SlideShare uma empresa Scribd logo

Manual cnes regulacao correto

O documento fornece instruções sobre como cadastrar centrais de regulação no Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (CNES), definindo os tipos de estabelecimento, serviços e classificações a serem utilizados de acordo com o perfil de cada central.

1 de 37
Baixar para ler offline
Superintendente: Lucia Regina Gomes Matos
Schultz
Diretora: Karin Cristine Geller
Gerente: Helma Finta Uba
DIRETORIA DE PLANEJAMENTO,
AUDITORIA E CONTROLE E AVALIAÇÃO
DO SUS
GERÊNCIA DE PROGRAMAÇÃO E SAÚDE - GEPRO
SECRETARIA DESECRETARIA DE
ESTADO DA SAÚDEESTADO DA SAÚDE
SUPERINTENDENCISUPERINTENDENCI
A DE SERVIÇOSA DE SERVIÇOS
ESPECIALIZADOS EESPECIALIZADOS E
REGULAÇÃOREGULAÇÃO
INSTRUÇÕES CNES
CENTRAIS DE REGULAÇÃO
INSTRUÇÕES CNES
CNES – Cadastro de Estabelecimento de Saúde
• O Cnes visa disponibilizar informações das atuais
condições de infra-estrutura de funcionamento dos
Estabelecimentos de Saúde em todas as esferas, ou
seja: Federal, Estadual e Municipal.
• As informações do CNES são fundamentais para os
demais sistemas de informações
(SIA,SIH,FPO,SISREG, etc..)
• Site: http://cnes.datasus.gov.br/
 Podemos identificar as informações de infra-
estrutura, tipo de atendimento prestado,
serviços especializados, leitos e profissionais
de saúde
 De acordo com a portaria 118, de 2014 o
CNES deve ser atualizado e enviado, pelo
menos uma vez a cada seis meses, caso
contrário será desativado da base federal.
 A Deliberação n° 047/CIB/2016 foi aprovada com o
objetivo de organizar e padronizar as Centrais de
Regulação no CNES de acordo como o perfil de cada
Central.
 As Centrais de Regulação no Estado deverão ser
cadastradas da seguinte maneira
 Tipo de Estabelecimento
- Serviço Especializado – 104 (regulação de acesso a
ações e serviços de saúde)
 Classificação do Serviço (de acordo com o perfil de
cada central)

Recomendados

Pré-banca TCC Técnico em Administração - Gestão Hospitalar com a Utilização d...
Pré-banca TCC Técnico em Administração - Gestão Hospitalar com a Utilização d...Pré-banca TCC Técnico em Administração - Gestão Hospitalar com a Utilização d...
Pré-banca TCC Técnico em Administração - Gestão Hospitalar com a Utilização d...Lucas Sabadini
 
Administração hospitalar
Administração hospitalarAdministração hospitalar
Administração hospitalarJosy Braga
 
Apresentacao Supex 2005
Apresentacao Supex 2005Apresentacao Supex 2005
Apresentacao Supex 2005asiramage
 
Apresentaçã SIE
Apresentaçã SIEApresentaçã SIE
Apresentaçã SIEasiramage
 
iSaúde - Software de Gestão de Saúde
iSaúde - Software de Gestão de SaúdeiSaúde - Software de Gestão de Saúde
iSaúde - Software de Gestão de Saúdeintegragrp
 
01 aula de-auditoria_2
01 aula de-auditoria_201 aula de-auditoria_2
01 aula de-auditoria_2andressa bonn
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

SClínico H - Médico / Enfermeiro - Indicadores Cirurgia Segura
SClínico H - Médico / Enfermeiro - Indicadores Cirurgia SeguraSClínico H - Médico / Enfermeiro - Indicadores Cirurgia Segura
SClínico H - Médico / Enfermeiro - Indicadores Cirurgia Segurasclinico
 
Gestão hospitalar unifesp out2010 lima samaritano epm júnior
Gestão hospitalar unifesp out2010 lima samaritano epm júniorGestão hospitalar unifesp out2010 lima samaritano epm júnior
Gestão hospitalar unifesp out2010 lima samaritano epm júniorEPMJunior
 
SClínico H - Médico - Alta
SClínico H - Médico - AltaSClínico H - Médico - Alta
SClínico H - Médico - Altasclinico
 
Oss Taborda Wladimir
Oss Taborda WladimirOss Taborda Wladimir
Oss Taborda Wladimiranabrum
 
SClínico H - Médico - Diários
SClínico H - Médico - DiáriosSClínico H - Médico - Diários
SClínico H - Médico - Diáriossclinico
 
Cara apresentacao cms - 20marco2013 [modo de compatibilidade]
Cara   apresentacao cms - 20marco2013 [modo de compatibilidade]Cara   apresentacao cms - 20marco2013 [modo de compatibilidade]
Cara apresentacao cms - 20marco2013 [modo de compatibilidade]José Ripardo
 
Upa unidade de pronto atendimento regional sul
Upa   unidade de pronto atendimento regional sulUpa   unidade de pronto atendimento regional sul
Upa unidade de pronto atendimento regional sulPrestone
 
FGV / IBRE – TCU: Fiscalização e Responsabilização (accountability)
FGV / IBRE – TCU: Fiscalização e Responsabilização (accountability)FGV / IBRE – TCU: Fiscalização e Responsabilização (accountability)
FGV / IBRE – TCU: Fiscalização e Responsabilização (accountability)FGV | Fundação Getulio Vargas
 
Revisão do rol de procedimentos obrigatórios dos planos de saúde
Revisão do rol de procedimentos obrigatórios dos planos de saúdeRevisão do rol de procedimentos obrigatórios dos planos de saúde
Revisão do rol de procedimentos obrigatórios dos planos de saúdePalácio do Planalto
 
Palestradrvanderleymoya1
Palestradrvanderleymoya1Palestradrvanderleymoya1
Palestradrvanderleymoya1Joaquim Wilmar
 
Inspeção Sanitaria
Inspeção SanitariaInspeção Sanitaria
Inspeção SanitariaJarbas Franco
 
Reg 02 porbre regulamento interior da sala de regulacao do samu
Reg 02 porbre regulamento interior da sala de regulacao do samuReg 02 porbre regulamento interior da sala de regulacao do samu
Reg 02 porbre regulamento interior da sala de regulacao do samuMiguel Martinez Almoyna
 
Tabela de-precos-e-regras-regime-livre
Tabela de-precos-e-regras-regime-livreTabela de-precos-e-regras-regime-livre
Tabela de-precos-e-regras-regime-livreOvelha Ranhosa
 
Coletiva órteses e próteses 07/07/15
Coletiva órteses e próteses 07/07/15Coletiva órteses e próteses 07/07/15
Coletiva órteses e próteses 07/07/15Ministério da Saúde
 
Diário da saúde 3
Diário da saúde 3Diário da saúde 3
Diário da saúde 3Marketingipm
 
Diário da saúde 3 (1)
Diário da saúde 3 (1)Diário da saúde 3 (1)
Diário da saúde 3 (1)Marketingipm
 
Auditoria Especial - Emergência do HR
Auditoria Especial - Emergência do HRAuditoria Especial - Emergência do HR
Auditoria Especial - Emergência do HRJamildo Melo
 

Mais procurados (20)

Apresentação marta sousa lima sets - ses
Apresentação marta sousa lima   sets - sesApresentação marta sousa lima   sets - ses
Apresentação marta sousa lima sets - ses
 
SClínico H - Médico / Enfermeiro - Indicadores Cirurgia Segura
SClínico H - Médico / Enfermeiro - Indicadores Cirurgia SeguraSClínico H - Médico / Enfermeiro - Indicadores Cirurgia Segura
SClínico H - Médico / Enfermeiro - Indicadores Cirurgia Segura
 
Upas
UpasUpas
Upas
 
Unimed Apresentação
Unimed ApresentaçãoUnimed Apresentação
Unimed Apresentação
 
Gestão hospitalar unifesp out2010 lima samaritano epm júnior
Gestão hospitalar unifesp out2010 lima samaritano epm júniorGestão hospitalar unifesp out2010 lima samaritano epm júnior
Gestão hospitalar unifesp out2010 lima samaritano epm júnior
 
SClínico H - Médico - Alta
SClínico H - Médico - AltaSClínico H - Médico - Alta
SClínico H - Médico - Alta
 
Oss Taborda Wladimir
Oss Taborda WladimirOss Taborda Wladimir
Oss Taborda Wladimir
 
SClínico H - Médico - Diários
SClínico H - Médico - DiáriosSClínico H - Médico - Diários
SClínico H - Médico - Diários
 
Cara apresentacao cms - 20marco2013 [modo de compatibilidade]
Cara   apresentacao cms - 20marco2013 [modo de compatibilidade]Cara   apresentacao cms - 20marco2013 [modo de compatibilidade]
Cara apresentacao cms - 20marco2013 [modo de compatibilidade]
 
Upa unidade de pronto atendimento regional sul
Upa   unidade de pronto atendimento regional sulUpa   unidade de pronto atendimento regional sul
Upa unidade de pronto atendimento regional sul
 
FGV / IBRE – TCU: Fiscalização e Responsabilização (accountability)
FGV / IBRE – TCU: Fiscalização e Responsabilização (accountability)FGV / IBRE – TCU: Fiscalização e Responsabilização (accountability)
FGV / IBRE – TCU: Fiscalização e Responsabilização (accountability)
 
Revisão do rol de procedimentos obrigatórios dos planos de saúde
Revisão do rol de procedimentos obrigatórios dos planos de saúdeRevisão do rol de procedimentos obrigatórios dos planos de saúde
Revisão do rol de procedimentos obrigatórios dos planos de saúde
 
Palestradrvanderleymoya1
Palestradrvanderleymoya1Palestradrvanderleymoya1
Palestradrvanderleymoya1
 
Inspeção Sanitaria
Inspeção SanitariaInspeção Sanitaria
Inspeção Sanitaria
 
Reg 02 porbre regulamento interior da sala de regulacao do samu
Reg 02 porbre regulamento interior da sala de regulacao do samuReg 02 porbre regulamento interior da sala de regulacao do samu
Reg 02 porbre regulamento interior da sala de regulacao do samu
 
Tabela de-precos-e-regras-regime-livre
Tabela de-precos-e-regras-regime-livreTabela de-precos-e-regras-regime-livre
Tabela de-precos-e-regras-regime-livre
 
Coletiva órteses e próteses 07/07/15
Coletiva órteses e próteses 07/07/15Coletiva órteses e próteses 07/07/15
Coletiva órteses e próteses 07/07/15
 
Diário da saúde 3
Diário da saúde 3Diário da saúde 3
Diário da saúde 3
 
Diário da saúde 3 (1)
Diário da saúde 3 (1)Diário da saúde 3 (1)
Diário da saúde 3 (1)
 
Auditoria Especial - Emergência do HR
Auditoria Especial - Emergência do HRAuditoria Especial - Emergência do HR
Auditoria Especial - Emergência do HR
 

Destaque

Destaque (14)

Jane_Lowery_Resume_1[1]
Jane_Lowery_Resume_1[1]Jane_Lowery_Resume_1[1]
Jane_Lowery_Resume_1[1]
 
Ppt de-circuitos.
Ppt de-circuitos.Ppt de-circuitos.
Ppt de-circuitos.
 
Diploma,ID,Academic results-2.PDF
Diploma,ID,Academic results-2.PDFDiploma,ID,Academic results-2.PDF
Diploma,ID,Academic results-2.PDF
 
Professional Persona Project SlidesShow
Professional Persona Project SlidesShowProfessional Persona Project SlidesShow
Professional Persona Project SlidesShow
 
029 insuf.resp.aguda
029 insuf.resp.aguda029 insuf.resp.aguda
029 insuf.resp.aguda
 
company presentation Atlatos timing belts
company presentation Atlatos timing beltscompany presentation Atlatos timing belts
company presentation Atlatos timing belts
 
HUMAN RESOURCE MANAGEMENT
HUMAN RESOURCE MANAGEMENTHUMAN RESOURCE MANAGEMENT
HUMAN RESOURCE MANAGEMENT
 
Daybest Pro Presentation
Daybest Pro PresentationDaybest Pro Presentation
Daybest Pro Presentation
 
Libros
LibrosLibros
Libros
 
Flexography india press
Flexography india pressFlexography india press
Flexography india press
 
HUMAN RESOURCE MANAGEMENT
HUMAN RESOURCE MANAGEMENTHUMAN RESOURCE MANAGEMENT
HUMAN RESOURCE MANAGEMENT
 
Ias34
Ias34Ias34
Ias34
 
Teaching Resume
Teaching ResumeTeaching Resume
Teaching Resume
 
Actividad 1
Actividad  1Actividad  1
Actividad 1
 

Semelhante a Manual cnes regulacao correto

Regiao_OESTE_I.ppt
Regiao_OESTE_I.pptRegiao_OESTE_I.ppt
Regiao_OESTE_I.pptAlice Costa
 
apresentacao_situacao_das_rue.ppt
apresentacao_situacao_das_rue.pptapresentacao_situacao_das_rue.ppt
apresentacao_situacao_das_rue.pptNEPMacroNorte
 
Sisreg implantação Palmeira das Missões
Sisreg implantação Palmeira das MissõesSisreg implantação Palmeira das Missões
Sisreg implantação Palmeira das Missõesdarci prado prado
 
Sisreg Secretaria de Saúde de Palmeira das Missões - RS
Sisreg Secretaria de Saúde de Palmeira das Missões - RSSisreg Secretaria de Saúde de Palmeira das Missões - RS
Sisreg Secretaria de Saúde de Palmeira das Missões - RSdarci prado prado
 
administração hospitalar
administração hospitalaradministração hospitalar
administração hospitalarbiblisaocamilo
 
Sistema de informações hospitalares do sus
Sistema de informações hospitalares do susSistema de informações hospitalares do sus
Sistema de informações hospitalares do susEvilene Bolos
 
Apresentação 2021 - Regulação em saúde FEV2021 - Itajaí.pptx
Apresentação 2021 - Regulação em saúde FEV2021 - Itajaí.pptxApresentação 2021 - Regulação em saúde FEV2021 - Itajaí.pptx
Apresentação 2021 - Regulação em saúde FEV2021 - Itajaí.pptxClemilsonClemilson1
 
Orientações para cadastro das PICs nos sistemas de informação do ms
Orientações para cadastro das PICs nos sistemas de informação do msOrientações para cadastro das PICs nos sistemas de informação do ms
Orientações para cadastro das PICs nos sistemas de informação do mscomunidadedepraticas
 
Infraestrutura Ideal em Oncologia - Patrícia Sampaio
Infraestrutura Ideal em Oncologia - Patrícia SampaioInfraestrutura Ideal em Oncologia - Patrícia Sampaio
Infraestrutura Ideal em Oncologia - Patrícia SampaioOncoguia
 
Regulação - Elaine Gianotti
Regulação - Elaine GianottiRegulação - Elaine Gianotti
Regulação - Elaine GianottiOncoguia
 
Relatório de atividades (saúde)
Relatório de atividades (saúde)Relatório de atividades (saúde)
Relatório de atividades (saúde)Cicero Coutinho
 
NOBS 01/96 e NOAS 01/01
NOBS 01/96 e NOAS 01/01NOBS 01/96 e NOAS 01/01
NOBS 01/96 e NOAS 01/01Amanda Amate
 
Pacto pela saude
Pacto pela saudePacto pela saude
Pacto pela saudekarensuelen
 

Semelhante a Manual cnes regulacao correto (20)

Regiao_OESTE_I.ppt
Regiao_OESTE_I.pptRegiao_OESTE_I.ppt
Regiao_OESTE_I.ppt
 
apresentacao_situacao_das_rue.ppt
apresentacao_situacao_das_rue.pptapresentacao_situacao_das_rue.ppt
apresentacao_situacao_das_rue.ppt
 
Manual de preenchimento scnes
Manual de preenchimento scnesManual de preenchimento scnes
Manual de preenchimento scnes
 
Cnes manual
Cnes   manualCnes   manual
Cnes manual
 
Sisreg implantação Palmeira das Missões
Sisreg implantação Palmeira das MissõesSisreg implantação Palmeira das Missões
Sisreg implantação Palmeira das Missões
 
Sisreg Secretaria de Saúde de Palmeira das Missões - RS
Sisreg Secretaria de Saúde de Palmeira das Missões - RSSisreg Secretaria de Saúde de Palmeira das Missões - RS
Sisreg Secretaria de Saúde de Palmeira das Missões - RS
 
Blocos de financiamento Portaria GM/MS n. 3992/17
Blocos de financiamento Portaria GM/MS n. 3992/17Blocos de financiamento Portaria GM/MS n. 3992/17
Blocos de financiamento Portaria GM/MS n. 3992/17
 
administração hospitalar
administração hospitalaradministração hospitalar
administração hospitalar
 
Gestao por resultados_no_setor_saude
Gestao por resultados_no_setor_saudeGestao por resultados_no_setor_saude
Gestao por resultados_no_setor_saude
 
SAP-SP Edital 2013
SAP-SP Edital 2013SAP-SP Edital 2013
SAP-SP Edital 2013
 
Gestão PMSP 2005 2008
Gestão PMSP 2005 2008Gestão PMSP 2005 2008
Gestão PMSP 2005 2008
 
Sistema de informações hospitalares do sus
Sistema de informações hospitalares do susSistema de informações hospitalares do sus
Sistema de informações hospitalares do sus
 
Apresentação 2021 - Regulação em saúde FEV2021 - Itajaí.pptx
Apresentação 2021 - Regulação em saúde FEV2021 - Itajaí.pptxApresentação 2021 - Regulação em saúde FEV2021 - Itajaí.pptx
Apresentação 2021 - Regulação em saúde FEV2021 - Itajaí.pptx
 
Orientações para cadastro das PICs nos sistemas de informação do ms
Orientações para cadastro das PICs nos sistemas de informação do msOrientações para cadastro das PICs nos sistemas de informação do ms
Orientações para cadastro das PICs nos sistemas de informação do ms
 
Infraestrutura Ideal em Oncologia - Patrícia Sampaio
Infraestrutura Ideal em Oncologia - Patrícia SampaioInfraestrutura Ideal em Oncologia - Patrícia Sampaio
Infraestrutura Ideal em Oncologia - Patrícia Sampaio
 
Regulação - Elaine Gianotti
Regulação - Elaine GianottiRegulação - Elaine Gianotti
Regulação - Elaine Gianotti
 
O que a Acreditação nos trouxe
O que a Acreditação nos trouxeO que a Acreditação nos trouxe
O que a Acreditação nos trouxe
 
Relatório de atividades (saúde)
Relatório de atividades (saúde)Relatório de atividades (saúde)
Relatório de atividades (saúde)
 
NOBS 01/96 e NOAS 01/01
NOBS 01/96 e NOAS 01/01NOBS 01/96 e NOAS 01/01
NOBS 01/96 e NOAS 01/01
 
Pacto pela saude
Pacto pela saudePacto pela saude
Pacto pela saude
 

Último

Em 26 de janeiro de 2024, a Agência Petrobras fez o seguinte comunicado: Petr...
Em 26 de janeiro de 2024, a Agência Petrobras fez o seguinte comunicado: Petr...Em 26 de janeiro de 2024, a Agência Petrobras fez o seguinte comunicado: Petr...
Em 26 de janeiro de 2024, a Agência Petrobras fez o seguinte comunicado: Petr...DL assessoria 29
 
Todos já devem ter estudado e percebido a necessidade e a importância de se p...
Todos já devem ter estudado e percebido a necessidade e a importância de se p...Todos já devem ter estudado e percebido a necessidade e a importância de se p...
Todos já devem ter estudado e percebido a necessidade e a importância de se p...DL assessoria 31
 
Quando planejamos uma aula, estamos pensando em todo o processo que envolve e...
Quando planejamos uma aula, estamos pensando em todo o processo que envolve e...Quando planejamos uma aula, estamos pensando em todo o processo que envolve e...
Quando planejamos uma aula, estamos pensando em todo o processo que envolve e...dl assessoria9
 
Avaliar, muito mais do que aplicar instrumentos de verificação de aprendizage...
Avaliar, muito mais do que aplicar instrumentos de verificação de aprendizage...Avaliar, muito mais do que aplicar instrumentos de verificação de aprendizage...
Avaliar, muito mais do que aplicar instrumentos de verificação de aprendizage...assessoria dl 10
 
MAPA - DIDÁTICA - 51/2024MAPA - DIDÁTICA - 51/2024
MAPA - DIDÁTICA - 51/2024MAPA - DIDÁTICA - 51/2024MAPA - DIDÁTICA - 51/2024MAPA - DIDÁTICA - 51/2024
MAPA - DIDÁTICA - 51/2024MAPA - DIDÁTICA - 51/2024DL assessoria 30
 
A identificação e classificação das orações são ações que se constituem apena...
A identificação e classificação das orações são ações que se constituem apena...A identificação e classificação das orações são ações que se constituem apena...
A identificação e classificação das orações são ações que se constituem apena...dl assessoria 8
 
MAPA - MENTALIDADE CRIATIVA E EMPREENDEDORA - 51/2024
MAPA - MENTALIDADE CRIATIVA E EMPREENDEDORA - 51/2024MAPA - MENTALIDADE CRIATIVA E EMPREENDEDORA - 51/2024
MAPA - MENTALIDADE CRIATIVA E EMPREENDEDORA - 51/2024DL assessoria 27
 
Quando planejamos uma aula, estamos pensando em todo o processo que envolve e...
Quando planejamos uma aula, estamos pensando em todo o processo que envolve e...Quando planejamos uma aula, estamos pensando em todo o processo que envolve e...
Quando planejamos uma aula, estamos pensando em todo o processo que envolve e...dl assessoria9
 
Entender e compreender as teorias que embasaram e ainda embasam as tendências...
Entender e compreender as teorias que embasaram e ainda embasam as tendências...Entender e compreender as teorias que embasaram e ainda embasam as tendências...
Entender e compreender as teorias que embasaram e ainda embasam as tendências...DL assessoria 31
 
Leia com atenção o trecho a seguir: “Ora, a espiritualidade é um tema essenci...
Leia com atenção o trecho a seguir: “Ora, a espiritualidade é um tema essenci...Leia com atenção o trecho a seguir: “Ora, a espiritualidade é um tema essenci...
Leia com atenção o trecho a seguir: “Ora, a espiritualidade é um tema essenci...Dl assessoria 20
 
As práticas de governanç O Estado tem a responsabilidade de oferecer serviços...
As práticas de governanç O Estado tem a responsabilidade de oferecer serviços...As práticas de governanç O Estado tem a responsabilidade de oferecer serviços...
As práticas de governanç O Estado tem a responsabilidade de oferecer serviços...lapcdl12
 
Teoria Burocrática e sua Aplicação nas Empresas Modernas A teoria burocrática...
Teoria Burocrática e sua Aplicação nas Empresas Modernas A teoria burocrática...Teoria Burocrática e sua Aplicação nas Empresas Modernas A teoria burocrática...
Teoria Burocrática e sua Aplicação nas Empresas Modernas A teoria burocrática...AssessoriaDl1
 
Tableau Conference 2024 - Brazil Tableau User Group
Tableau Conference 2024 - Brazil Tableau User GroupTableau Conference 2024 - Brazil Tableau User Group
Tableau Conference 2024 - Brazil Tableau User GroupLigia Galvão
 
ATIVIDADE 1 - PED - TEORIA E PRÁTICA NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS - 51/2024
ATIVIDADE 1 - PED - TEORIA E PRÁTICA NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS - 51/2024ATIVIDADE 1 - PED - TEORIA E PRÁTICA NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS - 51/2024
ATIVIDADE 1 - PED - TEORIA E PRÁTICA NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS - 51/2024Dl assessoria S3
 
O gestor ambiental é um profissional de suma importância. Ele atua atento ao ...
O gestor ambiental é um profissional de suma importância. Ele atua atento ao ...O gestor ambiental é um profissional de suma importância. Ele atua atento ao ...
O gestor ambiental é um profissional de suma importância. Ele atua atento ao ...dl assessoria 8
 
ATIVIDADE 1 - LET - LÍNGUA PORTUGUESA III- 51/2024
ATIVIDADE 1 - LET - LÍNGUA PORTUGUESA III- 51/2024ATIVIDADE 1 - LET - LÍNGUA PORTUGUESA III- 51/2024
ATIVIDADE 1 - LET - LÍNGUA PORTUGUESA III- 51/2024dlalicia08
 
O-leite-bovino-que-produzimos-e-consumimos.pdf
O-leite-bovino-que-produzimos-e-consumimos.pdfO-leite-bovino-que-produzimos-e-consumimos.pdf
O-leite-bovino-que-produzimos-e-consumimos.pdfrnetosilvaharsenal96
 
Etapa 1: leitura do texto de apoio Segundo o geógrafo David Harvey, a recessã...
Etapa 1: leitura do texto de apoio Segundo o geógrafo David Harvey, a recessã...Etapa 1: leitura do texto de apoio Segundo o geógrafo David Harvey, a recessã...
Etapa 1: leitura do texto de apoio Segundo o geógrafo David Harvey, a recessã...DL assessoria 31
 

Último (18)

Em 26 de janeiro de 2024, a Agência Petrobras fez o seguinte comunicado: Petr...
Em 26 de janeiro de 2024, a Agência Petrobras fez o seguinte comunicado: Petr...Em 26 de janeiro de 2024, a Agência Petrobras fez o seguinte comunicado: Petr...
Em 26 de janeiro de 2024, a Agência Petrobras fez o seguinte comunicado: Petr...
 
Todos já devem ter estudado e percebido a necessidade e a importância de se p...
Todos já devem ter estudado e percebido a necessidade e a importância de se p...Todos já devem ter estudado e percebido a necessidade e a importância de se p...
Todos já devem ter estudado e percebido a necessidade e a importância de se p...
 
Quando planejamos uma aula, estamos pensando em todo o processo que envolve e...
Quando planejamos uma aula, estamos pensando em todo o processo que envolve e...Quando planejamos uma aula, estamos pensando em todo o processo que envolve e...
Quando planejamos uma aula, estamos pensando em todo o processo que envolve e...
 
Avaliar, muito mais do que aplicar instrumentos de verificação de aprendizage...
Avaliar, muito mais do que aplicar instrumentos de verificação de aprendizage...Avaliar, muito mais do que aplicar instrumentos de verificação de aprendizage...
Avaliar, muito mais do que aplicar instrumentos de verificação de aprendizage...
 
MAPA - DIDÁTICA - 51/2024MAPA - DIDÁTICA - 51/2024
MAPA - DIDÁTICA - 51/2024MAPA - DIDÁTICA - 51/2024MAPA - DIDÁTICA - 51/2024MAPA - DIDÁTICA - 51/2024
MAPA - DIDÁTICA - 51/2024MAPA - DIDÁTICA - 51/2024
 
A identificação e classificação das orações são ações que se constituem apena...
A identificação e classificação das orações são ações que se constituem apena...A identificação e classificação das orações são ações que se constituem apena...
A identificação e classificação das orações são ações que se constituem apena...
 
MAPA - MENTALIDADE CRIATIVA E EMPREENDEDORA - 51/2024
MAPA - MENTALIDADE CRIATIVA E EMPREENDEDORA - 51/2024MAPA - MENTALIDADE CRIATIVA E EMPREENDEDORA - 51/2024
MAPA - MENTALIDADE CRIATIVA E EMPREENDEDORA - 51/2024
 
Quando planejamos uma aula, estamos pensando em todo o processo que envolve e...
Quando planejamos uma aula, estamos pensando em todo o processo que envolve e...Quando planejamos uma aula, estamos pensando em todo o processo que envolve e...
Quando planejamos uma aula, estamos pensando em todo o processo que envolve e...
 
Entender e compreender as teorias que embasaram e ainda embasam as tendências...
Entender e compreender as teorias que embasaram e ainda embasam as tendências...Entender e compreender as teorias que embasaram e ainda embasam as tendências...
Entender e compreender as teorias que embasaram e ainda embasam as tendências...
 
Leia com atenção o trecho a seguir: “Ora, a espiritualidade é um tema essenci...
Leia com atenção o trecho a seguir: “Ora, a espiritualidade é um tema essenci...Leia com atenção o trecho a seguir: “Ora, a espiritualidade é um tema essenci...
Leia com atenção o trecho a seguir: “Ora, a espiritualidade é um tema essenci...
 
As práticas de governanç O Estado tem a responsabilidade de oferecer serviços...
As práticas de governanç O Estado tem a responsabilidade de oferecer serviços...As práticas de governanç O Estado tem a responsabilidade de oferecer serviços...
As práticas de governanç O Estado tem a responsabilidade de oferecer serviços...
 
Teoria Burocrática e sua Aplicação nas Empresas Modernas A teoria burocrática...
Teoria Burocrática e sua Aplicação nas Empresas Modernas A teoria burocrática...Teoria Burocrática e sua Aplicação nas Empresas Modernas A teoria burocrática...
Teoria Burocrática e sua Aplicação nas Empresas Modernas A teoria burocrática...
 
Tableau Conference 2024 - Brazil Tableau User Group
Tableau Conference 2024 - Brazil Tableau User GroupTableau Conference 2024 - Brazil Tableau User Group
Tableau Conference 2024 - Brazil Tableau User Group
 
ATIVIDADE 1 - PED - TEORIA E PRÁTICA NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS - 51/2024
ATIVIDADE 1 - PED - TEORIA E PRÁTICA NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS - 51/2024ATIVIDADE 1 - PED - TEORIA E PRÁTICA NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS - 51/2024
ATIVIDADE 1 - PED - TEORIA E PRÁTICA NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS - 51/2024
 
O gestor ambiental é um profissional de suma importância. Ele atua atento ao ...
O gestor ambiental é um profissional de suma importância. Ele atua atento ao ...O gestor ambiental é um profissional de suma importância. Ele atua atento ao ...
O gestor ambiental é um profissional de suma importância. Ele atua atento ao ...
 
ATIVIDADE 1 - LET - LÍNGUA PORTUGUESA III- 51/2024
ATIVIDADE 1 - LET - LÍNGUA PORTUGUESA III- 51/2024ATIVIDADE 1 - LET - LÍNGUA PORTUGUESA III- 51/2024
ATIVIDADE 1 - LET - LÍNGUA PORTUGUESA III- 51/2024
 
O-leite-bovino-que-produzimos-e-consumimos.pdf
O-leite-bovino-que-produzimos-e-consumimos.pdfO-leite-bovino-que-produzimos-e-consumimos.pdf
O-leite-bovino-que-produzimos-e-consumimos.pdf
 
Etapa 1: leitura do texto de apoio Segundo o geógrafo David Harvey, a recessã...
Etapa 1: leitura do texto de apoio Segundo o geógrafo David Harvey, a recessã...Etapa 1: leitura do texto de apoio Segundo o geógrafo David Harvey, a recessã...
Etapa 1: leitura do texto de apoio Segundo o geógrafo David Harvey, a recessã...
 

Manual cnes regulacao correto

  • 1. Superintendente: Lucia Regina Gomes Matos Schultz Diretora: Karin Cristine Geller Gerente: Helma Finta Uba DIRETORIA DE PLANEJAMENTO, AUDITORIA E CONTROLE E AVALIAÇÃO DO SUS GERÊNCIA DE PROGRAMAÇÃO E SAÚDE - GEPRO SECRETARIA DESECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDEESTADO DA SAÚDE SUPERINTENDENCISUPERINTENDENCI A DE SERVIÇOSA DE SERVIÇOS ESPECIALIZADOS EESPECIALIZADOS E REGULAÇÃOREGULAÇÃO
  • 3. INSTRUÇÕES CNES CNES – Cadastro de Estabelecimento de Saúde • O Cnes visa disponibilizar informações das atuais condições de infra-estrutura de funcionamento dos Estabelecimentos de Saúde em todas as esferas, ou seja: Federal, Estadual e Municipal. • As informações do CNES são fundamentais para os demais sistemas de informações (SIA,SIH,FPO,SISREG, etc..) • Site: http://cnes.datasus.gov.br/
  • 4.  Podemos identificar as informações de infra- estrutura, tipo de atendimento prestado, serviços especializados, leitos e profissionais de saúde  De acordo com a portaria 118, de 2014 o CNES deve ser atualizado e enviado, pelo menos uma vez a cada seis meses, caso contrário será desativado da base federal.
  • 5.  A Deliberação n° 047/CIB/2016 foi aprovada com o objetivo de organizar e padronizar as Centrais de Regulação no CNES de acordo como o perfil de cada Central.
  • 6.  As Centrais de Regulação no Estado deverão ser cadastradas da seguinte maneira  Tipo de Estabelecimento - Serviço Especializado – 104 (regulação de acesso a ações e serviços de saúde)  Classificação do Serviço (de acordo com o perfil de cada central)
  • 7.  As Centrais de Regulação devem ter o serviço 104 (regulação de acesso a ações e serviços de saúde)  Classificações:  001 – Regulação de Internação Hospitalar  002 – Central de Regulação de Consultas e Exames  003 – Central de Regulação das Urgências (SAMU)
  • 8.  004 – Unidade de Autorização de TFD Intermunicipais  005 – Unidade de Autorizações de TFD Interestaduais  006 – Regulação Estadual de Alta Complexidade  007 – Regulação Nacional de Alta Complexidade (CNRAC)
  • 9.  008 – Regulação Ambulatorial de Média Complexidade  009 – Regulação Ambulatorial de Alta Complexidade
  • 10.  As Centrais de Regulação deverão ser cadastradas no CNES com as seguintes nomenclaturas  Complexo Regulador Municipal - Para as Centrais de Regulação Municipais Ambulatoriais sede de Macrorregiões de Saúde, com a presença de Central de Regulação de Internação Hospitalar. Ex: Fpolis, Itajaí, Biguaçu, etc.
  • 11.  Serviço 104 e suas Classificações  001 – Regulação de Internação Hospitalar  002 – Central de Regulação de Consultas e Exames  004 – Unidade de Autorizações de TFD Intermunicipais
  • 12. 005 – Unidade de Autorizações de TFD Interestaduais 008 – Regulação Ambulatorial de Média Complexidade 009 – Regulação Ambulatorial de Alta Complexidade
  • 13. Central de Regulação Municipal Ambulatorial : Para as Centrais de Regulação Municipais Ambulatoriais Serviço – 104 Classificações - 002 – Central de Regulação de Consultas e Exames 004 – Unidade de Autorizações de TFD Intermunicipais
  • 14. 008 – Regulação Ambulatorial de Média Complexidade 009 – Regulação Ambulatorial de Alta Complexidade
  • 15. Complexo Regulador Estadual : Para as Centrais de Regulação de Internações Hospitalares e de Regulação Ambulatorial Serviço -104 Classificações - 001 – Regulação de Internação Hospitalar 002 – Central de Regulação de Consultas e Exames
  • 16. 004 – Unidade de Autoriazções de TFD Intermunicipais 005 – Unidade de Autorizações de TFD Interestaduais
  • 17. 006 – Regulação Estadual de Alta Complexidade 007 – Regulação Nacional de Alta Complexidade (CNRAC) 008 – Regulação Ambulatorial de Média Complexidade 009 – Regulação Ambulatorial de Alta Complexidade
  • 18. Fica vedada a inclusão do Tipo de Estabelecimento SERVIÇO ESPECIALIZADO 104 - regulação de acesso a ações de saúde e classificações, em Estabelecimentos de Saúde não vinculadas às nomenclaturas descritas nestas diretrizes ou não executantes do serviço.
  • 19. Centrais de Regulação cadastrados no CNES com o tipo de estabelecimento e sub-tipo Código 64 – Central de Regulação de Serviços de Saúde – 3 unidades Código 81 – Central de Regulação do Acesso – 17 unidades
  • 20. Código 76 – Central de Regulação Médica das Urgências – 8 unidades Serviço especializado – 104 – Regulação de acesso a ações e serviços de saúde – 278 unidades (hospitais, ESF, Centrais de regulação, etc.)
  • 21. CBO dos profissionais no Serviço 104 e as suas classificações 001 Regulação de Internação Hospitalar Grupo 1 - 2251 Médicos Clínicos Grupo 2 - 2252 Médicos em Especialidades Cirúrgicas
  • 22. Grupo 3 - 2253 Médicos em Medicina Diagnóstica e Terapêutica
  • 23. 003 Central de Regulação das Urgências Grupo 1 - 2251 Médicos Clínicos 422220 – Operador de Rádiochamada 422205 – Telefonista
  • 24. 006 Regulação Estadual de Alta Complexidade Grupo 1 - 2251 Médicos Clínicos Grupo 2 - 2252 Médicos em Especialidades Cirúrgicas Grupo 3 - 2253 Médicos em Medicina Diagnóstica e Terapêutica
  • 25. 007 Regulação Nacional de Alta Complexidade Grupo 1 - 2251 Médicos Clínicos Grupo 2 - 2252 Médicos em Especialidades Cirúrgicas Grupo 3 - 2253 Médicos em Medicina Diagnóstica e Terapêutica
  • 26. 008 Regulação Ambulatorial de Média Complexidade Grupo 1 - 2251 Médicos Clínicos Grupo 2 - 2252 Médicos em Especialidades Cirúrgicas Grupo 3 - 2253 Médicos em Medicina Diagnóstica e Terapêutica
  • 27. 009 Regulação Ambulatorial Alta Complexidade Grupo 1 - 2251 Médicos Clínicos Grupo 2 - 2252 Médicos em Especialidades Cirúrgicas Grupo 3 - 2253 Médicos em Medicina Diagnóstica e Terapêutica OBS: Não é necessário ter um profissional de todos os grupos.
  • 28.  Para verificar qual tipo profissional usar no Serviço 104 e as suas classificações. No Programa do CNES vá no menu RELATÓRIOS > OPERACIONAIS > SERVIÇO/CLASSIFICAÇÃO POR GRUPO DE CBO Clique em pesquisar para encontrar o serviço 104 Clique em pesquisar para encontrar a classificação que você quer procurar o grupo de profissionais Após isso é só verificar quais os profissionais da classificação através do relatório gerado.
  • 37. INSTRUÇÕES CNES CONTATO para DÚVIDAS Email – CNES@SAUDE.SC.GOV.BR Telefone – (48) 3664-8811 Francisco e Tiago