SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 13
Universidade Púnguè
Extensão de Tete
Didáctica de Biologia II
Tema: Avaliação
Jerónima Jorge
Jovêncio Evaristo
Lucas Paulo
Moline Isac
Mércio Emanuel Afonso
Maria João Valentim
Nelson fermenga
Vionildo saguate
Docente: MSC Juliana Paulo
Avaliação
 Avaliação é um instrumento permanente do
trabalho docente, tendo como propósito
observar se o aluno aprendeu ou não,
podendo assim reflectir sobre o nível de
qualidade do trabalho escolar, tanto do
aluno quanto do professor, gerando
mudanças significativas. (ROMAO 2005)
 Para ROMAO (2005)“a avaliação é, na
prática, um entulho contra o qual se
esboroam muitos esforços para pôr um
pouco de dignidade no processo escolar”.
Funções da avaliação
 A avaliação nos diferentes espaços de produção do
conhecimento, têm sido tradicionalmente considerada
como um factor que ocorre no final do processo de
produção do conhecimento. Sob esta óptica, foi
fundamental perceber que a avaliação ocorre no
decorrer de todo processo ensino aprendizagem.
 Avaliação diagnóstica é baseada em averiguar a
aprendizagem dos conteúdos propostos e os conteúdos
anteriores que servem como base para criar um
diagnóstico das dificuldades futuras, permitindo então
resolver situações presentes.
 No que tange a avaliação formativa, visa mostrar ao
professor e ao aluno o seu desempenho na
aprendizagem bem como no decorrer das actividades
escolares, oportunizando localizar as dificuldades
encontradas no processo de assimilação e produção do
conhecimento, possibilitando ao professor correcção e
recuperação.
A Avaliação da Aprendizagem
 O termo avaliação integra uma variedade de
significados e por isso com um extenso campo
semântico, querendo dizer uma vez consultado
o dicionário determinar a valia ou valor de,
apreciar o conhecimento de, reconhecer a
força de, estimar, calcular, organizar”
 Para Romão (2005) a avaliação da
aprendizagem “pode ser definida como um
processo sistemático de determinar a extensão
em que os objectivos educacionais foram
alcançados pelos alunos”
Como avaliar
A avaliação encontra-se integrada no processo ensino
aprendizagem, o que desde logo sugere que a avaliação é
prevista e definida pelo professor quando faz a planificação da
sua disciplina. De um modo sumário, esta planificação implica:
 A definição de objectivos educacionais;
 A clarificação dos conteúdos programáticos;
 A definição das estratégias de ensino;
 A definição do tipo de avaliação.
Objectivos educacionais
 Não é possível falar de avaliação sem falar de objectivos, isto
é “não há avaliação correcta sem a definição de objectivos
claros” De facto, não é possível determinar o que se
conseguiu atingir durante o processo ensino-aprendizagem
se não soubermos desde o início onde queremos chegar
“um ensino sem objectivos seria um ensino cego e ao acaso;
sem avaliação seria um ensino pouco empenhado na
melhoria da qualidade da educação”
Tipos de avaliação da
aprendizagem
A avaliação pode ser classificada em vários tipos que são:
 Avaliação Diagnostica;
 Avaliação Formativa e;
 Avaliação Sumativa.
I. Avaliação Diagnóstica
Realiza-se no início de uma unidade ou um novo tema, do
semestre, do curso ou mesmo do ano lectivo.
 Tem como função:
 Identificar os alunos com padrão aceitável de
conhecimentos;
 Constatar as particularidades dos alunos;
 Encaminhar os que tem padrão aceitável para novas
aprendizagens.
 Constatar deficiências em termos de pré-requisitos;
 Propor actividades com vista a superar as deficiências.
Cont…
 A avaliação diagnóstica permite a captação de progressos e
dificuldades do aluno, visando através dos mesmos, uma
modificação no processo de ensino que possibilite concretizar
seus objectivos, propondo actividades com vista a superar as
deficiências.
II. Avaliação Contínua/Formativa
 De acordo com PERRENOUD (1999, p. 103), “é formativa
toda avaliação que ajuda o aluno a se desenvolver, ou melhor,
que participa da regulação das aprendizagens e do
desenvolvimento no sentido de um projecto educativo”.
 Este tipo de avaliação ocorre continuamente ao longo das
aulas do ano lectivo. É através desta avaliação que se faz o
acompanhamento progressivo do aluno, ajuda o aluno a
desenvolver as capacidades cognitivas, ao mesmo tempo
fornece informações sobre o seu desempenho.
Cont…
A avaliação formativa também tem a função controladora no sentido em
que visa‫׃‬
 Informar se os objectivos estão ou não a ser alcançados;
 Identificar obstáculos que estão a comprometer a aprendizagem;
 Localizar deficiências; replanificar; etc.
Essa modalidade de avaliação busca identificar as principais
insuficiências de aprendizagens iniciais necessárias à realização de
outras aprendizagens. Nesse sentido, é formativa no instante em que
indica como os alunos estão se comportando em relação aos objectivos
propostos.
A avaliação formativa buscaria, além disso, compreender o
funcionamento cognitivo do aluno em face da tarefa proposta. Os dados
de interesse prioritário são os que dizem respeito as representações
das tarefas explicitadas pelo aluno e as estratégias ou processos que
ele utiliza para chegar a certos resultados. Os “erros” constitui objecto
de estudo particular, visto que são reveladores da natureza das
representações ou das estratégias elaboradas por ele. A finalidade da
recuperação pedagógica será ajudar o aluno a descobrir aspectos
pertinentes da tarefa e comprometer-se na construção de uma
III. Avaliação Sumativa
 Para MIRAS e SOLÉ (1996, p. 378) ‟A avaliação somática
pretende ajuizar o progresso realizado pelo aluno no final de
uma unidade de aprendizagem, no sentido de aferir
resultados já colhidos por avaliações do tipo formativa e obter
indicadores que permitem aperfeiçoar o processo de ensino’’.
No fim de uma determinada etapa de aprendizagem
(unidade, trimestre, semestre, ano ou curso) deve-se medir a
distância a que o aluno ficou das metas pré-estabelecidas, ou
seja:
 Avaliar se os objectivos traçados foram ou não alcançados
pelos alunos.
o De uma forma geral diz-se que a avaliação sumativa serve
para classificar os alunos no fim de um semestre, trimestre
ou do curso do ano lectivo segundo os níveis de
aproveitamento.
Conti…
 Tem a função: Classificadora (classificação final). A avaliação
somativa é uma avaliação retrospectiva e terminal. A sua
função é claramente de certificar, isto é, verificar e qualificar
aquilo que os alunos retiveram. Tal como a avaliação
diagnóstica, centra-se naquilo que os alunos são capazes de
produzir, mas situa-se no momento final do processo
educativo.
Características da Avaliação
São as principais características:
 Ajuda a desenvolver capacidades e habilidades.
 Ajuda na auto-percepção do professor.
 Possibilita a revisão do Plano de ensino.
 Reflecte a unidade objectiva/conteúdos/métodos.
 Reflecte valores e expectativas do professor em relação aos
alunos (LIBÂNEO, 1994, p.203).
 Ser objectiva.
 Volta-se para a actividade dos alunos.
Tipos de Avaliação somativa
i. Prova Oral
Realiza-se na base de um diálogo entre o professor e o aluno,
obedecendo certos critérios como:
 Criar condições favoráveis para que os alunos se sintam a
vontade;
 Criar uma conversa amigável com o aluno;
 Fazer perguntas claras, precisa, directas e formuladas de
maneira pensada.
ii. Prova Escrita
 Pode ser usada em qualquer aula, no início da aula seguinte,
para que o professor certifique sobre o que o aluno aprendeu
e então saber que rumo dar aos trabalhos da nova aula.
As provas escritas principalmente utilizadas são: ACS, APS,
ACF e Exame final.
Dependendo ainda delas, a atribuição de notas ou classificação
vai determinar a aprovação e reprovação do aluno.
iii. Prova Prática
 Neste tipo de prova, o aluno é posto diante de uma situação
problemática que há-de ser resolvido por uma realização
material, um conhecimento de elementos visuais.
 Este tipo de provas é característico de desenho técnico.
iv. Portfólio
 É um dossiê das actividades realizadas pelos alunos. É uma
montagem de documentos que representam as aprendizagens
em determinadas actividades: relatórios, anotações pessoais,
fotografias e outras imagens, entrevistas etc. Esses documentos
dão visibilidade ao conhecimento que foi sendo aprendido, a
metodologia utilizada para tais aprendizagens, o tempo e o
espaço pedagógico disponível para tal elaboração.
vii. Relatório (Individual ou em Grupo)
 Registo de dados que informam os resultados de actividades de
ensino e de aprendizagem já realizadas. Tem a estrutura de um
texto dissertativo com o intuito de documentar todas as
actividades realizadas para o alcance de um determinado
estudo, pesquisa, experiência, visitas etc. É comum que, no
corpo do texto, haja gráficos, fotografias e outros tipos de
imagens e mapas.
Obrigado pela atenção dispensada
ʻʻLave sempre as mãos e previna-te da covid-
19,,

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a SLID, AVALIACAO.pptx

Estudos sobre avaliação da aprendizagem
Estudos sobre avaliação da aprendizagemEstudos sobre avaliação da aprendizagem
Estudos sobre avaliação da aprendizagem
Ana Rita S de Souza
 
05 como avaliar a aprendizagem dos educandos
05 como avaliar a aprendizagem dos educandos05 como avaliar a aprendizagem dos educandos
05 como avaliar a aprendizagem dos educandos
Joao Balbi
 
Avaliação na educação
Avaliação na educaçãoAvaliação na educação
Avaliação na educação
Labted UEL
 

Semelhante a SLID, AVALIACAO.pptx (20)

Avaliação
AvaliaçãoAvaliação
Avaliação
 
AVALIAÇÃO EDUCACIONAL: PESPECTIVIAS
AVALIAÇÃO EDUCACIONAL: PESPECTIVIASAVALIAÇÃO EDUCACIONAL: PESPECTIVIAS
AVALIAÇÃO EDUCACIONAL: PESPECTIVIAS
 
tipos de_avaliacao
tipos de_avaliacaotipos de_avaliacao
tipos de_avaliacao
 
A avaliação no processo de ensino aprendizagem - rea
A avaliação no processo de ensino aprendizagem - reaA avaliação no processo de ensino aprendizagem - rea
A avaliação no processo de ensino aprendizagem - rea
 
Questões sobre Avaliação
Questões sobre AvaliaçãoQuestões sobre Avaliação
Questões sobre Avaliação
 
Questões sobre Avaliação
Questões sobre AvaliaçãoQuestões sobre Avaliação
Questões sobre Avaliação
 
AVALIAÇÃO (2).pptx
AVALIAÇÃO (2).pptxAVALIAÇÃO (2).pptx
AVALIAÇÃO (2).pptx
 
1 -Aula didática.pptx
1 -Aula didática.pptx1 -Aula didática.pptx
1 -Aula didática.pptx
 
Avaliação no ensino superior
Avaliação no ensino superiorAvaliação no ensino superior
Avaliação no ensino superior
 
Avaliação
AvaliaçãoAvaliação
Avaliação
 
Avalaciação educacional: Um tema recorrente na Educação Brasileira
Avalaciação educacional: Um tema recorrente na Educação BrasileiraAvalaciação educacional: Um tema recorrente na Educação Brasileira
Avalaciação educacional: Um tema recorrente na Educação Brasileira
 
Avaliação
AvaliaçãoAvaliação
Avaliação
 
28. simulado comentado avaliação.docx
28. simulado comentado avaliação.docx28. simulado comentado avaliação.docx
28. simulado comentado avaliação.docx
 
Simulado concurso professor de educacao fisica questoes concurso pedagogia ...
Simulado concurso professor de educacao fisica questoes concurso pedagogia   ...Simulado concurso professor de educacao fisica questoes concurso pedagogia   ...
Simulado concurso professor de educacao fisica questoes concurso pedagogia ...
 
Estudos sobre avaliação da aprendizagem
Estudos sobre avaliação da aprendizagemEstudos sobre avaliação da aprendizagem
Estudos sobre avaliação da aprendizagem
 
Estudos sobre avaliação da aprendizagem
Estudos sobre avaliação da aprendizagemEstudos sobre avaliação da aprendizagem
Estudos sobre avaliação da aprendizagem
 
05 como avaliar a aprendizagem dos educandos
05 como avaliar a aprendizagem dos educandos05 como avaliar a aprendizagem dos educandos
05 como avaliar a aprendizagem dos educandos
 
Avaliação Escolar
Avaliação EscolarAvaliação Escolar
Avaliação Escolar
 
Avaliação na educação
Avaliação na educaçãoAvaliação na educação
Avaliação na educação
 
Comunicaçao portas abertas slides
Comunicaçao portas abertas slidesComunicaçao portas abertas slides
Comunicaçao portas abertas slides
 

Último

atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
WelitaDiaz1
 
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxAspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
profbrunogeo95
 

Último (20)

Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
 
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf HitlerAlemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
 
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
 
Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja
 
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - GeoprocessamentoDados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
 
662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica
 
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASAPRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
 
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigasPeça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
 
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
 
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptxSlides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
 
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxSequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
 
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
 
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco LeiteReligiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
 
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxAspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
 
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
 
Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
 
O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de Infância
 
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptxQuímica-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
 

SLID, AVALIACAO.pptx

  • 1. Universidade Púnguè Extensão de Tete Didáctica de Biologia II Tema: Avaliação Jerónima Jorge Jovêncio Evaristo Lucas Paulo Moline Isac Mércio Emanuel Afonso Maria João Valentim Nelson fermenga Vionildo saguate Docente: MSC Juliana Paulo
  • 2. Avaliação  Avaliação é um instrumento permanente do trabalho docente, tendo como propósito observar se o aluno aprendeu ou não, podendo assim reflectir sobre o nível de qualidade do trabalho escolar, tanto do aluno quanto do professor, gerando mudanças significativas. (ROMAO 2005)  Para ROMAO (2005)“a avaliação é, na prática, um entulho contra o qual se esboroam muitos esforços para pôr um pouco de dignidade no processo escolar”.
  • 3. Funções da avaliação  A avaliação nos diferentes espaços de produção do conhecimento, têm sido tradicionalmente considerada como um factor que ocorre no final do processo de produção do conhecimento. Sob esta óptica, foi fundamental perceber que a avaliação ocorre no decorrer de todo processo ensino aprendizagem.  Avaliação diagnóstica é baseada em averiguar a aprendizagem dos conteúdos propostos e os conteúdos anteriores que servem como base para criar um diagnóstico das dificuldades futuras, permitindo então resolver situações presentes.  No que tange a avaliação formativa, visa mostrar ao professor e ao aluno o seu desempenho na aprendizagem bem como no decorrer das actividades escolares, oportunizando localizar as dificuldades encontradas no processo de assimilação e produção do conhecimento, possibilitando ao professor correcção e recuperação.
  • 4. A Avaliação da Aprendizagem  O termo avaliação integra uma variedade de significados e por isso com um extenso campo semântico, querendo dizer uma vez consultado o dicionário determinar a valia ou valor de, apreciar o conhecimento de, reconhecer a força de, estimar, calcular, organizar”  Para Romão (2005) a avaliação da aprendizagem “pode ser definida como um processo sistemático de determinar a extensão em que os objectivos educacionais foram alcançados pelos alunos”
  • 5. Como avaliar A avaliação encontra-se integrada no processo ensino aprendizagem, o que desde logo sugere que a avaliação é prevista e definida pelo professor quando faz a planificação da sua disciplina. De um modo sumário, esta planificação implica:  A definição de objectivos educacionais;  A clarificação dos conteúdos programáticos;  A definição das estratégias de ensino;  A definição do tipo de avaliação. Objectivos educacionais  Não é possível falar de avaliação sem falar de objectivos, isto é “não há avaliação correcta sem a definição de objectivos claros” De facto, não é possível determinar o que se conseguiu atingir durante o processo ensino-aprendizagem se não soubermos desde o início onde queremos chegar “um ensino sem objectivos seria um ensino cego e ao acaso; sem avaliação seria um ensino pouco empenhado na melhoria da qualidade da educação”
  • 6. Tipos de avaliação da aprendizagem A avaliação pode ser classificada em vários tipos que são:  Avaliação Diagnostica;  Avaliação Formativa e;  Avaliação Sumativa. I. Avaliação Diagnóstica Realiza-se no início de uma unidade ou um novo tema, do semestre, do curso ou mesmo do ano lectivo.  Tem como função:  Identificar os alunos com padrão aceitável de conhecimentos;  Constatar as particularidades dos alunos;  Encaminhar os que tem padrão aceitável para novas aprendizagens.  Constatar deficiências em termos de pré-requisitos;  Propor actividades com vista a superar as deficiências.
  • 7. Cont…  A avaliação diagnóstica permite a captação de progressos e dificuldades do aluno, visando através dos mesmos, uma modificação no processo de ensino que possibilite concretizar seus objectivos, propondo actividades com vista a superar as deficiências. II. Avaliação Contínua/Formativa  De acordo com PERRENOUD (1999, p. 103), “é formativa toda avaliação que ajuda o aluno a se desenvolver, ou melhor, que participa da regulação das aprendizagens e do desenvolvimento no sentido de um projecto educativo”.  Este tipo de avaliação ocorre continuamente ao longo das aulas do ano lectivo. É através desta avaliação que se faz o acompanhamento progressivo do aluno, ajuda o aluno a desenvolver as capacidades cognitivas, ao mesmo tempo fornece informações sobre o seu desempenho.
  • 8. Cont… A avaliação formativa também tem a função controladora no sentido em que visa‫׃‬  Informar se os objectivos estão ou não a ser alcançados;  Identificar obstáculos que estão a comprometer a aprendizagem;  Localizar deficiências; replanificar; etc. Essa modalidade de avaliação busca identificar as principais insuficiências de aprendizagens iniciais necessárias à realização de outras aprendizagens. Nesse sentido, é formativa no instante em que indica como os alunos estão se comportando em relação aos objectivos propostos. A avaliação formativa buscaria, além disso, compreender o funcionamento cognitivo do aluno em face da tarefa proposta. Os dados de interesse prioritário são os que dizem respeito as representações das tarefas explicitadas pelo aluno e as estratégias ou processos que ele utiliza para chegar a certos resultados. Os “erros” constitui objecto de estudo particular, visto que são reveladores da natureza das representações ou das estratégias elaboradas por ele. A finalidade da recuperação pedagógica será ajudar o aluno a descobrir aspectos pertinentes da tarefa e comprometer-se na construção de uma
  • 9. III. Avaliação Sumativa  Para MIRAS e SOLÉ (1996, p. 378) ‟A avaliação somática pretende ajuizar o progresso realizado pelo aluno no final de uma unidade de aprendizagem, no sentido de aferir resultados já colhidos por avaliações do tipo formativa e obter indicadores que permitem aperfeiçoar o processo de ensino’’. No fim de uma determinada etapa de aprendizagem (unidade, trimestre, semestre, ano ou curso) deve-se medir a distância a que o aluno ficou das metas pré-estabelecidas, ou seja:  Avaliar se os objectivos traçados foram ou não alcançados pelos alunos. o De uma forma geral diz-se que a avaliação sumativa serve para classificar os alunos no fim de um semestre, trimestre ou do curso do ano lectivo segundo os níveis de aproveitamento.
  • 10. Conti…  Tem a função: Classificadora (classificação final). A avaliação somativa é uma avaliação retrospectiva e terminal. A sua função é claramente de certificar, isto é, verificar e qualificar aquilo que os alunos retiveram. Tal como a avaliação diagnóstica, centra-se naquilo que os alunos são capazes de produzir, mas situa-se no momento final do processo educativo. Características da Avaliação São as principais características:  Ajuda a desenvolver capacidades e habilidades.  Ajuda na auto-percepção do professor.  Possibilita a revisão do Plano de ensino.  Reflecte a unidade objectiva/conteúdos/métodos.  Reflecte valores e expectativas do professor em relação aos alunos (LIBÂNEO, 1994, p.203).  Ser objectiva.  Volta-se para a actividade dos alunos.
  • 11. Tipos de Avaliação somativa i. Prova Oral Realiza-se na base de um diálogo entre o professor e o aluno, obedecendo certos critérios como:  Criar condições favoráveis para que os alunos se sintam a vontade;  Criar uma conversa amigável com o aluno;  Fazer perguntas claras, precisa, directas e formuladas de maneira pensada. ii. Prova Escrita  Pode ser usada em qualquer aula, no início da aula seguinte, para que o professor certifique sobre o que o aluno aprendeu e então saber que rumo dar aos trabalhos da nova aula. As provas escritas principalmente utilizadas são: ACS, APS, ACF e Exame final. Dependendo ainda delas, a atribuição de notas ou classificação vai determinar a aprovação e reprovação do aluno.
  • 12. iii. Prova Prática  Neste tipo de prova, o aluno é posto diante de uma situação problemática que há-de ser resolvido por uma realização material, um conhecimento de elementos visuais.  Este tipo de provas é característico de desenho técnico. iv. Portfólio  É um dossiê das actividades realizadas pelos alunos. É uma montagem de documentos que representam as aprendizagens em determinadas actividades: relatórios, anotações pessoais, fotografias e outras imagens, entrevistas etc. Esses documentos dão visibilidade ao conhecimento que foi sendo aprendido, a metodologia utilizada para tais aprendizagens, o tempo e o espaço pedagógico disponível para tal elaboração. vii. Relatório (Individual ou em Grupo)  Registo de dados que informam os resultados de actividades de ensino e de aprendizagem já realizadas. Tem a estrutura de um texto dissertativo com o intuito de documentar todas as actividades realizadas para o alcance de um determinado estudo, pesquisa, experiência, visitas etc. É comum que, no corpo do texto, haja gráficos, fotografias e outros tipos de imagens e mapas.
  • 13. Obrigado pela atenção dispensada ʻʻLave sempre as mãos e previna-te da covid- 19,,