1 introdução ao Estudo da Biologia 1º ano

316 visualizações

Publicada em

1ª aula para o 1º ano do Ensino Médio

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
316
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
21
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

1 introdução ao Estudo da Biologia 1º ano

  1. 1. Professor Luiz Leal
  2. 2. INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA BIOLOGIA
  3. 3. A origem da Biologia• Etimologicamente Do grego Bios= vida; logos= estudo Bio= vida; logia= estudo • Biologia é o ramo da ciência que estuda a vida e todos os seres vivos da terra, em seus mais diversos aspectos. • estuda as características e os comportamentos tanto dos organismos individuais como das espécies no seu conjunto, assim como a reprodução dos seres vivos e as interações entre eles e o meio. • Esta ciência analisa a estrutura e a dinâmica funcional comum a todos os seres vivos, com o objetivo de estabelecer as leis gerais que regem a vida.
  4. 4. 1. Embriologia – Formação e desenvolvimento do embrião; 2. Botânica – Plantas. 3. Zoologia – Animais. 4. Fisiologia – Funcionamento do corpo; 5. Genética – A hereditariedade; 6. Evolução – Surgimento e desaparecimento de espécies; 7. Ecologia – Relação dos seres com o ambiente; 8. Sistemática – Classificação dos seres vivos; 9. Paleontologia – Estuda os fosseis 10. Taxonomia – Estuda a classificação dos seres vivos
  5. 5. Afinal, o que é vida? • Todos nós temos idéia do que ela signifique; no entanto, não é simples conceituá-la. • Um conjunto de características que mantêm os seres vivos em constante atividade e que são comuns a todos eles. • Quando somamos todos os aspectos que mantêm a sobrevivência dos organismos, trabalhamos então o significado de vida.
  6. 6. Níveis de organização dos seres vivos
  7. 7. Átomo Molécula Organela Célula Tecido Órgão Sistema Organismo População Comunidade Ecossistema Biosfera
  8. 8. População • Conjunto de indivíduos da mesma espécie vivendo numa mesma região. • Se um gato é um indivíduo, muitos gatos são uma população de gatos. • Então podemos dizer que população é o conjunto de indivíduos da mesma espécie que vivem numa mesma região.
  9. 9. Comunidade ou Biocenose • Conjunto de populações coexistindo numa mesma região. • Considere todas as populações que coexistem numa mesma região, como as populações de cabras, de roseiras, de coelhos e de formigas. • Neste caso, temos uma comunidade
  10. 10. • Numa comunidade, os seres vivos interagem, isto é, estabelecem relações entre si. Diz-se que existe uma interdependência entre os seres vivos. • Se, por exemplo, os vegetais desaparecessem, toda a comunidade ficaria ameaçada, pois os animais não encontrariam mais alimentos e acabariam morrendo. • Outro exemplo: O extermínio de cobras em uma determinada região pode favorecer um aumento excessivo no número de ratos e outros roedores, que servem de alimento às cobras. • O aumento exagerado das populações de ratos e outros roedores pode provocar na região uma grande redução na população de gramíneas e vegetais herbáceos, que servem de alimento a esses animais. Sem a cobertura vegetal, o solo fica exposto à erosão pelas águas das chuvas e tende a ficar estéril, dificultando o desenvolvimento de plantas nessa área.
  11. 11. Ecossistema • Assim como uma célula pode ser considerada a unidade fundamental da vida, os ecossistemas podem ser considerados a unidade fundamental de estudo da ecologia. • O ecossistema é constituído por organismos e pelo meio ambiente em que vivem, é onde ocorre a relação dos seres entre si e com o meio.
  12. 12. Ecossistema = comunidade + meio ambiente • Você já tem três níveis de organização dos seres vivos: Primeiro nível: os indivíduos; Segundo nível: as populações; Terceiro nível: as comunidades. • Os seres vivos de uma comunidade são os componentes bióticos de um ecossistema; fatores físico-químicos do ambiente (luz, água, calor, gás oxigênio, etc.) são os componentes abióticos de um ecossistema. • Assim, um lago, um rio, um campo ou uma floresta são exemplos de ecossistemas. Neles, encontramos seres vivos diversos (componentes bióticos) que se relacionam entre si e com os vários fatores ambientais, como a luz, a água, etc. (componentes abióticos).
  13. 13. . CARACTERÍSTICAS GERAIS DOS SERES VIVOS
  14. 14. São várias as propriedades que, sozinhas ou em conjunto, diferem um ser vivo de um ser bruto. Dentre elas, as mais importantes são: organização celular, composição química, reprodução, material genético, metabolismo, respiração, nutrição, evolução (seleção natural, adaptação) movimento, crescimento, regeneração, ciclo vital e respostas a estímulos ambientais.
  15. 15. A) Organização Celular  Em cada um dos organismos vivos existe uma estrutura na qual acontecem diversos processos responsáveis pela manutenção da vida – a célula.  Por isso, definimos a célula como a unidade básica para a vida.
  16. 16. . De acordo com sua estrutura celular as células são classificadas em eucarióticas e procarióticas.
  17. 17. QUANTO AO NÚMERO DE CÉLULAS PODEMOS CLASSIFICAR EM:
  18. 18. b) Composição química: As substâncias orgânicas são formadas por moléculas complexas e têm o carbono como elemento principal. São elas: os carboidratos, os lipídios, os protídios e os ácidos nucléicos. As substâncias inorgânicas são formadas por moléculas simples, com pequeno número de átomos. São elas, principalmente: a água e os sais minerais. Através da composição química, pode-se diferenciar seres vivos de seres brutos.
  19. 19. C) Metabolismo: (metábole = mudar) É o conjunto de reações químicas que ocorrem nos organismos, como por exemplo nutrição, respiração, fotossíntese, ...
  20. 20. d) Reprodução  É a capacidade que os seres vivos têm de gerar descendentes.
  21. 21. e) Evolução: Os seres vivos podem sofrer modificações ao longo do tempo através de processos que os levam a uma maior adaptação ao meio. Os ácidos nucléicos (DNA, RNA) são fundamentais nos processos evolutivos.
  22. 22. f) Movimento e Locomoção: Os seres vivos apresentam movimentos em respostas a múltiplos estímulos. Movimento é qualquer alteração na posição inicial de um corpo. Um tipo especial de movimento é a locomoção- deslocamento do indivíduo por suas próprias forças. Ser capaz de se locomover (sai do lugar) ser incapaz de se locomover Girassol segue o movimento do sol Movimento - é tudo que se faz com o corpo. Abanar o rabo, olhar p um lado ou para o outro, piscar, movimentar as mão, os pés, seguir a luz do sol ... Locomoção - é a forma como se sai do lugar.
  23. 23. g) Alimentação: é necessária para a sobrevivência e crescimento dos seres. Fornece energia. São classificados: Ex: vegetais, cianobactérias. Ex: animais, fungos, bactérias, protistas.
  24. 24. h) Respiração: Absorção do oxigênio e liberação de gás carbônico. Os seres vivos são classificados em 2 tipos:
  25. 25. I) regeneração: é recuperar partes perdidas. Ex: cicatrização
  26. 26. j) Ciclo vital: Compreende a variação recorrente desde o nascimento de um organismo até a morte, quando há o retorno da matéria ao ambiente. Nasce , cresce, reproduz, morre.
  27. 27. L) Crescimento: Os seres vivos podem aumentar de tamanho em decorrência do aumento no número de suas células ou no volume celular.
  28. 28. m) Reação: Todos os seres vivos têm a capacidade de perceber e de reagir a estímulos do meio. dormideira
  29. 29. n) Excreção: O organismo dos seres vivos não aproveita tudo o que absorve dos alimentos e produz restos que precisam ser eliminados. Nos seres humanos a eliminação é feita: pelos rins  urina pela respiração  gás carbônico pela transpiração  suor pela defecação  fezes

×