Poríferos <ul><li>Animais invertebrados. </li></ul><ul><li>Ocorre em ambientes marinhos, na sua maioria, mas podemos encon...
Características dos Poríferos <ul><li>A palavra Porífero é formada por duas partes , que são do latim: </li></ul><ul><ul><...
Características- Continuação <ul><li>O corpo dos poríferos é perfurado por poros, por onde entra a água.  </li></ul><ul><l...
Mais sobre Poríferos <ul><li>A água ambiental penetra na esponja pelos poros inalantes, percorre os canais do corpo e alca...
Reprodução - Poríferos <ul><li>Os poríferos podem se reproduzir das seguintes formas: </li></ul><ul><ul><li>Assexuada </li...
Reprodução-Poríferos <ul><li>Sexuada: </li></ul><ul><ul><li>A maior parte das esponjas é hermafrodita. Os gametas são form...
Classificação - Poríferos <ul><li>O filo Porifera é classificado pelo tipo de espículas que apresentam: </li></ul><ul><ul>...
Importância Econômica ( Poríferos) <ul><li>Podem ser usadas como esponjas de banho ( Classe Desmospongie). </li></ul><ul><...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Poríferos

117.413 visualizações

Publicada em

Aula sinítese sobre o Filo Porifera

Poríferos

  1. 1. Poríferos <ul><li>Animais invertebrados. </li></ul><ul><li>Ocorre em ambientes marinhos, na sua maioria, mas podemos encontrar em ambientes de água doce. </li></ul><ul><li>São as esponjas, animais menos evoluídos. </li></ul><ul><li>São todos aquáticos. </li></ul>
  2. 2. Características dos Poríferos <ul><li>A palavra Porífero é formada por duas partes , que são do latim: </li></ul><ul><ul><li>Porus : Poro </li></ul></ul><ul><ul><li>Ferre: portador de.. </li></ul></ul><ul><li>São animais que têm o corpo coberto de poros. </li></ul>
  3. 3. Características- Continuação <ul><li>O corpo dos poríferos é perfurado por poros, por onde entra a água. </li></ul><ul><li>Possuem uma grande cavidade, onde se sai a água. </li></ul><ul><li>A água entra rica em Oxigênio e Alimento. </li></ul><ul><li>E sai com os restos da digestão e o gás carbônico. </li></ul>
  4. 4. Mais sobre Poríferos <ul><li>A água ambiental penetra na esponja pelos poros inalantes, percorre os canais do corpo e alcança uma grande cavidade central — o átrio ou espongiocele. Os coanócitos revestem o átrio e, em muitos casos, pequenas câmaras que ficam no trajeto dos canais. O agitar dos flagelos dessas células provoca um fluxo de circulação da água, puxando-a de fora para dentro do corpo. </li></ul><ul><li>Os coanócitos, além disso, retêm as partículas alimentares trazidas pela água e as digerem em vacúolos digestivos. O alimento, total ou parcialmente digerido, é então entregue aos amebócitos do mesênquima, a fim de estes concluam a digestão ou simplesmente o distribuam para todas as outras células. O oxigênio é retido por difusão direta pelas células, da mesma forma como são expelidos os excretas. Estes últimos vão ao exterior arrastados pela água que sai pelo ósculo. </li></ul>
  5. 5. Reprodução - Poríferos <ul><li>Os poríferos podem se reproduzir das seguintes formas: </li></ul><ul><ul><li>Assexuada </li></ul></ul><ul><li>- Brotamento: surge um broto no corpo da esponja, que pode se soltar e dar origem à um novo indivíduo. </li></ul><ul><li>Gemulação: ocorre em espécies de água doce. Formam-se gêmulas, estruturas de resistência que se formam no interior do corpo da esponja. São compostas por células indiferenciadas e protegidas por um envoltório rígido. </li></ul><ul><li>- Fragmentação: pequenos fragmentos de uma esponja podem dar origem a novos indivíduos, pois as esponjas possuem um grande poder de regeneração. </li></ul>
  6. 6. Reprodução-Poríferos <ul><li>Sexuada: </li></ul><ul><ul><li>A maior parte das esponjas é hermafrodita. Os gametas são formados em células chamadas gonócitos, que são derivadas dos amebócitos. Os espermatozóides saem da esponja pelo ósculo e penetram em outra esponja pelos poros, junto com a corrente de água. </li></ul></ul><ul><ul><li>São capturados pelos coanócitos e transferidos até os óvulos, que ficam na mesogléia, e promovem a fecundação. Do ovo surgirá uma larva ciliada, de vida livre, que abandona a esponja e nada até se fixar em um substrato e dar origem a um novo indivíduo. </li></ul></ul>
  7. 7. Classificação - Poríferos <ul><li>O filo Porifera é classificado pelo tipo de espículas que apresentam: </li></ul><ul><ul><li>Espículas - estruturas de sustentação das esponjas. </li></ul></ul><ul><ul><li>Se são calcárias => Classe Calcarea </li></ul></ul><ul><ul><li>Se são de sílica=> Classe Hexactinellida </li></ul></ul><ul><ul><li>Se são fibras=> Classe Desmospongie </li></ul></ul>
  8. 8. Importância Econômica ( Poríferos) <ul><li>Podem ser usadas como esponjas de banho ( Classe Desmospongie). </li></ul><ul><li>Em alguns lugares no Mediterrâneo são vendidas nas peixarias. </li></ul><ul><ul><li>As esponjas usadas na cozinha e no nosso banho são geralmente sintéticas. Hoje em dia pouco se vende esponjas do Filo Porífero </li></ul></ul>

×