Santa Maria, sexta-feira, 13 de novembro de 2015 - Ano XVII - Edição 1092 - R$ 1,50
ja@jornalacidade.com-circulaàssextas-f...
2 De 13 a 19 de novembro de 2015
PASSEIO TURISTICO:Amanhã 14h saída defronte a Catedral. Conheça
Santa Maria e deguste a n...
A CidadeA Cidade 3De 13 a 19 de novembro 2015
A partir de hoje até domingo, 15, na Gare da Esta-
ção Férrea, as apresentaç...
A CidadeA Cidade4 De 13 a 19 de novembro de 2015
Pe. Bertilo João Morsch –Pe. Bertilo João Morsch –Pe. Bertilo João Morsch...
A CidadeA Cidade 5De 13 a 19 de novembro 2015
Valdemar Roveda, “Cidadão
Santa-mariense”, Ponto do Cafezi-
nho, desde março...
A CidadeA Cidade6 De 13 a 19 de novembro de 2015
A Nação Brasileira comemora nes-
te domingo, 15 de novembro – feria-
do n...
A CidadeA Cidade 7De 13 a 19 de novembro de 2015
Apesar de tantos comentários da crise reinante no país, o
imóvel ainda é ...
A CidadeA Cidade8 De 13 a 19 de novembro de 2015
Após um evento tão importante e pelo número expressivo
de devotos, é just...
9De 13 a 19 de novembro de 2015
JornalACidade em Comunidade
É o espaço que valorizamos o empreendedorismo seja qual for o ...
10 De 13 a 19 de novembro de 2015
11De 13 a 19 de novembro de 2015
Nossa ci-
dade, a
partir de
hoje, aco-
lhe artis-
tas, ...
12 De 13 a 19 de novembro de 2015
Sãoduasopçõesparavocêanunciaroquedesejavender,utilidadesdeummodogeral,pequenoscustos.Par...
A CidadeA Cidade 13De 13 a 19 de novembro de 2015
O momento é de economia e cautela, procurar
não endividar com obras os p...
A CidadeA Cidade14 De 13 a 19 de novembro de 2015
Oláamigosleitores!
Nesta publicação quero fazer alguns alertas
sobre seg...
A CidadeA Cidade 15De 13 a 19 de novembro de 2015
E N Q U E T E
O nativismo, a música e a arte valorizam nossas tradições....
A CidadeA Cidade16 De 13 a 19 de novembro de 2015
Diferente das mulheres, os homens não cos-
tumam visitar um médico a não...
A CidadeA Cidade 17De 13 a 19 de novembro de 2015
Edital de Interdição 1ª Vara de Famíçia e
Sucessões- Comarca de Santa Ma...
19De 13 a 19 de novembro de 2015
Sejaqualforosegmento,tan-
tonojornalacidadehá17anos
e das 10h às 12h aos sábados
narádioI...
Sexta-Feira, 13 de novembro de 2015
Ano XVII - Edição 1093 - R$ 1,50
A partir do dia 18 de novembro de 2004o
jovem empreen...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Jornal A Cidade Edição Digital Completa. Edição n. 1093 - 13.11.2015

437 visualizações

Publicada em

Jornal A Cidade Edição Digital Completa. Edição n. 1093 que circula no dia 13.11.2015 do Jornal A Cidade de Santa Maria/RS. O Jornal A Cidade é um jornal semanal focado no empreendorismo local.

Publicada em: Notícias e política
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
437
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
15
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Jornal A Cidade Edição Digital Completa. Edição n. 1093 - 13.11.2015

  1. 1. Santa Maria, sexta-feira, 13 de novembro de 2015 - Ano XVII - Edição 1092 - R$ 1,50 ja@jornalacidade.com-circulaàssextas-feiras- www.jornalacidade.com Tertúlia e a Juventude O povo é acostumado a aplaudir os adultos quando no palco, masatertúlianativistapassouavalorizartambémospequenos,o espaço foi oportunizado e eles dando o seu show. Vitor Vianna Caprioli faz parte da nova geração já com uma longa caminhada na música estará logo mais mostrando seu talento. As duplicaçõesAs duplicações Pelo trabalho, pela base que vem sendo colo- cado e os buracos abertos é o indicativo que teremos rodovias por muito tempo, pela estru- tura que está sendo preparada. Homenagemà bandeira A Romaria do povo e da esperança Pela multidão da caminhada e a concentra- ção no santuário tanto pela manhã quanto à tarde dá para constatar que a maioria procura na fé a consolidação dos seus objetivos e feli- zesaquelesqueescolhemestecaminho,como disseDomAtílio“Quemaquiestevequevolte renovado e que nunca percam a esperança” Um Vício ou Necessidade? PÁGINA 03PÁGINA 03PÁGINA 03PÁGINA 03PÁGINA 03 PÁGINA 11PÁGINA 11PÁGINA 11PÁGINA 11PÁGINA 11 PÁGINA 14PÁGINA 14PÁGINA 14PÁGINA 14PÁGINA 14 PÁGINA 06PÁGINA 06PÁGINA 06PÁGINA 06PÁGINA 06 PÁGINA 08PÁGINA 08PÁGINA 08PÁGINA 08PÁGINA 08 PÁGINA 13PÁGINA 13PÁGINA 13PÁGINA 13PÁGINA 13 Foto: Cassia Ribeiro da Cruz Jogada de Marketing
  2. 2. 2 De 13 a 19 de novembro de 2015 PASSEIO TURISTICO:Amanhã 14h saída defronte a Catedral. Conheça Santa Maria e deguste a nossa gastronomia e alguns pontos que o ônibus vai passar. Reservas 3223.5542. CONFRATERNIZAÇÃO:Organizaçõesgriloenviandoosconvitesparaseu jantar anual onde reúne concessionárias segmentos do setor de automóveis e amigos. Há 46 anos ele realiza essa festa. PÊSSEGOS:EmPortoAlegreemVilaNova,produtorescom120haesperam colher 400 toneladas de pêssego, ano passado foram 750. Nossa cidade não poderiainvestirnessesegmento? VILAGASTRONÔMICA:Amanhã à tarde na praça dos bombeiros lá estará a cerveja Maria Santa. CAVALGADASANTO EXPEDITO: No dia 22 de novembro às 07h30min no Parque da Medianeira será a concentração para a cavalgada até o Santuário de Santo Expedito em Itaara. Quando lá acontece ás 10h30min a Missa Crioula e logo após almoço. CARRINHOAGAS 2015:Aentrega será no dia 30 na casa NTX em Porto Alegre e ontem foi o dia dosupermercado,nacer- ta alguns daqui serão ho- menageados. ANIVERSÁRIO: As- sociaçãodecarrosantigos, as relíquias de Santa Ma- ria nesse final de semana vãoparaBentoGonçalves participardaexposiçãona- cional. No dia 28 de no- vembronorestaurantevia gastronômicaojantarbai- ledeaniversário.Convites poradesão.AKombiéum patrimôniodoscarrosan- tigos. APISMAR: é a associação de apicultores de Santa Maria. Foi criada em 13 de novembro de 1985, completando 30 anos de atividade,suasedeénaRuaTuiuti embaixodoViadutodoParqueIta- imbé, ela congrega criadores de abelha e produtores de mel. Sa- bemos o quanto se trabalha na re- gião investindo no segmento. E a APISMARbuscandosempreino- vações e qualidade do mel que comercializa. Nosso estado é um grande exportador de mel só que as pesquisas indicam que neste ano reduziu em mais de 20% as exportações. E para quem costu- ma consumir o delicioso produto visite as casas que fazem parte da APISMAR,assimsempreencon- tram um mel puro e de qualidade. CARNESEMBUTIDAS:Pela suasaúdeedesuafamíliaquando alguémlheoferececarnesdemodogeral e o preço for tentador tome cuidado que aprocedênciaéduvidosa,damesmafor- ma os embutidos, saibam a procedência e preste um favor para a saúde quando suspeitar que algo está errado pelo pre- ço cobrado chame a BM, estará cola- borando para acabar com o abigeato. LAR DA JOAQUINA: Amanhã 17h30minchádaprimaveraejuntoafeira de artesanato. Tr.: (55) 3221.3197.
  3. 3. A CidadeA Cidade 3De 13 a 19 de novembro 2015 A partir de hoje até domingo, 15, na Gare da Esta- ção Férrea, as apresentações competitivas – sempre às 20h30min -, e shows musicais da XXIII Tertúlia Musical Nativista e IITertulinha.Aprogramação pre- vê nos dias 13 e 14 as eliminatórias daTertúlia e apre- sentaçãodosclassificadosparaaTertulinha,quemais uma vez abre espaço para a valorização dos mais jo- vens e o despertar de novos talentos da cultura musi- cal . No domingo, 15, será realizada a apresentação dasquatrocomposiçõesfinalistasdaIITertulinha,sendo duas na categoria Mirim e duas na categoria Juvenil, além das 14 finalistas concorrentes da XXIII edição da Tertúlia, seguida da cerimônia de premiação. O tradicional evento na região central do RS é uma pro- moçãodaAssociaçãoTradicionalistaEstânciadoMi- nuano com realização da Prefeitura, através da Secre- taria do Município da Cultura, tendo como entidades apoiadoras a 13ª RT e CPF Piá do Sul. Conforme os organizadores trata-se de uma realização, que oportu- niza manifestações artístico-culturais, promovendo a integraçãoetrocadeexperiênciasentremúsicos,poe- tas, compositores e intérpretes, de forma a projetar SantaMariacomoimportantepolocultural,educacio- nal, turístico e econômico do Estado. E, aTertulinha, por sua vez, que acontece no mesmo período da Ter- túlia, busca incentivar o jovem artista a participar dos eventosnativistas,permitindoademonstraçãodesuas potencialidades. Os ingressos para o evento são gra- tuitoseretiradosantecipadamente,medianteaentrega deumquilodealimentonãoperecível.Seleçãoepre- miação: Serão selecionadas 20 composições para a faseclassificatória,aserdivididasemduasapresenta- ções, nos dias 13 e 14.Após as respectivas eliminató- rias, serão divulgadas as 14 músicas que irão compor o CD e DVD e concorrerão à premiação.ATertulinha Tertúlia Musical Nativista vaipremiar12concorrentes(seisnacategoriaMirime seisnacategoriaJuvenil)classificadosnatriagemcom o valor de R$ 1500, além de troféus para os primeiros e segundos colocados nas duas categorias. Os prêmi- osXXIIITertúliadeterminamparao1ºlugar,oTroféu Minuano e R$ 8.000; 2º lugar:TroféuAmaury Dalla- porta e R$6.000 ; 3º lugar: TroféuAntônioAugusto Ferreira e R$5.000; Melhor Composição sobre Santa Maria–TroféuVentoNorteeR$7.000,•MúsicaMais Popular: Troféu Imembuí e R$ 1.500; Melhor Intérprete:TroféuCantadoreR$1.500;MelhorLetra: TroféuAntônioCar- los Machado e R$ 1.500; Melhor ins- trumentista:Troféu Larry Charão e R$ 1.500; MelhorAr- ranjo:Troféu“Cora- çãodoRioGrande” e R$ 1.500. Jura- dos:Acomissãojul- gadora do festival é composta de sete integrantes: Diogo Matos, Vinicius Brum, Jair Medei- ros,AnaliseSevero, Juca Moraes, João deAlmeida Neto e Rômulo Chaves. Shows: Hoje, 13 - Cesar Oliveira e Rogério Melo; Dia 14- Os Fagundes; Dia 15 - Pedro Or- taçaefamília. DESTAQUE: Vitor Capriolli, 14 anos, pelo 4° ano consecutivoédestaque comointérpretemirim noCir- cuito de Rodeios da 13° Região Tradicionalista. No domingo já está gravado uma participação do progra- ma ‘Semeando Cultura’ com Sauro Oliveira às 10h, no Canal 19. Conforme o seu pai, Sergio Caprioli, “é umfilhofantástico,grandeparceiro,superresponsável semdeixardesermolequepossuidordegrandedisci- plina para os estudos e com ótima percepção musical e sensorial”. Informações: (55) 3223.6270.
  4. 4. A CidadeA Cidade4 De 13 a 19 de novembro de 2015 Pe. Bertilo João Morsch –Pe. Bertilo João Morsch –Pe. Bertilo João Morsch –Pe. Bertilo João Morsch –Pe. Bertilo João Morsch – Pároco da Paróquia da Ressurreição e Reitor do SeminárioPároco da Paróquia da Ressurreição e Reitor do SeminárioPároco da Paróquia da Ressurreição e Reitor do SeminárioPároco da Paróquia da Ressurreição e Reitor do SeminárioPároco da Paróquia da Ressurreição e Reitor do Seminário Maior São João Maria VianeyMaior São João Maria VianeyMaior São João Maria VianeyMaior São João Maria VianeyMaior São João Maria Vianey..... Ele faz parte das tradições gaúchas, mas torna- se para nós um destino turístico e convenhamos, faltam 15 dias para o término de novembro, o mês de outubro foi de bons eventos e aqueles que não viajaram usufruíram desse beneficio e no fi- nal de semana último o evento do ano, além da fé, da espiritualidade, a devoção, romeiros aqui estiveram para orar, agradecer a Nossa Senhora Medianeira que sempre intercede quando é soli- citado. Uma multidão de pessoas se fez presente. Desde o dia 25, tanto pela manhã como à noite, devotos compareceram em grande número na trezena que percorreu as nossas igrejas. Quero dizer com isso que o mês está sendo agradável. TERTÚLIA NATIVISTA: A partir de hoje, a cidade estará recebendo visitantes para prestigiar este momento musical, vocal e acima de tudo a valorização dos nossos artistas, como acontece anualmente, o espaço defronte à Gare, será to- mado pela comunidade. Sabemos o quanto enaltece uma pessoa quando alguém valoriza a indumentária gaúcha, os costumes, a gastronomia e principalmente a dança. Como é gratificante ver as crianças envolvendo-se nas tradições gaúchas e mais uma vez, o Tertulinha, vai apresentar novamente os pequenos que ano passado empolgaram. Precisamos manter a cha- ma acesa para mostrar para o país, que mesmo diante de uma crise reinante, o gaúcho está atento e mantém a suas tradições e através delas, cons- tatamos o quanto as famílias se mantém unidas e principalmente as crianças com entusiasmo passam a ter hábitos saudáveis de disciplina e respeito. Portanto, precisamos, nesse final de se- mana, já que domingo festejamos a proclama- ção da república. Neste caminho, que cada vez mais nos tornamos representantes da região cen- tral, temos motivos de sobra para que nos ve- nham visitar, principalmente apartir de agora, pela promoção comercial, pela decoração do cora- ção que esta sendo preparado e inaugurado napróxima semana que vai fazer a diferença. Mais uma vez, o que nos falta, é leis para punir o vandalismo e as pichações, por outro lado, so- mos portadores de virtudes, criadas e pela bon- dade divina que satisfazem a todos. Poucas ci- dades do estado têm tanto a oferecer como San- ta Maria. Valorizar mais, trabalhar e organizar vejam, por exemplo, o sucesso da romaria de Medianeira. Foi planejada e a comunidade abra- çou a causa e o resultado foi positivo. Vivemos o novembro, com nobreza e orgulho, prestigiando sempre aqueles que promovem e realizam eventos de todas as naturezas que atra- vés desse tipo de trabalho digno,todos os segmen- tos têm sua compensação, pois aqui chegando visitante, ele vem disposto a gastar. Vamos ex- plorar o turismo e não o turista. Este é o novo conceito nacional. Acabaram aquelas frases “se você não quer, outro quer’’, pois hoje os consu- midores devem ser tratados diferentes. Bem vin- dos a Santa Maria, gaúchos e gaúchas, peque- nos e grandes aqui estão na Terra da Padroeira do Rio Grande, Nossa Senhora Medianeira. O tradicionalismo Um final de semana muito movimentado que vem gratificar o empreendedorismo, pois o novembro começou com o pé direito. Gran- des eventos no final de semana último, a Ro- maria Nossa Senhora Medianeira e a partir de hoje, o festival nativista em nossa cidade. Confirma-se assim que Santa Maria é real- mente um destino turístico e com base nis- so, para quem tomou conhecimento, somos felizes em ter sido destacado no congresso em Curitiba e recentemente em Brasília que o modelo de turismo municipal, deveria ser modelo para o Brasil, demonstra-se assim o empenho, a dedicação do executivo da secre- taria de turismo e outros setores municipais e mais uma vez brilhamos no congresso em Gramado, focando sempre no turismo reli- gioso. Recentemente o CPF Piá do Sul, rea- lizou a festa do Xirú, pouco divulgada, mas a presença marcante dos CTGS do estado. E como foi bom ver a indumentária gaúcha, a dança, o coleguismo, as crianças aplaudindo, fatores estes que enaltecem o turismo de nossa cidade. Se nesse final de semana te- mos a oferecer a tertúlia nativista aonde ela vem investindo também na Tertulhinha, abrin- do espaço para as crianças que é o futuro do amanhã. No dia 21 abertura oficial do Natal do coração e no final do mês o Pátio Rural e tantos outros eventos programados para este mês. É a cidade mobilizada, unida, visando o bem comum e social, mas cada um focando, fortalecendo e investindo no seu segmento para poder levar adiante e poder conquistar seus objetivos. Há muito a ser feito, princi- palmente na conscientização das pessoas, uma motivação maior na limpeza, na coloca- ção do lixo e denunciar o vandalismo. Toda cidade que investe em turismo, principalmen- te neste ano ela vai colher frutos porque o custo para ir ao exterior tornou-se impagá- vel para alguns, desta forma o turismo nacio- nal e porque não o local, será fortalecido nes- te final de ano e durante as férias. Para tanto é necessário criar atrativos para que venham nos visitar. Algumas rotinas são interessantes. Não cansam nem exigem esforço. É como se fosse um ritual. Um exercício diário com jeito de internalização. Talvezointelectonementreemfuncionamento,dada à quantidade de repetições. Falo do meu quarto: afastar a cortina, abrir as janelas, favorecer a ven- tilação,deixarqueosolentre.Emseguida,daruma espiada no tempo, esticar as articulações, reunir energias, abraçar o novo dia. Depois de abrir as janelas, nem pensar de voltar para a cama. O sono leva um susto, o vento espanta. Janelas foram feitas para serem abertas. Se não fosse assim, poderia ser simplesmente mais uma parede.Abrir as janelas não é tarefa, é um jeito de expandir,deexercitarespontaneidade,deincremen- tar oscilação. Quem abre diariamente as janelas talvez tenha mais facilidade para as andanças da vida, onde a oxigenação é condição para as trans- formações. Janelas fechadas obrigam à escuridão. Não fica bem deixa-las sempre trancadas. Há pessoas que se parecem com janelas abertas: sãoacolhedoras,favorecempassagens,entrelaçam comunicação.Osorrisoémaisespontâneo,aserie- dadeficaesquecidaemalgumacômodaderecorda- ções.Abrirasjanelasdavidaéestaratentoasatuali- zações,deixandoentreabertaacapacidadedelidar comasdiferenças.Osjulgamentossãolevadospelo ventodaconcórdia,dissipandoqualquerindisposição. O medo tem deixado muitas janelas fechadas ou limitadas pelas grades de proteção. Aespontanei- dadeandameioescassa,semcontaraavalanchede preocupações.Ter casa e não poder abrir as janelas não é muito bom. Tomara que um dia prevaleça a ventilação da justiça, onde todos possam provar a fraternidadecomumaforteemoção.Pordetrásdas janelas fechadas está um jeito de organizar o mun- do,talvezsejaaideologiadaostentação. Na vida, tudo o que fazemos é nosso para sem- pre.Podemoscompararavidacomumlivro.Cada dia é uma página. Não se pode usar a borracha ou deletar. Não se pode amassar o papel e pedir nova folha. Aquilo que escrevemos, escrevemos para sempre. Não podemos voltar ao começo da vida e tentar um novo início. Podemos começar agora e preparar um fim diferente. O passado é para sem- pre nosso.As escolhas são definitivas. Porém nada impede de hoje fazermos novas escolhas. E essas escolhas podem partir dos erros cometidos. Outro detalhe que encanta é tirar um tempo para debruçar-sejuntoajanela.Olharsemnadaver,pen- sar sem a necessidade de explicar, vibrar sem ter motivos.Janelasnãoservemapenasparaventilação. A vida se refaz quando o olhar alcança o ilimitado. Espiarpelajanelatambémfazbem:devolveumpou- codeserenidade,permiterespirarfundo,acreditando novamentenomundo.Voucontinuarabrindoasjane- las, as do quarto e as da vida. Sempre gostei de al- cançarhorizontes,emboraestejamtãolonge. OSolpassapor janelaspequenas
  5. 5. A CidadeA Cidade 5De 13 a 19 de novembro 2015 Valdemar Roveda, “Cidadão Santa-mariense”, Ponto do Cafezi- nho, desde março 2004. Sugestões e/ou críticas para esta página: Tel.: (55) 3223.5192/8407.1000 site: www.jornalacidade.com E-mail.: ja@jornalacidade.com CONHECIMENTOS: Oempresáriosabeconduzirasuaem- presa, contratar funcionários, demitir, investir, por isso que a iniciativa privada vai bem. O médio vai se especializando cada vez mais, assim o dentista, o advogado, os religiosos com profundidade dominam a palavra nas suas homilias. Se alguns políticos ou gestores públicos se estivessem preparados as- sim também teríamos gestões públicas a contento de todos. BANDITISMO: Quando o cerco aperta nas grandes cidades eles vão para o interior é só acompanhar. Em nossa cidade além do abigeato estão atacando as famílias, pessoas impotentes na sua defesa, sem cachorro para criar, pois tem um custo elevado, não pode ter arma e o medo toma conta. Não temos soluções em curto prazo.Aúnica é criar aos arredores da casa valetas cheias de água. Mesmo com o custo criar cachorros, usar armas bran- cas ou bodoques e colocar uma sirene muito potente para aler- tar os assaltantes e quem puder escondido comprem umas ar- masnemquesejadoParaguai.Elespodemandararmadosealei os protegem e quando flagrar alguém se conseguir dominá-lo convide a vizinhança e tome suas providências. DOM HÉLIO:No encerramento da Romaria ele pediu a cada romeiro que limpassem um pou- coosantuárioparadeixa-locomo no sábado, brilhante iniciativa. BRASÍLIA:Para a tristeza dos brasileiros, alguém acha que Eduardo Cunha será cassado pela comissão de ética? É o mes- mo caso do processo que en- volve a presidente nas eleições do ano passado. O nosso regi- me republicano está à deriva. Tire suas próprias conclusões. AQUECIMENTOSOLAR:Para quemvaiàVilaMaringánasobras Minha casa Minha vida, Leonel Brizola, vai ver em cada residên- ciaumacaixad’aguacomaqueci- mentosolar.Sãonormasfederais. O novo sistema habitacional. Dá para imaginar o custo? NELSONMARCHEZANJR.:A exemplodosaudosopaiquenunca faltavaasRomarias,ofilhomarcou presençatambémnodomingo. AZUL:É o novembro azul, mas nossa com- panhia aérea só um voo para nossa cidade, es- tamos regredindo. Só um voo para a capital, saída as 05h19min. Ex- celente, aplaudido. Re- torno 12h. Lamentável que o avião perma- nece em solo aqui em nossa cidade. Poderiabemaslide- ranças se mobilizar para que tivesse outro voo às 17h e o retorno às 20h. PONTOSEBAR- RAGENS:Sãoobras públicas, mas elas também necessitam manutenção. É bom alertarasautoridades. GREVEDOSCAMINHONEIROS:Disseoporta vozdoPlanaltoelainjusta,éummovimentoparades- gastarogoverno,masquandoelespromoviamasgre- ves no passado impediam a circulação, era normal e através de um MP é o poder de caneta da presidente paraquempediralivrecirculaçãodasrodovias,amul- ta é de cinco mil. Será que isso vai resolver?Isso se chamaregularizaçãodamídiaoucensura? DINEHIRONOEXTERIOR:Ogovernoinsisteque o congresso aprove esta lei. Para quem depositou lá foratragadevoltaparaformarcaixa,poisalguémvai limpar a sua credibilidade, mas será que alguém tem coragem de fazê-lo? Nesse país tudo é possível. DEPUTADOEDUARDOCUNHA:Eusouusu- frutuário do dinheiro lá fora. E na semana revelou mais um fato que o saudoso Diniz lhe devia e mandou deposi- tar nos bancos do exterior, como morto não fala é mais um impasse, mas se era legal a dívida porque não depositou no Brasil? O deputado é o contraponto para a oposição exigir transparência no Planalto. Se for cassado o que você espera. ASSALTOABANCO:NofinaldesemanaemCambaráassaltaram um banco, alguns bandidos foram presos e foram recuperados 100 milnumacidadepequena,imaginaentãoquantoslevamdascidades grandes e pelo que sei não vale a pena o banco fazer seguro do dinheiro,poiséumvalormuitoalto.Paraondevaitantodinheiro? PRESIDENTEDILMA:Suabandeiraquelhedárespaldoéo programa bolsa família que está sempre na vitrine e Minha casa Minha vida, não se fala em investimentos e economizar no Planalto, mas com isso ela tem respaldo popular. PROJETO RPVs: Aprovado na assembleia vai para o go- vernador sancionar, quando o estado devia até 40 salários mínimos ele pagava agora só até sete e a divida passa para eternidade, vai para os precatórios, se você não sabe o que é isso converse com um advogado. ELEIÇÕESMUNICIPAIS2016:Abadalaçãocontinua,jásãoquase10pré- candidatos, mas até junho tem muito tempo, só que os primeiros ocuparam os melhores lugares. Mas as visitas, os encontros estão acontecendo e como vai serPMDBcomoPPecomPDT?PoisosprefeitosTubiaseMiguelsintonizam bem, bastam ver quem esteve no evento “Homens na cozinha”, eles preparam uma massa gostosa e o Tubias comemora aniversário hoje e está preocupado com as operações tapa buraco e os consertos nas estradas do interior. PARCERIA:Opositoresdepartidoenaideologia,masumaboaconvivênciaValdeciePozzobon caminhandojuntosnaprocissãodaromaria.EstouachandoquevemaíumacoligaçãoeoAdemar fará parte deste contexto, como se sabe nas municipais as coligações são locais e na votação da assembleia de quarta-feira o Jorge não votou no projeto das RPVs e seu colega contestou. LIXONAAV.MEDIANEIRA:Opúblicopelamanhãfoinor- mal, devotos e romeiros e o comércio resistiu até às 9h30min para começar a vender e á tarde uma multidão quase igual ao da manhã. Consumismo, compras e não poderiam ser diferen- te eles vieram comprar e degustar. JUSTIÇA:Demodogeralelanãoselimitasóaanalisarejulgar processos é mais amplo determina internações de pacientes, for- necimentodemedicamentos,administraconflitosdosparlamen- tares e manda investigar e a mais recente determinou que um aluno reprovado no colégio mantivesse a aprovação. Faz parte. PROTESTO: Domingo às 15h na Praça Saldanha Marinho partirá a caminhada até o santuário, manifestantes indignados com o quadro político nacional. BRASÍLIA: Preocupação da presidente com o programa bolsa família e minha casa minha vida e agora sancionou a lei de regularização da mídia tudo para proteger os suspeitos que não são poucos e o congresso trabalha para se defender aque- les que são denunciados. Nenhuma lei está andando para punir com rigor o banditismo que agora chegou ao meio rural e a policia faz o que pode, mas a maldita fiança e as leis os colo- cam em liberdade. SINALEIRA:Ada BR-158 em obras com dois sinais verdes e vermelhos. Tomei conhecimento que custam 40 mil por mês o aluguel, deveria ser investigado por alguém. BANHEIROS PÚBLICOS: Mais uma vez fizeram falta na Praça Saldanha Marinho, no domingo último, pois quando acontecem eventos a necessidade obriga a recorrer aos vizinhos,a porta aberta do Big Lucão. E agora teremos o natal do coração em que o povo precisa dos banheiros, pois a praça vai receber multidões. UM CIDADÃO EM CAMBORIÚ: protestando do seu jei- to. Mas usou a indumentária dos pampas.
  6. 6. A CidadeA Cidade6 De 13 a 19 de novembro de 2015 A Nação Brasileira comemora nes- te domingo, 15 de novembro – feria- do nacional –, os 126 anos de sua proclamação, ou seja, quando o país passou a conviver sob o regime re- publicano, colocando fim a monarquia constitucional parlamentarista do Im- pério e, consequentemente, com a so- berania de imperador do Brasil, Dom Pedro II. Segundo relatos da histó- ria, a Proclamação da República em 15 de novembro de 1889 aconteceu no Rio de Janeiro - a antiga capital do país -, por um grupo de militares liderado pelo Ma- r e c h a l M a n u e l Deodoro da Fonse- ca , que deu um golpe de estado no Império. Ele insti- tuiu uma república provisória e se con- sagrou o primeiro presidente do Brasil. A partir desse mo- mento, a população p o d e r i a eleger os seus go- vernantes, através de voto direto. Convém lem- brar que, o Brasil era considerado o único país independente do continente americano que ainda era governado por um imperador. A independência do país já havia sido conquistada em 7 de setembro de 1822, através do decreto de D. Pedro I.Origens da Proclamação:Dentre outras destaca- se, que as oposições ao Império tam- bém partiram da igreja, pois este im- pôs interferências diretas no sistema organizacional do clero no Brasil, pro- vocando um grande descontentamen- to nos bispos, padres e demais mem- bros da Igreja Católica. Contudo, o que salientou e potencializou o movi- mento republicano foi a Abolição da Escravatura, através da Lei Áurea de 1888. Conta-se que os grandes pro- prietários rurais escravocratas igual- mente, passaram a se opor ao impé- rio, pois não receberam nenhum tipo de imunização pela perda de posse dos seus escravos. Assim, quase to- dos os principais grupos sociais exis- tentes naquela época começavam a se indispor com as interferências impos- tas pelo império. Nesse contexto de críticas e oposições, passou a correr um boato de que Dom Pedro II iria realizar uma grande reforma nas For- ças Armadas, retirando da corpora- ção os militares que se opunham ao Proclamação:126 anos depois zzz 126 anos depoisImpério.Essa polêmica, fortalecida ao longo do ano de 1889, acabou mobi- lizando o grupo de militares que exi- giam a anulação dessa reforma. Ou- tros, já percebiam nessa oportunidade a situação ideal para impor a dissolu- ção do Império Brasileiro. O regime: Na república, ocorre a organização de um governo que deveria dar mais autonomia aos estados e maior direi- to de participação política aos cida- dãos do país. Diz-se que esses são os dois pilares do novo regime, en- tretanto, foram muitas ainda as lutas e transfor- m a ç õ e s que viriam a garantir realmente essas duas mudanças em nossa realidade política. Ou seja, o ‘15 de no- v e m b r o ’ foi apenas um primei- ro passo de uma longa ca- minhada. Vivemos na Nova Repúbli- ca: Inicia- da com o g o v e r n o de José S a r n e y permanece até os dias atuais, com o primeiro mandato da presidente Dilma Rous- seff. Sarney foi eleito através do voto indireto e durante seu governo foi ela- borada uma nova Constituição, pro- mulgada em 1988, que garantia elei- ções diretas e livres a todos os cargos eletivos.O primeiro presidente eleito diretamente desde 1960 foi Fernan- do Collor de Melo, em 1989. Ele re- nunciou, três anos depois, diante dos escândalos de corrupção. O Brasil também teve o primeiro presidente de origem operária da República, Luiz Inácio Lula da Silva, que substituiu Fernando Henrique Cardoso, em 2002. A alternância do poder garan- tiu ainda a eleição da primeira mulher para a presidência da República, em 2010, se constituindo em um dos mais marcantes fatos da recente história re- publicana brasileira, segundo os his- toriadores. Passados 126 anos, do decreto do regime republicano, o Brasil vive uma séria crise política, econômica, social e moral, as quais promovem uma profunda reflexão dos diversos setores da sociedade. Fonte: http://www.escolakids.com/ http:/ /www.calendarr.com/brasil/procla- macao-da-republica/ http://www.brasilescola.com/his- toriab/brasil-republica2.htm MarechalMarechalMarechalMarechalMarechal DeodoroDeodoroDeodoroDeodoroDeodoro da Fonse-da Fonse-da Fonse-da Fonse-da Fonse- ca, primei-ca, primei-ca, primei-ca, primei-ca, primei- ro presi-ro presi-ro presi-ro presi-ro presi- dentedentedentedentedente dododododo BrasilBrasilBrasilBrasilBrasil Acompanhamosatentamenteadupli- cação do castelinho até a Ulbra. Em alguma parte, com maior intensidade otrabalhodasempreiteirastemomaior ritmo,masdiferentequandofoiinicia- da por todas as contratadas. O que deve ser salientado é que em todo o percurso,ladoalado,jáfoifeitoalim- peza, instalações de tubos para boei- ros e o que mais impressiona é a pro- fundidade da escavação em algu- masparteseasuapro- fundidade e a quanti- dade de pedras, até algumasgigantes,co- locadas talvez para ajudar no escoamen- to. Deve ser levado em conta que esse materialtemumcusto elevado e será que os técnicos avaliaram se eranecessáriomesmo tanta pedra para construir em cima da rodovia?Seelespensaremassimeas- sim o decidiram, a empreiteira deve seguirosprojetosaprovados.Sinaliza queteremosumarodoviaparamuitos anospelomaterialaplicado. BOM SENSO: Nem tudo o que o papelaceitadevesercumprido,oges- tor, ou seja, quem for deve ele sempre levar em conta o momento, a necessi- dade,osprejuízosquepodemcausara uma coletividade por tomar decisões impensadas. Na quinta-feira passada quandofoifechadooacessoa287pela DuquedeCaxias,ocomércioaliexis- tente,moradores,começaramasemo- bilizar,aimprensatambémcolaboroue comissofoilançadoumalerta,nummo- mentoadequado,poisteríamosnaque- la semana a Romaria e a Duque de Caxiaséocaminhoconhecidoparaos romeiros chegarem até ao santuário e deixaremseusveículosnaVilaMedia- neira,nasruaspróximasounoestacio- namentodentrodoparque.Omautem- p o preocu- pou tam- bém,mas a emprei- teira com toda sua equipe e máquinas, trabalha- raminten- samente, e no sá- bado à Duplicação Estrutura noite, o trânsito foi aberto.Talvez ilu- minadosporNossaSenhoraMedianei- ra. Faltou bom senso e determinação, eramapenas03dias,poderiamterfei- to esse trabalho nos feriadões ou dei- xado passar a romaria. Não acredita- mosquenãotivessemoutroslocaispara trabalhar.Masodesfechofelizesabe- se o quanto preocupou a todos. AS DUPLICAÇÕES: O pequeno percursodocastelinhoatéosantuário divino em Camobi está andando len- tamente, talvez conforme veio os pa- gamentos, neste ritmo, os condutores deverãoenfrentarosengarrafamentos ainda por muito tempo. O importante é que as obras estão andando, essa obra é do estado. A MALHA FEDERAL: É a cons- trução da duplicação da 287 e 158. Comojámencionamosalimpezaqua- seconcluídaemritmomenor,mascon- tinua o trabalho e que o DENIT e as emprei- teiraslevandoemcon- ta a falta de recursos, a lentidão das obras e procurem sempre não prejudicar o comércio comosacessosaolon- go das rodovias. O momento requer cau- tela, bom senso, eco- nomiaeentendimento para que ninguém te- nha prejuízos.Agora, quando vier verba a vontade, as empreiteiras podem até acelerar. ILUMINAÇÃO: Não se fala e não secomenta,tantonafaixavelhacomo na 287 e 158 no projeto estão previs- tosailuminaçãotãonecessáriaporser um perímetro urbano se está predito na certa teremos a tubulação subter- rânea ou vão deixar para a conclusão do asfalto. O que vai fazer o diferen- cialnessasrodoviasseráailuminação, a exemplo da Helvio Basso e outras de nossa cidade.
  7. 7. A CidadeA Cidade 7De 13 a 19 de novembro de 2015 Apesar de tantos comentários da crise reinante no país, o imóvel ainda é a melhor escolha para investir, e por enquanto, o direito de propriedade é respeitado. No entanto os compra- dores devem ter total cautela, tanto para comprar, saber esco- lher o imóvel, a procedência do mesmo, documentação em dia e nunca pagar antes de ter todas ne- gativas em seu poder e quando for comprado a prazo sempre fazer a escritura, levar o registro onde foi feito a transferência de proprieda- de, pois assim o comprador tem total garantia só escritura não é se- gura. Nunca fazer compras de imó- veis que o vendedor tem procura- ção. Deve ser analisado o caso, a validade da mesma e também evi- tar as compras de imóveis com con- trato de gaveta. Temos casos de vendas de 05 a 06 transações e o imóvel continua no nome do com- prador originário. Quando a pes- soa tem dívidas o judiciário man- da fazer um rastreamento no registro de imóveis e manda penho- rar o bem. Por isso que o registro é importante. Vamos colocar duas situações. Primeiro você vai com- prar o imóvel, ele está ocupado. Tome cuidado, pois a simples car- ta pedindo imóvel não garante as desocupações, você poderá ter pro- blemas, a não ser que faça como em algumas partes do Brasil: não pagou o aluguel, não desocupa, o interessado contrata capangas e lá determinam as normas e regras para desocupa- ção imediata, é um abuso legal, mas é a forma rápida para o titular tomar posse do seu imóvel. Também, mais uma vez, A Umbanda Imóveis: Bom Investimento não pague sem conferir documentação. Nos apartamentos novos, nunca comprar se não tiver o habite-se devidamente registrado no cartório de imóveis, no entanto, se você conhe- ce o investidor e confia nele, faça tudo na confiança, mas muitas vezes perde os valores e o amigo e quando fizer compra, na planta, um contrato muito bem fei- to, bilateral, obrigações para am- bas as partes, que ninguém faz isso, se a firma for mal, a devolução, qual a forma a ser corrigida. Outra situação delicada é a participação de um prédio sob administração, paga-se mensalidade de acordo com as necessidades da obra, deve ser bem fiscalizada e acompanha- da para não ter surpresas futuras, que sempre terá chamadas extras. No entanto, imóvel continua sen- do um bom negócio. Já constata- mos na capital, no litoral norte e até em Santa Catarina em que os corretores estão buscando em suas agendas os investidores do passa- do, pois o mercado está devagar e sabemos que o imóvel teve altas que fortaleceram os empresários do setor, venderam muito, algumas empresas mantém um bom capital de giro que dá para sobreviver, mas a tendência é a redução de valores, tanto nos alugueis como na com- pra e venda. E a você leitor, que vai comprar imóvel, gaste um pouco mais, mas faça o negócio acompanhado por um advo- gado, especialista no ramo, de valores a parte jurídica, ou de um corretor, sempre naqueles que você confia para não ter aborrecimentos futuros. Os leitores têm alguma ideia de quanto o governo fe- deral, estadual, paga mensalmente de aluguel para sedi- ar os seus órgãos? Nem vamos citar onde em nossa cida- de, e quem paga o aluguel por aqui. Investidores atentos, sabedores que os alugueis pagos pelo setor público, ele ultrapassa o valor de mercado, alguns casos investiram, construíram para depois alugar. Será que o governo fe- deral tem uma ideia de quanto gasta mensalmente só em locações? Será que ele tem o cadastro de quantos imó- veis ele possui em Santa Maria ociosos? No estado não é diferente. Quantos órgãos estaduais alugam em nossa cidade? Por outro lado, prédios, salas recebidas por conta de dívidas ou prédios construídos no passado, quando a fase era de abundância, alguns são culpados parcialmen- te, onde poderia ter um maior aproveitamento. Por exem- plo, o Palácio das Hortênsias de Gramado construído numa área de 14 hectares, avaliado em 24 milhões e pelo Patrimônio Público que se constata pouco tempo o governador tem para usu- fruir desse privilegio. Quanto custa a manutenção e a segurança diária para manter essa casa? Este é apenas um de tantos exemplos de desperdícios públicos em nosso estado. No passado, diretores de estatais recebi- am no interior o imóvel para residir, em nossa cidade, alguns estão vagos há muito tempo, e, no entanto, para a felicidade dos investidores, o estado aluga para sediar suas repartições. No centro do país, foi divulgado final de semana que o governo pretende vender terras para formar caixas. Tudo isso é uma síntese e a falta de ges- tão pública, onde se ganha o dinheiro com facilidade, também se gasta com agilidade. Fazem-se necessárias gestões mais eficientes, por técnicos e não por políticos. Resumindo, só em Santa Maria, o que possuímos de pré- dios públicos ociosos e o quanto possuímos de locações para sediar as repartições públicas é um grande número. Neste dia 15 de novembro completam-se 107 anos do surgi- mento da Umbanda, no Rio de Janeiro, sendo considerada a mais genuína das religiões, embora ainda sofra o preconcei- to. Contém uma vasta ritualística, mas seu principal funda- mento é a caridade, pois visa à prática do bem, principal ca- racterística que a diferencia das demais religiões afro (quimbanda e nação). Ela sincretiza vários elementos do ca- tolicismo, do espiritismo e das religiões afro-indígena-brasi- leiras. Também recebe influências orientais, entre outras mís- ticas. Zélio Fernandino de Moraes, jovem e espírita praticante - após sucessivas alterações no comportamento foi levado a uma casa espírita -, que indignado pelo impedimento de ser o canal de comunicação com o mundo espírita é o precursor dessa religião. Foi na Fundação Kardecista de Niterói (RJ) que se manifestou um espírito o qual disse se chamar “Cabo- clo das7 Encruzilhadas”. No dia seguinte, nascia a Umbanda, era 15 de novembro de 1908, Zélio fundou a primeira casa de umbanda, registrada em cartório como: Tenda de Umbanda Nossa Senhora da Piedade.O espírito estabeleceu normas e como prática de caridade, sua base se fundamentaria no Evan- gelho de Cristo e seu nome “Allabanda”, substituído por “Aumbanda” e, posteriormente se popularizando como “Um- banda”. Na casa, do “Pai Zélio”, não se tocavam atabaques ou tambores – instrumentos do Candomblé – mas que depois foram incorporados a religião e hoje estão presentes na maio- ria das casas ou centros de umbanda. Santa Maria possui di- versas casas ou templos de culto da umbanda, que neste dia deverão reverenciar a data histórica, além de refletir sobre os caminhos dessa mistura de crenças, que atrai já um conside- rável número de adeptos, aqui em todo o país. Mesa Redonda: Nesse sábado, 14, acontece a IV Mesa Re- donda sobre religiosidade afro-brasileira & cortejo pelo fim da intolerância religiosa e pela garantia da liberdade de culto, das 8h ás 11h30min. Após a programação ocorre a saída para o cortejo, da Antiga Reitoria até a Praça Saldanha Marinho, pelo respeito à liberdade de culto, pelo fim do genocídio da juventude negra e do povo indígena e pelo fim da intolerância religiosa e qualquer outra forma de Intolerância. https://dialogospoliticos.wordpress.com/http:// www.unicap.br/observatorio2/https://pt.wikipedia.org/wiki/ Umbanda/ /
  8. 8. A CidadeA Cidade8 De 13 a 19 de novembro de 2015 Após um evento tão importante e pelo número expressivo de devotos, é justo que seja feito um pequeno relato onde as pessoas foram buscar a esperança de um modo geral para seu dia a dia. A TREZENA: Foram 13 dias, às 06h15min e 20h, a imagem percorreu as paróquias de nossa cidade. A riqueza com a pre- sença das comunidades, mas também o conteúdo em cada homilia em todas as celebrações à noite conduzidas por Dom Hélio e com o apoio de padres na parte espiritual. PREPARATIVOS: O padre Lucas e centenas de voluntári- os, cada qual com uma nobre missão, no sábado, era uma beleza em ver tudo preparado a contento e a prefeitura munici- pal colaborou na limpeza da Rua Heitor Campos até as árvores que o jornal comentou semana passada, foram removidas do leito da rua. O sucesso maior foi na comercialização de doces e cucas, que sexta- feira estava no fim à venda, pois quase tudo tinha sido comercializado. No sábado e domingo na par- te dos assados também foi um sucesso total. AROMARIA:UmamultidãoconcentradanaAv.Rio Branco e por todo o percurso até o santuário da Me- dianeira, nesse ano constatamos que teve um peque- no acréscimo o número de pessoas que decoraram suas casas, poderia ser mais, mas aos poucos vamos buscando preencher este espaço. PROCISSÃO: Na Rua do Acampamento da para perceber o número de pessoas e junto ao santuário da mesma forma. ARCEBISPODEAPARECIDA:DomDarci,ocele- brante da romaria. Conhecedor da sua nobre missão, tanto na homilia pela manhã como na benção para os doentes à tarde, com muita propriedade destacou a importância de Maria na esperança para todos os caminhantes. APÓS A ROMARIA: As doações de toda ordem, o trabalho dos devotos fez com que o êxito fosse total e na certa vêm as indagações tanta receita evidente que os devotos fazem a sua parte. É bom lembrar que para manter o santuário mensalmente tem um elevado cus- to, equipe de trabalho em geral, manutenção e investimentos. Ele se mantem com a romaria, Na Rua doAcampamento, várias empresas colocaram faixas saudando os romeiros. NaAv. Medianeira, prédios decorados, faixasepróximoaosantuárioosempecilhosemfrenteaosesta- belecimentosemqueosterrenosforamcomercializados. A Romaria do Sim e do Povo com as doações, com risotos e almoços, com locações de espaços para eventos. Para quem é investidor e empresá- rio sabe como é difícil manter a estrutura ativa. Por isso que as doações a qualquer tempo, qualquer momento sem- pre são bem vindas. FAMÍLIAAITA: Os saudosos Valdomiro e Vinicius há muitos anos patrocinam o almoço para convidados e ativi- dades no instituto São José. Jorge e AlineAita, diretores da estação rodoviária, onde se encontram a capela Medianei- ra, domingo último o mesmo ato aconteceu. E justa home- nagem prestada para algumas pessoas importantes pelos 40 anos da inauguração do altar monumento. Como foi gra- tificante em ver a homenagem ao saudoso Adi Forgiarini, também a João Trevisan, Paulo Sarkis, Casemiro Bolzan e Pepe arquiteto. Quem sabe lá ele projete um monu- mento no parque da medianeira no mínimo 50 me- tros de altura e seja terceirizado para que alguém o construa e durante alguns anos passe a prestar os serviços para recuperar os gastos. MISSA NO SANTUÁRIO: Como acontece desde 19 de março de 2012, na 3ª segunda de cada mês, às 09h é celebrada a missa ao vivo transmitida para todo o Brasil, pela Rede Vida de TV, Dom Hélio arcebispo metropolitano vai celebrar. Neste mês da Romaria, as orações para todos aqueles que voluntariamente tra- balharam e o destaque é para o coral São Marcos de Nova Veneza, Santa Catarina. APassagemdaPadroeira Prédios decoradosPrédios decoradosPrédios decoradosPrédios decoradosPrédios decorados Jussara Uglione na sacada do seu prédioJussara Uglione na sacada do seu prédioJussara Uglione na sacada do seu prédioJussara Uglione na sacada do seu prédioJussara Uglione na sacada do seu prédio com a foto da saudosa filha e netocom a foto da saudosa filha e netocom a foto da saudosa filha e netocom a foto da saudosa filha e netocom a foto da saudosa filha e neto A loja Benetti, uma vitrineA loja Benetti, uma vitrineA loja Benetti, uma vitrineA loja Benetti, uma vitrineA loja Benetti, uma vitrine suportou o comérciosuportou o comérciosuportou o comérciosuportou o comérciosuportou o comércio Av Rio BrancoAv Rio BrancoAv Rio BrancoAv Rio BrancoAv Rio Branco frente à Catedralfrente à Catedralfrente à Catedralfrente à Catedralfrente à Catedral ProcissãoProcissãoProcissãoProcissãoProcissão na Acampa-na Acampa-na Acampa-na Acampa-na Acampa- mentomentomentomentomento Coral São MarcosCoral São MarcosCoral São MarcosCoral São MarcosCoral São Marcos
  9. 9. 9De 13 a 19 de novembro de 2015 JornalACidade em Comunidade É o espaço que valorizamos o empreendedorismo seja qual for o segmento. A produtividade é a nossa maior pauta.É o espaço que valorizamos o empreendedorismo seja qual for o segmento. A produtividade é a nossa maior pauta.É o espaço que valorizamos o empreendedorismo seja qual for o segmento. A produtividade é a nossa maior pauta.É o espaço que valorizamos o empreendedorismo seja qual for o segmento. A produtividade é a nossa maior pauta.É o espaço que valorizamos o empreendedorismo seja qual for o segmento. A produtividade é a nossa maior pauta. Estaequipecoman- dada por Norton Cesar anualmente transmitedoaltardo santuário os prepa- rativos da Romaria. TRAMANDTRAMANDTRAMANDTRAMANDTRAMANDAÍ:AÍ:AÍ:AÍ:AÍ: Esteve em Santa Maria Francelino da Silveira, diretor do grupo de hotéis KIMAR juntamente com o diretor de marketingMarcelinodaSilveiraconvidandoossanta-marienses para a temporada que se aproxima. São três hotéis em Tramandaí e Imbé com preços especiais. Ângela Saccol Bagolin, dona da rededelojasSafiraeLilia&Tigor, atuante nas ações sociais e sem- preinovandoamaisrecenteno- vidade é a logo marca da Safira, comemora aniversário amanhã juntamentecomseuesposoLuiz, seus filhos, nora e familiares. Jamile Farias, portadora de títulos de beleza e simpatia e agoraéempresáriajuntamen- te com o marido Jeferson na Desinservice e outras empresas. Festeja aniversário amanhã, dia 17. Policia civil com sua van equipada prestando relevante serviço com sua equipe domingo último nosantuáriodamedianeira. Mais uma vez Santa Maria destacou-se no festival em Gramado principalmente as virtudes da cidade no turismo religioso e pela romaria foi a demonstração do quanto podemos investir. Prefeito e a secretária prestigiaram a feira.
  10. 10. 10 De 13 a 19 de novembro de 2015 11De 13 a 19 de novembro de 2015 Nossa ci- dade, a partir de hoje, aco- lhe artis- tas, a mú- s i c a g a ú c h a que aqui vem para expor seu t a l e n t o , sua criati- vidade e o q u a n t o a t r a v é s desse tra- balho ar- t í s t i c o projeta- mos o nosso es- tado. Feliz a q u e l e s que conse- guem en- tregar-se ao movi- mento tra- dicionalis- t a , lembran- do o passado, a história, a cultura e cada vez mais renovando a indumen- Tertúlia x Xirús tária que além de parte artística o tra- dicionalismo con- segue unir as pes- soas e as famílias. Nesse final de se- mana o santa-mari- ense na certa esta- rá aplaudindo a tertúlia nativista, e os mais antigos de- vem estar lembra- dos do sucesso que a tertúlia na Estân- cia do Minuano re- alizava, quantas revelações de talen- tos foram projetados neste mundo a fora. Recentemente, o CPF Piá do Sul, realizou mais um encontro, a Festa do Xirús, lá compare- ceram delegações de todo o estado, a mú- sica e a arte da dan- ça empolgou os pre- sentes. A indumentária que outorga a pessoa e a autoestima. Regis- tramos alguns mo- mentos. Foi em 17 de no- vembro de 1977, que o motorista de táxi saudoso Mari- ano Costa, com o apoio de compa- nheiros criou a co- opaver,elefoiopri- meiro presidente. São 38 anos foca- dos no empreende- dorismo, é uma co- o p e r a t i v a prestadoradeservi- ço que busca quali- ficar cada vez mais os profissionais. Poucos taxistas do estado tem o privi- légiodesersóciode uma cooperativa deste porte, pois além de receber os benefícioscoopera- tivados eles tem uma estrutura, lo- gística do posto da Av. Medianeira es- quinacomFloriano Peixoto, principal fator é o abasteci- mento, o combustí- veletodososingre- dientes necessários paraosveículos,la- vagem, troca de óleo e outros benefícios. O associadotemesteprivilégiodeseratendidoe manter uma cooperativa que agora também acaba de inaugurar o auto atendimento, tudo em um só local e o principal o fácil acesso. E como prova disso basta vermos a frota de veí- culos que são mais de 200 para atendimento na cidade, sempre renovada a qual outorga ao proprietárioeaocondutoraauto-estimaequem utiliza o serviço de táxi que cada vez é maior sente-segratificadopeloempenhotrabalhoda diretoria que tem a nobre missão de conduzir esta coo- perativa. Tendo em vista os engarrafa- mentos e a falta de estacionamento o consumidor deve avaliar o custo bai- xo, ir e voltar de táxi.Quantoelepa- garia para estacio- nar o carro ou para dar a gorjeta para aqueles que se di- zem zeladores? E o transtorno em diri- gir, por isso que o Coopaver Investindo Pouco se divulga e se valoriza a falta de amor com a pátria e na certa poucos edu- cadores lembram constantemente nas sa- las de aula, não só para as crianças, como nos cursos universitários o amor pela pá- tria começa pela constante lembrança dos símbolos dela, a bandeira nacional, o hino, as armas e o selo nacional foram criados em 1º de novembro de 1971. Geralmente nos limites das fronteiras, para sinalizar o território brasileiro. A bandeira nacional permanentemente está exposta ao olhar de todos e nossa cidade com tantas reparti- ções públicas, colégios, pouco encontra- uso do táxi é cada vez maior. A Coopaver é dirigida hoje pelo diretor Nilson Requia, di- retor financeiro Luciano Pippi Felin e o dire- tor de secretaria Flavio Severo Bello. Agora é muito mais que um posto de com- bustível e serviço, além da amizade, da quali- dade,oatendimentoprestativoenoautosservi- çoquetemdetudoparatodos,napartedafrente àsmesasenofinaldatardejáacolhevisitantes. Nointeriordalojaumamodernapadaria.Você abastece e leva um pão quentinho para casa. Mathias e Beatriz,Mathias e Beatriz,Mathias e Beatriz,Mathias e Beatriz,Mathias e Beatriz, profissionais atenciososprofissionais atenciososprofissionais atenciososprofissionais atenciososprofissionais atenciosos com seus clientescom seus clientescom seus clientescom seus clientescom seus clientes RRRRRosalva é responsá-osalva é responsá-osalva é responsá-osalva é responsá-osalva é responsá- vel pelo recebimentovel pelo recebimentovel pelo recebimentovel pelo recebimentovel pelo recebimento dos pagamentosdos pagamentosdos pagamentosdos pagamentosdos pagamentos Os Símbolos Nacionaismos a bandeira, a não ser a CACISM lá no alto ela está permanentemente. No pas- sado, na rua 24h, hoje Alberto Pasquali- ni, foi criado um espaço para serem has- teadas as bandeiras dos países do MERCOSUL. Acabou a rua e acabaram também os mastros que eram um sinal de amor e patriotismo nacional. No Brasil foi criada logo após a proclamação da repú- blica onde trás a frase Ordem e Progres- so. No dia 19 em todo o país é comemo- rado o dia da bandeira, em nossa cidade, junto às unidades militares é realizada uma cerimônia, mas o ideal seria que nes- sa data a cidade se mo- bilizasse principalmen- te nas escolas. Comen- tar com os alunos a importância da bandei- ra nacional e os demais selos, pois o hino naci- onal quando é cantado ou executado empolga os presentes pelo seu conteúdo e a própria parte musical. ANIVERSÁRIO: No dia 06, ao festejar seus 60 anos,AntônioAzeve- do foi convidado para um casamento e os filhos Daniela e Ismael organi- zaram uma surpresa, fa- miliares e amigos lota- ram o salão paroquial da Igreja do Fátima. Quan- do percebeu ao entrar, a emoção tomou conta do empresário. Ele é natural de Porto Alegre de lá também familiares vie- ram prestigiar a festa de aniversário do Ismael, que foi dia 12. Antônio eAntônio eAntônio eAntônio eAntônio e sua esposasua esposasua esposasua esposasua esposa Margarida,Margarida,Margarida,Margarida,Margarida, filhos, netosfilhos, netosfilhos, netosfilhos, netosfilhos, netos e familiarese familiarese familiarese familiarese familiares Antônio e Margarida e a dona Iracema, sogra do aniver- sariante Créditos: Foto LuzCréditos: Foto LuzCréditos: Foto LuzCréditos: Foto LuzCréditos: Foto Luz
  11. 11. 12 De 13 a 19 de novembro de 2015 Sãoduasopçõesparavocêanunciaroquedesejavender,utilidadesdeummodogeral,pequenoscustos.Paraosimóveis,oanúncioégratuito,nojornalenarádio.SeRoveda Imóveisintermediaravenda,oproprietáriopagarásomenteacomissãodecorretagemprevistaemlei.Tragaasescritu- rase,dentrodevaloresdemercado,nósestaremosdivulgando. APARTAMENTO: Conj. Res. Acampamento, c/02 dorm., R$ 150.000,00. Fone: 8407-1000. ITAARA/TERRENO: na Avenida principal, frente a praça e próximo ao Sicredi 514m². R$ 230 mil.(55) 3223.5192 TERRENO: 2ha, frente para a 287 e P. Santini. Pró- ximo a 158.Tratar: 8407.1000. APARTAMENTO: Edifício Centenário, com 03 dor- mitórios de frente para a Acampamento. Ótimo! R$ 280.000,00. Contato: 8407-1000. CASA: Dr. Turi 2060, de alvenaria, com 280m de área, terreno 12x30, de fronte ao Centenário. Aceita-se apartamento bom no negócio. Contato: 8407-1000. CONDOMÍNIO PARQUE DAS OLIVEIRAS: da parte sul, próximo a sede das Dores, é o mais moder- no da cidade. Tecnologia, espaço para todas as ida- des.As oliveiras já estão produzindo os primeiros fru- tos, mas de 30 casas em construção. Terreno com 350m², bem na entrada. R$ 290 mil. CASA: em construção, com 250m² + casa de fundos, com terreno 10x40, na Vila Bela União, frente para rodovia que vai a São Martinho da Serra. 3223.5192. CASA DE ALVENARIA: c/380m², terreno 15x30, dois pisos, próximo aoATC, Bairro Residencial e acei- ta-se imóvel em Capão ou Porto Alegre. Bom negó- cio. 8407.1000. EMPRESA: focada na construção civil, bom terreno, 500m² de área construída, toda estrutura de funciona- mento, futuro promissor, vendida como está, em pleno funcionamento. Informações, apenas pessoalmente na Imobiliária Roveda. APARTAMENTO: em Capão da Canoa de 2 e 3 dorm., novos, prox. Av. Ruda. Tr. (55) 8407.1000. Acampamento - R$ 359.000,00 A P A R T A - MENTO: na esquina com José Bonifácio, 03 dormitóri- os, banheiro social e privati- vo, dependên- cia empregada completa, ga- ragem, três sa- cadas. Valor: R$359.000,00. Tratar pelo fone: 3223- 5192 ou 8407- 1000. Vendas CREMATÓRIO DOM JOSÉ: em Santa Rosa – planeje sua vida após a morte! Deseja ser cremado? Consulte o Rui. 3222.5362 | 9602.7736. Plano pagável em até 20 meses. ATELIER SCHULTZ: Dona Maria procura profissional p/ ser parceira ou deseja vender equipamento com a clientela fiel. É só trabalhar. 8448.6657. DIRETOR COMERCIAL: buscamos um profissional com conhecimentos e liderança, agendar entrevista. 3223.5192 CIRCULAÇÃO EASSINATURAS: Vaga para trabalho na circulação do jornal e no comercio de assinaturas. Agendar 3223.5192. BICICLETA: P/ criança, até 10 anos, boas condições, R$ 200,00.3223-5192. CORREÇÃODETEXTOS:Serviçoeventual,segunda,quar- ta e quinta, meio expediente. Tratar neste jornal.Acadêmica de letras português. CONSULTORDEVENDASDEPUBLICIDADE:obtenha informações, venha conversar conosco, tenha um fixo e a receita em vendas sem limites, seja inovador e ambicioso para viver feliz. Tratar neste jornal. INVISTAEMIMÓVEIS:Escolhaacidade,CapãodaCanoa: (51) 9102.1496 – Aldo; EM Florianópolis: (48) 9648.0600- Marcelo|(48)9143.1213–Andreia|(48)9914.5332-Regina(48) 9983.2254 Loreni; Para facilitar, ligue para (55) 8407.1000- Imobiliária Roveda. REBOQUEFECHADO.Vende-se.Tr:8120.7110. SERVIÇO: trabalho com refrigeração, dou atenção especial amáquinasdelavarroupadomiciliar.3222.93280|9971.8952. VENDE-SE: Geladeira Brastemp duplex, boas condições, só falta o motor, vende-se carcaça, R$ 180,00. Tr. 8407.1000. Utilidades e Serviços VILATOMAZZETTI-R$390.000,00 Roveda Imóveis Aluga PAVILHÃO P/DEPÓSITO: C/ toda a estrutura, incl. escritó- rio. Área construída 1500m², estacionamento 1200m. Poço artesiano. Próx. trevo Uglione. T.: 8407.1000. APTO: Borges de Medeiros, 1930,Ap. 405, 2 dormitório, R$ 580,00. DIVIDE-SEALUGUEL: Mulheres, informações neste jor- nal.Tr.3223.5192. LOJA: Gal Neto, próx. da Rede Vivo, c/170m². R$3.500,00 (55)8407.1000. APTO: Ed. Centenário, 02 dorm, dependência, 6º andar, R$ 900,00.Informações:3223-5192. LOJA: Na Floriano Peixoto 938, loja com 170 m², onde a varanda ali esteve 26 anos. Condomínio em media R$280,00. Valor: R$ 6.000,00 com bonificação. Contato: 8407-1000. CAPÃO DA CANOA: com 01 dormitório de frente com sa- cada, salão de festa, garagem. Na rua Sepe centro. Mínimo 10 dias, Máximo 4 pessoas. 8407-1000. APARTAMENTO: naAcampamento, 590, apartamento de 2 dormitórios, banheiro, dep. de empregada, terraço, churras- queira, garagem opcional. Na acampamento 590. 3223-5192. Se você tem para vender terrenos com cha- lés nos bairros e vilas, com escrituras legali- zadas, sempre temos comprador. Temos 39 anos de conquistas amizades e clientes, atra- vés de uma imparcialidade nos negócios. 3223.5192. I M Ó V E I S CONSULTOR IMOBILIÁRIO São 39 anos na atividade de advogado e corretor deimóveis,afaculdade devidamuitonosensinou, agoraqueremosretribuirasoportunidades,aocom- prar, vender , alugar imóveis, consulte e tenha cer- teza que tudo está correto. Depois de pegar o di- nheiro para voltar é uma longa jornada. E sempre temos um bom negócio para você, credibilidade, confiança e amizade não se compra, se conquista ao longo do tempo.Acampamento 590, junto ao JornalACidade.VALDEMAR ROVEDA TERRENO: Rua Davi Ribeiro, esquina Catarina Parciane- llo, 2 medindo 26x37, c/ chalé e poço artesiano. Tr.: (55) 3223.5192.
  12. 12. A CidadeA Cidade 13De 13 a 19 de novembro de 2015 O momento é de economia e cautela, procurar não endividar com obras os prédios, só o neces- sário, mas a pauta de hoje, são as sacadas que é um espaço nobre e que os moradores, para sua segurança,procuramfecharcomvidro,quandodá, ou com grades, só que a sacada exposta (em fren- te) ela não pode ser fechada voluntariamente pelo dono do imóvel, porque vai alterar a fachada do prédio,elesópoderáexecutaroserviço,mediante a autorização da assembleia, que geralmente nes- ses casos é criado um padrão uniforme para que todos façam da mesma forma, o fechamento vem beneficiaroprédio,tendoemvistaosúltimosacon- tecimentos da cidade em que pichadores têm es- calado sacadas para praticar seus atos de vanda- lismo, as pichações. Estando ela aberta, que é comum no verão, sempre é um perigo. Para evitar atritos e desconfortos, nas reuniões tentar encon- trarumasoluçãoparatodos.Assimtambémdeve- ria ser, para a instalação do ar condicionado, só algumprédiorecente,quefoiconstruídoedeixado à tubulação para o novo sistema de ar condiciona- do e é comum ver por aí belos prédios, inclusive em frente, com condutores e mangas expostas, ti- rando a beleza da obra. Sugerimos que, o sindico ou a diretoria faça um projeto padrão que na certa isso será possível. Também o serviço das opera- doras, é comum instalarem antenas por imóvel no telhado,imaginemaformacomosãoinstalados,e o cuidado que os instaladores utilizam o acesso. É bomosindico,ouozelador,acompanharesseser- viço para evitar prejuízos até com a cobertura do edifício. São pequenas questões, mas de vital im- portância para os moradores, para sua segurança e para o conforto do edifício e nunca se esqueçam de manter o pagamento do seguro em dia.Aem- presa SISLIMPAé nossa e é daqui em todo o es- tado e os valores praticados na comercialização de seus materiais. São competitivos com a real si- tuação financeira do país e com as pessoas, por isso é preciso saber economizar nas compras e saber escolher a empresa. A história registra quem foi e o que fizeram pelo país. Estamos publicando esta nominata daqueles que nasce- ram em outros estados e seu nome é lembrado em locais públicosdomunicípio.Aspersonalidadesgaúchasasquais conhecíamos já foram publicadas pelo jornalAcidade. Ataulfo Alves: Nasceu em 1909 em Miraí-MG. Com oito anos já fazia versos, respondendo os improvisos do pai, este faleceu e com dez anos, ele ajudou a mãe em várias atividades. Com dezoito anos, foi para o Rio de Janeiro como secretário de um médico e à noite fazia serviços de limpeza. Com dezenove anos já gravou um samba e de lá em diante o sucesso veio ao natural. Fale- ceu em 1969 no Rio de Janeiro.Arua que trás seu nome no bairro Itararé é uma homenagem ao artista. Augusto Pestana: Nasceu em 1868 no Rio de Janei- ro. Era engenheiro civil, foi aluno do professor Benja- Cada leitor tire suas conclusões, principalmente a nova geração. O uso do celular ultrapassa os limites, a pessoa teve uma lavagem cerebral onde quer que esteja: no tra- balho, na escola, em viagem, dirigindo, estão sempre liga- dos no celular. Alguns abusam até no trabalho e isso que muitas vezes não têm qualquer tipo de negócio, mas as mensagens incomodam o usuário, ele é curioso, primeiro lugar o telefone, depois a conversa e o que precisa fazer. Pessoas unidas até emfamílianahoradoalmo- ço ligados no celular e ele desvia as atenções. Alguns com a desculpa de ir para o banheiro,vãolermensagens e ler e-mails. Está lembra- donopassado,onúmero138 em que as pessoas batiam longos papos tornando-se viciados, foi trocado pelo celular que hoje a pessoa se iludeconseguecontatarcom milhares de amigos, mas nunca analisam quais são os interesses da outra parte. Por tanto, se houver o rigor no lar, nas escolas e no trabalho estarão colaborando com os usuários. Queira ou não a sua atenção está sempre à es- pera do sinal do celular. Você que é patrão cuide isso. E as operadoras, de tanto que venderam e vendem nem Um Vício ou Necessidade? Personalidades Brasileirasmim Constant. Casou-se em 1892 com Virginia. O ca- sal teve dez filhos. Destacou-se como político, era de- fensor das causas dos colonos. Empreendedor de obras nas vias férreas. Ele é considerado o criador do núcleo que deu origem a cidade de Ijuí. Foi ele o primeiro inten- dente de Augusto Pestana. Faleceu em 1934. Na Vila Kennedy encontramos a rua que trás seu nome. Bartolomeu Lourenço de Gusmão: Nasceu em São Paulo 1685, conhecido por Bartolomeu de Gusmão, es- tudou no colégio dos Jesuítas. Criador de vários inven- tos; estudou em Coimbra e destacou-se como orador profundo e conhecedor das sagradas escrituras. Morou no exterior. Faleceu em 1724, com 39 anos. Seus restos mortais foram trazidos para o Brasil. E ao lado de San- tos Dumont dedicou-se a conquista do ar.Arua que trás seu nome localiza-se no bairro Rosário. sabem como será o futuro sem investimentos fortes nos grandes centros. Hoje, o telefone é um problema e sem falar nos acidentes que tem causado, pois o usuário está ligado o tempo todo preocupado se vai tocar ou se vai receber alguma mensagem. Muitos utilizam o mesmo atravessando a rua, tonando-se um perigo constante. Nos país, a globo vem mostrando a sucata dos eletrônicos, é muito lixo descartável sem destino e sem proveito e nesse pequeno aparelho deve ter produtos que con- taminam, as crianças perde- ram o hábito de ler e escre- ver. Precisamos da informação, da agilidade, mas as pessoas não devem tornar-se escravos do siste- ma, e isso constatamos a todoinstante.Eleéummeio rápido, mas também o futu- ro vai nos cobrar de tanta dedicação para a telefonia. As operadoras não tem o maior interesse em solucio- narodestinodassucatasproduzidaspelosaparelhos,como as lâmpadas, pois as empresas tem uma lei que as obrigas a dar um destino. Compete sim nas famílias e nas escolas disciplinarem o uso do celular, pois hoje a nova geração tornou-se escrava da telefonia. É uma pauta que cada vez mais conquista espaço e a conscientiza- ção das pessoas, o quanto é impor- tante até pela qualidade de vida. Quantas cidades preocupadas com a arborização, limpeza, cultivo de flores sempre para proteger a na- tureza e acima de tudo proteger as pessoas, e cada vez mais a respon- sabilidade, a conscientização das pessoas, principalmente osmais ve- lhos, em preservar e cultivar levan- do em conta vários fatores, nossas ruas, avenidas, praças próximo aos arroios, rios, estão conclamando uma maior integração por parte da comunidade.Amáquina pública foi avançando criando um inchaço de despesas e funcionários e com isso arrecadação serve simplesmente para pagar o funcionalismo e as despesas normais, quando não tiver atraso. Significa dizer, que aquelas cidades que hoje são acolhedoras como a região da serra, porque os moradores estão inte- grados mobilizados para que isso aconteça. Em nosso país, o crescimento de formação de profissionais no se- tor do urbanismo tem aumentado muito, são pessoas qua- lificadas em condições de criar e transformar basta acompanhar os arquitetos, o quanto são criativos na parte de imóveis, ou seja, os planejados, eles são portadores de criatividade e estudiosos no assunto. Em nossa cida- de, bons pensamentos para o plantio de árvores, espa- ços públicos a serem assumidos por empresas, mas é tanto trabalho que é quase impossível atingir os objeti- vos. E o resultado está nas árvores que foram plantadas Urbanismo e não tiveram acompanha- mento, com vendavais, é ine- vitável o sinistro. Mesmo assim, dia 08 comemorou-se o dia do Urbanismo. Uma pauta a ser repensada, por todos, e não só pelas empre- sas e pelos paisagistas, prin- cipalmente na cidade que en- contramos flores, pois elas criam autoestima e embele- zam o local.
  13. 13. A CidadeA Cidade14 De 13 a 19 de novembro de 2015 Oláamigosleitores! Nesta publicação quero fazer alguns alertas sobre segurança no trânsito e seu papel como usuário em um trânsito mais seguro. A época agitada em que vivemos no meio politico nacional e as incertezas econômicas, nos fazem pensar em economizar com com- bustíveis e manutenção do veículo. E é neste contexto que vem a grande questão, como fazer isto? Podemos começar com a simples compra de combustíveis escolhendo postos que re- almente tenham programas de qualidade, e que ofereçam ao usuário testes demonstrati- vos de qualidade dos combustíveis. Nos mais de 50 postos de Santa Maria temos alguns que oferecem ótimos serviços, e combustíveis com muita qualidade, assim, desconfie de preços muito abaixo do praticado, pois, não existem milagres, pois, geralmente os mais caros oferecem o melhor combustível. Como está chegando o verão temos que nos preocupar com os sistemas de lubrificação e arrefecimento do veículo, pois, as altas tem- peraturas aumentam o desgaste de alguns componentes e, só completar os níveis não adianta, e, em alguns casos temos que fazer a troca ex:. O óleo lubrificante do motor e o liquido de arrefecimento. Também pensando em economia temos que fazer regulagens do motor, e este serviço não é oferecido em postos de gasolina, mas sim, deve ser feito em um mecânico de sua confi- ança. Algumas outras dicas simples podem ajudar na economia tais como: Planejar a melhor rota para chegar ao destino pretendido levan- do em conta as condições das vias. Levar em conta o fluxo existente naquele horário, e programando as paradas necessárias. Também podemos controlar a velocidade durante a condução buscando ter uma regularidade, ou seja, olhar mais a frente sem perder a con- centração um ex:. Se a próxima sinaleira es- tiver fechada não adianta eu aumentar a velo- cidade, pois, ali na frente vou ter que parar. Ao parar deve ter que fazer algumas marchas para atingir uma velocidade maior, lembrar- se da sinaleira fechada “vermelha” ao perce- ber ainda distante se diminuir a aceleração, e a velocidade daí vai dar o tempo para o sinal ficar verde e a passagem livre, e é neste mo- mento que eu estarei ganhando tempo, e eco- nomizando meu veículo e o combustível. Di- cas como esta fazem parte, e são estudadas em cursos de condução econômica ofereci- da por profissionais do ramo, e estes profis- sionais passam seu conhecimento nas em- presas, condutores profissionais e condutores comuns. Nas próximas publicações vamos comentar sobre os deslocamentos de pedestres, man- de suas duvidas e vamos debater! Cadaáreadoconhecimentoexpõeumafacetasobreocomporta- mentoemocionaldoserhumano.Nãoexisteumaúnicaverdadee sim muitas abordagens que podem, juntas, nos mostrar várias for- masdeanalisarumaúnicaquestãopara,assim,podermostermais condiçõesdeentendê-lo.AHomeopatiapossuiumaformapeculi- ar de trabalhar os problemas emocionais: analisar como a pessoa se sente em dado momento perante determinada interpretação da realidadecircundante.Seestaformadesentirsetornamaisperma- nente devido a exposição frequente, seja em uma situação social ou de autoenfrentamento da personalidade, sobrevém o estresse contínuo e os adoecimentos.Amente tenta interpretar estes sinais das reações do emocional, mas nem sempre têm êxito porque, de- pendendo da nossa estrutura psicológica, aquela manifestação emocionalrepetitivaedegrandeintensidadevencenamaioriadas vezes.Emboratenhamosconsciênciadequeelanãosejapositiva, a explosão de raiva ou de medo, de ansiedade ou de insegurança, acontece. Depois de recobrarmos o controle mental nos pergunta- mos: Por que não consegui controlar as minhas emoções? Este exemploésimplesepodemosentenderquenãoexisteumúnicoser humanoquetenha100%deharmoniaemsuasmanifestaçõesemo- cionais. Podemos treinar e conseguir superar muitas reações de desarmonia em situações conflitivas, mas alcançar a excelência emocional em todas as situações problema de sobrevivência hu- mana é impossível, justamente porque somos humanos. Na abor- dagem da Homeopatia, as personalidades humanas são divididas em cinco grandes grupos que possuem alguma semelhança entre si,emboracadaindivíduotenhareaçõescompletamentediferentes aovivenciarummesmoacontecimento.Existemreaçõesemocio- nais mais marcantes em determinado grupo do que em outro, por issotorna-semaisfácilidentificaraspersonalidadeshomeopáticas (que são os remédios em si) que possuem estas manifestações e, dentreelas,qualpoderiasermaisbenéficaaotratamentoinicial. Esta formadeanáliseérelacionadaaosmiasmashomeopáticos.Oqueé isso? Para Hahnemann, o fundador, existia algo mais profundo a ser trabalhado nos seres humanos que somente as características específicas de cada personalidade em particular. Percebeu esta la- cuna enquanto seus tratamentos seguiam esta abordagem, o que o levou a verificar que, posteriormente, aquele indivíduo voltava a apresentar os mesmos problemas, sem avanço significativo no processo de harmonização. Constatou que esta causa subjacente eraderivadaeconstituídadealgomaisnobre:asherançascomuns àraçahumana.Deformasingularimprimiamestas manifestações psicoemocionaise,consequentemente,materializavamseussinto- mas psicossomáticos distintos e relativamente estáveis em cada Diagnóstico precoce e hábitos saudáveis são os principais ali- adoscontraadoença.Umexamesimplesrealizadoemlaboratório de análises clinica para medir o nível de glicose no sangue, chamada glicemia (aleatóriaoudejejum),éumadasmaisimpor- tantes armas para diagnosticar o Diabetes Mellitus. Caso se de- tecte valores fora dos padrões, é sinal de que o paciente está pré- diabético ou com diabetes. O teste da glicemia capilar, feito a partir de uma gota de sangue tirada da ponta do dedo, muito comumemmutirõesouemserviçosdeprontoatendimento,éum procedimento ainda mais simples e permite medir instantanea- mente o nível de glicose no sangue.Amanhã se comemora o Dia MundialdaDiabetes-datacriadaparachamaraatençãodasoci- edade para essa doença que é uma das principais causas de morte cardiovascular. Diabetes é uma doença crônica, que não tem cura, mas que pode ser controlada por meio de medicamen- tos, alimentação balanceada e atividade física. Por isso, o acom- panhamentomédicoearealizaçãodeexamesperiódicos–princi- palmenteparaquemtemhistóricofamiliardadoençaouapresenta excesso de peso - são fundamentais para um diagnóstico preco- ce e tratamento adequado desde o início, visando à prevenção das complicações. Não controlado e em estado avançado, Dia- betes pode levar à cegueira, acidente vascular cerebral (AVC), infartodomiocárdio,insuficiênciarenaleàamputação.Osadul- Dia Mundial da Diabetestos com diabetes têm risco de morte 1,5 vezes maior que os de- mais na mesma faixa etária. “A prevenção é fundamental”, diz VivianEstefan,endocrinologistadoComplexoHospitalarEdmun- doVasconcelos. Segundo ela, além do risco de morte provocado pela doença, o seu impacto na qualidade de vida dos pacientes é enorme em função de todas as possíveis complicações. Existem dois tipos de diabetes: Tipo 1, que aparece normalmente na in- fância ou adolescência, em função de uma falha do sistema imu- nológico, que passa a entender a insulina como uma ameaça ao organismo e destrói as células que produzem o hormônio, origi- nando uma deficiência total deste. Tipo 2 (que corresponde a cercade90%doscasos),tambémchamadodefamiliarouheredi- tário,apareceemgeralapósos40anos,emdecorrênciadeobesi- dade, da falta de hábitos saudáveis de alimentação e sedentaris- mo. Neste caso, a produção de insulina encontra-se aumentada, porémexisteumaresistênciadoorganismoàsuaação.Deacordo com a especialista, há um aumento acelerado na incidência do diabetes tipo 2 na maioria dos países do mundo, inclusive no Brasil, devido principalmente ao estilo de vida pouco saudável e aoenvelhecimentodapopulação.SegundodadosIBGEde2013, 6,2% da população com 18 anos ou mais tinham diabetes diag- nosticada. Informações (11) 3093-3604 / 3093-3636 Isabel Lo- pes – isabel.lopes@tree.inf.br HomeopatiaxProblemasEmocionais um dos grupamentos. Todos nós possuímos facetas dos cinco miasmas,masoquedifereéograuquecadaumdenósevidencia. As personalidades miasmáticas mais emotivas, que apresentam maior grau de características, sejam positivas ou não de reações emocionais, são os tuberculínicos. Quanto maior a percentagem deste miasma no indivíduo, mais ele é considerado ilógico, pois permite ser impulsionado pelas emoções, visto que não podemos separar - a mente pensa e a emoção a segue. O tuberculínico é movido pela emoção, idealismos humanitários e românticos, e é extremamentesuscetívelaostraumasemocionaiseàsperdasafeti- vas que hipersensibilizam suas emoções de tal maneira que blo- queiam as interpretações mentais conscientes, porém sem haver perda da cognição. A base dos seus conflitos durante a vida será preponderantemente emocional. Portanto, podemos “estar” mais tuberculínicos devido às circunstancias emocionais e podemos “ser” mais tuberculínicos por possuirmos maior grau deste mias- ma. Posso estar triste hoje porque uma situação no trabalho deu errado e posso ter mais tendência a ser triste no dia a dia, indepen- dentementedealgumfatodesagradávelterocorridorecentemente. Esta causa da tristeza pode não ser devido a algo momentâneo e sim a uma repreensão marcante, até mesmo quando criança ou adolescente, ou seja, algo que a pessoa ficou “guardando” sem conseguir processá-la emocionalmente. Com isso, tanto sua vida amorosaquantoprofissionalficamcomprometidaspelasinúmeras dificuldadesquesentimentosdestanaturezadesencadeiam.Apre- ponderância da emoção lhes torna extremamente compassivos, solidárioseamorososcomtodos,mas,aomesmotempo,irritáveis, dependentes emocional e financeiramente dos pais ou parceiros não se importando com o esforço deles, tornando-os egoístas, orgulhosos e excessivamente vaidososAhomeopatia correta para estes tipos de personalidades ajudará no balanceamento dos dife- rentes aspectos desarmônicos propiciando que ele, da mesma for- maemqueapresentaumpoderincríveldeseentregaraserviçodo outrosemesperarnadaemtroca,adquiracondiçõesparaadminis- trarseussonhose,aomesmotempo,concretizaroquelhepossibi- litará ter uma vida financeira produtiva e estável. De forma seme- lhante ao tuberculinismo, poderíamos analisar inúmeras outras expressões mentais e emocionais dos seres humanos que podem serestabilizadaspelousodaterapiahomeopática,possibilitandoa pessoa construir uma vida triunfante pela exímia capacidade de identificarseunúcleodeautocontrole.ProfessoraElieteMMFa- gundes cursohomeopatias@terra.com.br .PorTerezinhaTarcitano (51) 9929-4575(51)4063-6697 É uma palavra em atividade na conjuntura atual, principal- mente a juventude, o quanto são criativos e através desse caminho que a tecnologia vem conquistando espaço em todo sentido. Da para levar em conta o quanto se inventa, se cria, se aperfeiçoa, vejo que no passado não tínhamos corrupção e o quanto alguns foram criativos para criar o mensalão, os desvios da Petrobrás e mesmo com dezenas de suspeitos, e alguns negando sempre, mesmo condenados e devolvendo valores, perderam o respeito e até a vergonha, o quanto o banditismo, os presos são criativos em planejar e executar suas ações, mas o que é agradável a comentar são a criativida- de na tecnologia e os inventos que são realizados, ela é o instrumento do momento e quem mais precisa de criatividade são os governantes para poder encontrar fórmulas para poder pagar tantos compromissos, investir e manter a máquina pú- blica funcionando. Não é tarefa fácil, basta vermos em nosso estado o quanto o governador e sua equipe procuram a criati- vidade para amenizar tantos problemas financeiros, mas ela é o caminho normal para as futuras gerações e que procurem cada vez mais pesquisar e inventar, pois a criatividade sempre tem espaço em todos os segmentos. Até uma data para ser comemorado que é dia 17 de novembro. INOVAÇÕES: Principalmente a ala jovem, procura sempre Criatividadecolocar novidades no mercado e no setor empresarial existem planejamentos e setores pensantes só para criar. Em pleno sábado à tarde, uma academia da Helvio Basso com todos seus alunos e dançarinos deram show em frente ao estabeleci- mento que chamava atenção de todo mundo que passava. Algo diferente, mas criativo. É desta forma que as empresas conseguem conquistar espaço.
  14. 14. A CidadeA Cidade 15De 13 a 19 de novembro de 2015 E N Q U E T E O nativismo, a música e a arte valorizam nossas tradições. Nos festivais, as tertúliasO nativismo, a música e a arte valorizam nossas tradições. Nos festivais, as tertúliasO nativismo, a música e a arte valorizam nossas tradições. Nos festivais, as tertúliasO nativismo, a música e a arte valorizam nossas tradições. Nos festivais, as tertúliasO nativismo, a música e a arte valorizam nossas tradições. Nos festivais, as tertúlias fortalecem cada vez mais esse evento. Nesse final de semana Santa Maria realiza o evento.fortalecem cada vez mais esse evento. Nesse final de semana Santa Maria realiza o evento.fortalecem cada vez mais esse evento. Nesse final de semana Santa Maria realiza o evento.fortalecem cada vez mais esse evento. Nesse final de semana Santa Maria realiza o evento.fortalecem cada vez mais esse evento. Nesse final de semana Santa Maria realiza o evento. Qual a opinião da comunidade?Qual a opinião da comunidade?Qual a opinião da comunidade?Qual a opinião da comunidade?Qual a opinião da comunidade? Bruno Alcantara – caixa – 27 anos. Não conheço a Tertulia. Nunca ouvi falar. Mas deve ser importanteparaquemgosta. Camila Heinz – estudante – 19 anos. Sou de Floripa e admiro muito a cultura gaúcha,émuitolevadaa sério e muito bonita. DaraQuintana–vendedora – 19 anos. Gosto muito de música nativista. Sou de Uruguaiana e lá se honra muito as tradições. FrancieleViana–auxiliarde vendas–26anos.Achoa Tertuliaumaboainiciativa pormovimentaracidade. Desdeosmeus11anos dançoemCTGseapre- ciomuitoaculturagaúcha. Realizada pela PUC-RS uma pesquisa afirma que jovens brasileiros já tem um conceito de estrutura familiar e modelos diferentes da “tradicional”. Foi realizada há três anos uma pesquisa pelo grupo de pesquisadores da Pontifícia Universida- deCatólicadoRioGrandedoSul,esseprojetolevariaaterumresultadosurpreen- dente: apesar de todas as mudanças que os jovens estão tendo, ainda tinha nas aspirações dele uma formação de família. O grupo acabou de concluir uma ampla pesquisa que mostra que entre todas as coisas que estão em constante formação na vida dos jovens, essa denominada geração Y ainda sonha em ter uma família, maséumacoisabastantediferentedaformaçãofamiliartradicional. MUDANDO OS PADRÕES TRADICIONAIS: Apesquisa Ideias eAspira- ções do jovem brasileiro sobre conceito familiar foi realizada em todas as regiões do país e com pessoas de 18 e 34 anos. Cada entrevistado foi selecio- nado para refletir uma amostra representativa da sociedade. Esse retrato mos- tra que o país está mudando. Um dos dados que mais chamou a atenção diz a respeito da orientação sexual: 28 % dos jovens se declararam homossexuais ou bissexuais, definido como um choque de gênero. Outro dado interessante é o conceito religioso, o Brasil é considerado o maior país mais católico do mundo, mas essa religião é minoritária entre os jovens.Apenas um a cada três disseram que escolhem a religião católica, os ateus e agnósticos somam 25,5%. No assunto família, há uma aceitação de formas diferentes, a maioria não pre- tende se casar na igreja, não rejeita nenhuma forma de organização familiar e acredita que os papéis de pai e mãe são unissex. Reformulandoospadrõestradicionais Franciele Kantorski – consultora de vendas - 27 anos. Adoro a Tertulia. Achomuitolegal.Uma grandeiniciativa. GuilhermeBenaduce–jorna- lista–25anos.ATertúliacon- segueresgataroquesepro- põe,queédarumespaçopara osartistasdeSantaMaria.Pois há muitos músicos de exce- lente qualidade aqui. Loveli Hermes – aposen- tada – 67 anos. Acho a Tertuliaumainiciativae tanto.Elaémaravilhosa. Boa demais, pois divulga a músicagaúcha. MarianaAlfarth–vendedora – 18 anos. Acho a musica nativista muito boa. Cresci com o meu pai escutando. Ela faz parte da cultura do Rio Grande do Sul. Mariana Lavinski – consultora de vendas – 19 anos. Adoro música nativista. Meu pai é nativistaeeutambém.O CTG faz parte da minha vida. Meu nome é Mariana por causa da música. PauloRobertoBrandão – comerciário – 49 anos. Gosto muito de música nativista e da Tertulia, é a tradição do nosso estado. Shaiane Villanova – gerente - 26 anos. Não conheço a Tertulia. Mas imagino que deve ser uma boa opção para quem aprecia o nativismo. & Camila do Carmo – vendedora – 24 anos. Conheço sim a Tertulia e acho sensacional, pois adoro músicatradicionalista. Oração- Ó Incomparável Senhora de Conceição Aparecida, Mãe de Deus, Rainha dos Anjos, Advoga- da dos Pecadores, Refúgio e Consolação dos Aflitos, livrai-nos de tudo o que possa ofender-vos e a vosso Santíssimo Filho, meu Redentor e Querido Jesus Cris- to. Virgem bendita dê proteção a mim e a minha famí- lia das doenças, da fome, assalto, raios e outros perigos que possam nos atingir. Soberana Senhora dirige-nos em todos os negócios Espirituais e Temporais. Livrai- nos das tentações do demônio para que trilhando o ca- minho da virtude, pelos merecimentos de vossa purís- sima Virgindade e o preciosíssimo sangue de vosso Filho, vos possamos ver, amar, e gozar da eterna glória, Aparecida, faça-me alcançar a graça que tanto preci- so.Agradecido,mandeipublicarummilheirodestaora- ção para que as pessoas tenham sempre mais fé em N. Sra. Aparecida. Festa 12 de outubro. Comemora- se todo dia 12 que é feriado nacional. Oração à N. Sra.Aparecida
  15. 15. A CidadeA Cidade16 De 13 a 19 de novembro de 2015 Diferente das mulheres, os homens não cos- tumam visitar um médico a não ser que algo realmente os incomode. Este é um hábito que têm levado milhares de homem à morte. Doen- ças, como o câncer de próstata, que não apre- sentam sintomas em fase inicial, dependem da detecção precoce para que possam ser cu- radas, de acordo com o urologista do Com- plexo Hospitalar Edmundo Vasconcelos, San- dro Nassar de Castro Cardoso. “É importante que os homens desenvolvam o hábito de vi- sitar seu médico periodicamente”. Segundo dados do Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva, o câncer de próstata é o tipo com maior incidência na população masculina depois do de pele não melanoma, atingindo cerca de 70 mil brasileiros todos os anos. A doença tem por característica apenas apresentar sintomas quando já está em está- gio avançado, ou seja, com possibilidade re- duzida de cura. O tratamento visa dar sobre- vida e minimizar o sofrimento do paciente. O médico reforça que, atualmente, o diagnósti- co positivo da doença não é um atestado de morte, pois, quando precocemente identifica- do, o índice de cura do câncer de próstata está em torno de 90%. De acordo com dados da Sociedade Brasileira de Urologia, os prin- cipais fatores de risco estão na idade (maior A visita ao supermercado tem se tor nado cada vez mais difícil, não só pela alta dos preços, mas também pela imensa variedade de produtos ofereci- dos que, ao invés de facilitar, acaba difi- cultando a nossa vida. Nas gôndolas não faltam opções. Todos os dias temos no- vidades e denominações diferentes, den- tre elas uma classificação, apesar de antiga, ainda causa bastante dúvida aos consumidores. Afinal, quais são as diferenças en- tre os produtos diet, light ou zero? Para que você desvende de uma vez por todas esse mistério e des- cubra qual tipo é o mais adequado para seu estilo de vida, confira as principais características de cada um deles: DIET - apresenta modifi- cações especiais para se adequar a diferentes dietas ou necessidades metabóli- cas, como diabetes, hiper- tensão, etc. São os produ- tos que se destinam a pessoas com algum tipo de doença que as obrigam a controlar ou mesmo supri- mir a ingestão de algum nu- triente normalmente pre- sente na dieta. Tem que estar declarado e ser facil- mente legível a que tipo de dieta o alimento se refere e qual a quantidade desse ele- NovembroAzul incidência a partir dos 60 anos), raça (afrodescendentes são mais propensos) e histórico familiar. “Recomendamos que os homens, a partir dos 50 anos, realizem o exame de próstata, que inclui o exame de sangue PSA (sigla em in- glês para Antígeno Prostático Especí- fico) e o exame digital retal (exame do toque) anualmente, ambos indispensá- veis”, explica o urologista. Ele ressalta que, por meio do exame de toque, é pos- sível averiguar o tamanho, consistência e se há lesões palpáveis na glândula. “Ainda hoje, a melhor forma de comba- ter este tipo de câncer é a prevenção, realizando exames preventivos periódi- cos”, destaca. A próstata é uma glându- laquepesacercade20gramas,deforma e tamanho semelhantes a uma castanha, localizada abaixo da bexiga. Sua princi- pal função, juntamente com as vesícu- las seminais, é produzir o esperma. O câncer de próstata é causado pela multiplicação descon- trolada das suas células, formando um tumor maligno originário das células glandulares do tecido prostático. Na fase avançada, quando a cura é mais difícil, os principais sintomas que se manifestam são vontade de urinar com ur- gência, dificuldade em urinar (o que causa vá- rias idas ao banheiro durante a noite), dor ós- sea, queda do estado geral, insuficiência renal e dores fortes. Fatores de Risco: Idade (cerca de 60% dos casos são de homens a partir dos 65 anos); Histórico familiar e Raça (maior inci- dência entre os afrodescendentes). TREE CO- MUNICAÇÃO(11)3093-3604/3093-3636Isa- bel Lopes – isabel.lopes@tree.inf.br. Diet, light ou zero mento em sua composição. Pode ser Diet em açucares, sódio, gordura, etc. Um produto diet em açúcares, pode não ser o mais indicado para perda de peso, uma vez que pode ser mais calórico que os produtos convencionais. É importante neste caso ver quantas calorias a porção daquele alimento vai proporcionar e com- pará-la com o alimento convencional LIGHT - neste caso, o alimento possui uma redução mínima de 25% das calorias ou de algum nutriente em relação ao origi- nal, como gordura, açúcares ou sódio. Seu consumo é indicado para pessoas que pre- cisam reduzir o teor destes elementos na alimentação. Para quem tem como foco o emagrecimento, é importante se atentar aos rótulos, pois a redução calórica pode ser muito pequena em alguns alimentos. Um bom exemplo são alguns pães light que, apesar de apresentarem um teor reduzido de gorduras, são quase tão calóricos quan- to os tradicionais. ZERO - indica o alimento com restri- ção ou isenção de algum nutriente em comparação com a versão tradicional. Para existir a alegação de, por exemplo, “Zero Açúcar” o produto pode apresen- tar no máximo 0,5 gramas de açúcar em 100 gramas do alimento pronto para o consumo. Os produtos sem adição de açú- car (sacarose) podem conter açúcares normalmente presentes nos outros ingre- dientes como a lactose (presente no lei- te), a frutose presente em frutas e outros mono e dissacarídeos presentes natural- mente nos ingredientes utilizados na fa- bricação do produto. Para cada nutriente que se declara ZERO existe o limite má- ximo legal definido pela ANVISA/Minis- tério da Saúde. Para os portadores de deficiências meta- bólicas (diabetes, hipertensos, intolerantes a determinado nutriente) é fundamental o acompanhamento de um médico ou nutri- cionista. Cabe ressaltar que mais importante do que conhecer as principais diferenças entre os produtos é saber consumi-los, fazendo com que atendam às nossas necessidades. Na ditadura do glúten free, observe se essa res- trição é realmente útil para seu organismo. Faça o mesmo com os produtos diet, light e zero. Se você não é diabético ou não pre- cisa diminuir o teor de algum nutriente es- pecífico, opte por alimentos tradicionais. Agora, se o objetivo for priorizar uma ali- mentação mais saudável, uma excelente opção podem ser os produtos menos caló- ricos, que possuem todos os nutrientes da versão original, porém em proporções mais equilibradas. Lembre-se que é possível ter qualidade de vida sem abrir mão do sabor e das delí- cias disponíveis por aí. Para isso, basta que suas escolhas sejam conscientes.Assim não haverá culpa capaz de tirar a alegria pro- porcionada por uma boa e saborosa refei- ção. Afinal, saudável e gostoso, é cada vez mais acessível, mas precisamos saber es- colher. Filomena Benfatti é formada em en- genharia de alimentos e vice-presidente de inovação da Blend Coberturas. Informações Janaina Almeida (11) 2834 9295/ 93011- 9697 e Juliana Colognesi (11) 2834 9295/ 98393 3689.
  16. 16. A CidadeA Cidade 17De 13 a 19 de novembro de 2015 Edital de Interdição 1ª Vara de Famíçia e Sucessões- Comarca de Santa Maria. Natureza: Interdição Processo: 027/ 1.14.0014928-2 (CNJ:.0035544- 21.2014.8.21.0027). Requerente: Paulo Inácio Obregon do Carmo. Requerido: Fa- binton Oliveira Obregon. Objeto: Ciência a quem interessar possa de que foi decretada a INTERDIÇÃO do REQUERIDO(A): Fabinton Oliveira Obre- gon, por sentença proferida em 31/08/2015. LIMITES DA INTERDIÇÃO: Todos os atos da vida civil. CAUSA DA INTERDIÇÃO: Re- tardo Mental leve (CID-10 F70). PRAZO DA INTERDIÇÃO: Indeterminado. CURADOR(A) NOMEADO(A); Paulo Inácio Obregon do Carmo. O prazo deste edital é o do art. 1.184 do CPC, Santa Maria, 22 de outubro de 2015. SERVIDOR: Liliane Menezes Barcelos, Escrivã Designada. JUIZ DE DIREITO: Afif Jorge Simões Neto. Edital de Citação de Interessados.Ausen- tes, Incertos e Desconhecidos- Usucapião 4ª Vara Cível- Comarca de Santa Maria. Prazo de: 20 dias. Natureza: Usucapião Processo: 027/1.150002789-8 (CNJ:. 0007298-78.2015.8.21.0027). Autor: Medi- par Participações Ltda.:. Objeto: DECLARAÇÃO de domínio sobre o Imóvel a seguir descrito. IMÓVEL: “ Um terreno urbano, localizado na Avenida Ma- estro Roberto Barbosa Ribas, bairro Jus- celino Kubitscheck, com a área total de 2.332,03 metros quadrados, confrontan- do-se : a poligonal tem inicio no vértice 1; deste, a NORDESTE, segue confrontando com a avenida Maestro Roberto Barbosa Ribas com um ângulo interno de 116º58´06” e percorre 31,05 até o vértice 2; deste, ao SUL, segue confrontando com a propriedade de Medicar Participações Ltda. – EPP com um ângulo interno de 61º35´40” e percorre 71,45 até o vértice 3; deste segue confrontando com a proprie- dade de Rádio Imembuí S/A com os se- guintes confrontantes, ângulo interno e e distâncias: a OESTE, 90º19´14” e percor- re 11,81 m até o vértice 4; deste ao SUL, 266º56´23 e percorre 50,75 m até o vértice 5; deste, a OESTE, segue confrontando com a propriedade de José Valdemir Aze- vedo Albuquerque com ângulo interno de 94º56´00” e percorre 10,38 m até o vértice 6, ao NORTE, segue confrontando com a propriedade de Medipar Participações LTDA – EPP com ângulo interno de 89º36’37” e percorre 107,80 m até o vérti- ce 1 deste onde teve inicio esta descri- ção.”. Prazo de 30 dias para contestar, que- rendo, a contar do término do presente Edital (Art. 232, IV, CPC), sob pena de se- rem presumidos como verdadeiros os fa- tos alegados pelo(s) autor(es). Santa Maria, 26 de outubro de 2015. SERVIDOR: André Luiz Corrêa Almeida. JUIZ: Luciano Barcelos Couto. ABC-ASSOCIAÇÃO DOS PROFISSIONAIS DACONTABILIDADE DE SANTAMARIA EDITALDECONVOCAÇÃO Em conformidade com o que se estabelecem os artigos 26, alínea “a”, item 2, 29, § 1º e § 2°, 30, § 1° e § 2°, 35, 42 e 45 do ESTATUTO SOCIAL, convoco os senhores membros do conselho de administração que serão eleitos na assembleia geral ordinária do dia 23/11/2015 para reunirem-se na sede própria desta entidade no dia 30 de novembro de 2015, às 18h em 1ª chamada e às 19h em 2ª chamada, a fim de deliberarem sobre a seguinte ORDEM DO DIA: 1- Leitura e aprovação da ata anterior; 2- Eleição do presidente, vice-presidente e secretário do conselho de adminis- tração para o biênio 2016/2017; 3- Eleição e posse da diretoria executiva para o biênio 2016/2017; 4- Eleição e posse do conselho fiscal para o biênio 2016/2017; 5- Apreciação do parecer do conselho fiscal; 6- Apreciação das contas e do relatório geral da diretoria executiva; 7- Assuntos gerais. Santa Maria, 12 de Novembro de 2015. Contador Plínio Miguel José Tocchetto Presidente do Conselho de Administração SEMANA MUNICIPAL DE LEITURAE LITERATURA: Cri- ar e incentivar novos leitores, uma nova geração deve ser preparada e principalmente começando pelas cri- anças.Aprefeitura municipal traba- lha nesta linha o que é gratificante, o mau que faz ao mundo, o lixo dos eletrônicos mostrado pela mídia e as suas consequências é assustador, o descarte, o perigo é iminente, por isso que se faz necessário incentivar as crianças. E a semana municipal de li- teratura com exposição na câmara de vereadores. CAIC LUIZINHO DE GRANDI: Esta escola tem valorizado os traba- lhosdosalunosecomissoosespaçosdoestabelecimentosecomplementam comtantacriatividade.
  17. 17. 19De 13 a 19 de novembro de 2015 Sejaqualforosegmento,tan- tonojornalacidadehá17anos e das 10h às 12h aos sábados narádioImembuí.Anossapau- ta maior é destacar sempre o trabalho, e o que o setor em- presarial realiza e desenvolve É o espaço do empreendedor. pelo bem de uma comunidade. Podemosirtransmitiraovivoda sua empresa, basta agendar. 32235192 PARABÉNSAVOCÊ,Reni Rubin.Empresáriobemsucedi- dopelarededefarmáciasReni, que também se chama associa- das,eadistribuidoraALdeme- dicamentos. Sábado último vi- sitandooparquedamedianeira com seu amigo empresário de Curitiba,GilsonCoelho.OReni comemorouseuaniversáriono dia 8 e as suas empresas estão conosco neste espaço desde o dia 8 de março de 2001.
  18. 18. Sexta-Feira, 13 de novembro de 2015 Ano XVII - Edição 1093 - R$ 1,50 A partir do dia 18 de novembro de 2004o jovem empreendedor Fabiano Pozzobon com apoio familiar e colaboradores come- çou essa caminhada num segmento tão necessário em todas as atividades, pois valoriza o material e a mão de obra.A lim- peza em si sempre é o cartão postal para o visitante um ambiente acolhedor é aquele querecebeotratamentoadequadoeoêxito detodosegmentoempresarialpúblicotam- bém se completa quando a parte de limpe- za e higiene oferece as pessoas um dife- rencial e através desta maneira ele vai se sentirbem.Noiniciotudofoidifícilcomoé comum Santo de casa não faz milagre, mas a empresa acreditou na sua capacidade de gerenciar e criar e buscando sempre novi- dades e valorizando o consumidor. Come- çou pequeno, ampliou suas instalações, a gama de produtos, preços e acima de tudo qualidade no que tem para comercializar. Hoje com pos- tos de atendi- mento em vá- rias cidades do estado, deze- nas de repre- sentantes com a marca dos produtosdasis- limpa procu- ramnovoscon- s u m i d o r e s , Fotos Fazem Arquivo Beto Pires e Kiko Lemos. Dois talentos locais com seu humorismo e sua música levam o nome de Santa Maria pelo Brasil. Com uma agenda sempre lotada, mas quando podem também se apresentam em nossa cidade. E na semana da tertúlia nativista, a nossa home- nagem a eles. As fotos são de outros tempos, só para recordar. Fotos Fazem Arquivo Sislimpa atua em todo estado mas a bandeira principal é mostrar a fór- mula que a empresa trabalha. Ela já rece- beu inúmeras homenagens pela qualidade e serviço prestado, contabilizando o aten- dimento em mais de 250 munícipios. Com atendimento em todos os segmentos. Uma grande equipe e está sempre pronta para bem atender as solicitações.Algumas mar- cas principais se destacam entre elas pro- dutos KIMBERLY-CLARK PROFESSI- ONAL, ECOLAB, GIRASSOL e RUBBERMAID . Ao completar 11 anos o empresário sente-se comprometido e re- alizado com o trabalho, com o serviço que acreditou e hoje ele colhe os frutos desta semente. A sede da empresa é na faixa velha de Camobi 1611, logo após a rótula do castelinho. Em frente a empresa as obras estão em andamento, mas tem aces- so especial para ali chegar. ADCE: Por proposi- ção da vereadora Sandra Rebelato prestou home- nagem pelos 25 anos desta instituição na câ- mara de vereadores. APrattiCorretoraeAdministradoradeSe- guroseRepresentaçõesLtda,localizadaem Santa Maria, busca sempre excelência em atendimento a clientes e parceiros represen- tantes,sesolidificandoacada ano como líder em seus seg- mentos. Há 15 anos no mer- cado de seguros, é registra- da pela Superintendência de Seguros Privados (SUSEP). A Pratti atua em todos os ra- mos de seguros, sendo em vida e previdência privada e possui mais de 20 segurado- ras, oferecendo uma asses- soria e consultoria para ga- rantir “a melhor opção” de acordo com as necessidades de seus clientes pessoais e corporativos, junto as maio- res grupos seguradores na- cionais e multinacionais. Na área de seguros, a empresas oferece seguro de vida (individual, empre- sarial e especial), DPVAT, de automóveis, residenciais, de empresas, e diversas outras modalidades. Outro setor da empresa, na qualaparceriaestratégicacomaFontesPro- motora (maior correspondente bancário do Brasil junto aos bancos BMG e PAN) pres- tando serviços aos 14 maiores bancos, fi- nanceiras, grupos e seguradores do país onde um tem sua atividade principal e atua- ção no mercado de crédito e auxílio finan- ceiro para servidores públicos federais, es- taduais e municipais, aposentados e pensionistas do INSS, além de empresas privadas e vários outros grupos através de convênios com desconto em folha de paga- mento (consignação), sem consulta ao SPC Fácil para alugar e Serasa. É oferecido crédito consignado, crédito pessoal, financiamentos de imóveis eveículos,edemaisinvestimentos.Umadas modalidades destaques oferecidas pela em- presa é o seguro aluguel, de fiançalocatícia,garantiadelo- caçãoimobiliáriaprevistaem Lei que oferece segurança e facilidade para locadores e imobiliárias e para os inquili- nos acaba com o problema de conseguir um fiador. Esta ga- ranteaolocadoropagamento dos aluguéis e encargos ven- cidos e não pagos pelo inqui- lino, antes mesmo da decre- tação do despejo, ou seja, durante o andamento da ação judicial. O seguro prevê tam- bém garantia para reembolso das despesas judiciais ou ofe- rece assistência jurídica gra- tuitaedeformaopcionalpara os danos ao imóvel provocado pelo inquili- no e multas contratuais. Conforme o em- presário Alex Pratti, no ramo de seguros, a modalidade mais procurada têm sido a de imóveis, principalmente devido aos tempo- rais e eventos climáticos ocorridos nos últi- mos meses.”Temos planos básicos de se- guros residenciais a partir de R$ 100", diz Pratti sobre o baixo custo do investimento. Na parte de crédito, a modalidade de con- signado à pensionistas e aposentados do INSS teve um aumento de cerca de 20% na sua procura nos últimos três meses. APratti CorretoraeAdministradoradeSeguroseRe- presentações Ltda tem sua sede naAvenida RioBranco,920,emSantaMaria.Saibamais em www.pratticorretora.com.br

×