SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 7
RENASCIMENTO
CIENTIFICO
N O M E S : E D U A R D O , F A B R Í C I O , J O Ã O , TA N I E L I
G A B R I E L , V I N Í C I U S .
6 A N O 2 3 – M AT U T I N O
ORIGEM
• Chama-se Renascimento Científico o período de desenvolvimento da
ciência durante os séculos XV e XVI.
• Esta época foi pautada no racionalismo, no humanismo e nos conhecimentos
da Antiguidade Clássica que mudaram a mentalidade das pessoas. Tudo isso
levou os seres humanos questionarem o modelo da sociedade medieval que
se baseava na concepção que Deus deveria estar no centro de tudo, o
teocentrismo. De tal modo, o Humanismo e o Renascimento Cultural dão
lugar ao antropocentrismo, onde agora, o homem será o centro do Universo.
• A partir deste saber e descobertas dos estudiosos, esse período possibilitou o
avanço de diversos campos do conhecimento que, mais tarde, inauguraria
a Ciência Moderna.
OQUE MUDOU DE LÁ PARA HOJE EM
DIA?
• Os renascentistas estavam preocupados em estudar a natureza através da
experimentação e da segmentação de informações.
• A Idade Média foi caracterizada pelo sistema feudal, o teocentrismo e uma sociedade
estamental (rei-nobre-clero-servos), a qual impossibilitava a mobilidade social.
• O declínio do sistema feudal foi essencial para o surgimento de uma nova ordem e
mentalidade na Europa.
• "Nas ciências médicas, Mundinus teve grande importância na dissecação de cadáveres
para o conhecimento da anatomia humana. Após ele, vários outros interessados pela
anatomia conseguiram desvendar algumas estruturas formativas do corpo. Falópio
realizou o estudo que comprovou a presença dos ovidutos, também conhecidos como
trompas de Falópio; Miguel Servet e William Harvey obtiveram novas informações sobre a
circulação sanguínea
INFLUENCIAS
• Existem muitas influências uma das principais foi Leonardo da Vinci. Embora
tenha sido um dos nomes mais importantes do Renascimento Cultural e Artístico,
ele também se destaca no Renascimento Científico, ao lado de Nicolau
Copérnico. inventor, matemático, engenheiro e artista italiano, Da Vinci foi
considerado um dos mais proeminentes gênios do Renascimento e da história da
humanidade. Avançou em diversos estudos sobre a anatomia humana, e inventou
o paraquedas, a máquina de voar, o submarino, o tanque de guerra, dentre
outros.
• Nicolau Copérnico (1473-1543): astrônomo e matemático polonês, considerado o
“Pai da Astronomia Moderna”. Foi criador da Teoria Heliocêntrica (sol como centro
do Universo), na qual contradiz a Teoria Geocêntrica medieval (adotada pela
Igreja Católica), em que a Terra seria o centro do Universo.
• Francis Bacon (1561-1626): filósofo, político e alquimista inglês, Bacon foi o criador do
“Método Científico” (nova maneira de estudar a natureza), sistematizando o
conhecimento humano, sendo considerado o fundador da “Ciência Moderna”
• Andreas Vesalius (1514-1564): médico belga, considerado o “Pai da Anatomia
Moderna”, Vesalius foi um dos precursores dos estudos sobre anatomia e fisiologia,
após dissecar corpos de humanos e escrever sua principal obra, um atlas de
Anatomia Humana intitulado “Fábrica”
• Isaac Newton (1643-1727): filósofo, físico, matemático, astrônomo, alquimista e
teólogo inglês, Newton foi considerado o “Pai da Física e da Mecânica Modernas”, do
qual desenvolveu diversos conhecimentos nas áreas da matemática, física e filosofia
natural. Estudou o movimento dos corpos propondo as três “Leis de Newton”.
• René Descartes (1596-1650): filósofo, físico e matemático francês, segundo seus
estudos, Descartes foi considerado o “Pai do Racionalismo e da Matemática Moderna”
e ainda, o fundador da Filosofia Moderna. Sua obra mais representativa é o “Discurso
sobre o Método”, tratado filosófico e matemático propondo as bases do racionalismo.
CONSEQUÊNCIA
• O modo de investigar os fenômenos
naturais muda e por consequência os
cientistas passam a ter uma atitude
mais crítica e ativa em relação ao
mundo.
Por fim, o Renascimento Científico
causou grande impacto no
pensamento europeu da época e
possibilitou o fim da Era Medieval e o
início da Idade Moderna.
ATIVIDADE
• Cite 5 nomes das
principais influencias?
• Qual é a diferença entre
antropocentrismo, Humanismo
e teocentrismo?
Que significa teocentrismo?

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Renascimento cientifico 723.pptx

Ciências, tipos de conhecimentos e espirito científico
Ciências, tipos de conhecimentos e espirito científico Ciências, tipos de conhecimentos e espirito científico
Ciências, tipos de conhecimentos e espirito científico
Edimar Sartoro
 
O renascimento italiano
O renascimento italianoO renascimento italiano
O renascimento italiano
Susana Simões
 
Antropologia - Disciplina de Fundamentos de Filosofia e Ciências Humanas
Antropologia - Disciplina de Fundamentos de Filosofia e Ciências HumanasAntropologia - Disciplina de Fundamentos de Filosofia e Ciências Humanas
Antropologia - Disciplina de Fundamentos de Filosofia e Ciências Humanas
danielaleite59
 

Semelhante a Renascimento cientifico 723.pptx (20)

Renascimento cultural
Renascimento culturalRenascimento cultural
Renascimento cultural
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
 
11 ha m4 u4 1
11 ha m4 u4 111 ha m4 u4 1
11 ha m4 u4 1
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
 
A Revolução cientifica e o conhecimento do Homem e da Natureza
A Revolução cientifica e o conhecimento do Homem e da NaturezaA Revolução cientifica e o conhecimento do Homem e da Natureza
A Revolução cientifica e o conhecimento do Homem e da Natureza
 
A mentalidade renascentista.pptx
A mentalidade renascentista.pptxA mentalidade renascentista.pptx
A mentalidade renascentista.pptx
 
Filosofia Moderna- Prof.Altair Aguilar.
Filosofia Moderna- Prof.Altair Aguilar.Filosofia Moderna- Prof.Altair Aguilar.
Filosofia Moderna- Prof.Altair Aguilar.
 
Webquest nicoletto 22 mp
Webquest nicoletto 22 mpWebquest nicoletto 22 mp
Webquest nicoletto 22 mp
 
História da ciência
História da ciênciaHistória da ciência
História da ciência
 
Principais descobertas científicas do período do renascimento e do moderno
Principais descobertas científicas do período do renascimento e do modernoPrincipais descobertas científicas do período do renascimento e do moderno
Principais descobertas científicas do período do renascimento e do moderno
 
Ciências, tipos de conhecimentos e espirito científico
Ciências, tipos de conhecimentos e espirito científico Ciências, tipos de conhecimentos e espirito científico
Ciências, tipos de conhecimentos e espirito científico
 
Antropologia (1).ppt
Antropologia (1).pptAntropologia (1).ppt
Antropologia (1).ppt
 
Renascimento cultural (cap.8)
Renascimento cultural (cap.8)Renascimento cultural (cap.8)
Renascimento cultural (cap.8)
 
A cultura e o iluminismo em Portugal face à Europa
A cultura e o iluminismo em Portugal face à Europa  A cultura e o iluminismo em Portugal face à Europa
A cultura e o iluminismo em Portugal face à Europa
 
Paradigmas do Pensamento Ocidental
Paradigmas do Pensamento OcidentalParadigmas do Pensamento Ocidental
Paradigmas do Pensamento Ocidental
 
O renascimento italiano
O renascimento italianoO renascimento italiano
O renascimento italiano
 
Antropologia - Disciplina de Fundamentos de Filosofia e Ciências Humanas
Antropologia - Disciplina de Fundamentos de Filosofia e Ciências HumanasAntropologia - Disciplina de Fundamentos de Filosofia e Ciências Humanas
Antropologia - Disciplina de Fundamentos de Filosofia e Ciências Humanas
 
A prática científica e a religião durante o Empirismo e o Iluminismo.
A prática científica e a religião durante o Empirismo e o Iluminismo.A prática científica e a religião durante o Empirismo e o Iluminismo.
A prática científica e a religião durante o Empirismo e o Iluminismo.
 
Renascimento
Renascimento Renascimento
Renascimento
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
 

Último

O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
VALMIRARIBEIRO1
 
Plano de aula ensino fundamental escola pública
Plano de aula ensino fundamental escola públicaPlano de aula ensino fundamental escola pública
Plano de aula ensino fundamental escola pública
anapsuls
 

Último (20)

Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
 
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroMeu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
 
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
 
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de.    Maio laranja dds.pptxCampanha 18 de.    Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
 
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
 
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfAtividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
 
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
 
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
 
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.ppt
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.pptAula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.ppt
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.ppt
 
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdfEnunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdf
 
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdfprova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
 
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
 
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-NovaNós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
 
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leite
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco LeiteOs Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leite
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leite
 
Plano de aula ensino fundamental escola pública
Plano de aula ensino fundamental escola públicaPlano de aula ensino fundamental escola pública
Plano de aula ensino fundamental escola pública
 
Produção de poemas - Reciclar é preciso
Produção  de  poemas  -  Reciclar é precisoProdução  de  poemas  -  Reciclar é preciso
Produção de poemas - Reciclar é preciso
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
 
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
 
Poema - Reciclar é preciso
Poema            -        Reciclar é precisoPoema            -        Reciclar é preciso
Poema - Reciclar é preciso
 
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantilApresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
 

Renascimento cientifico 723.pptx

  • 1. RENASCIMENTO CIENTIFICO N O M E S : E D U A R D O , F A B R Í C I O , J O Ã O , TA N I E L I G A B R I E L , V I N Í C I U S . 6 A N O 2 3 – M AT U T I N O
  • 2. ORIGEM • Chama-se Renascimento Científico o período de desenvolvimento da ciência durante os séculos XV e XVI. • Esta época foi pautada no racionalismo, no humanismo e nos conhecimentos da Antiguidade Clássica que mudaram a mentalidade das pessoas. Tudo isso levou os seres humanos questionarem o modelo da sociedade medieval que se baseava na concepção que Deus deveria estar no centro de tudo, o teocentrismo. De tal modo, o Humanismo e o Renascimento Cultural dão lugar ao antropocentrismo, onde agora, o homem será o centro do Universo. • A partir deste saber e descobertas dos estudiosos, esse período possibilitou o avanço de diversos campos do conhecimento que, mais tarde, inauguraria a Ciência Moderna.
  • 3. OQUE MUDOU DE LÁ PARA HOJE EM DIA? • Os renascentistas estavam preocupados em estudar a natureza através da experimentação e da segmentação de informações. • A Idade Média foi caracterizada pelo sistema feudal, o teocentrismo e uma sociedade estamental (rei-nobre-clero-servos), a qual impossibilitava a mobilidade social. • O declínio do sistema feudal foi essencial para o surgimento de uma nova ordem e mentalidade na Europa. • "Nas ciências médicas, Mundinus teve grande importância na dissecação de cadáveres para o conhecimento da anatomia humana. Após ele, vários outros interessados pela anatomia conseguiram desvendar algumas estruturas formativas do corpo. Falópio realizou o estudo que comprovou a presença dos ovidutos, também conhecidos como trompas de Falópio; Miguel Servet e William Harvey obtiveram novas informações sobre a circulação sanguínea
  • 4. INFLUENCIAS • Existem muitas influências uma das principais foi Leonardo da Vinci. Embora tenha sido um dos nomes mais importantes do Renascimento Cultural e Artístico, ele também se destaca no Renascimento Científico, ao lado de Nicolau Copérnico. inventor, matemático, engenheiro e artista italiano, Da Vinci foi considerado um dos mais proeminentes gênios do Renascimento e da história da humanidade. Avançou em diversos estudos sobre a anatomia humana, e inventou o paraquedas, a máquina de voar, o submarino, o tanque de guerra, dentre outros. • Nicolau Copérnico (1473-1543): astrônomo e matemático polonês, considerado o “Pai da Astronomia Moderna”. Foi criador da Teoria Heliocêntrica (sol como centro do Universo), na qual contradiz a Teoria Geocêntrica medieval (adotada pela Igreja Católica), em que a Terra seria o centro do Universo.
  • 5. • Francis Bacon (1561-1626): filósofo, político e alquimista inglês, Bacon foi o criador do “Método Científico” (nova maneira de estudar a natureza), sistematizando o conhecimento humano, sendo considerado o fundador da “Ciência Moderna” • Andreas Vesalius (1514-1564): médico belga, considerado o “Pai da Anatomia Moderna”, Vesalius foi um dos precursores dos estudos sobre anatomia e fisiologia, após dissecar corpos de humanos e escrever sua principal obra, um atlas de Anatomia Humana intitulado “Fábrica” • Isaac Newton (1643-1727): filósofo, físico, matemático, astrônomo, alquimista e teólogo inglês, Newton foi considerado o “Pai da Física e da Mecânica Modernas”, do qual desenvolveu diversos conhecimentos nas áreas da matemática, física e filosofia natural. Estudou o movimento dos corpos propondo as três “Leis de Newton”. • René Descartes (1596-1650): filósofo, físico e matemático francês, segundo seus estudos, Descartes foi considerado o “Pai do Racionalismo e da Matemática Moderna” e ainda, o fundador da Filosofia Moderna. Sua obra mais representativa é o “Discurso sobre o Método”, tratado filosófico e matemático propondo as bases do racionalismo.
  • 6. CONSEQUÊNCIA • O modo de investigar os fenômenos naturais muda e por consequência os cientistas passam a ter uma atitude mais crítica e ativa em relação ao mundo. Por fim, o Renascimento Científico causou grande impacto no pensamento europeu da época e possibilitou o fim da Era Medieval e o início da Idade Moderna.
  • 7. ATIVIDADE • Cite 5 nomes das principais influencias? • Qual é a diferença entre antropocentrismo, Humanismo e teocentrismo? Que significa teocentrismo?