Cavidade Óssea Idiopática:             relato de dois casos com características incomunsSérgio Luís Noronha Júnior *, Fábi...
Introdução        Cavidade Óssea Idiopática é o termo atualmente mais aceito para designar aentidade conhecida como cisto ...
Caso 1
Paciente masculino, 17 anos, assintomático, submetido a exame radiográfico paratratamento ortodôntico, onde foi observada ...
Cavidade óssea idiopática
Cavidade óssea idiopática
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Cavidade óssea idiopática

759 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
759
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
18
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Cavidade óssea idiopática

  1. 1. Cavidade Óssea Idiopática: relato de dois casos com características incomunsSérgio Luís Noronha Júnior *, Fábio Ramôa Pires *,**, Águida Maria Menezes Aguiar Miranda *, Eduardo Seixas Cardoso *, Teresa Cristina Ribeiro Bartholomeu dos Santos **, Renato Kobler Pinto Lopes Sampaio **Ambulatório de Estomatologia (Curso de Odontologia – Universidade Estácio de Sá) *; Disciplina de Patologia Bucal (Faculdade de Odontologia da UERJ) **
  2. 2. Introdução Cavidade Óssea Idiopática é o termo atualmente mais aceito para designar aentidade conhecida como cisto ósseo simples, cisto ósseo solitário, cisto ósseotraumático ou cisto ósseo hemorrágico. Esta denominação recente parece espelhar deforma mais adequada a etiologia e as características clínicas e trans-cirúrgicas dacondição. Estas lesões são descritas como cavidades intra-ósseas vazias ou contendolíquido serosanguinolento, desprovidas de revestimento epitelial e portanto classificadascomo pseudocistos. Sua etiologia é desconhecida, mas aceita-se que um episódiotraumático na região, estimule hemorragia intra-óssea e conseqüente reabsorção ósseamedular. As características clínicas incluem maior prevalência na 1ª e 2ª década de vida,predominantemente afetando a região posterior de mandíbula e na maioria das vezescomo lesões assintomáticas sem presença de abaulamento local. Radiograficamenteusualmente observamos uma área radiolúcida unilocular com bordas bem ou maldefinidas. O objetivo deste trabalho é relatar 2 casos de cavidade óssea idiopática comcaracterísticas clínicas incomuns.
  3. 3. Caso 1
  4. 4. Paciente masculino, 17 anos, assintomático, submetido a exame radiográfico paratratamento ortodôntico, onde foi observada a presença de imagem radiolúcida unilocularmal-delimitada na região ântero-inferior (A). Os dentes apresentavam vitalidade pulpar e apunção aspirativa não revelou saída de material. Foi planejada cirurgia exploratória sobanestesia local em ambiente ambulatorial, que revelou cavidade sem revestimentoepitelial e contendo discreto conteúdo serosanguinolento e espículas ósseas (B e C). Após o reposicionamento do retalho e as suturas (D), o material cirúrgico obtido foi encaminhado para processamento histopatológico com laudo compatível com cavidade óssea idiopática. O acompanhamento radiográfico de 9 meses mostrou completa neo- formação no local da lesão (E).

×