Os Fenícios
• Os fenícios localizavam-se  na porção norte da  Palestina, onde hoje se  encontra o Líbano. Os  povos originários dessa ...
O poder político exercido no interior das cidades feníciascostumava ser assumido por representantes de sua elitemarítimo-c...
• A proximidade com o mar e o  início das trocas agrícolas com  os egípcios deu condições  para     que     o     comércio...
• No ano de 1400 a.C. os fenícios dominaram as rotas  comerciais, anteriormente controladas pelos cretenses,  que ligavam ...
• Por volta de 100 a.C. – após o auge dos centros urbanos de  Ugarit, Sídon e Biblos – a cidade de Tiro expandiu sua rede ...
• Além de revender produtos  de vários povos e de traficar  escravos, os fenícios tinham  um artesanato próprio de  excele...
• Dois produtos tinham um destaque especial: os vidros  coloridos e os magníficos tecidos tingidos de púrpura. Um  molusco...
• No campo religioso, os  fenícios incorporaram o  predominante politeísmo  das sociedades antigas.  Baal era o deus assoc...
• No progresso de suas atividades comerciais, os fenícios  tiveram expressivo destaque no desenvolvimento de  embarcações ...
• Os barcos eram equipados  com velas e proas de  madeira onde, geralmente,  havia a representação da  cabeça de um cavalo...
• Em cada ponto comercial espalhado pelo Mar Mediterrâneo  havia grandes habitações que abrigavam os marinheiros,  artesão...
• Contudo, toda essa estrutura não foi capaz de controlar as  riquezas que passavam de mão em mão. O controle sobre os  es...
• O desenvolvimento mercantil  observado entre os fenícios  influenciou o domínio e a  criação de técnicas e saberes  vinc...
• O sistema de símbolos  fenício consistia em um  alfabeto fonético  composto por vinte e duas  letras. Esse sistema de  c...
• Entre as cidades  fenícias, Cartago, no  Norte da África, teve  um destaque especial  por ter sido um  importante centro...
• Cartago era tão forte que foi difícil derrotá-la:  só se rendeu ao domínio do Império Romano  após às derrotas nas três ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Os fenícios

3.336 visualizações

Publicada em

Animação produzida por Fátima Veiga (SME Rio) para uso com turmas do 6o ano.

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.336
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
92
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Os fenícios

  1. 1. Os Fenícios
  2. 2. • Os fenícios localizavam-se na porção norte da Palestina, onde hoje se encontra o Líbano. Os povos originários dessa civilização são os semitas que, saindo do litoral norte do Mar Vermelho, fixaram- se na Palestina realizando o cultivo de cereais, videiras e oliveiras. Além da agricultura, a pesca e o artesanato também eram outras atividades por eles desenvolvidas.
  3. 3. O poder político exercido no interior das cidades feníciascostumava ser assumido por representantes de sua elitemarítimo-comercial. Tal prática definia o regime político dafenícia como uma talassocracia, ou seja, um governocomandado por homens ligados ao mar. Em meados de 1500a.C. a atividade comercial fenícia intensificou-seconsideravelmente fazendo com que surgisse o interesse peladominação de outros povos comerciantes.
  4. 4. • A proximidade com o mar e o início das trocas agrícolas com os egípcios deu condições para que o comércio marítimo se destacasse como um dos mais fortes setores da sua economia. Ao longo da faixa litorânea por eles ocupada surgiram diversas cidades-Estado. Em cada uma dessas cidades um governo autônomo era responsável pelas questões políticas e administrativas.
  5. 5. • No ano de 1400 a.C. os fenícios dominaram as rotas comerciais, anteriormente controladas pelos cretenses, que ligavam a região da Palestina ao litoral sul do Mediterrâneo. Na trajetória da civilização fenícia, diferentes cidades imprimiam sua hegemonia comercial na região.
  6. 6. • Por volta de 100 a.C. – após o auge dos centros urbanos de Ugarit, Sídon e Biblos – a cidade de Tiro expandiu sua rede comercial sob as ilhas da Costa Palestina chegando até mesmo a contar com o apoio dos hebreus. Com a posterior expansão e a concorrência dos gregos, os comerciantes de Tiro buscaram o comércio com regiões do Norte da África e da Península Ibérica.
  7. 7. • Além de revender produtos de vários povos e de traficar escravos, os fenícios tinham um artesanato próprio de excelente qualidade. Seus produtos eram disputados por vários povos mediterrâneos. Sua moeda também era aceita sem restrições.
  8. 8. • Dois produtos tinham um destaque especial: os vidros coloridos e os magníficos tecidos tingidos de púrpura. Um molusco marinho, o múrice, fornecia o corante vermelho vivo que encantava a clientela.
  9. 9. • No campo religioso, os fenícios incorporaram o predominante politeísmo das sociedades antigas. Baal era o deus associado ao sol e às chuvas. Aliyan, seu filho, era a divindade das fontes. Astarte era uma deusa vinculada à riqueza e à fecundidade. Durantes seus rituais, feitos ao ar livre, os fenícios costumavam oferecer o sacrifício de animais e homens.
  10. 10. • No progresso de suas atividades comerciais, os fenícios tiveram expressivo destaque no desenvolvimento de embarcações que pudessem lhes colocar em contato com as diversas civilizações do mar Mediterrâneo. O deslocamento pelo mar acabou firmando uma ampla rede de rotas comerciais que garantia a circulação dos vários produtos que despertavam o interesse da poderosa classe mercante mantenedora desse tipo de atividade econômica.
  11. 11. • Os barcos eram equipados com velas e proas de madeira onde, geralmente, havia a representação da cabeça de um cavalo. As mercadorias negociadas eram todas estocadas no porão dos navios e protegidas em grandes vasos de argila preenchidos com areia. Dessa maneira, os fenícios conseguiam preservar as mercadoria e minimizar as perdas materiais ocorridas durante o transporte.
  12. 12. • Em cada ponto comercial espalhado pelo Mar Mediterrâneo havia grandes habitações que abrigavam os marinheiros, artesãos e comerciantes envolvidos nessa movimentada atividade econômica. Quando as condições climáticas impediam as viagens pelo mar, tais abrigos poderiam servir de pouso durante meses inteiros a uma determinada tripulação. Foi por meio dessa impressionante estrutura envolvida é que os fenícios se destacaram no campo comercial.
  13. 13. • Contudo, toda essa estrutura não foi capaz de controlar as riquezas que passavam de mão em mão. O controle sobre os estoques, os acordos comerciais, encomendas, preços e outras negociações teriam de ser devidamente registrados para que todo esse esforço fosse apropriadamente recompensado. Foi então que a cultura fenícia estabeleceu o desenvolvimento de um sistema de símbolos que pudesse facilitar o processo de comunicação entre as pessoas.
  14. 14. • O desenvolvimento mercantil observado entre os fenícios influenciou o domínio e a criação de técnicas e saberes vinculados ao intenso trânsito dos fenícios. A astronomia foi um campo desenvolvido em função das técnicas de navegação necessárias à prática comercial. Além disso, o alfabeto fonético deu origem às línguas clássicas que assentaram as bases do alfabeto ocidental contemporâneo.
  15. 15. • O sistema de símbolos fenício consistia em um alfabeto fonético composto por vinte e duas letras. Esse sistema de comunicação teve grande importância não só para os fenícios, mas também influenciou no longo processo que deu origem às letras que integram o alfabeto ocidental contemporâneo. A civilização greco-romana, considerada berço de várias línguas atuais, teve visível influência do sistema gráfico fenício.
  16. 16. • Entre as cidades fenícias, Cartago, no Norte da África, teve um destaque especial por ter sido um importante centro comercial, que monopolizou as rotas marítimas durante séculos.
  17. 17. • Cartago era tão forte que foi difícil derrotá-la: só se rendeu ao domínio do Império Romano após às derrotas nas três Guerras Púnicas.

×