62_EXERCÍCIOS DAS ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS

86.018 visualizações

Publicada em

1 Orações subordinadas substantivas
1.1 Subjetiva
1.2 Objetiva Direta (O.S.S.O.D.)
1.3 Objetiva Indireta (O.S.S.O.I.)
1.4 Predicativa (O.S.S.P.)
1.5 Completiva Nominal (O.S.S.C.N.)
1.6 Apositiva (O.S.S.A.)

Publicada em: Educação
6 comentários
15 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
86.018
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
739
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1.277
Comentários
6
Gostaram
15
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

62_EXERCÍCIOS DAS ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS

  1. 1. SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS Orações subordinadas substantivas •1.1 Subjetiva (SUJEITO) •1.2 Objetiva Direta (O.S.S.O.D.) •1.3 Objetiva Indireta (O.S.S.O.I.) •1.4 Predicativa (O.S.S.P.) •1.5 Completiva Nominal (O.S.S.C.N.) •1.6 Apositiva (O.S.S.A.) As orações subordinadas substantivas exercem função sintática própria do substantivo. São geralmente introduzidas por conjunções integrantes, como que e se. Ex: Interessa-me que você compareça. oração principal oração subordinada substantiva Classificação das orações subordinadas substantivas As orações subordinadas substantivas podem funcionar como: - SUBJETIVA: funciona como sujeito do verbo da oração principal. O verbo da oração principal se apresenta sempre na terceira pessoa do singular e nessa não há sujeito, o sujeito é a oração subordinada. Ex: É necessário que se estabeleça regras nesta empresa. O.P. O.S.SUBSTANTIVA (SUJEITO) - OBJETIVA DIRETA: exerce a função de objeto direto do verbo da oração principal. Está sempre ligada a um verbo da oração principal, sem auxílio de preposição, indicando o alvo sobre o qual recai a ação desse verbo. VB www.facebook.com/edineuma.marreira // http://vamospraticar.blogspot.com.br/
  2. 2. SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS Ex: Quero saber como você chegou aqui. O.P. O.S.O.D - OBJETIVA INDIRETA: funciona como objeto indireto do verbo da oração principal. Está sempre ligada a um verbo da oração principal, com auxílio de preposição, indicando o alvo do processo verbal. VB Ex: Mariana lembrou-se de que Manoel chegaria mais tarde. O.P. O.S.O.I. - COMPLETIVA NOMINAL: funciona como complemento nominal de um nome da oração principal. Está sempre ligada a um nome da oração principal através de preposição. NOME Ex: Tenho certeza de que não há esperanças. O.P. O.S.C.N. - PREDICATIVA: funciona como predicado do sujeito da oração principal. Está sempre ligada ao sujeito da oração principal através de verbo de ligação. Ex: Minha vontade é que encontres o teu caminho. SUJ. O.S.P. - APOSITIVA: funciona como aposto de um nome da oração principal. Está sempre ligada a um nome da oração principal, sem o uso de preposição e sem mediação de verbo de ligação. Ex: Faço apenas um pedido: que você nunca abandone os seus princípios. O.P. www.facebook.com/edineuma.marreira O.S.APOSITIVA. // http://vamospraticar.blogspot.com.br/
  3. 3. SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS Orações subordinadas substantivas reduzidas As orações subordinadas podem ser reduzidas de infinitivo, de gerúndio e de particípio. As subordinadas substantivas só podem ser reduzidas de infinitivo. As orações reduzidas são classificadas de acordo com sua função no período. Assim: É recomendável os alunos assistirem à palestra. oração subordinada substantiva subjetiva reduzida de infinitivo Imaginava não ser classificado para as finais. oração subordinada substantiva objetiva direta reduzida de infinitivo Caderno de Exercícios : Classifique as Orações Subordinadas Substantivas: 1.1 Subjetiva (SUJEITO) 1.2 Objetiva Direta (O.S.S.O.D.) 1.3 Objetiva Indireta (O.S.S.O.I.) 1.4 Predicativa (O.S.S.P.) 1.5 Completiva Nominal (O.S.S.C.N.) 1.6 Apositiva (O.S.S.A.) 01. O soldado insistia / em que a prisão fosse feita. 31. Só ponho uma condição: / vai almoçar comigo. 02. Ignoro / quantos são os desabrigados. 32. O justo é / que amparemos nossos pais. 03. Acreditava-se / que a terra fosse móvel. 33. Eles agora se convenceram / de que erraram. 04. Aconteceu / que faltou luz. 34. Eles agora estão convencidos /de que erraram. 05. A mãe só deseja isso: / que você seja forte. 35. Foi decidido / que não haveria discursos no jantar. 06. O tio está certo / de que a prima virá. 07. E provável / que vocês não tenham aula hoje. 08. É imprescindível / que todos se conscientizem. 09. (nós) Seremos julgados / por quem nos criou. 10. É fundamental / que o contratem. 11. Levo a impressão / de que já vou tarde. 12. Só me resta uma alternativa: / encontrar o remédio. www.facebook.com/edineuma.marreira 36. Seja dito a bem da verdade / que Rafael não mentia. 37. Ninguém lhe perguntou / donde vinha. 38. Importa / que saibas isso bem. 39. Parece / que a situação melhorou. 40. O fiscal verificou / se tudo estava bem. 41. Perguntei-lhe / quando ia casar. 42. Todos pensaram / que fosse um disco voador. // http://vamospraticar.blogspot.com.br/
  4. 4. SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS 13. Ele disse / onde mora. 43. Para alguns a pátria é / onde se está bem. 14. Arnaldo foi / quem trabalhou menos. 44. Ainda não se estabeleceu / quais devem ficar. 15. Ninguém sabe / se ela aceitará a proposta. 45. Necessito / de que você me acompanhe. 16. Minha esperança era / que ele desistisse. 46. É importante / que você tenha juízo. 17. O fato é / que ando muito ocupado. 47. Dir-se-ia / que ele estava cego. 18. Convém / que você treine mais. 48. Agora parece / que é dia. 19. Espero / que vocês desistam disso. 49. Ninguém imagina / qual será o próprio destino. 20. Está provado / que o fato aconteceu. 50. Que técnico treinará a equipe hoje / é certo. 21. Nossa vontade era / que o cometa aparecesse. 51. Contam / que ela nunca saia de casa. 22. Não entendi / por que vocês discutiram. 52. Conta-se / que ela nunca saia de casa. 23. Tivemos a impressão / de que a casa estava vazia. 53. Dei o prêmio / aos que mais se esforçaram. 24. Insisto / em que partas. 54. Estou certo / de que tudo sairá bem. 55. O problema é / que o prazo já terminou. 25. Ninguém sabe quanto custa o remédio. 26. Tenho a impressão / de que estou no mesmo lugar. 27. É preciso / que você durma bastante. 28. O fato é / que a chuva trouxe o frio. 29. Tenho medo / de que essa calúnia se espalhe. 30. Estamos ansiosos / por que termine as aulas. 56. É importante / que você viaje. 57. Temos receio / de que ele nos descubra. 58. O fato é / que seu filho foi reprovado. 59. O médico declarou / que o paciente está bem. 60. Ele necessita / de que o ajudes. 61. É verdade / que a mentira tem perna curta. 62. Tu não sabes / onde ficou teu amigo? SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS _______________________________________________ Gabarito dos Exercícios V.I. PREP. 01. O soldado insistia / em que a prisão fosse feita. O soldado insistia / em que a prisão fosse feita. (OI) - OBJETIVA INDIRETA: funciona como objeto indireto do verbo da oração principal. Está sempre ligada a um verbo da oração principal, com auxílio de preposição, indicando o alvo do processo verbal. www.facebook.com/edineuma.marreira // http://vamospraticar.blogspot.com.br/
  5. 5. SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS O.S.O.D 02. Ignoro / quantos são os desabrigados. Ignoro / quantos são os desabrigados. (OD) - OBJETIVA DIRETA: exerce a função de objeto direto do verbo da oração principal. Está sempre ligada a um verbo da oração principal, sem auxílio de preposição, indicando o alvo sobre o qual recai a ação desse verbo. SUJ. 03. Acreditava-se / que a terra fosse móvel. Acreditava-se / que a terra fosse móvel. (subjetiva) - SUBJETIVA: funciona como sujeito do verbo da oração principal. O verbo da oração principal se apresenta sempre na terceira pessoa do singular e nessa não há sujeito, o sujeito é a oração subordinada. SUJ 04. Aconteceu / que faltou luz. Aconteceu / que faltou luz.(subjetiva) - SUBJETIVA: funciona como sujeito do verbo da oração principal. O verbo da oração principal se apresenta sempre na terceira pessoa do singular e nessa não há sujeito, o sujeito é a oração subordinada. 05. A mãe só deseja isso: / que você seja forte. A mãe só deseja isso: / que você seja forte. (apositiva) - APOSITIVA: funciona como aposto de um nome da oração principal. Está sempre ligada a um nome da oração principal, sem o uso de preposição e sem mediação de verbo de ligação. www.facebook.com/edineuma.marreira // http://vamospraticar.blogspot.com.br/
  6. 6. SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS 06. O tio está certo / de que a prima virá.(CERTO=NOME) (DE PREPOSIÇÃO) O tio está certo / de que a prima virá. (C. Nominal) - COMPLETIVA NOMINAL: funciona como complemento nominal de um nome da oração principal. Está sempre ligada a um nome da oração principal através de preposição. 7. E provável / que vocês não tenham aula hoje. É provável / que vocês não tenham aula hoje.(subjetiva) SUJ - SUBJETIVA: funciona como sujeito do verbo da oração principal. O verbo da oração principal se apresenta sempre na terceira pessoa do singular e nessa não há sujeito, o sujeito é a oração subordinada. 08. É imprescindível / que todos se conscientizem. É imprescindível / que todos se conscientizem. (subjetiva) - SUBJETIVA: funciona como sujeito do verbo da oração principal. O verbo da oração principal se apresenta sempre na terceira pessoa do singular e nessa não há sujeito, o sujeito é a oração subordinada. 09. (nós) Seremos julgados / por quem nos criou. Seremos julgados / porquem nos criou. (OI) (PREP.) - OBJETIVA INDIRETA: funciona como objeto indireto do verbo da oração principal. Está sempre ligada a um verbo da oração principal, com auxílio de preposição, indicando o alvo do processo verbal. SUJ 10. É fundamental / que o contratem. É fundamental / que o contratem. (subjetiva) - SUBJETIVA: funciona como sujeito do verbo da oração principal. O verbo da oração principal se apresenta sempre na terceira pessoa do singular e nessa não há sujeito, o sujeito é a oração subordinada. www.facebook.com/edineuma.marreira // http://vamospraticar.blogspot.com.br/
  7. 7. SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS 11. Levo a impressão / de que já vou tarde. (nome) (prep.) Levo a impressão/de que já vou tarde.(C. Nominal) o.s.s.c.n. - COMPLETIVA NOMINAL: funciona como complemento nominal de um nome da oração principal. Está sempre ligada a um nome da oração principal através de preposição. o.p 12. Só me resta uma alternativa: / encontrar o remédio. Só me resta uma alternativa: / encontrar o remédio. (apositiva) - APOSITIVA: funciona como aposto de um nome da oração principal. Está sempre ligada a um nome da oração principal, sem o uso de preposição e sem mediação de verbo de ligação. op. vb 13. Ele disse / onde mora. Ele disse / onde mora. (OD) OBJETIVA DIRETA: exerce a função de objeto direto do verbo da oração principal. Está sempre ligada a um verbo da oração principal, sem auxílio de preposição, indicando o alvo sobre o qual recai a ação desse verbo. 14. Arnaldo foi / quem trabalhou menos. Arnaldo foi / quem trabalhou menos. (predicativa) - PREDICATIVA: funciona como predicado do sujeito da oração principal. Está sempre ligada ao sujeito da oração principal através de verbo de ligação. www.facebook.com/edineuma.marreira // http://vamospraticar.blogspot.com.br/
  8. 8. SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS vb 15. Ninguém sabe / se ela aceitará a proposta. Ninguém sabe / se ela aceitará a proposta. (OD) OBJETIVA DIRETA: exerce a função de objeto direto do verbo da oração principal. Está sempre ligada a um verbo da oração principal, sem auxílio de preposição, indicando o alvo sobre o qual recai a ação desse verbo. 16. Minha esperança era / que ele desistisse. Minha esperança era / que ele desistisse. (predicativa) - PREDICATIVA: funciona como predicado do sujeito da oração principal. Está sempre ligada ao sujeito da oração principal através de verbo de ligação. 17. O fato é / que ando muito ocupado. O fato é / que ando muito ocupado. (predicativa) - PREDICATIVA: funciona como predicado do sujeito da oração principal. Está sempre ligada ao sujeito da oração principal através de verbo de ligação. 18. Convém / que você treine mais. Convém/que você treine mais.(subjetiva) - SUBJETIVA: funciona como sujeito do verbo da oração principal. O verbo da oração principal se apresenta sempre na terceira pessoa do singular (ele) e nessa não há sujeito, o sujeito é a oração subordinada. 19. Espero / que vocês desistam disso. Espero / que vocês desistam disso. (OD) OBJETIVA DIRETA: exerce a função de objeto direto do verbo da oração principal. Está sempre ligada a um verbo da oração principal, sem auxílio de preposição, indicando o alvo sobre o qual recai a ação desse verbo. www.facebook.com/edineuma.marreira // http://vamospraticar.blogspot.com.br/
  9. 9. SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS 20. Está provado / que o fato aconteceu. Está provado / que o fato aconteceu. (subjetiva) - SUBJETIVA: funciona como sujeito do verbo da oração principal. O verbo da oração principal se apresenta sempre na terceira pessoa do singular (ele) e nessa não há sujeito, o sujeito é a oração subordinada. 21. Nossa vontade era / que o cometa aparecesse. Nossa vontade era/ que o cometa aparecesse.(predicativa) - PREDICATIVA: funciona como predicado do sujeito da oração principal. Está sempre ligada ao sujeito da oração principal através de verbo de ligação. 22. Não entendi / por que vocês discutiram. Não entendi / por que vocês discutiram. (OI) - OBJETIVA INDIRETA: funciona como objeto indireto do verbo da oração principal. Está sempre ligada a um verbo da oração principal, com auxílio de preposição, indicando o alvo do processo verbal. 23. Tivemos a impressão / de que a casa estava vazia. Tivemos a impressão / de que a casa estava vazia. (C. Nom.) - COMPLETIVA NOMINAL: funciona como complemento nominal de um nome da oração principal. Está sempre ligada a um nome da oração principal através de preposição. 24. Insisto / em que partas. Insisto / em que partas. (OI) - OBJETIVA INDIRETA: funciona como objeto indireto do verbo da oração principal. Está sempre ligada a um verbo da oração principal, com auxílio de preposição, indicando o alvo do processo verbal. www.facebook.com/edineuma.marreira // http://vamospraticar.blogspot.com.br/
  10. 10. SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS 25. Ninguém sabe quanto custa o remédio. Ninguém sabe / quanto custa o remédio. (OD) OBJETIVA DIRETA: exerce a função de objeto direto do verbo da oração principal. Está sempre ligada a um verbo da oração principal, sem auxílio de preposição, indicando o alvo sobre o qual recai a ação desse verbo. 26. Tenho a impressão / de que estou no mesmo lugar. Tenho a impressão / de que estou no mesmo lugar. (C. Nom.) - COMPLETIVA NOMINAL: funciona como complemento nominal de um nome da oração principal. Está sempre ligada a um nome da oração principal através de preposição. 27. É preciso / que você durma bastante. É preciso / que você durma bastante. (subjetiva) SUBJETIVA: funciona como sujeito do verbo da oração principal. O verbo da oração principal se apresenta sempre na terceira pessoa do singular (ele) e nessa não há sujeito, o sujeito é a oração subordinada. 28. O fato é / que a chuva trouxe o frio. O fato é / que a chuva trouxe o frio. (predicativa) - PREDICATIVA: funciona como predicado do sujeito da oração principal. Está sempre ligada ao sujeito da oração principal através de verbo de ligação. 29. Tenho medo / de que essa calúnia se espalhe. Tenho medo / de que essa calúnia se espalhe. (C. Nominal) - COMPLETIVA NOMINAL: funciona como complemento nominal de um nome da oração principal. Está sempre ligada a um nome da oração principal através de preposição. www.facebook.com/edineuma.marreira // http://vamospraticar.blogspot.com.br/
  11. 11. SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS 30. Estamos ansiosos / por que termine as aulas. Estamos ansiosos / por que termine as aulas. (C. Nom.) - COMPLETIVA NOMINAL: funciona como complemento nominal de um nome da oração principal. Está sempre ligada a um nome da oração principal através de preposição. 31. Só ponho uma condição: / vai almoçar comigo. Só ponho uma condição: / vai almoçar comigo. (apositiva) - APOSITIVA: funciona como aposto de um nome da oração principal. Está sempre ligada a um nome da oração principal, sem o uso de preposição e sem mediação de verbo de ligação. 32. O justo é / que amparemos nossos pais. O justo é / que amparemos nossos pais.(predicativa) - PREDICATIVA: funciona como predicado do sujeito da oração principal. Está sempre ligada ao sujeito da oração principal através de verbo de ligação. 33. Eles agora se convenceram / de que erraram. Eles agora se convenceram / de que erraram. (OI) - OBJETIVA INDIRETA: funciona como objeto indireto do verbo da oração principal. Está sempre ligada a um verbo da oração principal, com auxílio de preposição, indicando o alvo do processo verbal. 34. Eles agora estão convencidos /de que erraram. Eles agora estão convencidos /de que erraram. (C. Nominal) - COMPLETIVA NOMINAL: funciona como complemento nominal de um nome da oração principal. Está sempre ligada a um nome da oração principal através de preposição. www.facebook.com/edineuma.marreira // http://vamospraticar.blogspot.com.br/
  12. 12. SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS 35. Foi decidido / que não haveria discursos no jantar. Foi decidido / que não haveria discursos no jantar. (subjetiva) SUBJETIVA: funciona como sujeito do verbo da oração principal. O verbo da oração principal se apresenta sempre na terceira pessoa do singular (ele) e nessa não há sujeito, o sujeito é a oração subordinada. 36. Seja dito a bem da verdade / que Rafael não mentia. Seja dito a bem da verdade / que Rafael não mentia. (OD) OBJETIVA DIRETA: exerce a função de objeto direto do verbo da oração principal. Está sempre ligada a um verbo da oração principal, sem auxílio de preposição, indicando o alvo sobre o qual recai a ação desse verbo. 37. Ninguém lhe perguntou / donde vinha. Ninguém lhe perguntou / de + onde vinha. (OI) - OBJETIVA INDIRETA: funciona como objeto indireto do verbo da oração principal. Está sempre ligada a um verbo da oração principal, com auxílio de preposição, indicando o alvo do processo verbal. 38. Importa / que saibas isso bem. Importa / que saibas isso bem. (subjetiva) SUBJETIVA: funciona como sujeito do verbo da oração principal. O verbo da oração principal se apresenta sempre na terceira pessoa do singular (ele) e nessa não há sujeito, o sujeito é a oração subordinada. 39. Parece / que a situação melhorou. Parece / que a situação melhorou. (subjetiva) SUBJETIVA: funciona como sujeito do verbo da oração principal. O verbo da oração principal se apresenta sempre na terceira pessoa do singular (ele) e nessa não há sujeito, o sujeito é a oração subordinada. www.facebook.com/edineuma.marreira // http://vamospraticar.blogspot.com.br/
  13. 13. SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS 40. O fiscal verificou / se tudo estava bem. O fiscal verificou / se tudo estava bem. (OD) (verificou - vtd) OBJETIVA DIRETA: exerce a função de objeto direto do verbo da oração principal. Está sempre ligada a um verbo da oração principal, sem auxílio de preposição, indicando o alvo sobre o qual recai a ação desse verbo. 41. Perguntei-lhe / quando ia casar. Perguntei-lhe / quando ia casar. (OD) (vb é td) OBJETIVA DIRETA: exerce a função de objeto direto do verbo da oração principal. Está sempre ligada a um verbo da oração principal, sem auxílio de preposição, indicando o alvo sobre o qual recai a ação desse verbo. 42. Todos pensaram / que fosse um disco voador. Todos pensaram / que fosse um disco voador. (OD) (vbtd) OBJETIVA DIRETA: exerce a função de objeto direto do verbo da oração principal. Está sempre ligada a um verbo da oração principal, sem auxílio de preposição, indicando o alvo sobre o qual recai a ação desse verbo. 43. Para alguns a pátria é / onde se está bem. Para alguns a pátria é / onde se está bem. (predicativa) - PREDICATIVA: funciona como predicado do sujeito da oração principal. Está sempre ligada ao sujeito da oração principal através de verbo de ligação. 44. Ainda não se estabeleceu / quais devem ficar. Ainda não se estabeleceu / quais devem ficar. (OD) OBJETIVA DIRETA: exerce a função de objeto direto do verbo da oração principal. Está sempre ligada a um verbo da oração principal, sem auxílio de preposição, indicando o alvo sobre o qual recai a ação desse verbo. www.facebook.com/edineuma.marreira // http://vamospraticar.blogspot.com.br/
  14. 14. SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS 45. Necessito / de que você me acompanhe. Necessito / de que você me acompanhe. (OI) (vbti) - OBJETIVA INDIRETA: funciona como objeto indireto do verbo da oração principal. Está sempre ligada a um verbo da oração principal, com auxílio de preposição, indicando o alvo do processo verbal. 46. É importante / que você tenha juízo. É importante / que você tenha juízo. (subjetiva) SUBJETIVA: funciona como sujeito do verbo da oração principal. O verbo da oração principal se apresenta sempre na terceira pessoa do singular (ele) e nessa não há sujeito, o sujeito é a oração subordinada. 47. Dir-se-ia / que ele estava cego. Dir-se-ia/ que ele estava cego. (subjetiva) SUBJETIVA: funciona como sujeito do verbo da oração principal. O verbo da oração principal se apresenta sempre na terceira pessoa do singular (ele) e nessa não há sujeito, o sujeito é a oração subordinada. 48. Agora parece / que é dia. Agora parece / que é dia. (subjetiva) SUBJETIVA: funciona como sujeito do verbo da oração principal. O verbo da oração principal se apresenta sempre na terceira pessoa do singular (ele) e nessa não há sujeito, o sujeito é a oração subordinada. 49. Ninguém imagina / qual será o próprio destino. Ninguém imagina / qual será o próprio destino. (OD) SUBJETIVA: funciona como sujeito do verbo da oração principal. O verbo da oração principal se apresenta sempre na terceira pessoa do singular (ele) e nessa não há sujeito, o sujeito é a oração subordinada. www.facebook.com/edineuma.marreira // http://vamospraticar.blogspot.com.br/
  15. 15. SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS 50. Que técnico treinará a equipe hoje / é certo. Que técnico treinará a equipe hoje / é certo. (subjetiva) SUBJETIVA: funciona como sujeito do verbo da oração principal. O verbo da oração principal se apresenta sempre na terceira pessoa do singular (ele) e nessa não há sujeito, o sujeito é a oração subordinada. 51. Contam / que ela nunca saia de casa. Contam / que ela nunca saia de casa. (OD) OBJETIVA DIRETA: exerce a função de objeto direto do verbo da oração principal. Está sempre ligada a um verbo da oração principal, sem auxílio de preposição, indicando o alvo sobre o qual recai a ação desse verbo. 52. Conta-se / que ela nunca saia de casa. Conta-se / que ela nunca saia de casa. (subjetiva) SUBJETIVA: funciona como sujeito do verbo da oração principal. O verbo da oração principal se apresenta sempre na terceira pessoa do singular (ele) e nessa não há sujeito, o sujeito é a oração subordinada. 53. Dei o prêmio / aos que mais se esforçaram. Dei o prêmio / aos que mais se esforçaram. (OI) - OBJETIVA INDIRETA: funciona como objeto indireto do verbo da oração principal. Está sempre ligada a um verbo da oração principal, com auxílio de preposição, indicando o alvo do processo verbal. 54. Estou certo / de que tudo sairá bem. Estou certo / de que tudo sairá bem. (C. Nominal) - COMPLETIVA NOMINAL: funciona como complemento nominal de um nome da oração principal. Está sempre ligada a um nome da oração principal através de preposição. www.facebook.com/edineuma.marreira // http://vamospraticar.blogspot.com.br/
  16. 16. SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS 55. O problema é / que o prazo já terminou. O problema é / que o prazo já terminou. (predicativa) - PREDICATIVA: funciona como predicado do sujeito da oração principal. Está sempre ligada ao sujeito da oração principal através de verbo de ligação. 56. É importante / que você viaje. É importante / que você viaje. (subjetiva) SUBJETIVA: funciona como sujeito do verbo da oração principal. O verbo da oração principal se apresenta sempre na terceira pessoa do singular (ele) e nessa não há sujeito, o sujeito é a oração subordinada. 57. Temos receio / de que ele nos descubra. Temos receio / de que ele nos descubra. (C. Nominal) - COMPLETIVA NOMINAL: funciona como complemento nominal de um nome da oração principal. Está sempre ligada a um nome da oração principal através de preposição. 58. O fato é / que seu filho foi reprovado. O fato é / que seu filho foi reprovado. (predicativa) - PREDICATIVA: funciona como predicado do sujeito da oração principal. Está sempre ligada ao sujeito da oração principal através de verbo de ligação. 59. O médico declarou / que o paciente está bem. O médico declarou / que o paciente está bem. (OD) OBJETIVA DIRETA: exerce a função de objeto direto do verbo da oração principal. Está sempre ligada a um verbo da oração principal, sem auxílio de preposição, indicando o alvo sobre o qual recai a ação desse verbo. www.facebook.com/edineuma.marreira // http://vamospraticar.blogspot.com.br/
  17. 17. SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS 60. Ele necessita / de que o ajudes. Ele necessita / de que o ajudes. (OI) - OBJETIVA INDIRETA: funciona como objeto indireto do verbo da oração principal. Está sempre ligada a um verbo da oração principal, com auxílio de preposição, indicando o alvo do processo verbal. 61. É verdade / que a mentira tem perna curta. É verdade / que a mentira tem perna curta. (subjetiva) SUBJETIVA: funciona como sujeito do verbo da oração principal. O verbo da oração principal se apresenta sempre na terceira pessoa do singular (ele) e nessa não há sujeito, o sujeito é a oração subordinada. 62. Tu não sabes / onde ficou teu amigo? Tu não sabes /onde ficou teu amigo?(OD) OBJETIVA DIRETA: exerce a função de objeto direto do verbo da oração principal. Está sempre ligada a um verbo da oração principal, sem auxílio de preposição, indicando o alvo sobre o qual recai a ação desse verbo. "A felicidade às vezes é uma bênção, mas geralmente é uma conquista." Paulo Coelho www.facebook.com/edineuma.marreira // http://vamospraticar.blogspot.com.br/

×