EVANGELHO DE LUCAS
As boas novas para todos os povos
Revista Atitude – 2T2015
•Estes estudos são baseados na revista
Atitude, publicada pela Editora Convicção
para servir de base à Escola Bíblica
Domi...
•Estes slides são para uso das igrejas
cristãs e irmãos que desejem se
aprofundar no tema.
•Para adquirir as revistas para...
O PREPARO E O INÍCIO DO MINISTÉRIO
Aula 2 – Lucas 3 e 4; Texto Áureo: Lucas 4.32
PRA COMEÇAR
•Para entendermos o que estava acontecendo nos dias de
João Batista, precisamos conhecer a história dos judeus...
JOÃO BATISTA, O ANUNCIADOR
•João é uma das pessoas mais intrigantes do NT, pois seu
estilo de vida e discurso fizeram com ...
JOÃO BATISTA, O ANUNCIADOR
•Aos religiosos que se diziam descendentes de Abraão,
exortou-os à prática da comunhão e solida...
JOÃO BATISTA, O ANUNCIADOR
•Deve-se destacar a consciência de si mesmo que João
tinha. Ele sabia quem era e qual a sua mis...
POR QUE DA TENTAÇÃO DE JESUS?
•Jesus foi tentado durante os 40 dias de jejum no deserto.
O ápice da tentação ocorreu quand...
POR QUE DA TENTAÇÃO DE JESUS?
•Em dois questionamentos do tentador, vemos a frase: “se
você é o Filho de Deus”. Em outra, ...
POR QUE DA TENTAÇÃO DE JESUS?
•Jesus não pecou até o fim, vencendo a morte porque
sempre reconheceu sua natureza humana li...
A REAÇÃO DE SUA CIDADE À SUA PREGAÇÃO
•Jesus voltou à sua cidade natal, Nazaré, após o primeiro
milagre, em Cafarnaum (Jo....
A REAÇÃO DE SUA CIDADE À SUA PREGAÇÃO
•Os seus ouvintes e conterrâneos precisavam ouvir isso,
mas a reação foi de um extre...
O INÍCIO DOS MILAGRES E CURAS
•Segundo Lucas, Jesus dá início ao seu ministério efetivamente
com muito ensino, expulsão de...
A LIÇÃO EM FOCO
•No mundo de hoje, precisamos de documentos que nos identifiquem,
referindo-se à nossa origem direta, onde...
A LIÇÃO EM FOCO
•Lucas fez uma pesquisa cuidadosa da genealogia de Jesus para
identificar sua origem e família. Ao fazer i...
PARA TOMAR UMA ATITUDE
João tinha tudo para ser reconhecido e aclamado por seu
povo. Mas ele não foi chamado para aparecer...
•Siga o autor dos slides no Twitter: @prandrefalcao
•Facebook: https://www.facebook.com/pr.andrefalcao
•Blog: http://prfal...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

O PREPARO E O INÍCIO DO MINISTÉRIO DE JESUS | Aula 02

530 visualizações

Publicada em

O Preparo e o Início do Ministério de Jesus. Segunda Aula.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
530
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O PREPARO E O INÍCIO DO MINISTÉRIO DE JESUS | Aula 02

  1. 1. EVANGELHO DE LUCAS As boas novas para todos os povos Revista Atitude – 2T2015
  2. 2. •Estes estudos são baseados na revista Atitude, publicada pela Editora Convicção para servir de base à Escola Bíblica Dominical da Convenção Batista Brasileira. •Período: 2º Trimestre de 2015 •Autor das lições: Pr. Emerson Evandro, membro da IB Central do Recreio, Rio de Janeiro/RJ. •Autor dos slides: Pr. André Falcão, Primeira Igreja Batista de Araruama (RJ).
  3. 3. •Estes slides são para uso das igrejas cristãs e irmãos que desejem se aprofundar no tema. •Para adquirir as revistas para a sua igreja, acesse http://www.conviccaoeditora.com.br/ •Este material foi produzido em conjunto com o Departamento de Educação Religiosa da Convenção Batista Brasileira e seu download e uso são livres e gratuitos.
  4. 4. O PREPARO E O INÍCIO DO MINISTÉRIO Aula 2 – Lucas 3 e 4; Texto Áureo: Lucas 4.32
  5. 5. PRA COMEÇAR •Para entendermos o que estava acontecendo nos dias de João Batista, precisamos conhecer a história dos judeus. •Sem este olhar, ficará difícil compreender o efeito que as palavras de João Batista devem ter provocado naqueles que as ouviram pela primeira vez. Aula 2 – Revista Atitude – 2T2015
  6. 6. JOÃO BATISTA, O ANUNCIADOR •João é uma das pessoas mais intrigantes do NT, pois seu estilo de vida e discurso fizeram com que se pensasse que ele era o Cristo. Sua missão, porém, era a de proclamar a vinda do Messias. •Seu ministério lembra o de profeta do AT, pois ele recebeu a mensagem de Deus quando estava no deserto. Ali, ele prega o batismo de arrependimento fundamentado nas palavras de Isaías, que consistia na preparação do caminho do Senhor. Aula 2 – Revista Atitude – 2T2015
  7. 7. JOÃO BATISTA, O ANUNCIADOR •Aos religiosos que se diziam descendentes de Abraão, exortou-os à prática da comunhão e solidariedade. Aos cobradores de impostos, pregou a honestidade. E aos soldados, exortou-os à não corrupção. •João deixou claro que não era o Cristo. Ele foi o anunciador das boas novas de salvação de Deus, tendo o privilégio de batizar o Senhor Jesus. Aula 2 – Revista Atitude – 2T2015
  8. 8. JOÃO BATISTA, O ANUNCIADOR •Deve-se destacar a consciência de si mesmo que João tinha. Ele sabia quem era e qual a sua missão, não se desviando dela. •Como crente em Jesus, você precisa ter essa consciência de si mesmo, para que a vontade de Deus se cumpra na sua vida e você realize a sua missão em Deus. Aula 2 – Revista Atitude – 2T2015
  9. 9. POR QUE DA TENTAÇÃO DE JESUS? •Jesus foi tentado durante os 40 dias de jejum no deserto. O ápice da tentação ocorreu quando sentia fome, ou seja, estava fragilizado e necessitado. •O relato mostra as três últimas tentativas do diabo em desviar Jesus de sua missão, fazendo-o pecar contra Deus. Elas tinham como tema a vaidade, jactância, orgulho, ostentação, soberba e vanglória. Aula 2 – Revista Atitude – 2T2015
  10. 10. POR QUE DA TENTAÇÃO DE JESUS? •Em dois questionamentos do tentador, vemos a frase: “se você é o Filho de Deus”. Em outra, ele oferece poder, glória e riqueza a Jesus. •O Mestre não ousou agir como Deus aqui na terra, pois sabia que não devia. Após a encarnação, ele tinha a natureza humana. Tendo sido gerado pelo Espírito Santo, possuía também a natureza divina. Aula 2 – Revista Atitude – 2T2015
  11. 11. POR QUE DA TENTAÇÃO DE JESUS? •Jesus não pecou até o fim, vencendo a morte porque sempre reconheceu sua natureza humana limitada, submissa ao Pai e dependente do Espírito Santo. •Se quisermos vencer as tentações neste mundo, devemos seguir o exemplo de Jesus, reconhecendo Jesus como Senhor e Salvador e vencedor por nós, sendo submissos a Deus Pai que enviou seu Filho, e dependentes do Espírito Santo que nos foi outorgado e habita em nós. Aula 2 – Revista Atitude – 2T2015
  12. 12. A REAÇÃO DE SUA CIDADE À SUA PREGAÇÃO •Jesus voltou à sua cidade natal, Nazaré, após o primeiro milagre, em Cafarnaum (Jo. 2). Sua fama já havia se espalhado, Ele estava se tornando uma celebridade. •O Mestre faz questão de distinguir quem era e qual sua missão. Ali, havia pessoas que o viram crescer e se tornar homem, e Jesus deixa claro que, embora eles soubessem de sua origem terrena, ele possuía uma natureza divina com uma missão especial. Aula 2 – Revista Atitude – 2T2015
  13. 13. A REAÇÃO DE SUA CIDADE À SUA PREGAÇÃO •Os seus ouvintes e conterrâneos precisavam ouvir isso, mas a reação foi de um extremo ao outro, amando e odiando, aceitando e rejeitando Jesus ao ponto de querer destruí-lo. •Como você tem olhado para Jesus, como uma celebridade ou como o Filho de Deus? Aula 2 – Revista Atitude – 2T2015
  14. 14. O INÍCIO DOS MILAGRES E CURAS •Segundo Lucas, Jesus dá início ao seu ministério efetivamente com muito ensino, expulsão de demônios, cura de enfermidades simples como a febre da sogra de Pedro, bem como a de pessoas com vários tipos de doenças. •Essa era a mensagem do reino de Deus: Um ensino que não ficava na teoria, mas se concretizava na prática de fé em Deus. Os milagres e curas de Jesus apontam para seu poder salvador. Ele continua a operar milagres, sendo o maior deles o resgate de vidas para a salvação eterna. Aula 2 – Revista Atitude – 2T2015
  15. 15. A LIÇÃO EM FOCO •No mundo de hoje, precisamos de documentos que nos identifiquem, referindo-se à nossa origem direta, onde nascemos, quem são nossos pais, etc. •A genealogia é a ciência que pesquisa a origem e a filiação das famílias. Investigações genealógicas rigorosas podem possibilitar às pessoas o conhecimento de sua descendência a partir de ancestrais longínquos e o levantamento seguro de uma árvore com os membros da família. Aula 2 – Revista Atitude – 2T2015
  16. 16. A LIÇÃO EM FOCO •Lucas fez uma pesquisa cuidadosa da genealogia de Jesus para identificar sua origem e família. Ao fazer isso, ele confirma e autentica a identidade messiânica de Jesus que, para o povo judeu, era de grande importância. •Para nós cristãos, a linhagem de Jesus é importante, mas não basta por si. A família de uma pessoa não o torna quem ele é, foi, ou será de fato. Foi por meio de sua vida que Jesus mostrou quem de fato é: o próprio Deus encarnado. Aula 2 – Revista Atitude – 2T2015
  17. 17. PARA TOMAR UMA ATITUDE João tinha tudo para ser reconhecido e aclamado por seu povo. Mas ele não foi chamado para aparecer ou ser reconhecido. Sua vocação era testemunhar sobre Jesus. E o que João falou sobre Jesus? Segundo o Evangelho de João, ele era o Cordeiro de Deus que viera para tirar o pecado do mundo (Jo 1.36). Precisamos aprender com João a testemunhar de Jesus de todas as maneiras. Precisamos anunciá-lo com tudo o que temos e somos. Aula 2 – Revista Atitude – 2T2015
  18. 18. •Siga o autor dos slides no Twitter: @prandrefalcao •Facebook: https://www.facebook.com/pr.andrefalcao •Blog: http://prfalcao.blogspot.com •Fontes das imagens: http://godinterest.com http://www.allsaintstwickenham.co.uk

×