Você me diz que seus pais
Não entendem
Mas você não entende seus pais...
Você culpa seus pais por tudo
Isso é absurdo
São ...
2. Baseando-se neste pensamento, leia a letra de outra música, desta vez do cantor Sérgio Reis e
analise as seguintes ques...
Propostas de Redação para o ENEM - Patrícia
Propostas de Redação para o ENEM - Patrícia
Propostas de Redação para o ENEM - Patrícia
Propostas de Redação para o ENEM - Patrícia
Propostas de Redação para o ENEM - Patrícia
Propostas de Redação para o ENEM - Patrícia
Propostas de Redação para o ENEM - Patrícia
Propostas de Redação para o ENEM - Patrícia
Propostas de Redação para o ENEM - Patrícia
Propostas de Redação para o ENEM - Patrícia
Propostas de Redação para o ENEM - Patrícia
Propostas de Redação para o ENEM - Patrícia
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Propostas de Redação para o ENEM - Patrícia

412 visualizações

Publicada em

Slides da aula de Redação (Patrícia) sobre as possiveis propostas de redação para o ENEM

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
412
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
38
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Propostas de Redação para o ENEM - Patrícia

  1. 1. Você me diz que seus pais Não entendem Mas você não entende seus pais... Você culpa seus pais por tudo Isso é absurdo São crianças como você O que você vai ser Quando você crescer?
  2. 2. 2. Baseando-se neste pensamento, leia a letra de outra música, desta vez do cantor Sérgio Reis e analise as seguintes questões: Couro de Boi Conheço um velho ditado, que é do tempo dos agáis. Diz que um pai trata dez filhos, dez filhos não trata um pai. Sentindo o peso dos anos sem poder mais trabalhar, o velho, peão estradeiro, com seu filho foi morar. O rapaz era casado e a mulher deu de implicar. "Você manda o velho embora, se não quiser que eu vá". E o rapaz, de coração duro, com o velhinho foi falar: Para o senhor se mudar, meu pai eu vim lhe pedir Hoje aqui da minha casa o senhor tem que sair Leve este couro de boi que eu acabei de curtir Pra lhe servir de coberta aonde o senhor dormir O pobre velho, calado, pegou o couro e saiu Seu neto de oito anos que aquela cena assistiu Correu atrás do avô, seu paletó sacudiu Metade daquele couro, chorando ele pediu O velhinho, comovido, pra não ver o neto chorando Partiu o couro no meio e pro netinho foi dando O menino chegou em casa, seu pai foi lhe perguntando. Pra quê você quer este couro que seu avô ia levando Disse o menino ao pai: um dia vou me casar O senhor vai ficar velho e comigo vem morar Pode ser que aconteça de nós não se combinar Essa metade do couro vou dar pro senhor levar

×