Poriferos

3.887 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.887
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2.166
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
46
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Poriferos

  1. 1. PoríferosCnidáriosPlatelmintos<br />INVERTEBRADOS<br />
  2. 2. Poríferos<br /><ul><li>Características Gerais:
  3. 3. Aquáticos
  4. 4. Filtradores.
  5. 5. Ablásticos.
  6. 6. Sem tecidos e orgãos.
  7. 7. Aneuromiários.
  8. 8. Simetria Radial ou Assimétricos.
  9. 9. Rep. Assexuada ou Sexuada.</li></li></ul><li>Poríferos - Células Especiais<br />Amebócitos: diferenciam em qualquer células.<br />Coanócitos: Captura alimento e defesa.<br />Porócitos: entrada de água.<br />Espículas: Sustentação.<br />Pinacócitos: revestimento externo.<br />
  10. 10. Reprodução Assexuada.<br />Brotamento:<br />Quando acontece várias divisões celulares no corpo do animal e brota um indivíduo. <br />Deslocando-se e sofre muitas mitose até atingir a fase adulta.<br />
  11. 11. Reprodução Sexuada.<br /><ul><li>Dióicos – sexo separados, 0 macho libera espermatozóide que fecunda o óvulo. Liberação da larva Anfiblástula e sofre metamorfose, chagando fase adulta.</li></li></ul><li>Classes – Áscons.<br />Diferenciam pela entrada da água.<br />Exterior <br />Poros <br />cavidade Átrio <br />Ósculos<br />
  12. 12. Classe Sícons.<br />Caminho da água:<br />Poros<br />Câmara vibrátil<br />Átrio<br />Ósculo<br />
  13. 13. Classe – Lêucons.<br /><ul><li> Canais flagelados se transformam em câmaras flageladas que se comunicam com o átrio através de finos canais ; a cavidade atrial se reduz a canais aqüíferos, que se abrem no ósculo.mais alto grau de dobras, sendo o tipo mais complexo. </li></li></ul><li>Cnidários<br />
  14. 14. Características Gerais.<br />Aquáticos<br />Diblásticos: Ectodermes e Endoderme.<br />1° escala Zoológica apresentar cavidade Digestiva e Incompleta.<br />Células urticantes: Cnidoblastos.<br />Simetria: Radial ou bilateral.<br />
  15. 15. Sist. Tegumentar: células com fibras musculares.<br />Sist. Esquelético: Alguns secretam um exoesqueleto calcário. <br />Ausência- Sistemas Respiratórios, Excretor e Circulatório – difusão.<br />Sist. Nervoso: células nervosas na mesogléia e tipo difuso.<br />Reprodução: Assexuada e Sexuada.<br />
  16. 16. Classes Hidrozoa<br />Ordem 1- Hydroida: <br />Pólipos sempre bem desenvolvidos e geralmente colônias.<br />Medusas reduzidas:<br />Hidras e Obelias.<br />
  17. 17. Classe Schyphozoa<br />Predomina as Medusas originadas de Pólipos, a partir de estrobilização.<br />O Pólipo origina do ovo da medusa.<br />
  18. 18. Classe Anthozoa<br />Pólipos isolados ou em colônias. <br />Sem a existência de Medusas.<br />Na ordem Actinárias encontramos as Anêmonas-do-mar.<br />São sésseis , isoladas e não possuem esqueleto.<br />
  19. 19. Classe Anthozoa<br />Na ordem Madreporária, encontramos os verdadeiros corais. Vivem em colônias com esqueleto calcário e responsáveis pela formação de recifes, barreiras e atóis.<br />
  20. 20. Células Urticantes.<br />Cnidoblasto são células urticantes.<br /> Dentro deles encontramos os nematocistos ,no qual localiza-se um gde filamento, sendo ativado ao tocá-lo, abre-se o opérculo e sai o filamento com a substância que queima<br />
  21. 21. Reprodução – Metagêneses.<br />Os gametas das medusa fecundam-se, dando origem a uma larva que chamamos de Plânura. Esta se fixa em um substratos e diferencia em Pólipos. Esses por sua vez sofrem várias divisões, que chamamos de estrobilização dando origem as Éfiras que nada mais são medusas inaturas.<br />
  22. 22. Platelmintos<br />
  23. 23. Característica Gerais.<br />Tênia sp.<br />Verme achatados DORSOVENTRALMENTE.<br />Triblásticos.<br />Acelomados.<br />Vida livre ou parasitas.<br />Aquáticos ou Terrestres.<br />1° escala Zoológica dotados de –SNC.<br />Simetria bilateral – 1°<br />Ocelos.<br />
  24. 24. Classes Tuberlaria<br />Ex: Planária – Dugesia tigrina<br />Vida livre – água doce e limpa.<br />
  25. 25. Classe Trematoda.<br />Ex: <br />Faciola hepatica - <br />Boi, carneiro, cabras e outros herbivoros.<br />Schistosoma mansoni-<br />Humanos- HD - Caramujo – HI<br />Parasitas<br />Fêmea é fina – 14 a 26mm<br />Macho é grosso – 9 a 2mm<br />
  26. 26. Classe Cestoda<br />Exemplos: <br />Taenia saginata <br />Sua cabeça não há ganchos quitinosos e possui 2mil proglótes.<br />Bovino – HI e Humanos –HD<br />Taenia solium<br />Sua cabeça contem ganchos quitinosos e 4 ventosas possui 800 proglótides. <br />Causa Cisticercose.<br />Suínos – HI e Humanos _ HD.<br />
  27. 27. Sistemas<br />Sist. Tegumentar: <br />Epitélio Simples.<br />Sist. Muscular: <br />Músculos- circulares, longitudinais e dorsoventral.<br />Sist. Digestivo: Incompleto abertura Boca. <br />Sist. Excretor: São os 1° - órgão células-flamas ou solenócitos.<br />
  28. 28. Sistemas<br />Sist. Respiratório: Ausente . Parasitas: Anaeróbicas e Vida livre Aeróbicas<br />Sist. Circulatório: Ausente. Ramificações do intestino. Em solitária através da pele.<br />Sist. Nervoso: Gânglios Cerebrais e cordões nervosos longitudinais e transversais unidos.<br />Sist. Reprodutor: Hermafroditas – monóicos . Planária fecundação Cruzada.<br />
  29. 29. Esquistossomose<br />
  30. 30. Ciclo do Schistosoma mansoni<br />
  31. 31. Esquistossomose<br />Profilaxia - Prevenção<br />Sintomas/ Tratamento<br />Não nadar em local de água parada.<br />Lavar as frutas e verduras<br />Higiene pessoal<br />Instalação sanitária<br />Aumento do volume do abdomem.<br />Problemas intestinais - diarréia com sangue e gases.<br />Exame de fezes.<br />Tomar remédio com orientação médica.<br />
  32. 32. Teníase<br />
  33. 33. Teníase<br />Profilaxia - Prevenção<br />Os esgotos ou à fossa .<br />Não usar fezes humanas para adubação - água contaminada.<br /> Carnes e lingüiças - cozidas, fritas ou assadas. <br />Não consumir carne ou lingüiça de origem desconhecida. <br />A água deve ser fervida ou filtrada. <br />Água de poço deverá ser filtrada e fervida. <br />Higiene pessoal.<br />As verduras devem ser lavadas e higienizadas – vinagre ou água sanitária<br />
  34. 34. Teníase<br />Sintomas:<br />Tratamento<br />Problemas intestinais.<br />Aumento do apetite.<br />Anemia.<br />Cansaço.<br />Exame de fezes.<br />Remédio com auxilio <br /> do médico.<br />
  35. 35. Cisticercose<br />
  36. 36. Cisticercose<br />É uma causada pelo cisticerco da Taenia solium. Os ovos são transportados pela corrente sangüíneas e alojados nos órgãos principalmente o cérebro, causando cegueira, fraqueza e epilepsia. Podendo levar a morte. Lembrando que os humanos, podem adquirir pela auto-infestação.<br />
  37. 37. Cisticercose<br />Contaminação:<br />Prevenção<br />Homem – Suínos – Homem<br />Auto – Infestação : Homem – higiene pessoal <br />Hetero- infestação:<br />Frutas .<br />Verduras.<br />Água contaminada.<br />Lavar bem alimento com vinagre e água sanitária.<br />Ferver ou filtrar a água<br />Comer carne bem cozida, frita ou assada.<br />Higiene pessoal<br />
  38. 38. Teníase<br />
  39. 39. Higiene pessoal!!!!!<br />

×