Região sudeste parte 1

3.165 visualizações

Publicada em

fsdfsfs

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.165
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
947
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
93
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Região sudeste parte 1

  1. 1. REGIÃO SUDESTE O MEIO NATURAL OCUPAÇÃO E POVOAMENTO PERCURSO 21 PERCURSO 22
  2. 2. APRESENTAÇÃO Região mais populosa e povoada do Brasil: 80.353.724 habitantes; Densidade Demográfica de 86,9 Hab/Km²; Concentrando 42% da população brasileira; É a principal região econômica do Brasil, responsável por 49,5% do PIB nacional; Atividades Econômicas promoveram intensos fluxos migratórios: Final do Século XVI a XVII  Ouro; Metade do Século XIX a meados do século XX  Café; Após Década de 1930  Indústrias. PÁG 178
  3. 3. ASPECTOS FÍSICOS DO MEIO NATURAL RELEVO •Serras e Planaltos de Topos Arredondados, chamados de Mares de Morros (Mantiqueira, Serra do Mar e Serra do Espinhaço; •Duas depressões; •Planície Costeira com “Pães de Açúcar” (formações com cume arredondado e encosta abrupta). HIDROGRAFIA •Faz parte de 4 Bacias que são compartilhadas com outras regiões: Rio São Francisco, Rio Paraná, Costeira do Nordeste Oriental e Costeira do Sudeste; •Apresenta Grande Potencial Hidrelétrico e também é a região que mais consome energia elétrica (indústrias); •Hidrovia Tietê-Paraná, navegação através de eclusas. CLIMA •Compreende 4 tipos - Tropical com Verão Úmido e Inverno Seco, Tropical de Altitude, Tropical Litorâneo Úmido e Subtropical Úmido (cidade de São Paulo); •Subtropical Úmido: Temperatura em torno de 19ºC anuais, 1450mm de precipitação média VEGETAÇÃO •Existem 4 tipos de cobertura vegetal: predomínio da Mata Atlântica, grande mancha de Cerrado em SP e MG, Vegetação Litorânea e Caatinga no norte de MG; •Todas as formações vegetais foram destruídas pela urbanização e pela agropecuária. PÁGS 179 a 183
  4. 4. CONFRONTAR FIG.2 RIO TIETÊ (TRECHO CAPITAL) HIDROVIA TIETÊ-PARANÁ LITORAL PAULISTA (SERRA DO MAR)
  5. 5. MANGUE NO LITORAL CARIOCA CAATINGA NO NORTE DE MG FLORESTA AMAZÔNICA NA SERRA DA CANTAREIRA CERRADO NO OESTE DE MG
  6. 6. OCUPAÇÃO E POVOAMENTO
  7. 7. INÍCIO DO POVOAMENTO 1500: Os portugueses não demostraram interesse, pois não encontraram grandes atrativos econômicos (ouro e prata). Abandonaram a terra por cerca de 30 anos; Tal abandono despertou o interesse de outros povos (franceses, holandeses); Necessidade de garantir a posse do território – Expedição de Martim Afonso de Sousa – 1532; Fundação da Primeira Cidade Brasileira: São Vicente (cultivo da cana de açúcar e criação de gado). SÃO VICENTE MARTIM AFONSO PÁG 184
  8. 8. ESQUEMA DE UM FEUDO
  9. 9. VILAS = “Projetos de Cidades” VILA DE SÃO PAULO DE PIRATININGA VILA NO MINECRAFT
  10. 10. INÍCIO DO POVOAMENTO 1532  São Vicente; 1535  Vila Nossa Senhora da Vitória (atual Vila Velha); 1545  Todos-os-Santos (atual Santos); 1551  Vila Nova do Espírito Santo (atual Vitória); 1554  Vila de São Paulo de Piratininga (atual São Paulo). Primeira cidade fundada no planalto (interior), após ultrapassar a barreira da Serra do Mar; Localizada ENTRE OS RIOS Tamanduateí e Tietê; Fundada por jesuítas (Padres Manuel da Nóbrega e José de Anchieta). 1565  São Sebastião (atual Rio de Janeiro); CRONOLOGIA DA FUNDAÇÃO DAS PRINCIPAIS CIDADES FUNDADAS NO LITORAL FUNDADA NO PLANALTO PÁG 185
  11. 11. VILA VELHA RIO DE JANEIRO VITÓRIA SANTOS
  12. 12. DA VILA DE SÃO PAULO PARA O INTERIOR XVI – XVII: Vila de São Paulo manteve-se pobre e isolada; Nordeste Açucareiro liderava a economia; XVII – XVIII: São Paulo se tornou centro irradiador de bandeiras: Aprisionamento de Indígenas para vendê-los nas fazendas açucareiras; Descobrir Ouro e Pedras Preciosas. Bandeiras permitiram o início do povoamento do interior. PÁG 185
  13. 13. A MINERAÇÃO E A PRODUÇÃO DE ESPAÇO FINAL DO SÉCULO XVII: Descoberta de ouro e pedras preciosas em Minas Gerais; A Mineração torna-se a principal atividade econômica do Século XVIII, por esse motivo o centro político- administrativo foi transferido de Salvador para o Rio de Janeiro; METADE DO SÉCULO XVIII: Decadência da Mineração; Famílias migram para São Paulo e Rio de Janeiro em busca de solos férteis para a prática de agricultura. PÁG 186
  14. 14. A CAFEICULTURA E A PRODUÇÃO DE ESPAÇOS GEOGRÁFICOS NO SUDESTE Declínio do Ouro  Café Trazido por Francisco de Melo Palheta em 1727 e cultivado no Pará, entretanto as condições climáticas não são favoráveis; Somente no final do século XVIII que o café encontrou seu “lugar ideal”: o Rio de Janeiro (solo e clima favorável); Posteriormente, o café ganha espaço em toda a Região Sudeste: Vale do Paraíba, Zona da Mata Mineira e Triângulo Mineiro; O avanço da cafeicultura provocou intensos desmatamentos na Mata Atlântica. PÁGS 188 e 189
  15. 15. DESMATAMENTO DA MATA ATLÂNTICA

×