Biologia 12º anomaio 2013Leonor Vaz PereiraPoluição e degradação derecursos – Parte IIITEMA 5PRESERVAR E RECUPERAR O MEIO ...
Que soluções para o efeito da atividade humanasobre o ambiente?Situação ProblemáticaQue atividadeshumanas temcontribuído p...
POLUIÇÃO AQUÁTICAA água é utilizada pelo homem para satisfazer as suasnecessidades metabólicas e em quase todas as suas at...
Água – recurso vitalEstima-se que entre 2000 e2054 a população humanaaumente em cerca de 42milhões de pessoas, o quelevará...
Água – recurso vitalQuantidade de águanecessária ao fabrico decertos produtos agrícolase determinados bens deconsumo frequ...
Poluição das águasQue atividades humanas intervêm na contaminação das águas?Página 90
Poluição das águas Página 90
CAUSAS DA POLUIÇÃO DA ÁGUAPoluentes físicos – descargas de água aquecidaproveniente de circuitos de refrigeração de certas...
Poluição aquáticaA poluição aquática pode sentir-se ao nível de: Linhas de água superficiais (rios e ribeiros) Linhas de...
Qualidade da água e oxigéniodissolvidoCBO – Carência Bioquímica de OxigénioA quantidade de oxigénio dissolvido na água que...
Poluição num curso de águaPágina 93
 Consumo de oxigénioMatéria orgânicaPoluição num curso de água
Carência Bioquímica de oxigénioCBOPoluição num curso de água
Consequências da descargaorgânica num curso deágua
O tempo e a distâncianecessária para arecuperação de uma linhade água depende dasdimensões da descarga, dovolume, da corre...
EutrofizaçãoA eutrofização é um processo comorigem natural ou antrópica emque há um aumento daprodutividade primária nos a...
Eutrofização natural
Eutrofização naturalVerifica-se durante a evolução dos ecossistemas, aolongo de grandes períodos de tempo, como parte dopr...
Eutrofização cultural É o fenómeno pelo qual aágua é enriquecida pornutrientes diversos,principalmente compostosnitrogena...
Eutrofização culturalEcossistema fluvial com reduzido arrastamento de sedimentosO mesmo ecossistema com arrastamento de mu...
Eutrofização cultural
Eutrofização culturalÁgua claraA luz penetraVegetação aquáticano fundoFitoplâncton reduzidoPoucos nutrientes
Eutrofização culturalÁgua turvaA vegetaçãosubmersa fica naobscuridadeAbundância defitoplâncton e denutrientes
Eutrofização culturalOs decompositoresalimentam-se de detritosEsgotamento do oxigéniodissolvidoPeixes e moluscossufocam e ...
Eutrofização culturalO excesso de nitratos efosfatos (fertilizantes) na águaprovoca a proliferação decianobactérias, algas...
Eutrofização culturalA morte destes organismos e a suadecomposição por bactérias aeróbiasreduz a concentração de oxigéniod...
Combate à eutrofização
Poluição em águas subterrâneosPágina 95
PoluiçãonosOceanosPágina 96
Soluções para a poluiçãoaquática
Tratamento de águas residuaisESTAÇÃO DETRATAMENTODE ÁGUAESTAÇÃO DETRATAMENTODE ESGOTOS
Tratamento de águas residuaisÁguas residuais – águas queforam utilizadas em atividadesdomésticas, industriais ouagrícolas ...
Tratamento de águas residuaisFOSSA SÉPTICA
Tratamento de águas residuaisETAR’sPágina 103
Tratamento de águas residuaisETAR’sTratamento preliminar – nesta primeira fase há aremoção e desintegração dos sólidos de ...
Tratamento de águas residuaisETAR’sTratamento secundário – processo biológico, durante o qualbactérias aeróbias ou anaerób...
Tratamento de águas residuaisTratamento terciário ou avançado – tratamento físicoou químico destinado a remover poluentes ...
Tratamento de águas residuais
Tratamento de águas residuais
Tratamento de águas residuais
“Programas de Proteção deRecursos Hídricos não devemconsiderar o corpo d’águaisoladamente”
FOSSAS, SUMIDOUROS, VALAS DE INFILTRAÇÃO, LAGOAS DEESTABILIZAÇÃO - devem ficar a uma distância de, no mínimo,1,50 m do nív...
51.3.poluição e degradação de recursos2011.iiip.aqua.trata.residuos
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

51.3.poluição e degradação de recursos2011.iiip.aqua.trata.residuos

1.498 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.498
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
68
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

51.3.poluição e degradação de recursos2011.iiip.aqua.trata.residuos

  1. 1. Biologia 12º anomaio 2013Leonor Vaz PereiraPoluição e degradação derecursos – Parte IIITEMA 5PRESERVAR E RECUPERAR O MEIO AMBIENTE
  2. 2. Que soluções para o efeito da atividade humanasobre o ambiente?Situação ProblemáticaQue atividadeshumanas temcontribuído para acontaminação doplaneta?Quais os principaiscontaminantes do ar,água e solo?Quais os impactes aonível dos ecossistemase da saúde?Capítulo 2.Crescimento da populaçãohumana e sustentabilidadeCapítulo 1.1.Contaminantesda atmosfera, dosolo e da água eseus efeitosfisiológicosPorque é que aságuas residuais sãoum dos principaisfatores decontaminação?Como diminuir osimpactes daatividade humana?De que modo sepodem controlar asemissões gasosas? Capítulo 1.2.Tratamento deresíduosQue fatores temcondicionado odesenvolvimento dapopulação humana aolongo do tempoQuais as consequências daexplosão demográfica para aqualidade de vida?Quais as consequências daexplosão demográfica para omeio ambienteO nível de desenvolvimentocondicionará o seucrescimento?Implicadomínio dastemáticasReprodução emanipulação dafertilidadeU1Patrimóniogenético ealterações domaterial genéticoU2Imunidade econtrolo dedoençasU3Produção dealimentos esustentabilidadeU4
  3. 3. POLUIÇÃO AQUÁTICAA água é utilizada pelo homem para satisfazer as suasnecessidades metabólicas e em quase todas as suas atividades. Éum recurso indispensável à existência da Vida na Terra.A poluição da água consiste em qualquer alteração física, químicaou biológica da qualidade da água que a torna imprópria paraconsumo ou causa danos aos organismos vivos.
  4. 4. Água – recurso vitalEstima-se que entre 2000 e2054 a população humanaaumente em cerca de 42milhões de pessoas, o quelevará a uma maior pressãosobre os recursos da água doce.
  5. 5. Água – recurso vitalQuantidade de águanecessária ao fabrico decertos produtos agrícolase determinados bens deconsumo frequentes nassociedades modernasUso da água no planetaentre 1900 e 2000.
  6. 6. Poluição das águasQue atividades humanas intervêm na contaminação das águas?Página 90
  7. 7. Poluição das águas Página 90
  8. 8. CAUSAS DA POLUIÇÃO DA ÁGUAPoluentes físicos – descargas de água aquecidaproveniente de circuitos de refrigeração de certasfábricas, centrais térmicas e nucleares.Poluentes biológicos – como vírus, bactérias eoutros microrganismos nocivos à saúde.Poluentes químicos – como nitratos e fosfatosprovenientes do sector agrícola, detergentes emateriais orgânicos oriundos dos centros urbanos,de áreas agrícolas e de unidades de criação degado e de certas indústrias, petróleo (marésnegras).Partículas em suspensão – sedimentosprovenientes, por exemplo da erosão.
  9. 9. Poluição aquáticaA poluição aquática pode sentir-se ao nível de: Linhas de água superficiais (rios e ribeiros) Linhas de água superficiais (lagos e lagoas) Oceanos Águas subterrâneasPara avaliar a qualidade da água tem-se emconta vários parâmetros: a presença de bactérias Coliformes fecais(Escherichia coli) a quantidade de matéria orgânicabiodegradável
  10. 10. Qualidade da água e oxigéniodissolvidoCBO – Carência Bioquímica de OxigénioA quantidade de oxigénio dissolvido na água que asbactérias decompositoras necessitam para degradar amatéria orgânica de um determinado volume de águadurante um período de incubação. Geralmente, utiliza-se um período de 5 dias, a 20ºC.Qualidadeda águaOxigénio dissolvidoDBO - Demanda biológica de oxigénio
  11. 11. Poluição num curso de águaPágina 93
  12. 12.  Consumo de oxigénioMatéria orgânicaPoluição num curso de água
  13. 13. Carência Bioquímica de oxigénioCBOPoluição num curso de água
  14. 14. Consequências da descargaorgânica num curso deágua
  15. 15. O tempo e a distâncianecessária para arecuperação de uma linhade água depende dasdimensões da descarga, dovolume, da corrente deágua, da temperatura e dopH da água
  16. 16. EutrofizaçãoA eutrofização é um processo comorigem natural ou antrópica emque há um aumento daprodutividade primária nos ambientesaquáticos devido a algas e outrosorganismos infestantes, como resultadodo enriquecimento da água emnutrientes, nomeadamente azoto efósforo.
  17. 17. Eutrofização natural
  18. 18. Eutrofização naturalVerifica-se durante a evolução dos ecossistemas, aolongo de grandes períodos de tempo, como parte doprocesso natural de sucessão ecológica.Página 94
  19. 19. Eutrofização cultural É o fenómeno pelo qual aágua é enriquecida pornutrientes diversos,principalmente compostosnitrogenados e fosfatados. A eutrofização resulta dalixiviação de fertilizantesutilizados na agriculturaou da adição excessiva naágua de lixo e esgotosdomésticos, além deresíduos industriaisdiversos.
  20. 20. Eutrofização culturalEcossistema fluvial com reduzido arrastamento de sedimentosO mesmo ecossistema com arrastamento de muitos sedimentosMuitos sítios de descanso erefúgio para animaisEnterramento dossítios de refúgioA argila em suspensão impede apassagem de luzDesaparecimento de quasetodos os organismosArrastamento dos organismosaderentes às rochasA luz que penetra permite afotossíntese das plantas ealgas com manutenção dascadeias alimentaresBactérias, protozoáriose larvas de insectosaderem às rochas
  21. 21. Eutrofização cultural
  22. 22. Eutrofização culturalÁgua claraA luz penetraVegetação aquáticano fundoFitoplâncton reduzidoPoucos nutrientes
  23. 23. Eutrofização culturalÁgua turvaA vegetaçãosubmersa fica naobscuridadeAbundância defitoplâncton e denutrientes
  24. 24. Eutrofização culturalOs decompositoresalimentam-se de detritosEsgotamento do oxigéniodissolvidoPeixes e moluscossufocam e morremA vegetação submersafica na obscuridadeAbundância denutrientes e crescimentorápido do fitoplânctonAcumulação de detritos eorganismos mortos
  25. 25. Eutrofização culturalO excesso de nitratos efosfatos (fertilizantes) na águaprovoca a proliferação decianobactérias, algas e jacintos deágua.Como consequência, verifica-seuma diminuição daluminosidade e desaparece avegetação aquática submersa.É consequência da ação antrópica e ocorre, geralmente, emlagos e albufeiras, junto a zonas urbanas ou agrícolas.
  26. 26. Eutrofização culturalA morte destes organismos e a suadecomposição por bactérias aeróbiasreduz a concentração de oxigéniodissolvido.Os peixes e os moluscos morrem porasfixia.Proliferam bactérias anaeróbias queproduzem tóxicos (metano e sulfureto dehidrogénio) com mau cheiro.
  27. 27. Combate à eutrofização
  28. 28. Poluição em águas subterrâneosPágina 95
  29. 29. PoluiçãonosOceanosPágina 96
  30. 30. Soluções para a poluiçãoaquática
  31. 31. Tratamento de águas residuaisESTAÇÃO DETRATAMENTODE ÁGUAESTAÇÃO DETRATAMENTODE ESGOTOS
  32. 32. Tratamento de águas residuaisÁguas residuais – águas queforam utilizadas em atividadesdomésticas, industriais ouagrícolas e que contém umagrande variedade de resíduos.Estação de tratamento deáguas residuais (ETAR) –nestas estações, as águasresiduais são sujeitas atratamentos que removem ospoluentes e o efluente final édevolvido ao ambiente.Página 102
  33. 33. Tratamento de águas residuaisFOSSA SÉPTICA
  34. 34. Tratamento de águas residuaisETAR’sPágina 103
  35. 35. Tratamento de águas residuaisETAR’sTratamento preliminar – nesta primeira fase há aremoção e desintegração dos sólidos de maiores dimensões.Tratamento primário – processo mecânico que removemateriais sólidos de maiores dimensões por filtração, ematéria sólida em suspensão, por decantação.
  36. 36. Tratamento de águas residuaisETAR’sTratamento secundário – processo biológico, durante o qualbactérias aeróbias ou anaeróbias eliminam até 90% da matériaorgânica dissolvida. As bactérias decompositoras podem serincluídas em lamas ativadas. Que são misturadas com as águasresultantes do tratamento primário, ou podem recobrir um leito degravilha sobre o qual passa a água (tanques de percolação).Ao tratamento secundário segue-se uma nova decantação.
  37. 37. Tratamento de águas residuaisTratamento terciário ou avançado – tratamento físicoou químico destinado a remover poluentes específicos. Nemsempre é utilizado, uma vez que é muito dispendioso.Antes de ser devolvida ao ambiente, a água é desinfetadacom cloro ou radiações ultravioleta para matar organismospatogénicos eventualmente existentes.As lamas, que resultam da decantação nos tratamentosprimário e secundário, são sujeitas a compostagem e podemser utilizadas como fertilizante.O biogás, produzido por bactérias anaeróbias durante otratamento secundário ou a compostagem de lamas, podeser aproveitado como fonte de energia.
  38. 38. Tratamento de águas residuais
  39. 39. Tratamento de águas residuais
  40. 40. Tratamento de águas residuais
  41. 41. “Programas de Proteção deRecursos Hídricos não devemconsiderar o corpo d’águaisoladamente”
  42. 42. FOSSAS, SUMIDOUROS, VALAS DE INFILTRAÇÃO, LAGOAS DEESTABILIZAÇÃO - devem ficar a uma distância de, no mínimo,1,50 m do nível máximo do lençol freáticoFOSSAS SECAS - devem distar, no mínimo, 15 metros de poços ede mananciais superficiaisSUMIDOUROS E VALAS DE INFILTRAÇÃO - devem ficar a, nomínimo, 20 metros de poços e de outros mananciaisATERROS SANITÁRIOS, LAGOAS DE ESTABILIZAÇÃO - devemter distância satisfatória (no mínimo 500 metros) de poços e derecursos hídricos superficiais

×