prudente (SP)
Brasil
1 — Paulo, servo de Jesus Cristo, chamado para
apóstolo, separado para o evangelho de Deus,
2 — o qual antes havia prometido pelos seus profetas
nas Santas Escrituras,
3 — acerca de seu Filho, que nasceu da descendência
de Davi segundo a carne,
4 — declarado Filho de Deus em poder, segundo o
Espírito de santificação, pela ressurreição dos
mortos, — Jesus Cristo, nosso Senhor,
5 — pelo qual recebemos a graça e o apostolado, para
a obediência da fé entre todas as gentes pelo seu
nome,
LEITURA BÍBLICA EM CLASSE
Rm 1.1-17
ailtonsilva2000.blogspot.com.br
Presidente Prudente (SP)
Brasil
6 — entre as quais sois também vós chamados
para serdes de Jesus Cristo.
7 — A todos os que estais em Roma, amados de
Deus, chamados santos: Graça e paz de Deus, nosso
Pai, e do Senhor Jesus Cristo.
8 — Primeiramente, dou graças ao meu Deus por
Jesus Cristo, acerca de vós todos, porque em todo o
mundo é anunciada a vossa fé.
9 — Porque Deus, a quem sirvo em meu espírito, no
evangelho de seu Filho, me é testemunha de como
incessantemente faço menção de vós,
LEITURA BÍBLICA EM CLASSE
Rm 1.1-17
ailtonsilva2000.blogspot.com.br
Presidente Prudente (SP)
Brasil
10 — pedindo sempre em minhas orações que,
nalgum tempo, pela vontade de Deus, se me ofereça
boa ocasião de ir ter convosco.
11 — Porque desejo ver-vos, para vos comunicar
algum dom espiritual, a fim de que sejais confortados,
12 — isto é, para que juntamente convosco eu seja
consolado pela fé mútua, tanto vossa como minha.
13 — Não quero, porém, irmãos, que ignoreis que
muitas vezes propus ir ter convosco (mas até agora
tenho sido impedido) para também ter entre vós
algum fruto, como também entre os demais gentios.
LEITURA BÍBLICA EM CLASSE
Rm 1.1-17
ailtonsilva2000.blogspot.com.br
Presidente Prudente (SP)
Brasil
14 — Eu sou devedor tanto a gregos como a bárbaros,
tanto a sábios como a ignorantes.
15 — E assim, quanto está em mim, estou pronto para
também vos anunciar o evangelho, a vós que estais
em Roma.
16 — Porque não me envergonho do evangelho de
Cristo, pois é o poder de Deus para salvação de todo
aquele que crê, primeiro do judeu e também do grego.
17 — Porque nele se descobre a justiça de Deus de fé
em fé, como está escrito: Mas o justo viverá da fé.
LEITURA BÍBLICA EM CLASSE
Rm 1.1-17
ailtonsilva2000.blogspot.com.br
Presidente Prudente (SP)
Brasil
INTRODUÇÃO
ailtonsilva2000.blogspot.com.br
Presidente Prudente (SP)
Brasil
• A epístola é um chamado à liberdade cristã;
• A leitura/estudo sistemático da carta produz resultados.
a) Ensinamentos de Paulo à igreja de Roma:
• O homem está perdido em trevas e pecado;
• A natureza adâmica persiste em dominar o homem;
• O Evangelho é poder de Deus para salvação de todos;
• A graça reconcilia o homem e produz comunhão;
• O Espírito Santo proporciona novidade de vida;
• A graça destrona a natureza pecaminosa do homem.
1. O AUTOR.
• Autoria: Paulo, servo de Jesus, chamado e separado;
• Paulo teve o auxílio de Terço, seu amanuense;
• O conteúdo da carta não deixa dúvidas quanto ao autor.
2. LOCAL E DATA.
• Escrita provavelmente entre os anos 56 a 57 d.C.;
• Paulo estava em Corinto quando escreveu a carta;
• Em Corinto havia um centro de atividades missionária.
3. DESTINATÁRIOS.
• A carta aos romanos é de natureza atemporal;
• A carta transcende as barreiras do tempo;
• Destinatários: judeus e gentios da igreja em Roma.
I – AUTOR, LOCAL,
DATA E DESTINATÁRIOS
ailtonsilva2000.blogspot.com.br
Presidente Prudente (SP)
Brasil
1. FORMA LITERÁRIA.
• O modelo da carta segue padrões da época;
• Diatribes: um discurso agressivo, uma crítica.
2. CONTEÚDO – temas abordados:
• Pecado, justificação, salvação e graça;
• Necessidade espiritual dos gentios e judeus;
• Atuação santificadora do Espírito Santo;
• Tratamento de Deus a Israel e obra missionária.
3. PROPÓSITO.
• Apresentar Paulo e sua mensagem à igreja em Roma;
• Transformar a igreja de Roma em um Q.G. missionário;
• Defender o Evangelho e revelar seu cuidado pastoral.
II – FORMA LITERÁRIA,
CONTEÚDO E PROPÓSITO
ailtonsilva2000.blogspot.com.br
Presidente Prudente (SP)
Brasil
1. FUNDAMENTO DOUTRINÁRIO.
• Esta carta é a mais teológica de todas as outras de Paulo;
• Possui um forte e completo conteúdo doutrinário;
• Aborda a eleição/predestinação/justificação/glorificação;
• Apresenta a possível correção da relação homem x Deus;
• E explícita a redenção pela mensagem do Evangelho.
2. RENOVAÇÃO ESPIRITUAL
• A igreja de Roma viveu uma renovação após a leitura;
• Esta renovação já foi sentida por muitos;
• Pensadores, teólogos e reformadores foram renovados.
III – VALOR ESPIRITUAL
ailtonsilva2000.blogspot.com.br
Presidente Prudente (SP)
Brasil
A carta de Paulo aos Romanos nos permite vislumbrar a
terrível situação espiritual na qual se encontra a
humanidade e mostra, de forma clara, que Deus veio ao
encontro dos pecadores para oferecer-lhes perdão e
restauração através de Jesus. A humanidade foi tirada
das trevas do pecado e ganhou a oportunidade de viver
uma nova vida no poder do Espírito Santo.
CONCLUSÃO
ailtonsilva2000.blogspot.com.br
Presidente Prudente (SP)
Brasil
Contatos:
ailtonsilva2000@gmail.com
ailtonsilva2000.blogspot.com.br
Presidente Prudente (SP) – 2º trim. 2016
(18) 99790-3718 (Vivo) (18) 98124-8639 (Tim)

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Lição 11 - Um Igreja autenticamente pentecostal
Lição 11 - Um Igreja autenticamente pentecostalLição 11 - Um Igreja autenticamente pentecostal
Lição 11 - Um Igreja autenticamente pentecostalAilton da Silva
 
Lição 12 - Conservando a pureza da doutrina pentecostal
Lição 12 - Conservando a pureza da doutrina pentecostalLição 12 - Conservando a pureza da doutrina pentecostal
Lição 12 - Conservando a pureza da doutrina pentecostalAilton da Silva
 
Gerados pela Palavra da verdade
Gerados pela Palavra da verdadeGerados pela Palavra da verdade
Gerados pela Palavra da verdadeAilton da Silva
 
13 - a verdadeira motivação do crente
13 - a verdadeira motivação do crente13 - a verdadeira motivação do crente
13 - a verdadeira motivação do crenteAilton da Silva
 
Tiago - fé que se mostra pelas obras
Tiago - fé que se mostra pelas obrasTiago - fé que se mostra pelas obras
Tiago - fé que se mostra pelas obrasAilton da Silva
 
Lição 7 - Os dons de poder
Lição 7 - Os dons de poderLição 7 - Os dons de poder
Lição 7 - Os dons de poderAilton da Silva
 
Lição 3 - O que é o batismo com o Espírito Santo?
Lição 3 - O que é o batismo com o Espírito Santo?Lição 3 - O que é o batismo com o Espírito Santo?
Lição 3 - O que é o batismo com o Espírito Santo?Ailton da Silva
 
03 - Joel, o derramamento do Espírito Santo
03 - Joel, o derramamento do Espírito Santo03 - Joel, o derramamento do Espírito Santo
03 - Joel, o derramamento do Espírito SantoAilton da Silva
 
Lição 13 - A evangelização integral nesta última hora
Lição 13 - A evangelização integral nesta última horaLição 13 - A evangelização integral nesta última hora
Lição 13 - A evangelização integral nesta última horaAilton da Silva
 
O propósito da tentação
O propósito da tentaçãoO propósito da tentação
O propósito da tentaçãoAilton da Silva
 
Lição 5 - O reino de Deus através da Igreja
Lição 5 - O reino de Deus através da IgrejaLição 5 - O reino de Deus através da Igreja
Lição 5 - O reino de Deus através da IgrejaAilton da Silva
 
Lição 3 - Éfeso, a igreja do amor esquecido.
Lição 3 - Éfeso, a igreja do amor esquecido.Lição 3 - Éfeso, a igreja do amor esquecido.
Lição 3 - Éfeso, a igreja do amor esquecido.Ailton da Silva
 
Lição 5 - A importância dos dons Espírituais
Lição 5 - A importância dos dons EspírituaisLição 5 - A importância dos dons Espírituais
Lição 5 - A importância dos dons EspírituaisAilton da Silva
 
Lição 1 - O surgimento da teologia da prosperidade
Lição 1 - O surgimento da teologia da prosperidadeLição 1 - O surgimento da teologia da prosperidade
Lição 1 - O surgimento da teologia da prosperidadeAilton da Silva
 
Lição 13 - Aviva, ó, Senhor tua obra
Lição 13 - Aviva, ó, Senhor tua obraLição 13 - Aviva, ó, Senhor tua obra
Lição 13 - Aviva, ó, Senhor tua obraAilton da Silva
 
Lição 07 - "Tudo posso naquele que me fortalece"
Lição 07 - "Tudo posso naquele que me fortalece"Lição 07 - "Tudo posso naquele que me fortalece"
Lição 07 - "Tudo posso naquele que me fortalece"Ailton da Silva
 
01 - No mundo tereis aflições
01 - No mundo tereis aflições01 - No mundo tereis aflições
01 - No mundo tereis afliçõesAilton da Silva
 

Mais procurados (20)

Lição 11 - Um Igreja autenticamente pentecostal
Lição 11 - Um Igreja autenticamente pentecostalLição 11 - Um Igreja autenticamente pentecostal
Lição 11 - Um Igreja autenticamente pentecostal
 
Lição 12 - Conservando a pureza da doutrina pentecostal
Lição 12 - Conservando a pureza da doutrina pentecostalLição 12 - Conservando a pureza da doutrina pentecostal
Lição 12 - Conservando a pureza da doutrina pentecostal
 
Gerados pela Palavra da verdade
Gerados pela Palavra da verdadeGerados pela Palavra da verdade
Gerados pela Palavra da verdade
 
13 - a verdadeira motivação do crente
13 - a verdadeira motivação do crente13 - a verdadeira motivação do crente
13 - a verdadeira motivação do crente
 
Tiago - fé que se mostra pelas obras
Tiago - fé que se mostra pelas obrasTiago - fé que se mostra pelas obras
Tiago - fé que se mostra pelas obras
 
12
1212
12
 
Lição 7 - Os dons de poder
Lição 7 - Os dons de poderLição 7 - Os dons de poder
Lição 7 - Os dons de poder
 
Lição 3 - O que é o batismo com o Espírito Santo?
Lição 3 - O que é o batismo com o Espírito Santo?Lição 3 - O que é o batismo com o Espírito Santo?
Lição 3 - O que é o batismo com o Espírito Santo?
 
03 - Joel, o derramamento do Espírito Santo
03 - Joel, o derramamento do Espírito Santo03 - Joel, o derramamento do Espírito Santo
03 - Joel, o derramamento do Espírito Santo
 
Lição 13 - A evangelização integral nesta última hora
Lição 13 - A evangelização integral nesta última horaLição 13 - A evangelização integral nesta última hora
Lição 13 - A evangelização integral nesta última hora
 
O propósito da tentação
O propósito da tentaçãoO propósito da tentação
O propósito da tentação
 
Lição 5 - O reino de Deus através da Igreja
Lição 5 - O reino de Deus através da IgrejaLição 5 - O reino de Deus através da Igreja
Lição 5 - O reino de Deus através da Igreja
 
Lição 10
Lição 10Lição 10
Lição 10
 
Lição 3 - Éfeso, a igreja do amor esquecido.
Lição 3 - Éfeso, a igreja do amor esquecido.Lição 3 - Éfeso, a igreja do amor esquecido.
Lição 3 - Éfeso, a igreja do amor esquecido.
 
O ministério de pastor
O ministério de pastorO ministério de pastor
O ministério de pastor
 
Lição 5 - A importância dos dons Espírituais
Lição 5 - A importância dos dons EspírituaisLição 5 - A importância dos dons Espírituais
Lição 5 - A importância dos dons Espírituais
 
Lição 1 - O surgimento da teologia da prosperidade
Lição 1 - O surgimento da teologia da prosperidadeLição 1 - O surgimento da teologia da prosperidade
Lição 1 - O surgimento da teologia da prosperidade
 
Lição 13 - Aviva, ó, Senhor tua obra
Lição 13 - Aviva, ó, Senhor tua obraLição 13 - Aviva, ó, Senhor tua obra
Lição 13 - Aviva, ó, Senhor tua obra
 
Lição 07 - "Tudo posso naquele que me fortalece"
Lição 07 - "Tudo posso naquele que me fortalece"Lição 07 - "Tudo posso naquele que me fortalece"
Lição 07 - "Tudo posso naquele que me fortalece"
 
01 - No mundo tereis aflições
01 - No mundo tereis aflições01 - No mundo tereis aflições
01 - No mundo tereis aflições
 

Destaque

Lição 11 - A evangelização das pessoas com deficiência
Lição 11 - A evangelização das pessoas com deficiênciaLição 11 - A evangelização das pessoas com deficiência
Lição 11 - A evangelização das pessoas com deficiênciaAilton da Silva
 
Lição 9 - A nova vida em Cristo
Lição 9  - A nova vida em CristoLição 9  - A nova vida em Cristo
Lição 9 - A nova vida em CristoAilton da Silva
 
Lição 7 - A vida segundo o Espírito
Lição 7 - A vida segundo o EspíritoLição 7 - A vida segundo o Espírito
Lição 7 - A vida segundo o EspíritoAilton da Silva
 
Lição 8 - A evangelização dos grupos religiosos
Lição 8 - A evangelização dos grupos religiososLição 8 - A evangelização dos grupos religiosos
Lição 8 - A evangelização dos grupos religiososAilton da Silva
 
Lição 7 - O Evangelho no mundo acadêmico e político
Lição 7 - O Evangelho no mundo acadêmico e políticoLição 7 - O Evangelho no mundo acadêmico e político
Lição 7 - O Evangelho no mundo acadêmico e políticoAilton da Silva
 
Lição 10 - O poder da evangelização na família
Lição 10 - O poder da evangelização na famíliaLição 10 - O poder da evangelização na família
Lição 10 - O poder da evangelização na famíliaAilton da Silva
 
Lição 9 - a evangelização das crianças
Lição 9 - a evangelização das criançasLição 9 - a evangelização das crianças
Lição 9 - a evangelização das criançasAilton da Silva
 
Lição 6 - A lei, a carne e o espírito
Lição 6 - A lei, a carne e o espíritoLição 6 - A lei, a carne e o espírito
Lição 6 - A lei, a carne e o espíritoAilton da Silva
 
Lição 12 - a evangelização real na era digital
Lição 12 - a evangelização real na era digitalLição 12 - a evangelização real na era digital
Lição 12 - a evangelização real na era digitalAilton da Silva
 
Lição 2 - a necessidade universal dasalvação em Cristo
Lição 2 - a necessidade universal dasalvação em CristoLição 2 - a necessidade universal dasalvação em Cristo
Lição 2 - a necessidade universal dasalvação em CristoAilton da Silva
 
Lição 9 - A nova vida em Cristo
Lição 9 - A nova vida em CristoLição 9 - A nova vida em Cristo
Lição 9 - A nova vida em CristoAilton da Silva
 
Lição 3 - justificação pela fé, somente em Jesus Cristo
Lição 3 - justificação pela fé, somente em Jesus CristoLição 3 - justificação pela fé, somente em Jesus Cristo
Lição 3 - justificação pela fé, somente em Jesus CristoAilton da Silva
 
Lição 11 - A tolerância cristã
Lição 11 - A tolerância cristãLição 11 - A tolerância cristã
Lição 11 - A tolerância cristãAilton da Silva
 
01 - o que é evangelização
01 - o que é evangelização01 - o que é evangelização
01 - o que é evangelizaçãoAilton da Silva
 
Lição 10 - Deveres civis, morais e espirituais
Lição 10 - Deveres civis, morais e espirituaisLição 10 - Deveres civis, morais e espirituais
Lição 10 - Deveres civis, morais e espirituaisAilton da Silva
 
Lição 5 - A evangelização urbana e suas estratégias
Lição 5 - A evangelização urbana e suas estratégiasLição 5 - A evangelização urbana e suas estratégias
Lição 5 - A evangelização urbana e suas estratégiasAilton da Silva
 
Lição 12 - Cosmovisão missionária
Lição 12 - Cosmovisão missionáriaLição 12 - Cosmovisão missionária
Lição 12 - Cosmovisão missionáriaAilton da Silva
 
Lição 8 - Israel no plano da redenção
Lição 8 - Israel no plano da redençãoLição 8 - Israel no plano da redenção
Lição 8 - Israel no plano da redençãoAilton da Silva
 
LIção 13 - O cultivo das relações interpessoais
LIção 13 - O cultivo das relações interpessoaisLIção 13 - O cultivo das relações interpessoais
LIção 13 - O cultivo das relações interpessoaisAilton da Silva
 
Lição 4 - o trabalho e atributos do ganhador de almas
Lição 4 - o trabalho e atributos do ganhador de almasLição 4 - o trabalho e atributos do ganhador de almas
Lição 4 - o trabalho e atributos do ganhador de almasAilton da Silva
 

Destaque (20)

Lição 11 - A evangelização das pessoas com deficiência
Lição 11 - A evangelização das pessoas com deficiênciaLição 11 - A evangelização das pessoas com deficiência
Lição 11 - A evangelização das pessoas com deficiência
 
Lição 9 - A nova vida em Cristo
Lição 9  - A nova vida em CristoLição 9  - A nova vida em Cristo
Lição 9 - A nova vida em Cristo
 
Lição 7 - A vida segundo o Espírito
Lição 7 - A vida segundo o EspíritoLição 7 - A vida segundo o Espírito
Lição 7 - A vida segundo o Espírito
 
Lição 8 - A evangelização dos grupos religiosos
Lição 8 - A evangelização dos grupos religiososLição 8 - A evangelização dos grupos religiosos
Lição 8 - A evangelização dos grupos religiosos
 
Lição 7 - O Evangelho no mundo acadêmico e político
Lição 7 - O Evangelho no mundo acadêmico e políticoLição 7 - O Evangelho no mundo acadêmico e político
Lição 7 - O Evangelho no mundo acadêmico e político
 
Lição 10 - O poder da evangelização na família
Lição 10 - O poder da evangelização na famíliaLição 10 - O poder da evangelização na família
Lição 10 - O poder da evangelização na família
 
Lição 9 - a evangelização das crianças
Lição 9 - a evangelização das criançasLição 9 - a evangelização das crianças
Lição 9 - a evangelização das crianças
 
Lição 6 - A lei, a carne e o espírito
Lição 6 - A lei, a carne e o espíritoLição 6 - A lei, a carne e o espírito
Lição 6 - A lei, a carne e o espírito
 
Lição 12 - a evangelização real na era digital
Lição 12 - a evangelização real na era digitalLição 12 - a evangelização real na era digital
Lição 12 - a evangelização real na era digital
 
Lição 2 - a necessidade universal dasalvação em Cristo
Lição 2 - a necessidade universal dasalvação em CristoLição 2 - a necessidade universal dasalvação em Cristo
Lição 2 - a necessidade universal dasalvação em Cristo
 
Lição 9 - A nova vida em Cristo
Lição 9 - A nova vida em CristoLição 9 - A nova vida em Cristo
Lição 9 - A nova vida em Cristo
 
Lição 3 - justificação pela fé, somente em Jesus Cristo
Lição 3 - justificação pela fé, somente em Jesus CristoLição 3 - justificação pela fé, somente em Jesus Cristo
Lição 3 - justificação pela fé, somente em Jesus Cristo
 
Lição 11 - A tolerância cristã
Lição 11 - A tolerância cristãLição 11 - A tolerância cristã
Lição 11 - A tolerância cristã
 
01 - o que é evangelização
01 - o que é evangelização01 - o que é evangelização
01 - o que é evangelização
 
Lição 10 - Deveres civis, morais e espirituais
Lição 10 - Deveres civis, morais e espirituaisLição 10 - Deveres civis, morais e espirituais
Lição 10 - Deveres civis, morais e espirituais
 
Lição 5 - A evangelização urbana e suas estratégias
Lição 5 - A evangelização urbana e suas estratégiasLição 5 - A evangelização urbana e suas estratégias
Lição 5 - A evangelização urbana e suas estratégias
 
Lição 12 - Cosmovisão missionária
Lição 12 - Cosmovisão missionáriaLição 12 - Cosmovisão missionária
Lição 12 - Cosmovisão missionária
 
Lição 8 - Israel no plano da redenção
Lição 8 - Israel no plano da redençãoLição 8 - Israel no plano da redenção
Lição 8 - Israel no plano da redenção
 
LIção 13 - O cultivo das relações interpessoais
LIção 13 - O cultivo das relações interpessoaisLIção 13 - O cultivo das relações interpessoais
LIção 13 - O cultivo das relações interpessoais
 
Lição 4 - o trabalho e atributos do ganhador de almas
Lição 4 - o trabalho e atributos do ganhador de almasLição 4 - o trabalho e atributos do ganhador de almas
Lição 4 - o trabalho e atributos do ganhador de almas
 

Semelhante a O poder de Deus para salvação

A Epístola aos Romanos
A Epístola aos RomanosA Epístola aos Romanos
A Epístola aos RomanosCelso Napoleon
 
PRELEÇÃO_LIÇÃO 2 - AÇÃO DE GRAÇAS PELA IGREJA DE CORINTO
PRELEÇÃO_LIÇÃO 2 - AÇÃO DE GRAÇAS PELA IGREJA DE CORINTOPRELEÇÃO_LIÇÃO 2 - AÇÃO DE GRAÇAS PELA IGREJA DE CORINTO
PRELEÇÃO_LIÇÃO 2 - AÇÃO DE GRAÇAS PELA IGREJA DE CORINTONatalino das Neves Neves
 
PRELEÇÃO_Lição 5 - O Caráter da Pregação de Paulo
PRELEÇÃO_Lição 5 - O Caráter da Pregação de PauloPRELEÇÃO_Lição 5 - O Caráter da Pregação de Paulo
PRELEÇÃO_Lição 5 - O Caráter da Pregação de PauloPastor Natalino Das Neves
 
PRELEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 5 - O CARÁTER DA PREGAÇÃO DE PAULO
PRELEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 5 - O CARÁTER DA PREGAÇÃO DE PAULOPRELEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 5 - O CARÁTER DA PREGAÇÃO DE PAULO
PRELEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 5 - O CARÁTER DA PREGAÇÃO DE PAULONatalino das Neves Neves
 
LIÇÃO 2 JOVENS AÇÃO DE GRAÇAS PELA IGREJA DE CORINTO .pptx
LIÇÃO 2 JOVENS AÇÃO DE GRAÇAS PELA IGREJA DE CORINTO .pptxLIÇÃO 2 JOVENS AÇÃO DE GRAÇAS PELA IGREJA DE CORINTO .pptx
LIÇÃO 2 JOVENS AÇÃO DE GRAÇAS PELA IGREJA DE CORINTO .pptxKARINEVONEYVIEIRABAR
 
LBA LIÇÃO 1 - A EPÍSTOLA AOS ROMANOS_2016 2 TRI
LBA LIÇÃO 1 - A EPÍSTOLA AOS ROMANOS_2016 2 TRILBA LIÇÃO 1 - A EPÍSTOLA AOS ROMANOS_2016 2 TRI
LBA LIÇÃO 1 - A EPÍSTOLA AOS ROMANOS_2016 2 TRINatalino das Neves Neves
 
A Epístola aos Romanos - Lição 01 - 2º Trimestre de 2016
A Epístola aos Romanos - Lição 01 - 2º Trimestre de 2016A Epístola aos Romanos - Lição 01 - 2º Trimestre de 2016
A Epístola aos Romanos - Lição 01 - 2º Trimestre de 2016Pr. Andre Luiz
 
"Somos mais que vencedores"
"Somos mais que vencedores""Somos mais que vencedores"
"Somos mais que vencedores"JUERP
 
Ebd série - lição -01 - 2º-trimestre 2016
Ebd   série - lição -01 - 2º-trimestre 2016Ebd   série - lição -01 - 2º-trimestre 2016
Ebd série - lição -01 - 2º-trimestre 2016Joel Silva
 
Ebd lições séries 01 - 2º-trimestre 2016
Ebd   lições séries 01 - 2º-trimestre 2016Ebd   lições séries 01 - 2º-trimestre 2016
Ebd lições séries 01 - 2º-trimestre 2016Joel Silva
 
Lição 05 – dons de elocução
Lição 05 – dons de elocuçãoLição 05 – dons de elocução
Lição 05 – dons de elocuçãoIsmael Isidio
 
Ebd cpad lições bíblicas 2°trimestre 2016 lição 1 Epístola aos Romanos.
Ebd cpad lições bíblicas 2°trimestre 2016 lição 1 Epístola aos Romanos.Ebd cpad lições bíblicas 2°trimestre 2016 lição 1 Epístola aos Romanos.
Ebd cpad lições bíblicas 2°trimestre 2016 lição 1 Epístola aos Romanos.GIDEONE Moura Santos Ferreira
 
Aula 1 e 2 A mensagem de Hebreus
Aula 1 e 2   A mensagem de HebreusAula 1 e 2   A mensagem de Hebreus
Aula 1 e 2 A mensagem de HebreusRicardo Gondim
 
Lição 05 o reino de deus através da igreja
Lição 05   o reino de deus através da igrejaLição 05   o reino de deus através da igreja
Lição 05 o reino de deus através da igrejaestevao01
 

Semelhante a O poder de Deus para salvação (20)

A Epístola aos Romanos
A Epístola aos RomanosA Epístola aos Romanos
A Epístola aos Romanos
 
PRELEÇÃO_LIÇÃO 2 - AÇÃO DE GRAÇAS PELA IGREJA DE CORINTO
PRELEÇÃO_LIÇÃO 2 - AÇÃO DE GRAÇAS PELA IGREJA DE CORINTOPRELEÇÃO_LIÇÃO 2 - AÇÃO DE GRAÇAS PELA IGREJA DE CORINTO
PRELEÇÃO_LIÇÃO 2 - AÇÃO DE GRAÇAS PELA IGREJA DE CORINTO
 
PRELEÇÃO_Lição 5 - O Caráter da Pregação de Paulo
PRELEÇÃO_Lição 5 - O Caráter da Pregação de PauloPRELEÇÃO_Lição 5 - O Caráter da Pregação de Paulo
PRELEÇÃO_Lição 5 - O Caráter da Pregação de Paulo
 
PRELEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 5 - O CARÁTER DA PREGAÇÃO DE PAULO
PRELEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 5 - O CARÁTER DA PREGAÇÃO DE PAULOPRELEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 5 - O CARÁTER DA PREGAÇÃO DE PAULO
PRELEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 5 - O CARÁTER DA PREGAÇÃO DE PAULO
 
A Epístola aos Romanos
A Epístola aos RomanosA Epístola aos Romanos
A Epístola aos Romanos
 
LIÇÃO 2 JOVENS AÇÃO DE GRAÇAS PELA IGREJA DE CORINTO .pptx
LIÇÃO 2 JOVENS AÇÃO DE GRAÇAS PELA IGREJA DE CORINTO .pptxLIÇÃO 2 JOVENS AÇÃO DE GRAÇAS PELA IGREJA DE CORINTO .pptx
LIÇÃO 2 JOVENS AÇÃO DE GRAÇAS PELA IGREJA DE CORINTO .pptx
 
LBA LIÇÃO 1 - A EPÍSTOLA AOS ROMANOS_2016 2 TRI
LBA LIÇÃO 1 - A EPÍSTOLA AOS ROMANOS_2016 2 TRILBA LIÇÃO 1 - A EPÍSTOLA AOS ROMANOS_2016 2 TRI
LBA LIÇÃO 1 - A EPÍSTOLA AOS ROMANOS_2016 2 TRI
 
A Epístola aos Romanos - Lição 01 - 2º Trimestre de 2016
A Epístola aos Romanos - Lição 01 - 2º Trimestre de 2016A Epístola aos Romanos - Lição 01 - 2º Trimestre de 2016
A Epístola aos Romanos - Lição 01 - 2º Trimestre de 2016
 
"Somos mais que vencedores"
"Somos mais que vencedores""Somos mais que vencedores"
"Somos mais que vencedores"
 
Lição 07 artigo
Lição 07   artigoLição 07   artigo
Lição 07 artigo
 
Lição 1ª A igreja de Deus
Lição 1ª A igreja de DeusLição 1ª A igreja de Deus
Lição 1ª A igreja de Deus
 
Ebd série - lição -01 - 2º-trimestre 2016
Ebd   série - lição -01 - 2º-trimestre 2016Ebd   série - lição -01 - 2º-trimestre 2016
Ebd série - lição -01 - 2º-trimestre 2016
 
Ebd lições séries 01 - 2º-trimestre 2016
Ebd   lições séries 01 - 2º-trimestre 2016Ebd   lições séries 01 - 2º-trimestre 2016
Ebd lições séries 01 - 2º-trimestre 2016
 
Lição 05 – dons de elocução
Lição 05 – dons de elocuçãoLição 05 – dons de elocução
Lição 05 – dons de elocução
 
Epistola de efeso
Epistola de efesoEpistola de efeso
Epistola de efeso
 
Hebreus
Hebreus Hebreus
Hebreus
 
Novo testamento 2 2016.1 tarde e noite
Novo testamento 2   2016.1 tarde e noiteNovo testamento 2   2016.1 tarde e noite
Novo testamento 2 2016.1 tarde e noite
 
Ebd cpad lições bíblicas 2°trimestre 2016 lição 1 Epístola aos Romanos.
Ebd cpad lições bíblicas 2°trimestre 2016 lição 1 Epístola aos Romanos.Ebd cpad lições bíblicas 2°trimestre 2016 lição 1 Epístola aos Romanos.
Ebd cpad lições bíblicas 2°trimestre 2016 lição 1 Epístola aos Romanos.
 
Aula 1 e 2 A mensagem de Hebreus
Aula 1 e 2   A mensagem de HebreusAula 1 e 2   A mensagem de Hebreus
Aula 1 e 2 A mensagem de Hebreus
 
Lição 05 o reino de deus através da igreja
Lição 05   o reino de deus através da igrejaLição 05   o reino de deus através da igreja
Lição 05 o reino de deus através da igreja
 

Mais de Ailton da Silva

Lição 3 - Os primeiros passos de Abraão
Lição 3 - Os primeiros passos de AbraãoLição 3 - Os primeiros passos de Abraão
Lição 3 - Os primeiros passos de AbraãoAilton da Silva
 
Lição 2 - O primeiro dia depois do sim
Lição 2 - O primeiro dia depois do simLição 2 - O primeiro dia depois do sim
Lição 2 - O primeiro dia depois do simAilton da Silva
 
Lição 1 - Abraão, chamada e revelação
Lição 1 - Abraão, chamada e revelaçãoLição 1 - Abraão, chamada e revelação
Lição 1 - Abraão, chamada e revelaçãoAilton da Silva
 
Lição 5 - Cristo é superior a Arão e à ordem Levítica
Lição 5 - Cristo é superior a Arão e à ordem LevíticaLição 5 - Cristo é superior a Arão e à ordem Levítica
Lição 5 - Cristo é superior a Arão e à ordem LevíticaAilton da Silva
 
Lição 4 - Jesus é superior a Josué. O meio de entrar no repouso de Deus
Lição 4 - Jesus é superior a Josué. O meio de entrar no repouso de DeusLição 4 - Jesus é superior a Josué. O meio de entrar no repouso de Deus
Lição 4 - Jesus é superior a Josué. O meio de entrar no repouso de DeusAilton da Silva
 
Lição 3 - A superioridade de Jesus em relação a Moisés
Lição 3 - A superioridade de Jesus em relação a MoisésLição 3 - A superioridade de Jesus em relação a Moisés
Lição 3 - A superioridade de Jesus em relação a MoisésAilton da Silva
 
Lição 2 - Uma salvação grandiosa
Lição 2 - Uma salvação grandiosaLição 2 - Uma salvação grandiosa
Lição 2 - Uma salvação grandiosaAilton da Silva
 
01 - A Carta aos hebreus e a excelência de Cristo
01 - A Carta aos hebreus e a excelência de Cristo01 - A Carta aos hebreus e a excelência de Cristo
01 - A Carta aos hebreus e a excelência de CristoAilton da Silva
 
Lição 13 - Glorificados em Cristo
Lição 13 - Glorificados em CristoLição 13 - Glorificados em Cristo
Lição 13 - Glorificados em CristoAilton da Silva
 
Lição 12 - Perseverando na fé
Lição 12 - Perseverando na féLição 12 - Perseverando na fé
Lição 12 - Perseverando na féAilton da Silva
 
Lição 11 - Adotados por Deus
Lição 11 - Adotados por DeusLição 11 - Adotados por Deus
Lição 11 - Adotados por DeusAilton da Silva
 
Lição 10 - O processo da salvação
Lição 10 - O processo da salvaçãoLição 10 - O processo da salvação
Lição 10 - O processo da salvaçãoAilton da Silva
 
Lição 9 - Arrependimento e fé para salvação
Lição 9 - Arrependimento e fé para salvaçãoLição 9 - Arrependimento e fé para salvação
Lição 9 - Arrependimento e fé para salvaçãoAilton da Silva
 
Lição 8 - A salvação e o livre-arbítrio
Lição 8 - A salvação e o livre-arbítrioLição 8 - A salvação e o livre-arbítrio
Lição 8 - A salvação e o livre-arbítrioAilton da Silva
 
Lição 7 - A Salvação pela Graça
Lição 7 - A Salvação pela GraçaLição 7 - A Salvação pela Graça
Lição 7 - A Salvação pela GraçaAilton da Silva
 
Lição 6 - A abrangência universal da salvação
Lição 6 - A abrangência universal da salvaçãoLição 6 - A abrangência universal da salvação
Lição 6 - A abrangência universal da salvaçãoAilton da Silva
 
Lição 5 - A obra salvífica de Jesus Cristo
Lição 5 - A obra salvífica de Jesus CristoLição 5 - A obra salvífica de Jesus Cristo
Lição 5 - A obra salvífica de Jesus CristoAilton da Silva
 
Lição 7 - A necessidade do novo nascimento
Lição 7 - A necessidade do novo nascimentoLição 7 - A necessidade do novo nascimento
Lição 7 - A necessidade do novo nascimentoAilton da Silva
 
Lição 6 - A pecaminosidade humana e a sua restauração a Deus
Lição 6 - A pecaminosidade humana e a sua restauração a DeusLição 6 - A pecaminosidade humana e a sua restauração a Deus
Lição 6 - A pecaminosidade humana e a sua restauração a DeusAilton da Silva
 
Lição 5 - A identidade do Espírito Santo
Lição 5 - A identidade do Espírito SantoLição 5 - A identidade do Espírito Santo
Lição 5 - A identidade do Espírito SantoAilton da Silva
 

Mais de Ailton da Silva (20)

Lição 3 - Os primeiros passos de Abraão
Lição 3 - Os primeiros passos de AbraãoLição 3 - Os primeiros passos de Abraão
Lição 3 - Os primeiros passos de Abraão
 
Lição 2 - O primeiro dia depois do sim
Lição 2 - O primeiro dia depois do simLição 2 - O primeiro dia depois do sim
Lição 2 - O primeiro dia depois do sim
 
Lição 1 - Abraão, chamada e revelação
Lição 1 - Abraão, chamada e revelaçãoLição 1 - Abraão, chamada e revelação
Lição 1 - Abraão, chamada e revelação
 
Lição 5 - Cristo é superior a Arão e à ordem Levítica
Lição 5 - Cristo é superior a Arão e à ordem LevíticaLição 5 - Cristo é superior a Arão e à ordem Levítica
Lição 5 - Cristo é superior a Arão e à ordem Levítica
 
Lição 4 - Jesus é superior a Josué. O meio de entrar no repouso de Deus
Lição 4 - Jesus é superior a Josué. O meio de entrar no repouso de DeusLição 4 - Jesus é superior a Josué. O meio de entrar no repouso de Deus
Lição 4 - Jesus é superior a Josué. O meio de entrar no repouso de Deus
 
Lição 3 - A superioridade de Jesus em relação a Moisés
Lição 3 - A superioridade de Jesus em relação a MoisésLição 3 - A superioridade de Jesus em relação a Moisés
Lição 3 - A superioridade de Jesus em relação a Moisés
 
Lição 2 - Uma salvação grandiosa
Lição 2 - Uma salvação grandiosaLição 2 - Uma salvação grandiosa
Lição 2 - Uma salvação grandiosa
 
01 - A Carta aos hebreus e a excelência de Cristo
01 - A Carta aos hebreus e a excelência de Cristo01 - A Carta aos hebreus e a excelência de Cristo
01 - A Carta aos hebreus e a excelência de Cristo
 
Lição 13 - Glorificados em Cristo
Lição 13 - Glorificados em CristoLição 13 - Glorificados em Cristo
Lição 13 - Glorificados em Cristo
 
Lição 12 - Perseverando na fé
Lição 12 - Perseverando na féLição 12 - Perseverando na fé
Lição 12 - Perseverando na fé
 
Lição 11 - Adotados por Deus
Lição 11 - Adotados por DeusLição 11 - Adotados por Deus
Lição 11 - Adotados por Deus
 
Lição 10 - O processo da salvação
Lição 10 - O processo da salvaçãoLição 10 - O processo da salvação
Lição 10 - O processo da salvação
 
Lição 9 - Arrependimento e fé para salvação
Lição 9 - Arrependimento e fé para salvaçãoLição 9 - Arrependimento e fé para salvação
Lição 9 - Arrependimento e fé para salvação
 
Lição 8 - A salvação e o livre-arbítrio
Lição 8 - A salvação e o livre-arbítrioLição 8 - A salvação e o livre-arbítrio
Lição 8 - A salvação e o livre-arbítrio
 
Lição 7 - A Salvação pela Graça
Lição 7 - A Salvação pela GraçaLição 7 - A Salvação pela Graça
Lição 7 - A Salvação pela Graça
 
Lição 6 - A abrangência universal da salvação
Lição 6 - A abrangência universal da salvaçãoLição 6 - A abrangência universal da salvação
Lição 6 - A abrangência universal da salvação
 
Lição 5 - A obra salvífica de Jesus Cristo
Lição 5 - A obra salvífica de Jesus CristoLição 5 - A obra salvífica de Jesus Cristo
Lição 5 - A obra salvífica de Jesus Cristo
 
Lição 7 - A necessidade do novo nascimento
Lição 7 - A necessidade do novo nascimentoLição 7 - A necessidade do novo nascimento
Lição 7 - A necessidade do novo nascimento
 
Lição 6 - A pecaminosidade humana e a sua restauração a Deus
Lição 6 - A pecaminosidade humana e a sua restauração a DeusLição 6 - A pecaminosidade humana e a sua restauração a Deus
Lição 6 - A pecaminosidade humana e a sua restauração a Deus
 
Lição 5 - A identidade do Espírito Santo
Lição 5 - A identidade do Espírito SantoLição 5 - A identidade do Espírito Santo
Lição 5 - A identidade do Espírito Santo
 

Último

Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.Paula Meyer Piagentini
 
Jogo de Revisão Primeira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Primeira  Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Primeira  Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Primeira Série (Primeiro Trimestre)Paula Meyer Piagentini
 
Ler e compreender 7º ano - Aula 7 - 1º Bimestre
Ler e compreender 7º ano -  Aula 7 - 1º BimestreLer e compreender 7º ano -  Aula 7 - 1º Bimestre
Ler e compreender 7º ano - Aula 7 - 1º BimestreProfaCintiaDosSantos
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoCelianeOliveira8
 
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfO Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfQueleLiberato
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024GleyceMoreiraXWeslle
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaFernanda Ledesma
 
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitaçãoSer Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitaçãoJayaneSales1
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãodanielagracia9
 
NOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOM
NOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOMNOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOM
NOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOMHenrique Pontes
 
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...Unidad de Espiritualidad Eudista
 
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)Paula Meyer Piagentini
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxkarinasantiago54
 
As teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. EvoluçãoAs teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. Evoluçãoprofleticiasantosbio
 
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...MANUELJESUSVENTURASA
 
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...azulassessoria9
 
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxAULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxGislaineDuresCruz
 
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptxSlides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxacaciocarmo1
 

Último (20)

Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
 
Jogo de Revisão Primeira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Primeira  Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Primeira  Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Primeira Série (Primeiro Trimestre)
 
Ler e compreender 7º ano - Aula 7 - 1º Bimestre
Ler e compreender 7º ano -  Aula 7 - 1º BimestreLer e compreender 7º ano -  Aula 7 - 1º Bimestre
Ler e compreender 7º ano - Aula 7 - 1º Bimestre
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
 
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfO Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
 
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitaçãoSer Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetização
 
NOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOM
NOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOMNOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOM
NOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOM
 
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
 
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
 
As teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. EvoluçãoAs teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
 
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
 
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
 
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
 
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxAULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
 
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptxSlides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
 

O poder de Deus para salvação

  • 1.
  • 2. “Porque não me envergonho do evangelho de Cristo, pois é o poder de Deus para salvação de todo aquele que crê, primeiro do judeu e também do grego” (Rm 1.16). TEXTO ÁUREO ailtonsilva2000.blogspot.com.br Presidente Prudente (SP) Brasil
  • 3. A Epístola aos Romanos mostra que sem a graça divina todos os nossos esforços são inúteis para a nossa salvação e comunhão com Deus. VERDADE PRÁTICA ailtonsilva2000.blogspot.com.br Presidente Prudente (SP) Brasil
  • 4. 1 — Paulo, servo de Jesus Cristo, chamado para apóstolo, separado para o evangelho de Deus, 2 — o qual antes havia prometido pelos seus profetas nas Santas Escrituras, 3 — acerca de seu Filho, que nasceu da descendência de Davi segundo a carne, 4 — declarado Filho de Deus em poder, segundo o Espírito de santificação, pela ressurreição dos mortos, — Jesus Cristo, nosso Senhor, 5 — pelo qual recebemos a graça e o apostolado, para a obediência da fé entre todas as gentes pelo seu nome, LEITURA BÍBLICA EM CLASSE Rm 1.1-17 ailtonsilva2000.blogspot.com.br Presidente Prudente (SP) Brasil
  • 5. 6 — entre as quais sois também vós chamados para serdes de Jesus Cristo. 7 — A todos os que estais em Roma, amados de Deus, chamados santos: Graça e paz de Deus, nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo. 8 — Primeiramente, dou graças ao meu Deus por Jesus Cristo, acerca de vós todos, porque em todo o mundo é anunciada a vossa fé. 9 — Porque Deus, a quem sirvo em meu espírito, no evangelho de seu Filho, me é testemunha de como incessantemente faço menção de vós, LEITURA BÍBLICA EM CLASSE Rm 1.1-17 ailtonsilva2000.blogspot.com.br Presidente Prudente (SP) Brasil
  • 6. 10 — pedindo sempre em minhas orações que, nalgum tempo, pela vontade de Deus, se me ofereça boa ocasião de ir ter convosco. 11 — Porque desejo ver-vos, para vos comunicar algum dom espiritual, a fim de que sejais confortados, 12 — isto é, para que juntamente convosco eu seja consolado pela fé mútua, tanto vossa como minha. 13 — Não quero, porém, irmãos, que ignoreis que muitas vezes propus ir ter convosco (mas até agora tenho sido impedido) para também ter entre vós algum fruto, como também entre os demais gentios. LEITURA BÍBLICA EM CLASSE Rm 1.1-17 ailtonsilva2000.blogspot.com.br Presidente Prudente (SP) Brasil
  • 7. 14 — Eu sou devedor tanto a gregos como a bárbaros, tanto a sábios como a ignorantes. 15 — E assim, quanto está em mim, estou pronto para também vos anunciar o evangelho, a vós que estais em Roma. 16 — Porque não me envergonho do evangelho de Cristo, pois é o poder de Deus para salvação de todo aquele que crê, primeiro do judeu e também do grego. 17 — Porque nele se descobre a justiça de Deus de fé em fé, como está escrito: Mas o justo viverá da fé. LEITURA BÍBLICA EM CLASSE Rm 1.1-17 ailtonsilva2000.blogspot.com.br Presidente Prudente (SP) Brasil
  • 8. INTRODUÇÃO ailtonsilva2000.blogspot.com.br Presidente Prudente (SP) Brasil • A epístola é um chamado à liberdade cristã; • A leitura/estudo sistemático da carta produz resultados. a) Ensinamentos de Paulo à igreja de Roma: • O homem está perdido em trevas e pecado; • A natureza adâmica persiste em dominar o homem; • O Evangelho é poder de Deus para salvação de todos; • A graça reconcilia o homem e produz comunhão; • O Espírito Santo proporciona novidade de vida; • A graça destrona a natureza pecaminosa do homem.
  • 9. 1. O AUTOR. • Autoria: Paulo, servo de Jesus, chamado e separado; • Paulo teve o auxílio de Terço, seu amanuense; • O conteúdo da carta não deixa dúvidas quanto ao autor. 2. LOCAL E DATA. • Escrita provavelmente entre os anos 56 a 57 d.C.; • Paulo estava em Corinto quando escreveu a carta; • Em Corinto havia um centro de atividades missionária. 3. DESTINATÁRIOS. • A carta aos romanos é de natureza atemporal; • A carta transcende as barreiras do tempo; • Destinatários: judeus e gentios da igreja em Roma. I – AUTOR, LOCAL, DATA E DESTINATÁRIOS ailtonsilva2000.blogspot.com.br Presidente Prudente (SP) Brasil
  • 10. 1. FORMA LITERÁRIA. • O modelo da carta segue padrões da época; • Diatribes: um discurso agressivo, uma crítica. 2. CONTEÚDO – temas abordados: • Pecado, justificação, salvação e graça; • Necessidade espiritual dos gentios e judeus; • Atuação santificadora do Espírito Santo; • Tratamento de Deus a Israel e obra missionária. 3. PROPÓSITO. • Apresentar Paulo e sua mensagem à igreja em Roma; • Transformar a igreja de Roma em um Q.G. missionário; • Defender o Evangelho e revelar seu cuidado pastoral. II – FORMA LITERÁRIA, CONTEÚDO E PROPÓSITO ailtonsilva2000.blogspot.com.br Presidente Prudente (SP) Brasil
  • 11. 1. FUNDAMENTO DOUTRINÁRIO. • Esta carta é a mais teológica de todas as outras de Paulo; • Possui um forte e completo conteúdo doutrinário; • Aborda a eleição/predestinação/justificação/glorificação; • Apresenta a possível correção da relação homem x Deus; • E explícita a redenção pela mensagem do Evangelho. 2. RENOVAÇÃO ESPIRITUAL • A igreja de Roma viveu uma renovação após a leitura; • Esta renovação já foi sentida por muitos; • Pensadores, teólogos e reformadores foram renovados. III – VALOR ESPIRITUAL ailtonsilva2000.blogspot.com.br Presidente Prudente (SP) Brasil
  • 12. A carta de Paulo aos Romanos nos permite vislumbrar a terrível situação espiritual na qual se encontra a humanidade e mostra, de forma clara, que Deus veio ao encontro dos pecadores para oferecer-lhes perdão e restauração através de Jesus. A humanidade foi tirada das trevas do pecado e ganhou a oportunidade de viver uma nova vida no poder do Espírito Santo. CONCLUSÃO ailtonsilva2000.blogspot.com.br Presidente Prudente (SP) Brasil Contatos: ailtonsilva2000@gmail.com ailtonsilva2000.blogspot.com.br Presidente Prudente (SP) – 2º trim. 2016 (18) 99790-3718 (Vivo) (18) 98124-8639 (Tim)