Escola Estadual Sebastiana Braga
Professor: Fabricio
Disciplina: Língua Portuguesa
2º ano 4 e 5
Tema: Verbos 1
TEMPOS SIMPLES
presente
pretérito imperfeito,
pretérito perfeito
futuro do presente
futuro do pretérito
pretérito mais-que...
em outras línguas, podem distinguir-se outros modos,
como o optativo, o real, o irreal etc.]
Modo
Cada uma das diferentes ...
Modo indicativo
Modo verbal por meio do qual se expressa a ação ou o
estado denotado pelo verbo como um fato real. Assim, ...
MAIS SOBRE O PRESENTE
Como vimos, o presente do modo indicativo é tempo verbal
que indica que a ação decorre simultaneamen...
MAIS SOBRE O PRESENTE
Presente histórico
uso especial do tempo presente dos verbos para narrar um
acontecimento que se de...
Observe que o pretérito considerado, no modo subjuntivo, é im-
perfeito.
Modo verbal por meio do qual o falante expressa a...
Modo imperativo
É o modo pelo qual o falante incita seu interlocutor
(ouvinte) a praticar ou a não praticar a ação express...
forma nominal do verbo que nomeia uma ação ou estado, mas que
é neutra quanto às suas categorias gramaticais tradicionais,...
O pretérito imperfeito:
pretérito imperfeito do indicativo
Em português, é a flexão modo-temporal que expressa,
dentre out...
PRETÉRITO MAIS-QUE-PERFEITO DO INDICATIVO
Pretérito perfeito do indicativo
em português, flexão que indica uma ação vista ...
Futuro do presente: tempo verbal do modo indicativo que situa
uma ação ou um estado em momento posterior àquele em que se
...
Futuro do presente: tempo verbal do modo indicativo que situa
uma ação ou um estado em momento posterior àquele em que se
...
FORMAÇÃO DO IMERATIVO
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Tempo e modo verbais

1.043 visualizações

Publicada em

revisão

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.043
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
13
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Tempo e modo verbais

  1. 1. Escola Estadual Sebastiana Braga Professor: Fabricio Disciplina: Língua Portuguesa 2º ano 4 e 5 Tema: Verbos 1
  2. 2. TEMPOS SIMPLES presente pretérito imperfeito, pretérito perfeito futuro do presente futuro do pretérito pretérito mais-que-perfeito Modo indicativo Modo subjuntivo presente, pretérito imperfeito futuro Modo imperativo afirmativo e negativo formas nominais infinitivo impessoal infinitivo pessoal gerúndio particípio
  3. 3. em outras línguas, podem distinguir-se outros modos, como o optativo, o real, o irreal etc.] Modo Cada uma das diferentes flexões que o verbo apresenta em algumas línguas, como as neolatinas, para indicar a modalidade, a atitude (de certeza, dúvida, desejo etc.) da pessoa que fala em relação ao fato que enuncia é chamado de modo. Em português há três modos: Indicativo Subjuntivo Imperativo
  4. 4. Modo indicativo Modo verbal por meio do qual se expressa a ação ou o estado denotado pelo verbo como um fato real. Assim, o falante exprime a certeza ao que diz, quer em referência ao presente, ao passado ou ao futuro. Exemplos: viajo, viajava, viajei, viajarei, viajaria O modo indicativo distingue o passado em três aspectos de tempo: Pretérito perfeito: eu viajei Pretérito imperfeito: eu viajava Pretérito mais que perfeito: eu viajara E o futuro em dois aspectos de tempo: Futuro do presente: eu viajarei Futuro do pretérito: eu viajaria
  5. 5. MAIS SOBRE O PRESENTE Como vimos, o presente do modo indicativo é tempo verbal que indica que a ação decorre simultaneamente com o ato da fala, que é habitual no tempo presente; ele pode, contudo, receber mais dois nomes, dependendo do tipo de “presente” que representa no discurso: Presente gnômico Uso especial do tempo presente dos verbos para indicar fatos atemporais (ou seja, essas orações são intemporais), verdades eternas, leis da natureza, definições científicas, provérbios etc. : A terra é redonda. Em terra de cego, quem tem um olho não revela. Não é que o crime não compensa. É que, quando compensa, muda de nome. Ri melhor quem ri por último. Correndo, naturalmente, o risco de passar por débil mental. (Millôr Fernandes)
  6. 6. MAIS SOBRE O PRESENTE Presente histórico uso especial do tempo presente dos verbos para narrar um acontecimento que se deu no passado; Era setembro de 1822. D. Pedro viaja com sua guarda para o Rio de Janeiro; às margens do riacho Ipiranga é interceptado por emissários do rei de Portugal.
  7. 7. Observe que o pretérito considerado, no modo subjuntivo, é im- perfeito. Modo verbal por meio do qual o falante expressa a ação ou estado denotado pelo verbo como um fato irreal, incerto ou duvidoso, possível ou desejado, ou quando se emite sobre o fato real um julgamento (resumindo, hipóteses) O modo subjuntivo, por esse motivo, exprime três tempos: Presente: Talvez ela viaje à noite (que eu viaje...) Pretérito Imperfeito: Talvez ela viajasse à noite (se eu viajasse...) Futuro: Quando ela viajar (se ela viajar...) Modo subjuntivo
  8. 8. Modo imperativo É o modo pelo qual o falante incita seu interlocutor (ouvinte) a praticar ou a não praticar a ação expressa pelo verbo, por isso fica no tempo presente, e pode ser: Imperativo afirmativo: Viaje à noite. Imperativo negativo: Não viaje à noite.
  9. 9. forma nominal do verbo que nomeia uma ação ou estado, mas que é neutra quanto às suas categorias gramaticais tradicionais, ou seja, tempo, modo, aspecto, número, pessoa No português, excepcionalmente, o infinitivo pode expressar pessoa e número, nas formas que são chamadas infinitivo pessoal ou flexionado, o que constitui um idiotismo da língua portuguesa Infinitivo Infinitivo pessoal (flexionado) Exemplo de conjugação de infinitivo pessoal: Para eu amar Para tu amares Para ele amar Para nós amarmos Para vós amardes Para eles amarem
  10. 10. O pretérito imperfeito: pretérito imperfeito do indicativo Em português, é a flexão modo-temporal que expressa, dentre outras, ação em seu curso, no passado, ou ação habitual no passado (p.ex.: a mãe falava ao telefone no momento da chegada do filho; ele catava papel para sobreviver) pretérito imperfeito do subjuntivo em português, flexão modo-temporal que expressa, dentre outras, ação passada ou atemporal, em orações subordinadas iniciadas pela integrante que, e em cuja oração principal há noção de desejo, ordem, pedido, sugestão etc. (p.ex., queriam que eu fosse médico; mandaram que ele tirasse o chapéu), ou em orações subordinadas condicionais iniciadas por se ou caso (p.ex., se tivesse dinheiro, compraria uma casa; caso soubesse das suas intenções, teria tomado cuidado)
  11. 11. PRETÉRITO MAIS-QUE-PERFEITO DO INDICATIVO Pretérito perfeito do indicativo em português, flexão que indica uma ação vista como terminada no passado, ou uma série de ações iguais, também terminada no passado (p.ex.: escrevi uma carta ao jornal; passeei muito nesta praça quando era jovem) O tempo pretérito mais-que-perfeito não tem esse nome porque é mais perfeito, porque é perfeitíssimo. Vejamos um exemplo: Quando o árbitro apitou, a bola já entrara. Esse "entrara" é o pretérito mais-que-perfeito. Significa "tinha" ou "havia entrado". Quando o árbitro apitou ( pretérito perfeito ), a bola já tinha, já havia entrado, a bola entrara (pretérito mais-que perfeito). O pretérito perfeito indica um momento determinado do passado:"...o árbitro apitou ...“. O pretérito mais-que-perfeito indica um momento antes do pretérito perfeito: "... a bola já entrara."
  12. 12. Futuro do presente: tempo verbal do modo indicativo que situa uma ação ou um estado em momento posterior àquele em que se fala; futuro futuro do pretérito tempo verbal que situa uma ação ou estado no futuro em relação a um momento passado (p.ex., 'a filha nasceu em 1976, e em 1977 nasceria o filho'); ou mais frequentemente indica um fato FUTURO dependente de uma condição (p.ex., 'se fosse convidado, claro que iria'); ou ainda é us. quando o locutor não quer responsabilizar-se pela informação do enunciado (p.ex., 'os ossos encontrados seriam de um homem pré-histórico‘)
  13. 13. Futuro do presente: tempo verbal do modo indicativo que situa uma ação ou um estado em momento posterior àquele em que se fala; futuro futuro do pretérito tempo verbal que situa uma ação ou estado no futuro em relação a um momento passado (p.ex., 'a filha nasceu em 1976, e em 1977 nasceria o filho'); ou mais frequentemente indica um fato FUTURO dependente de uma condição (p.ex., 'se fosse convidado, claro que iria'); ou ainda é us. quando o locutor não quer responsabilizar-se pela informação do enunciado (p.ex., 'os ossos encontrados seriam de um homem pré-histórico‘)
  14. 14. FORMAÇÃO DO IMERATIVO

×