NOBS 01/96
e
NOAS 01/01
Componentes
Amanda Amate
Ana Paula Moraes
Camila Pimentel
Magda Pires
Michael Ferraz
Juliana Rodrigues
Ana Ruth
NOB-SUS 01/96
Gestão com responsabilidade pela
saúde do cidadão
Instituida pela Portaria do Ministério da
Saúde, nº 2.20...
Gestão Plena de Atenção
Básica
Credencia o gestor municipal para
responder pelas ações básicas de saúde ,
com funções como...
Gestão Plena de Atenção
Básica
 Operar o sistema de informação
laboratorial (SAI/SUS ); autorizar as
internações hospital...
Gestão Plena do
Sistema Municipal
Prestar serviços ambulatórias e hospitalares
para todos os casos de referencias internos...
Gestão Avançada do Sistema
Estadual e
Gestão Plena do Sistema Estadual
Exercer a gestão do SUS,no âmbito
estadual promoven...
NOB –SUS/96
Transferência regular e automatica
fundo a fundo
PAB
FAE
AIH
PPI
NOAS SUS 01/2001
Editado em 26 de janeiro de 2001 pela
portaria nº 95
Promover maior equidade na alocação de
recursos en...
Regionalização e Organização
da Assistência
Estabeleceu para as secretárias estaduais de saúde e o
destrito federal as com...
Fortalecimento da Capacidade
da Gestão no SUS
Processo de programação da assistência
Responsabilidades de cada nivel de
...
Atualização de Critério de
Habilitação de Estado e Municipio
Estado Gestão Avançada do Sistema Estadual
Gestão Plena do Si...
NOBS 01/96 e NOAS 01/01
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

NOBS 01/96 e NOAS 01/01

696 visualizações

Publicada em

Instituida pela Portaria do Ministério da Saúde, nº 2.203, de 06 de novembro de 1996. Propõe-se a reformular e aperfeiçoar a gestão do SUS.

Publicada em: Educação
1 comentário
1 gostou
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
696
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
28
Comentários
1
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

NOBS 01/96 e NOAS 01/01

  1. 1. NOBS 01/96 e NOAS 01/01
  2. 2. Componentes Amanda Amate Ana Paula Moraes Camila Pimentel Magda Pires Michael Ferraz Juliana Rodrigues Ana Ruth
  3. 3. NOB-SUS 01/96 Gestão com responsabilidade pela saúde do cidadão Instituida pela Portaria do Ministério da Saúde, nº 2.203, de 06 de novembro de 1996 Propõe-se a reformular e aperfeiçoar a gestão do SUS
  4. 4. Gestão Plena de Atenção Básica Credencia o gestor municipal para responder pelas ações básicas de saúde , com funções como : Elaborar a programação municipal dos serviços básicos, inclusive os domiciliares e comunitarios; introduzir a pratica de cadastramento nacional de usuarios do SUS;
  5. 5. Gestão Plena de Atenção Básica  Operar o sistema de informação laboratorial (SAI/SUS ); autorizar as internações hospitalares e os procedimentos laboratoriais autorizados
  6. 6. Gestão Plena do Sistema Municipal Prestar serviços ambulatórias e hospitalares para todos os casos de referencias internos ou externos do municipio e normalizar e operar as centrais de procedimentos, e além de contratar , controlar, auditar e pagar os prestadores deste serviços; operar o sistema de operação hospitalar(SIH ) e sistema de informação ambulatórial.
  7. 7. Gestão Avançada do Sistema Estadual e Gestão Plena do Sistema Estadual Exercer a gestão do SUS,no âmbito estadual promovendo condições para que o poder municipal assuma a gestão da atenção integral da saúde de seus municipios, promovendo a integração e a mordenização dos sistemas municipais , compondo assim o SUS estadual
  8. 8. NOB –SUS/96 Transferência regular e automatica fundo a fundo PAB FAE AIH PPI
  9. 9. NOAS SUS 01/2001 Editado em 26 de janeiro de 2001 pela portaria nº 95 Promover maior equidade na alocação de recursos eno acesso da população ás ações e serviço de saúde em todos os niveis de atenção Oganizou-se em 3 principios
  10. 10. Regionalização e Organização da Assistência Estabeleceu para as secretárias estaduais de saúde e o destrito federal as competencias de : Elaborar o plano diretor de regionalização Ampliar o acesso e a qualidade de atenção básica Qualificar as microregioes na assistência a saúde Organizar os serviços de media complexidade Programar a politica de atenção de alta complexidade/ custo pro SUS
  11. 11. Fortalecimento da Capacidade da Gestão no SUS Processo de programação da assistência Responsabilidades de cada nivel de governo na garantia de acesso da população referenciada O processo de controle , avaliação e regulação da assistencia
  12. 12. Atualização de Critério de Habilitação de Estado e Municipio Estado Gestão Avançada do Sistema Estadual Gestão Plena do Sistema Estadual Município Gestão Plena da Atenção do Sistema Estadual Gestão Plena do Sistema Municipal

×