Análise sintática do 
período composto 
Profª Bianca Leilane 
Turmas 201 e 202
Orações Subordinadas Substantivas 
• São orações dependentes. 
• As orações subordinadas substantivas exercem 
função sint...
Classificação das orações subordinadas 
substantivas 
Subjetiva: funciona como sujeito do verbo da oração 
principal. O v...
Classificação das orações subordinadas 
substantivas 
Objetiva direta: exerce a função de objeto direto 
do verbo da oraç...
Classificação das orações subordinadas 
substantivas 
Objetiva indireta: funciona como objeto indireto 
do verbo da oraçã...
Classificação das orações subordinadas 
substantivas 
Completiva nominal: funciona como 
complemento nominal de um nome d...
Classificação das orações subordinadas 
substantivas 
Predicativa: funciona como predicativo do 
sujeito da oração princi...
Classificação das orações subordinadas 
substantivas 
Apositiva: funciona como aposto de um nome da 
oração principal. Es...
PRONOMES 
RELATIVOS
Pronomes Relativos 
• É aquele que retoma 
um termo expresso 
anteriormente, por isso 
chamado de 
antecedente. São eles: ...
Pronome Relativo 
• Podem ou não ser precedidos de preposição. 
• Observe: 
O bairro onde mora é muito antigo. (sem 
prepo...
DICA... 
Os pronomes 
relativos, 
excetuando-se 
“cujo” e seus 
derivados, podem 
ser facilmente 
substituídos pelo 
relat...
O pronome relativo “CUJO” 
• É empregado em circunstâncias diferentes 
daquelas em que são empregados os demais 
pronomes ...
O pronome relativo “ONDE” 
• De acordo com a norma padrão, este 
pronome é empregado somente para indicar 
um lugar concre...
O pronome relativo “AONDE” 
• Empregado apenas quando acompanha 
verbos que indicam movimento, como, ir, 
chegar, levar, e...
ORAÇÕES 
SUBORDINADAS 
ADJETIVAS
Orações subordinadas adjetivas 
• São aquelas que funcionam como 
um adjetivo, modificando o 
substantivo. Sempre são inic...
Oração subordinada adjetiva 
explicativa 
• São as orações que indicam uma 
qualidade essencial do substantivo, 
devem est...
Oração subordinada adjetiva restritiva 
• São as orações que indicam uma 
qualidade adicionada ao substantivo, ou 
seja, u...
Comparando... 
• Os bois de minha fazenda que contraíram a febre 
aftosa serão sacrificados. 
(ou seja, apenas uma parte d...
“Um ladrão rouba um tesouro, mas não furta a 
inteligência. Uma crise destrói uma herança, 
mas não uma profissão. Não imp...
Período composto
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Período composto

306 visualizações

Publicada em

Português: Período composto

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
306
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
19
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Período composto

  1. 1. Análise sintática do período composto Profª Bianca Leilane Turmas 201 e 202
  2. 2. Orações Subordinadas Substantivas • São orações dependentes. • As orações subordinadas substantivas exercem função sintática própria do substantivo. São geralmente introduzidas por conjunções integrantes: como, que e se. Ex.: Interessa-me que você compareça. oração principal oração subordinada substantiva
  3. 3. Classificação das orações subordinadas substantivas Subjetiva: funciona como sujeito do verbo da oração principal. O verbo da oração principal se apresenta sempre na terceira pessoa do singular e nessa não há sujeito; o sujeito é a oração subordinada. Ex.: É necessário que se estabeleçam regras nesta empresa. Oração Principal Oração Subordinada Substantiva Subjetiva
  4. 4. Classificação das orações subordinadas substantivas Objetiva direta: exerce a função de objeto direto do verbo da oração principal. Está sempre ligada ao verbo da oração principal – o qual será, obrigatoriamente, um VTD – sem auxílio de preposição, indicando o alvo sobre o qual recai a ação desse verbo. Ex.: Quero saber como você chegou aqui. Oração Principal Or. Subordinada Substantiva Objetiva Direta
  5. 5. Classificação das orações subordinadas substantivas Objetiva indireta: funciona como objeto indireto do verbo da oração principal. Está sempre ligada a um verbo – o qual será, obrigatoriamente, um VTI – da oração principal, com auxílio de preposição, indicando o alvo do processo verbal. Ex.: Mariana lembrou-se de que Manoel chegaria mais tarde. Or. Principal Or. Subordinada Subs. Objetiva Indireta
  6. 6. Classificação das orações subordinadas substantivas Completiva nominal: funciona como complemento nominal de um nome da oração principal. Está sempre ligada a um nome da oração principal por meio de preposição. Ex.: Tenho certeza de que não há esperanças. Or. Principal Or. Sub. Subs. Completiva Nominal
  7. 7. Classificação das orações subordinadas substantivas Predicativa: funciona como predicativo do sujeito da oração principal. Está sempre ligada ao sujeito da oração principal através de verbo de ligação. Ex.: Minha vontade é que encontres o teu caminho. Or. Principal Or. Subordinada Subs. Predicativa
  8. 8. Classificação das orações subordinadas substantivas Apositiva: funciona como aposto de um nome da oração principal. Está sempre ligada a um nome da oração principal, sem o uso de preposição e sem mediação de verbo de ligação. Faço apenas um pedido: que você nunca abandone os seus princípios. Or. Principal Or. Subor. Subs. Apositiva (observar quadro da página 6)
  9. 9. PRONOMES RELATIVOS
  10. 10. Pronomes Relativos • É aquele que retoma um termo expresso anteriormente, por isso chamado de antecedente. São eles: VVaarriiáávveeiiss IInnvvaarriiáávveeiiss oo qquuaall,, ooss qquuee qquuaaiiss,, aa qquueemm qquuaall,, aass oonnddee qquuaaiiss,, ccuujjoo,, ccuujjooss,, ccuujjaa,, ccuujjaass,, qquuaannttoo,, qquuaannttooss,, qquuaannttaass..
  11. 11. Pronome Relativo • Podem ou não ser precedidos de preposição. • Observe: O bairro onde mora é muito antigo. (sem preposição) O garoto a quem entreguei os documentos é da empresa. (preposição “a”)
  12. 12. DICA... Os pronomes relativos, excetuando-se “cujo” e seus derivados, podem ser facilmente substituídos pelo relativo “o qual” e suas variantes. • Observe: Você conhece a menina de quem lhe falei? Você conhece a menina da qual lhe falei?
  13. 13. O pronome relativo “CUJO” • É empregado em circunstâncias diferentes daquelas em que são empregados os demais pronomes relativos. Ele liga dois termos, estabelecendo entre eles uma relação de posse. • Ele é variável e concorda em gênero e número com o termo que o sucede. • Nunca há artigo após o pronome “cujo”. Observe: O professor cuja casa foi assaltada, mora aqui perto.
  14. 14. O pronome relativo “ONDE” • De acordo com a norma padrão, este pronome é empregado somente para indicar um lugar concreto, nunca uma situação. Observe: O clube onde treino estará fechado no próximo domingo. • Se o contexto fizer referência a uma situação, e não a um lugar, recomenda-se empregar “em que”. Observe: Pareci um debate em que ninguém sabia nada.
  15. 15. O pronome relativo “AONDE” • Empregado apenas quando acompanha verbos que indicam movimento, como, ir, chegar, levar, etc. • Observe: O lugar aonde vou é agradável.
  16. 16. ORAÇÕES SUBORDINADAS ADJETIVAS
  17. 17. Orações subordinadas adjetivas • São aquelas que funcionam como um adjetivo, modificando o substantivo. Sempre são iniciadas por um pronome relativo e podem ser classificadas como explicativas ou restritivas.
  18. 18. Oração subordinada adjetiva explicativa • São as orações que indicam uma qualidade essencial do substantivo, devem estar entre vírgulas e funcionam como aposto explicativo. Exemplo: O homem, que é mortal, age como um ser imortal. (ou seja, todo homem é mortal)
  19. 19. Oração subordinada adjetiva restritiva • São as orações que indicam uma qualidade adicionada ao substantivo, ou seja, uma qualidade não essencial, não pode estar entre vírgulas e funciona sintaticamente como adjunto adnominal. Exemplo: O homem que é inteligente lê mais. (ou seja: somente os homens inteligentes leem mais)
  20. 20. Comparando... • Os bois de minha fazenda que contraíram a febre aftosa serão sacrificados. (ou seja, apenas uma parte dos bois será sacrificada – restritiva) • Os bois de minha fazenda, que contraíram a febre aftosa, serão sacrificados. (ou seja, todos os bois contraíram a doença, portanto todos serão sacrificados – explicativa)
  21. 21. “Um ladrão rouba um tesouro, mas não furta a inteligência. Uma crise destrói uma herança, mas não uma profissão. Não importa se você não tem dinheiro, você é uma pessoa rica, pois possui o maior de todos os capitais: a sua inteligência. Invista nela. Estude!” Augusto Cury

×