Zoológico

3.301 visualizações

Publicada em

projeto de revitalização do Zoológico de São Paulo.

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.301
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
57
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Zoológico

  1. 1. Um projeto para modernização e revitalização de um dos principais patrimônios de São Paulo
  2. 4. Histórico Contudo, nos últimos anos, a Fundação passou a ficar cada vez mais obsoleta em termos de difusão do conhecimento e modernização das estruturas, o que causou um declínio progressivo do interesse dos visitantes, com seu apogeu no recente episódio da morte dos animais. O Zoológico de São Paulo foi inaugurado em 16 de março de 1958 com o objetivo de manter uma coleção de animais vivos, de todas as faunas, não somente para a educação e recreação do público mas também para pesquisas biológicas, mantendo importante intercâmbio científico com instituições de todo o mundo.
  3. 5. Quick Facts Possui uma Biblioteca com acervo superior a 4.200 volumes. Há cerca de 3.200 animais cadastrados, representando 216 espécies de aves, 102 de mamíferos, 95 de répteis, 15 de anfíbios e 16 invertebrados. Uma visita ao Zoológico constitui caminhada de 4.000 metros, através de alamedas asfaltadas ou calçadas. Área de 824.529 m2, em sua maior parte coberta por mata Atlântica. além de 3.000 aves migrantes
  4. 6. Público O auge de visitação ao parque Zoológico aconteceu na década de 80, chegando a atrair mais de 2.600.000 pessoas em um só ano. Devido a políticas administrativas, o interesse do público caiu muito e, nos últimos anos, a média tem sido de cerca de 1.400.000 visitantes anuais. A tendência decrescente só poderá ser revertida se alguma coisa for feita para restabelecer o Zôo como ponto turístico e sinônimo de lazer para a família paulistana.
  5. 8. Diante do cenário apresentado, a nova direção do Zôo resolveu reverter o quadro negativo. Com isso, o Banco de Eventos foi chamado para estruturar um projeto de modernização e revitalização de um dos principais patrimônios de São Paulo, em parceria com a empresa de tecnologia Oguri e a agência de conteúdo Inspirit. A soma de vontade política com planejamento estratégico e alianças especiais resultou no projeto a seguir. O Projeto
  6. 9. A principal missão do projeto é contar com a iniciativa privada para promover a auto-sustentabilidade da Fundação Parque Zoológico. Missão
  7. 10. Para que o Zôo possa se manter com sua própria receita é preciso rejuvenecer a imagem do parque e associar sua imagem a entretenimento, cultura e educação para todas as idades. Com isso, o primeiro passo é revitalizar sua infra-estrutura por meio de um investimento em tecnologia capaz de garantir segurança por um lado e difundir conhecimento por outro. Isso, aliado a um plano de marketing com foco em brandig, permitirá a retomada da credibilidade da instituição. Objetivos Estratégicos
  8. 11. Com visitação crescente e uma marca forte e confiável, será possível atrair lojas modernas com foco na praça de alimentação. Com isso, o Zôo poderá continuar a cumprir a missão de educar e recrear, integrando a população urbana à natureza, além da missão científica de preservar espécies animais tão seriamente ameaçadas de extinção. Objetivos Estratégicos
  9. 13. A primeira ação do novo Zôo será a criação de um sistema de rede. Contudo, devido ao caráter de Mata Atlântica, não é possível utlizar cabos ou fios. Desta forma, a saída é utilizar um sistema wireless para interligar as câmeras de segurança. Para aproveitar melhor este investimento, as câmeras serão interligados a computadores e suas imagens poderão ser disponibilizadas via internet. Além disso, a interação com tótens espalhados pelo parque será possível. Infra-Estrutura
  10. 14. Com a possibilidade de interconexão de informações, abrem-se muitas possibilidades de difundir o conhecimento. Uma delas é in loco com tótens informativos, que realmente informem os visitantes sobre o animal observado, seus hábitos e seu ambiente. Além disso, a criação de um portal online de informações é peça indispensável para disponibilizar conhecimento (o projeto contempla mais de 5000 páginas de conteúdo), gerar divulgação viral, atrair visitantes e ajudar a divulgar os parceiros do projeto. Conteúdo
  11. 15. Assim como o conteúdo, a forma tem um papel definitivo para atrair e cativar visitantes. Com isso, será dado um toque cenográfico em todo o parque, com destaques para as rotas e seus principais animais. Com isso, será possível rever a cenografia das jaulas e salas temáticas, seguindo uma linha mais leve, o que é tendência dos principais Zoológicos do mundo. Estética
  12. 16. Branding Diante de todas essas mudanças, para validar a imagem do Zôo só será preciso de estratégia de branding, ou seja, de estreitar o relacionamento entre a marca e seus consumidores por meio de uma conexão emocional, por meio de ações como assessoria de imprensa, ações promocionais inusitadas e um plano de mídia impactante.
  13. 18. Todas as ações conjuntas devem garantir melhorias e benefícios para diversas pessoas em diferentes comunidades. Isto causará uma projeção institucional muito positiva para o Zôo e seus parceiros com relação a públicos distintos. Afinal, estará associando a marca a uma causa na qual todos acreditam. Benefícios do Projeto
  14. 19. O principal beneficiado será o estado de São Paulo, haja vista que terá restaurado um de seus grandes patrimônios e ainda poderá realocar em outros setores a verba gasta com a manutenção da Fundação, pois passará a viver com outras fontes de renda. Estado
  15. 20. A preservação do meio-ambiente tanto pela preservação de espécies ameaçadas de extinsão como pela proteção dos animais devido ao sistema de monitoramento. Meio-Ambiente
  16. 21. Os visitantes passarão a contar com mais entretenimento e informação. Terá à sua disposição tótens instalados com todas as informações sobre cada animal. Além disso, uma nova comunicação visual aliado a ajustes cenográficos tornarão o ambiente mais agradável e a visita memorável. Visitante
  17. 22. O entorno do Zôo ficará mais seguro e terá sua área mais valorizada. No futuro, parcerias com o Jardim Botânico poderão revitalizar completamente a região. Comunidade
  18. 23. Os estudantes terão novas fontes de consulta como o portal online e as visitas serão muito mais educativas e divertidas devido aos tótens. Estudantes
  19. 24. Os pequisadores irão encontrar nas gravações das jaulas uma fonte muito importante de consulta e análise do comportamento de cada animal. Além disso, as parcerias ajudarão a trazer mais investimentos no campo científico, uma vez que ajudará a colocar o Zôo novamente no maistream de estudos biológicos. Pesquisadores
  20. 25. Os jornalista, que têm apoiado o Zôo durante a atual crise, serão aclamados como grandes heróis para ajudar a resolver o caso dos ataques aos animais e será uma das grandes responsáveis pelo marco da ruptura com o sistema antigo. Além disso, o Zôo voltará a ser tema para diversas matérias e reportagens. Imprensa
  21. 26. A internet será contemplada com um portal rico em informações e possibilidades. Será possível comprar ingressos, acompanhar a rotina dos animais pelas imagens da câmera em real time, criar uma comunidade de amigos do Zôo ... Internautas
  22. 27. Diversas organizações ambientais poderão encontrar no Zôo uma fonte de inspiração para outros projetos de apoio e pesquisa. Organizações
  23. 29. Para que haja interesse de investidores, é preciso haver um retorno sobre a quantia investida. Mas, não só um retorno financeiro que compense o investimento, mas, um residual para a marca. As Responsabilidades Social e Ambiental tornam-se cada vez mais parte das exigências dos consumidores. A nossa proposta é a de que o capital privado abrace o projeto em troca de uma série de contrapartidas diretas, pontuais e mensuráveis, além de uma infinidade de oportunidades para se criar ações de marketing e comunicação customizadas.Para isso, estamos propondo: 4 cotas de R$ 500.000,00 por dois anos ou a possibilidade de uma única empresa adquirir as 4 cotas. Os patrocinadores irão receber todas as contrapartidas descritas a seguir e terão direito de investir nas oportunidades que julgarem interessantes. Proposta Comercial
  24. 31. Ao adotar o Zôo o patrocinador terá vantagens automáticas, diretas e mensuráveis, entre elas: Projeção Institucional - Divulgar para milhares de pessoas in loco ou por meio do Plano de Mídia Marketing de Relacionamento - Entrar em contato com famílias de forma carismática e atraente, além de uma cota mensal de ingressos Branding - como uma empresa conectada com os movimentos atuais investe na cidade e na comunidade Promoção - Poder promover com exclusividade seu produto junto ao seu público-alvo em momento de descontração. Vantagens
  25. 32. A estratégia é lançar a comunicação do novo Zôo com um mix de mídia que garanta boa cobertura e a alta penetração logo de início, proporcionando boa frequência média de impactos durante quase 3 meses. Teremos forte presença em mídia exterior. Entre outdoor, abrigos de ônibus iluminados e painéis eletrônicos, estaremos com 425 faces em São Paulo. O Zoológico e seus parceiros ficarão muito presente nas ruas e avenidas. Estadão, Folha de São Paulo e Veja SP, estarão veiculando anúncios nos conteúdos de cultura, lazer e nos roteiros de final de semana totalizando cerca de 1 milhão de exemplares por inserção. As rádios utilizadas serão as de maior audiência/afinidade no target com menor C.P.M para garantir a máxima cobertura. A Uol vai imprimir pop-ups na home page para atingirmos o maior número possível de internautas no início e depois sustentaremos no canal de Diversão e Arte onde também é um guia de lazer que os assinantes consultam com freqüência. Plano de Mídia
  26. 33. <ul><ul><li>Divulgação do logotipo do parceiro em toda a comunicação do Plano de Mídia que irá promover o novo Zôo. </li></ul></ul><ul><ul><li>Placa na entrada do Parque, em local próprio para divulgação dos patrocínios e parcerias firmados com a FPZSP. </li></ul></ul><ul><ul><li>Licença para a divulgação e propaganda na mídia com imagens gravadas no local. </li></ul></ul><ul><ul><li>Direito para realização de ações promocionais personalizadas com acesso direto ao seu público, como, por exemplo, distribuição de brindes, amostras de produtos, degustações... </li></ul></ul>Divulgação
  27. 34. <ul><ul><li>Utilização do Anfiteatro e do Espaço D.Pedro, que dispõe de 270 lugares com ar condicionado, vídeo, datashow, retroprojetor com tela e área para “coffe-break”, para palestras, congressos, lançamentos de produtos, exposições, coletivas de imprensa, simpósios, mini-feiras e confraternizações. </li></ul></ul><ul><ul><li>Disponibilização de um número especifico de convites para os roteiros desenvolvidos pela FPZSP conforme anexo, destinado a presentear clientes, fornecedores, funcionários e em especial as Trilhas aos executivos. </li></ul></ul>Divulgação
  28. 35. <ul><ul><li>Disponibilização de um número específico de convites para visitas ao Parque Zoológico e ao Zôo Safári, para utilização do patrocinador em suas ações promocionais junto aos clientes, fornecedores e funcionários. </li></ul></ul><ul><ul><li>Visitas Monitoradas: Monitores com uniforme do patrocinador (camiseta e boné), anfiteatro identificado (banners) e distribuição de brindes, de acordo com sua disponibilidade. </li></ul></ul>Divulgação
  29. 36. <ul><ul><li>Divulgação da marca do patrocinador na Revista Zôo que, além de sua circulação junto ao público visitante, será distribuída em escolas, faculdades de veterinária e biologia, petshops, agências de viagens e turismo, aeroportos, entidades ligadas ao meio ambiente, órgãos públicos e assinaturas. </li></ul></ul><ul><ul><li>O Patrocinador terá espaço no portal e na revista eletrônica para a divulgação do perfil da empresa, da parceria estabelecida e outras ações da empresa nas áreas educacionais, meio ambiente, flora, fauna e interesse social e cultural. </li></ul></ul>Divulgação
  30. 37. Cenografia
  31. 38. Cenografia
  32. 39. Cenografia
  33. 40. Cenografia
  34. 42. Além disso, é possível criar um plano de comunicação que permita a maior visibilidade possível para a exposição, de modo a capitalizar o o retorno e garantir o sucesso do patrocínio. Oportunidades de Capitalização
  35. 43. <ul><li>Por meio de Lei Rouanet será possível criar projetos de cunho social com custos dedutíveis de impostos e serem direcionados a: </li></ul><ul><li>Visitantes </li></ul><ul><li>Consumidores </li></ul><ul><li>EndoMKT </li></ul><ul><li>Estudantes </li></ul>Concursos Culturais
  36. 44. Instalação de quiosque no recinto patrocinado para a distribuição de folhetos, exposição de banners e fotos ressaltando a parceria. In Loco
  37. 45. O Zôo conta com espaços temáticos, como é o caso da Casa dos Répteis, que podem ser apropriados pelos patrocinadore, no qual seria possível uma criação cenográfica completa. Apropriação de Espaço
  38. 46. Jaulas e animais específicos poderão ser “adotados” pelos patrocinadores, que poderão vincular sua marca aos animais com exclusividade. Adoção de Animais
  39. 47. <ul><li>Será possível criar uma área exclusiva para recepção dos clientes do patrocinador: </li></ul><ul><li>Entrada VIP </li></ul><ul><li>Receptivo dos clientes ou convidados </li></ul><ul><li>Cenografia com painéis e gigantografias </li></ul><ul><li>Atrações e atividades </li></ul><ul><li>Entrega de discman para visita monitorada eletronicamente </li></ul>Entrada VIP
  40. 48. Troca de ingressos ou brindes para quem apresentar compravantes de compras do produto do patrocinador. Relacionamento
  41. 49. Todos os funcionários e familiares terão acesso gratuito mediante apresentação do crachá. Utilizar os meios de comunicação internos para divulgar o benefício. Endomarketing
  42. 50. <ul><li>Maratona Zôo </li></ul><ul><li>Aproveitar para atrair um público esportista, criando um circuito de corrida pela região do Zôo. </li></ul>Ações Promocionais
  43. 51. Criar ponto de troca onde 1 ingresso vale 2 quilos de alimento não perecível a serem doados para o Fome Zero. Assistencialismo
  44. 52. <ul><li>Tornar as agências como ponto-base para divulgação da patrocínio. </li></ul><ul><li>Criação de posters </li></ul><ul><li>Adicionar detalhes à decoração </li></ul><ul><li>Utilizar a fachada para colocação de banners </li></ul><ul><li>Ações em lojas, agências etc. </li></ul>Divulgação em 2 fluxos
  45. 53. Utilizar o portal para criar promoções via site ou games online. Ambiente NET
  46. 54. Criar um programa casado, em que os voluntários do Zôo participem das ações da empresa e vice-versa. Voluntariado Casado
  47. 55. <ul><li>Homem-Macaco escalando prédio </li></ul><ul><li>Homem-Águia saltando de edifício </li></ul><ul><li>Desfile com animais reais (elefante, girafa etc.) nas princiais avenidas </li></ul>Ações de Impacto
  48. 56. Carros em formato de animais circulando por São Paulo. Ações de Impacto
  49. 57. <ul><li>Utilizar o Mobiliário Urbano para divulgar o patrocínio da nova fase do Zôo por meio de ações como: </li></ul><ul><li>metrô-cobra </li></ul><ul><li>gravata-pescoço de girafa </li></ul>Capitalização do Patrocínio
  50. 58. Outdoor vivo, como se a moldura fosse uma jaula temática em que pessoas caracterizadas interpretariam animais em pontos estratégicos. Divulgação com Impacto
  51. 59. <ul><li>Desenvolvimento de uma linha de brindes Zôo ou de animais específicos: </li></ul><ul><li>Confecção de “cards” </li></ul><ul><li>Calendários </li></ul><ul><li>Animais de pelúcia </li></ul><ul><li>Canecas </li></ul><ul><li>Camisetas </li></ul><ul><li>Souvenires </li></ul><ul><li>Agendas </li></ul><ul><li>Blocos </li></ul>License

×