Tecnologia de imagem 2

541 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
541
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
13
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Tecnologia de imagem 2

  1. 1. Escola Secundária João de Barros Trabalho realizado por:  Inês Gigante nº14  Joana Cordeiro nº16Módulo 10 – Educação Tecnológica 17-02-2012
  2. 2. A sua constituiçãoConstituentes da máquina fotográficaPelícula fotográficaPapel fotográficoEquimentos complementarFotografia DigitalOperadoresPlanosPosição e movimentos da camâraMontagemSequência de imagensConclusãoBibliografia
  3. 3. São constituídas por uma caixa hermética á luz e só admitem a entradada mesma, através de uma pequena abertura. Os raios de luzconcentram-se num conjunto de lentes e vão incluir na película virgem.  Máquina de concepção simples - a sua imagem é vista por um visor diferente daquele por onde entra a película.  Máquina reflex - a sua imagem registada na película é a mesma que se vê no visor, sendo reflectida para ele através de espelhos.  Máquina digital - esta máquina transforma a luz em impulsos eléctricos e grava-os em formato digital.
  4. 4.  Corpo da máquina é a caixa onde se encontra a câmara escura e o mecanismo principal.  Objectiva são um conjunto de lentes, que ao serem atravessadas pela luz orienta raios luminosos de maneira ordenada para sensibilizar a película fotográfica.As objectivas são referenciadas pela a sua distância. Existem 4 tipos deobjectivas: 1. Objectiva normal – tem uma angulo de visão semelhante ao angulo do olho humano e tem como distância focal 50mm; 2. Objectiva grande angular – tem um angulo de visão de uma distância focal que pode variar ente os 8, 28 ou 35 mm; 3. Teleobjectiva – tem um pequeno angulo de visão e abrange grandes distâncias, tendo então uma distância focal superior a 70mm. 4. Objectiva zoom – o ângulo de visão é variável tal como a sua distância, que, varia também.  Obturador é o dispositivo que permite a entrada de luz e regula o tempo em que ela se dá. Escala de tempo de exposição – 1, 2, 4, 8, 15, 30, 60, 125, 250, 500, 1000, 2000, 4000.
  5. 5.  Diafragma encontra-se na objectiva e tem como função controlar a entrada de luz pela objectiva permitindo a entrada de mais ou menos luz consoante a abertura dada, segundo uma escola:  Quanto menor for número, maior é abertura do diafragma e quantidade de luz que entra pela objectiva  Quanto maior for o número, menor é a abertura do diafragma e a quantidade de luz que entra pela objectiva. Fotómetro é um sistema incorporado no corpo da máquina que faz a leitura da luz e determina o tempo de exposição e abertura do diafragma de modo a tirar uma boa fotografia. Profundidade de campo é a área em profundidade onde se encontram todos os objectos focados.
  6. 6.  As peliculas fotográficas podem ser mais ou menos sensíveis á luz sendo essa sensibilidade indicada na embalagem e cuja a escala ISO é: - 25, 50, 100, 200, 400, 800, 1600, 3200Película negativa: regista a imagem empositivo, e pode ser baritado ou plastificado.Película positiva: após ser revelação, émontada em caxilhos e fica pronto a serprojectada.É o suporte utilizado para realizar a imagem em positivo.Tipos de papel  Brilhante – brilho liso e esmaltado nos papéis plastificados e menor brilho nos papeis baritados  Granitado – superfície pontilhada, textura fina e pouco brilho  Semi-mate – superfície lisa e opaca  Perolado – textura muito fina e pouco brilho
  7. 7.  Tripé é um dispositivo que serve de apoio para a máquina fotográfica quando se utilizam teleobjectivas.Com o tripé, poderemos obter melhores resultados, realizando composiçõesrigorosas e evitando fotografias e imagens tremidas.  Flash é uma fonte de luz artificial utilizada para iluminar cenários com pouca luz natural ou para eliminar sombras.Filtros são lentes que se podem aplicar nas objectivas para fazer variar a luzreflectida pelos objectos. Existem dois filtros:  Filtros de contraste  Filtros de correcção
  8. 8. As máquinas fotográficas digitais registam as imagens e armazenam-nas emdisquetes ou cartões de memória.Exemplos de cartões de memória:  SmartMedia Card : são pequenos e têm como memória 64 MB de informação e são normalmente usados por máquinas digitais simples.  Microdrive IBM – é um disco rígido que tem até 1GB de memória e pode ser usado em vários modelos de máquinas digitais.É possível modificar uma imagem, inclusivamente apagar o seu conteúdo esubstitui-lo por outro. Para isso, é necessários certos tipos de programas deedições de imagens, como por exemplo:  Programas de edição de imagem – estes programas permitem agir sobre o conteúdo das imagens. Para isso necessitam de complementar as características e de ter ferramentas que possam agir sobre elas. Borrachas ou pinceis, ajustamentos nos níveis de luminosidade ou até mesmo de cor são as características mais utlizadas nestes programas.  Programas de digitalizações de imagem – se quisermos guardar ou altar uma imagem através da digitalização tomos de dispor um computador, e um scanner e de um programa para o efeito, que consistem em realizar uma cópia de uma  Programa de catalogadores de imagem – com o acumular de imagens no computador surge uma necessidade de criar uma classificação de maneira a localizar as imagens mais facilmente.
  9. 9.  Câmara de vídeo  A câmara de vídeo é um gravador de imagem em movimento e som, com a possibilidade de reproduzir as imagens logo após a gravação . Os comandos da câmara são semelhantes aos dos vídeos caseiros (gravadores/leitores). Assim, o botão <<record>> significa gravar; <<play>> significa reproduzir; <<fast forward>> significa avanço rápido; <<rewind>> significa marcha inversa e <<search>> significa busca. Video gravador/leitor  A gravação de imagens e som, oriundas da televisão ou de uma câmara de vídeo, podem ser feitas pelo videogravador. Este permite a realização e edição de gravações em conjunto com outros equipamentos, tais como o monitor de televisão, os microfones, os projectores de luz, etc. Estúdios  No estúdio/régie é montado todo o equipamento necessário para a realização e edição de imagens: câmara de vídeo, monitor de Tv, videogravador/leitor, mesa de mistura e aparelhagem de som. Processamento de imagem  Todas as imagens, fixas ou em movimento, transmitem informação, logo podemos entendê- la como uma mensagem. Esta é elaborada por um receptor através de um código.
  10. 10. O espaço utilizado em cada imagem depende da expressividade doemissor e da particularidade do tema. O receptor interpreta cadaplano de forma diferente.  Grandes planos – mostrar mais espaço do que objectos.  Plano muito geral – a imagem mostra uma grande área, não se destacando nenhum elemento que chame a atenção do receptor.  Plano geral – o espaço predomina sobre os elementos que já se reconhecem mas não se identificam, desconhecendo-se, ainda, o tema ou os sujeitos da imagem. São utilizados para introduzir um relato ou iniciar capítulos narrativos e são interpretados como imagens de apresentação. No cinema utiliza-se o plano geral quando se muda de cenário, se inicia um relato ou quando se salta no tempo.  Planos médios – existe um equilíbrio entre os espaços e objectos.  Plano conjunto – neste tipo de imagem, os elementos ainda estão imersos num espaço ou ambiente extenso de grande predomínio, mas não se confundem com ele, pois chamam a atenção. É um plano descritivo e de aproximação á acção.  Planos curtos – mostra mais objectos do que espaços.  Grande plano – é o plano utilizado para destacar o valor expressivo ou narrativo do tema, ou seja o essencial. Evoca a totalidade do sujeito e é sempre reconhecido pelo receptor.  Plano de pormenor – é um plano que mostra um detalhe tão pequeno do sujeito que não é possivel ser reconhecido pelo receptor.
  11. 11.  Câmara fixa – o registo de imagem é feito sem qualquer movimento de câmara. Plano frontal – a camâra regista a imagem ao nível da cenas. Plano picado – o registo de imagem é feito de cima para baixo. Plano contra-picado – o registo de imagem é feito de baixo para cima Zoom (in/out) – utiliza-se para fazer a aproximação/distanciação à cena. Câmara móvel – o registo de imagem é feito com a câmara em movimento. Travelling – a câmara encontra-se aplicada num sistema que faz acompanhamento de imagens em movimento.
  12. 12. A montagem consiste na transcrição para uma única fita dos diferentes planosregistados numa ou varias fitas, segundo uma ordenação escrita. Define-secomo uma organização dos planos de um filme, segundo determinadascondições de ordem e de duração. Tipos de montagemIntegrativa – é a que, usando processos comparativos, faz tomar consciência dealguma coisa, como por exemplo: Moulin Rouge. Compara constantemente oreal com o desenho que o pintor faz na toalha ou no papel.Construtiva ou elíptica – é a que adiciona ou elimina certas partes de filme,como por exemplo: um homem cai da janela de um prédio para uma redecolocada acima do nível da avenida, estando a câmara a filmar da rua, mas semque se veja a rede. Depois filma-se mais de perto estes dois planos teremos aqueda vertiginosa do homem e sua morte.
  13. 13. As imagens devem suceder-se, tendo em atenção a decoração, comopor exemplo: num determinado plano está um quadro sobre uma mesa.No plano seguinte deve mostrar-se que o quadro se encontra nomesmo local e na mesma posição.Duração de planosNa montagem, o tempo de cada plano deve ser controlado para quenão se perca a ligação ás anteriores. Numa cena em que se pretendaum efeito emocional, a duração dos planos deve ter o tempo idealpara que a referida cena não perca a emoção.Separação, integração ou corte de planosNa montagem/edição de vídeo pode programar-se o insert. Se numplano longo um individuo estiver a ler uma carta pode insereir-se, nesseplano, um grande plano da carta durante um certo tempo. No inicio doinsert deve marcar-se in e no fim não esquecer de marcar o out paraque o novo plano apague apenas parte do plano anteriormentegravado.
  14. 14. Eu gostei muito de realizar este trabalho.Sobre este tema eu consegui aprender e descobrir coisas que aindanão sabia e támbem pude tirar as minhas duvidas.A tecnologia da imagem é muito usada hoje em dia nos nossos diascomo por exemplo os filme e as fotografias.

×