POR ROBERTA ALMEIDA
• São os animais mais simples existentes.
• Não possuem nenhum tipo de Tecido e
nenhum tipo de sistema.
• Possuem poros e ...
• Não possuem nenhum tipo de sistema ou
tecido.
• Possuem poros em sua parede externa.
• O átrio ou espongiocela é a cavid...
• Pinanócitos :Responsáveis pelo revestimento da superfície externa.
• Porócitos: Poros por onde a água penetra.
• Meso-hi...
• Depende da espessura da parede e das
ramificações internas .
• Asconoides: Mais simples. Coanócitos
apenas no interior d...
• Não há envolvimento dos gametas.
• Brotamento: De uma esponja adulta,
surge um broto que se desprende e
fixa-se no chão,...
• Há variabilidade genética.
• Entre as esponjas existem as hermafroditas (
dioicas) e as com sexo separado (
monoicas).
•...
Poríferos
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Poríferos

260 visualizações

Publicada em

Os poríferos .:

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
260
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Poríferos

  1. 1. POR ROBERTA ALMEIDA
  2. 2. • São os animais mais simples existentes. • Não possuem nenhum tipo de Tecido e nenhum tipo de sistema. • Possuem poros e corpos esponjosos • Provavelmente, derivaram de um protozoário de colônia. • A grande maioria dos poríferos vêm de água salgada, sendo a menor parte proveniente de água doce. Assim sendo, os poríferos são limitados ao ambiente aquático. • São Sésseis ( Fixos); • Assimétricos ou simétricos radiais; • Acelomados. • São animais filtradores, que se alimentam e respiram através da filtração da água.
  3. 3. • Não possuem nenhum tipo de sistema ou tecido. • Possuem poros em sua parede externa. • O átrio ou espongiocela é a cavidade interna do porífero • O Ósculo é abertura superior do porífero, por onde o átrio se comunica. • Através dos poros, do átrio e do ósculo, há a contínua filtração de água, essencial para a vida do porífero.
  4. 4. • Pinanócitos :Responsáveis pelo revestimento da superfície externa. • Porócitos: Poros por onde a água penetra. • Meso-hilo: Substância gelatinosa entre a superfície e o interno. • Amebócitos: São responsáveis pela formação de todos os outros tipos de células. Realizam a distribuição de nutrientes, tem grande capacidade fagocitária e são responsáveis pela digestão intracelular de alimentos. Se situam no Meso-hilo. • Espículas: Componente de estruturação. Pode ser calcária ou sílica. Há algumas esponjas que apresentam a espongina, que caracteriza o tipo macio de esponja. • Coanócitos: Reveste o átrio. Possui flagelo, responsável pelo contínuo filtrar de água. Captam alimento e Oxigênio, além de poderem digerir as partículas de alimento por fagocitose ou pinocitose.
  5. 5. • Depende da espessura da parede e das ramificações internas . • Asconoides: Mais simples. Coanócitos apenas no interior do átrio, Fluxo de filtração de água mais lento. • Siconoides: Apresentam numerosas dobras de revestimento, possuindo parede mais grossa. A quantidade de coanócitos é maior e o fluxo de água é mais rápido, com favorecimento da filtragem. • Leuconoides: Tem maior número de dobramentos no átrio e maior quantidade de coanócitos. Seu átrio é menor e a filtragem de água é a mais rápida de todas.
  6. 6. • Não há envolvimento dos gametas. • Brotamento: De uma esponja adulta, surge um broto que se desprende e fixa-se no chão, desenvolvendo-se. • Como as células da esponja não são complexas, há alto teor de regeneração que também é capaz de gerar novos indivíduos. • Gemulação: Brotamento interno, que ocorre em situações adversas. Quando a esponja morre, solta essas gemulas e origina novos seres. Brotamento Gemulação
  7. 7. • Há variabilidade genética. • Entre as esponjas existem as hermafroditas ( dioicas) e as com sexo separado ( monoicas). • Os espermatozoides são produzidos e transportado por meio da água até o óvulo, que se encontra no átrio. • A fecundação interna ocorre no Meso-hilo. • O embrião formado possui desenvolvimento externo, pois há formação de uma ANFIBLÁSTULA ( larva). • Em alguns casos, há desenvolvimento interno.

×