O slideshow foi denunciado.
Seu SlideShare está sendo baixado. ×

Poríferos e cnidários

Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Próximos SlideShares
Poríferos e cnidários
Poríferos e cnidários
Carregando em…3
×

Confira estes a seguir

1 de 24 Anúncio
Anúncio

Mais Conteúdo rRelacionado

Diapositivos para si (20)

Quem viu também gostou (18)

Anúncio

Semelhante a Poríferos e cnidários (20)

Anúncio

Mais recentes (20)

Poríferos e cnidários

  1. 1. PORÍFEROS E CNIDÁRIOS 2 ANO ENFERMAGEM
  2. 2. INTRODUÇÃO  Acredita-se que os primeiros animais que surgiram na face da Terra tenham sido os poríferos. Várias são as hipóteses sobre a origem dos animais. Uma das mais aceitas propõe que eles teriam derivado de protistas flagelados coloniais, dando origem primeiramente à linhagem dos parazoários (sub-reino Parazoa), representada pelos poríferos, e depois à linhagem dos eumetazoários.
  3. 3. CLASSES  Existem quatro classes de poríferos. Calcarea, Hexactinellida, Demospongiae e Sclerospongia e.A primeira, Clacarea, são animais de corpo rígido que servem de base para o crescimento de outros animais.  Demospongiae é o maior grupo de esponjas e compreende espécies de diversas formas e tamanhos tendo grandes problemas nas definições taxonômicas.
  4. 4. ELEMENTOS ESQUELÉTICOS • Fibras proteicas – formadas por uma proteína córnea designada espongina, uma substância insolúvel e resistente á digestão por enzimas proteolíticas. A espongina dispõe-se irregularmente no mesênquima; • Espículas minerais– estes elementos podem ser compostos por dois tipos de minerais: • Carbonato de cálcio– espículas formadas por CaCO3, podem apresentar formas variadas, desde simples eixos rectos a formas complexas e ramificadas; • Sílica– espículas formadas principalmente por H2Si3O7, são geralmente complexas e podem fundir-se, originando uma estrutura relativamente sólida nas chamadas esponjas-de-vidro. Os elementos esqueléticos das esponjas podem ser de dois tipos básicos:
  5. 5. REPRODUÇÃO ASSEXUADA
  6. 6. REPRODUÇÃO SEXUADA
  7. 7. IMPORTÂNCIA  Fazem simbiose com organismo fotossintéticos  Abriga grande quantidade de organismos aquáticos
  8. 8. CNIDÁRIOS
  9. 9.  O filo Cnidária (cnidários) está representado pelas hidras, medusas ou água-vivas, corais e anêmonas-do-mar.  Os cnidários são os primeiros animais a apresentarem uma cavidade digestiva no corpo, fato que gerou o nome celenterado, destacando a importância evolutiva dessa estrutura, que foi mantida nos demais animais. A presença de uma cavidade digestiva permitiu aos animais ingerirem porções maiores de alimento, pois nela o alimento pode ser digerido e reduzido a pedaços menores, antes de ser absorvido pelas células.
  10. 10.  Com base no aspecto externo do corpo, os cnidários apresentam simetria radial. Eles são os primeiros animais na escala evolutiva a apresentarem tecidos verdadeiros, embora ainda não cheguem a formar órgãos.  No filo cnidária existem basicamente dois tipos morfológicos de indivíduos: as medusas, que são nadantes e os pólipos, que são sésseis. Eles podem formar colônias, como é o caso dos corais (colônias sésseis) e das caravelas (colônias flutuantes).
  11. 11. CLASSIFICAÇ ÃO  As principais classes dos cnidários são:  Hydrozoa - hidras e caravelas;  Scyphozoa - águas -vivas  Anthozoa - anêmonas e corais; e  Cubozoa - cubozoárioa, como a vespa do pacífico.
  12. 12.  Tanto o pólipo como a medusa apresentam uma boca que se abre na cavidade gastrovascular, mas não possuem ânus. O alimento ingerido pela boca, cai na cavidade gastrovascular, onde é parcialmente digerido e distribuído (daí o nome gastro, de alimentação, e vascular, de circulação).  Após a fase extracelular da digestão, o alimento é absorvido pelas células que revestem a cavidade gastrovascular, completando a digestão.
  13. 13.  A digestão é portanto, em parte extracelular e em parte intracelular. Os restos não-aproveitáveis são liberados pela boca. Na região oral, estão os tentáculos, que participam na captura de alimentos.  As camadas de célula que ocorrem nos cnidários são: a epiderme, que reveste o corpo externamente, e a gastroderme, que reveste a cavidade gastrovascular. Entre a epiderme e a gastroderme existe uma camada gelatinosa denominada mesogléia. Essa camada é mais abundante nas medusas do que nos pólipos e, por isso, as medusas têm aspecto gelatinoso, fato que lhes rendeu a denominação popular de "águas-vivas".
  14. 14. REPRODUÇÃO ASSEXUADA
  15. 15. REPRODUÇÃO SEXUADA
  16. 16. IMPORTÂNCIA  Servem para manter o equilibro natural  Os corais exportam matéria orgânica e nitrogênio para seu redor,aumentando a produtividade das águas e a reprodução de muitos peixes, que servirão de alimento para o ser humano. E também podem ser utilizados na produção de esponjas de banho. Os esqueletos dos corais (Corallium rubrum) são usados nas industrias de bijuterias
  17. 17. IMPORTÂNCIA  Servem para manter o equilibro natural  Os corais exportam matéria orgânica e nitrogênio para seu redor,aumentando a produtividade das águas e a reprodução de muitos peixes, que servirão de alimento para o ser humano. E também podem ser utilizados na produção de esponjas de banho. Os esqueletos dos corais (Corallium rubrum) são usados nas industrias de bijuterias
  18. 18. REFERÊNCIAS  http://cnidariosbiologia4578.blogspot.com.br/2015/06/cnidarios- importancia-ecologica-os.html  http://www.sobiologia.com.br/conteudos/Reinos2/bioporifero.php  http://www.sobiologia.com.br/conteudos/Reinos2/biocnidario.php  https://biologiaporiferos.wordpress.com/2015/06/01/importancia- dos-poriferos-para-o-homem/
  19. 19. EQUIPE  BEATRIZ ARAÚJO  ANDRESSA  NATÁLIA  WANDECLEYTON  SAMUEL  PALOMA  CAMILA  CINTHIA  MÁRCIA OBRIGADA PELA ATENÇÃO

×