Avaliação no ensino superior

493 visualizações

Publicada em

Trabalho realizado para a Pós Graduação em Docência..

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
493
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
15
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Avaliação no ensino superior

  1. 1. No Ensino SuperiorPROCESSO AVALIATIVO
  2. 2.  AVALIAR: é julgar ou fazer a apreciação de alguém ou alguma coisa, tendo como base uma escala de valores. Assim sendo, a avaliação consiste na coleta de dados quantitativos e qualitativos e na interpretação desses resultados com base em critérios previamente definidos. Portanto, não é suficiente testar e medir, pois os resultados obtidos através desses instrumentos devem ser interpretados em termos de avaliação.( HAYDT, 1995,p10) HAYDT, Regina C. Avaliação do Processo Ensino – Aprendizagem. 5.ed. São Paulo: Ática, 1995. AVALIAÇÃO
  3. 3.  A avaliação deve fornecer ao professor uma reflexão sobre seu desempenho, auxiliando no emprego de novas metodologias de ensino e avaliação, revendo aspectos para superar dificuldades. Para os alunos, é o momento de remodelar a construção do conhecimento, já para a instituição é importante e crucial para definir quais aspectos das ações educacionais necessitam de maior apoio.  Deve obedecer três funções didático pedagógicas: função diagnóstica, função formativa e função somativa.
  4. 4. • Função diagnóstica – É a avaliação inicial que identifica o conhecimento prévio dos alunos, bem como verificação de características individuais e grupais. Além de verificar possíveis problemas de aprendizagem e suas causas.  Função formativa – É aplicada no decorrer do processo de ensino e aprendizagem e serve como forma de controle que visa informar sobre o rendimento do aluno, deficiências e possíveis alinhamentos necessários no planejamento de ensino para atingir objetivos. Pode ser usada como feedback tanto para os alunos quanto para os professores identificarem deficiências e reformularem seus trabalhos. Assim, a função básica deste tipo de avaliação é o controle.  Função somativa – Visa classificar o aluno segundo seus níveis de aproveitamento. É realizada ao final de um curso e dentro de critérios previamente estabelecidos, seja de forma impositiva ou combinada. NEIVA, J. S. D da S.; TREVELIN, A. T. C. Estilos de Aprendizagem no Ensino Superior. VI Workshop de Pós-Graduação e Pesquisa do Centro Paula Souza – ISSN: 2175-1897 ,2011.
  5. 5.  O grande desafio docente é fazer com que o processo avaliativo não seja visto pelo aluno apenas para decorar conceitos ou regras e sim como um processo contínuo que utiliza a avaliação apenas como uma ferramenta para acompanhar se os objetivos estão sendo atingidos, auxiliando no avanço do aprendizado.  Conhecer o perfil do aluno e o estilo de aprendizagem pode assessorar o docente e auxiliá-lo a encontrar atividades avaliativas que alcancem resultados mais eficazes.
  6. 6. AUTO AVALIAÇÃO  A prática da auto-avaliação cria condições para que o educando tenha um envolvimento mais profundo e ativo no processo de aprendizagem, porque ele tem a chance de analisar seuprogresso, bem como sua conduta diante do educador e dos colegas. Além disso, a auto-avaliação tem uma função pedagógica, pois a consciência dos próprios avanços, limites e necessidades é a melhor forma de conduzir ao aperfeiçoamento.
  7. 7. 9 JEITOS MAIS COMUNS DE AVALIAÇÃO
  8. 8. AVALIAÇÃO NA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA
  9. 9. VANTAGENS EAD  Massificação espacial e temporal.  Custo reduzido por estudante.  População escolar mais diversificada.  Individualização da aprendizagem.  Quantidade sem diminuição da qualidade.  Autonomia no estudo.
  10. 10.  A avaliação no Ensino à distância pode ser considerada uma tarefa mais dificultosa quando equiparada com a avaliação de uma turma presencial. Isto ocorre principalmente devido à relação entre aluno e professor ser restrita e limitada apenas ao uso das tecnologias. AVALIAÇÃO EM EAD
  11. 11.  Projetos: desenvolvimento de atividades práticas usando ferramentas computacionais, bem como o planejamento, realização e análise de atividades práticas dos professores- aprendizes com seus aprendizes.  Discussões online: realizados para promover a discussão de temas específicos do curso. Essas discussões foram realizadas de 3 formas:  Relatos: reflexões do aprendiz sobre o próprio processo de aprendizagem, por meio de relatos de suas experiências.
  12. 12.  O sistema Moodle facilita a aproximação e avaliação dos alunos a distância. É responsável por emitir o cálculo de tempo de acesso, quantidade de acesso e quantidade de visitas do usuário. A combinação destes indicadores oferece o monitoramento de qual material possui mais acesso e os alunos permaneceram mais tempo.  Assim, o educador consegue avaliar quais assuntos estão causando mais dificuldade no processo de aprendizagem, ocasionando uma evolução do ensino FERRAMENTAS EAD
  13. 13. GUIA DE FERRAMENTAS DO MOODLE
  14. 14. CONCLUSÃO  Através dos fatos mencionados nota-se que cabe ao professor permanecer atualizando-se e refletindo sua conduta perante o processo de avaliação de seus alunos.  Independente da modalidade do curso, o educador deve ter consciência que as dificuldades são comuns durante o processo de aprendizagem e que é seu dever incetivar os alunos a remodelar suas percepções sobre o processo avaliativo.

×