1
2
3
4
5
6
7
Ciclo de violência:                      - Fase da tensão crescente;                      - Episódios de agressão;        ...
VINCULAÇÃO E VIOLÊNCIA CONJUGAL Vinculação no Adulto- Relacionamento ativo, afetuoso, recíproco eduradouro entre duas pess...
Modelo dos quatro estilos de vinculação doadulto (Bartholomew & Horowitz, 1991)                                           ...
Perspetivas de vinculação na violênciaconjugal     - Perspetiva do agressor     . Elevados níveis de stress e ansiedade   ...
Atitude“… tendência que se expressa mediante a avaliação deuma entidade (objeto) concreta com certo grau defavorabilidade ...
Formação das Atitudes-Formam-se   no decurso do processo de socialização;-Resultam de um grande número de experiências dap...
Lei 59/2007 e sua aplicabilidade       - Artº. 152º do Código Penal“Quem infligir maus tratos físicos ou psíquicos,incluin...
CONSIDERAÇÕES FINAIS“O mito da família idealizada leva-nos a pensar comoo lugar dos afetos e da expressividade. Estaideali...
16
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Psicologia Social

648 visualizações

Publicada em

UAlg - ESEC

Publicada em: Educação
1 comentário
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
648
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
12
Comentários
1
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Psicologia Social

  1. 1. 1
  2. 2. 2
  3. 3. 3
  4. 4. 4
  5. 5. 5
  6. 6. 6
  7. 7. 7
  8. 8. Ciclo de violência: - Fase da tensão crescente; - Episódios de agressão; - Período da reconciliação/Lua de Mel 8
  9. 9. VINCULAÇÃO E VIOLÊNCIA CONJUGAL Vinculação no Adulto- Relacionamento ativo, afetuoso, recíproco eduradouro entre duas pessoas.Funções principais: - Proteger os indivíduos de potenciais ameaças - Regular afetos 9
  10. 10. Modelo dos quatro estilos de vinculação doadulto (Bartholomew & Horowitz, 1991)  10
  11. 11. Perspetivas de vinculação na violênciaconjugal - Perspetiva do agressor . Elevados níveis de stress e ansiedade . Raiva e angústia . Níveis mínimos de afeto e apoio - Perspetiva da vítima . Não demonstram nem assumem angústia . Não sentem raiva . Dificuldade em expressar os seus sentimentos 11
  12. 12. Atitude“… tendência que se expressa mediante a avaliação deuma entidade (objeto) concreta com certo grau defavorabilidade ou desfavorabilidade”. (Eagly & Chaiken,1993:1) 12
  13. 13. Formação das Atitudes-Formam-se no decurso do processo de socialização;-Resultam de um grande número de experiências dapessoa com o objeto da atitude e/ou interação socialcom as pessoas que exprimem a atitude;-Constituem o produto final dos processos cognitivos,afetivos e comportamentos através dos quais ocorremas experiências da pessoa com o objeto da atitude. 13
  14. 14. Lei 59/2007 e sua aplicabilidade - Artº. 152º do Código Penal“Quem infligir maus tratos físicos ou psíquicos,incluindo castigos corporais, privações de liberdade eofensas sexuais ao conjuge ou ex-conjuge, ou a pessoade outro ou do mesmo sexo com quem mantenha outenha mantido uma relação é punido com pena deprisão de um a cinco anos” 14
  15. 15. CONSIDERAÇÕES FINAIS“O mito da família idealizada leva-nos a pensar comoo lugar dos afetos e da expressividade. Estaidealização associada a outros mitos é, em parteresponsável por negligenciarmos a gravidade daviolência doméstica considerando-a, muitas vezes,como uma componente necessária à educação dosfilhos, ao relacionamento conjugal e a certasinterações familiares” . Gelles (1997:1)- Despertar consciências enquanto educadores sociais. Como? 15
  16. 16. 16

×