Atos ilocutórios

3.633 visualizações

Publicada em

Atos ilocutórios

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.633
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
8
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
64
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Atos ilocutórios

  1. 1. ATOS ILOCUTÓRIOS Tipos de atos de fala
  2. 2. Um ato ilocutório  É um ato discursivo;  Produz um enunciado;  Realiza uma ação. 2
  3. 3. Um ato ilocutório pressupõe:  A intenção comunicativa da pessoa que fala  O efeito que visa alcançar na pessoa a quem se dirige 3
  4. 4. Atos assertivos Traduzem uma posição, uma verdade assumida pela pessoa que fala o locutor compromete a sua responsabilidade sobre a existência de um estado de coisas e sobre a verdade da proposição enunciada 4
  5. 5. Atos directivos  Pretendem conduzir o outro à realização de uma ação 5
  6. 6. Atos compromissivos  Exprimem um compromisso assumido pela pessoa que fala 6
  7. 7. Atos expressivos  Expressam sentimentos, emoções, estados de espírito da pessoa que fala  o locutor exprime um estado psicológico; tipicamente, este tipo de ato tem por função olear as relações interpessoais. (Ex.: «Os meus sentimentos»; «Lamento imenso.») 7
  8. 8. Atos declarativos  Exprimem uma realidade criada pelo próprio ato de fala  colocar diretamente o locutor em termos de poder criar a realidade  Está associado a atos sociais como o casamento, reuniões, julgamentos… 8
  9. 9. Atos declarativos O locutor, pelo seu estatuto social ou profissional, está em condições de:  Criar uma nova realidade;  Assumir a verdade do enunciado que produz. 9
  10. 10. Os atos de fala podem ser: o locutor formular um ato para cumprir outro. Temos então a distinção entre atos ilocutórios diretos e atos ilocutórios indiretos. O locutor conta que o alocutário esteja em condições de proceder às inferências necessárias de modo a reconhecer o fim ilocutório último do seu ato. Diretos Indiretos 10
  11. 11. Atos de fala diretos  Aquilo que dizemos corresponde literalmente àquilo que queremos dizer Ex: Dá-me a caneta. 11
  12. 12. Atos de fala indiretos  Quando fazemos um pedido, um convite, damos uma ordem, de uma forma mais subtil  Relacionam-se com a cortesia Ex: Podes dar-me a caneta? 12
  13. 13. 13 Eis alguns exemplos: a) Deixaste a porta aberta. = Fecha a porta./Ordeno-te que feches a porta. [Ato direto assertivo] [Ato indireto: diretivo] (Tipo de frase: declarativa) b) Amanhã tens aqui o relatório. = Entregarei o relatório a tempo./Prometo-te que vou entregar relatório a tempo. [Ato direto: assertivo] [Ato indireto: compromissivo] (Tipo de frase: declarativa) c) Deixaste de fumar! = Parabéns! [Ato direto: assertivo] [Ato indireto: expressivo] (Tipo de frase: exclamativo)
  14. 14. d) Vou-te comprar um casaco./Prometo que te vou comprar um casaco. = Vai comprar um casaco. 14 [Ato direto: compromissivo] [Ato indireto: diretivo] (Tipo de frase: declarativa) 4. Analisando o enunciado proposto pelo consulente. Como o sujeito é nulo, vamos considerar as duas situações possíveis. e) – Já lhe disse, Sr. Aurélio, é fundamental que deixe de fumar. f) É fundamental que [ele, o seu marido] deixe de fumar. Quer em e) quer em f) temos duas frases declarativas. e) e f) correspondem a atos diretos assertivos. e) e f) realizam atos indiretos diretivos.

×