Apresentação para décimo primeiro ano de 2012 3, aula 11-12

1.467 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.467
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.059
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
10
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação para décimo primeiro ano de 2012 3, aula 11-12

  1. 1. Valores temporaisValores aspetuaisValores modais
  2. 2. Valor aspetual• lexical (significado do próprio verbo)• gramatical (por tempo verbal; perifrástica; expressões adverbiais)
  3. 3. exemplos de aspeto lexical (inerente ao significado da palavra)• nascer, morrer, chegar, atingir são eventos não durativos (obrigatoriamente pontuais; instantâneos)• almoçar, dormir, escrever, correr são eventos durativos (são situações que podem prolongar-se)
  4. 4.
  5. 5. aspeto gramatical• perfetivo (ação está concluída): Ontem o Benfica perdeu• imperfetivo (ação não concluída): Ando a ler Os Maias
  6. 6. • genérico (situações atemporais): A ESJGF fica perto do Califa• habitual (ação repete-se): Almoço sempre à uma e treze• iterativo (ação repete-se periodicamente): Albertina tem-se aperaltado aos sábados
  7. 7. • pontual (ação é instantânea): Puyol fraturou o braço.• durativo (ação prolonga-se): O Benfica e o Sporting continuam a queixar-se do árbitro.
  8. 8. As freiras vicentinas andam a venderrendas de bilro
  9. 9. A competição é inevitável | genérico | V(ser)
  10. 10. As carmelitas descalças estão acomercializar doçaria conventual |imperfetivo | Aux (estar a)
  11. 11. As freiras vicentinas andam a venderrendas de bilro | imperfetivo | Aux (andara)
  12. 12. Deus é grande mas parece ser pequenopara o amor destas religiosas | genérico |V (ser, parecer)
  13. 13. Tudo estava bem [até que as carmelitasquiseram mais] | durativo/imperfetivo | T(imperfeito)
  14. 14. Lá vem ela | imperfetivo | T (presente)
  15. 15. Nós sempre dominámos o mundo dosbordados | durativo | «sempre»
  16. 16. Às vezes, dá-me vontade rir | iterativo |«às vezes»
  17. 17. Já recordei todos os trocadilhos comfreiras | perfetivo | T (perfeito), «já»
  18. 18. O Maior costuma observar o vossoBingo | habitual | Aux (costumar)
  19. 19. O Maior vê sempre os vossos cartões |habitual | T (presente), «sempre»
  20. 20. As carmelitas têm ido a Santiago todosos meses | iterativo | T (presentecomposto), «todos os meses»
  21. 21. As vicentinas tropeçaram nas escadas |pontual | T (perfeito), V (tropeçar)
  22. 22. Vai dizer à tua abadessa que quem ama oSenhor são as vicentinas |posterioridade | Aux (ir), T (imperativo)
  23. 23. Na procissão de Maio vamos rezarmenos uma novena por elas |posterioridade | «Na procissão de Maio»,Aux (ir)
  24. 24. a. O interlocutor de Rui Tukayana, LeonelMorgado, é especialista em publicidade.É "especialista em mundos virtuais‘”.
  25. 25. b. Segundo Leonel Morgado, as fraldasdescartáveis são um bom exemplo detecnologia.
  26. 26. c. Quando surgiu este tipo de fraldas, asua utilização foi generalizada pelo preçoacessível que apresentava e peloreconhecimento da sua utilidade.A sua utilização era muito residual. Eram muitocaras ("caríssi-mas") e não se lhes reconheciagrande utilidade ("começaram por ser coisaspraticamente inúteis").
  27. 27. d. A investigação a este nível estagnou.A investigação foi evoluindo ("as empre-sasnão desistiram, a investigação con-tinuou, atecnologia foi evoluindo e foram-se solucio-nando os problemas uns atrás dos outros").
  28. 28. e. Leonel Morgado concorda com ateoria de que as fraldas descartáveis nãodevem ser utilizadas por acarretaremproblemas ambientais.Leonel Morgado não se opõe à utilização dasfraldas descartáveis ("Quanto à teoria de queas fraldas descartáveis não devem ser usadasporque não são ami-gas do ambiente, LeonelMorgado tem outra opinião").
  29. 29. f. Segundo ele, as fraldas descartáveistêm uma história muito interessante denovos desenvolvimentos tecnológicosque não deve ser subvalorizada.
  30. 30. g. Para Leonel Morgado, a tecnologiaque apresenta defeitos, apesar de mudara sociedade para melhor, deverá serposta de lado.A tecnologia que apresenta defeitos deve seraperfeiçoada, de modo a ser aplicável e útil("nós devemos é comba-ter os defeitos dela enão simplesmente dizer: a tecnologia tal comoestá não presta").
  31. 31. 10.1.= c2. = d3. = a
  32. 32. TPC Resolve (estuda) a p. 48do Caderno de Atividades.

×