SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 6
Baixar para ler offline
PALAVRAS DE CÉLULAS

                       MAIO /2012:



Semana 1 – Você conhece Jesus?

Semana 2 – Jesus e a nossa missão.

Semana 3 – Falando de Jesus - Passos práticos.

Semana 4 – “Enraizados e edificados nele”.

Semana 5 – Confraternização e Evangelismo.
Semana 1 - Você conhece Jesus?



Reflexão: João 8:31, 32 - “(...) Se vocês permanecerem firmes na minha
palavra, verdadeiramente serão meus discípulos. E conhecerão a verdade, e
a verdade os libertará”.

“Por que conhecer Jesus?”. _______________________________

Devemos saber mais de Jesus, para termos Mais de Jesus. Conhecer Jesus e
levar outros a conhecê-lo é a missão da Igreja e uma responsabilidade
pessoal de cada um de nós. A nossa mensagem para as pessoas precisa ter
conteúdo, ela pode ser iniciada abordando os problemas pessoais da pessoa,
suas dificuldades financeiras, solidão ou outro problema qualquer, mas
todo objetivo é levar Cristo àquela vida.

1. Por que Deus criou o homem?

2. O que é o pecado?

3. Quem é Jesus para você?

4. Por que Jesus veio ao mundo?

5. O que significa ser Salvador e Senhor?

 (Muitos pregam apenas o lado de salvação que Deus nos traz em Cristo e
se esquecem do Seu Senhorio, que nos leva a obediência ao segui-lo).

Lembre-se:

Salvador: Aquele que salva, que mantém intacto, aquele que tira alguém de
uma situação crítica ou de perigo, de dificuldades ou ruína.

Senhor: Dono, proprietário, aquele que tem autoridade como rei e
imperador, possuidor de algum território.

O que mudou em Sua vida? Ouve algum renovo em sua vida espiritual?



Alguns apenas experimentam o Senhorio de Cristo anos depois de conhecê-
lo como Salvador. Pergunte se tem alguém assim na Célula e se essa pessoa
teria liberdade para compartilhar?
Semana 2 - Jesus e a nossa missão

O que você perguntaria para:

Jesus?

As mulheres que foram ao túmulo?

Aos guardas?

Aos discípulos?



Reflexão:

 “Portanto, vão e façam discípulos de todas as nações, batizando-os em
nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo, ensinando-os a obedecer tudo o
que eu ordenei a vocês. E eu estarei para sempre com vocês, até o fim dos
tempos”. Mt 28:19, 20



O texto acima se refere à chamada “Grande Comissão”, que é uma
verdadeira convocação para levar o evangelho a todos os povos.



Como já foi dito, a Igreja tem essa missão - lembre-se: A Igreja é formada
por pessoas - nós.



Diga às pessoas para definirem com suas palavras, o que significa
“missão”:



 No dicionário Houaiss, missão significa: incumbência que alguém deve
executar a pedido ou por ordem de outrem; conjunto de pessoas a quem se
confere uma tarefa; uma obrigação. Refere-se a ação de enviar, lançar,
deixar ir.
A missão da Igreja pode ser descrita em 2 aspectos:

•Em relação a Deus, porque fomos criados para o louvor da Sua glória, para
adorá-lo e bendizê-lo eternamente, que é a razão final de todas as coisas. Ef
1:4-6

•Em relação à humanidade, anunciar os feitos de Deus, especialmente por
meio de seu Filho Jesus Cristo. Jo 20:21

Deus, o Pai é a fonte da missão, a iniciativa de pregar o evangelho veio
Dele. Jo 3:16

E o motivo da missão é:

•A salvação da humanidade. 1Tm 2:1-4

•Revelar o amor de Deus. Jo 12:44, 45

•Levar a humanidade a participar dos planos eternos de Deus. At 10:28-38.

É privilégio do ser humano, e não dos anjos, anunciar a salvação em Cristo,
mas também é uma responsabilidade.

•Anunciar o Reino de Deus e o Seu governo sobre todo o mundo. Mt 3:2

Você acha que Deus pode confiar uma missão a você? Por quê?

Em seu coração, você acha que apenas alguns podem anunciar a Cristo?

Você já perdeu a oportunidade de falar do amor de Jesus para alguém?
Sente culpa por isso?

Ministre esperança ao coração deles:

Em Deus sempre há um recomeço.
Semana 3 - Falando de Jesus - passos práticos.



Reflexão:

 “Se alguém se envergonhar de mim e das minhas palavras, o filho do
Homem se envergonhará dele quando vier em sua glória e na glória do Pai
e dos santos anjos”. Lc 9:26

Para falar de Jesus precisamos levar a sério as palavras do próprio Jesus:
Ele se envergonhará daqueles que se envergonham dele.

Como anunciar a Jesus?

•     Ore para seja gerada em você a mesma compaixão pelas pessoas e
suas necessidades, como havia em Jesus. Mt 14:14

•     Veja além do que os olhos naturais veem - as pessoas muitas vezes,
demonstram que são seguras e altivas, mas em verdade, estão inseguras e
amedrontadas. Ex. Nicodemos, mestre da Lei, veio à noite para encontrar
Jesus com questões de quem não tem compreensão do mundo espiritual. Jo
3:1-5

•     Perdoe! Pois muitos que nos ofendem ou nos criticam por causa da
nossa fé, de fato precisam da nossa ajuda e amor perdoado. - Lc 23:34

•    Sirva! Sem pensar em ganhar algo em troca a não ser a confiança e
amizade dessa pessoa. Mc 10:45

O que nos impede de falar de Jesus? Relacione as barreiras mais comuns:

Abaixo, as barreiras mais conhecidas:

•     Falta de convicção na experiência pessoal.

•     Medo de ser exposto ou ridicularizado.

•     Medo de ser questionado e não saber responder.

•    Falta de um relacionamento com o Espírito Santo, que nos mostre
quando e com quem falar.
•     Conceitos errados de que algo sobrenatural tem que acontecer para
que eu possa falar de Deus.

Semana 4 - “Enraizados e edificados nele”

Reflexão:

 “Portanto, assim como vocês receberam Cristo Jesus, o Senhor continue a
viver nele, enraizados e edificados nele, firmados na fé, como foram
ensinados, transbordando de gratidão”. Cl 2:6,7

Como manter a vida enraizada e firmada em Jesus?

•     Arrependimento e confissão garantem a nossa vitória sobre o pecado.
1 Jo 1:8, 9

•    Não ser autossuficiente, pedir ajuda aos Líderes/Supervisores etc. 1
Co 10:13.

•     Comprometimento com a Igreja - servir, andar na visão proposta, não
deixar de congregar. Hb 10:25

•     Ter uma vida de oração, de comunhão com Deus. Fp 4:6,7; Ef 6:18-
20 (lembre-se: toda quarta-feira das 18h30 às19h30, oração na Igreja).

•      Leitura diária da Palavra de Deus - a Bíblia, ela é o nosso manual da
vida. 2 Tm 3:16, 17; Sl 19:7

•       “Transbordando de gratidão”. A nossa gratidão ao que Deus fez e
faz em nossa vida deve ser notada por todos. A gratidão demonstra nossa
satisfação com o nosso Deus.

.

Gratidão pelo que ele fez e faz

Gratidão pelo que ele é

Gratidão pelas mudanças em sua vida



Semana 5 – “Confraternização e Evangelismo”

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Aula reposição 5,6,7
Aula reposição 5,6,7Aula reposição 5,6,7
Aula reposição 5,6,7Paulo Mattos
 
Módulo i online
Módulo i onlineMódulo i online
Módulo i onlineLuiz Siles
 
Conheça jesus - Único, Incomparável, Maravilhoso
Conheça jesus - Único, Incomparável, MaravilhosoConheça jesus - Único, Incomparável, Maravilhoso
Conheça jesus - Único, Incomparável, MaravilhosoJosé Arnaldo
 
é Hora De Evangelizar
é Hora De Evangelizaré Hora De Evangelizar
é Hora De Evangelizarwagner souza
 
DISCIPULADO - CONHECENDO O AMOR DE DEUS - LIÇÃO 1 - Quem é jesus
DISCIPULADO - CONHECENDO O AMOR DE DEUS - LIÇÃO 1 - Quem é jesusDISCIPULADO - CONHECENDO O AMOR DE DEUS - LIÇÃO 1 - Quem é jesus
DISCIPULADO - CONHECENDO O AMOR DE DEUS - LIÇÃO 1 - Quem é jesusNatalino das Neves Neves
 
Como evangelizar sem medo william fay e raph hodge
Como evangelizar sem medo   william fay e raph hodgeComo evangelizar sem medo   william fay e raph hodge
Como evangelizar sem medo william fay e raph hodgeMarcos Lino
 
Lição 16 A Influencia da Religião no Comportamento Humano - 2º Quadrimestre...
Lição 16   A Influencia da Religião no Comportamento Humano - 2º Quadrimestre...Lição 16   A Influencia da Religião no Comportamento Humano - 2º Quadrimestre...
Lição 16 A Influencia da Religião no Comportamento Humano - 2º Quadrimestre...Sergio Silva
 
Evangelismo conteúdo, método e motivação.
Evangelismo   conteúdo, método e motivação.Evangelismo   conteúdo, método e motivação.
Evangelismo conteúdo, método e motivação.Rodrigo Ribeiro
 
(527343911) 90211967 3º-modulo (1)
(527343911) 90211967 3º-modulo (1)(527343911) 90211967 3º-modulo (1)
(527343911) 90211967 3º-modulo (1)Rosa Luzia Da Hora
 
Com a cabeça nas nuvens
Com a cabeça nas nuvensCom a cabeça nas nuvens
Com a cabeça nas nuvensMiguel Alysson
 
218989882 2º-escola-de-lideres-formando-um-lider-de-exito-modulo-1
218989882 2º-escola-de-lideres-formando-um-lider-de-exito-modulo-1218989882 2º-escola-de-lideres-formando-um-lider-de-exito-modulo-1
218989882 2º-escola-de-lideres-formando-um-lider-de-exito-modulo-1Rosa Luzia Da Hora
 
Discipulado lição 3 - jesus cristo
Discipulado   lição 3 - jesus cristoDiscipulado   lição 3 - jesus cristo
Discipulado lição 3 - jesus cristoAlexandro Oliveira
 
Dez passos para o cristão evangelizar
Dez passos para o cristão evangelizarDez passos para o cristão evangelizar
Dez passos para o cristão evangelizarManoel Moreira
 
Treinamento para liderança enfrentando os desafios do presente século
Treinamento para liderança   enfrentando os desafios do presente séculoTreinamento para liderança   enfrentando os desafios do presente século
Treinamento para liderança enfrentando os desafios do presente séculoVilmar Nascimento
 

Mais procurados (20)

Aula reposição 5,6,7
Aula reposição 5,6,7Aula reposição 5,6,7
Aula reposição 5,6,7
 
Módulo i online
Módulo i onlineMódulo i online
Módulo i online
 
Conheça jesus - Único, Incomparável, Maravilhoso
Conheça jesus - Único, Incomparável, MaravilhosoConheça jesus - Único, Incomparável, Maravilhoso
Conheça jesus - Único, Incomparável, Maravilhoso
 
é Hora De Evangelizar
é Hora De Evangelizaré Hora De Evangelizar
é Hora De Evangelizar
 
Encontro e Reencontro
Encontro e ReencontroEncontro e Reencontro
Encontro e Reencontro
 
Pós Revisão 1
Pós Revisão 1Pós Revisão 1
Pós Revisão 1
 
DISCIPULADO - CONHECENDO O AMOR DE DEUS - LIÇÃO 1 - Quem é jesus
DISCIPULADO - CONHECENDO O AMOR DE DEUS - LIÇÃO 1 - Quem é jesusDISCIPULADO - CONHECENDO O AMOR DE DEUS - LIÇÃO 1 - Quem é jesus
DISCIPULADO - CONHECENDO O AMOR DE DEUS - LIÇÃO 1 - Quem é jesus
 
Como evangelizar sem medo william fay e raph hodge
Como evangelizar sem medo   william fay e raph hodgeComo evangelizar sem medo   william fay e raph hodge
Como evangelizar sem medo william fay e raph hodge
 
Lição 16 A Influencia da Religião no Comportamento Humano - 2º Quadrimestre...
Lição 16   A Influencia da Religião no Comportamento Humano - 2º Quadrimestre...Lição 16   A Influencia da Religião no Comportamento Humano - 2º Quadrimestre...
Lição 16 A Influencia da Religião no Comportamento Humano - 2º Quadrimestre...
 
Evangelismo conteúdo, método e motivação.
Evangelismo   conteúdo, método e motivação.Evangelismo   conteúdo, método e motivação.
Evangelismo conteúdo, método e motivação.
 
O poder liberador do perdão
O poder liberador do perdãoO poder liberador do perdão
O poder liberador do perdão
 
Pós revisão 3
Pós revisão 3Pós revisão 3
Pós revisão 3
 
Na mente ou no coração
Na mente ou no coraçãoNa mente ou no coração
Na mente ou no coração
 
(527343911) 90211967 3º-modulo (1)
(527343911) 90211967 3º-modulo (1)(527343911) 90211967 3º-modulo (1)
(527343911) 90211967 3º-modulo (1)
 
Com a cabeça nas nuvens
Com a cabeça nas nuvensCom a cabeça nas nuvens
Com a cabeça nas nuvens
 
218989882 2º-escola-de-lideres-formando-um-lider-de-exito-modulo-1
218989882 2º-escola-de-lideres-formando-um-lider-de-exito-modulo-1218989882 2º-escola-de-lideres-formando-um-lider-de-exito-modulo-1
218989882 2º-escola-de-lideres-formando-um-lider-de-exito-modulo-1
 
Discipulado lição 3 - jesus cristo
Discipulado   lição 3 - jesus cristoDiscipulado   lição 3 - jesus cristo
Discipulado lição 3 - jesus cristo
 
Evangelizar na alegria
Evangelizar na alegriaEvangelizar na alegria
Evangelizar na alegria
 
Dez passos para o cristão evangelizar
Dez passos para o cristão evangelizarDez passos para o cristão evangelizar
Dez passos para o cristão evangelizar
 
Treinamento para liderança enfrentando os desafios do presente século
Treinamento para liderança   enfrentando os desafios do presente séculoTreinamento para liderança   enfrentando os desafios do presente século
Treinamento para liderança enfrentando os desafios do presente século
 

Destaque

Apresentação dia das Mães Cefapro Primavera do Leste
Apresentação dia das Mães Cefapro Primavera do LesteApresentação dia das Mães Cefapro Primavera do Leste
Apresentação dia das Mães Cefapro Primavera do LesteGleibiane Silva
 
Visões do Desenvolvimento Econômico Local a partir do Brasil
Visões do Desenvolvimento Econômico Local a partir do BrasilVisões do Desenvolvimento Econômico Local a partir do Brasil
Visões do Desenvolvimento Econômico Local a partir do BrasilRafael Martins
 
Locais de transmissao da teleconferencia snc
Locais de transmissao da teleconferencia sncLocais de transmissao da teleconferencia snc
Locais de transmissao da teleconferencia sncromuloculturamt
 
Curso o pulo do gato
Curso o pulo do gatoCurso o pulo do gato
Curso o pulo do gatogvirtual
 
Estudo da Continuidade dos Projetos Educacionais do Município de Icapuí
Estudo da Continuidade dos Projetos Educacionais do Município de IcapuíEstudo da Continuidade dos Projetos Educacionais do Município de Icapuí
Estudo da Continuidade dos Projetos Educacionais do Município de IcapuíRafael Martins
 

Destaque (10)

Адмова
АдмоваАдмова
Адмова
 
H istoriera
H istorieraH istoriera
H istoriera
 
Apresentação dia das Mães Cefapro Primavera do Leste
Apresentação dia das Mães Cefapro Primavera do LesteApresentação dia das Mães Cefapro Primavera do Leste
Apresentação dia das Mães Cefapro Primavera do Leste
 
Biografias
BiografiasBiografias
Biografias
 
Visões do Desenvolvimento Econômico Local a partir do Brasil
Visões do Desenvolvimento Econômico Local a partir do BrasilVisões do Desenvolvimento Econômico Local a partir do Brasil
Visões do Desenvolvimento Econômico Local a partir do Brasil
 
Locais de transmissao da teleconferencia snc
Locais de transmissao da teleconferencia sncLocais de transmissao da teleconferencia snc
Locais de transmissao da teleconferencia snc
 
Ecosistemas digitales
Ecosistemas digitalesEcosistemas digitales
Ecosistemas digitales
 
Curso o pulo do gato
Curso o pulo do gatoCurso o pulo do gato
Curso o pulo do gato
 
كنافة بالجزر
كنافة بالجزركنافة بالجزر
كنافة بالجزر
 
Estudo da Continuidade dos Projetos Educacionais do Município de Icapuí
Estudo da Continuidade dos Projetos Educacionais do Município de IcapuíEstudo da Continuidade dos Projetos Educacionais do Município de Icapuí
Estudo da Continuidade dos Projetos Educacionais do Município de Icapuí
 

Semelhante a Conheça Jesus e Sua Missão

Lição 2 - O comunicador e a mensagem de Salvação
Lição 2 - O comunicador e a mensagem de SalvaçãoLição 2 - O comunicador e a mensagem de Salvação
Lição 2 - O comunicador e a mensagem de SalvaçãoÉder Tomé
 
Lição 13 - A perseverança do discípulo de Jesus Cristo
Lição 13 - A perseverança do discípulo de Jesus CristoLição 13 - A perseverança do discípulo de Jesus Cristo
Lição 13 - A perseverança do discípulo de Jesus CristoÉder Tomé
 
Apostila para formação de evangelismo pessoal e coletivo
Apostila para formação de evangelismo pessoal e coletivoApostila para formação de evangelismo pessoal e coletivo
Apostila para formação de evangelismo pessoal e coletivoIzabela Oliveira
 
E.b.d jovens 1ºtrimestre 2017 lição 02
E.b.d   jovens 1ºtrimestre 2017 lição 02E.b.d   jovens 1ºtrimestre 2017 lição 02
E.b.d jovens 1ºtrimestre 2017 lição 02Joel Silva
 
Sou Crente... E Agora, o Que Eu Faço?
Sou Crente... E Agora, o Que Eu Faço?Sou Crente... E Agora, o Que Eu Faço?
Sou Crente... E Agora, o Que Eu Faço?Jonas Martins Olímpio
 
Missões Setor 13. Paróquia Coração de Jesus - diocese de SJCampos - SP
Missões Setor 13. Paróquia Coração de Jesus - diocese de SJCampos - SPMissões Setor 13. Paróquia Coração de Jesus - diocese de SJCampos - SP
Missões Setor 13. Paróquia Coração de Jesus - diocese de SJCampos - SPBernadetecebs .
 
Meditação diária de francisco carvajal 35. difundir a verdade
Meditação diária de francisco carvajal 35. difundir a verdadeMeditação diária de francisco carvajal 35. difundir a verdade
Meditação diária de francisco carvajal 35. difundir a verdadepr_afsalbergaria
 
Apostila treinamento
Apostila treinamentoApostila treinamento
Apostila treinamentoJoao Rumpel
 
Evangelização - como criar uma cultura de evangelização na igreja local - J. ...
Evangelização - como criar uma cultura de evangelização na igreja local - J. ...Evangelização - como criar uma cultura de evangelização na igreja local - J. ...
Evangelização - como criar uma cultura de evangelização na igreja local - J. ...Robson Santana
 
A vida que satisfaz_estudo 2013D.pdf
A vida que satisfaz_estudo 2013D.pdfA vida que satisfaz_estudo 2013D.pdf
A vida que satisfaz_estudo 2013D.pdfJaimeSilvaSatornicio1
 
Evangelismo parte 4 execução
Evangelismo parte 4   execuçãoEvangelismo parte 4   execução
Evangelismo parte 4 execuçãoJoel Silva
 
Evangelismo parte 4 execução
Evangelismo parte 4   execuçãoEvangelismo parte 4   execução
Evangelismo parte 4 execuçãoJoel Silva
 
Guia de Estudos no Evangelho de Lucas - ABUB
Guia de Estudos no Evangelho de Lucas - ABUBGuia de Estudos no Evangelho de Lucas - ABUB
Guia de Estudos no Evangelho de Lucas - ABUBPaulo Zanin Júnior
 
LBJ LIÇÃO 2 - O real proposito da Igreja
LBJ LIÇÃO 2 - O real proposito da IgrejaLBJ LIÇÃO 2 - O real proposito da Igreja
LBJ LIÇÃO 2 - O real proposito da Igrejaboasnovassena
 

Semelhante a Conheça Jesus e Sua Missão (20)

Lição 2 - O comunicador e a mensagem de Salvação
Lição 2 - O comunicador e a mensagem de SalvaçãoLição 2 - O comunicador e a mensagem de Salvação
Lição 2 - O comunicador e a mensagem de Salvação
 
Lição 13 - A perseverança do discípulo de Jesus Cristo
Lição 13 - A perseverança do discípulo de Jesus CristoLição 13 - A perseverança do discípulo de Jesus Cristo
Lição 13 - A perseverança do discípulo de Jesus Cristo
 
Apostila para formação de evangelismo pessoal e coletivo
Apostila para formação de evangelismo pessoal e coletivoApostila para formação de evangelismo pessoal e coletivo
Apostila para formação de evangelismo pessoal e coletivo
 
E.b.d jovens 1ºtrimestre 2017 lição 02
E.b.d   jovens 1ºtrimestre 2017 lição 02E.b.d   jovens 1ºtrimestre 2017 lição 02
E.b.d jovens 1ºtrimestre 2017 lição 02
 
Ev efetivo 004
Ev efetivo 004Ev efetivo 004
Ev efetivo 004
 
Sou Crente... E Agora, o Que Eu Faço?
Sou Crente... E Agora, o Que Eu Faço?Sou Crente... E Agora, o Que Eu Faço?
Sou Crente... E Agora, o Que Eu Faço?
 
Missões Setor 13. Paróquia Coração de Jesus - diocese de SJCampos - SP
Missões Setor 13. Paróquia Coração de Jesus - diocese de SJCampos - SPMissões Setor 13. Paróquia Coração de Jesus - diocese de SJCampos - SP
Missões Setor 13. Paróquia Coração de Jesus - diocese de SJCampos - SP
 
Crisesnavidacrista pg
Crisesnavidacrista pgCrisesnavidacrista pg
Crisesnavidacrista pg
 
Meditação diária de francisco carvajal 35. difundir a verdade
Meditação diária de francisco carvajal 35. difundir a verdadeMeditação diária de francisco carvajal 35. difundir a verdade
Meditação diária de francisco carvajal 35. difundir a verdade
 
Apostila treinamento
Apostila treinamentoApostila treinamento
Apostila treinamento
 
Nova Criatura (M.D.A.)
Nova Criatura (M.D.A.)Nova Criatura (M.D.A.)
Nova Criatura (M.D.A.)
 
Evangelização - como criar uma cultura de evangelização na igreja local - J. ...
Evangelização - como criar uma cultura de evangelização na igreja local - J. ...Evangelização - como criar uma cultura de evangelização na igreja local - J. ...
Evangelização - como criar uma cultura de evangelização na igreja local - J. ...
 
A vida que satisfaz_estudo 2013D.pdf
A vida que satisfaz_estudo 2013D.pdfA vida que satisfaz_estudo 2013D.pdf
A vida que satisfaz_estudo 2013D.pdf
 
Evangelismo parte 4 execução
Evangelismo parte 4   execuçãoEvangelismo parte 4   execução
Evangelismo parte 4 execução
 
Evangelismo parte 4 execução
Evangelismo parte 4   execuçãoEvangelismo parte 4   execução
Evangelismo parte 4 execução
 
Ev efetivo 004
Ev efetivo 004Ev efetivo 004
Ev efetivo 004
 
Guia de Estudos no Evangelho de Lucas - ABUB
Guia de Estudos no Evangelho de Lucas - ABUBGuia de Estudos no Evangelho de Lucas - ABUB
Guia de Estudos no Evangelho de Lucas - ABUB
 
Quem é Esse Jesus
Quem é Esse JesusQuem é Esse Jesus
Quem é Esse Jesus
 
Ganhador de Almas
Ganhador de AlmasGanhador de Almas
Ganhador de Almas
 
LBJ LIÇÃO 2 - O real proposito da Igreja
LBJ LIÇÃO 2 - O real proposito da IgrejaLBJ LIÇÃO 2 - O real proposito da Igreja
LBJ LIÇÃO 2 - O real proposito da Igreja
 

Último

música paródia cmsp conteúdo 1 bimestre.pdf
música paródia cmsp conteúdo 1 bimestre.pdfmúsica paródia cmsp conteúdo 1 bimestre.pdf
música paródia cmsp conteúdo 1 bimestre.pdfWALDIRENEPINTODEMACE
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...nexocan937
 
Ler e compreender 7º ano - Aula 7 - 1º Bimestre
Ler e compreender 7º ano -  Aula 7 - 1º BimestreLer e compreender 7º ano -  Aula 7 - 1º Bimestre
Ler e compreender 7º ano - Aula 7 - 1º BimestreProfaCintiaDosSantos
 
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil  2023.ppsxA área de ciências da religião no brasil  2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsxGilbraz Aragão
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullyingMary Alvarenga
 
19 de abril - Dia dos Povos Indígenas do Brasil
19 de abril - Dia dos Povos Indígenas do Brasil19 de abril - Dia dos Povos Indígenas do Brasil
19 de abril - Dia dos Povos Indígenas do BrasilMary Alvarenga
 
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...azulassessoria9
 
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfO Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfQueleLiberato
 
Algumas Curiosidades do uso da Matemática na escrita Phyton
Algumas Curiosidades do uso da Matemática na escrita PhytonAlgumas Curiosidades do uso da Matemática na escrita Phyton
Algumas Curiosidades do uso da Matemática na escrita PhytonRosiniaGonalves
 
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...azulassessoria9
 
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Paula Meyer Piagentini
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbyasminlarissa371
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terraBiblioteca UCS
 
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...azulassessoria9
 
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxSlides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...MANUELJESUSVENTURASA
 
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTECAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTEJoaquim Colôa
 
Modernidade perspectiva sobre a África e América
Modernidade perspectiva sobre a África e AméricaModernidade perspectiva sobre a África e América
Modernidade perspectiva sobre a África e Américawilson778875
 
Romero Britto - biografia 6º ano (1).pptx
Romero Britto - biografia 6º ano (1).pptxRomero Britto - biografia 6º ano (1).pptx
Romero Britto - biografia 6º ano (1).pptxLuisCarlosAlves10
 

Último (20)

música paródia cmsp conteúdo 1 bimestre.pdf
música paródia cmsp conteúdo 1 bimestre.pdfmúsica paródia cmsp conteúdo 1 bimestre.pdf
música paródia cmsp conteúdo 1 bimestre.pdf
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
 
Os Ratos - Dyonelio Machado FUVEST 2025
Os Ratos  -  Dyonelio Machado  FUVEST 2025Os Ratos  -  Dyonelio Machado  FUVEST 2025
Os Ratos - Dyonelio Machado FUVEST 2025
 
Ler e compreender 7º ano - Aula 7 - 1º Bimestre
Ler e compreender 7º ano -  Aula 7 - 1º BimestreLer e compreender 7º ano -  Aula 7 - 1º Bimestre
Ler e compreender 7º ano - Aula 7 - 1º Bimestre
 
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil  2023.ppsxA área de ciências da religião no brasil  2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsx
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
 
19 de abril - Dia dos Povos Indígenas do Brasil
19 de abril - Dia dos Povos Indígenas do Brasil19 de abril - Dia dos Povos Indígenas do Brasil
19 de abril - Dia dos Povos Indígenas do Brasil
 
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
 
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfO Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
 
Algumas Curiosidades do uso da Matemática na escrita Phyton
Algumas Curiosidades do uso da Matemática na escrita PhytonAlgumas Curiosidades do uso da Matemática na escrita Phyton
Algumas Curiosidades do uso da Matemática na escrita Phyton
 
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
 
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
 
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
 
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxSlides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
 
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
 
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTECAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
 
Modernidade perspectiva sobre a África e América
Modernidade perspectiva sobre a África e AméricaModernidade perspectiva sobre a África e América
Modernidade perspectiva sobre a África e América
 
Romero Britto - biografia 6º ano (1).pptx
Romero Britto - biografia 6º ano (1).pptxRomero Britto - biografia 6º ano (1).pptx
Romero Britto - biografia 6º ano (1).pptx
 

Conheça Jesus e Sua Missão

  • 1. PALAVRAS DE CÉLULAS MAIO /2012: Semana 1 – Você conhece Jesus? Semana 2 – Jesus e a nossa missão. Semana 3 – Falando de Jesus - Passos práticos. Semana 4 – “Enraizados e edificados nele”. Semana 5 – Confraternização e Evangelismo.
  • 2. Semana 1 - Você conhece Jesus? Reflexão: João 8:31, 32 - “(...) Se vocês permanecerem firmes na minha palavra, verdadeiramente serão meus discípulos. E conhecerão a verdade, e a verdade os libertará”. “Por que conhecer Jesus?”. _______________________________ Devemos saber mais de Jesus, para termos Mais de Jesus. Conhecer Jesus e levar outros a conhecê-lo é a missão da Igreja e uma responsabilidade pessoal de cada um de nós. A nossa mensagem para as pessoas precisa ter conteúdo, ela pode ser iniciada abordando os problemas pessoais da pessoa, suas dificuldades financeiras, solidão ou outro problema qualquer, mas todo objetivo é levar Cristo àquela vida. 1. Por que Deus criou o homem? 2. O que é o pecado? 3. Quem é Jesus para você? 4. Por que Jesus veio ao mundo? 5. O que significa ser Salvador e Senhor? (Muitos pregam apenas o lado de salvação que Deus nos traz em Cristo e se esquecem do Seu Senhorio, que nos leva a obediência ao segui-lo). Lembre-se: Salvador: Aquele que salva, que mantém intacto, aquele que tira alguém de uma situação crítica ou de perigo, de dificuldades ou ruína. Senhor: Dono, proprietário, aquele que tem autoridade como rei e imperador, possuidor de algum território. O que mudou em Sua vida? Ouve algum renovo em sua vida espiritual? Alguns apenas experimentam o Senhorio de Cristo anos depois de conhecê- lo como Salvador. Pergunte se tem alguém assim na Célula e se essa pessoa teria liberdade para compartilhar?
  • 3. Semana 2 - Jesus e a nossa missão O que você perguntaria para: Jesus? As mulheres que foram ao túmulo? Aos guardas? Aos discípulos? Reflexão: “Portanto, vão e façam discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo, ensinando-os a obedecer tudo o que eu ordenei a vocês. E eu estarei para sempre com vocês, até o fim dos tempos”. Mt 28:19, 20 O texto acima se refere à chamada “Grande Comissão”, que é uma verdadeira convocação para levar o evangelho a todos os povos. Como já foi dito, a Igreja tem essa missão - lembre-se: A Igreja é formada por pessoas - nós. Diga às pessoas para definirem com suas palavras, o que significa “missão”: No dicionário Houaiss, missão significa: incumbência que alguém deve executar a pedido ou por ordem de outrem; conjunto de pessoas a quem se confere uma tarefa; uma obrigação. Refere-se a ação de enviar, lançar, deixar ir.
  • 4. A missão da Igreja pode ser descrita em 2 aspectos: •Em relação a Deus, porque fomos criados para o louvor da Sua glória, para adorá-lo e bendizê-lo eternamente, que é a razão final de todas as coisas. Ef 1:4-6 •Em relação à humanidade, anunciar os feitos de Deus, especialmente por meio de seu Filho Jesus Cristo. Jo 20:21 Deus, o Pai é a fonte da missão, a iniciativa de pregar o evangelho veio Dele. Jo 3:16 E o motivo da missão é: •A salvação da humanidade. 1Tm 2:1-4 •Revelar o amor de Deus. Jo 12:44, 45 •Levar a humanidade a participar dos planos eternos de Deus. At 10:28-38. É privilégio do ser humano, e não dos anjos, anunciar a salvação em Cristo, mas também é uma responsabilidade. •Anunciar o Reino de Deus e o Seu governo sobre todo o mundo. Mt 3:2 Você acha que Deus pode confiar uma missão a você? Por quê? Em seu coração, você acha que apenas alguns podem anunciar a Cristo? Você já perdeu a oportunidade de falar do amor de Jesus para alguém? Sente culpa por isso? Ministre esperança ao coração deles: Em Deus sempre há um recomeço.
  • 5. Semana 3 - Falando de Jesus - passos práticos. Reflexão: “Se alguém se envergonhar de mim e das minhas palavras, o filho do Homem se envergonhará dele quando vier em sua glória e na glória do Pai e dos santos anjos”. Lc 9:26 Para falar de Jesus precisamos levar a sério as palavras do próprio Jesus: Ele se envergonhará daqueles que se envergonham dele. Como anunciar a Jesus? • Ore para seja gerada em você a mesma compaixão pelas pessoas e suas necessidades, como havia em Jesus. Mt 14:14 • Veja além do que os olhos naturais veem - as pessoas muitas vezes, demonstram que são seguras e altivas, mas em verdade, estão inseguras e amedrontadas. Ex. Nicodemos, mestre da Lei, veio à noite para encontrar Jesus com questões de quem não tem compreensão do mundo espiritual. Jo 3:1-5 • Perdoe! Pois muitos que nos ofendem ou nos criticam por causa da nossa fé, de fato precisam da nossa ajuda e amor perdoado. - Lc 23:34 • Sirva! Sem pensar em ganhar algo em troca a não ser a confiança e amizade dessa pessoa. Mc 10:45 O que nos impede de falar de Jesus? Relacione as barreiras mais comuns: Abaixo, as barreiras mais conhecidas: • Falta de convicção na experiência pessoal. • Medo de ser exposto ou ridicularizado. • Medo de ser questionado e não saber responder. • Falta de um relacionamento com o Espírito Santo, que nos mostre quando e com quem falar.
  • 6. Conceitos errados de que algo sobrenatural tem que acontecer para que eu possa falar de Deus. Semana 4 - “Enraizados e edificados nele” Reflexão: “Portanto, assim como vocês receberam Cristo Jesus, o Senhor continue a viver nele, enraizados e edificados nele, firmados na fé, como foram ensinados, transbordando de gratidão”. Cl 2:6,7 Como manter a vida enraizada e firmada em Jesus? • Arrependimento e confissão garantem a nossa vitória sobre o pecado. 1 Jo 1:8, 9 • Não ser autossuficiente, pedir ajuda aos Líderes/Supervisores etc. 1 Co 10:13. • Comprometimento com a Igreja - servir, andar na visão proposta, não deixar de congregar. Hb 10:25 • Ter uma vida de oração, de comunhão com Deus. Fp 4:6,7; Ef 6:18- 20 (lembre-se: toda quarta-feira das 18h30 às19h30, oração na Igreja). • Leitura diária da Palavra de Deus - a Bíblia, ela é o nosso manual da vida. 2 Tm 3:16, 17; Sl 19:7 • “Transbordando de gratidão”. A nossa gratidão ao que Deus fez e faz em nossa vida deve ser notada por todos. A gratidão demonstra nossa satisfação com o nosso Deus. . Gratidão pelo que ele fez e faz Gratidão pelo que ele é Gratidão pelas mudanças em sua vida Semana 5 – “Confraternização e Evangelismo”