SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 24
Baixar para ler offline
RELEVO BRASILEIRO

   Formas e Unidades do
          Relevo
Formas de relevo
        • Escarpa: encosta de
          planalto intensamente
          dissecada (erodida)
        • Serra: Morros com topo
          pontiagudos e vertentes
          subsequentes
        • Mar de morros (meia-
          laranja ou coxilhas):
          suaves colinas
          arredondadas
        • Chapadas: Morros com o
          topo planificado
Unidades do Relevo
• Planície: superfície relativamente plana com altitude
  inferior 200m, onde ocorrem processo de sedimentação
  (todas as planícies são sedimentares).
• Planalto: superfícies irregulares (relativamente planas)
  com altitude superior a 200m, onde predominam
  processos erosivos (sedimentares e cristalinos).
• Depressões: rebaixamentos do relevo que podem ser
  absolutos (mais baixos que o nível do mar – o que não
  ocorre no Brasil) e relativos, mais baixos que o nível
  local (entre 200 e 500m), onde ocorrem processos de
  erosão e sedimentação.
CLASSIFICAÇÕE DO RELEVO
       BRASILEIRO
Classificação Segundo Aroldo de Azevedo
             – Critério: Altitude
                    • Planícies: 04
                    • Planaltos: 04

                    • Planalto Guianas
                    • Planalto Brasileiro
                      (subdividido em 3
                      grandes unidades)
Classificação segundo Aziz Nacib Ab’Saber
       – Critérios: Altitude e Geologia
                     • Planícies: 03
                     • Planaltos: 07

                     • Planalto das Guianas
                     • Planalto Brasileiro
                       (subdividido em 06
                       grandes unidades)
Classificação Segundo Jurandyr Ross – Critérios:
 Levantamento técnico do Projeto Radambrasil

                         • Introduziu o conceito
                           de depressão
                         • Retalhou o mapa
                           anterior
                         • Planícies: 06
                         • Planaltos: 11
                         • Depressões: 11
Análise dos Mapas
Características do Relevo
       Brasileiro

       PLANÍCIES
Planície do Pantanal
          • Encaixada entre o
            planalto central e
            meridional
          • Inundada periodicamente
            pelo rio Paraguai
          • Altitude média de 110m
          • Terreno sedimentar
            recente
          • Monotonia da paisagem é
            quebrada pelo Maciço de
            Urucum
Planície Amazônica
         • Encaixada entre o
           planalto das Guianas
           e o planalto Central
         • Apresenta-se dividida
           em degraus,
           regulados pelas
           cheias do rio
           Amazonas que drena
           esta região
         • É a maior planície
           brasileira
PLANÍCIE COSTEIRA
         • Estende-se do
           Maranhão ao Rio
           Grande do Sul
         • Largura variável
         • Intercalada por
           cordões de restinga,
           praias, falésias,
           dunas.
         • Intensamente
           povoada.
PLANALTOS
Planalto das Guianas
          • Localizado ao norte
            da Planície
            Amazônica.
          • Compreende uma
            estrutura cristalina,
            antiga mas resistente,
            onde encontramos os
            pontos culminantes
            do Brasil
PLANALTO BRASILEIRO
PLANALTO CENTRAL
        • Ocupa basicamente a
          porção centro-oeste do
          Brasil.
        • Compreende terras
          sedimentares e
          cristalinas
        • Apresenta relevo tabular
          (chapadas), serras e
          morros arredondados
        • Divisor de águas
        • Solos ácidos
Planalto Nordestino
          • Constitui-se em trecho do
            planalto Atlântico, com
            predomínio de estrutura
            sedimentar.
          • Destacam-se várias
            chapadas.
          • Configura-se como uma
            grande depressão,
            intercalada por vários
            acidentes geográficos.
PLANALTO E SERRAS DO LESTE
        E SUDESTE
             •   Compreende a parte
                 predominantemente cristalina
                 do planalto Atlântico.
             •   Encontramos várias serras
                 que margeiam o litoral
             •   No interior o relevo é menos
                 íngreme, configurando suaves
                 colinas arredondadas (mar-de-
                 morros ou meia-laranja)
             •   Grandes riquezas minerais
             •   Densamente povoada
PLANALTO MERIDIONAL
Características
        •   Estrutura sedimentar-vulcânica
            (arenito-basáltica)
        •   Grande destaque para o
            escarpamento oriental
        •   Íngreme na porção leste, plano
            no topo e inclinado para oeste
            (perfil de cuestas)
        •   Drenado pelas bacias
            hidrográficas dos rios Paraná
            e Uruguai.
        •   Solos de Terra Roxa e
            Aquífero Guarini
        •   Depressão periférica (porção
            leste) onde ocorrem depósitos
            de carvão mineral.
PLANALTO URUGUAIO SUL RIO
       GRANDENSE
             • Localizado no sul do
               Rio Grande do Sul
             • É uma extensão dos
               pampas uruguaios
             • Relevo suavemente
               ondulado (coxilhas)
             • Desenvolvimento de
               pecuária extensiva
LOCALIZAÇÃO DE ALGUNS
DOS PRINCIPAIS ACIDENTES
 GEOGRÁFICOS DO BRASIL
Serras e Chapadas
• Serra do Mar, Mantiqueira e Espinhaço :
  Planaltos e Serras do Leste e Sudeste (Planalto
  Atlântico)
• Chapada dos Guimarães e Veadeiros: Planalto
  Central
• Chapada da Diamantina e Borborema: Planalto
  Nordestino (Planalto Atlântico)
• Pico da Neblina e Pico 31 de Março: Planalto
  das Guianas
• Serra Geral: Planalto Meridional

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Atmosfera, tempo e fatores climáticos
Atmosfera, tempo e fatores climáticosAtmosfera, tempo e fatores climáticos
Atmosfera, tempo e fatores climáticosProfessor
 
A formação do território brasileiro - 7º ano
A formação do território brasileiro - 7º anoA formação do território brasileiro - 7º ano
A formação do território brasileiro - 7º anoJosi Zanette do Canto
 
Geografia Do Brasil RegiõEs
Geografia Do Brasil   RegiõEsGeografia Do Brasil   RegiõEs
Geografia Do Brasil RegiõEsMateus Silva
 
Climas do Brasil
Climas do BrasilClimas do Brasil
Climas do Brasilmoajr2
 
Estrutura geológica e formas de relevo terrestre - atualizado
Estrutura geológica e formas de relevo terrestre - atualizadoEstrutura geológica e formas de relevo terrestre - atualizado
Estrutura geológica e formas de relevo terrestre - atualizadoJones Godinho
 
Relevo agentes formadores e erosivos
Relevo agentes formadores e erosivosRelevo agentes formadores e erosivos
Relevo agentes formadores e erosivosProfessor
 
Tectonismo e Vulcanismo - 6º Ano (2018)
Tectonismo e Vulcanismo -  6º Ano (2018)Tectonismo e Vulcanismo -  6º Ano (2018)
Tectonismo e Vulcanismo - 6º Ano (2018)Nefer19
 
Localização geográfica do brasil
Localização geográfica do brasilLocalização geográfica do brasil
Localização geográfica do brasilguiodrumond
 
Slide: Relevo brasileiro, Geografia.
Slide: Relevo brasileiro, Geografia.Slide: Relevo brasileiro, Geografia.
Slide: Relevo brasileiro, Geografia.agendab
 
Regionalização do espaço brasileiro fundamental
Regionalização do espaço brasileiro    fundamentalRegionalização do espaço brasileiro    fundamental
Regionalização do espaço brasileiro fundamentalAbner de Paula
 

Mais procurados (20)

Atmosfera, tempo e fatores climáticos
Atmosfera, tempo e fatores climáticosAtmosfera, tempo e fatores climáticos
Atmosfera, tempo e fatores climáticos
 
A formação do território brasileiro - 7º ano
A formação do território brasileiro - 7º anoA formação do território brasileiro - 7º ano
A formação do território brasileiro - 7º ano
 
Climas do brasil
Climas do brasilClimas do brasil
Climas do brasil
 
Geografia Do Brasil RegiõEs
Geografia Do Brasil   RegiõEsGeografia Do Brasil   RegiõEs
Geografia Do Brasil RegiõEs
 
Bacias hidrográficas do Brasil
Bacias hidrográficas do BrasilBacias hidrográficas do Brasil
Bacias hidrográficas do Brasil
 
Populaçao mundial
Populaçao mundialPopulaçao mundial
Populaçao mundial
 
Climas do Brasil
Climas do BrasilClimas do Brasil
Climas do Brasil
 
Formação e modelagem do relevo
Formação e modelagem do relevoFormação e modelagem do relevo
Formação e modelagem do relevo
 
TERRA - Estrutura Geologica
TERRA - Estrutura GeologicaTERRA - Estrutura Geologica
TERRA - Estrutura Geologica
 
Estrutura geológica e formas de relevo terrestre - atualizado
Estrutura geológica e formas de relevo terrestre - atualizadoEstrutura geológica e formas de relevo terrestre - atualizado
Estrutura geológica e formas de relevo terrestre - atualizado
 
Orientacao e localizacao no espaco
Orientacao e localizacao no espacoOrientacao e localizacao no espaco
Orientacao e localizacao no espaco
 
Oriente Médio
Oriente MédioOriente Médio
Oriente Médio
 
Relevo agentes formadores e erosivos
Relevo agentes formadores e erosivosRelevo agentes formadores e erosivos
Relevo agentes formadores e erosivos
 
Aula 01 introdução à cartografia
Aula 01   introdução à cartografiaAula 01   introdução à cartografia
Aula 01 introdução à cartografia
 
America latina
America latina America latina
America latina
 
Tectonismo e Vulcanismo - 6º Ano (2018)
Tectonismo e Vulcanismo -  6º Ano (2018)Tectonismo e Vulcanismo -  6º Ano (2018)
Tectonismo e Vulcanismo - 6º Ano (2018)
 
Localização geográfica do brasil
Localização geográfica do brasilLocalização geográfica do brasil
Localização geográfica do brasil
 
Slide: Relevo brasileiro, Geografia.
Slide: Relevo brasileiro, Geografia.Slide: Relevo brasileiro, Geografia.
Slide: Relevo brasileiro, Geografia.
 
ESTRUTURA GEOLÓGICA DO BRASIL
ESTRUTURA GEOLÓGICA DO BRASILESTRUTURA GEOLÓGICA DO BRASIL
ESTRUTURA GEOLÓGICA DO BRASIL
 
Regionalização do espaço brasileiro fundamental
Regionalização do espaço brasileiro    fundamentalRegionalização do espaço brasileiro    fundamental
Regionalização do espaço brasileiro fundamental
 

Destaque (20)

Relevo brasileiro
Relevo brasileiroRelevo brasileiro
Relevo brasileiro
 
Aula - Relevo Brasil
Aula - Relevo BrasilAula - Relevo Brasil
Aula - Relevo Brasil
 
Relevo brasileiro
Relevo brasileiroRelevo brasileiro
Relevo brasileiro
 
Classificação do Relevo Brasileiro
Classificação do Relevo BrasileiroClassificação do Relevo Brasileiro
Classificação do Relevo Brasileiro
 
As paisagens e o relevo
As paisagens e o relevoAs paisagens e o relevo
As paisagens e o relevo
 
Relevo
RelevoRelevo
Relevo
 
Relevo terrestre
Relevo terrestreRelevo terrestre
Relevo terrestre
 
Escola estadual tipos de relevo
Escola estadual   tipos de relevoEscola estadual   tipos de relevo
Escola estadual tipos de relevo
 
Relevo brasileiro segundo Jurandir Ross.
Relevo brasileiro segundo Jurandir Ross.Relevo brasileiro segundo Jurandir Ross.
Relevo brasileiro segundo Jurandir Ross.
 
Tipos de Relevo- 4º ano
Tipos de Relevo- 4º anoTipos de Relevo- 4º ano
Tipos de Relevo- 4º ano
 
Relevo
RelevoRelevo
Relevo
 
Formas De Relevo
Formas De RelevoFormas De Relevo
Formas De Relevo
 
Atividades dde geografia relevo, clima
Atividades dde geografia relevo, climaAtividades dde geografia relevo, clima
Atividades dde geografia relevo, clima
 
Relevo brasileiro
Relevo brasileiroRelevo brasileiro
Relevo brasileiro
 
Recursos naturais
Recursos naturaisRecursos naturais
Recursos naturais
 
Região Centro-Oeste
Região Centro-OesteRegião Centro-Oeste
Região Centro-Oeste
 
Relevo do brasil
Relevo do brasilRelevo do brasil
Relevo do brasil
 
Relevo
RelevoRelevo
Relevo
 
Região Centro-Oeste
Região Centro-OesteRegião Centro-Oeste
Região Centro-Oeste
 
Resumo de Todo Conteúdo - Aula 05
Resumo de Todo Conteúdo  - Aula 05Resumo de Todo Conteúdo  - Aula 05
Resumo de Todo Conteúdo - Aula 05
 

Semelhante a Formas e unidades do relevo brasileiro

Relevo brasileiro
Relevo brasileiroRelevo brasileiro
Relevo brasileirodela28
 
Relevo brasileiro
Relevo brasileiroRelevo brasileiro
Relevo brasileirokarolpoa
 
GEOGRAFIA DO BRASIL
GEOGRAFIA DO BRASILGEOGRAFIA DO BRASIL
GEOGRAFIA DO BRASILBruno Lima
 
Geografia - Relevo do brasil
Geografia - Relevo do brasilGeografia - Relevo do brasil
Geografia - Relevo do brasilCarson Souza
 
Principais formas de relevo e os Relevos do Brasil.
Principais formas de relevo e os Relevos do Brasil.Principais formas de relevo e os Relevos do Brasil.
Principais formas de relevo e os Relevos do Brasil.Lara Lídia
 
Os grandes compartimentos do relevo brasileiro
Os grandes compartimentos do relevo brasileiroOs grandes compartimentos do relevo brasileiro
Os grandes compartimentos do relevo brasileirojrcruzoficial
 
Geografia -Brasil e Espaço Formação socioespacial
Geografia -Brasil e Espaço Formação socioespacialGeografia -Brasil e Espaço Formação socioespacial
Geografia -Brasil e Espaço Formação socioespacialRachel Facundo
 
Geologia relevo e mineracao do Brasil.pptx
Geologia  relevo e mineracao do Brasil.pptxGeologia  relevo e mineracao do Brasil.pptx
Geologia relevo e mineracao do Brasil.pptxRachel Facundo
 
Aspectos gerais-do-brasil568
Aspectos gerais-do-brasil568Aspectos gerais-do-brasil568
Aspectos gerais-do-brasil568Italo Alan
 
Relevo Brasileiro
Relevo BrasileiroRelevo Brasileiro
Relevo Brasileiroecsette
 

Semelhante a Formas e unidades do relevo brasileiro (20)

Relevo brasileiro
Relevo brasileiroRelevo brasileiro
Relevo brasileiro
 
Relevo brasileiro
 Relevo brasileiro Relevo brasileiro
Relevo brasileiro
 
Relevo brasileiro
Relevo brasileiroRelevo brasileiro
Relevo brasileiro
 
As estruturas do relevo brasileiro
As estruturas do relevo brasileiroAs estruturas do relevo brasileiro
As estruturas do relevo brasileiro
 
Relevo brasileiro
Relevo brasileiroRelevo brasileiro
Relevo brasileiro
 
Relevo brasileiro
Relevo brasileiroRelevo brasileiro
Relevo brasileiro
 
GEOGRAFIA DO BRASIL
GEOGRAFIA DO BRASILGEOGRAFIA DO BRASIL
GEOGRAFIA DO BRASIL
 
Geografia - Relevo do brasil
Geografia - Relevo do brasilGeografia - Relevo do brasil
Geografia - Relevo do brasil
 
Principais formas de relevo e os Relevos do Brasil.
Principais formas de relevo e os Relevos do Brasil.Principais formas de relevo e os Relevos do Brasil.
Principais formas de relevo e os Relevos do Brasil.
 
Paisagens naturais brasileiras
Paisagens naturais brasileirasPaisagens naturais brasileiras
Paisagens naturais brasileiras
 
Os grandes compartimentos do relevo brasileiro
Os grandes compartimentos do relevo brasileiroOs grandes compartimentos do relevo brasileiro
Os grandes compartimentos do relevo brasileiro
 
Relevo Do brasil
Relevo Do brasilRelevo Do brasil
Relevo Do brasil
 
geografia
geografiageografia
geografia
 
Geografia -Brasil e Espaço Formação socioespacial
Geografia -Brasil e Espaço Formação socioespacialGeografia -Brasil e Espaço Formação socioespacial
Geografia -Brasil e Espaço Formação socioespacial
 
Relevo
Relevo Relevo
Relevo
 
Geologia relevo e mineracao do Brasil.pptx
Geologia  relevo e mineracao do Brasil.pptxGeologia  relevo e mineracao do Brasil.pptx
Geologia relevo e mineracao do Brasil.pptx
 
Geografia da América do Sul
Geografia da América do SulGeografia da América do Sul
Geografia da América do Sul
 
Aspectos gerais-do-brasil568
Aspectos gerais-do-brasil568Aspectos gerais-do-brasil568
Aspectos gerais-do-brasil568
 
1 aula
1 aula1 aula
1 aula
 
Relevo Brasileiro
Relevo BrasileiroRelevo Brasileiro
Relevo Brasileiro
 

Mais de Stéfano Silveira

Mais de Stéfano Silveira (8)

Características Gerais da Espanha
Características Gerais da EspanhaCaracterísticas Gerais da Espanha
Características Gerais da Espanha
 
O Príncipe de Stalingrado
O Príncipe de StalingradoO Príncipe de Stalingrado
O Príncipe de Stalingrado
 
Formas de relevo
Formas de relevoFormas de relevo
Formas de relevo
 
Dominios Climatobotanicos-Brasileiros
Dominios Climatobotanicos-BrasileirosDominios Climatobotanicos-Brasileiros
Dominios Climatobotanicos-Brasileiros
 
Dominios Morfoclimaticos
Dominios MorfoclimaticosDominios Morfoclimaticos
Dominios Morfoclimaticos
 
Climas do-brasil
Climas do-brasilClimas do-brasil
Climas do-brasil
 
Bacias Hidrográficas
Bacias HidrográficasBacias Hidrográficas
Bacias Hidrográficas
 
Brazilian Music
Brazilian MusicBrazilian Music
Brazilian Music
 

Último

HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxconcelhovdragons
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...Martin M Flynn
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxkarinasantiago54
 
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLinguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLaseVasconcelos1
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas BrasileirosMary Alvarenga
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosAntnyoAllysson
 
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfCurrículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfIedaGoethe
 
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
Geometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdfGeometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdf
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdfDemetrio Ccesa Rayme
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfIedaGoethe
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxDeyvidBriel
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfmarialuciadasilva17
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaFernanda Ledesma
 
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxQUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxAntonioVieira539017
 
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxOrientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxJMTCS
 
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptTREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptAlineSilvaPotuk
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoCelianeOliveira8
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024GleyceMoreiraXWeslle
 

Último (20)

HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
 
(76- ESTUDO MATEUS) A ACLAMAÇÃO DO REI..
(76- ESTUDO MATEUS) A ACLAMAÇÃO DO REI..(76- ESTUDO MATEUS) A ACLAMAÇÃO DO REI..
(76- ESTUDO MATEUS) A ACLAMAÇÃO DO REI..
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
 
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLinguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
 
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfCurrículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
 
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
Geometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdfGeometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdf
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
 
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxQUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
 
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxOrientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
 
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptTREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
 
treinamento brigada incendio 2024 no.ppt
treinamento brigada incendio 2024 no.ppttreinamento brigada incendio 2024 no.ppt
treinamento brigada incendio 2024 no.ppt
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
 

Formas e unidades do relevo brasileiro

  • 1. RELEVO BRASILEIRO Formas e Unidades do Relevo
  • 2. Formas de relevo • Escarpa: encosta de planalto intensamente dissecada (erodida) • Serra: Morros com topo pontiagudos e vertentes subsequentes • Mar de morros (meia- laranja ou coxilhas): suaves colinas arredondadas • Chapadas: Morros com o topo planificado
  • 3. Unidades do Relevo • Planície: superfície relativamente plana com altitude inferior 200m, onde ocorrem processo de sedimentação (todas as planícies são sedimentares). • Planalto: superfícies irregulares (relativamente planas) com altitude superior a 200m, onde predominam processos erosivos (sedimentares e cristalinos). • Depressões: rebaixamentos do relevo que podem ser absolutos (mais baixos que o nível do mar – o que não ocorre no Brasil) e relativos, mais baixos que o nível local (entre 200 e 500m), onde ocorrem processos de erosão e sedimentação.
  • 5. Classificação Segundo Aroldo de Azevedo – Critério: Altitude • Planícies: 04 • Planaltos: 04 • Planalto Guianas • Planalto Brasileiro (subdividido em 3 grandes unidades)
  • 6. Classificação segundo Aziz Nacib Ab’Saber – Critérios: Altitude e Geologia • Planícies: 03 • Planaltos: 07 • Planalto das Guianas • Planalto Brasileiro (subdividido em 06 grandes unidades)
  • 7. Classificação Segundo Jurandyr Ross – Critérios: Levantamento técnico do Projeto Radambrasil • Introduziu o conceito de depressão • Retalhou o mapa anterior • Planícies: 06 • Planaltos: 11 • Depressões: 11
  • 9. Características do Relevo Brasileiro PLANÍCIES
  • 10. Planície do Pantanal • Encaixada entre o planalto central e meridional • Inundada periodicamente pelo rio Paraguai • Altitude média de 110m • Terreno sedimentar recente • Monotonia da paisagem é quebrada pelo Maciço de Urucum
  • 11. Planície Amazônica • Encaixada entre o planalto das Guianas e o planalto Central • Apresenta-se dividida em degraus, regulados pelas cheias do rio Amazonas que drena esta região • É a maior planície brasileira
  • 12. PLANÍCIE COSTEIRA • Estende-se do Maranhão ao Rio Grande do Sul • Largura variável • Intercalada por cordões de restinga, praias, falésias, dunas. • Intensamente povoada.
  • 14. Planalto das Guianas • Localizado ao norte da Planície Amazônica. • Compreende uma estrutura cristalina, antiga mas resistente, onde encontramos os pontos culminantes do Brasil
  • 16. PLANALTO CENTRAL • Ocupa basicamente a porção centro-oeste do Brasil. • Compreende terras sedimentares e cristalinas • Apresenta relevo tabular (chapadas), serras e morros arredondados • Divisor de águas • Solos ácidos
  • 17. Planalto Nordestino • Constitui-se em trecho do planalto Atlântico, com predomínio de estrutura sedimentar. • Destacam-se várias chapadas. • Configura-se como uma grande depressão, intercalada por vários acidentes geográficos.
  • 18. PLANALTO E SERRAS DO LESTE E SUDESTE • Compreende a parte predominantemente cristalina do planalto Atlântico. • Encontramos várias serras que margeiam o litoral • No interior o relevo é menos íngreme, configurando suaves colinas arredondadas (mar-de- morros ou meia-laranja) • Grandes riquezas minerais • Densamente povoada
  • 20.
  • 21. Características • Estrutura sedimentar-vulcânica (arenito-basáltica) • Grande destaque para o escarpamento oriental • Íngreme na porção leste, plano no topo e inclinado para oeste (perfil de cuestas) • Drenado pelas bacias hidrográficas dos rios Paraná e Uruguai. • Solos de Terra Roxa e Aquífero Guarini • Depressão periférica (porção leste) onde ocorrem depósitos de carvão mineral.
  • 22. PLANALTO URUGUAIO SUL RIO GRANDENSE • Localizado no sul do Rio Grande do Sul • É uma extensão dos pampas uruguaios • Relevo suavemente ondulado (coxilhas) • Desenvolvimento de pecuária extensiva
  • 23. LOCALIZAÇÃO DE ALGUNS DOS PRINCIPAIS ACIDENTES GEOGRÁFICOS DO BRASIL
  • 24. Serras e Chapadas • Serra do Mar, Mantiqueira e Espinhaço : Planaltos e Serras do Leste e Sudeste (Planalto Atlântico) • Chapada dos Guimarães e Veadeiros: Planalto Central • Chapada da Diamantina e Borborema: Planalto Nordestino (Planalto Atlântico) • Pico da Neblina e Pico 31 de Março: Planalto das Guianas • Serra Geral: Planalto Meridional