Ec 30.05

537 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
537
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
21
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
24
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Ec 30.05

  1. 1. AULA 30/05/2011 ECONOMIA POLÍTICAPaíses mais desenvolvidos têm mais artigos financeiros. Estes têm maturidade em seusmercados. Proporções: entre artigos reais e a quantidade de moedas que têmEFEITO MULTIPLICADO DA MOEDA ESTRUTURAL: entre os artigos financeiros os quepodem auto-expandir-se são os depósitos à vista. Este efeito pode ser infinito se não forcontido. Isso ocorre porque um empréstimo pode servir de pagamento a outro. Umdepósito gera um empréstimo que, por sua vez, gera novo depósito e novo empréstimoe assim sucessivamente.EMPRÉSTIMO > DEPÓSITO > EMPRÉSTIMO...A moeda já existe, já está circulando. Se as pessoas depositarem mais em um banco elevai ter maior capacidade de empréstimo, e o próprio banco pode se endividar.BANCO CENTRAL: emite títulos que os bancos compram e saem emprestando. Às vezeseles têm nome: crédito industrial... A fiscalização sobre os artigos financeiros é feita peloBanco Central. Além disso, os demais bancos devem ter seus balanços auditados peloBanco Central.>> Controla a Velocidade do Efeito Multiplicador>> Controla a Oferta Inicial Monetária. O grande problema é o descompasso que pode surgir entre a moeda fictícia e o título real.MECANISMOS DE FREIO DO EFEITO MULTIPLICADOR:1) ENCAIXE: todo o banco deve ter uma parcela mantida em caixa. Essa parcela éhíbrida, e nem todo mundo tira o dinheiro ao mesmo tempo. Quantidade de dineirovivo.2) RECOLHIMENTO COMPULSÓRIO: aumento do depósito compulsório é uma forma deretirar mais moeda do mercado. Simplesmente pegar e guardar dinheiro no BancoCentral.3) OPERAÇÕES DE REDESCONTO e OPERAÇÕES DE MERCADO ABERTO: O bancoCentral emite títulos que circulam no mercado. O Banco paga juros pela compra dessestítulos. O certificado de Depósito Bancário significa que certa pessoa depositou certaquantia de dinheiro no Banco. Esse dinheiro de captação depositado é emprestado,contudo, àquele que se fez o empréstimos se cobra um percentual de juros maior do
  2. 2. que o que se paga ao depositário. Se o Banco aumenta a velocidade de redescontopermite maior circulação da moeda.4) CONTROLE RELATIVO DOS CRÉDITOS: Fixação de parcelas (vendas a prazo) paradiminuir o consumo.5) TAXA DE JUROS: quanto maior a taxa de juros menor o consumo.O empréstimos que os bancos cedem às pessoas podem ser para produção ou paraconsumo.SIGILO BANCÁRIO: é a confiança, um patrimônio do todo da população. A confiança éfundamental para a saúde do sistema bancário.Política Heterodoxa (Collor) : eufemismo para loucura. Economistas pegaram todo o dinheiro do mercado e fixaram que apopulação só poderia gastar até 5 mil, o resto seria guardadoGatilho Salarial: naquela época, a inflação era tão grande que, de mês em mês, a inflação era de 20%(aproximadamente). A primeira coisa que as pessoas faziam quando ganhavam o salário era correr ao supermercadopara garantir a compra de produtos por um preço menor do que o que seria no dia posterior - o "overnight" era essainflação feita de um dia para outro.VELOCIDADE DE CIRCULAÇÃO DA MOEDA (VCM): As pessoas procuram moeda por trêsrazões:1) TRANSAÇÕES: previsão temporal para efetuar trocas.2) PRECAUÇÃO: para atender às incerteas do futuro. (História da Cigarra e da Formiga)3) ESPECULAÇÃO: as pessoas guardam moedas para ensejar ganhos relacionados aosjuros cobrados pelas transações.Às vezes os juros do mercado são tão especulativos que vale mais a pena deixar nobanco o dinheiro do que investi-loA VCM está relacionada à oferta de moeda, a sua demanda e aos custos deoportunidade de retenção dos saldos monetários. Quanto mais altos os custosmonetários de retenção, menor será preferência pela liquidez. Exemplo: a CPMFaumenta a retenção.A velocidade de circulação da moeda relaciona-se com o comportamento médio detodos os agentes econômicos.No entanto, em casos extremos como os de hiperinflação, a preferência porliquidez pode transformar-se em aversão à liquidez ou em fuga para moedasestrangeiras.Quanto mais alta a VCM, mais as pessoas querem dinheiro; e, não, títulosrepresentativos.
  3. 3. Liquidez é moeda. Os títulos não têm liquidez imediata.TEORIA QUANTITATIVA DA MOEDA: a preocupação sobre as relações econômicas recaisobre as relações entre o setor monetário e o setor real. Ou seja, como a oferta e ademanda da moeda definem os juros, a liquidez geral da economia, o nível geral depreços, e, consequentemente o desempenho do setor real.1) Bodin (sec XVI): relação entre a abundância de ouro e prata e a alta geral dospreços. Teoricamente entrou moeda metal a mais, e os efeitos representativos destasaumentaram o nível geral dos preços.2) John Locke (sex XVII): relação entre a VCM e os preços.3) D. Hume (sec XVIII): relação entre a expansão dos estoques monetários e arevolução dos preços;4) I. Fischer (sec XX): formula a equação das trocas QUESTÃO CERTA NA PROVAMV=PYM = oferta monetária (abstrato) V = velocidade de circulação (abstrato)P = índice geral de preços (concreto)Y = volume geral da produção (concreto)>> Economia abstrata interfere na Economia Real.>> Todos os fatores estão interrelacionados. Mistura do real com o concreto. Nunca umfator será dependente somente de fatores concretos ou somente de fatores abstratos.>> A equação de Fischer é comprovada historicamente por dados estatísticos da grandemaioria dos países, havendo expansão da moeda haverá expansão dos preços.A expansão da moeda pode se dar por causas econômicas ou não econômicas (políticasde governo).OFERTA MONETÁRIA: É a quantidade de moeda disponível, parte inicial que o BancoCentral ofertou ao mercado. Ela influencia os preços e os juros e, com isso, o setor realda economia. Ou seja, juros e liquidez transmitem-se para o setor real. Quanto maisjuros, maiores são os esforços (da economia real) para pagá-los.PREÇOS: se refletem no estado geral da liquidez. No médio e longo prazo, as linhas deexpansão monetária de preços caminham em paralelo.REVISÃO: se estas linhas se separaremGRÁFICO IDEAL:
  4. 4. GRÁFICO DEFICIENTE:1) SIGNIFICA EMPOBRECIMENTO2) MELHOR DISTRIBUIÇÃO DE RENDASEm determinadas circunstâncias, certos países decidem que emitir moeda em poucotempo provocando conscientemente a alta da inflação (política inflacionárias - Lula eFHC)
  5. 5. A forma tradicional de um governo pagar suas despesas é através de impostos(aumentar a arrecadação). Contudo, essas medidas são impopulares.Solução paliativa: IMPOSTO INFLACIONÁRIO.1) Governo emite mais moeda.2) Pessoas compram títulos do Governo ganhando 2% ao mês de juros.3) A inflação que o governo causa faz a taxa de redesconto que ele paga ficar menor doque a inflação que aumenta o preço que lhe deve ser pago. Dessa forma, o governoganha dinheiro.A independência do Banco Central é um dos pilares do Plano Real que é a grandecontribuição de FHC (Lei de Responsabilidade Real, Estabilizar preços e Independênciado Banco Central)

×