SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 35
CICLOS BIOGEOQUÍMICOS

 DEFINIÇÃO
   Trata-se de movimentos cíclicos que envolvem elementos
  químicos presentes no meio biológico e o ambiente geológico;
   Elementos que são necessários ao desenvolvimento dos tecidos
  vivos;


  BIO                   GEO                   QUÍMICO
Porque           os
                      Porque o meio
organismos    vivos                            Porque são ciclos de
interagem        no   terrestre é   a
                                               elementos químicos
processo de síntese   fonte       dos
orgânica          e   elementos
decomposição dos
elementos
Elementos químicos mais presentes nos seres vivos ( % por peso)
As principais características observadas nos ciclos
biogeoquímicos são:
 Um deposito geológico (Atmosfera ou litosfera);

 Inclusão dos seres vivos (vegetais, animais e
microrganismos);

 Trocas químicas;

 Movimento do elemento químico desde o meio
físico até os organismos e seu retorno a este.

 Para a ecologia, o fator mais importante de um
ciclo biogeoquímicos é o fato de que os
componentes bióticos e abióticos aparecem
intimamente entrelaçados.
 Ciclos Gasosos - o depósito está na                 atmosfera    ou
  hidrosfera, composto dos seguintes nutrientes:




Ciclos Sedimentares - depósito está na crosta terrestre, composto dos
seguintes nutrientes:
Desta forma os ciclos biogeoquímicos podem ser divididos em dois
tipos:


 Ciclos (de nutrientes) gasosos

  Cujo depósito ou reservatório geológico é a atmosfera: (rápidos e
fechados)
  - Ciclo do Carbono;
  - Ciclo do Oxigênio;
  - Ciclo do Nitrogênio


 Ciclos (de nutrientes) sedimentares

  Cujo reservatório geológico são as rochas sedimentares: ( lentos)
 - Ciclo do Fósforo;
 - Ciclo do Enxofre.

 A participação antrópica nos ciclos biogeoquímicos dá-se pela
utilização do ar, da água e do solo como sumidouro de seus despejos
CICLO DO CARBONO
O elemento carbono (C) é o principal constituinte de tudo o que é
orgânico e embora o dióxido de carbono (CO2) represente apenas
0,35% dos gases que compõem a atmosfera, o carbono é um elemento
que nos últimos anos tem provocado mudanças profundas em todo a
terra.

O Ciclo do carbono se inicia a partir do momento em que as
plantas, ou outros organismos autótrofos, absorvem o gás carbônico da
atmosfera e o utilizam na fotossíntese (ou quimiossíntese no caso de
alguns organismos) incorporando-o às suas moléculas. Então o carbono
passa para o próximo nível trófico quando os animais herbívoros
ingerem as plantas e absorvem parte do carbono incorporado na
forma de açúcares.
 Corresponde cerca de 0,03% do ar atmosférico.
 É utilizado pelas plantas e algas no processo fotossintético.
 Liberado pelos seres vivos no processo respiratório.
 Favorece a retenção de calor na atmosfera e o seu excesso é uma
  das causas do aumento do aquecimento global.
 Parte    dos   restos   de   animais    e   vegetais   pode   não   sofrer
  decomposição e transformar-se em combustíveis fósseis (carvão e
  petróleo). Boa parte do carbono que estava preso durante milhões
  de      anos   nessas    substâncias,       está   sendo   devolvido    à
  atmosfera, através da queima de combustíveis.
 Em conseqüência destas queimas, a concentração de CO2 na
  atmosfera aumentou nos últimos anos
EFEITO ESTUFA



                O efeito estufa é hoje uma
                das principais preocupações
                de governos e de instituições
                internacionais ligadas ao
                problema ambiental.
                O gás carbônico é o principal
                responsável pelo efeito
                estufa, mas há outros gases
                que contribuem para a
                ocorrência desse
                fenômeno, como o gás
                metano(CH4 e o CFC
                (clorofluorcarbono, um gás
                sintético) , chamado de freon
                e usado em sistemas de
                refrigeração.
Com a Revolução Industrial no século XVIII, houve grande aumento da
concentração de gás carbônico na atmosfera devido à combustão de
carvão mineral nas indústrias. O problema foi agravado com a
introdução dos veículos motorizados (uso de outro combustível fóssil, a
gasolina) e também com o aumento dos desmatamentos e das
queimadas na natureza. Com tudo isso, o efeito estufa se intensificou.
Ele ajuda a terra a manter parte do calor conseguido com a luz solar.
evitando que ela se resfrie demais. Porém, quando intensificado pelo
aumento da concentração de certos gases na atmosfera, ele provoca
o gradual aquecimento do planeta, que pode gerar problemas.
Tudo bem! Por enquanto   Ufa!
estou entendendo.        Obrigada por
                         entender.
                         Podemos continuar?
CICLO DO OXIGÊNIO


   O Oxigênio se distribui em três reservatórios: a atmosfera (os gases que
rodeiam a superfície da terra), a biosfera (os organismos vivos e o seu
ambiente próximo) e a litosfera (a parte sólida exterior da terra);



   O oxigênio é o elemento mais abundante na crosta terrestre e nos
oceanos, e o segundo na atmosfera;



    Na atmosfera encontra-se como oxigênio diatômico/oxigênio
molecular (O2), dióxido de carbono (CO2), ozônio (O3), dióxido de
nitrogênio (NO2), monóxido de nitrogênio (NO), dióxido de enxofre
(SO2), etc.
Gás Oxigênio


 Utilizado na respiração dos seres vivos.
 É liberado pelas plantas e algas no processo
  fotossintético, possibilitando sua renovação contínua no ambiente.
FLUXO DO OXIGÊNIO

   A maior fonte do oxigênio presente na atmosfera e biosfera é a
    fotossíntese que transforma dióxido de carbono e água em oxigênio
    e açúcar;

   6CO2 + 6H2O + energia → C6H12O6 + 6O2

   O oxigênio também tem um ciclo entre a biosfera e a litosfera,
    através das conchas de carbonato de cálcio (CaCO3)
    produzidas por organismos marinhos


   A fotossíntese nos oceanos contribui aproximadamente com 45% do
    oxigênio total livre no ciclo do oxigênio. O crescimento da
    população de organismos que fazem fotossíntese é limitada
    principalmente pela disponibilidade de fósforo dissolvido
CICLO DO NITROGÊNIO
O nitrogênio é um componente que entra na composição de duas
moléculas orgânicas de considerável importância para os seres vivos:
as proteínas e os ácidos nucléicos.
 Embora      presente     em     grande     concentração       no     ar
atmosférico, essencialmente na combinação molecular N2, poucos são
os organismos que o assimilam nessa forma.
 Apenas certas bactérias e algas cianofíceas podem retirá-lo do ar na
forma de N2 e incorporá-lo às suas moléculas orgânicas.
 Algumas bactérias nitrificantes na superfície do solo realizam a
conversão do nitrogênio, transformam a amônia em
nitratos, disponibilizando esse elemento diretamente às plantas e
indiretamente aos animais, através das relações tróficas: produtor e
consumidor.
As bactérias são as principais personagens do ciclo do nitrogênio.
Veja alguns tipos mais comuns:

 Fixadoras:
AÇÃO: N2 >>>                NO3--
  Vivem livres no solo ou em associação com leguminosas formando o que se chama BACTERIORRIZA.


 Desnitrificantes:
AÇÃO: NO3-- >>>                N2
  Vivem no solo e ajudam a equilibrar o ciclo. (pseudomonas)


 Decompositoras(amonização):
AÇÂO: Matéria Orgânica >>> NH3

 Nitrificantes:
CICLO DO FÓSFORO
  o ciclo do fósforo é mais simples do que os ciclos do carbono e do
 nitrogênio,   pois   não   existem   muitos   compostos   gasosos   de
 fósforo, apenas um composto de fósforo realmente importante para os
 seres vivos que é o íon fosfato
O fósforo é o material genético constituinte das moléculas dos ácidos
ribonucléico (RNA) e desoxirribonucléico (DNA) e componente dos
ossos e dentes.
 O fósforo aparece principalmente na forma de fosfato (PO4-
3), obtido a partir da degradação das rochas (minerais).
 Drenado gradativamente para o mar, o fosfato passa por processos
de sedimentação, sendo incorporado às rochas. Podendo retornar ao
ecossistema terrestre por meio dos processos geológicos, como a
elevação do leito no mar ou o rebaixamento do nível das águas.
Existem dois ciclos do fósforo que acontecem em escalas de tempo
bem diferentes.

 Uma parte do elemento recicla-se localmente entre o solo, as
plantas, consumidores e decompositores, em uma escala de tempo
relativamente curta, que podemos chamar “ciclo de tempo
ecológico”.

 Outra parte do fósforo ambiental sedimenta-se e é incorporada às
rochas; seu ciclo envolve uma escala de tempo muito mais longa, que
pode ser chamada “ciclo de tempo geológico”.
CICLO DO ENXOFRE

As proteínas dependem         basicamente do enxofre. O enxofre é
encontrado no solo em combinações de sais de sulfato, sulfetos e
minério. Nas proximidades de vulcões, o enxofre é encontrado na sua
forma original, razão pela qual há muitas unidades de exploração nestas
regiões. O ciclo do enxofre compreende 6 etapas básicas:
a) As plantas absorvem compostos contendo enxofre além dos sulfatos
b) Na produção de aminoácidos das plantas o hidrogênio substitui o
oxigênio na composição dos sulfatos;
c) Os seres vivos se alimentam das plantas;
d) microorganismos decompõe os aminoácidos que contêm enxofre nos
restos de animais e plantas, criando sulfito de hidrogênio;
e) o enxofre é extraído do sulfito por bactérias e microorganismos;
f) sulfatos são produzidos pela ação de microorganismos na combinação
do enxofre com o oxigênio.
   O ciclo do enxofre é complicado pelo grande número de estados
    de oxidação que este elemento pode assumir, incluindo o sulfeto de
    hidrogênio (H2S), dióxido de enxofre (SO2), sulfato (SO42–) e ácido
    sulfúrico (H2SO4), entre outros;
    Os processos inorgânicos são responsáveis por muitas destas
    transformações;


    Bactérias, que seqüestram o enxofre e/ou o liberam para o meio
    ambiente;


    As atividades humanas também liberam grandes quantidades de
    enxofre, principalmente através da queima de combustíveis fósseis;


   Apresenta     um ciclo com dois reservatórios: um maior, nos
    sedimentos da crosta terrestre outro, menor, na atmosfera.
CICLO DA ÁGUA
 Pode definir-se ciclo hidrológico como a seqüência fechada de
  fenômenos pelos quais a água passa do globo terrestre para a
  atmosfera, na fase de vapor, e regressa àquele, nas fases líquida e
  sólida.
    água ocupa 70% da superfície da Terra. A maior parte, 97%, é
  salgada. Apenas 3% do total é água doce, onde 77% está
  congelada, 22% compõem-se de água subterrânea, o restante esta
  na atmosfera, animais, plantas. Apenas 0,01% vai para os rios,
  ficando disponível para uso


 A água é uma das matérias-primas da fotossíntese: seus átomos de
  hidrogênio irão fazer parte da glicose fabricada, e seus átomos de
  oxigênio se unem para formar o O2 (gás oxigênio) liberado para a
  atmosfera
O grande problema dos recursos hídricos é a sua irregularidade no que
se refere a distribuição espacial e as demandas, como mostram as
figuras a seguir.
ETAPAS DO CICLO HIDROLÓGICO
ALTERAÇÕES NO CICLO

   O desmatamento e a retirada da cobertura vegetal deixa o solo
    desprotegido, facilitando a erosão e o assoreamento dos rios, lagos e
    lagoas



   A erosão do solo deixa-o impróprio para a agricultura e atividades
    pastoris e o assoreamento dos rios pode provocar enchentes
    catastróficas
He, he, he....
                     Ficaste satisfeito?
                     Não?
                     Tô fora, nega...
                     Fui......




Iupiiiii........
Nhe, nhe, nhe.....
Acabôôô.....
By, by, Baby.... Até...

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Ciclo do carbono e nitrogênio
Ciclo do carbono e nitrogênio Ciclo do carbono e nitrogênio
Ciclo do carbono e nitrogênio Anabel Aguiar
 
Ciclos biogeoquímicos água, carbono
Ciclos biogeoquímicos água, carbonoCiclos biogeoquímicos água, carbono
Ciclos biogeoquímicos água, carbonoDomingos Oliveira
 
_ciclos biogeoquímicos ppt.pptx
_ciclos biogeoquímicos ppt.pptx_ciclos biogeoquímicos ppt.pptx
_ciclos biogeoquímicos ppt.pptxSilvana Sanches
 
Biologia ciclo do enxofre
Biologia ciclo do enxofreBiologia ciclo do enxofre
Biologia ciclo do enxofreLaura Salles
 
Ciclos Biogeoquimicos1
Ciclos Biogeoquimicos1Ciclos Biogeoquimicos1
Ciclos Biogeoquimicos1Lucas Nogueira
 
Ciclos biogeoquímicos
Ciclos biogeoquímicosCiclos biogeoquímicos
Ciclos biogeoquímicosmainamgar
 
Ciclo do carbono
Ciclo do carbonoCiclo do carbono
Ciclo do carbonoAline Souza
 
Composição do Ar
Composição do ArComposição do Ar
Composição do ArLuan Freitas
 
Aula 05 ciclos biogeoquimicos
Aula 05  ciclos biogeoquimicosAula 05  ciclos biogeoquimicos
Aula 05 ciclos biogeoquimicosmikerondon
 
Fotossintese
FotossinteseFotossintese
Fotossinteseemanuel
 
Pirâmides ecológicas
Pirâmides ecológicasPirâmides ecológicas
Pirâmides ecológicasURCA
 
Ciclos biogeoqumico
Ciclos biogeoqumico Ciclos biogeoqumico
Ciclos biogeoqumico Rafael Lima
 
Aula 4 ciclos biogeoquímicos i
Aula 4   ciclos biogeoquímicos iAula 4   ciclos biogeoquímicos i
Aula 4 ciclos biogeoquímicos iGrupo UNIASSELVI
 
Capítulo 3 a diversidade da vida
Capítulo 3 a diversidade da vidaCapítulo 3 a diversidade da vida
Capítulo 3 a diversidade da vidaSarah Lemes
 

Mais procurados (20)

Ciclo do Nitrogênio
Ciclo do NitrogênioCiclo do Nitrogênio
Ciclo do Nitrogênio
 
Ciclo do carbono e nitrogênio
Ciclo do carbono e nitrogênio Ciclo do carbono e nitrogênio
Ciclo do carbono e nitrogênio
 
Ciclos biogeoquímicos água, carbono
Ciclos biogeoquímicos água, carbonoCiclos biogeoquímicos água, carbono
Ciclos biogeoquímicos água, carbono
 
_ciclos biogeoquímicos ppt.pptx
_ciclos biogeoquímicos ppt.pptx_ciclos biogeoquímicos ppt.pptx
_ciclos biogeoquímicos ppt.pptx
 
Biologia ciclo do enxofre
Biologia ciclo do enxofreBiologia ciclo do enxofre
Biologia ciclo do enxofre
 
Ciclos Biogeoquimicos1
Ciclos Biogeoquimicos1Ciclos Biogeoquimicos1
Ciclos Biogeoquimicos1
 
Ciclos biogeoquímicos
Ciclos biogeoquímicos Ciclos biogeoquímicos
Ciclos biogeoquímicos
 
Ciclos biogeoquímicos
Ciclos biogeoquímicosCiclos biogeoquímicos
Ciclos biogeoquímicos
 
Ciclo do nitrognio
Ciclo do nitrognioCiclo do nitrognio
Ciclo do nitrognio
 
Ciclo do carbono
Ciclo do carbonoCiclo do carbono
Ciclo do carbono
 
Composição do Ar
Composição do ArComposição do Ar
Composição do Ar
 
Aula 05 ciclos biogeoquimicos
Aula 05  ciclos biogeoquimicosAula 05  ciclos biogeoquimicos
Aula 05 ciclos biogeoquimicos
 
Fotossintese
FotossinteseFotossintese
Fotossintese
 
Ciclo do carbono
Ciclo do carbonoCiclo do carbono
Ciclo do carbono
 
Ciclo do enxofre
Ciclo do enxofreCiclo do enxofre
Ciclo do enxofre
 
Pirâmides ecológicas
Pirâmides ecológicasPirâmides ecológicas
Pirâmides ecológicas
 
Ciclos biogeoqumico
Ciclos biogeoqumico Ciclos biogeoqumico
Ciclos biogeoqumico
 
Aula ecologia.
Aula ecologia.Aula ecologia.
Aula ecologia.
 
Aula 4 ciclos biogeoquímicos i
Aula 4   ciclos biogeoquímicos iAula 4   ciclos biogeoquímicos i
Aula 4 ciclos biogeoquímicos i
 
Capítulo 3 a diversidade da vida
Capítulo 3 a diversidade da vidaCapítulo 3 a diversidade da vida
Capítulo 3 a diversidade da vida
 

Destaque

Relações ecológicas
Relações ecológicasRelações ecológicas
Relações ecológicasgracielatonin
 
Introdução à Ecologia
Introdução à EcologiaIntrodução à Ecologia
Introdução à Ecologiagracielatonin
 
Aula Ecologia Ciclos BiogeoquíMicos 2009
Aula  Ecologia Ciclos BiogeoquíMicos 2009Aula  Ecologia Ciclos BiogeoquíMicos 2009
Aula Ecologia Ciclos BiogeoquíMicos 2009RAFAELA BARBOSA
 
Ciclos biogeoquímicos da água, carbono, oxigénio e azoto
Ciclos biogeoquímicos da água, carbono, oxigénio e azotoCiclos biogeoquímicos da água, carbono, oxigénio e azoto
Ciclos biogeoquímicos da água, carbono, oxigénio e azotoDomingos Oliveira
 
Ciclo Do OxigêNio
Ciclo Do OxigêNioCiclo Do OxigêNio
Ciclo Do OxigêNioecsette
 
Aula de ecologia 01
Aula de ecologia 01Aula de ecologia 01
Aula de ecologia 01Ilsoflavio
 
Impactos antrópicos nos ecossistemas
Impactos antrópicos nos ecossistemasImpactos antrópicos nos ecossistemas
Impactos antrópicos nos ecossistemassolanicandido
 
Ciclo do oxigênio
Ciclo do oxigênioCiclo do oxigênio
Ciclo do oxigênioNeiissa
 
Aula de ecologia
Aula de ecologiaAula de ecologia
Aula de ecologiaIlsoflavio
 

Destaque (15)

Relações ecológicas
Relações ecológicasRelações ecológicas
Relações ecológicas
 
1o ano ciclo oxigênio
1o ano   ciclo oxigênio1o ano   ciclo oxigênio
1o ano ciclo oxigênio
 
Plano de aula 3
Plano de aula 3Plano de aula 3
Plano de aula 3
 
Introdução à Ecologia
Introdução à EcologiaIntrodução à Ecologia
Introdução à Ecologia
 
BIOMAS BRASILEIROS
BIOMAS BRASILEIROSBIOMAS BRASILEIROS
BIOMAS BRASILEIROS
 
Ciclo co oxigenio trabalho 2012
Ciclo co oxigenio trabalho 2012Ciclo co oxigenio trabalho 2012
Ciclo co oxigenio trabalho 2012
 
Ciclo do oxigênio
Ciclo do oxigênioCiclo do oxigênio
Ciclo do oxigênio
 
Aula Ecologia Ciclos BiogeoquíMicos 2009
Aula  Ecologia Ciclos BiogeoquíMicos 2009Aula  Ecologia Ciclos BiogeoquíMicos 2009
Aula Ecologia Ciclos BiogeoquíMicos 2009
 
Ciclos biogeoquímicos da água, carbono, oxigénio e azoto
Ciclos biogeoquímicos da água, carbono, oxigénio e azotoCiclos biogeoquímicos da água, carbono, oxigénio e azoto
Ciclos biogeoquímicos da água, carbono, oxigénio e azoto
 
Ciclo Do OxigêNio
Ciclo Do OxigêNioCiclo Do OxigêNio
Ciclo Do OxigêNio
 
Ciclo do oxigênio
Ciclo do oxigênioCiclo do oxigênio
Ciclo do oxigênio
 
Aula de ecologia 01
Aula de ecologia 01Aula de ecologia 01
Aula de ecologia 01
 
Impactos antrópicos nos ecossistemas
Impactos antrópicos nos ecossistemasImpactos antrópicos nos ecossistemas
Impactos antrópicos nos ecossistemas
 
Ciclo do oxigênio
Ciclo do oxigênioCiclo do oxigênio
Ciclo do oxigênio
 
Aula de ecologia
Aula de ecologiaAula de ecologia
Aula de ecologia
 

Semelhante a Ciclos

Semelhante a Ciclos (20)

Cefet Rj Eco Iv
Cefet Rj Eco IvCefet Rj Eco Iv
Cefet Rj Eco Iv
 
Ciclos biogoquímicos
Ciclos biogoquímicosCiclos biogoquímicos
Ciclos biogoquímicos
 
Ciclos biogeoquímicos
Ciclos biogeoquímicosCiclos biogeoquímicos
Ciclos biogeoquímicos
 
Biologia
BiologiaBiologia
Biologia
 
2 ciclos biogeoquimicos novos
2 ciclos biogeoquimicos novos2 ciclos biogeoquimicos novos
2 ciclos biogeoquimicos novos
 
Estrategia enem apostila carbono e efeito estufa
Estrategia enem apostila carbono e efeito estufaEstrategia enem apostila carbono e efeito estufa
Estrategia enem apostila carbono e efeito estufa
 
Ciclo biogeoquiii
Ciclo biogeoquiiiCiclo biogeoquiii
Ciclo biogeoquiii
 
Ciclos biogeoquímicos (2) modulo 9ano
Ciclos biogeoquímicos (2) modulo 9anoCiclos biogeoquímicos (2) modulo 9ano
Ciclos biogeoquímicos (2) modulo 9ano
 
Ciclosbiogeoqumicosguacarbonooxignioazoto 140203155504-phpapp01 (1)
Ciclosbiogeoqumicosguacarbonooxignioazoto 140203155504-phpapp01 (1)Ciclosbiogeoqumicosguacarbonooxignioazoto 140203155504-phpapp01 (1)
Ciclosbiogeoqumicosguacarbonooxignioazoto 140203155504-phpapp01 (1)
 
Ciclos biogeoquímico
Ciclos biogeoquímico Ciclos biogeoquímico
Ciclos biogeoquímico
 
Trabalho emas ciclos biogeoquímicos
Trabalho emas   ciclos biogeoquímicosTrabalho emas   ciclos biogeoquímicos
Trabalho emas ciclos biogeoquímicos
 
Biogeoquimicos
BiogeoquimicosBiogeoquimicos
Biogeoquimicos
 
Cicloener
CicloenerCicloener
Cicloener
 
Oxigênio - Origem e Importância do Ciclo
Oxigênio - Origem e Importância do CicloOxigênio - Origem e Importância do Ciclo
Oxigênio - Origem e Importância do Ciclo
 
Ciclos biogeoquímicos
Ciclos biogeoquímicosCiclos biogeoquímicos
Ciclos biogeoquímicos
 
Ciclos e carbono
Ciclos e carbonoCiclos e carbono
Ciclos e carbono
 
Ciclos biogeoquímicos
Ciclos biogeoquímicosCiclos biogeoquímicos
Ciclos biogeoquímicos
 
ciencias 8ºA
ciencias 8ºAciencias 8ºA
ciencias 8ºA
 
ciencias 8ºA
ciencias 8ºAciencias 8ºA
ciencias 8ºA
 
ciencias 8ºA
ciencias 8ºAciencias 8ºA
ciencias 8ºA
 

Mais de eebniltonkucker

Mais de eebniltonkucker (15)

Comunicação
ComunicaçãoComunicação
Comunicação
 
Hábitos alimentares e qualidade de vida
Hábitos alimentares e qualidade de vidaHábitos alimentares e qualidade de vida
Hábitos alimentares e qualidade de vida
 
Diet x light
Diet x lightDiet x light
Diet x light
 
Conhecimento geral das diversas lutas
Conhecimento geral das diversas lutasConhecimento geral das diversas lutas
Conhecimento geral das diversas lutas
 
Educaçãofisica
EducaçãofisicaEducaçãofisica
Educaçãofisica
 
Ecologia
EcologiaEcologia
Ecologia
 
Anelídeos
AnelídeosAnelídeos
Anelídeos
 
Poriferos
PoriferosPoriferos
Poriferos
 
Introducao
IntroducaoIntroducao
Introducao
 
Tabela comparativa reino animal
Tabela comparativa reino animalTabela comparativa reino animal
Tabela comparativa reino animal
 
Bases cromossomicas da hereditariedade
Bases cromossomicas da hereditariedadeBases cromossomicas da hereditariedade
Bases cromossomicas da hereditariedade
 
Reino fungi
Reino fungiReino fungi
Reino fungi
 
Atividade
AtividadeAtividade
Atividade
 
Atividades 2011
Atividades 2011Atividades 2011
Atividades 2011
 
Linux Educacional - Nilton Kucker
Linux Educacional - Nilton KuckerLinux Educacional - Nilton Kucker
Linux Educacional - Nilton Kucker
 

Ciclos

  • 1.
  • 2. CICLOS BIOGEOQUÍMICOS DEFINIÇÃO  Trata-se de movimentos cíclicos que envolvem elementos químicos presentes no meio biológico e o ambiente geológico;  Elementos que são necessários ao desenvolvimento dos tecidos vivos; BIO GEO QUÍMICO Porque os Porque o meio organismos vivos Porque são ciclos de interagem no terrestre é a elementos químicos processo de síntese fonte dos orgânica e elementos decomposição dos elementos
  • 3. Elementos químicos mais presentes nos seres vivos ( % por peso)
  • 4. As principais características observadas nos ciclos biogeoquímicos são:  Um deposito geológico (Atmosfera ou litosfera);  Inclusão dos seres vivos (vegetais, animais e microrganismos);  Trocas químicas;  Movimento do elemento químico desde o meio físico até os organismos e seu retorno a este.  Para a ecologia, o fator mais importante de um ciclo biogeoquímicos é o fato de que os componentes bióticos e abióticos aparecem intimamente entrelaçados.
  • 5.
  • 6.  Ciclos Gasosos - o depósito está na atmosfera ou hidrosfera, composto dos seguintes nutrientes: Ciclos Sedimentares - depósito está na crosta terrestre, composto dos seguintes nutrientes:
  • 7. Desta forma os ciclos biogeoquímicos podem ser divididos em dois tipos:  Ciclos (de nutrientes) gasosos Cujo depósito ou reservatório geológico é a atmosfera: (rápidos e fechados) - Ciclo do Carbono; - Ciclo do Oxigênio; - Ciclo do Nitrogênio  Ciclos (de nutrientes) sedimentares Cujo reservatório geológico são as rochas sedimentares: ( lentos) - Ciclo do Fósforo; - Ciclo do Enxofre.  A participação antrópica nos ciclos biogeoquímicos dá-se pela utilização do ar, da água e do solo como sumidouro de seus despejos
  • 8. CICLO DO CARBONO O elemento carbono (C) é o principal constituinte de tudo o que é orgânico e embora o dióxido de carbono (CO2) represente apenas 0,35% dos gases que compõem a atmosfera, o carbono é um elemento que nos últimos anos tem provocado mudanças profundas em todo a terra. O Ciclo do carbono se inicia a partir do momento em que as plantas, ou outros organismos autótrofos, absorvem o gás carbônico da atmosfera e o utilizam na fotossíntese (ou quimiossíntese no caso de alguns organismos) incorporando-o às suas moléculas. Então o carbono passa para o próximo nível trófico quando os animais herbívoros ingerem as plantas e absorvem parte do carbono incorporado na forma de açúcares.
  • 9.  Corresponde cerca de 0,03% do ar atmosférico.  É utilizado pelas plantas e algas no processo fotossintético.  Liberado pelos seres vivos no processo respiratório.  Favorece a retenção de calor na atmosfera e o seu excesso é uma das causas do aumento do aquecimento global.
  • 10.
  • 11.  Parte dos restos de animais e vegetais pode não sofrer decomposição e transformar-se em combustíveis fósseis (carvão e petróleo). Boa parte do carbono que estava preso durante milhões de anos nessas substâncias, está sendo devolvido à atmosfera, através da queima de combustíveis.  Em conseqüência destas queimas, a concentração de CO2 na atmosfera aumentou nos últimos anos
  • 12. EFEITO ESTUFA O efeito estufa é hoje uma das principais preocupações de governos e de instituições internacionais ligadas ao problema ambiental. O gás carbônico é o principal responsável pelo efeito estufa, mas há outros gases que contribuem para a ocorrência desse fenômeno, como o gás metano(CH4 e o CFC (clorofluorcarbono, um gás sintético) , chamado de freon e usado em sistemas de refrigeração.
  • 13. Com a Revolução Industrial no século XVIII, houve grande aumento da concentração de gás carbônico na atmosfera devido à combustão de carvão mineral nas indústrias. O problema foi agravado com a introdução dos veículos motorizados (uso de outro combustível fóssil, a gasolina) e também com o aumento dos desmatamentos e das queimadas na natureza. Com tudo isso, o efeito estufa se intensificou. Ele ajuda a terra a manter parte do calor conseguido com a luz solar. evitando que ela se resfrie demais. Porém, quando intensificado pelo aumento da concentração de certos gases na atmosfera, ele provoca o gradual aquecimento do planeta, que pode gerar problemas.
  • 14. Tudo bem! Por enquanto Ufa! estou entendendo. Obrigada por entender. Podemos continuar?
  • 15. CICLO DO OXIGÊNIO  O Oxigênio se distribui em três reservatórios: a atmosfera (os gases que rodeiam a superfície da terra), a biosfera (os organismos vivos e o seu ambiente próximo) e a litosfera (a parte sólida exterior da terra);  O oxigênio é o elemento mais abundante na crosta terrestre e nos oceanos, e o segundo na atmosfera;  Na atmosfera encontra-se como oxigênio diatômico/oxigênio molecular (O2), dióxido de carbono (CO2), ozônio (O3), dióxido de nitrogênio (NO2), monóxido de nitrogênio (NO), dióxido de enxofre (SO2), etc.
  • 16. Gás Oxigênio  Utilizado na respiração dos seres vivos.  É liberado pelas plantas e algas no processo fotossintético, possibilitando sua renovação contínua no ambiente.
  • 17.
  • 18. FLUXO DO OXIGÊNIO  A maior fonte do oxigênio presente na atmosfera e biosfera é a fotossíntese que transforma dióxido de carbono e água em oxigênio e açúcar;  6CO2 + 6H2O + energia → C6H12O6 + 6O2  O oxigênio também tem um ciclo entre a biosfera e a litosfera, através das conchas de carbonato de cálcio (CaCO3) produzidas por organismos marinhos  A fotossíntese nos oceanos contribui aproximadamente com 45% do oxigênio total livre no ciclo do oxigênio. O crescimento da população de organismos que fazem fotossíntese é limitada principalmente pela disponibilidade de fósforo dissolvido
  • 19. CICLO DO NITROGÊNIO O nitrogênio é um componente que entra na composição de duas moléculas orgânicas de considerável importância para os seres vivos: as proteínas e os ácidos nucléicos.  Embora presente em grande concentração no ar atmosférico, essencialmente na combinação molecular N2, poucos são os organismos que o assimilam nessa forma.  Apenas certas bactérias e algas cianofíceas podem retirá-lo do ar na forma de N2 e incorporá-lo às suas moléculas orgânicas.  Algumas bactérias nitrificantes na superfície do solo realizam a conversão do nitrogênio, transformam a amônia em nitratos, disponibilizando esse elemento diretamente às plantas e indiretamente aos animais, através das relações tróficas: produtor e consumidor.
  • 20. As bactérias são as principais personagens do ciclo do nitrogênio. Veja alguns tipos mais comuns:  Fixadoras: AÇÃO: N2 >>> NO3-- Vivem livres no solo ou em associação com leguminosas formando o que se chama BACTERIORRIZA.  Desnitrificantes: AÇÃO: NO3-- >>> N2 Vivem no solo e ajudam a equilibrar o ciclo. (pseudomonas)  Decompositoras(amonização): AÇÂO: Matéria Orgânica >>> NH3  Nitrificantes:
  • 21.
  • 22. CICLO DO FÓSFORO  o ciclo do fósforo é mais simples do que os ciclos do carbono e do nitrogênio, pois não existem muitos compostos gasosos de fósforo, apenas um composto de fósforo realmente importante para os seres vivos que é o íon fosfato O fósforo é o material genético constituinte das moléculas dos ácidos ribonucléico (RNA) e desoxirribonucléico (DNA) e componente dos ossos e dentes.  O fósforo aparece principalmente na forma de fosfato (PO4- 3), obtido a partir da degradação das rochas (minerais).  Drenado gradativamente para o mar, o fosfato passa por processos de sedimentação, sendo incorporado às rochas. Podendo retornar ao ecossistema terrestre por meio dos processos geológicos, como a elevação do leito no mar ou o rebaixamento do nível das águas.
  • 23.
  • 24. Existem dois ciclos do fósforo que acontecem em escalas de tempo bem diferentes.  Uma parte do elemento recicla-se localmente entre o solo, as plantas, consumidores e decompositores, em uma escala de tempo relativamente curta, que podemos chamar “ciclo de tempo ecológico”.  Outra parte do fósforo ambiental sedimenta-se e é incorporada às rochas; seu ciclo envolve uma escala de tempo muito mais longa, que pode ser chamada “ciclo de tempo geológico”.
  • 25. CICLO DO ENXOFRE As proteínas dependem basicamente do enxofre. O enxofre é encontrado no solo em combinações de sais de sulfato, sulfetos e minério. Nas proximidades de vulcões, o enxofre é encontrado na sua forma original, razão pela qual há muitas unidades de exploração nestas regiões. O ciclo do enxofre compreende 6 etapas básicas: a) As plantas absorvem compostos contendo enxofre além dos sulfatos b) Na produção de aminoácidos das plantas o hidrogênio substitui o oxigênio na composição dos sulfatos; c) Os seres vivos se alimentam das plantas; d) microorganismos decompõe os aminoácidos que contêm enxofre nos restos de animais e plantas, criando sulfito de hidrogênio; e) o enxofre é extraído do sulfito por bactérias e microorganismos; f) sulfatos são produzidos pela ação de microorganismos na combinação do enxofre com o oxigênio.
  • 26. O ciclo do enxofre é complicado pelo grande número de estados de oxidação que este elemento pode assumir, incluindo o sulfeto de hidrogênio (H2S), dióxido de enxofre (SO2), sulfato (SO42–) e ácido sulfúrico (H2SO4), entre outros;  Os processos inorgânicos são responsáveis por muitas destas transformações;  Bactérias, que seqüestram o enxofre e/ou o liberam para o meio ambiente;  As atividades humanas também liberam grandes quantidades de enxofre, principalmente através da queima de combustíveis fósseis;  Apresenta um ciclo com dois reservatórios: um maior, nos sedimentos da crosta terrestre outro, menor, na atmosfera.
  • 27.
  • 28. CICLO DA ÁGUA  Pode definir-se ciclo hidrológico como a seqüência fechada de fenômenos pelos quais a água passa do globo terrestre para a atmosfera, na fase de vapor, e regressa àquele, nas fases líquida e sólida. água ocupa 70% da superfície da Terra. A maior parte, 97%, é salgada. Apenas 3% do total é água doce, onde 77% está congelada, 22% compõem-se de água subterrânea, o restante esta na atmosfera, animais, plantas. Apenas 0,01% vai para os rios, ficando disponível para uso  A água é uma das matérias-primas da fotossíntese: seus átomos de hidrogênio irão fazer parte da glicose fabricada, e seus átomos de oxigênio se unem para formar o O2 (gás oxigênio) liberado para a atmosfera
  • 29.
  • 30.
  • 31. O grande problema dos recursos hídricos é a sua irregularidade no que se refere a distribuição espacial e as demandas, como mostram as figuras a seguir.
  • 32. ETAPAS DO CICLO HIDROLÓGICO
  • 33. ALTERAÇÕES NO CICLO  O desmatamento e a retirada da cobertura vegetal deixa o solo desprotegido, facilitando a erosão e o assoreamento dos rios, lagos e lagoas  A erosão do solo deixa-o impróprio para a agricultura e atividades pastoris e o assoreamento dos rios pode provocar enchentes catastróficas
  • 34. He, he, he.... Ficaste satisfeito? Não? Tô fora, nega... Fui...... Iupiiiii........ Nhe, nhe, nhe..... Acabôôô.....
  • 35. By, by, Baby.... Até...