O DESAFIO
 As emissões antrópicas de gases do efeito estufa (GEE) tem alcançado um
nível anual de mais de 42 Bilhões TCO2...
EMISSOES ACUMULADAS DE C02
100
150
200
250
300
350
1970 1975 1980 1985 1990 1995 2000 2005
Index(1970=100)
600
800
1000
12...
POLÍTICAS INTERNACIONAIS - UNFCCC
  O tratado propõe que os 175 países-membros (principalmente os
desenvolvidos) reduzem ...
PROGRAMAS DE FINANCIAMENTO
  Global Environmental Facility (GEF) – Como mecanismo de
financiamento do UNFCCC, o GEF aloca...
MERCADO DE CARBONO
Fundos de Carbono – Banco Mundial
  Umbrella Carbon Facility - $ 799 milhões (2 HFC – 232 projetos na ...
MERCADO DE CARBONO
  Impactos Gerais – Até 2008, o Banco Mundial
assinou 119 contratos de compra de redução de
emissões p...
PRINCIPAIS MERCADOS DE CARBONO
PRINCIPAIS MERCADOS VOLUNTÁRIOS DE
CARBONO
Comércio Internacional de Emissões
Apesar a crise financeira
global, o mercado de carbono
dobrou em 2008 para um valor
est...
PROGRAMAS DE FINANCIAMENTO
 Fundo de Investimento do Clima (CIF) – segue os princípios
do UNFCCC para auxiliar países em ...
MERCADO DE CARBONO
  Carbon Partnership Facility (CPF) – Nova estratégia de trabalho para
programas de longo prazo de red...
LOW CARBON CASE STUDY BRAZIL
LOW CARBON CASE STUDY BRAZIL
Potencial de Abatimento 2010-2030
(MtCO2eq.) - total de 11 bilhões tCO2eq.
Desmatamento
evitado, 6,287
Residuos sólidos,
9...
Possíveis projetos de mitigação no Brasil
Projetos Instrumento
BNDES Carbon Finance Support: Integration of CF into
infras...
PRÓXIMOS PASSOS
  United Nations Climate Change Conference
COP15 em Copenhagen
Reunião internacional para avaliar e redef...
PROGRAMAS DE FINANCIAMENTO
 Além de mitigação, a UNFCCC desenvolveu 2 fundos para adaptação:
 Fundo Especial para os Paí...
Desafios de Adaptação para O Brasil
  Energia
  Água
  Agricultura
  Eventos catastróficos - áreas urbanas, litorâneos...
Fórum Aquecimento Global - Soluções Viáveis, 17/08/2009 - Apresentação de Mark Lundell
Fórum Aquecimento Global - Soluções Viáveis, 17/08/2009 - Apresentação de Mark Lundell
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Fórum Aquecimento Global - Soluções Viáveis, 17/08/2009 - Apresentação de Mark Lundell

185 visualizações

Publicada em

Apresentação de Mark Lundell, do Banco Mundial - Combate ao Aquecimento Global: Políticas Internacionais e Programas de Incentivo

Publicada em: Meio ambiente
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
185
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Fórum Aquecimento Global - Soluções Viáveis, 17/08/2009 - Apresentação de Mark Lundell

  1. 1. O DESAFIO  As emissões antrópicas de gases do efeito estufa (GEE) tem alcançado um nível anual de mais de 42 Bilhões TCO2eq (dados de 2005), e decorrem principalmente pelas seguintes atividades humanas:  Eletricidade e Aquecimento 10,3 Bilhões TCO2eq. (25%)  Indústrias 8,9 Bilhões TCO2eq. (21%)  LULUCF 7,6 Bilhões TCO2eq. (18%)  Agricultura 6,2 Bilhões TCO2eq. (15%)  Transportes 5,7 Bilhões TCO2eq. (14%)  Os níveis de CO2 aumentaram em volume de 280 partes por milhão no período que antecede à Revolução Industrial para quase 360 partes por milhão nos dias de hoje - cerca de 30%  Mais nas últimas duas décadas, o mundo emitiu 40% dos emissões totais desde o começo a Revolução Industrial – e uma acumulação intensificada que terá um impacto nos níveis de CO2 na atmosfera.
  2. 2. EMISSOES ACUMULADAS DE C02 100 150 200 250 300 350 1970 1975 1980 1985 1990 1995 2000 2005 Index(1970=100) 600 800 1000 1200 1400 1600 1800 BilhõesdetoneladasdeCO2 Real GDP Emissões de CO2 Acumuladas (BtCO2)
  3. 3. POLÍTICAS INTERNACIONAIS - UNFCCC   O tratado propõe que os 175 países-membros (principalmente os desenvolvidos) reduzem a emissão de GEE em, pelo menos, 5,2% em relação aos níveis de 1990 ate o fim de 2012.   Para os paises Anexo 1, isto equivale em 1.1 bilhões tCO2eq., referente ao nível de 1990, mais a diferença de 1990-2005, que é de 7 bilhões tCO2eq.   No âmbito do Protocolo, se desenvolveram dois mecanismos:   (i) Mecanismo de Desenvolvimento Limpo (MDL) – ≈ 3 bilhões tCO2eq. de 2005-2012, contratos de 400 milhões t/ano - que englobam tipicamente períodos de cinco anos   (ii) Implementação Conjunta (IC) - ≈ 251 milhões tCO2eq. de 2008-2012, contratos de 50 milhões t/ano
  4. 4. PROGRAMAS DE FINANCIAMENTO   Global Environmental Facility (GEF) – Como mecanismo de financiamento do UNFCCC, o GEF aloca aproximadamente $280 milhões por ano em projetos de mudanças climáticas, nas áreas de eficiência energética, energia renovável e transportes sustentáveis.   Além disso, o GEF administra Fundo Especial para Mudança do Clima (SCCF) - financia projetos relacionados à transferência de tecnologia, energia, transportes, indústria, agricultura, florestas, gestão de resíduos urbanos e diversidade econômica.   Recursos totais de $100 milhões. Até abril 2009, 16 projetos foram aprovados.
  5. 5. MERCADO DE CARBONO Fundos de Carbono – Banco Mundial   Umbrella Carbon Facility - $ 799 milhões (2 HFC – 232 projetos na China)   BioCarbon Fund - $ 54 milhões em projetos de uso da terra e florestas   Prototype Carbon Fund – fundo piloto, $ 220 milhões em projetos de propósitos múltiplos   Community Development Carbon Fund - $ 128.6 milhões em projetos MDL de pequena escala Fundos Regionais   Carbon Fund for Europe - € 50 milhões em projetos de propósitos múltiplos; Danish Carbon Fund - € 90 milhões; Italian Carbon Fund – US$156 milhões; Spanish Carbon Fund - € 220 milhões;   Netherlands European Carbon Facility – projetos de Implementação Conjunta (IC)   Netherlands Clean Development Mechanism Facility – US$ 265 milhões em projetos de MDL em energia, infra-estrutura e indústria.
  6. 6. MERCADO DE CARBONO   Impactos Gerais – Até 2008, o Banco Mundial assinou 119 contratos de compra de redução de emissões para a mitigação total de 262 milhões de tCO2eq. Carbon Finance (Projetos) Mitigação (MtCO2e) Valor (Bilhões US$) Projetos aprovados 221 1,8 Projetos em preparação 232 1,9 Projetos prospectos 262 2,3
  7. 7. PRINCIPAIS MERCADOS DE CARBONO
  8. 8. PRINCIPAIS MERCADOS VOLUNTÁRIOS DE CARBONO
  9. 9. Comércio Internacional de Emissões Apesar a crise financeira global, o mercado de carbono dobrou em 2008 para um valor estimado em mais de US$ 126 bilhões, de acordo com o relatório mais recente do Banco Mundial, State and Trends of the Carbon Market Report 2009, apresentado durante a feira Carbon Expo em Barcelona. Parece que esse mecanismos estão produzindo reduções de nível de emissões que equivalem a cerca de 1-1.5 bilhões tCO2eq. Mas, o desafio do Kioto e cinco vezes maior 2007 2008 Volume Valor Volume Valor (MtCO2e) (MUS$) (MtCO2e) (MUS$) Transações de Projetos MDL 552 7433 389 6519 Implementação Conjunta (IC) 41 499 20 294 Mercado Voluntário 43 263 54 397 Projetos secundários de MDL 240 5451 1072 26277 Mercados de Permissões EU ETS 2060 49065 3093 91910 New South Wales 25 224 31 183 Chicago Climate Exchange 23 72 69 309 RGGI na na 65 246 AAUs na na 18 211 Total 2984 63007 4811 126346
  10. 10. PROGRAMAS DE FINANCIAMENTO  Fundo de Investimento do Clima (CIF) – segue os princípios do UNFCCC para auxiliar países em desenvolvimento a financiar os custos das medidas de mitigação e adaptação em resposta aos desafios das alterações climáticas. Estimativa do recurso: US$ 6.1 bilhões (2009-2012)   Fundo de Tecnologias Limpas (CTF) – investimentos em tecnologia de baixo carbono, com programas nas áreas: energias renováveis, eficiência energética, transportes, etc.   Fundo Estratégico para o Clima (SCF) – apóia vários programas-piloto de ações climáticas, i.e., Programa-Piloto para a Resiliência do Clima (PPCR)
  11. 11. MERCADO DE CARBONO   Carbon Partnership Facility (CPF) – Nova estratégia de trabalho para programas de longo prazo de redução às emissões pós-2012. Primeiros passos: € 350 milhões – max. € 700 milhões. Objetivo: potencialmente US$ 5 bilhões.   Forest Carbon Partnership Facility (FCPF) – auxílio à países em desenvolvimento para reduzir as emissões em terras degradadas e desmatamento (REDD) e programas pilotos de incentivos de pagamento de carbono - US$ 155 milhões. Em 2008, o FCPF tem 25 países em desenvolvimento participantes.
  12. 12. LOW CARBON CASE STUDY BRAZIL
  13. 13. LOW CARBON CASE STUDY BRAZIL
  14. 14. Potencial de Abatimento 2010-2030 (MtCO2eq.) - total de 11 bilhões tCO2eq. Desmatamento evitado, 6,287 Residuos sólidos, 981 Outros resíduos, 270 Transporte, 492 Etanol substituindo gasolina, 759 Outras energias, 1,284 Carvão renovável substituindo carvão não- renovável, 567 Outros usos da terra, 1,300
  15. 15. Possíveis projetos de mitigação no Brasil Projetos Instrumento BNDES Carbon Finance Support: Integration of CF into infrastructure finance CPF, CTF & IBRD/IFC Integrated urban transport , land use and climate change – metro expansion, BRT, urban rail CTF, IBRD, CPF Refrigerator replacement program - national CTF, CPF, IBRD, & IFC Eletrobras - CF support to: (i) Transmission lines; (ii) renewable energy auction CPF, Energy Auction, PHRD Strenthening of Carbon Market, GEF, CTF Using Degraded Pastures for Energetic Forests, Silvo- Pastoral, Intensified livestock FIP/CTF, IBRD/IFC, CPF Sugar Cane Sector programmatic approach - cogeneration, black liquor methane reduction, reforestation CPF, CTF, IFC Clean Pig Iron Program - Minas Gerais and other states CTF, CPF, BioCF, Carbon Auction, IBRD/IFC, BNDES
  16. 16. PRÓXIMOS PASSOS   United Nations Climate Change Conference COP15 em Copenhagen Reunião internacional para avaliar e redefinir os compromissos do Protocolo de Quioto. Propostas Existentes – Alguns dos Principais Emissores:   EU Climate and Energy Package: 20% abaixo dos níveis de 1990 até 2020;   US: 20% e 83% abaixo dos níveis de 2005 até 2020 e 2050, respectivamente;   Austrália: 5 – 15% abaixo dos níveis de 2000 até 2020 (possivelmente 25%)   Juntos, ate 2020, esses tipos de compromissos implicariam um “passivo ambiental estrutural” de cerca de 10 bilhões tCO2eq. para os paises do Anexo 1
  17. 17. PROGRAMAS DE FINANCIAMENTO  Além de mitigação, a UNFCCC desenvolveu 2 fundos para adaptação:  Fundo Especial para os Países Menos Desenvolvidos (LDCF) - apóia países menos desenvolvidos que sejam parte da Convenção na preparação e implementação dos Programas de Ação Nacional de Adaptação as Alterações Climáticas (NAPAs).  Até abril 2009, 39 NAPA’s haviam sido completados e 26 projetos de implementação haviam sido aprovados pelo LDCF. Recursos existentes de $180 milhões.  Fundo para a Adaptação (AF) - financia projetos e programas de adaptação em países em desenvolvimento que retificaram o Protocolo de Quioto e que são mais vulneráveis aos efeitos adversos das mudanças climáticas.  A UNFCCC estima a disponibilidade de fundos entre 2008-2012 de $80-300 milhões/ano.
  18. 18. Desafios de Adaptação para O Brasil   Energia   Água   Agricultura   Eventos catastróficos - áreas urbanas, litorâneos, remotas   Impacto social

×