SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO
ATP – CENTRO DE INFORMÁTICA
RECURSOS HUMANOS
INSTRUÇÕES DE ALIMENTAÇÃO DO SISTEMA ESCOLA ...
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO
ATP – CENTRO DE INFORMÁTICA
RECURSOS HUMANOS
INSTRUÇÕES DE ALIMENTAÇÃO DO SISTEMA ESCOLA ...
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO
ATP – CENTRO DE INFORMÁTICA
RECURSOS HUMANOS
INSTRUÇÕES DE ALIMENTAÇÃO DO SISTEMA ESCOLA ...
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO
ATP – CENTRO DE INFORMÁTICA
RECURSOS HUMANOS
INSTRUÇÕES DE ALIMENTAÇÃO DO SISTEMA ESCOLA ...
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO
ATP – CENTRO DE INFORMÁTICA
RECURSOS HUMANOS
INSTRUÇÕES DE ALIMENTAÇÃO DO SISTEMA ESCOLA ...
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO
ATP – CENTRO DE INFORMÁTICA
RECURSOS HUMANOS
INSTRUÇÕES DE ALIMENTAÇÃO DO SISTEMA ESCOLA ...
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO
ATP – CENTRO DE INFORMÁTICA
RECURSOS HUMANOS
INSTRUÇÕES DE ALIMENTAÇÃO DO SISTEMA ESCOLA ...
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO
ATP – CENTRO DE INFORMÁTICA
RECURSOS HUMANOS
INSTRUÇÕES DE ALIMENTAÇÃO DO SISTEMA ESCOLA ...
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO
ATP – CENTRO DE INFORMÁTICA
RECURSOS HUMANOS
INSTRUÇÕES DE ALIMENTAÇÃO DO SISTEMA ESCOLA ...
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO
ATP – CENTRO DE INFORMÁTICA
RECURSOS HUMANOS
INSTRUÇÕES DE ALIMENTAÇÃO DO SISTEMA ESCOLA ...
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO
ATP – CENTRO DE INFORMÁTICA
RECURSOS HUMANOS
INSTRUÇÕES DE ALIMENTAÇÃO DO SISTEMA ESCOLA ...
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO
ATP – CENTRO DE INFORMÁTICA
RECURSOS HUMANOS
INSTRUÇÕES DE ALIMENTAÇÃO DO SISTEMA ESCOLA ...
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO
ATP – CENTRO DE INFORMÁTICA
RECURSOS HUMANOS
INSTRUÇÕES DE ALIMENTAÇÃO DO SISTEMA ESCOLA ...
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO
ATP – CENTRO DE INFORMÁTICA
RECURSOS HUMANOS
INSTRUÇÕES DE ALIMENTAÇÃO DO SISTEMA ESCOLA ...
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO
ATP – CENTRO DE INFORMÁTICA
RECURSOS HUMANOS
INSTRUÇÕES DE ALIMENTAÇÃO DO SISTEMA ESCOLA ...
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO
ATP – CENTRO DE INFORMÁTICA
RECURSOS HUMANOS
INSTRUÇÕES DE ALIMENTAÇÃO DO SISTEMA ESCOLA ...
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO
ATP – CENTRO DE INFORMÁTICA
RECURSOS HUMANOS
INSTRUÇÕES DE ALIMENTAÇÃO DO SISTEMA ESCOLA ...
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO
ATP – CENTRO DE INFORMÁTICA
RECURSOS HUMANOS
INSTRUÇÕES DE ALIMENTAÇÃO DO SISTEMA ESCOLA ...
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO
ATP – CENTRO DE INFORMÁTICA
RECURSOS HUMANOS
INSTRUÇÕES DE ALIMENTAÇÃO DO SISTEMA ESCOLA ...
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO
ATP – CENTRO DE INFORMÁTICA
RECURSOS HUMANOS
INSTRUÇÕES DE ALIMENTAÇÃO DO SISTEMA ESCOLA ...
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO
ATP – CENTRO DE INFORMÁTICA
RECURSOS HUMANOS
INSTRUÇÕES DE ALIMENTAÇÃO DO SISTEMA ESCOLA ...
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO
ATP – CENTRO DE INFORMÁTICA
RECURSOS HUMANOS
INSTRUÇÕES DE ALIMENTAÇÃO DO SISTEMA ESCOLA ...
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO
ATP – CENTRO DE INFORMÁTICA
RECURSOS HUMANOS
INSTRUÇÕES DE ALIMENTAÇÃO DO SISTEMA ESCOLA ...
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO
ATP – CENTRO DE INFORMÁTICA
RECURSOS HUMANOS
INSTRUÇÕES DE ALIMENTAÇÃO DO SISTEMA ESCOLA ...
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO
ATP – CENTRO DE INFORMÁTICA
RECURSOS HUMANOS
INSTRUÇÕES DE ALIMENTAÇÃO DO SISTEMA ESCOLA ...
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO
ATP – CENTRO DE INFORMÁTICA
RECURSOS HUMANOS
INSTRUÇÕES DE ALIMENTAÇÃO DO SISTEMA ESCOLA ...
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO
ATP – CENTRO DE INFORMÁTICA
RECURSOS HUMANOS
INSTRUÇÕES DE ALIMENTAÇÃO DO SISTEMA ESCOLA ...
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO
ATP – CENTRO DE INFORMÁTICA
RECURSOS HUMANOS
INSTRUÇÕES DE ALIMENTAÇÃO DO SISTEMA ESCOLA ...
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO
ATP – CENTRO DE INFORMÁTICA
RECURSOS HUMANOS
INSTRUÇÕES DE ALIMENTAÇÃO DO SISTEMA ESCOLA ...
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO
ATP – CENTRO DE INFORMÁTICA
RECURSOS HUMANOS
INSTRUÇÕES DE ALIMENTAÇÃO DO SISTEMA ESCOLA ...
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO
ATP – CENTRO DE INFORMÁTICA
RECURSOS HUMANOS
INSTRUÇÕES DE ALIMENTAÇÃO DO SISTEMA ESCOLA ...
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO
ATP – CENTRO DE INFORMÁTICA
RECURSOS HUMANOS
INSTRUÇÕES DE ALIMENTAÇÃO DO SISTEMA ESCOLA ...
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO
ATP – CENTRO DE INFORMÁTICA
RECURSOS HUMANOS
INSTRUÇÕES DE ALIMENTAÇÃO DO SISTEMA ESCOLA ...
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO
ATP – CENTRO DE INFORMÁTICA
RECURSOS HUMANOS
INSTRUÇÕES DE ALIMENTAÇÃO DO SISTEMA ESCOLA ...
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO
ATP – CENTRO DE INFORMÁTICA
RECURSOS HUMANOS
INSTRUÇÕES DE ALIMENTAÇÃO DO SISTEMA ESCOLA ...
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO
ATP – CENTRO DE INFORMÁTICA
RECURSOS HUMANOS
INSTRUÇÕES DE ALIMENTAÇÃO DO SISTEMA ESCOLA ...
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO
ATP – CENTRO DE INFORMÁTICA
RECURSOS HUMANOS
INSTRUÇÕES DE ALIMENTAÇÃO DO SISTEMA ESCOLA ...
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO
ATP – CENTRO DE INFORMÁTICA
RECURSOS HUMANOS
INSTRUÇÕES DE ALIMENTAÇÃO DO SISTEMA ESCOLA ...
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO
ATP – CENTRO DE INFORMÁTICA
RECURSOS HUMANOS
INSTRUÇÕES DE ALIMENTAÇÃO DO SISTEMA ESCOLA ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Manuais instruções de alimentação do sistema escola on line 2013

172 visualizações

Publicada em

Manual Alimentação

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
172
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Manuais instruções de alimentação do sistema escola on line 2013

  1. 1. SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO ATP – CENTRO DE INFORMÁTICA RECURSOS HUMANOS INSTRUÇÕES DE ALIMENTAÇÃO DO SISTEMA ESCOLA ON-LINE – RH VERSÃO 2012 Equipe de RH – C.I. 15/5/2014 1 / 39 I – Introdução pag. 2 II – Conceitos Básicos pag. 2 III – Cadastro de Servidores pag. 4 IV – Inclusão de Servidor/Dados Gerais pag. 5 -Inclusão de Endereço pag. 6 -Inclusão de Contato (dispositivo de comunicação) pag. 7 -Alteração de Dispositivos pag. 8 -Exclusão de Dispositivos pag. 8 V – Relatório – Ficha do Servidor pag. 8 VI – Cargo Base pag. 9 -Inclusão pag. 10 -Alteração pag. 12 -Alteração Cargo Base Fechado pag. 13 -Exclusão pag. 15 VII – Lotação pag. 15 -Inclusão pag. 15 -Alteração pag. 17 -Exclusão pag. 18 VIII – Cargo Sobreposto pag. 18 -Inclusão pag. 18 -Alteração pag. 20 -Alteração Sobreposto Fechado pag. 21 IX – Jornada pag. 22 X – Laudo Médico pag. 25 -Inclusão pag. 25 -Alteração pag. 26 -Cessação pag. 27 -Local de Laudo pag. 27 XI – Função Atividade pag. 29 -Inclusão pag. 29 -Fechamento pag. 31 -Alteração pag. 32 -Funções em Uso pag. 34 XII – Histórico de Atos pag. 35 XIII – Atribuições de Alimentação pag. 38
  2. 2. SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO ATP – CENTRO DE INFORMÁTICA RECURSOS HUMANOS INSTRUÇÕES DE ALIMENTAÇÃO DO SISTEMA ESCOLA ON-LINE – RH VERSÃO 2012 Equipe de RH – C.I. 15/5/2014 2 / 39 I – Introdução: O Sistema Escola On-line no módulo de Recursos Humanos tem como objetivo fornecer informações, dados, possibilitar pesquisa e interface de dados com outros sistemas como Censo Escolar, Portal, Merenda, Transporte Escolar, etc. Em 2007 foi implantada uma nova versão onde seu layout foi totalmente modificado, alguns módulos que ainda funcionam na plataforma da versão-1998 e sofrerão alterações: atribuição de aulas, acúmulo (CAAC), histórico de atos, etc. Está em estudo a migração de dados do sistema SIGPEC para o sistema escola on-line no que tange ao módulo de ingresso, a fim de construirmos o controle de cargos/quadro e vagas da secretaria, bem como os dados de atribuição e jornada alimentarem o sistema SIGPEC no que se refere a pagamento. É de extrema necessidade a alimentação correta do sistema para fornecimento de dados que reflitam a realidade e as necessidades da secretaria, para fins de planejamento, dados estatísticos, pesquisas, estudos e vida funcional de servidores. Vários estudos e números são retirados da base dados do sistema escola on-line, são estes: dados para o Portal da Secretaria Municipal de Educação, FUNDEB, Censo Escolar, Ministério Público, Tribunal de Contas, estudo de GDE e outras gratificações, evolução funcional de certas categorias, promoções, mudança de código de endereçamento, jornada de pagamento, etc. Toda implantação passa por muitos níveis de dificuldades e com o sistema escola on-line não é diferente, por isso, agradecemos e contamos sempre com a compreensão de vocês usuários e responsáveis pela alimentação de dados no mesmo. Tentaremos colocar abaixo de forma prática e de fácil entendimento alguns passos e conceitos da alimentação do sistema, agradecendo novamente a paciência e apoio de vocês. O conceito principal do sistema é que todo funcionário da educação é detentor de um cargo o qual entrou através de um concurso público ou contratação ou ainda de uma nomeação para um cargo em comissão. Este funcionário sempre terá um local onde irá exercer seu cargo, este local pode ser uma lotação ou uma unidade de vínculo no caso de contratação e sempre terá de estar exercendo alguma atividade/função ou ter algum motivo que justifique não estar exercendo. O sistema deve ser alimentado com a informação real de local e função/cargo que o servidor exerce, entendemos que as publicações às vezes fazem com que o sistema não condiga com a realidade, por isso devemos cadastrar sempre a situação real e qua ndo da publicação alteramos os dados necessários. Por exemplo, um servidor pediu exoneração do cargo de A.D. (assistente de diretor) e a mesma não foi publicada, a diretoria deverá fechar este cargo sobreposto, atualizar a função atual deste servidor, incluir para este cargo o novo ocupante se já obtiver esta informação e posteriormente alterar os dados do sobreposto fechado e do sobreposto que foi aberto Este manual tratará especificamente do sistema escola on-line versão 2007, sendo que os módulos constantes do eol 98 seguem ainda as instruções contidas nos antigos manuais. Quando à época dos concursos de remoção e opção de jornada serão entregues manuais com os devidos procedimentos. A parte de Cursos e títulos no sistema escola on-line é de responsabilidade da Comissão de Cursos e Títulos da Conae-2, sendo a alimentação dos dados exclusiva deste setor. Caso haja algum evento onde haja cadastro por parte dos locais de serviço, as instruções serão passadas à época. II – Conceitos Básicos: -RF e CL (vínculo) - o servidor deve ter um único registro funcional que é gerado ao se fazer o mini-ingresso/acesso, mini contrato, nomeação para cargo em comissão. Sempre é necessário realizar uma pesquisa fonética para verificação se o servidor já foi da PMSP e já detêm registro funcional, evitando a geração de outro registro para o mesmo funcionário.
  3. 3. SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO ATP – CENTRO DE INFORMÁTICA RECURSOS HUMANOS INSTRUÇÕES DE ALIMENTAÇÃO DO SISTEMA ESCOLA ON-LINE – RH VERSÃO 2012 Equipe de RH – C.I. 15/5/2014 3 / 39 Antes de incluir um servidor no sistema escola on-line, também se deve fazer pesquisa de R.F. e nome para verificação se o mesmo já não consta no sistema. O CL (vínculo) refere-se ao cargo, podendo o servidor já deter vários CL's (vínculos), necessitando assim sempre fazer a consulta ao sistema de SGP (APM e SIGPEC) para verificação do próximo CL ou vínculo. O CL (vínculo) quando se trata de servidor novo que ainda não tem RF é "00". No caso de servidor que já detêm RF, mas está entrando com cargo novo e ainda não foi gerado o CL (vínculo) seguimos a seqüência lógica ou pesquisamos no sistema de SGP (APM e SIGPEC) -Situação Funcional - É a forma de provimento do cargo do servidor, podemos encontrar as seguintes situações: x Efetivo - nomeado através de Concurso Público de Acesso ou Ingresso x Admitido - admitido na PMSP através de portaria de admissão, podendo ser: a)estável - Constituição 1988 -Art. 19. Os servidores públicos civis da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios, da administração direta, autárquica e das fundações públicas, em exercício na data da promulgação da Constituição, há pelo menos cinco anos continuados, e que não tenham sido admitidos na forma regulada no art. 37, da Constituição, são considerados estáveis no serviço público. b)não estável - menos de cinco anos quando da publicação da Constituição em 1988 x Comissionado: admitido na PMSP, através de portaria de nomeação para exercer cargo em comissão, podendo ser:: a)estável - Constituição 1988 - Art. 19. Os servidores públicos civis da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios, da administração direta, autárquica e das fundações públicas, em exercício na data da promulgação da Constituição, há pelo menos cinco anos continuados, e que não tenham sido admitidos na forma regulada no art. 37, da Constituição, são considerados estáveis no serviço público cinco anos de exercício quando da publicação da Constituição em 1988 b)não estável - menos de cinco anos quando da publicação da Constituição em 1988 x Contratado - admitido na PMSP através de contrato (geralmente de 06 meses, podendo ser aditado ou não) x Designado: Em substituição - designado em DOC, para exercer um cargo em substituição ao titular por determinado motivo de afastamento do mesmo (férias, licença médica, exercendo outro cargo, LIP, etc.) Exercendo cargo vago - designado em DOC para exercer um cargo que se encontra vago, por motivo de falecimento, aposentadoria, exoneração, etc. do titular do mesmo. Lotação/Unidade de Vínculo: Para efetivos: Lotação Definitva e Título Precário - todo servidor efetivo detêm uma lotação, está pode ser através de concurso público de ingresso ou acesso, fixação de lotação, remoção, etc. Quando há uma chamada de concursados deve-se analisar a documentação constante da pasta do mesmo para ver qual a situação da escolha da vaga realizada pelo interessado se é definitiva ou precária, este dado sai publicado em DOC também, é de suma importância o correto cadastro no sistema podendo comprometer uma remoção. Admitidos e Comissionados: O servidor nomeado para cargo em comissão ou admitido também detém uma lotação que é o local para qual foi nomeado. No caso de professores cadastramos sempre a DRE de vínculo. Unidade de vínculo para Contratado Deve ser cadastrada a Diretoria de vínculo do contratado quando professor, em outros casos cadastra-se o local de exercício.
  4. 4. SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO ATP – CENTRO DE INFORMÁTICA RECURSOS HUMANOS INSTRUÇÕES DE ALIMENTAÇÃO DO SISTEMA ESCOLA ON-LINE – RH VERSÃO 2012 Equipe de RH – C.I. 15/5/2014 4 / 39 Local de Laudo Médico: é o local onde o servidor exerce suas funções de readaptado quando fora de sua Unidade de lotação, caso o servidor esteja na própria Unidade de lotação não há necessidade de cadastrar local de laudo médico. Só devemos cadastrar local de laudo médico quando este for exercido fora da Unidade de lotação e o servidor não detiver cargo sobreposto, função ou aulas atribuídas. A intenção deste módulo é localizar onde o servidor encontra-se em exercício, portanto se o mesmo já consta em algum módulo com local não há necessidade de informar novamente o mesmo. Caso haja mudança de local de exercício de servidores portadores de laudo médico que não estejam em sua lotação ou que perderam sua lotação, deverá ser informado ao setor de quadros o local correto de exercício do servidor. III - Cadastro de servidores: Para consultarmos um servidor é necessário clicar no campo R.F. e digitar o RF do interessado ou no campo nome digitando parte do nome e clicando em seguida no botão “pesquisar” o que vai permitir acesso a informações de acordo com os botões habilitados na tela. Inclusão Servidor/Dados Gerais:
  5. 5. SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO ATP – CENTRO DE INFORMÁTICA RECURSOS HUMANOS INSTRUÇÕES DE ALIMENTAÇÃO DO SISTEMA ESCOLA ON-LINE – RH VERSÃO 2012 Equipe de RH – C.I. 15/5/2014 5 / 39 Os campos com asterisco vermelho são de preenchimento obrigatório O campo nome deve ser digitado sem espaços, caracteres especiais e não deve ser abreviado. O campo RF deve ser digitado com muita atenção, após verificação se o mesmo está correto, o sistema não aceita dois RF’s iguais. Campo sexo informar se masculino = M ou feminino = F. Campo Pais de origem, o sistema trás default “Brasil”, caso não seja Brasil escolher o pais desejado e preencher campo data de entrada no pais. O campo RG não deverá conter caracteres especiais com exceção de letras de RG’s de outros estados. O campo CPF é usado para consistência no sistema, não se deve colocar CPF de outras pessoas como marido, pai, etc. Este dado ainda é utilizado em inscrições via on-line para concursos e também para o Censo MEC. Campo Raça/Cor, preencher de acordo com documentação apresentada, este dado é informação para cadastro do Censo MEC. Necessidades Especiais, informar se o servidor é portador de necessidades especiais de acordo com as contidas no combo, caso contrario escolher “Não Possui”. -Endereço:
  6. 6. SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO ATP – CENTRO DE INFORMÁTICA RECURSOS HUMANOS INSTRUÇÕES DE ALIMENTAÇÃO DO SISTEMA ESCOLA ON-LINE – RH VERSÃO 2012 Equipe de RH – C.I. 15/5/2014 6 / 39 Atenção o campo endereço, deve estar preenchido em todos os combos que o compõem, isto é: tipo de logradouro, logradouro, número, complemento caso haja, bairro, cidade e principalmente CEP. O endereço do servidor é de extrema importância, como meio de contato da secretaria com o servidor, para envio de correspondência, revistas nova escola e carta fundamental, cartão do educador, etc. Também é de extrema importância atenção do operador para colocar estado diferente de São Paulo, no endereço, pois se o servidor exerce suas funções na Cidade de São Paulo, como pode residir em outro estado? Na parte de endereços podemos consultar, incluir, alterar ou excluir um endereço. Para consulta, alteração ou exclusão, basta clicar no combo “endereço NN” e selecionar qual endereço entre os cadastrados é o de interesse: -Inclusão de servidor/endereço: -abrir o combo “endereço NN” e clicar em novo endereço, -escolher no combo “tipo de endereço” o tipo de endereço a que se refere (comercial, residencial ou de correspondência), -clicar no combo “tipo” para se cadastrar que tipo de logradouro é o endereço (rua, avenida, viela, etc.), -preencher outros campos obrigatórios, orientamos que ao invés de digitar o endereço proceda-se a pesquisa de CEP, a fim de evitar erros de digitação e várias maneiras de cadastro, procedimento: Clicando no botão “pesquisa de CEP” temos a possibilidade de colocar o CEP ou parte do nome da rua e buscar no catálogo de endereços da Prodam o endereço correto com o bairro a que pertence, verificado o endereço de interesse, clicar no mesmo que a informação será
  7. 7. SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO ATP – CENTRO DE INFORMÁTICA RECURSOS HUMANOS INSTRUÇÕES DE ALIMENTAÇÃO DO SISTEMA ESCOLA ON-LINE – RH VERSÃO 2012 Equipe de RH – C.I. 15/5/2014 7 / 39 carregada para tela inicial, faltando preencher apenas número, complemento (caso exista), município caso não seja São Paulo (já vem default São Paulo) e se é zona urbana ou rural. -clicar no botão incluir. Atenção a busca de CEP funciona apenas para endereços da capital quando se digita o nome da rua, quando se digita o CEP o sistema trás mesmo de outros municípios. O servidor pode ter mais de um tipo de endereço cadastrado. O sistema não aceita dois endereços residenciais, se houver mudança é necessário escolher o endereço que se quer alterar, proceder aos ajustes e clicar no botão confirma. No caso de estarmos consultando um endereço e necessitarmos acrescentar outro tipo de endereço, deve-se clicar no botão “incluir” que aparecerá nova opção de tipo de endereço para inclusão e ao final da digitação dos dados clicar em “confirma”. -Inclusão de servidor/contato (dispositivo de comunicação): Clicar no combo “dispositivos disponíveis” e clicar sobre novo dispositivo. No combo tipo de dispositivo, escolher o tipo que irá ser cadastrado. Caso seja telefone: -não sendo de São Paulo, colocar o DDD, -sendo telefone comercial que não seja direto colocar o ramal.
  8. 8. SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO ATP – CENTRO DE INFORMÁTICA RECURSOS HUMANOS INSTRUÇÕES DE ALIMENTAÇÃO DO SISTEMA ESCOLA ON-LINE – RH VERSÃO 2012 Equipe de RH – C.I. 15/5/2014 8 / 39 -no local do dispositivo de comunicação, clicar em pesquisar e identificar se é comercial, residencial ou de recados, clicando-se em uma das opções e em seguida no botão “confirma escolha”. -no campo dispositivo de comunicação digitar o número do telefone que se deseja cadastrar. -em nome de contato, colocar o mesmo, caso seja um telefone de recados. No campo dispositivo de comunicação é para digitação de número de telefone, e-mail ou detalhes do dispositivo escolhido acima. Após o preenchimento de todas as informações clicar em “confirma dispositivo” Incluindo-se mais dispositivos: Ainda na aba de contatos clicar no botão “incluir”, no combo dispositivos disponíveis irá aparecer default “novo dispositivo” escolher no combo tipo de dispositivo, o tipo que irá ser cadastrado e proceder ao preenchimento dos outros campos e quando concluído clicar em “confirma dispositivo”. No caso de erro na inclusão: Caso exista informações erradas quando do preenchimento pode-se cancelar o dispositivo que está sendo incluído clicando-se em “cancelar dispositivo”. Alteração de dispositivos: Na aba de contatos aparecerá um dos dispositivos cadastrados para o servidor, proceder às alterações necessárias e em seguida clicar em “confirma dispositivo”. Excluindo um dispositivo: Na aba de contatos aparecerá um dos dispositivos cadastrados para o servidor, proceder às alterações necessárias e em seguida clicar em “excluir” e confirmar se deseja excluir ou não o dispositivo selecionado. Atenção: o botão incluir só é utilizado para inclusão de um novo (outro) dispositivo de contato, além dos já existentes. V - Relatório (Ficha do Servidor): Clicando-se no botão “relatório” temos um resumo da situação do servidor, dados de seu cargo, seu código eol (usado para atribuição), início de exercício no cargo, opção de jornada, jornada de exercício, lotação com data início na mesma, aulas atribuídas, cargo sobreposto, função e laudo médico.
  9. 9. SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO ATP – CENTRO DE INFORMÁTICA RECURSOS HUMANOS INSTRUÇÕES DE ALIMENTAÇÃO DO SISTEMA ESCOLA ON-LINE – RH VERSÃO 2012 Equipe de RH – C.I. 15/5/2014 9 / 39 VI - Cargo base: Neste item cadastramos os cargos efetivos, contratados, admitidos e comissionados quando não forem sobrepostos (alt). Sempre que houver uma nomeação para um servidor já cadastrado no sistema atentar para o CL/Vínculo, se for no CL/Vínculo já existente no sistema escola on-line e o cargo estiver ativo e não estiver no aguardo de exoneração, o cargo é sobreposto ALT e não base. Nunca devemos cadastrar como cargo base um cargo proveniente de designação. O sistema não aceita dois cargos iguais no mesmo CL ou no mesmo vínculo com a mesma data início. A alteração/fechamento de um cargo efetivo só é permitida para o setor de Quadros e para o Centro de Informática de SME. No Sistema Eol-2007, a um cargo estão vinculados lotação, funções, cargos sobrepostos e laudos médicos, portanto não é possível cadastrar qualquer um destes itens sem que o cargo base esteja cadastrado. Sendo assim também quando fechamos um cargo efetivo o sistema avisa que todos os itens relacionados a ele serão fechados. Quando o cargo não for efetivo o sistema avisa se há pendências a serem fechadas Obs.: quando houver laudo médico aberto é necessário pedir ao setor de Quadros – Conae-2 para fechar o laudo, pois só assim será possível fechar o cargo. O sistema permite consultar cargos base clicando-se no botão “limpar” e digitando o RF ou nome desejado de pesquisa.
  10. 10. SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO ATP – CENTRO DE INFORMÁTICA RECURSOS HUMANOS INSTRUÇÕES DE ALIMENTAÇÃO DO SISTEMA ESCOLA ON-LINE – RH VERSÃO 2012 Equipe de RH – C.I. 15/5/2014 10 / 39 Inclusão de Cargo Base: O sistema sempre carrega o RF, nome, cargo e cl do servidor (quando já existe um cargo cadastrado para o servidor). Para se cadastrar um cargo para um servidor deve-se escolher o cargo no lado esquerdo da tela = “itens não vinculados” e clicar na seta que aponta para o lado direito=itens vinculados, a este procedimento chamamos de “vinculação”. O sistema mostra no lado direito superior da tela uma lupa que funciona como um filtro, possibilitando digitar nome ou parte do nome do cargo de interesse para que o mesmo já apareça no lado esquerdo da tela nos itens não vinculados para possível vinculação. No momento da vinculação o sistema abre a tela “cargo base do servidor para preenchimento dos dados do mesmo:
  11. 11. SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO ATP – CENTRO DE INFORMÁTICA RECURSOS HUMANOS INSTRUÇÕES DE ALIMENTAÇÃO DO SISTEMA ESCOLA ON-LINE – RH VERSÃO 2012 Equipe de RH – C.I. 15/5/2014 11 / 39 O campo RF, nome e cargo base já vêm carregados da tela inicial, os campos com asterisco em vermelho são de preenchimento obrigatório, prestar muita atenção ao CL e ao Vínculo, no combo situação funcional aparecem as situações que são permitidas no cargo base: -admitido estável – não existe mais esta situação, só para os cargos já existentes que serão extintos na vacância -admitido - não existe mais esta situação, só para os cargos já existentes que serão extintos na vacância -comissionado estável - não existe mais esta situação, só para os cargos já existentes que serão extintos na vacância -contratado - admitido na PMSP através de contrato (geralmente de 06 meses, podendo ser aditado ou não) -efetivo - nomeado através de Concurso Público de Acesso ou Ingresso -em comissão - admitido na PMSP, através de portaria de nomeação para exercer cargo em comissão e no caso de cargo base não é um cargo sobreposto, isto é, receberá um novo CL (vínculo) Os outros campos deverão ser sempre preenchidos com os dados constantes em documentação. No campo ato de ingresso deve-se escolher o ato que deu origem ao cargo base que está sendo cadastrado, atentar para diferença entre ingresso e acesso.
  12. 12. SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO ATP – CENTRO DE INFORMÁTICA RECURSOS HUMANOS INSTRUÇÕES DE ALIMENTAÇÃO DO SISTEMA ESCOLA ON-LINE – RH VERSÃO 2012 Equipe de RH – C.I. 15/5/2014 12 / 39 Alteração de Cargo base: Na tela inicial de “cargo base” escolhe-se o cargo que sofrerá alteração clicando no quadrado do lado esquerdo do cargo e em seguida clicando no botão “alterar”: Os campos referentes ao RF, CL, Vinculo, nome, cargo base, não são passíveis de alteração Na tela seguinte alteram-se os dados necessários, no caso de fechamento do cargo deve-se preencher todos os campos de encerramento (constam em DOC):
  13. 13. SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO ATP – CENTRO DE INFORMÁTICA RECURSOS HUMANOS INSTRUÇÕES DE ALIMENTAÇÃO DO SISTEMA ESCOLA ON-LINE – RH VERSÃO 2012 Equipe de RH – C.I. 15/5/2014 13 / 39 Ao se fechar um cargo base devemos preencher os campos constantes e escolher no combo o motivo de desligamento e ato pelo qual o mesmo está sendo fechado de acordo com documentação e ou publicação. Obs.: quando se cadastra um cargo errado o sistema não permite mais exclusão devendo o mesmo ser fechado com o motivo “erro de cadastro” o qual não aparecerá mais no sistema. -Alterando dados de cargo base fechado: Caso seja necessário alterar algum dado de cargo fechado deve-se clicar no botão “histórico” e na tela seguinte apagar o campo data fim nomeação e clicar no “confirma”, este procedimento fará com que o cargo seja reaberto para alterações: Em seguida o sistema mostrará uma mensagem de confirmação desta operação: ATENÇÃO! A data do encerramento da nomeação não foi preenchida. Se for confirmada a alteração, todos os campos referentes ao encerramento serão limpos. Ao se clicar no botão “confirma” aparecerá a seguinte tela mostrando quais cargos estão abertos:
  14. 14. SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO ATP – CENTRO DE INFORMÁTICA RECURSOS HUMANOS INSTRUÇÕES DE ALIMENTAÇÃO DO SISTEMA ESCOLA ON-LINE – RH VERSÃO 2012 Equipe de RH – C.I. 15/5/2014 14 / 39 Clicando no botão “fechar” voltaremos para a tela inicial de “cargo base” onde escolhemos o cargo que sofrerá alteração clicando no quadrado do lado esquerdo do cargo e em seguida clicando no botão “alterar”: O cargo escolhido será reaberto para sofrer as alterações necessárias.
  15. 15. SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO ATP – CENTRO DE INFORMÁTICA RECURSOS HUMANOS INSTRUÇÕES DE ALIMENTAÇÃO DO SISTEMA ESCOLA ON-LINE – RH VERSÃO 2012 Equipe de RH – C.I. 15/5/2014 15 / 39 Atenção: ao se cadastrar um novo cargo base o sistema abre automaticamente a tela para se colocar a lotação do mesmo, é obrigatória a inclusão da lotação, um servidor não pode constar no sistema unicamente com o cargo base. Ao reabrir um cargo a lotação não é aberta automaticamente sendo necessário reabri -la se for o caso. Exclusão de cargo base: No eol-2007 não é possível a exclusão de um cargo base só o fechamento com “erro de cadastro” caso a alteração de dados incorretos não seja possível. VII - Lotação: O sistema permite consultar lotações clicando-se no botão “limpar” e digitando o RF ou nome desejado de pesquisa A tela virá sem o cargo base do servidor o qual deverá com muita atenção ser escolhido clicando-se sobre o mesmo neste momento. -Inclusão de lotação: Ao se clicar no botão “lotação” a tela seguinte vira sem o cargo base do servidor o qual deverá com muita atenção ser escolhido clicando-se sobre o mesmo neste momento. Em seguida clica-se no botão “novo” para incluir os dados referentes a esta lotação. Quando incluímos um cargo, ao finalizar o processo automaticamente abre-se a tela de lotação para preenchimento dos dados:
  16. 16. SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO ATP – CENTRO DE INFORMÁTICA RECURSOS HUMANOS INSTRUÇÕES DE ALIMENTAÇÃO DO SISTEMA ESCOLA ON-LINE – RH VERSÃO 2012 Equipe de RH – C.I. 15/5/2014 16 / 39 Os dados do cargo base escolhido já são trazidos automaticamente para esta tela. No campo Unidade de Educação pode-se colocar o código da unidade ou em parte do nome e clicar em pesquisar, neste momento é preciso muita atenção nas diferenças existentes entre tipos de unidades com o mesmo nome, se estiver incorreto é só clicar no botão “limpar” e repetir a operação. Os outros campos da tela devem ser digitados respeitando-se documentação e/ou DOC. No campo ato de ingresso deve-se escolher o ato de origem da lotação que está sendo cadastrada, existem atos constantes deste combo que não são mais utilizados que em breve serão excluídos como: admissão, re-efetivação, readmissão, reingresso, reassunção e reintegração. Tipo de lotação, este campo é de extrema importância o seu preenchimento de forma incorreta poderá causar prejuízos na remoção e no controle de vagas da secretaria, é importantíssimo a consulta dos documentos de escolha para verificação se é precária ou definitiva. A escolha definitiva implica em poder participar do concurso anual de remoção enquanto a escolha precária o servidor irá escolher somente as vagas remanescentes da remoção. A alteração, exclusão e fechamento de lotação de servidores efetivos somente são possíveis pelo setor de quadros da Conae-2. O conceito de lotação está alterado neste novo layout, todos servidores agora detêm uma lotação (vínculo). A lotação para servidores efetivos é aquela escolhida quando houve ingresso, acesso, remoção ou fixação de lotação. No caso de servidores não efetivos (exceto professores) é a unidade de exercício do mesmo. Atenção: professores não efetivos têm sua lotação junto a Diretoria de Educação a qual pertence, podendo por motivo de atribuição ser alterada, devendo então a Diretoria que recebeu o professor abrir nova lotação e a diretoria a qual o professor deixou de pertencer fechar a lotação do mesmo neste local.
  17. 17. SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO ATP – CENTRO DE INFORMÁTICA RECURSOS HUMANOS INSTRUÇÕES DE ALIMENTAÇÃO DO SISTEMA ESCOLA ON-LINE – RH VERSÃO 2012 Equipe de RH – C.I. 15/5/2014 17 / 39 -Alteração de lotação: Acessar a tela de lotação, escolher o cargo base o qual quer se alterar dados da lotação, abaixo escolher a lotação a ser alterada clicando-se no círculo a esquerda da mesma e em seguida clicando no botão “alterar”, na tela seguinte proceder às alterações necessárias e clicar no “confirma”: -Alterando lotação de cargo fechado: Ao acessar a tela de lotação escolher no combo “cargo base” qual dos cargos abertos ou fechados queremos proceder às alterações de lotação, clicando-se sobre o mesmo: Abaixo aparecerão todas lotações para o referido cargo:
  18. 18. SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO ATP – CENTRO DE INFORMÁTICA RECURSOS HUMANOS INSTRUÇÕES DE ALIMENTAÇÃO DO SISTEMA ESCOLA ON-LINE – RH VERSÃO 2012 Equipe de RH – C.I. 15/5/2014 18 / 39 Escolhe-se uma das lotações clicando no círculo a esquerda da mesma e em seguida clicando- se no botão “alterar”. Na tela seguinte proceder às alterações necessárias e clicar no botão “confirma”. Atenção: para se alterar uma lotação de cargo fechado é necessário reabrir o cargo. Exclusão de lotação: A exclusão de uma lotação só é possível pelo setor de Quadros da Conae-2, escolhe-se a lotação que se quer excluir clicando no círculo a esquerda da mesma e em seguida clicando-se no botão excluir. O sistema abrirá a tela com todas as informações da lotação excluída para verificação se é esta lotação que se quer excluir, em seguida clica-se no botão excluir. VIII - Cargo sobreposto: Um cargo é sobreposto (ALT) quando existe uma nomeação/designação para um novo cargo (não confundir com função) utilizando o mesmo CL/Vínculo de um cargo já existente. Por exemplo: -Professor nomeado para ser A.D., A.T.E., Diretor Regional de Educação, etc. -Professor designado para ser Coordenador Pedagógico, Diretor, Supervisor -A.D. designado para substituir o Diretor, Diretor designado para Supervisor, Supervisor nomeado/designado para ser Diretor Regional de Educação, etc. -Auxiliar Técnico de Educação nomeado/designado para secretário de Escola, etc. Sempre que houver uma nomeação para um servidor já existente no sistema, atentar para o CL/Vínculo, se for no CL/Vínculo já existente no sistema escola on-line e o cargo estiver ativo e não estiver no aguardo de exoneração, o cargo é sobreposto (ALT), caso contrário o cargo é base. Incluindo Cargo Sobreposto (ALT): O sistema sempre carrega o RF, nome, cargo base e cl do servidor, deve-se escolher no combo cargo base, o cargo no qual o servidor está tendo a nomeação/designação para o sobreposto (atentar para o CL/Vínculo). Para se cadastrar um cargo para um servidor deve-se escolher o cargo no lado esquerdo da tela = “itens não vinculados” e clicar na seta que aponta para o lado direito=itens vinculados, a este procedimento chamamos de “vinculação”. O sistema mostra no lado direito superior da tela uma lupa que funciona como um filtro, possibilitando digitar nome ou parte do nome do cargo de interesse para que o mesmo já apareça no lado esquerdo da tela nos itens não vinculados para possível vinculação.
  19. 19. SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO ATP – CENTRO DE INFORMÁTICA RECURSOS HUMANOS INSTRUÇÕES DE ALIMENTAÇÃO DO SISTEMA ESCOLA ON-LINE – RH VERSÃO 2012 Equipe de RH – C.I. 15/5/2014 19 / 39 No momento da vinculação o sistema abre a tela “cargo sobreposto do servidor para preenchimento dos dados do mesmo: O campo RF, CL, nome, cargo base e cargo sobreposto já vêm carregados da tela inicial, os campos com asterisco em vermelho são de preenchimento obrigatório, os outros campos deverão ser sempre preenchidos com os dados constantes em documentação. O campo Unidade Local Serviço, permite a digitação do código da escola e clicando-se no pesquisar o sistema trás o nome da mesma para conferência, caso esteja incorreto pode-se clicar no limpar, para efetuar-se nova pesquisa. O mesmo procedimento pode ser realizado também com parte do nome da escola. No campo ato de ingresso deve-se escolher o ato que deu origem ao cargo sobreposto que está sendo cadastrado, atentar sempre as publicações, pois as mesmas são claras quanto ao ato de origem. Existem os seguintes atos neste combo: -Designação caráter excepcional – para designações que não são previstas em lei e que por motivos de força maior ocorrem, saem usando o termo “em caráter excepcional”. -Desig.cargo vago.- para designações publicadas para ocupar cargos vagos, isto é cargos que não tem um titular, por motivo de exoneração, aposentadoria, falecimento, criação de classes após remoção/chamada de concursados,etc. -Desig.período fechado.- para designações publicadas para ocupar cargos dentro de um prazo previsto, isto é, com início e fim, exemplo casos de licenças médicas. -Desig.subst.tit.afastado - para designações publicadas quando em substituição a um titular do cargo que está afastado, exemplo um professor vai substituir o diretor que está no exercício de outro cargo. -Designação F.G. - são designações para Função Gratificada. -Nomeação c/afast.2º vinc. - para nomeações publicadas com afastamento total do outro cargo, exemplo um professor que detêm dois cargos, em um dos cargos vai ser A.D., pois o cargo está vago e não vai exercer nesse período o outro cargo de professor, vai se afastar. -Nomeacão exerc.cargo em comissão - nomeações publicadas para exercício de um cargo vago, no mesmo CL/vínculo de um cargo base, exemplo um professor que detêm um único cargo e vai ocupar um cargo de A.D. vago.
  20. 20. SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO ATP – CENTRO DE INFORMÁTICA RECURSOS HUMANOS INSTRUÇÕES DE ALIMENTAÇÃO DO SISTEMA ESCOLA ON-LINE – RH VERSÃO 2012 Equipe de RH – C.I. 15/5/2014 20 / 39 -Nomeação período fechado.- para nomeações publicadas para ocupar cargos dentro de um prazo previsto, isto é, com início e fim, exemplo casos de licenças médicas. -Responder por – casos de publicações de servidores que irão ocupar um cargo para responder por um determinado setor/seção. Alteração de cargo sobreposto: Na tela inicial de “cargo sobreposto servidor” escolhe-se o cargo que sofrerá alteração clicando no quadrado do lado esquerdo do cargo e em seguida clicando no botão “alterar”: Os campos referentes ao RF, CL, nome, cargo base e cargo sobreposto, não são passíveis de alteração
  21. 21. SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO ATP – CENTRO DE INFORMÁTICA RECURSOS HUMANOS INSTRUÇÕES DE ALIMENTAÇÃO DO SISTEMA ESCOLA ON-LINE – RH VERSÃO 2012 Equipe de RH – C.I. 15/5/2014 21 / 39 Na tela seguinte alteram-se os dados necessários. No caso de fechamento do cargo deve-se preencher todos os campos de encerramento (constam em DOC) e escolher no combo o motivo de desligamento e ato pelo qual o mesmo está sendo fechado de acordo com documentação e ou publicação. Depois de efetuadas as alterações desejadas clicar em “confirmar”. Obs.: quando se cadastra um cargo errado o sistema não permite mais exclusão devendo o mesmo ser fechado com o motivo “erro de cadastro” o qual não aparecerá mais no sistema. Alteração de cargo sobreposto fechado: Na tela de cargo sobreposto servidor devemos clicar no botão histórico no rodapé da página, em seguida clicar no botão alterar do lado direito do cargo que sofrerá alterações: A tela seguinte trará as informações do cargo que está fechado, para proceder às alterações:
  22. 22. SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO ATP – CENTRO DE INFORMÁTICA RECURSOS HUMANOS INSTRUÇÕES DE ALIMENTAÇÃO DO SISTEMA ESCOLA ON-LINE – RH VERSÃO 2012 Equipe de RH – C.I. 15/5/2014 22 / 39 Nesta tela é permitido alterar somente os campos de encerramento, depois de efetuadas as alterações deve-se clicar em confirmar. Obs.: não é possível excluir um cargo sobreposto, em caso de erro, fecha -se o cargo com o ato “erro de cadastro” e o mesmo não aparecerá mais no sistema. IX - Jornada: Esta tela nos mostra a jornada de opção e a jornada de exercício do servidor de acordo com o cargo escolhido no combo “cargo base” e o ano a que as mesmas se referem: -Opção de jornada: Só para professores e realizada no final do ano, é a jornada que o mesmo opta por permanecer no ano seguinte, podendo esta passar para “JBD” (no caso da opção ter sido por JEIF) caso ocorra desistência de jornada na primeira atribuição. Para realizar a opção de jornada via sistema deve-se escolher o cargo base ao qual queremos realizar a opção clicando sobre o mesmo:
  23. 23. SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO ATP – CENTRO DE INFORMÁTICA RECURSOS HUMANOS INSTRUÇÕES DE ALIMENTAÇÃO DO SISTEMA ESCOLA ON-LINE – RH VERSÃO 2012 Equipe de RH – C.I. 15/5/2014 23 / 39 Em seguida clicar no botão “opção de jornada”, a tela seguinte já trará as informações referentes ao cargo base escolhido: O campo unidade de opção vem preenchido automaticamente com a unidade a qual o operador que está efetuando a digitação está logado. -Jornada de exercício: A jornada de exercício deve ser atualizada de acordo com a realidade devendo ser alterada quando houver mudanças na carga horária/jornada. -Jornada de exercício é a jornada que o servidor está exercendo, podendo ser: J40- jornada do cargo de 40 horas JE40-jornada especial de 40 horas para servidores convocados para cumprir esta jornada (serviços técnicos educacionais) JB-jornada básica do professor (jornada extinta só existente para quem optou por permanecer na mesma) JBD-jornada básica docente JEIF-jornada especial integral de formação J30-jornada de trinta horas só para Professor de Educação Infantil (antigo PDI) e Auxiliar de Desenvolvimento Infantil) No caso de inclusão de professor, o sistema automaticamente cria a jornada de exercício como Jornada Básica de Docente – “JBD” para o mesmo, com a data início a do início de exercício no cargo em questão. Em caso de cargo reaberto é necessário o novo cadastro da jornada de exercício. A cada jornada de exercício incluída no sistema o mesmo fecha a jornada que se encontra aberta com o dia anterior ao da inclusão Para se cadastrar a jornada de exercício deve-se escolher o cargo base de interesse clicando sobre o mesmo e em seguida clicar no botão “jornada de exercício”:
  24. 24. SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO ATP – CENTRO DE INFORMÁTICA RECURSOS HUMANOS INSTRUÇÕES DE ALIMENTAÇÃO DO SISTEMA ESCOLA ON-LINE – RH VERSÃO 2012 Equipe de RH – C.I. 15/5/2014 24 / 39 Na tela a seguir os campos do cargo base já vêm carregados para a tela, devendo-se clicar no combo “jornada de exercício” e escolher a jornada correta de acordo com a atividade e carga horária exercida pelo servidor e colocar a data início em que o servidor entrou nesta jornada, clicando em seguida no botão “confirmar”. Ainda é possível na tela inicial de jornada acessar o histórico de jornadas do servidor, clicando no botão “histórico”:
  25. 25. SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO ATP – CENTRO DE INFORMÁTICA RECURSOS HUMANOS INSTRUÇÕES DE ALIMENTAÇÃO DO SISTEMA ESCOLA ON-LINE – RH VERSÃO 2012 Equipe de RH – C.I. 15/5/2014 25 / 39 No tipo de jornada temos: Exercício – jornada de exercício Deferido – jornada de opção deferida Indeferido - jornada de opção indeferida X - Laudo Médico: A inclusão/alteração e exclusão de laudos médicos são de responsabilidade do setor de quadros, quando constatada alguma incorreção nos dados deve-se mandar e-mail a este setor para correção. Nesta tela é possível escolher o cargo base de interesse, os dados do cargo já vem carregados para a tela. Há possibilidade de consultarmos outro servidor que não o constante em tela, clicando-se no botão “limpar” e digitando-se o RF ou parte do nome desejado. Clicando-se no botão inativo é possível verificar os cargos fechados com laudo médico, clicando-se no botão ativo volta-se para cargos ativos: -Inclusão de laudo: Na tela anterior após escolher o cargo base em que será cadastrado o laudo, clicar no botão “inclui” na tela seguinte os dados do cargo base já virão carregados para a tela, deve-se escolher o tipo de laudo e cadastrar as datas solicitadas, a data prevista de término é data de acordo com o tempo estipulado no laudo, no caso de laudo definitivo esta data fica em branco, clica-se no botão “confirma” para inclusão dos dados.
  26. 26. SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO ATP – CENTRO DE INFORMÁTICA RECURSOS HUMANOS INSTRUÇÕES DE ALIMENTAÇÃO DO SISTEMA ESCOLA ON-LINE – RH VERSÃO 2012 Equipe de RH – C.I. 15/5/2014 26 / 39 Após o cadastro do laudo aparece a tela de cadastro de local do laudo médico que só é preenchida quando o local de exercício do laudo for diferente do local de lotação: Alteração: Para se alterar dados de um laudo médico, deve-se escolher o cargo base que detenha o laudo a ser alterado, na apresentação dos laudos, clicar no quadrado ao lado esquerdo do laudo e clicar no botão “alterar”, na tela seguinte proceder aos acertos necessários clicando-se no botão “confirma” para finalizar a alteração.
  27. 27. SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO ATP – CENTRO DE INFORMÁTICA RECURSOS HUMANOS INSTRUÇÕES DE ALIMENTAÇÃO DO SISTEMA ESCOLA ON-LINE – RH VERSÃO 2012 Equipe de RH – C.I. 15/5/2014 27 / 39 Cessar um laudo: O mesmo procedimento da alteração deve ser utilizado para cessação. -Local de Laudo Médico: Só devemos cadastrar local de laudo médico quando este for exercido fora da Unidade de lotação do servidor e não constar do módulo sobreposto, função ou atribuição de aulas. A intenção deste módulo é localizar onde o servidor encontra-se em exercício, portanto se o mesmo já consta em algum módulo com local não há necessidade de informar novamente o mesmo. Caso haja mudança de local de exercício de servidores portadores de laudo médico que não estejam em sua lotação ou que perderam sua lotação, deverá ser informado ao setor de quadros o local correto de exercício do servidor. -Inclusão O sistema não aceita a inclusão de um local de laudo médico para laudo que já conste com um local aberto. Os campos com asterisco vermelho são de preenchimento obrigatório. Os dados do cargo base, tipo de laudo e datas do mesmo já vem preenchidos, para cadastrar a Unidade pode-se colocar o código ou parte do nome da mesma e clicar em “pesquisar”, o campo data início refere-se à data início do referido laudo naquele local:
  28. 28. SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO ATP – CENTRO DE INFORMÁTICA RECURSOS HUMANOS INSTRUÇÕES DE ALIMENTAÇÃO DO SISTEMA ESCOLA ON-LINE – RH VERSÃO 2012 Equipe de RH – C.I. 15/5/2014 28 / 39 Após o cadastro dos dados clica-se no botão “confirma”:
  29. 29. SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO ATP – CENTRO DE INFORMÁTICA RECURSOS HUMANOS INSTRUÇÕES DE ALIMENTAÇÃO DO SISTEMA ESCOLA ON-LINE – RH VERSÃO 2012 Equipe de RH – C.I. 15/5/2014 29 / 39 Alteração: Para se alterar um local de laudo médico, deve-se escolher o local a ser alterado clicando-se no círculo do lado esquerdo do local desejado e clicando em seguida no botão “alterar”. Na tela seguinte alteram-se os dados de interesse e clica-se no botão “confirma”. Clicando no botão relatório podemos visualizar todos os laudos cadastrados do servidor. Os portadores de laudo médico, devem ter aulas atribuídas, exceto em caso de estarem afastados fora de SME, estarem em exercício em órgão central ou exercerem cargo sobreposto. XI - Função Atividade: Na tela inicial temos a possibilidade de consultar o histórico de funções, alterar uma determinada função, consultar e incluir, o sistema trata como função aberta a data fim futura e sem data fim. O sistema permite consultar funções de outros servidores sem ser o constante em tela, clicando-se no botão “limpar” e digitando o RF ou nome desejado de pesquisa. Temos ainda abaixo do combo cargo base o botão “histórico” para cargos encerrados, este botão possibilita verificar dados do cargo e as funções existentes para ele: Inclusão: Para se cadastrar uma função para um servidor deve-se escolher o cargo base em que o servidor irá desempenhar a função, escolher a função no lado esquerdo da tela = “itens não vinculados” e clicar na seta que aponta para o lado direito= “itens vinculados”, a este procedimento chamamos de “vinculação”. O sistema mostra no lado direito superior da tela uma lupa que funciona como um filtro, possibilitando digitar nome ou parte do nome da função de interesse para que a mesma já apareça no lado esquerdo da tela nos itens não vinculados para possível vinculação.
  30. 30. SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO ATP – CENTRO DE INFORMÁTICA RECURSOS HUMANOS INSTRUÇÕES DE ALIMENTAÇÃO DO SISTEMA ESCOLA ON-LINE – RH VERSÃO 2012 Equipe de RH – C.I. 15/5/2014 30 / 39 No momento da vinculação o sistema abre a tela “função do servidor” para preenchimento dos dados da mesma:
  31. 31. SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO ATP – CENTRO DE INFORMÁTICA RECURSOS HUMANOS INSTRUÇÕES DE ALIMENTAÇÃO DO SISTEMA ESCOLA ON-LINE – RH VERSÃO 2012 Equipe de RH – C.I. 15/5/2014 31 / 39 Os campos rf, cl, nome, cargo base e função atividade já vêm preenchidos, deve-se preencher o local da designação, este preenchimento pode ser feito através do código do local ou do nome do mesmo, clicando-se em seguida no pesquisar. Deve-se preencher os dados da designação com data de início, publicação, número do ato que deu origem a designação e ano do ato, o ato em si já vem carregado devido à vinculação feita anteriormente, os dados constam no DOC. Fechamento de Função: Para se fechar uma função deve-se escolher o cargo base em que o servidor tem cadastrada a função que se quer encerrar, clicar no quadrado a esquerda da função de interesse que aparece no lado direito da tela em “itens vinculados” e em seguida clicar no alterar: Na tela seguinte devem-se preencher os dados relativos à cessação da função:
  32. 32. SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO ATP – CENTRO DE INFORMÁTICA RECURSOS HUMANOS INSTRUÇÕES DE ALIMENTAÇÃO DO SISTEMA ESCOLA ON-LINE – RH VERSÃO 2012 Equipe de RH – C.I. 15/5/2014 32 / 39 Data da cessação, data da publicação, número de ato da cessação e ano do ato da cessação, os dados constam no DOC e clicar no botão “confirma”. Caso a função tenha sido cadastrada indevidamente não é possível excluí-la, devem-se fechar estes casos com erro de cadastro, clicando-se no círculo “sim” de “erro de cadastro”. E em seguida clicando-se no botão “confirma”. Alteração de dados de uma Função Aberta: Para se alterar dados de uma função aberta, deve-se escolher o cargo base em que o servidor tem cadastrada a função que se quer alterar, clicar no quadrado a esquerda da função de interesse que aparece no lado direito da tela em “itens vinculados” e em seguida clicar no botão “alterar”. Na tela seguinte proceder às alterações necessárias e clicar no confirma. Atenção: não é possível alterar o tipo de função, caso tenha feito a opção de vinculação errada só é possível fechar a mesma com “erro de cadastro”, assim não aparecerá no sistema somente ficando gravada no banco de dados. Alteração de dados de uma Função Fechada: Na tela inicial de função de um determinado servidor, clicando-se no botão histórico, veremos as funções cadastradas para o servidor: Em uma função fechada é possível consultarmos seus detalhes clicando-se no botão detalhes no lado direito da mesma:
  33. 33. SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO ATP – CENTRO DE INFORMÁTICA RECURSOS HUMANOS INSTRUÇÕES DE ALIMENTAÇÃO DO SISTEMA ESCOLA ON-LINE – RH VERSÃO 2012 Equipe de RH – C.I. 15/5/2014 33 / 39 Caso seja necessário proceder alguma alteração dos dados da função fechada devemos clicar no botão “alterar” do lado direito da mesma, na tela seguinte é possível proceder às alterações de dados da função encerrada referentes à cessação e clicar no botão “confirma”:
  34. 34. SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO ATP – CENTRO DE INFORMÁTICA RECURSOS HUMANOS INSTRUÇÕES DE ALIMENTAÇÃO DO SISTEMA ESCOLA ON-LINE – RH VERSÃO 2012 Equipe de RH – C.I. 15/5/2014 34 / 39 Caso seja necessário alterar outros dados que não sejam de cessação, como datas referentes à designação, local de designação ou simplesmente reabrir a função, deve-se limpar os campos de cessação e clicar no botão “confirma, a função será reaberta. Atenção: não é possível alterar o tipo de função, caso tenha feito a opção de vinculação errada só é possível fechar a mesma com “erro de cadastro”, assim não aparecerá no sistema somente ficando gravada no banco de dados. FUNÇÕES EM USO: FUNÇÃO CADASTRO/PÚBLICO ALVO ATRIBUIÇÃO CIEJA Professores e especialistas que irão exercer suas funções emCIEJAS atribui CMCT/CEMAE Professores e especialistas que irão exercer suas funções emCMCT e CEMAE Não atribui CEFAI Professores emexercício e designados para o CEFAI Não atribui ENTIDADES Professores que irão exercer suas funçõesem entidades Não atribui OR.SALA LEIT. Professores que irão exercer a função de orientador de sala de leitura atribui PREST. SERV. Servidores que irão prestar serviços não técnico educacionais (exceto profs e gestores) Não atribui PROF.OR.INFO. Professores que irão exercer a função de professor orientador de informática Atribui PROF.PROJETO ESPECIAL Professores designadospara projeto especialem EMEBS Não atribui PROF.REC.PARALELA - PRP Professores que irão exercer suas funçõesemsalas de recuperação paralela, designados para PRP Atribui PRORROG.COLET./DESIG. Quando da publicação da prorrogação coletiva da prestação de serviços não técnicoeducacionais (excetoprofs e gestores) Não atribui PRORROG.COLET./S.T.E Quando da publicação da prorrogação coletiva da prestação de serviços técnicoeducacionais Não atribui REALOCACAO Para casos emque os servidores exercemsuas funções fora de sua unidade de lotação sem um ato de designação/nomeação (exceto professores) Não atribui REGENCIA EMEBS Professores designadospara regência emEMEBS fora de sua unidade de lotação Atribui RESP.EXPEDIENTE Servidores que irão exercer a função de responder pelo expediente Não atribui RESPONDER POR Servidores que irão exercer a função de responder por algum setor/cargo Não atribui SAAI Professores que irão exercer suas funçõesemsala de apoio e assistência a inclusão Atribui SAAIBILINGUE EMEI Professores que irão exercer suas funçõesemsala de apoio e assistência a inclusão- Libras para alunos surdos do infantil I e II Atribui SAAIBILINGUE F.I. Professores que irão exercer suas funçõesemsala de apoio e assistência a inclusão- Libras para alunos surdos do 1º ao 5º ano Atribui SAAIBILINGUE F.II Professores que irão exercer suas funçõesemsala de apoio e assistência a inclusão- Lingua Portuguesa e Libras (no contraturno) para alunos surdos do Ens.Fund. II Atribui
  35. 35. SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO ATP – CENTRO DE INFORMÁTICA RECURSOS HUMANOS INSTRUÇÕES DE ALIMENTAÇÃO DO SISTEMA ESCOLA ON-LINE – RH VERSÃO 2012 Equipe de RH – C.I. 15/5/2014 35 / 39 Consid erações: Atenção, os servidores que tiverem prorrogações de designações para funções (SAAI, PRP, CIEJA, CEFAI, CMCT/CEMAE,ENTIDADES, POIE, OSL, PROJETO ESPECIAL), deverão ter a designação que está aberta fechada e uma nova designação deverá ser cadastrada anualmente, com os dados constantes no DOC, tendo em vista não alimentarmos mais o histórico de atos e os dados de publicação agora ficarem nesta tela. NÃO UTILIZAR FUNÇÃO DE PRORROGAÇÃO PARA OS CASOS ACIMA, CADASTRAR A FUNÇÃO DIRETAMENTE, EXEMPLO: Prorrogação em entidade – cadastrar= “entidades”, prorrogação de designação em CIEJA – cadastrar= “CIEJA.” Só usaremos “prorrogação coletiva” na função, para casos de STE (os restantes), e para casos de designações para prestar serviços quando não professor. Os servidores que irão exercer suas atividades na Diretoria Regional de Educação, deverão ter cadastrados os locais onde irão exercer suas funções dentro da DRE (Decreto 45.787 de 23/03/2005), e-mail transmitido as DRE’s pelo C.I. em 04/04/2005): 10—00 – Diretoria Regional de Educação 10—01 – Assistência Administrativa 10—02 – Supervisão Escolar 10—03 – Divisão de OrientaçãoTécnica de Planejamento 10—04 - Divisão Técnica de Planejamento 10—05 – Divisão Técnica Programas Especiais 10—06 – CEFAI Os casos de designações para função “PAAI” deverão ser cadastrados como CEFAI. A cada prorrogação, a mesma deverá ser cadastrada na tela de função. Os casos de servidores (exceto professores) que exerçam suas atividades fora de suas Unidades de lotação sem um cargo sobreposto, sem designação para determinada função, sem laudo médico, por estarem considerados excedentes, por empréstimo, por perderem a lotação em escola e ficar lotado em Conae-2 ou simples realocação, deverão ser cadastrados com a função “Realocação”. Lembramos que há casos em que o servidor ficará com duas funções, como CIEJA e POIE. Quando o servidor tiver função de POIE ou OSL em mais de unidade deverá ter a designação cadastrada nas duas unidades. SERV.DE INSPETORIA A.T.E.’s que exercemserviços de inspetoria Não atribui SERV.DE SECRETARIA A.T.E.’s que exercemserviços de secretaria Não atribui SERV.TEC.ED. Professores e gestores que irão prestar serviço técnico educacionais Não atribui
  36. 36. SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO ATP – CENTRO DE INFORMÁTICA RECURSOS HUMANOS INSTRUÇÕES DE ALIMENTAÇÃO DO SISTEMA ESCOLA ON-LINE – RH VERSÃO 2012 Equipe de RH – C.I. 15/5/2014 36 / 39 XII - Histórico de atos: O antigo “histórico de atos” deixará de existir, passando ser “Licenças/Afastamentos e Vantagens”. No sistema escola on-line 2007, em cada módulo na inclusão de dados são solicitados os atos de origem do mesmo, portanto não há necessidade de cadastro no antigo “histórico de atos”. Por exemplo: quando do cadastro de um cargo coloca-se todos os dados do ato de origem e o tipo de ato: nomeação, contratação, nomeação acesso, nomeação em comissão, etc.; quando do cadastro de uma função ou de um cargo sobreposto é usado o mesmo procedimento, portanto os atos ficam dentro dos devidos módulos. Tendo em vista que os cadastrados de afastamentos são utilizados para impedimento de inscrição na remoção e abertura de vagas, solicitamos especial atenção na inclusão dos mesmos, atentando para: Os afastamentos de servidores para trabalharem fora da SME, mesmo quando vão exercer um cargo fora da SME, devem ser cadastrados com o código “056” -“Afastamento fora da SME” no histórico de atos e o local deve ser o local no qual irá exercer suas atividades (outra secretaria, outro município, estado, país, etc). O código de afastamento para designação/nomeação só deve ser usado no caso de servidores que acumulam e vão ter o afastamento total de um cargo enquanto designado ou nomeado para outro, isto se dá dentro da SME. Por exemplo, um professor com dois cargos que se afasta de um para ser AD. Não se deve cadastrar este código para servidores que vão ter cargo em ALT fora da SME. Os casos de nomeações para cargos Sobrepostos (ALT) da secretaria devem ser cadastrados no módulo de cargo sobreposto e não no histórico de atos. As designações para funções dentro da secretaria devem ser cadastradas no módulo de função e não no histórico de atos. Os casos de servidores em CCI’s, devem ser cadastrados como afastamento fora da SME (056) no histórico de atos e com o código do local (CCI). Os casos de designações para entidades como APAE, AACD, AMA, AHIMSA, etc devem ser cadastrados no módulo função – entidades Preocupados com os cadastros de afastamentos que implicam em impedimento de participação no processo de remoção, perda de lotação (em alguns casos) e computo de vagas, simplificamos a tabela de histórico de atos e criamos ato específico para afastamentos para congressos, seminários, eventos, estudos, etc. = “293- AFAST.CONGRES./SEMINARIOS/EVENTOS” . Atenção como o histórico de atos ainda está no eol-98, é possível que consigam cadastrar atos não mais existentes pela tabela nova (anexa), o cadastro destes atos ficarão perdidos não aparecendo no sistema. Somente utilizar os atos existentes na tabela anexa, como o histórico de atos não é mais utilizado para contagem de tempo (foi criado com este propósito) não há necessidade de detalhamento de todos os atos do servidor, devendo estes ser pesquisados no SIGPEC. Em caso de dúvidas favor entrar em contato. Pode-se consultar ou alterar os atos e seus dados, através do histórico de cada módulo. No Histórico de Atos cadastraremos apenas os seguintes atos: CODIGO DESCRIÇÃO CODIGO DESCRIÇÃO 056 AFAST. FORA SME 197 EVOL.COORD.PED. QPE 17 039 AFAST. SINDICAL 198 EVOL.COORD.PED. QPE 18 293 AFAST.CONGRES./SEMINARIOS/EV ENTOS 199 EVOL.COORD.PED. QPE 19 099 AFAST.P/DESIG./NOM. (Afastamento Total) 200 EVOL.COORD.PED. QPE 20
  37. 37. SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO ATP – CENTRO DE INFORMÁTICA RECURSOS HUMANOS INSTRUÇÕES DE ALIMENTAÇÃO DO SISTEMA ESCOLA ON-LINE – RH VERSÃO 2012 Equipe de RH – C.I. 15/5/2014 37 / 39 102 AUT.RESI.FORA MUNIC. 201 EVOL.COORD.PED. QPE 21 088 CES. DE AFAST. SIND. 202 EVOL.COORD.PED. QPE 22 083 CES. DE MEMBRO/INTEGRANTE 104 EVOL.PROF CAT 1 EM01 278 CES. DES.DIR.PRESIDENTE 131 EVOL.PROF CAT 1 EM02 085 CES.DESIG.C/AFAST 2V (Afastamento Total) 132 EVOL.PROF CAT 1 EM03 094 CES.GRATIF. DE NIVEL 133 EVOL.PROF CAT 1 EM04 093 CES.PORT.ENQ.P/LICENCIATURA 134 EVOL.PROF CAT 1 EM05 035 CONVOC. PARA JE-40 135 EVOL.PROF CAT 1 EM06 277 DESIG.DIRETOR PRESIDENTE 136 EVOL.PROF CAT 1 EM07 259 ENQ.AUX.DESENV.INF. QPE-07 137 EVOL.PROF CAT 1 EM08 260 ENQ.AUX.DESENV.INF. QPE-08 138 EVOL.PROF CAT 1 EM09 261 ENQ.AUX.DESENV.INF. QPE-09 171 EVOL.PROF CAT 1 QPE 11 262 ENQ.AUX.DESENV.INF. QPE-10 172 EVOL.PROF CAT 1 QPE 12 090 ENQ.POR LICENC.CAT-2 173 EVOL.PROF CAT 1 QPE 13 231 ENQ.POR LICENC.CAT-3 174 EVOL.PROF CAT 1 QPE 14 036 ENQUADRAMENTO 175 EVOL.PROF CAT 1 QPE 15 042 ESTABILIDADE 176 EVOL.PROF CAT 1 QPE 16 122 EV.9874 COORD. EM06 177 EVOL.PROF CAT 1 QPE 17 123 EV.9874 COORD. EM07 178 EVOL.PROF CAT 1 QPE 18 124 EV.9874 COORD. EM08 110 EVOL.PROF CAT 2 EM03 125 EV.9874 COORD. EM09 139 EVOL.PROF CAT 2 EM04 127 EV.9874 DIR. EM09 140 EVOL.PROF CAT 2 EM05 128 EV.9874 DIR. EM10 141 EVOL.PROF CAT 2 EM06 105 EV.9874 PROF 1 EM02 142 EVOL.PROF CAT 2 EM07 106 EV.9874 PROF 1 EM03 143 EVOL.PROF CAT 2 EM08 107 EV.9874 PROF 1 EM04 144 EVOL.PROF CAT 2 EM09 108 EV.9874 PROF 1 EM05 145 EVOL.PROF CAT 2 EM10 109 EV.9874 PROF 1 EM06 146 EVOL.PROF CAT 2 EM11 111 EV.9874 PROF 2 EM04 179 EVOL.PROF CAT 2 QPE 13 112 EV.9874 PROF 2 EM05 180 EVOL.PROF CAT 2 QPE 14 113 EV.9874 PROF 2 EM06 181 EVOL.PROF CAT 2 QPE 15 114 EV.9874 PROF 2 EM07 182 EVOL.PROF CAT 2 QPE 16 115 EV.9874 PROF 2 EM08 183 EVOL.PROF CAT 2 QPE 17 117 EV.9874 PROF 3 EM05 184 EVOL.PROF CAT 2 QPE 18 118 EV.9874 PROF 3 EM06 185 EVOL.PROF CAT 2 QPE 19 119 EV.9874 PROF 3 EM07 186 EVOL.PROF CAT 2 QPE 20 120 EV.9874 PROF 3 EM08 116 EVOL.PROF CAT 3 EM04 121 EV.9874 PROF 3 EM09 147 EVOL.PROF CAT 3 EM05 129 EV.9874 SUP. EM09 148 EVOL.PROF CAT 3 EM06 130 EV.9874 SUP. EM10 149 EVOL.PROF CAT 3 EM07 126 EVOL. DIR.ESC. EM08 150 EVOL.PROF CAT 3 EM08 163 EVOL. DIR.ESC. EM09 151 EVOL.PROF CAT 3 EM09 164 EVOL. DIR.ESC. EM10 152 EVOL.PROF CAT 3 EM10 165 EVOL. DIR.ESC. EM11 153 EVOL.PROF CAT 3 EM11 166 EVOL. DIR.ESC. EM12 154 EVOL.PROF CAT 3 EM12 203 EVOL. DIR.ESC. QP17 187 EVOL.PROF CAT 3 QPE 14 204 EVOL. DIR.ESC. QP18 188 EVOL.PROF CAT 3 QPE 15 205 EVOL. DIR.ESC. QP19 189 EVOL.PROF CAT 3 QPE 16 206 EVOL. DIR.ESC. QP20 190 EVOL.PROF CAT 3 QPE 17 207 EVOL. DIR.ESC. QP21 191 EVOL.PROF CAT 3 QPE 18 208 EVOL. DIR.ESC. QP22 192 EVOL.PROF CAT 3 QPE 19 167 EVOL. SUP.ESC. EM09 193 EVOL.PROF CAT 3 QPE 20 168 EVOL. SUP.ESC. EM10 194 EVOL.PROF CAT 3 QPE 21 169 EVOL. SUP.ESC. EM11 069 EXERCICIO DE FATO 170 EVOL. SUP.ESC. EM12 060 FERIAS AVERBADAS 209 EVOL. SUP.ESC. QP18 089 GRATIFIC. DE NIVEL 210 EVOL. SUP.ESC. QP19 070 INQUERITO ADMINISTR.
  38. 38. SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO ATP – CENTRO DE INFORMÁTICA RECURSOS HUMANOS INSTRUÇÕES DE ALIMENTAÇÃO DO SISTEMA ESCOLA ON-LINE – RH VERSÃO 2012 Equipe de RH – C.I. 15/5/2014 38 / 39 211 EVOL. SUP.ESC. QP20 081 INST.DE INQUE./ABSOL 212 EVOL. SUP.ESC. QP21 082 INST.DE INQUE./PENAL 213 EVOL. SUP.ESC. QP22 032 INTEGRA. GRUPO TRAB. 291 EVOL.AGENTE DE APOIO 214 LIC. ACOMPANH.MARIDO 253 EVOL.AGENTE ESCOLAR QPE-2 061 LIC. PREMIO AVERBADA 254 EVOL.AGENTE ESCOLAR QPE-3 040 LICEN. INTER. PARTICULAR 255 EVOL.AGENTE ESCOLAR QPE-4 038 MEMBRO DE COMISSAO 305 EVOL.ATE - QPE 04 086 NAO ESTABILIDADE 306 EVOL.ATE - QPE 05 103 NOM.INT.CONS.MUN.EDUCACAO 307 EVOL.ATE - QPE 06 079 PROC. FALTA/DESPACHO 308 EVOL.ATE - QPE 07 270 PROCESSO DE FALTAS 298 EVOL.ATE - QPE 08 230 PRORROG.COLET./CONVOCACAO 299 EVOL.ATE - QPE 09 228 PRORROG.COLET.AFASTAMENTO 300 EVOL.ATE - QPE 10 048 REPREENSAO 301 EVOL.ATE - QPE 11 033 RETIFICACAO/APOSTILA 302 EVOL.ATE - QPE 12 057 RETORNO AFAST. SME 303 EVOL.ATE - QPE 13 031 RETORNO PROC. FALTAS 304 EVOL.ATE - QPE 14 044 SUSPENSAO 16 A 30 D. 256 EVOL.AUX.DESENV.INF. QPP-2 045 SUSPENSAO 31 A 90 D. 257 EVOL.AUX.DESENV.INF. QPP-3 043 SUSPENSAO ATE 15 D. 258 EVOL.AUX.DESENV.INF. QPP-4 046 SUSPENSAO CONV.MULTA 155 EVOL.COORD.PED. EM06 282 SUSPENSAO MAIS DE 90 DIAS 156 EVOL.COORD.PED. EM07 047 SUSPENSAO PRISAO AD. 157 EVOL.COORD.PED. EM08 238 TEMP.AUTARQ.PROC.060023618552 158 EVOL.COORD.PED. EM09 237 TEMP.AUTARQ.PROC.1000094188481 159 EVOL.COORD.PED. EM10 068 TEMP.EX.MUN.APOS/VAN 160 EVOL.COORD.PED. EM11 234 TEMP.EX.MUN.APOS/VAN-10.182/86 161 EVOL.COORD.PED. EM12 067 TEMP.MOBRAL/DESPACHO 195 EVOL.COORD.PED. QPE 15 059 TEMPO EX.MUN.- APOS 196 EVOL.COORD.PED. QPE 16 034 TORNAR SEM EFEITO XIII – Atribuições de Alimentação do Sistema: -Os responsáveis pelo Sistema Escola On-line – Recursos Humanos - RH de cada diretoria de educação, deverão manter o sistema atualizado nas publicações dos servidores em exercício em Unidades de sua jurisdição no que diz respeito a: -Inclusão de novo servidor com lotação em unidade de sua jurisdição; -Inclusão de dados pessoais, endereços e contatos dos servidores da DRE -Inclusão de cargo base; -Inclusão de lotação; -Inclusão de cargo sobreposto (alt) -Inclusão de Função; -Alteração de dados de cargo sobreposto; -Alteração de dados de função; -Alteração de dados pessoais, endereços e contatos dos servidores da DRE; -Fechamento de cargo base não efetivo; -Fechamento de cargo sobreposto; -Fechamento de função; -Inclusão/Alteração e Exclusão de histórico de atos dos servidores da DRE; -Atribuição/disponibilização de aulas; -Atribuições designadas através de publicações no que diz respeito à remoção/escolha e opção de jornada. Caberá ainda informar a Conae-2 (setor de Quadros), alterações necessárias devido a inclusões de cargos base de efetivos e lotação contendo erros de cadastro, fechamento de
  39. 39. SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO ATP – CENTRO DE INFORMÁTICA RECURSOS HUMANOS INSTRUÇÕES DE ALIMENTAÇÃO DO SISTEMA ESCOLA ON-LINE – RH VERSÃO 2012 Equipe de RH – C.I. 15/5/2014 39 / 39 cargos de servidores efetivos, local de exercício de laudo médico quando não em exercício (do próprio laudo) na Unidade de Lotação, outras alterações necessárias em laudos médicos. Informar ao setor de pessoal da Conae-2, acertos referentes ao fechamento ou abertura de lotação de professores de bandas e fanfarras em DOT, fechamento ou abertura de designações/afastamentos em entidades/locais externos a SME, fechamento ou abertura de designação/nomeação em CONAE ou SME. -Os responsáveis pelo Sistema Escola On-line – Recursos Humanos - RH de cada Unidade Escolar, deverão manter o sistema atualizado nas publicações dos servidores em exercício na Unidade, no que diz respeito a: -Inclusão de dados pessoais, endereços e contatos dos servidores da U.E.; -Alteração de dados pessoais, endereços e contatos dos servidores da U.E.; -Inclusão/Alteração e Exclusão de histórico de atos dos servidores da U.E.; -Atribuição/disponibilização de aulas; -Atribuições designadas através de publicações no que diz respeito à remoção/escolha e opção de jornada. -Solicitar acerto no cadastro de cargos/lotação/cargo sobreposto/função de seus servidores junto a DRE. -Ao setor de Quadros Conae-2 auditar os cargos base de efetivos bem como lotação dos servidores incluídos pelas DRE’s, cadastrar a inclusão/alteração/exclusão de laudos médicos e locais de laudos médicos, fechar cargo base de efetivos e lotações. -A Comissão de Cursos e Títulos manter alimentadas as informações sobre a formação dos servidores quanto à graduação/habilitação, pré-requisito ao cargo e instituições de ensino. -Ao setor de direitos e benefícios, instruir os operadores no que diz respeito ao cadastro de histórico de atos (licenças/afastamentos/vantagens). -Ao setor de pessoal da Conae-2, manter os dados dos servidores em exercício na Conae e SME atualizados, no que diz respeito a: -Inclusão de novo servidor com lotação em unidade de sua jurisdição; -Inclusão de dados pessoais, endereços e contatos dos seus servidores -Inclusão de cargo base; -Inclusão de lotação; -Inclusão de cargo sobreposto (alt) -Inclusão de Função; -Alteração de dados de cargo sobreposto; -Alteração de dados de função; -Alteração de dados pessoais, endereços e contatos de seus servidores -Fechamento de cargo base; (exceto efetivos) -Fechamento de cargo sobreposto; -Fechamento de função; -Inclusão/Alteração e Exclusão de histórico de atos de seus servidores; -Cadastrar/Alterar/Fechar os cargos e lotações em DOT de professores de bandas e fanfarras; -Fechamento ou abertura de funções de designações em entidades -Verificação de cadastro de afastamentos em locais externos a SME no histórico de atos; -Fechamento ou abertura de designação/nomeação em CONAE ou SME. -Atribuições designadas através de publicações no que diz respeito à remoção/escolha e opção de jornada. -Ao Centro de Informática de SME, viabilizar junto a Prodam o aceso ao sistema, implantações/atualizações dos módulos existentes, solucionar junto a Prodam problemas detectados, informar aos usuários operacionalização do sistema bem como as alterações ocorridas, gerenciar junto a Conae e DRE a alimentação do mesmo.

×