Os livros de crônicas

8.983 visualizações

Publicada em

0 comentários
5 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
8.983
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
863
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
220
Comentários
0
Gostaram
5
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Os livros de crônicas

  1. 1. Os livros de CrônicasA soberania e fidelidade de Deusao estabelecer o trono de Davi e ao disciplinar sua dinastia
  2. 2. AutoriaA. Título2. “Crônicas” é um nome cristão dado a estes livros por Jerônimo no 4º século da era cristã. Sugere fazer um registro cronológico da história sagrada.3. Os 2 volumes formam 1 só volume no cânon hebraico, tem o nome de “Atos dos dias” ou “Atos dos tempos”.4. Os tradutores gregos denominaram-nos “Paraleipomena” (coisas esquecidas), considerando-os um suplemento aos livros de Samuel e Reis.
  3. 3. A. Autor Embora anônimos, esse livros são evidentemente obra de Esdras, o Sacerdote, de acordo com a tradição hebraica. As evidências são a forma literária, o ponto de vista sacerdotal e o objetivo.
  4. 4. Cenário Histórico1. O livro foi escrito logo após a volta do exílio, a fim de proporcionar um fundo teocrático para as exortações de Esdras e Neemias.• Os acontecimentos ou cronologias dos livros, abrangem toda a história do A.T. O seu alcance é maior do que qualquer outro livro da Bíblia, desde Gênesis até Malaquias.
  5. 5. Cenário Religioso1. A estagnação religiosa é evidente em todos os livros pós-exílio (Esdras, Neemias, Ester, Ageu, Zacarias e Malaquias) . Eles estavam esperando que o Senhor instituísse rapidamente o reino messiânico logo após o retorno deles à pátria.
  6. 6. Cenário político1. Judá já não era uma monarquia, e sim um pequeno grupo de exilados que tinham voltado da Babilônia sob vassalagem do império persa .3. Mas os judeus não deixaram de exercer influência sobre o império nessa época. Daniel, Ester e Mordecai e Esdras, são exemplos de grande influência a favor dos judeus.
  7. 7. Objetivo do LivroA. Apresentar de maneira sucinta toda a história sob a perspectiva divina. Nessa retomada da história, o cronista da ênfase aos levitas, na adoração no templo, nas bênçãos do arrependimento, na soberania de Deus para restaurar o povo e cumprir suas promessas se esse povo correspondesse.
  8. 8. Esboço de 1 Crônicas• Genealogias importantes do reinado de Davi ... 1-9• Genealogia da nação de Israel ............................ 1c. Período primitivo – Adão a Abraãod. Período patriarcal – Abraão a Jacó• Genealogia da casa de Davi ............................. 2-3f. Linhagem de Davi ................................................ 2g. Descendência de Davi ......................................... 3• Genealogia das tribos colaterais ...................... 4-9i. Tribo meridional de Simeão ................................. 4j. Tribos orientais da Transjordânia ......................... 5k. Tribo sacerdotal de Levi .......................................
  9. 9. • Pontos culminantes do reinado de Davi ........................... 10-29• Davi sobe ao trono ......................................................... 10-12c. Termina o reino independente de Saul ................................. 10d. Principia o reino teocrático de Davi ................................. 11-12• Davi traz de volta a arca para Jerusalém ......................... 13-16f. Modo incorreto de trazer a arca ............................................ 13g. Modo certo de derrotar os filisteus ....................................... 14h. Modo certo de trazer a arca ............................................. 15-16• Davi recebe a aliança real ................................................ 17-21j. Aliança do trono eterno de Davi ........................................... 17k. Conquista de Davi devido a ameaças externas ................. 18-20• Davi faz preparativos para a construção do Templo ......... 21-29m. Compra do local do templo ................................................... 21n. Provisão do material de construção ...................................... 22o. Instrução para os ministros do Templo ............................. 23-26p. Organização dos oficiais de estado ....................................... 27q. Encargos finais para a construção do Templo ................... 28-29
  10. 10. Esboço de 2 Crônicas• Reinado de Salomão – ênfase na construção do templo ............................................................. 1-9• Salomão pede ao Senhor sabedoria .................... 1c. Adoração ....................................................... 1.1-6d. Sabedoria ....................................................... 7-11e. Riqueza ........................................................ 12-17• Salomão constrói o templo para o Senhor......... 2-5g. Compra de material ............................................ 2h. Projeto de construção ......................................... 3i. Utensílios ............................................................ 4j. Transferência adequada da arca .......................... 5
  11. 11. • Salomão dedica o Templo ao Senhor ............... 6-7b. Oração pedindo misericórdia a Deus ................... 6c. Promessa de misericórdia mediante arrependimento ................................................. 7• Salomão obtém do Senhor sucesso pessoal ...... 8-9e. Sucesso em diversos projetos .............................. 8f. Sucesso constatado pela rainha de Sabá .............. 9g. Sucesso nas riquezas .......................................... 9
  12. 12. • Reinado dos filhos de Salomão – ênfase nas reformas ....................................................... 10-36• Quatro primeiras reformas contrastadas ............. 10-20c. Futilidade da reforma mundana de Roboão .......... 10-12d. Sucesso militar da reforma de Abias .......................... 13e. Triste fim da reforma principiada por Asa ............ 14-16f. Grandeza da reforma bíblica de Josafá .................. 17-20• Três desdenham a reforma e são condenados ....... 21-22i. Grande julgamento de Jeorão por Elias ...................... 21j. Morte prematura de Acazias por Jeú .......................... 22k. Carnificina e morte de Atalia ...................................... 22
  13. 13. • Quatro reformas executadas terminam em desastre ............... 23-27b. Zelo de Joás até a morte de Joiada ................ 23-24c. Sucesso de Amazias até ser seduzido pelos deuses de Edom ............................................................ 25d. Grandeza de Uzias “até que se tornou forte” ..... 26e. Poderio de Jotão, mas fracasso quanto à corrupção .............................................................. ............ 27• Idolatria e obstinada recusa de Acaz de atender ao Senhor ......................................................... 28• Apressada e enérgica reforma de Ezequias ... 29-32
  14. 14. Contribuições singulares de 1 e 2 Crônicas1. Perspectiva divina. A apresentação de Crônicas não é uma repetição, mas um amplo estudo da história de Israel. Os livros enfatizam a soberania e o domínio de Deus sobre os interesses do seu povo, a fim de cumprir seus propósitos, apesar dos impulsos humanos. Palavras como: “meu povo”, o “ungido do Senhor”, “arca”, “aliança”, “templo”, “ira”, “reino”, “olhos”, e até mesmo, “o Senhor sentado em seu trono”.
  15. 15. • Crônicas em contraste com Samuel e Reis.b. Crônicas a presenta o ponto de vista sacerdotal, em vez de profético. Há muitas referências aos sacerdotes e levitas, enquanto os ministérios dos grandes profetas Elias e Eliseu são raramente mencionados. O templo é mais dominante que o trono.c. O enfoque nacional é mais em Judá do que em Israel.d. Sucessos militares são sempre determinados pelo relacionamento com o Senhor.e. O objetivo de Crônicas é encorajar mais do que castigar, estimular lealdade mais do que indiciar culpa.f. A idolatria não é enfatizada, mas sim a indiferença espiritual.
  16. 16. 1. “Buscar o Senhor”. Essa admoestação, que ocorre com frequência em Salmos e Profetas, não é usada nos livros históricos de Samuel e Reis, porém enfatizado 11 vezes em Crônicas.
  17. 17. 1. Perigo da prosperidade. Os livros de Crônicas enfatizam o perigo de deixar Deus de lado em época de prosperidade ou poder. Observa-se tal coisa no declínio de Roboão, Asa (16.1-2), Josafá (18.1), Jeorão (21.3-4), Amazias (25.11-14), Uzias (26.16) e Ezequias (32.23-25).
  18. 18. Cristologia em Crônicas• Além dos já registrados tipos de Cristo em Davi e Salomão, na linha genealógicas de Davi têm o objetivo messiânico. Mateus repete aquela genealogia no começo do N.T. para demonstrar o direito de Jesus ao trono, quando o apresenta como o Rei de Israel.

×