SlideShare uma empresa Scribd logo

Trabajo problemática institucional

Representações

1 de 20
Baixar para ler offline
1
Teoria das
Representações
Sociais, de Moscovici:
auxílio no
entendimento da
expansão das ONGs
2
Proposta de Moscovici:
Quebrar as barreiras entre a
racionalidade e o senso comum, a
razão e a emoção, o sujeito e o
objeto
3
Destaque na Teoria:
Percepção inovadora a respeito
da integração entre os fenômenos
perceptivos individuais e sociais
Trabajo problemática institucional
O principio
da integração
social
O principio
da coesão
social
O principio
da
contradição
coesão e
equilibrio
Interesses e
dominação
Conflito e
transformaçã
o
Paradigma
positivista-
funcionalista
Paradigma
compreensivo-
hermenêutico
Paradigma
dialético-
marxista
Os Clássicos da Sociologia
Emile Durkheim
(1857 – 1917)
Max Weber (1864
– 1920)
Karl Marx (1818
– 1883)
Objeto da
Sociologia Método
Classes Sociais
Fato Social
Ação Social
Dialética
Explicação
Compreensão
Social

Recomendados

A Sociologia De Émile Durkheim
A Sociologia De Émile DurkheimA Sociologia De Émile Durkheim
A Sociologia De Émile Durkheimguestdc18d25
 
Sociologia de Durkheim para ensino médio
Sociologia de Durkheim para ensino médioSociologia de Durkheim para ensino médio
Sociologia de Durkheim para ensino médioMatheus Rodrigues
 
Consciencia coleetiva durkhein
Consciencia coleetiva durkheinConsciencia coleetiva durkhein
Consciencia coleetiva durkheinmarcello magela
 
Durkheim e a consciência coletiva
Durkheim e a consciência coletivaDurkheim e a consciência coletiva
Durkheim e a consciência coletivaGustavo Cuin
 
A Sociologia De éMile Durkheim
A Sociologia De éMile DurkheimA Sociologia De éMile Durkheim
A Sociologia De éMile DurkheimJorge Miklos
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Mais procurados (19)

Émile Durkheim (Clássico da Sociologia)
Émile Durkheim (Clássico da Sociologia)Émile Durkheim (Clássico da Sociologia)
Émile Durkheim (Clássico da Sociologia)
 
Durkheim
DurkheimDurkheim
Durkheim
 
Émile Durkheim
Émile DurkheimÉmile Durkheim
Émile Durkheim
 
Resumodesocio5
Resumodesocio5Resumodesocio5
Resumodesocio5
 
Emile durkheim
Emile durkheimEmile durkheim
Emile durkheim
 
Fato social epistemologia - apresentação Ana Luiza Monte
Fato social   epistemologia - apresentação Ana Luiza MonteFato social   epistemologia - apresentação Ana Luiza Monte
Fato social epistemologia - apresentação Ana Luiza Monte
 
Durkheim sociologia
Durkheim sociologiaDurkheim sociologia
Durkheim sociologia
 
emile durkhein
emile durkheinemile durkhein
emile durkhein
 
[1ºano] Émile Durkheim
[1ºano] Émile Durkheim[1ºano] Émile Durkheim
[1ºano] Émile Durkheim
 
Mapa conceitual durkheim
Mapa conceitual durkheimMapa conceitual durkheim
Mapa conceitual durkheim
 
Émile Durkheim
Émile Durkheim Émile Durkheim
Émile Durkheim
 
Aula Émile Durkheim
Aula Émile DurkheimAula Émile Durkheim
Aula Émile Durkheim
 
Fato social Durkheim
Fato social   DurkheimFato social   Durkheim
Fato social Durkheim
 
As regras do método sociológico
As regras do método sociológicoAs regras do método sociológico
As regras do método sociológico
 
éMile durkheim
éMile durkheiméMile durkheim
éMile durkheim
 
éMile durkheim.pptx 3º d
éMile durkheim.pptx 3º déMile durkheim.pptx 3º d
éMile durkheim.pptx 3º d
 
A materialização da história e o trabalho visto pelos clássicos.
A materialização da história e o trabalho visto pelos clássicos.A materialização da história e o trabalho visto pelos clássicos.
A materialização da história e o trabalho visto pelos clássicos.
 
Sociologia: Positivismo de Durkeim
  Sociologia: Positivismo de Durkeim  Sociologia: Positivismo de Durkeim
Sociologia: Positivismo de Durkeim
 
íNdivíduo e sociedade
íNdivíduo e sociedadeíNdivíduo e sociedade
íNdivíduo e sociedade
 

Semelhante a Trabajo problemática institucional

A Sociologia De éMile Durkheim
A Sociologia De éMile DurkheimA Sociologia De éMile Durkheim
A Sociologia De éMile Durkheimguestca76e87
 
Os classicos da_sociologia_ completo
Os classicos da_sociologia_ completoOs classicos da_sociologia_ completo
Os classicos da_sociologia_ completoMarcus Vinicius
 
Os classicos da_sociologia_durkheim
Os classicos da_sociologia_durkheimOs classicos da_sociologia_durkheim
Os classicos da_sociologia_durkheimLucio Braga
 
Miledurkheim 120918024516-phpapp01
Miledurkheim 120918024516-phpapp01Miledurkheim 120918024516-phpapp01
Miledurkheim 120918024516-phpapp01Jose Fernando
 
Miledurkheim 120918024516-phpapp01
Miledurkheim 120918024516-phpapp01Miledurkheim 120918024516-phpapp01
Miledurkheim 120918024516-phpapp01Jose Fernando
 
as relações entre indivíduo e sociedade a partir das teorias sociológicas
as relações entre indivíduo e sociedade a partir das teorias sociológicasas relações entre indivíduo e sociedade a partir das teorias sociológicas
as relações entre indivíduo e sociedade a partir das teorias sociológicasDennis De Oliveira Sinnedos
 
4.-Emile-Durkheim-e-a-integracao-social.ppt
4.-Emile-Durkheim-e-a-integracao-social.ppt4.-Emile-Durkheim-e-a-integracao-social.ppt
4.-Emile-Durkheim-e-a-integracao-social.pptRégio Quirino
 
Sociologia de durkheim
Sociologia de durkheimSociologia de durkheim
Sociologia de durkheimunisocionautas
 
Divisão do trabalho karl marx e émile durkheim prof. érika de cássia o. c...
Divisão do trabalho  karl marx e émile durkheim    prof. érika de cássia o. c...Divisão do trabalho  karl marx e émile durkheim    prof. érika de cássia o. c...
Divisão do trabalho karl marx e émile durkheim prof. érika de cássia o. c...Sergio de Goes Barboza
 
éMile durkheim web 1 e 2
éMile durkheim web 1 e 2éMile durkheim web 1 e 2
éMile durkheim web 1 e 2Ivonete Machado
 
Durkheim sociologia
Durkheim sociologiaDurkheim sociologia
Durkheim sociologiaColegio GGE
 
Teóricos da sociologia. as perspectívas sociológicas clássicas
Teóricos da sociologia. as perspectívas sociológicas clássicasTeóricos da sociologia. as perspectívas sociológicas clássicas
Teóricos da sociologia. as perspectívas sociológicas clássicasOtávio Miécio Santos Sampaio
 

Semelhante a Trabajo problemática institucional (20)

A Sociologia De éMile Durkheim
A Sociologia De éMile DurkheimA Sociologia De éMile Durkheim
A Sociologia De éMile Durkheim
 
Os classicos da_sociologia_ completo
Os classicos da_sociologia_ completoOs classicos da_sociologia_ completo
Os classicos da_sociologia_ completo
 
Os classicos da_sociologia_durkheim
Os classicos da_sociologia_durkheimOs classicos da_sociologia_durkheim
Os classicos da_sociologia_durkheim
 
éMile durkheim
éMile durkheiméMile durkheim
éMile durkheim
 
Aula 3 - Durkheim
Aula 3 - DurkheimAula 3 - Durkheim
Aula 3 - Durkheim
 
emiledurkheim-.ppt
emiledurkheim-.pptemiledurkheim-.ppt
emiledurkheim-.ppt
 
Miledurkheim 120918024516-phpapp01
Miledurkheim 120918024516-phpapp01Miledurkheim 120918024516-phpapp01
Miledurkheim 120918024516-phpapp01
 
Miledurkheim 120918024516-phpapp01
Miledurkheim 120918024516-phpapp01Miledurkheim 120918024516-phpapp01
Miledurkheim 120918024516-phpapp01
 
éMile durkheim
éMile durkheiméMile durkheim
éMile durkheim
 
Cap 03 durkheim
Cap 03 durkheimCap 03 durkheim
Cap 03 durkheim
 
as relações entre indivíduo e sociedade a partir das teorias sociológicas
as relações entre indivíduo e sociedade a partir das teorias sociológicasas relações entre indivíduo e sociedade a partir das teorias sociológicas
as relações entre indivíduo e sociedade a partir das teorias sociológicas
 
Cap 03 durkheim
Cap 03 durkheimCap 03 durkheim
Cap 03 durkheim
 
Aula durkheim
Aula durkheimAula durkheim
Aula durkheim
 
4.-Emile-Durkheim-e-a-integracao-social.ppt
4.-Emile-Durkheim-e-a-integracao-social.ppt4.-Emile-Durkheim-e-a-integracao-social.ppt
4.-Emile-Durkheim-e-a-integracao-social.ppt
 
Sociologia de durkheim
Sociologia de durkheimSociologia de durkheim
Sociologia de durkheim
 
Divisão do trabalho karl marx e émile durkheim prof. érika de cássia o. c...
Divisão do trabalho  karl marx e émile durkheim    prof. érika de cássia o. c...Divisão do trabalho  karl marx e émile durkheim    prof. érika de cássia o. c...
Divisão do trabalho karl marx e émile durkheim prof. érika de cássia o. c...
 
éMile durkheim web 1 e 2
éMile durkheim web 1 e 2éMile durkheim web 1 e 2
éMile durkheim web 1 e 2
 
Durkheim sociologia
Durkheim sociologiaDurkheim sociologia
Durkheim sociologia
 
Durkheim sociologia
Durkheim sociologiaDurkheim sociologia
Durkheim sociologia
 
Teóricos da sociologia. as perspectívas sociológicas clássicas
Teóricos da sociologia. as perspectívas sociológicas clássicasTeóricos da sociologia. as perspectívas sociológicas clássicas
Teóricos da sociologia. as perspectívas sociológicas clássicas
 

Trabajo problemática institucional

  • 1. 1 Teoria das Representações Sociais, de Moscovici: auxílio no entendimento da expansão das ONGs
  • 2. 2 Proposta de Moscovici: Quebrar as barreiras entre a racionalidade e o senso comum, a razão e a emoção, o sujeito e o objeto
  • 3. 3 Destaque na Teoria: Percepção inovadora a respeito da integração entre os fenômenos perceptivos individuais e sociais
  • 5. O principio da integração social O principio da coesão social O principio da contradição coesão e equilibrio Interesses e dominação Conflito e transformaçã o Paradigma positivista- funcionalista Paradigma compreensivo- hermenêutico Paradigma dialético- marxista
  • 6. Os Clássicos da Sociologia Emile Durkheim (1857 – 1917) Max Weber (1864 – 1920) Karl Marx (1818 – 1883) Objeto da Sociologia Método Classes Sociais Fato Social Ação Social Dialética Explicação Compreensão Social
  • 8. BIBLIOGRAFIA BASICA GARCIA, Dirce Maria Falconi. O pensamento sociológico de Emile Durkheim. In Lemos Filho, Arnaldo. Sociologia Geral e do Direito. 5ªedição, Campinas:Ed.Alinea, 2012 SELL, Carlos Eduardo. Sociologia Classica: Marx, Durkheim e Weber. Petropolis, Ed.Vozes,2009 LEMOS FILHO, Arnaldo. Slides
  • 9. BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR 1.COSTA, Cristina. Sociologia,uma introdução à Sociedade.3ªedição.São Paulo: Editora Moderna, 2005 2. ARON, Raymond. As etapas do Pensamento Sociológico. Brasilia, UNB,1980 3. QUINTANERO, Tania. Um toque de classicos. 2ª edição. Belo-Horizonte: Ed. UFMG, 2004 4. CASTRO, Ana Maria-DIAS, Edmundo.Introdução ao pensamento sociológico. Rio de Janeiro, Ed. Eldorado,1987, 9ªedição.
  • 10. MÉTODO Os fatos sociais devem ser tratados como coisas Regra fundamental
  • 11. A explicação científica exige que o pesquisador mantenha certa distância e neutralidade em relação ao fato a ser estudado. O sociólogo deve deixar de lado suas pré-noções, isto é, seus valores e sentimento pessoais. Não pode haver envolvimento afetivo ou interferência do sujeito em relação ao objeto. Enfatiza a posição de neutralidade e objetividade que o pesquisador deve ter em relação à sociedade: deve descrever a realidade social sem deixar que suas idéias e opiniões interfiram na observação dos fatos sociais MÉTODO
  • 12. “O conjunto das crenças e dos sentimentos comuns à média dos membros de uma mesma sociedade forma um sistema que tem sua vida própria; podemos chamá-lo consciência coletiva ou comum. Sem dúvida, ela não tem por substrato um órgão único; é, por definição, difusa em toda extensão da sociedade” ( A Divisão do Trabalho Social) CONSCIÊNCIA COLETIVA
  • 13. CONSCIÊNCIA COLETIVA Trata-se da idéia do que seja o psíquico social. A consciência coletiva é objetiva (não vem de uma só pessoa), é exterior (é o que a sociedade pensa), age de uma forma coercitiva. A consciência coletiva manifesta-se nos sistemas jurídicos, nos códigos legais, na arte, na religião, nas crenças, nos modos de sentir, nas ações humanas. Existe difundida na sociedade e é interiorizada pelos indivíduos. É, de certo modo a moral vigente da sociedade. Para Durkheim, a sociedade è mais do que a soma dos indivíduos e o todo (a sociedade) prevalece sobre as partes(os indivíduos).
  • 14. Sendo um conceito muito abrangente, a partir de 1897, Durkheim passa a utilizar o conceito de “representações sociais” “A vida social é feita essencialmente de representações que são os estados de consciencia coletiva, diferentes me natureza dos estados de consciência individual.Elas exprimem o modo pelo qual o grupo se concebe a si mesmo em suas relações com os objetos que os afetam. Ora o grupo está constituído de maneira diferente do indivíduo, e as coisas que o afetam são de outra natureza. Para compreender a maneira como a sociedade se vê a si mesma e ao mundo que a rodeia, é preciso considerar a natureza da sociedade e não a dos indivíduos” (“ As Regras do Método Sociológico) Representações Sociais
  • 15. 2ª contribuição A preocupação em estabelecer normas que justifiquem a manutenção da sociedade capitalista A Divisão do Trabalho Social
  • 16. Em sua obra A Divisão do Trabalho Social procura compreender as repercussões da divisão do trabalho e do aumento do individualismo na integração social. Durkheim tenta entender o funcionamento da sociedade da mesma forma que a Biologia entende o funcionamento de um corpo. Cada indivíduo tem uma função a cumprir que é importante para o funcionamento de todo o corpo social. A Divisão do Trabalho Social
  • 17. Daí o efeito mais importante da divisão do trabalho não é o seu aspecto econômico (aumento de produtividade) mas a integração e a união entre os membros, que Durkheim denomina SOLIDARIEDADE. Quanto mais for especializada sua atividade, mais o membro de uma sociedade passa a depender dos outros membros. Divisão Social do trabalho vem a ser a especialização de funções entre os indivíduos de uma sociedade. A Divisão do Trabalho Social
  • 18. 18 Foco da Teoria: Poder das idéias do senso comum, estudando as formas como as pessoas partilham o conhecimento, constituindo uma realidade comum entre si e transformando idéias em prática.
  • 19. 19 Representações sociais Uma representação pode ser definida como um conjunto de fenômenos perceptivos, imagens, opiniões, crenças e atitudes. O entrelaçamento dos vínculos entre esses elementos possibilita a atribuição de significados aos processos sociais e psicológicos. (Margot Madeira – 2001)
  • 20. 20 Núcleo Central dasNúcleo Central das Representações SociaisRepresentações Sociais O Núcleo Central é um subconjunto da representação social composto dos elementos cuja ausência desestruturaria a representação ou lhe daria uma significação completamente diferente. (Jean-Claude Abric)