Boletim trimestral n.º 20

1.058 visualizações

Publicada em

Associação Seara do Trigo, boletim trimestral de atividades desenvolvidas.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.058
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
744
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Boletim trimestral n.º 20

  1. 1. N E S T A E D I Ç Ã O O J A R D I M F L O R E S C E N O D E S F I L E D E C A R N A V A L 1 B A I L E D E C A R N A V A L N O C O L I S E U M I C A E L E N S E 1 A L M O Ç O C O N V I V I O N O S F E N A I S D A L U Z 3 A L M O Ç O C O N V I V I O D A Q U I N T A D O T I M A N E L 4 M A L A S S A D A S N O C A R N A V A L D A S E A R A 4  FESTA DO DIVINO ESPIRITO SANTO NA ASSOCIAÇÃO SEARA DO TRIGO  MAIOS NA AST E V E N T O S No dia treze de fevereiro de dois mil e quinze realizou-se mais um desfile da Câmara Municipal de Ponta Delgada com a participação de jardins de infância, escolas básicas, do primeiro e do segundo ciclo, escolas secundárias e profissionais e de instituições particulares de solidariedade social do Concelho. Este ano a Associação Seara do Trigo participou no desfile exibindo uma onda verde representando a relva de onde brotavam flores diversas muito coloridas, com alguns insetos, igualmente coloridos. Destacou- se também uma árvore no meio de tanta cor. Na frente do desfile segurando o estandarte da Instituição estavam dois jardineiros com uma frase muito sugestiva “Parecemos diferentes porque somos especiais” (Continua na pág. 3). O JARDIM FLORESCE NO DESFILE DE CARNAVAL J A N E I R O / F E V E R E I R O / M A R Ç O N º 2 0 / 2 0 1 5 Boletim Informativo SEARA DE PALAVRAS No dia 5 de fevereiro de dois mil e quinze realizou-se o décimo baile de Carnaval para pessoas especiais no Coliseu Micaelense, organizado pela Associação de Pais e Amigos das Crianças Deficientes do Arquipélago dos Açores, com o apoio da Câmara Municipal de Ponta Delgada e do Coliseu Micaelense (Continua na pág. 2). BAILE DE CARNAVAL NO COLISEU MICAELENSE A tradicional batalha de confetis entre pessoas da Seara do Trigo. Concurso de trajes no Coliseu Micaelense. Frente do desfile da Associação Seara do Trigo.
  2. 2. Página 2E D I Ç Ã O T R I M E S T R A L Boletim Informativo BAILE DE CARNAVAL NO COLISEU MICAELENSE Clientes e colaboradores da AST a confraternizarem no Baile do Coliseu Micaelense. Esta iniciativa implica novas formas de inclusão e de cooperação com a comunidade, e visa integrar todas as instituições que de alguma forma contribuem, diariamente, para o bem- estar e conforto dessas pessoas. O Coliseu Micaelense encontrava-se repleto de jovens e adultos, clientes e colaboradores de algumas Instituições Particulares de Solidariedade Social da Ilha de São Miguel. Como em todos os bailes, a pista foi, durante a tarde, palco de muita dança ao som dos ritmos brasileiros que caracterizam esta quadra. Os foliões vestiram-se a preceito para a ocasião com trajes diversificados retratando as mais diversas personagens do mundo imaginário e do mundo real. Este ano a Associação Seara do Trigo participou no concurso de trajes com os clientes Paulo Pereira, vestido de palhaço e o cliente João Viveiros, vestido de bispo. Foram apresentados vários trajes por todas as instituições presentes, dificultando, sobremaneira, a decisão do júri. No entanto, ficou patente que o mais importante não era o melhor traje, mas sim tomar parte da festa e do convívio que este evento proporciona a todos quantos nele participam.
  3. 3. O JARDIM FLORESCE NO DESFILE DE CARNAVAL A s s i m , s i m b o l i c a e metaforicamente pretendeu-se representar que, tal como as flores são todas diferentes todas necessitam dos mesmos tratos, isto é, necessitam de água, nutrientes e sol. Assim, são as pessoas, todas diferentes, mas com os mesmos direitos e os mesmos deveres. Participaram no desfile os seguintes foliões: Aida Moniz, Ana C. Franco, André Melo, Bruno Cabral, Cátia Melo, Ilda Carvalho, Laura Soares, Lúcia Jacob, Marco Jacob, Milton Pereira, Nelson Briló, Paulo Pereira, Ricardo M. Pereira, Ricardo J. Pereira, Rui Arruda, Rui Lima, Rui Machado, Sara Alves e Sónia Lima. Foi mais um desfile de Carnaval onde a sátira e o simbolismo e s ti v e r a m p r e s e nt es n a participação da Associação Seara do Trigo. Página 3E D I Ç Ã O T R I M E S T R A L Boletim Informativo Clientes e colaboradores da Associação a assistir à passagem do desfile. Grupo de clientes e colaboradores do grupo de transição. No dia vinte e seis de março de dois mil e quinze realizou-se mais um convívio com um grupo de clientes e de colaboradores da Associação Seara do Trigo, na quinta do Auxiliar de Serviços Gerais Paulo Jorge Pacheco, nos Fenais da Luz. Nesta ocasião todos os elementos, sobretudo, do grupo de transição foram presenteados com um almoço com iguarias tradicionais da nossa terra. Foi mais um convívio muito apreciado por todos não só pela forma carinhosa e simpática como foram recebidos, mas também pela comida caseira apresentada, muito saborosa. ALMOÇO CONVIVIO NOS FENAIS DA LUZ Participantes no desfile de Carnaval da Câmara Municipal dde Ponta Delgada.
  4. 4. ALMOÇO CONVIVIO DA QUINTA DO TI MANEL F I C H A T É C N I C A Direção Editorial: Rui Alexandre Ferreira Melo Edição: Associação Seara de Trigo/ Área Complementar TIC Tiragem: Variável Morada: Rua do Contador, 71 9500-050 Ponta Delgada Telemóvel TMN: 925960032 Telefone: 296 305 480 Fax: 296 305 488 E-mail: searadotrigo@gmail.com Página 4E D I Ç Ã O T R I M E S T R A L Boletim Informativo Confeção de Malassadas na cozinha de treino da AST. No dia quinze de janeiro de dois mil e quinze realizou-se mais um almoço convívio entre os clientes e os colaboradores da Quinta do Ti Manel. O almoço, desta vez, decorreu num restaurante chinês de Ponta Delgada. Estas iniciativas visam premiar os colaboradores e os clientes deste ateliê pela dedicação e qualidade no desempenho, manifestados no decorrer das atividades desenvolvidas no mesmo. O convívio foi do agrado de todos os participantes. No dia vinte e nove de janeiro de dois mil e quinze elaborou-se na cozinha de treino uma iguaria típica da época carnavalesca dos Açores, as malassadas. Os clientes do grupo de transição acompanhados pelo Ajudante de Reabilitação Carlos Barros confecionaram as malassadas com o intuito de angariar fundos para a Associação. Os “pasteleiros” não só as confecionaram como as comeram e puderam, assim, degustar mais uma tradição da nossa terra. MALASSADAS NO CARNAVAL DA SEARA Degustação do almoço convívio da Quinta do Ti Manel.

×